• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 38
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 43
  • 43
  • 35
  • 33
  • 12
  • 9
  • 8
  • 7
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A construção de um instrumento de medida para o fator neuroticismo/estabilidade emocional dentro do modelo de personalidade dos cinco grandes fatores

Nunes, Carlos Henrique Sancineto da Silva January 2000 (has links)
Esta pesquisa teve como objetivo construir e validar uma escala para avaliação do fator neuroticismo/estabilidade emocional. Neuroticismo é uma dimensão da personalidade humana, no modelo dos cinco grandes fatores, que se refere ao nível crônico de ajustamento e instabilidade emocional. Um alto nível de neuroticismo identifica indivíduos propensos a sofrimento psicológico que podem apresentar altos níveis de ansiedade, depressão, hostilidade, vulnerabilidade, autocrítica, impulsividade, baixa auto-estima, idéias irreais, baixa tolerância a frustração e respostas de coping não adaptativas. No primeiro estudo deste projeto foram gerados os itens da escala e avaliadas as suas qualidades psicométricas e validade de construto. Os participantes foram 792 estudantes universitários de três estados brasileiros. O segundo estudo teve como objetivo verificar a validade concorrente do instrumento. Participaram 437 estudantes universitários. Os resultados mostraram que o instrumento e as quatro subescalas identificadas através da análise fatorial apresentam qualidades psicométricas adequadas. As correlações entre o instrumento e testes para avaliar ansiedade, depressão, bem estar subjetivo, auto estima e neuroticismo (EPQ) indicaram que a escala construída está avaliando adequadamente as diferentes facetas do construto neuroticismo.
2

A construção de um instrumento de medida para o fator neuroticismo/estabilidade emocional dentro do modelo de personalidade dos cinco grandes fatores

Nunes, Carlos Henrique Sancineto da Silva January 2000 (has links)
Esta pesquisa teve como objetivo construir e validar uma escala para avaliação do fator neuroticismo/estabilidade emocional. Neuroticismo é uma dimensão da personalidade humana, no modelo dos cinco grandes fatores, que se refere ao nível crônico de ajustamento e instabilidade emocional. Um alto nível de neuroticismo identifica indivíduos propensos a sofrimento psicológico que podem apresentar altos níveis de ansiedade, depressão, hostilidade, vulnerabilidade, autocrítica, impulsividade, baixa auto-estima, idéias irreais, baixa tolerância a frustração e respostas de coping não adaptativas. No primeiro estudo deste projeto foram gerados os itens da escala e avaliadas as suas qualidades psicométricas e validade de construto. Os participantes foram 792 estudantes universitários de três estados brasileiros. O segundo estudo teve como objetivo verificar a validade concorrente do instrumento. Participaram 437 estudantes universitários. Os resultados mostraram que o instrumento e as quatro subescalas identificadas através da análise fatorial apresentam qualidades psicométricas adequadas. As correlações entre o instrumento e testes para avaliar ansiedade, depressão, bem estar subjetivo, auto estima e neuroticismo (EPQ) indicaram que a escala construída está avaliando adequadamente as diferentes facetas do construto neuroticismo.
3

A construção de um instrumento de medida para o fator neuroticismo/estabilidade emocional dentro do modelo de personalidade dos cinco grandes fatores

Nunes, Carlos Henrique Sancineto da Silva January 2000 (has links)
Esta pesquisa teve como objetivo construir e validar uma escala para avaliação do fator neuroticismo/estabilidade emocional. Neuroticismo é uma dimensão da personalidade humana, no modelo dos cinco grandes fatores, que se refere ao nível crônico de ajustamento e instabilidade emocional. Um alto nível de neuroticismo identifica indivíduos propensos a sofrimento psicológico que podem apresentar altos níveis de ansiedade, depressão, hostilidade, vulnerabilidade, autocrítica, impulsividade, baixa auto-estima, idéias irreais, baixa tolerância a frustração e respostas de coping não adaptativas. No primeiro estudo deste projeto foram gerados os itens da escala e avaliadas as suas qualidades psicométricas e validade de construto. Os participantes foram 792 estudantes universitários de três estados brasileiros. O segundo estudo teve como objetivo verificar a validade concorrente do instrumento. Participaram 437 estudantes universitários. Os resultados mostraram que o instrumento e as quatro subescalas identificadas através da análise fatorial apresentam qualidades psicométricas adequadas. As correlações entre o instrumento e testes para avaliar ansiedade, depressão, bem estar subjetivo, auto estima e neuroticismo (EPQ) indicaram que a escala construída está avaliando adequadamente as diferentes facetas do construto neuroticismo.
4

Predição de influência em redes sociais usando traços de personalidade

GADELHA, Renê Nóbrega de Sousa 03 July 2013 (has links)
Submitted by Luiz Felipe Barbosa (luiz.fbabreu2@ufpe.br) on 2015-03-12T14:06:18Z No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇAO Rene Gadelha.pdf: 1298225 bytes, checksum: 92f47a16656fe415309e627c23a015aa (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniella Sodre (daniella.sodre@ufpe.br) on 2015-03-13T12:55:12Z (GMT) No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇAO Rene Gadelha.pdf: 1298225 bytes, checksum: 92f47a16656fe415309e627c23a015aa (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-13T12:55:12Z (GMT). No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇAO Rene Gadelha.pdf: 1298225 bytes, checksum: 92f47a16656fe415309e627c23a015aa (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2013-07-03 / FACEPE / Redes Sociais Online permitem interação e compartilhamento de conteúdo virtual entre usuários, possibilitando também a esses difundirem ideias, opiniões e notícias. Toda esta informação, se interpretada, pode ser um recurso valioso, principalmente para captação de feedback sobre produtos, pessoas, marcas e etc. O Twitter se posiciona entre as redes sociais online mais utilizadas, com mais de 200 milhões de usuários ativos pelo mundo, que publicam atualmente cerca de 400 milhões de mensagens (tuítes) por dia. No entanto, a grande quantidade de informação disponível dificulta a análise de todo este conteúdo. Diversas propostas abordam esse problema por meio de métodos para identificação de usuários influentes, os quais representam o pensamento coletivo ou exercem influência sobre outros. Esses métodos utilizam os atributos que modelam o perfil do usuário para identificar influenciadores, restringindo sua aplicação apenas àquela rede social abordada. Ao utilizar atributos da rede social para esse fim, esses métodos também se inviabilizam na atribuição de influência social para novos usuários, já que seus perfis não possuem informação suficiente para determinar seus níveis de influência. Como solução, este trabalho aborda os traços de personalidade do modelo Big Five, características descritivas e intrínsecas dos humanos, a fim de identificar influenciadores em redes sociais. Para isso, são definidas duas tarefas de regressão: a primeira consiste em uma análise de correlação entre os traços de personalidade e oito indicadores de influência social do Twitter; na segunda, são treinados modelos de regressão combinando traços de personalidade para predizer os indicadores de influência. Nos experimentos realizados com dois conjuntos de dados, a precisão dos modelos de regressão foi satisfatória nas métricas de erro quadrático e absoluto. Os ranques de influência produzidos pelos modelos de regressão são similares aos ranques ideais e suas ordenações correspondem a mais de 60% das ordenações ideais. Os resultados da análise de correlação possibilitaram caracterizar influenciadores como indivíduos emocionalmente estáveis, extrovertidos, organizados e criativos
5

Atitudes frente ao doente mental: correlatos valorativos e de traços de personalidade / Atitiudes towards the mantally ill: evaluative correlates and of personality traits

Dantas, Gildevan Estrela 28 February 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2015-05-14T13:16:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 2350264 bytes, checksum: 85c8f10eaebe412f5dfa2d7afe370716 (MD5) Previous issue date: 2014-02-28 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The history of madness exerts an important representation in the idealogic and practices change in the ways that refer to the better offer of assistence to mental sick. In this way are presented the revolutions wich describe important changes at the world level in the Psychiatristic treatment and its contributes to the Italian Revolution and its influence in the process that comes from Brazil, that resulted in the approval law 10.201/2001, of Psychiatric reform. Understanding the Psychiatry as an important piece of power in the strategy of control and the subjection/domination subject in suffering. Psychy it's new ways of to take care must be talked. As a result of these arguments the healthy models come trying to understand the mental sick beyond of the organic aspects as also the subjectives aspects of this. This transition of taking care must be evidenced by means of healthy models: biomedical and biopsychosocial. Considering this logic, we look for here to become important the mental sick as human possibility and its connection to the social order. In the way of this historical construction of the madness, this present dissertation had as a goal to know if the human values and their personality ways explain the attitudes in front of the mental sick. Considerating the human values as main guides of the human actions and being the personality below it. For to do this were done three close studies. The study 1: Had as a goal to construct and to valid a spare of attitudes front the mental sick. A group of two hundred students from healthy area took part in this study (medicine, nursing and psychology) from a public university and other private university from the city of João Pessoa PB. The students were divided for ages between seventeen to forty-nine years old (M 23.67 - DP 5.04. A EAFDM after checked in its expiry meaning and descriminating power (followed the two criteries from Faiser and Catell), was showed structured in two members: Authoritarism (α- 0,81) and benefiting (α 0.75). Thge two factors were explained together 20,8% of variation of the total. The study 2: for its turn, had as a goal to prove the factorial structure of EAFDM giving psychometric evidences stroger to the refered messurement. Counted sample of two hundred and three students with several ages between seventeen to fifty-two years old ( M 23.93 DP 5.54). The results of the factorial analyse confirmatory (AFC) permited to conprove the bifactorial structure of EAFDM, identificated in the study 1 showing indicators od adjust reliable compound satisfactory. To finish, were done the Study 3: Compounding the sample of two hundred and thirty students, professional from the healthy area. They answered to EAFDM questions of the basic values (QVB) The Big Five is a socialdemographic questionary. The analyse return (stepwise) ways to eleboration of a theoric model envolving the values of the under functions experimentation and interactive messuring the ways of personality consciousity and kindness, for its return explaining the attitudes front the madness sick in relation to the factor authoritarism. While the under functions experimentation , rule and interactive messuring the ways of neuroticism. In general, the model shows itself adjusted to the close details. Ending that is fundamental to develop projects with the healthy professionals specially, related to affectivity of public healthy politics to madness sick, and this way driven take back the citizenship of these people and bring them back to society. / A história da loucura exerce importante representação nas transformações ideológicas e práticas no que se refere às iniciativas de melhor oferta de assistência aos doentes mentais. Dessa maneira são apresentadas as revoluções que caracterizaram importantes mudanças a nível mundial no tratamento psiquiátrico, ênfase nas contribuições da Revolução Italiana, e suas influências no processo desencadeado no Brasil, que resultou na sanção da Lei 10.216/2001, de Reforma Psiquiátrica. Compreendendo a psiquiatria como peça de poder na estratégia de controle e dominação/sujeição do indivíduo em sofrimento psíquico é que novas formas de cuidar devem ser dialogadas. Fruto dessas discussões os modelos de saúde vem tentando compreender o doente mental além dos aspectos orgânicos, como também os aspectos subjetivos deste. Essa transição de cuidar pode ser evidenciada por meio dos modelos de saúde: biomédico e biopsicossocial. Considerando essa lógica busca-se aqui enfocar a doença mental como possibilidade humana e sua ligação à ordem social. Em virtude dessa construção histórica da loucura a presente dissertação objetivou saber se os valores humanos e os traços de personalidade explicam as atitudes frente ao doente mental. Considerando os valores humanos como princípios guias das ações humanas e sendo a personalidade subjacente ao mesmo. Para tanto, realizaram-se três estudos empíricos. O Estudo 1 objetivou construir e validar uma medida de atitudes frente ao doente mental (EAFDM), conhecendo evidências de sua validade fatorial e consistência interna. Participaram 200 estudantes da área de saúde (medicina, enfermagem e psicologia) de universidades pública e particular da cidade de João Pessoa-PB. Foram divididos de forma equitativa com idade variando de 17 a 49 anos (M = 23,67; DP = 5,04). A EADM, após ter checado sua validade semântica e poder discriminativo (tendo seguido os critérios de Kaiser e Cattell), apresentou-se estruturado em dois componentes: autoritarismo (α = 0,81) e benevolência (α = 0,75). Os dois fatores explicaram conjuntamente 20,8% da variância total. O Estudo 2, por sua vez, teve como objetivo comprovar a estrutura fatorial da EADM, fornecendo evidências psicométricas mais robustas para referida medida. Contou-se com uma amostra de 203 estudantes com idades variando de 17 a 52 anos (M = 23,93; DP = 5,54). Os resultados da Análise Fatorial Confirmatória (AFC) permitiu comprovar a estrutura bifatorial da EADM, identificado no estudo 1, apresentando indicadores de ajuste e confiabilidade composta (CC) satisfatórios. Por fim, realizou-se o Estudo 3, compondo a amostra de 230 profissionais da área de saúde. Estes responderam a EADM, o Questionário dos Valores Básicos (QVB), o Big Five e um Questionário Sociodemográfico. As análises consistiram em correlação de Pearson (r) e regressão múltipla (stepwise). Foram construídos dois modelos: no primeiro, os traços de personalidade conscienciosidade e amabilidade predizem as subfunções experimentação e interativa, que, por sua vez, explicam o fator autoritarismo das atitudes frente ao doente mental; no segundo, os traços de personalidade neuroticismo predizem as subfunções experimentação e interativa, que explicam o fator benevolência das atitudes frente ao doente mental. No geral, os modelos se mostraram ajustados aos dados empíricos. Conclui-se que é fundamental desenvolver projetos de intervenção junto aos profissionais de saúde, especialmente, com vistas à efetividade das políticas públicas de saúde dirigidas as pessoas com doenças mentais e assim, resgatar a cidadania desses indivíduos e reinseri-los na sociedade.
6

Traços de personalidade como preditores de ansiedade e agressividade em grupos contrastados: clínico e não clínico / Personality traits as predictors anxiety and aggression in groups contrasted: clinical and non-clinical

Silva, Jussara Ramos da 15 April 2013 (has links)
This work is the result of a correlational study and a comparison between participants in order to set dates in which were considered two main sets of variables: criterion (aggressiveness behavior) and background (clinical and non-clinical situation - anxiety diagnostic and neuroticism degree), and it aimed to investigate the influence of personality traits, especially neuroticism, in levels of anxiety and aggressiveness displayed in contrasted groups (clinical and non-clinical). This research relied on a sample of 113 subjects, 49 (43.4%) males and 64 (56.6%) females, aged from 18 to 57 years old (M = 25,32, DP = 8,80) and it was used three psychometric scales of measurement: IGFP-5, STAXI-2 and BAI. The data’s collection occurred in two Federal Public Universities from different Capitals, in Maceió city and Belo Horizonte city (non-clinical group), and also in School Clinics and Private Clinics in Maceió city (clinical group). On the personality traits theory, specifically the one of The Big Five Personality Factors (BFF) or Big Five, it’s focused, in special, the "neuroticism" trait, following with the correlation of this one and the constructs "anxiety", as an emotional modulation factor, and "aggressiveness." It is a study in the Cognitive Psychology area, through the integration of individual differences in relation to statistical and psychobiological factors, assuming that personality traits, having them genetic factors in connection with environmental aspects, overlap themselves and are responsible for the maturation and constant flexibility on the personality development, taking three important functions: summarize the way how individuals differ, to predict future behavior and to explain a person’s conduct, as an anxious or aggressive behavior, for example. The neuroticist trace predicts in the individual, in this context, at a high level, abrupt, frequent and dramatic mood changes, especially in negative character, possibly by being among other things related to insufficient function in some specific brain areas that are involved with negative emotion and emotional deregulation, anxiety, stress and depression, besides it provides the increase of sensitivity to the error possibility, threat and punishment. The conclusions point to the fact that neuroticism (IGFP-5) is positively correlated with anxiety (BAI) and some questions of the aggressiveness (STAXI-2) and especially (inversely) with the aggressive response control (outwards and inwards), which can be related to impulsivity, in other words, inability in the inhibitory control. It appears that despite advances on the studied area, new models of research with interdisciplinary protocols may bring new answers to this issue, seeking a larger field for the psychology professional about the differences, advantages and similarities between the personality theories presented and their role models, and a more powerful qualification with interconnection of knowledge focusing on this theme, such in neuropsychological, genetic, psychological and by functional imaging (neuroimaging), as in a bigger connection between executive functions, personality traits and behavioral changes, for example. / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O presente trabalho é resultante de um estudo correlacional e de comparação entre participantes, em que foram considerados dois conjuntos principais de variáveis: critério (comportamento de agressividade) e antecedentes (situação clínica e não clínica – diagnóstico de ansiedade e grau de neuroticismo), e que teve por objetivo verificar a influência dos traços de personalidade, especialmente o neuroticismo, nos níveis de ansiedade e agressividade apresentados em grupos contrastados (clínico e não clínico). Contou-se com uma amostra de 113 indivíduos, 49 (43,4%) do sexo masculino e 64 (56,6%) do sexo feminino, com idade variando de 18 até 57 anos (M=25,32, DP= 8,80) e foram utilizados três escalas de medida psicométricas: IGFP-5, STAXI-2 e BAI. A coleta de dados ocorreu em duas Universidades Públicas Federais, nas Capitais Maceió e Belo Horizonte (grupo não clínico), e em Clínicas Escola e Particular, na Capital Maceió (grupo clínico). Na teoria dos traços de Personalidade, especificamente a dos Cinco grandes fatores de personalidade (CGF) ou Big Five, é enfocado, em especial o traço “neuroticismo”, seguindo-se com a correlação deste e os construtos “ansiedade”, enquanto fator de modulação emocional, e “agressividade”. Trata-se de um estudo na área de Psicologia Cognitiva, através da integração das diferenças individuais em relação a fatores estatísticos e psicobiológicos, partindo do pressuposto de que os traços de personalidade, por possuírem fatores genéticos em conexão com aspectos ambientais, se sobrepõem e são responsáveis pela maturação e flexibilidade constante no desenvolvimento da personalidade, assumindo três funções importantes: resumir o modo como os indivíduos diferem, prever o comportamento futuro e explicar a conduta de uma pessoa, como a conduta ansiosa ou agressiva, por exemplo. O traço neuroticista, neste contexto, em um nível alto, prediz no indivíduo mudanças bruscas, frequentes e dramáticas de humor, especialmente de cunho negativo, por estar possivelmente, entre outros aspectos, relacionado ao funcionamento insuficiente em algumas áreas cerebrais específicas, que são envolvidas com emoção negativa e desregulação emocional, ansiedade, estresse e depressão, além de propiciar o aumento da sensibilidade à possibilidade de erro, ameaça e punição. As conclusões apontam para o fato de que o neuroticismo (IGFP-5) se correlaciona positivamente com a ansiedade (BAI) e alguns quesitos da agressividade (Staxi-2) e principalmente (inversamente) com o controle de resposta agressiva (para fora e para dentro), o que pode estar relacionado com a impulsividade, ou seja, incapacidade no controle inibitório. Constata-se que apesar dos avanços na área estudada, novos modelos de pesquisa com protocolos interdisciplinares possam trazer novas respostas a esta temática, visando um maior domínio do profissional de Psicologia a respeito das diferenças, vantagens e semelhanças entre as teorias de personalidade apresentadas e seus modelos de atuação, e um maior fortalecimento na qualificação e interconexão de saberes com foco nesta temática, tanto nos estudos neuropsicológicos, genéticos, psicológicos e de imagens funcionais (neuroimagem), quanto em uma maior conexão entre funções executivas, traços de personalidade e alterações no comportamento, por exemplo.
7

Avaliação da relação entre o conhecimento prévio dos traços de personalidade e estilos de negociação em sistema de apoia a negociação

MOURA, Jadielson Alves de 23 February 2017 (has links)
Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-06-29T20:32:12Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Jadielson Alves de Moura.pdf: 2105946 bytes, checksum: 31625d54cdd441b6757cb395906f25e8 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-06-29T20:32:12Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) TESE Jadielson Alves de Moura.pdf: 2105946 bytes, checksum: 31625d54cdd441b6757cb395906f25e8 (MD5) Previous issue date: 2017-02-23 / FACEPE / A presente pesquisa tem como foco a investigação da relação entre o conhecimento prévio de informações dos traços de personalidade e estilos de negociação apoiadas por Sistema de Apoio a Negociação (SAN), baseado na web, e as percepções do negociador sobre a utilidade do SAN e facilidade de uso dos mecanismos de comunicação. São investigadas, também, as influências das percepções da utilidade do SAN e facilidade de uso dos mecanismos de comunicação na satisfação com os resultados alcançados na negociação. Além disso, foram conduzidas investigações sobre os padrões de reconhecimento visual de acordo com os estilos de negociação apresentado pelos participantes, enquanto interagiam com o SAN. Para isso, foram realizados dois experimentos. No primeiro experimento, um problema de negociação distributiva foi proposto para os participantes. Após a execução do experimento, oito hipóteses testaram as relações e suas influências mútuas sobre os membros das negociações. As análises foram realizadas utilizando o modelo de interdependência ator-parceiro. Como resultado as análises encontraram efeitos significativos do conhecimento prévio de informações sobre traços de personalidade e estilos de negociação sobre a percepção (efeitos de ator) da utilidade do SAN e da facilidade de uso de mecanismos de comunicação e um efeito indireto na satisfação com os resultados alcançados na negociação. Efeitos significativos também foram encontrados na relação entre as percepções dos oponentes (efeitos de parceiro) sobre a facilidade de uso dos mecanismos de comunicação e o conhecimento prévio de informações sobre os traços de personalidade e estilos de negociação, bem como seus efeitos sobre a satisfação com os resultados na negociação. No segundo experimento, as medidas de rastreamento ocular ou eyetracking foram utilizadas para identificar padrões de reconhecimento visual (scanpath) e carga cognitiva dos negociadores enquanto interagiam com a ferramenta informacional, disponibilizada pelo SAN. Os resultados mostraram que os negociadores exibiram movimentos oculares diferentes ao reconhecer as áreas de interesse da ferramenta informacional. Da mesma forma, os negociadores apresentaram diferenças significativas na carga cognitiva dispendida durante a atividade. Esses resultados sugerem que o estilo de negociação apresentado pelos negociadores pode indicar um possível padrão de reconhecimento adotado enquanto interage com o SAN, bem como o seu esforço mental dispendido em situações de negociação suportada pelo SAN. Além dos resultados, estes estudos realizados fornecem uma nova discussão sobre a utilidade de traços de personalidade e estilos de negociação no campo de negociação, assim como possíveis aplicações mercadológicas e organizacionais dos resultados obtidos. / The present research focuses on investigating the relationship between the prior knowledge of personality traits information and negotiation styles supported by the web-based Negotiation Support System (NSS) and the negotiator's perceptions of the usefulness of the SAN and ease of use of communication mechanisms. We also investigate the influence of the perceptions of the usefulness of the NSS and the ease of use of the communication mechanisms in the satisfaction with the results achieved in the negotiation. In addition, investigations into visual recognition patterns were conducted according to the negotiation styles presented by the participants while interacting with the NSS. For this, two experiments were carried out. In the first experiment, a problem of distributive negotiation was proposed for participants. After the experiment was run, eight hypotheses tested the relationships and their mutual influences on the members of the negotiations. These analyzes were performed using the actor-partner interdependence model. As a result, the analyzes found significant effects of previous knowledge of personality traits and negotiation styles on the perception (actor effects) of the NSS's utility and the ease of use of communication mechanisms and an indirect effect on satisfaction with results achieved in the negotiation. Significant effects were also found in the relationship between opponents' perceptions (partner effects) on ease of use of communication mechanisms and prior knowledge of information about personality traits and negotiation styles, as well as their effects on satisfaction with the results achieved in the negotiation. In the second experiment, eye tracking measures were used to identify patterns of scanpath and cognitive load of the negotiators while interacting with the informational tool provided by the NSS. The results showed that the negotiators exhibited different eye movements recognizing the areas of interest of the information tool. In the same way, the negotiators presented significant differences in the cognitive load spent during the activity. These results suggest that the negotiating style presented by the negotiators may indicate a possible pattern of recognition adopted while interacting with the NSS as well as their mental effort expended in negotiation situations supported by the NSS. In addition to the results, these studies provide a new discussion about the usefulness of personality traits and negotiation styles in the field of negotiation, as well as possible market and organizational applications of the results obtained.
8

Ordem de nascimento e decisões de carreira: um diálogo entre a psicologia individual e as carreiras contemporâneas / Birth order and career decisions: a dialog between individual psychology and contemporary careers

Graziela Martins Pedro Dias 03 December 2013 (has links)
Nas últimas décadas, transformações políticas, sociais e econômicas alteraram as configurações do mundo do trabalho. A carreira, antes baseada em modelos organizacionais hierárquicos, começou a ser compreendida em termos da percepção individual sobre a sequência de experiências de trabalho no decorrer da vida. Se antes era possível estudá-la a partir de grandes escolhas iniciais, o foco passou a incidir sobre as decisões tomadas continuamente, ao longo de toda a carreira. Frente a esse cenário, surgiu uma demanda por estudos multidisciplinares que permitissem compreender a influência de fatores individuais sobre as decisões de carreira. A Psicologia Individual de Alfred Adler, com sua abordagem teleológica e de ênfase à subjetividade dos indivíduos, apresentou-se como uma perspectiva teórica adequada para esse fim. Dentre os constructos da Psicologia Individual, este estudo empregou a ordem de nascimento, em duas conceituações: posição do indivíduo na ordem de sucessivos nascimentos em sua família (ordem cronológica de nascimento) e interpretação do indivíduo para sua situação no quadro familiar (ordem psicológica de nascimento). Com o propósito de ampliar o conhecimento acerca dos motivos na tomada de decisão, realizou-se uma pesquisa descritiva e quantitativa com uma amostra não probabilística de 279 profissionais brasileiros que iniciaram suas carreiras há pelo menos 15 anos. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário eletrônico e, para a análise inferencial dos dados, utilizaram-se testes não paramétricos (Friedman, Mann-Whitney, Kruskal-Wallis e Qui-Quadrado). Os resultados das análises estatísticas revelaram associações significativas entre a ordem de nascimento - tanto cronológica como psicológica - e a importância atribuída a diversos motivos de decisão na carreira, reforçando a relevância das percepções individuais sobre situações vividas na infância na compreensão de motivações no desenvolvimento de carreira. A maior parte dos achados corroboraram descrições de Adler para as diferentes posições familiares de nascimento. Os resultados também destacaram a influência temporal sobre a importância atribuída aos motivos de decisão. Recomendam-se novas pesquisas para o aprofundamento dos achados, em outros arranjos familiares e grupos culturais, bem como a abordagem de outros constructos Adlerianos nos estudos empíricos do desenvolvimento de carreira. / In recent decades, political, social and economic changes have modified the settings of the working world. The career, which was previously based on hierarchical organizational models, has begun to be understood in terms of the individual perception about the sequence of work experiences throughout life. At first, it was possible to study careers from the big initial choices, but the focus has now shifted to the decisions continuously made throughout the career. Against such a background, it has emerged a call for multidisciplinary studies allowing for the understanding of the influence of individual factors on career decisions. The Individual Psychology of Alfred Adler, with its teleological approach and emphasis on the subjectivity of individuals, was presented as an appropriate theoretical perspective for this purpose. Among all the constructs of Individual Psychology, this study has employed birth order on two different concepts: the individual\'s position in the order of successive births in the family (chronological birth order) and the way the individual interprets his situation in the family context (psychological birth order). With the purpose of increasing the knowledge about motivations in decision making, a descriptive and quantitative research was carried out with a non-probability sample of 279 Brazilian professionals who began their careers at least 15 years ago. Data collection was performed using an online survey and inferential data analysis used nonparametric tests (Friedman, Mann-Whitney, Kruskal-Wallis and Chi-Square). The results of statistical analysis demonstrated significant associations between birth order - both chronological and psychological - and the importance attributed to several motives in career decision, reinforcing the relevance of individual perceptions of childhood situations to the understanding of motivations in career development. Most research findings have corroborated Adler\'s descriptions to the different positions of birth in the family. The results have also highlighted time influence on the importance assigned to the various motives in career decision. Further research is recommended to explore these findings in other family arrangements and cultural groups, besides the approach of other Adlerian constructs in empirical studies of career development.
9

Adaptação à transição de carreira na meia-idade: um estudo exploratório sob o enfoque do locus de controle / Adaptation to career transition in the middle age: an exploratory study focused on locus of control

Alessandra Quishida 17 September 2007 (has links)
A dificuldade de se planejar a carreira em um ambiente caracterizado pelo dinamismo e descontinuidade tem demandado a realização de estudos centrados em referenciais internos que possam contribuir com o autoconhecimento. Este estudo exploratório teve por objetivo aprofundar o entendimento sobre a adaptação à transição de carreira na meia-idade utilizando um constructo oriundo da Psicologia: o locus de controle. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa em que foram empregadas duas técnicas de investigação: um inventário de locus de controle e a entrevista semi-estruturada. Os relatos obtidos nas entrevistas foram transcritos para a utilização de técnicas de análise de conteúdo. A partir da análise dos resultados foram identificadas quais e como foram feitas as adaptações à transição de carreira na meia-idade, bem como formulada uma hipótese de pesquisa: o locus de controle interno facilita a adaptação às transições de carreira na meia-idade. / The difficulty in planning the career in an environment characterized by dynamism and disruption has demanded studies centered on personal internal references that may contribute to self-knowledge. The objective of this exploratory study was to deeply understand the adaptation to the career transition in the middle age by means of a psychological construct: the locus of control. A qualitative research, in which were used two investigation techniques: locus of control inventory and semistructured interview was carried out. The speeches from the interviews were transcribed, so that they could be submitted to content analysis techniques. From the analysis of the findings it was identified which and how the adaptations to the career transitions in the middle age occurred. Furthermore, a research hypothesis was stated: the internal locus of control facilitates the adaptation to the career transitions in the middle age.
10

Adaptação à transição de carreira na meia-idade: um estudo exploratório sob o enfoque do locus de controle / Adaptation to career transition in the middle age: an exploratory study focused on locus of control

Quishida, Alessandra 17 September 2007 (has links)
A dificuldade de se planejar a carreira em um ambiente caracterizado pelo dinamismo e descontinuidade tem demandado a realização de estudos centrados em referenciais internos que possam contribuir com o autoconhecimento. Este estudo exploratório teve por objetivo aprofundar o entendimento sobre a adaptação à transição de carreira na meia-idade utilizando um constructo oriundo da Psicologia: o locus de controle. Para tanto, foi realizada uma pesquisa qualitativa em que foram empregadas duas técnicas de investigação: um inventário de locus de controle e a entrevista semi-estruturada. Os relatos obtidos nas entrevistas foram transcritos para a utilização de técnicas de análise de conteúdo. A partir da análise dos resultados foram identificadas quais e como foram feitas as adaptações à transição de carreira na meia-idade, bem como formulada uma hipótese de pesquisa: o locus de controle interno facilita a adaptação às transições de carreira na meia-idade. / The difficulty in planning the career in an environment characterized by dynamism and disruption has demanded studies centered on personal internal references that may contribute to self-knowledge. The objective of this exploratory study was to deeply understand the adaptation to the career transition in the middle age by means of a psychological construct: the locus of control. A qualitative research, in which were used two investigation techniques: locus of control inventory and semistructured interview was carried out. The speeches from the interviews were transcribed, so that they could be submitted to content analysis techniques. From the analysis of the findings it was identified which and how the adaptations to the career transitions in the middle age occurred. Furthermore, a research hypothesis was stated: the internal locus of control facilitates the adaptation to the career transitions in the middle age.

Page generated in 0.1183 seconds