• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 198
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 219
  • 100
  • 38
  • 34
  • 29
  • 27
  • 26
  • 21
  • 18
  • 16
  • 16
  • 16
  • 15
  • 14
  • 14
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Tipologia da condição de vida dos produtores nos territórios da cidadania do Rio Grande do Norte: Uma análise do desenvolvimento na visão dos produtores rurais

Araújo, Ionara Jane de January 2014 (has links)
ARAÚJO, Ionara Jane de. Tipologia da condição de vida dos produtores nos territórios da cidadania do Rio Grande do Norte: Uma análise do desenvolvimento no visão dos produtores rurais. 2014. 111 f.: Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará. Mestrado Acadêmico em Economia Rural (MAER). Centro de Ciências Agrárias. Fortaleza-CE. 2014 / Submitted by Francisco Helder Macêdo Rangel (fhelder@ufc.br) on 2014-10-13T18:15:02Z No. of bitstreams: 1 2014_dis_ijaraújo.pdf: 2971596 bytes, checksum: 331b5cd7239312d2fbc6f22b3c5e333d (MD5) / Approved for entry into archive by Margareth Mesquita(margaret@ufc.br) on 2014-12-03T15:55:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_dis_ijaraújo.pdf: 2971596 bytes, checksum: 331b5cd7239312d2fbc6f22b3c5e333d (MD5) / Made available in DSpace on 2014-12-03T15:55:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_dis_ijaraújo.pdf: 2971596 bytes, checksum: 331b5cd7239312d2fbc6f22b3c5e333d (MD5) Previous issue date: 2014 / Describe the groups of farm families present in the Territories of Citizenship of Rio Grande do Norte, as their perception on the condition of life, influencing the development of the medium, is the purpose of the present work. To accomplish this it was necessary to construct a typology Condition Index Life Producers (ICVP) in 592 hoseholds in agricultural production that existed from the database of the MDA/SDT. After the producers were classified into three groups by cluster analysis with SPSS software, and thus characterize and idenitify their main demands. Of the total respondents, 22,13% were classified with the lowest indices of Living Conditions Producers, 53,55% to 24,32% and intermediate levels with higher indices. What reflects the perpection of respondents. Producers with low rates are 25,95% of the territory Açu Mossoró 26,72% in the Hinterland of Apodi and 47,33% in Mato Grande. On average rate producers are distributed in 27,44%. 38,49% and 34,07% in the territories of Açu Mossoró, Hinterland Apodi and Mato Grande respectively. For the high rate distribution was 28,47% in the territory of Açu Mossoró: 58,33% in the Hinterland of Apodi and 13,19% in Mato Grande. The high group is characterized by having 99% of its stores at lest one person working alone at home and most of their income from production. The main demands were: acess to credit; technical assistance; pluriativity, diversification in sources of household income: divesification of agricultural production; use and conservation of natural resources: water and cultural participation. In short, it was concluded that farmers with agriculturalactivity belonging to the Territories of Citizenship of Rio Grande do Norte, when evaluated from their conception have almost identical features. However, there is no agreement on the ICVP within the state or even within the territories. And the actions implemented in 2013 failed to mostly capture what policies are needed for producers to become more satisfied with their living conditions. / Descrever os grupos de famílias agrícolas presentes nos Territórios da Cidadania do Rio Grande do Norte, quanto a sua percepção na condição de vida e quanto a sua influência no desenvolvimento do meio, é a finalidade do presente trabalho. Para realizar essa tipologia, foi necessário construir um índice de Condição de Vida dos Produtores (ICVP) nos 592 domicílios em que existia produção agrícola, a partir do banco de dados do MDA/SDT. Posteriormente, os produtores foram classificados em três grupos, através da análise de agrupamentos, com o auxílio do software SPSS, permitindo assim caracterizar e identificar suas principais demandas. Do total de entrevistados,22,13% se classificaram com os menores Índices de Condição de Vida dos Produtores; 53,55% com índices intermediários e 24,32% com índices maiores, que reflete a percepção dos entrevistados, 25,95% dos produtores com índices baixos estão no território de Açu Mossoró; 26,72% no Sertão do Apodi e 47,33% em Mato Grande. No índice médio os produtores estão distribuídos respectivamente em 27,44%, 38,49% e 34,07% nos territórios de Açu Mossoró, Sertão do Apodi e Mato Grande. Para o índice alto a distribuição foi de 28,47% no território de Açu Mossoró; 58,33% no do Sertão do Apodi e 13,19% em Mato Grande. O grupo alto se caracteriza por ter, em 99% dos seus estabelecimentos, pelo menos uma pessoa que trabalha apenas no domicílio, e a maior parte da renda vem produção. As principais demandas foram: acesso a crédito, assistência técnica, pluriatividade, diversificação nas fontes de renda familiar, diversificação da produção agrícola, uso e preservação dos recursos naturais: água e participação cultural. Concluiu-se que os produtores com atividades agrícolas que pertencem aos Territórios da Cidadania do Rio Grande do Norte, quando avaliados a partir de suas concepções tem características quase idênticas.Porém, não há uma concordância quanto ao ICVP dentro do estado ou até dentro dos territórios. E as ações implantadas em 2013 não conseguiram, em sua maioria, captar quais políticas são necessárias para que os produtores tornem-se mais satisfeitos com sua condição de vida.
12

Habitação progressiva autoconstruída: caracterização morfológica com uso da gramática da forma / Self-constructed progressive housing: morphological characterization using the shape grammar

Mororó, Mayra Soares de Mesquita 29 August 2012 (has links)
MORORÓ, M. S. M. Habitação progressiva autoconstruída: caracterização morfológica com uso da gramática da forma. 2012. 182 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil: Estruturas e Construção Civil) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Marlene Sousa (mmarlene@ufc.br) on 2015-04-08T16:31:47Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_msmmororó.pdf: 12605336 bytes, checksum: 67ce9251c76bff05e428c9485660823b (MD5) / Approved for entry into archive by Marlene Sousa(mmarlene@ufc.br) on 2015-04-16T12:42:11Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_msmmororó.pdf: 12605336 bytes, checksum: 67ce9251c76bff05e428c9485660823b (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-16T12:42:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_msmmororó.pdf: 12605336 bytes, checksum: 67ce9251c76bff05e428c9485660823b (MD5) Previous issue date: 2012-08-29 / This paper concerns the spontaneous habitation focused on the progressive production processes of housing. It considers as problematic the relative scarcity of studies on that subject, particularly in relation to the emergent typologies of self-construction processes. Therefore, it was developed a case study in the Planalto Pici – a Special Zone of Social Interest (ZEIS) in Fortaleza, capital of the state of Ceará, Brazil – applied from a methodological arrangement involving the physical measurements and registration of progressivity in the construction of 94 houses. This information was examined and described by adopting the shape grammar - analysis tool created by Stiny and Gips in the 70s - as an instrument of representation of logic that involves the formation of units. From the data collected, we sought for recurrences of forms, in order to understand the morphological characteristics of dwellings in line with research on type, according to the definition of Rossi and Argan. The results indicate a multiplicity of factors involved in the production of autonomous housing and point to the need for research focusing on these specific fragments of the city, considering that understanding the morphology requires an understanding of the urban context. Based on the knowledge attained, the research contributes a method that speculates on future forms, and an overview of knowledge about the user, which may indicate a path for the development of housing design projects best suited to the needs of the public as well as to grant in technical assistance programs applied to the study environment. / O presente trabalho se insere no campo de pesquisas sobre a habitação espontânea, com foco nos processos progressivos de produção das moradias. Considera como problemática a escassez de estudos a respeito do objeto, no que se refere às tipologias emergentes dos processos de autoconstrução. Para seu alcance foi desenvolvido um estudo de caso na ZEIS do Pici em Fortaleza, capital do Estado do Ceará, aplicado a partir de um arranjo metodológico que envolveu o levantamento físico e o registro da progressividade na construção de 94 casas. Estas informações foram examinadas e descritas adotando-se a gramática da forma – ferramenta de análise criada por Stiny e Gips na década de 70 – como instrumento de representação da lógica que envolve a formação das unidades. A partir dos dados coletados, buscou-se por recorrências de formas, com a finalidade de compreender as características morfológicas das habitações em consonância com as pesquisas sobre tipo, de acordo com a definição de Rossi e Argan. Após a análise dos dados, propôs-se o registro da morfologia resultante da progressividade na construção a partir do sistema gerador de formas supracitado. Os resultados encontrados indicam uma multiplicidade de fatores envolvidos na produção autônoma da moradia, os quais se vinculam diretamente às formas emergentes, e apontam para a necessidade de estudos direcionados a estes fragmentos específicos da cidade, visto que a compreensão da morfologia passa, antes de tudo, pelo entendimento do contexto urbano no qual a habitação está inserida. A partir dos conhecimentos alcançados, a pesquisa contribui com um método que especula sobre formas futuras; e um apanhado de conhecimento sobre o usuário, que pode indicar um caminho para o desenvolvimento de projetos habitacionais mais adequados às necessidades deste público, assim como para o subsídio em programas de assistência técnica aplicados ao cenário estudado.
13

A preposição até como elemento integrador de eventos

Cesa, Nazaré Nunes Barbosa January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2013-12-05T22:28:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 321675.pdf: 808384 bytes, checksum: c696b17cf3ab5801c9bdadb635b37e9a (MD5) Previous issue date: 2013 / Esta é uma proposta de análise para o uso da palavra até no Português do Brasil (PB), a partir dos preceitos teóricos desenvolvidos pela Linguística Cognitiva. Para isso, partiu-se da proposta de Leonard Talmy, segundo a qual as línguas organizam-se em duas categorias tipológicas distintas, de acordo com a forma na qual expressam a informação principal de um macro-evento, se no verbo ou num satélite para o verbo. No primeiro grupo se enquadram as línguas românicas chamadas línguas verb-framed e no segundo, as línguas germânicas chamadas línguas satellite-framed. Os exemplos analisados neste trabalho levaram-nos a considerar que, em alguns de seus empregos, o até funciona como um satélite para o verbo especificando-lhe o sentido e, com isso, o português uma língua verb-framed assume o padrão tipológico Satellite-framed.<br>
14

A psicologia do consumo responsável: tipologia e condicionantes

Silva, Aparecida Regina Bezerra da 31 January 2014 (has links)
Submitted by Paula Quirino (paula.quirino@ufpe.br) on 2015-03-05T18:27:36Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO Aparecida Regina Bezerra da Silva.pdf: 2408106 bytes, checksum: 6f3521cfa5a42055a00d2ee35c0df280 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-05T18:27:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO Aparecida Regina Bezerra da Silva.pdf: 2408106 bytes, checksum: 6f3521cfa5a42055a00d2ee35c0df280 (MD5) Previous issue date: 2014 / O consumo socioambientalmente consciente e sustentável é assunto de grande importância (Goleman, 2009; Tachizawa, 2006; Lima, 2013) e sua compreensão envolve uma combinação de atributos psicológicos, sociais e culturais (François-Lecompte & Valette-Florence, 2006). O presente trabalho buscou caracterizar o consumo responsável no contexto de estudantes universitários brasileiros em termos das associações específicas entre os seus traços individuais e a sua relação com o consumo. Para tanto, pesquisou-se 136 estudantes de instituições de ensino superior da Região Metropolitana do Recife, sendo aplicados um questionário sociodemográfico e de consumo, um questionário de atitudes socioambientais, um questionário de informações socioambientais, um teste de QI (Campello de Souza, Silva e Roazzi, 2010), uma escala de Hipercultura (Souza et al, 2012), um teste de personalidade do tipo Big Five (Golsing, Rentfrow & Swann JR., 2003), uma escala de valores morais (Schwartz, 2005) e um teste de Consumo Responsável (François Lecompte e Valette-Florence, 2006). Através de análises estatísticas, produziram-se resultados apontando que: (a) o grupo estudado representa uma categoria de consumidor de grande poder aquisitivo; (b) os estudantes investigados apresentam um nível geral razoavelmente elevado de preocupação, conhecimento e ações no que concerne à responsabilidade socioambiental; (c) parecem existir três grandes categorias de consumo, sendo elas Consumo Moral (privilegiar ou boicotar certos produtores e reduzir o impacto ambiental, guiado por uma orientação ética, altruísta e em prol do bem-estar alheio, apoiando-se na disciplina e no autocontrole), Consumo Esclarecido (disposição em se pagar a mais por produtos ou serviços que apresentem maior responsabilidade social ou ambiental, apoiada por maior conhecimento e conscientização acerca do comércio e das questões socioambientais) e Consumismo (realização de compras por impulso, em busca de prazer ou vantagens pessoais, comsignificativainteração social, mas com a priorização de si mesmo, sem maior consideração pelos demais), cada uma com suas características comportamentais e psicológicas específicas; (d) a Hipercultura, ou seja, as formas de pensar e agir da Era Digital, parece estimular todas as três modalidades de consumo, mas cada uma em função de um mecanismo ou processo distinto; e (e) sexo e renda familiar não se associaram a qualquer das modalidades de consumo encontradas, mas idade e renda individual se correlacionaram positivamente ao Consumo Moral. A partir desses achados, concluiu-se que: (i) o segmento dos estudantes universitários e o tema do consumo responsável são de grande importância para o mercado, (ii) a nova tipologia do consumo encontrada pode contribuir para conciliar muitas das divergências entre os autores da área e (iii) surge uma nova compreensão do consumo com o potencial para grandes aplicações nos setores público e privado. Ao final, são sugeridos estudos futuros acerca do tema abordado.
15

Tipologias textuais : um estudo, em escola de 1o. grau (5a. a 8a. serie), sobre formas de sua aquisição e de estrategias em seu uso / Textual typologies : a study of strategies of use and acquism on in public school (5th to 8th grade)

Mello, Cecilia Vaz Pupo de 13 March 1996 (has links)
Orientador: Raquel Salek Fiad / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-21T01:24:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Mello_CeciliaVazPupode_M.pdf: 28145717 bytes, checksum: 2cfcf838352a01e098de537dc9c30d9a (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Esta dissertação apresenta resultados de uma pesquisa sobre a aquisição de novas tipologias textuais, pelo aluno de escola pública de 10 grau (53 a 83 série), dentro do campo dos problemas de ensino/aprendizagem de língua materna e as implicações dessa aquisição de tipologias na manutenção/alteração do papel social tanto do professor como de seus alunos. Este trabalho é constituído por um estudo longitudinal (de 53 à 83 série) da aquisição do texto narrativo, e pontual da aquisição do texto dissertativo em sua fase inicial (73 série para o texto dissertativo expositivo e 83 série, para o texto dissertativo argumentativo); no estudo, procura-se identificar as condições necessárias para a produção do texto dissertativo; a partir da participação em diálogos sobre temas de maior abrangência que aqueles comuns no cotidiano do aluno. Procurando constatar o conhecimento encicplopédico do aluno, procedeu-se à identificação do tipo de informações, dentre as muitas disponiveis nos textos estudados em sala de aula, que foram incorporadas a seu texto dissertativo, e o modo como se deu esta incorporação. A intenção dessa análise é verificar a possibilidade de interferência desse trabalho desenvolvido na escola na manutenção/alteração do já construído na consciência sociaVindividual do aluno. As produções de texto oriundas de atividades desenvolvidas na escola, orientadas por uma concepção de linguagem como forma de interação (concepção sócio-interacionista de linguagem) constituem a parte mais significativa do "corpus"desta pesquisa / Abstract: This dissertation, elaborated within a social-interactionist conception of language, presents the results of research on the acquisition of new textual typologies by public Junior High School students (5th to 8th grade). It deals with problems offirst language teaching and learning and the implications ofthe acquisition ofthese typologies on maintaining or modifYing teacher's as well as the students' social roles. A logitudinal study ofthe acquisition ofthe written narrative compositions (from 5th to 8th grades) and the impact of the introduction of written dissertative texts in the beginning of 7th and 8th grades is presented. I tried to identify the necessary conditions for the production of written dissertative compositions and observed how texts produced by 7th and 8th graders dialogued with other texts dealing with themes broader than those "common" to the students' daily experiences. Trying to discover the degree and content of the students' enciclopedic knowledge, we looked at the types of information (among that present in texts read in the classroom) which the students brought to their own dissertative compositions and how they did it. My intenÍion was to verifY the possibility of interfering, through teaching actions, on the already constructed social/individual conscience of the students / Mestrado / Ensino-Aprendizagem de Lingua Materna / Mestre em Linguística Aplicada
16

Tipologia da arquitetura residencial urbana em São Luís do Maranhão: um estudo de caso a partir da Teoria Muratoriana

Marcelo Do Espírito Santo, José January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:31:17Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5370_1.pdf: 9322569 bytes, checksum: 1dc30486aa28bfcc71d5b7026771db23 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / Análise da tipologia arquitetônica residencial urbana em São Luís do Maranhão baseada nos princípios metodológicos estabelecidos pela teoria do arquiteto italiano Saverio Muratori. A partir desta teoria, que estabelece uma metodologia de abordagem e compreensão do elemento arquitetônico baseada na história e na identificação das transformações ocorridas nos edifícios de forma sincrônica, ou seja, transformações ocorridas num mesmo período de tempo, e diacrônica, na qual transformações ocorridas em diferentes períodos de tempo, apresentam-se dados relativos à leitura tipológica e sua aplicação sobre o Centro Histórico de São Luís, em particular sobre a área de tombamento federal, incluída pela UNESCO na listagem do Patrimônio Mundial. As características tipológicas do acervo ludovicense, suas origens, formação e principais elementos de composição, foram estabelecidos a partir de informações e dados coletados através de visitas técnicas in loco e levantamentos físicos e fotográficos de exemplares do conjunto edificado, complementados por pesquisa bibliográfica referente à história e às características arquitetônicas do acervo edificado de valor patrimonial da cidade. Foram registradas as informações sobre a implantação da edificação no lote, tipologia e materiais da cobertura, gabaritos, usos, dimensões das testadas principais dos lotes e características estilísticas das fachadas em um conjunto que representa 6,45 % do acervo federal preservado, composto por um total de 978 imóveis. A análise do acervo selecionado indicou que o tipo-base da arquitetura residencial urbana de São Luís é de Porta-e-Janela, da qual resultaram de forma sincrônica as famílias tipológicas que localmente se convencionou chamar de Meia Morada, Meia Morada Expandida e Morada Inteira, alteradas por justaposição, acréscimo ou verticalização do tipo-base para mais treze tipologias que relacionam número de pavimentos e uso como desdobramento da Porta e Janela. A análise revelou também que as características estéticas das fachadas transformaram-se de forma diacrônica, mantendo as tipologias desenvolvidas a partir da Porta-e-Janela. A aplicação da metodologia Muratoriana revela, portanto, através do processo de análise tipológica, a identificação e a participação do tipo base Porta-e-Janela e suas variantes no conjunto de elementos que compõem a formação do acervo arquitetônico na composição dos valores que garantem a autenticidade do bem preservado. Tal fato indica a necessidade de aprofundamento do conhecimento desta tipologia básica, bem como a valorização de sua preservação, para manter estes valores de autenticidade nos exemplares de arquitetura residencial urbana, pois o critério de obra autêntica é um dos elementos conceituais de fundamento na classificação do conjunto estudado como Patrimônio Cultural da Humanidade
17

Focos privados em espaços públicos = um exercício de construção fotográfica / Private focus on public spaces : an exercise in photographic construction

Mann, Oliver Nieves 17 August 2018 (has links)
Orientador: Mauricius Martins Farina / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes / Made available in DSpace on 2018-08-17T03:31:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Mann_OliverNieves_M.pdf: 11056919 bytes, checksum: 19c66149f908fb7bf4df87cd216944cc (MD5) Previous issue date: 2010 / Resumo: Villém Flússer propõe em seu texto Filosofia da Caixa Preta dois conceitos opostos que desafiam a autonomia criativa no fazer fotográfico. Se "funcionário" é operador do aparelho e age de acordo com programa pós-industrial revestido em seu interior, a figura do "fotógrafo" vem acrescentar uma possibilidade de subversão a esse programa. Esta capacidade demonstra-se então bem relativa pois é da natureza do aparelho servir-se da criatividade do fotógrafo criando novos programas que aumentarão as exigências do desvio. Haverá então repertório infinito para novas imagens? Esta pesquisa propõe apontar alguns paralelos entre uma fotografia na qual a documentalidade vinculada a um imaginário fortemente calcado no realismo perspectivista é marca aparente, e uma fotografia que procura finalmente transcender os programas impostos por esta visão aparelhística. Procurou-se exemplos desta problematização em obras heterogêneas como a de Rodtchencko, August Sander e Bernd & Hilla Becher, incluindo também, no último caso, as escolas fundadas a partir de suas metodologias de abordagem entre objeto e referente. Ponto capital na análise de cada obra é o domínio rigoroso da sintaxe fotográfica demonstrada por cada autor, mesmo que, o grau de contingencialidade prevaleça mais em uns que em outros. De forma dialógica, esta pesquisa ainda propõe apontar certos aspectos onde o domínio da programaticidade e da retilinearidade do aparelho escapa a raros estados em que a fotografia não mais se coloca como uma construção semântica codificada por elementos geométricos historicamente convencionados, mas como Barthes nos diz: como "uma força constativa", ao "isto é" e "isto foi", no qual o noema não parte do objeto, mas do tempo. Se este é o caminho para a renovação da fotografia a idéia da liberdade do fotógrafo adquire contornos diversos ao que foi apresentado por Flússer. Concomitante à revisão da literatura, a outra metade do desenvolvimento desta pesquisa compreende um exercício de construção fotográfica em forma de tipologias com móveis domésticos descartados no ambiente urbano, Esta proposta prática é indissociável aos conceitos teóricos aqui propostos / Abstract: Villem Flusser suggested in his text "Towards a Philosophy of Photography" two opposite ideas which challenge the creative autonomy in making photography. If the "worker" is the "operator" of the apparatus and act according to the postindustrial program inward cover, the "photographer" come to add more subversive possibilities to the program. This capacity then demonstrate relativity for it's the apparatus nature to serve the creativity of the photographer creating new programs which adds the demand of diversion. Then there will be a repertory of infinite new image? The proposal of this research is to show some parallels between the photography in which a imaginary documental links strongly - stepped on realistic perspective which is the aparent mark, a photography which search firmly to beyound of its program impose for this visual apparatus. Looking after example of this question in heterogeneous work, like Rodtchencko, August Sander and Bernd & Hilla Becher, which includes also in the last case, the school founded, starting on its methodic approach between object and reference. The analitical highpoint in each work is the rigorous dominion of the photographic sintax demonstrated by each author inspite the degree of contingency that prevails, mor or less at each others. The dialogical form of this research again, suggest certain aspects where dominion of programaticity and the retilianerity of the apparatus escape to rare moments in which photography doesn't set like a semantic construction codified by geometrical elements historically agreed, but as Barthes have said, "confirmed force", a "that is" / "that was" in which perception (noema) don't start from the object, but from time. If this is the way of the photographic renovation, the idea of the emancipation of the photographer acquires diverse configuration which on presented by Flússer. Together with the literary revision, the other half of the development understand the practice of the photographic construction in the tipological form with cast-off household furniture in the urban environment. This practical proposal is unseparable with the theorical ideas as propose / Mestrado / Artes Visuais / Mestre em Artes
18

Sobre el tipo como procedimiento proyectual

Meninato, Pablo January 2015 (has links)
Ao iniciar um projeto, o arquiteto enfrenta duas condições aparentemente irreconciliáveis: em primeiro lugar, aspira criar formas novas e originais para distingui-las do realizado por seus antecessores, e, simultaneamente, deve assumir que a gestação dessas formas será afetada ou influenciada pelas imagens, memórias e idéias anteriormente assimiladas. Desde as origens, esses interesses supostamente antagónicos têm definido a evolução da arquitetura e das outras artes, marcadas pela tensão entre a herança das formas do passado e a busca das novas resoluções. A intenção desta pesquisa é identificar e analisar os processos projetuais iniciados a partir da seleção das formas, imagens ou idéias pré-existentes, e que, apelando à diversos procedimentos miméticos, incentivem a geração de instâncias originais. Para tal fim, este estudo pressupõe que as atividades listadas são plausíveis de ser consideradas sob o domínio do tipo, entendido como uma estratégia para a realização de novas iterações geradas a partir do conhecimento das formas passadas. Na primeira instância, o objetivo deste trabalho é desenvolver uma reavaliação do que constitui o conceito de tipo, as origens do vocábulo, a sua historiografia, a sua aplicação em outras disciplinas, e sua consideração na teoria e prática da arquitetura dos últimos dois séculos. De acordo com as definições inauguráis do Quatremère de Quincy no início do século XIX, a característica distintiva que define qualquer discussão sobre o tipo é sua condição polissêmica. O tipo, portanto, pode ser assumido em resposta à questão das origens da arquitetura, como uma estratégia para a construção de classificação do inventário edilício, e também como uma tática projetual sustentada pela doutrina aristotélica da mimesis. A segunda área de pesquisa é dedicada a examinar a condição do tipo como agente mimético, ou seja, como um propulsor do processo de desenho. Para este fim, se establece uma definição expansiva do conceito, mas não entendido apenas como uma tipologia edilicia, mas também, como uma categoria que pode incluir qualquer classe de elementos, objetos, maquinarias ou mesmo formações biológicas. A partir desta definição renovada do território do tipo, este trabalho procede a discutir e examinar diversas táticas miméticas, como são a distorção, a magnificação, a fragmentação ou a justaposição tipológica. Um tema que se dedicou especial atenção é a tática do deslocamento do tipo, questão que sugere possíveis correspondências com o procedimento do readymade inaugurado por Marcel Duchamp. Embora, deve-se notar que tanto o deslocamento tipológico e o readymade atuam desde as particularidades das respectivas disciplinas, ambos preceitos concordam na reavaliação de questões como originalidade, semelhança, figurativismo e mudança do significado. / Upon starting a new project the architect faces two seemingly incompatible conditions: on the one hand he or she aspires to create new and original forms; on the other and simultaneously, has to assume that the conception of those forms will be affected or influenced by previously assimilated images, forms or ideas. Since its origins, these ostensibly conflicting interests have defined the evolution of architecture and the other arts, a moment marked by the tension produced by the coexistence of the tradition of past forms and the search for original resolutions. The goal of this work is to identify and analyze those design processes initiated upon the selection of preexisting forms, images or ideas, and that, appealing to diverse mimetic procedures, encourages the generation of original iterations. To this end, this study assumes that the listed activities can be considered under the domain of the type, which is to say, a strategy for creating new iterations engendered from the understanding of past forms. This study has been structured into two distinctive, though supplementary parts. The first part develops a reassessment of what constitutes the concept of type, the origins of the term, its historiography, its application in other disciplines, and its consideration in the realm of architectural theory and practice for the last two centuries. According to the initial precisions by Quatremère of Quincy at the beginning of the Nineteenth Century, „type‟ should be presupposed as a polysemic notion, since it could be simultaneously assumed as a response to the question of the origins of architecture, as a strategy for the classification of building inventory, and as a design tactic associated to the Aristotelian doctrine of mimesis. The second area focuses on the third meaning of the concept of type introduced by Quatremère, which is as a mimetic agent, where the type becomes a propellant of the design process. Following an expanded definition of typological territory - where type is no longer understood exclusively as building typology, but also as a category that may include elements such as objects, machineries or even biological formations -, this work proceeds to list and examine various mimetic tactics such as distortion, magnification, fragmentation, juxtaposition and typological displacement. Particular attention was placed in the notion of typological displacement, an issue that establishes suggestive correspondences with the tactic of the readymade inaugurated by Marcel Duchamp. Although typological displacement and readymade perform under the particularities of their respective disciplines, both tactics presuppose a reassessment of issues such as originality, resemblance, repetition, figurativism and variations of meaning. / Al iniciar un proyecto, el arquitecto se enfrenta a dos condiciones aparentemente irreconciliables: por un lado aspira a crear formas nuevas y originales que se distingan de lo realizado por sus predecesores, y, simultáneamente, debe asumir que la gestación de esas formas se verá afectada o influenciada por las imágenes, recuerdos o ideas que ha asimilado previamente. Desde sus orígenes, estos intereses supuestamente contrapuestos han definido la evolución de la arquitectura y las demás artes, signadas por la tensión entre la herencia de las formas del pasado y la búsqueda de nuevas resoluciones. La intención de este trabajo es identificar y analizar aquellos procesos proyectuales iniciados a partir de la selección de formas, imágenes o ideas preexistentes, y que, apelando a diversos procedimientos miméticos alienten la generación de instancias originales. A tal efecto, este estudio presupone que las actividades listadas son plausibles de ser consideradas bajo el dominio del tipo, entendido éste como una estrategia para la realización de nuevas iteraciones generadas a partir del conocimiento de formas pasadas. En primera instancia, el objetivo de este trabajo es desarrollar una reevaluación de lo que constituye el concepto de tipo, los orígenes del vocablo, su historiografía, su aplicación en otras disciplinas, y su consideración en la teoría y práctica arquitectónica de los dos últimos siglos. De acuerdo a las definiciones inaugurales de Quatremère de Quincy a comienzos del siglo XIX, la característica distintiva que define cualquier discusión sobre el tipo es su condición polisémica. El tipo, por lo tanto, puede ser asumido como respuesta a la cuestión de los orígenes de la arquitectura, como estrategia para la clasificación del inventario edilicio, y asimismo, como táctica proyectual sustentada en la doctrina aristotélica de mímesis. La segunda área de investigación se dedica a examinar la condición del tipo como agente mimético, es decir, como propulsor del procedimiento proyectual. A tal efecto, se estipula una definición expansiva del concepto, ya no entendido exclusivamente como tipología edilicia, sino asimismo, como una categoría que puede incluir cualquier clase de elementos, objetos, maquinarias o hasta formaciones biológicas. A partir de esta renovada delimitación del territorio de tipo, este trabajo procede a listar y examinar diversas tácticas miméticas, como ser la distorsión, la magnificación, la fragmentación o la yuxtaposición tipológica. Un tema al que se le dedica particular atención es la táctica del desplazamiento del tipo, asunto que sugiere posibles correspondencias con el procedimiento del readymade inaugurado por Marcel Duchamp. Si bien cabe consignar que tanto el desplazamiento tipológico como el readymade actúan desde las particularidades de sus respectivas disciplinas, ambos preceptos presuponen una reevaluación de cuestiones como originalidad, semblanza, figurativismo y alteración del significado.
19

Estruturas silábicas do português do Brasil: uma análise tipológica / Brazilian portuguese syllable structures: a typologicalaanalysis

Luciana Ferreira Marques 04 September 2008 (has links)
A linguagem, manifestação natural do ser humano, vem sendo estudada por pelo menos dois milênios. No entanto, a comunidade científica em geral ainda reluta em considerar o estudo da linguagem humana (lingüística) como uma ciência. Certamente a forma como se estuda a linguagem influencia nessa opinião. A dicotomia entre língua e fala atribuída a Saussure (1970) ainda guia grande parte dos estudos científicos hoje em dia. Essa dicotomia ainda faz surgir grandes debates no mundo lingüístico. Se um pesquisador opta por estudar a fala, ele/ela provavelmente não vai lidar com língua e vice-versa. No entanto, nos últimos anos, essa perspectiva vem mudando, sob o impulso de pesquisadores como Ohala (1990) e Lindblom (1986), que perpetuam as fundações já estabelecidas no começo do século 20 por Rousselot (1904). Isso não significa que uma tendência lingüística mais baseada na substância negue qualquer princípio da teoria fonológica contemporânea. Ao contrário, procura prová-las baseando-se em paradigmas da ciência experimental. Dados de fala permitem fazer analises robustas de fenômenos lingüísticos, e paradigmas experimentais se aplicam bem a esses fenômenos. Essa é a perspectiva adotada por essa dissertação. Baseado na tipologia das línguas, e na teoria molde/conteúdo de evolução da fala (MACNEILAGE, 1998; 2008), este estudo objetiva situar o português do Brasil na tipologia das línguas do mundo, de forma a mostrar como seus padrões silábicos respeitam certas restrições neurológicas, psicológicas e sensoriais. Para alcançar esse objetivo, um banco de dados do português dividido em sílabas foi feito. Esse banco de dados foi analisado com um programa desenvolvido especificamente para estudos tipológicos da sílaba. Alguns fenômenos lingüísticos, tais como associações silábicas labial-central, coronal-frontal, dorsal-posteiror e o efeito L.C. (labial-coronal) são discutidos dentro do quadro da teoria molde/conteúdo. / Language, the natural expression of human beings, has been studied for at least two millennia. However, the scientific community still disagrees in considering the study of natural language (i.e. linguistics), as a science. Certainly the way it has been studied in the past influences this opinion. The dichotomy between language and speech attributed to Saussure (1970), still guides a substantial part of the research in linguistics nowadays. This dichotomy has been arising great debates in the linguistic world. If a researcher chooses to study speech, he/she will likely not deal with language and vice versa. However, in the last few decades, this perspective has been changing, under the impulsion of researchers like Ohala (1990) and Lindblom (1986) who perpetuate the foundations already established at the beginning of the 20th century by Rousselot (1904). This does not mean that a more substance-based linguistic trend denies every statement made in contemporary phonological theory. Instead, it rather searches to prove them based on the paradigms of experimental science. Speech data, allow making robust analyses of linguistic phenomena, and experimental paradigms apply particularly well to these phenomena. This is the perspective adopted by this thesis. Based on language typology, and on the frame/content theory of speech (MACNEILAGE, 1998; 2008), this study aims to situate Brazilian Portuguese in the syllable typology of the worlds languages, in order to show how its syllable patterns respect certain sensorial, physiological and neurological constraints.. In order to achieve this goal a data base of Portuguese words divided into syllables was made. This data base was then analyzed with a program specifically developed for typological studies of syllables. Some linguistic phenomena such as labial-central, coronal-frontal and dorsal-back associations and the L.C. (labial-coronal) effect are discussed within the frame/content theory framework.
20

Estruturas silábicas do português do Brasil: uma análise tipológica / Brazilian portuguese syllable structures: a typologicalaanalysis

Marques, Luciana Ferreira 04 September 2008 (has links)
A linguagem, manifestação natural do ser humano, vem sendo estudada por pelo menos dois milênios. No entanto, a comunidade científica em geral ainda reluta em considerar o estudo da linguagem humana (lingüística) como uma ciência. Certamente a forma como se estuda a linguagem influencia nessa opinião. A dicotomia entre língua e fala atribuída a Saussure (1970) ainda guia grande parte dos estudos científicos hoje em dia. Essa dicotomia ainda faz surgir grandes debates no mundo lingüístico. Se um pesquisador opta por estudar a fala, ele/ela provavelmente não vai lidar com língua e vice-versa. No entanto, nos últimos anos, essa perspectiva vem mudando, sob o impulso de pesquisadores como Ohala (1990) e Lindblom (1986), que perpetuam as fundações já estabelecidas no começo do século 20 por Rousselot (1904). Isso não significa que uma tendência lingüística mais baseada na substância negue qualquer princípio da teoria fonológica contemporânea. Ao contrário, procura prová-las baseando-se em paradigmas da ciência experimental. Dados de fala permitem fazer analises robustas de fenômenos lingüísticos, e paradigmas experimentais se aplicam bem a esses fenômenos. Essa é a perspectiva adotada por essa dissertação. Baseado na tipologia das línguas, e na teoria molde/conteúdo de evolução da fala (MACNEILAGE, 1998; 2008), este estudo objetiva situar o português do Brasil na tipologia das línguas do mundo, de forma a mostrar como seus padrões silábicos respeitam certas restrições neurológicas, psicológicas e sensoriais. Para alcançar esse objetivo, um banco de dados do português dividido em sílabas foi feito. Esse banco de dados foi analisado com um programa desenvolvido especificamente para estudos tipológicos da sílaba. Alguns fenômenos lingüísticos, tais como associações silábicas labial-central, coronal-frontal, dorsal-posteiror e o efeito L.C. (labial-coronal) são discutidos dentro do quadro da teoria molde/conteúdo. / Language, the natural expression of human beings, has been studied for at least two millennia. However, the scientific community still disagrees in considering the study of natural language (i.e. linguistics), as a science. Certainly the way it has been studied in the past influences this opinion. The dichotomy between language and speech attributed to Saussure (1970), still guides a substantial part of the research in linguistics nowadays. This dichotomy has been arising great debates in the linguistic world. If a researcher chooses to study speech, he/she will likely not deal with language and vice versa. However, in the last few decades, this perspective has been changing, under the impulsion of researchers like Ohala (1990) and Lindblom (1986) who perpetuate the foundations already established at the beginning of the 20th century by Rousselot (1904). This does not mean that a more substance-based linguistic trend denies every statement made in contemporary phonological theory. Instead, it rather searches to prove them based on the paradigms of experimental science. Speech data, allow making robust analyses of linguistic phenomena, and experimental paradigms apply particularly well to these phenomena. This is the perspective adopted by this thesis. Based on language typology, and on the frame/content theory of speech (MACNEILAGE, 1998; 2008), this study aims to situate Brazilian Portuguese in the syllable typology of the worlds languages, in order to show how its syllable patterns respect certain sensorial, physiological and neurological constraints.. In order to achieve this goal a data base of Portuguese words divided into syllables was made. This data base was then analyzed with a program specifically developed for typological studies of syllables. Some linguistic phenomena such as labial-central, coronal-frontal and dorsal-back associations and the L.C. (labial-coronal) effect are discussed within the frame/content theory framework.

Page generated in 0.0945 seconds