• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 21
  • 5
  • Tagged with
  • 26
  • 26
  • 26
  • 22
  • 21
  • 14
  • 11
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Renegociação de dívidas e moral hazard: uma análise do efeito da política de descontos no pagamento de dívidas de cartões de crédito

Sousa, Felipe Félix Soares de 09 February 2015 (has links)
Submitted by Felipe Sousa (sousa.felipefelix@gmail.com) on 2015-03-06T18:09:54Z No. of bitstreams: 1 Tese EESP_Felipe Félix.pdf: 1321305 bytes, checksum: 7c11fc274b427fc083b4457d9fd818cc (MD5) / Approved for entry into archive by Renata de Souza Nascimento (renata.souza@fgv.br) on 2015-03-06T18:11:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese EESP_Felipe Félix.pdf: 1321305 bytes, checksum: 7c11fc274b427fc083b4457d9fd818cc (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-06T18:14:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese EESP_Felipe Félix.pdf: 1321305 bytes, checksum: 7c11fc274b427fc083b4457d9fd818cc (MD5) Previous issue date: 2015-02-09 / Brazil has been experiencing an increase in demand for credit cards, especially in the lower economic classes. However, the population of lower income and less qualified represents greater risks to the operation, this fact is observed by the high rates of default. Hence, companies use debt renegotiation strategies in an attempt to recover some of the investment. However, few studies have studied the long-term consequence of these strategies. Using experiments performed by a credit card company, whose renegotiation campaigns varied from month to month, this study is looking for evidences that the renegotiation of debt offerings can affect the reputation of the firm. We conclude that increased discount on the negotiations has a significant effect on the costumer’s incentive to honor its obligations to the company. Therefore, as a consequence of peer effects, clients that had previously been in good standing also become delinquent, show us moral hazard evidence in their incentive to pay. / O Brasil vem vivenciando um aumento na demanda por cartões de crédito, principalmente nas classes baixas. Entretanto, a população de menor renda e menor qualificação representa maior riscos para a operação. Este fato é evidenciado pelas altas taxas de inadimplência. Exposto isso, empresas se utilizam de estratégias de renegociação de dívida na tentativa de recuperar parte do investimento realizado. Entretanto, poucos foram os estudos acerca da consequência no longo prazo destas estratégias. Utilizando os experimentos realizados por uma empresa de cartão de crédito, cujas campanhas de renegociação variavam mês a mês, este estudo, procurou evidências de que as ofertas de renegociação de dívidas podem afetar a reputação da firma, fazendo com que clientes da rede mesma rede social deste que recebeu a oferta de renegociação também fiquem inadimplentes. Concluímos que o aumento do desconto nas negociações tem um efeito significativo sobre o incentivo do cliente em honrar suas obrigações junto a empresa, ou seja, o aumento de 0,01 p.p. no desconto dado aos clientes aumenta em 0,05 sua probabilidade em atrasar sua fatura no próximo período.
2

A importância da marca no processo de decisão de compra de calçados esportivos para a população de baixa renda

Francischelli, Paulo 11 February 2009 (has links)
Submitted by paulo junior (paulo.jr@fgv.br) on 2010-03-09T20:50:19Z No. of bitstreams: 1 Paulo Francischelli.pdf: 580919 bytes, checksum: a23cf561e9c36298d69c32318b69865c (MD5) / Approved for entry into archive by paulo junior(paulo.jr@fgv.br) on 2010-03-09T20:50:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Paulo Francischelli.pdf: 580919 bytes, checksum: a23cf561e9c36298d69c32318b69865c (MD5) / Made available in DSpace on 2010-03-10T13:56:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Paulo Francischelli.pdf: 580919 bytes, checksum: a23cf561e9c36298d69c32318b69865c (MD5) Previous issue date: 2009-02-11 / Desde a estabilidade econômica que ocorreu no Brasil em 1994 até os dias atuais, o mercado brasileiro vem crescendo aceleradamente, atraindo a entrada de marcas internacionais e estimulando a indústria nacional com o surgimento de fortes marcas locais. Este movimento incentiva o surgimento de novos consumidores com importante poder de compra, como as classes mais baixas da sociedade, antes vista como a parte neste processo. As empresas começam então a desenvolver estratégias para atrair tal público, estudando seu comportamento de consumo. O uso de marcas fortes passa a se destacar. O segmento de calçado esportivos, em especial o tênis, com um crescimento anual de 8% e uma produção de 80 milhões de pares/ano, é um forte exemplo. Com base nesse cenário, a presente dissertação teve como objetivo compreender a importância da marca no processo de decisão de compra dos produtos da categoria de calçados esportivos para os consumidores da classe C e D. Para tanto, foram analisadas bibliografias referentes ao comportamento do consumidor e o os atributos considerados no processo de decisão de compra, em especial a importância da marca. Foram levantados dados sobre a população de baixa renda no Brasil e seu comportamento de compra, e sobre o mercado de calçados esportivos. Foram realizadas entrevistas com dez consumidores pertencentes a este público com o intuito de conhecer seus hábitos de consumo e uso de tênis, e a participação da marca no seu processo de decisão de compra. Dessa forma, pode-se perceber que este público tem preferência pelo tênis como sapato que pode ser usado em todas as ocasiões. A marca é o principal atributo para a compra desse produto, sendo mais importante que o preço ou local de compra. Ela é a garantia de qualidade, mas, em uma análise mais profunda, também é usada como um forte fator de distinção social intraclasse, recebendo uma forte influência da mídia e de celebridades, que são vistas como heróis, dentro de um processo de projeção de sua identidade.
3

Embalagem, como elemento da estratégia de marketing, no contexto da baixa renda

Pires, Marcelo Augusto 28 April 2011 (has links)
Submitted by Cristiane Oliveira (cristiane.oliveira@fgv.br) on 2011-06-09T19:19:29Z No. of bitstreams: 1 61090100025.pdf: 4721184 bytes, checksum: 44fbac2e47cd3b23e6edbf025aeed48a (MD5) / Approved for entry into archive by Gisele Isaura Hannickel(gisele.hannickel@fgv.br) on 2011-06-09T19:27:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 61090100025.pdf: 4721184 bytes, checksum: 44fbac2e47cd3b23e6edbf025aeed48a (MD5) / Approved for entry into archive by Gisele Isaura Hannickel(gisele.hannickel@fgv.br) on 2011-06-09T19:29:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 61090100025.pdf: 4721184 bytes, checksum: 44fbac2e47cd3b23e6edbf025aeed48a (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-09T20:12:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 61090100025.pdf: 4721184 bytes, checksum: 44fbac2e47cd3b23e6edbf025aeed48a (MD5) Previous issue date: 2011-04-28 / A embalagem tem sua importância reconhecida na literatura e prática de marketing, porém pouco foi publicado dentro do recorte representado pelo segmento de consumidores de baixa renda. No entanto, há exemplos de empresas que tiveram sucesso atingindo esse segmento de consumidores, realizando as adaptações organizacionais e mercadológicas necessárias. Desta forma, este estudo objetivou explorar o papel da embalagem na estratégia de marketing para o segmento de baixa renda no Brasil, na perspectiva dos gestores de marketing das empresas. A metodologia utilizada foi a de estudos de casos múltiplos, representados pelas categorias de detergente em pó para roupas e café em pó, que contam com elevada penetração junto aos consumidores em geral e, principalmente, aqueles de baixa renda. Em cada caso, foram observadas as embalagens dos produtos e entrevistados gerentes da área de marketing de empresas atuantes nessas categorias. Como resultado, verificou-se que as empresas exploram, na embalagem, as dimensões de: comunicação persuasiva; posicionamento; diferenciação dos concorrentes e demais versões da própria marca; e construção de imagem e valores, utilizando prioritariamente o grafismo. No entanto, outras dimensões não são exploradas da mesma forma, tais como: conveniência e comodidade; informação e dicas; e inovação técnica para menores custos ou maior comodidade. Adicionalmente, há por parte das empresas certo desconhecimento a respeito do consumidor de baixa renda e, sob certos aspectos, desinteresse, pois anseiam por clientes de renda mais alta, dada a suficiente penetração na baixa renda. Conclui-se que as empresas das categorias estudadas utilizam a embalagem como elemento da estratégia de marketing para atender consumidores de baixa renda, mas de forma limitada.
4

The BoP approach and its links to main related research fields: sense-making of the current discussion

Lenz, Anna-Katharina 04 June 2012 (has links)
Submitted by Anna-Katharina Lenz (annakatharinalenz@hotmail.com) on 2012-07-06T18:48:28Z No. of bitstreams: 1 Last Version 120706.pdf: 2130381 bytes, checksum: 6e292a6c87740a84020d23cbd844e453 (MD5) / Approved for entry into archive by ÁUREA CORRÊA DA FONSECA CORRÊA DA FONSECA (aurea.fonseca@fgv.br) on 2012-07-09T15:01:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Last Version 120706.pdf: 2130381 bytes, checksum: 6e292a6c87740a84020d23cbd844e453 (MD5) / Approved for entry into archive by Marcia Bacha (marcia.bacha@fgv.br) on 2012-07-11T14:51:10Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Last Version 120706.pdf: 2130381 bytes, checksum: 6e292a6c87740a84020d23cbd844e453 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-07-11T14:51:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Last Version 120706.pdf: 2130381 bytes, checksum: 6e292a6c87740a84020d23cbd844e453 (MD5) Previous issue date: 2012-06-04 / A Base-da-Pirâmide (Base ofthePyramid- BoP) é referida na literatura como sendo o segmento sócio-econômico mais baixo em termos de paridade do poder de compra. Esse segmento encontrase geralmente excluído do sistema capitalista global. Esta tese analisa o tema BoP e discute dentro de um contexto sócio-econômico, como essa abordagem se relaciona com outras áreas de pesquisa, assim como a teoria do desenvolvimento internacional e a teoria de negócios internacionais. Estas duas teorias são identificadas como tendo uma relação mais forte com BoP. No que se segue, a abordagem BoP é incorporada nessas duas teorias com o objetivo de tornar este conceito mais claro e abrangente. Seguindo este raciocínio a abordagem BoP vem identificar contribuições no tocante a cada uma dessas abordagens teóricas. O argumento principal da tese é que a abordagem BoP é capaz de ligar essas duas teorias (teoria do desenvolvimento internacional e a teoria de negócios internacionais) em um só modelo teórico, mostrando assim que essas duas abordagens teóricas distintas podem na realidade serem complementares. / The Base-of-the-Pyramid (BoP) stands in the literature for the lowest socioeconomic segment in terms of purchasing power parity and presents the segment that is generally excluded from the current system of global capitalism. This thesis looks at the current discussion of how the BoP, as a socio-economic segment is generally attended and what links exist to related research fields. Hereby, International Development theory and International Business (IB) theory are identified as being those two theories that stand in closest connection to the BoP approach. In the following, the BoP approach is embedded in those two theories with the aim of making the theoretical concept clear from which the BoP approach is arising and identify contributions that can be derived from the BoP approach for each theoretical field. The main argument of the thesis is that the BoP approach is able to bridge IB theory and International Development Theory. The BoP approach thus shows that the two theoretical fields that generally ignore each other can go hand-in-hand and contribute each other by combining their capabilities.
5

Estratégias de relacionamento entre atacadistas e varejistas no mercado de baixa renda: uma perspectiva do pequeno varejo de auto-serviço

Varotto, Luís Fernando 22 March 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2010-04-20T20:51:34Z (GMT). No. of bitstreams: 3 41045.pdf.jpg: 19735 bytes, checksum: 8982b386440c1e32af9686848e0e3c38 (MD5) 41045.pdf: 4547294 bytes, checksum: 970a4994285745a21416ed6bbfb91a6a (MD5) 41045.pdf.txt: 342901 bytes, checksum: 383d58a1ea2d69d2a23310a4cbafa28b (MD5) Previous issue date: 2007-03-22T00:00:00Z / O mercado de baixa renda no Brasil, que engloba a população das classes sócio-econômicas CDE , representa cerca de 77% dos domicílios brasileiros, com renda familiar de até R$ 2.000,00 por mês (10 salários mínimos em 2002), movimentando cerca de R$ 500 bilhões/ ano em consumo, o equivalente a 35% do consumo agregado nacional (IBGE, 2003). Na categoria de alimentos, esse segmento da população é responsável por 53% do consumo nacional, sendo que em categorias como cereais em geral, leite fresco e em pó, fraldas descartáveis e sabão em pedra são responsáveis por cerca de 80% do consumo no país (LATIN PANEL, 2004). Os pequenos varejistas são os principais responsáveis pelo atendimento a este segmento da população, já que a participação das grandes redes de auto-serviço é relativamente baixa nesse mercado. Os pequenos auto-serviços e o varejo tradicional (padarias, mercearias, empórios) respondem por cerca de 81% das vendas (LATIN PANEL, 2004) e possuem uma penetração superior a 90% no mercado de baixa renda (HILÁRIO 2006). Eles são abastecidos em sua grande maioria de forma indireta pela indústria, que se utiliza de atacadistas e distribuidores para fazerem com que seus produtos cheguem até esses consumidores de menor renda. Esses varejistas possuem características e necessidades distintas dos supermercados de maior porte, dentre as quais pode-se citar: menor capital de giro; menor poder de negociação na hora da compra, em razão de falta de escala; dificuldade de investimento em tecnologia e em treinamento de pessoal (HILÁRIO, 2006) que demandam ações diferenciadas de seus fornecedores, atacadistas e distribuidores. Por meio de uma pesquisa de caráter exploratório, em uma amostra de empresas que atuam no setor varejista e de distribuição, buscou-se identificar, com base no modelo de relacionamentos comprador-vendedor desenvolvido por WILSON (1995), as variáveis ativas mais importantes em cada etapa dos relacionamentos entre o pequeno varejo de baixa renda e os intermediários da indústria, e apontar as estratégias de relacionamento de maior importância na visão dos varejistas. A conclusão do estudo mostra que as estratégias de relacionamento entre atacadistas e pequenos varejistas é ainda muito focada no aspecto transacional, imperando a questão do preço, com baixo envolvimento e compromisso entre os agentes. Embora esta seja, aparentemente, a realidade dos relacionamentos entre atacadistas e pequenos varejistas, existe uma diferenciação nas estratégias de relacionamento entre distribuidores e pequenos varejistas, bem como iniciativas por parte de alguns atacadistas em desenvolverem relacionamentos baseados também em compromisso e confiança. Este parece o caminho a ser trilhado pelas empresas atacadistas e distribuidoras que pretendem criar e manter vantagens competitivas sustentáveis e desenvolver parcerias de sucesso com o pequeno varejo. / The low-income market in Brazil, characterized by the CDE socio-economic classes, represents about 77% of the Brazilian households. This parcel of the Brazilian population earns up to R$ 2.000,00 per month (10 Brazilian minimum wages in 2002), spending about R$ 500 billion per year, corresponding to 35% of the national aggregated consumption (IBGE, 2003). In the category of food products, this segment of the population is responsible for 53% of the national consumption. In other categories like general cereals, fresh and powdered milk, diapers and bar soaps, they are responsible for 80% of the consumption in the country. (Latin Panel, 2004). The small retailers are the main channel in supporting this population segment, since the participation of the bigger chains of supermarkets are relatively lower in this market. The small supermarkets and the traditional retail ( bakeries and grocery stores) respond for about 81% of sales (Latin Panel, 2004) and have a penetration above 90% in the low-income market (Hilario, 2006). They are supplied, indirectly, mostly by the industry, that uses wholesalers and distributors to make their products reach these low-income consumers. These retailers have characteristics and needs others than bigger supermarkets, among that, can be mentioned: lower operating capital; lower negotiation power at purchasing time, due to the low volumes; difficulty to invest in technology and employees training (Hilario, 2006) that demand different actions from suppliers, wholesalers, and distributors. Through a research of exploratory character, in a sample of companies that work in the retailer and wholesaler market, it searched to identify, based in the buyer-seller relationship model developed by WILSON (1995), the most important active variables in each step of the relationships between the small low-income retail and the industry intermediates and point out the most important strategies in the retailers’ sight. The conclusion of the study shows that the relationship strategies, mainly among wholesalers and small retailers, are much focused in the transactional aspect yet, ruling the price aspect, with low involvement and commitment among the agents. Although it is, apparently, the reality of the relationship among wholesalers and small retailers, there is a differentiation in the relationship strategies among distributors and small retailers, and initiatives by the wholesalers to develop relationships also based on commitment and trust. This seems the way to be tracked by the wholesalers and distributors companies that intend to create and maintain sustainable competitive advantages, and develop success partnerships with the small retail.
6

A compra de eletrodomésticos no mercado de baixa-renda: um estudo exploratório

Arruda, Maria Cecilia Coutinho de 09 November 1981 (has links)
Submitted by BKAB Setor Proc. Técnicos FGV-SP (biblioteca.sp.cat@fgv.br) on 2013-01-31T17:58:33Z No. of bitstreams: 1 1198202055.pdf: 19089576 bytes, checksum: 72b087bcb4bc76d9a76aee0c4080a478 (MD5) / Há muitos anos vimos desenvolvendo um labor de caráter social, de promoção humana, junto a famílias de baixo padrão sócio econômico-cultural, residindo em diferentes bairros periféricos da cidade de São Paulo. Foi dentro desse clima acadêmico-analítico, apoiados na evidência empírica diária, que o estudo teórico de Mercadologia surgiu para nós como uma pedra-de-toque, como o cinzel nas mãos do artista, suscitando e reforçando uma inquietação intelectual que veio culminar no presente trabalho e quem sabe?-que poderá servir de base para futuras especulações.
7

Quais as motivações da classe C brasileira no consumo de turismo? - análise de caso da agência VRM Turismo

Falcão, Roberto Pessoa de Queiroz 17 December 2014 (has links)
Estudo do comportamento de compra e consumo de turismo dos moradores da Rocinha, baseado no método de entrevistas em profundidade. Arcabouço teórico: fatores 'push' e 'pull' (Crompton, 1979; Dann, 1981) e tipologias de Plog (1977). / Submitted by Roberto Pessoa de Queiroz Falcão (robertofalcao@terra.com.br) on 2014-12-29T13:39:42Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Roberto Pessoa de Queiroz Falcao_Motivações da Classe C Brasileira no Turismo_FINAL_aprovada (1).pdf: 2722097 bytes, checksum: e7c490f6a34618d900b70f0decc86336 (MD5) / Approved for entry into archive by Janete de Oliveira Feitosa (janete.feitosa@fgv.br) on 2015-01-05T13:18:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Roberto Pessoa de Queiroz Falcao_Motivações da Classe C Brasileira no Turismo_FINAL_aprovada (1).pdf: 2722097 bytes, checksum: e7c490f6a34618d900b70f0decc86336 (MD5) / Approved for entry into archive by Marcia Bacha (marcia.bacha@fgv.br) on 2015-01-12T16:54:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Roberto Pessoa de Queiroz Falcao_Motivações da Classe C Brasileira no Turismo_FINAL_aprovada (1).pdf: 2722097 bytes, checksum: e7c490f6a34618d900b70f0decc86336 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-01-12T16:56:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação - Roberto Pessoa de Queiroz Falcao_Motivações da Classe C Brasileira no Turismo_FINAL_aprovada (1).pdf: 2722097 bytes, checksum: e7c490f6a34618d900b70f0decc86336 (MD5) Previous issue date: 2014-12-17 / Neste estudo buscou-se aprofundar o conhecimento do comportamento de consumo de turismo, de moradores da comunidade da Rocinha – Rio de Janeiro, que foi escolhida devido a seu contingente populacional e comércio ativo. A relevância deste trabalho se dá por três motivos: o porte do setor de turismo no Brasil, o tamanho e a importância crescentes da classe C, e a necessidade de se conhecer melhor este público. O turismo no Brasil já representa 3,7% do PIB segundo o Ministério do Turismo (MTUR, 2012) movimentando mais de 190 milhões de passageiros via aérea segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR, 2013) e 140 milhões via terrestre (ANTT, 2013). Ainda segundo o Ministério do Turismo (MTUR, 2012) o setor de turismo cresceu 18,5% no Brasil entre 2007 e 2011, devido ao mercado interno, com a ascensão de mais de 40 milhões de pessoas à 'nova classe média' ou classe C (NERI, 2010). Esta inclusão de novos consumidores foi acompanhada de uma alteração de hábitos de consumo (NERI, 2010), sendo que a nossa classe C já ultrapassa 100 milhões de indivíduos segundo projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE (D´ANDRADE, 2012). O setor acadêmico brasileiro tem enfatizado diversos aspectos do consumo de baixa renda relacionados ao varejo, identificando características destes consumidores (PARENTE; BARKI, 2005), seu processo de compra (ASSAD; ARRUDA, 2006), o impacto do crescimento deste público nas estratégias de grandes empresas (SILVA; ZILBER, 2009), e no entendimento das estratégias de marketing voltadas ao varejo (PARENTE et al., 2007). Percebe-se, no entanto, lacunas de pesquisa em várias dimensões, como as enfocadas neste estudo. Utilizou-se como arcabouço teórico central deste trabalho a abordagem do modelo motivacional 'push-pull' derivado dos trabalhos de Crompton (1979) e Dann (1981) para se analisar as motivações de consumo de turismo, assim como os perfis psicográficos de turistas, segundo Plog (1977). Foram entrevistados os empreendedores da agência de viagens VRM Turismo, presente nas comunidades da Rocinha e no Rio das Pedras, com o objetivo de se obter dados mais abrangentes do negócio. Numa segunda etapa entrevistou-se também 12 clientes escolhidos da agência, segundo critérios de tipicidade e acessibilidade (VERGARA, 2008). Utilizou-se o método da análise de conteúdo (BARDIN, 2006), comparando-se as entrevistas em profundidade com as categorias de análises, à luz do referencial teórico. Os dados da pesquisa revelaram uniformidade no perfil dos clientes da agência, sendo eles de origem nordestina, e comprando passagens para visitar seus parentes nas cidades ou estados de origem, embora não possamos concluir que indivíduos da classe C utilizam o turismo fundamentalmente por motivações familiares. Os entrevistados não compraram pacotes turísticos e, quando indagados também sobre seu destino de sonhos ou férias, os entrevistados expressaram um desejo de viajar para cidades do litoral Nordestino e poucos em visitar um país do exterior. Já o perfil psicográfico dominante nos indivíduos pesquisados foi o 'psicocêntrico'. Acredita-se que este estudo trará contribuições para base de conhecimentos do comportamento de consumo da classe C brasileira, visando o desenvolvimento da atividade turística brasileira neste segmento tão relevante do mercado. / The main purpose of this study is to deepen the knowledge of tourism consumption behavior of the Rocinha community residents in Rio de Janeiro. The relevance of this work is supported by three reasons: the size of the tourism sector in Brazil, the growing importance and size of C class, and the need to better understand this Brazilian consumer group. Rocinha was chosen because of its population, as well as its active commerce. Tourism account for 3.7% of Brazil´s GDP according to the Ministry of Tourism (MTUR, 2012), transporting more than 190 million passengers by air, according to the Brazilian Association of Airlines (ABEAR, 2013) and 140 million by land (ANTT , 2013). Also, according to the Ministry of Tourism (MTUR, 2012) this sector of the Brazilian economy grew 18.5% between 2007 and 2011 due to the internal market growth, with the rise of more than 40 million people to the so called 'new middle class' or C class (NERI, 2010). The entry of new consumers was accompanied by a change in consumption habits (NERI, 2010). The C class already exceeds 100 million people according to projections of Brazilian Geography and Statistics Institute - IBGE (D'ANDRADE, 2012). The Brazilian academy has emphasized different aspects of the low-income consumer-related retail, identifying characteristics of consumers (PARENTE; BARKI, 2005), their buying process (ASSAD; ARRUDA, 2006), the growth impacting large companies´ strategies (SILVA; ZILBER, 2009), and marketing strategies for the retail (PARENTE et al., 2007). It is understood however that several research gaps are still remaining, such as the ones focused in this study. The core theoretical framework of this research includes the 'push-pull' motivational model derived from the works of Crompton (1979) and Dann (1981), as well as psychographic tourist profiles of Plog (1977). In order to obtain more comprehensive information on the business, interviews with the entrepreneurs of the VRM travel agency took place in both communities of Rocinha and Rio das Pedras, where the business is present. Twelve customers of the agency were also selected and interviewed, according to its typicality and accessibility criteria (VERGARA, 2008). It was used the content analysis method (BARDIN, 2006), in which it was compared the in-depth interviews content with the analysis categories, according to the theoretical framework. The data revealed profile uniformity of its clients: all of them were originally from the Northeast of Brazil and bought tickets in order to visit their relatives in their home towns. Although, it is not possible to conclude through this work that individuals of C class use tourism primarily for family related reasons. The clients also did not buy any tourism packages and stated that their dream holiday destination were located in the Northeast coastal cities of Brazil. Few dreamed of visiting a foreign country. Also, it was found that the dominant psychographic profile of this selected group was the 'psychocentric'. This study will probably bring contributions to the consumer behavior knowledge of the Brazilian C class, helping to develop the Brazilian tourism industry in very important market segments.
8

Construindo lealdade online: a renda do consumidor faz diferença?

Rocha, Viviane Moura 25 February 2015 (has links)
Submitted by VIVIANE MOURA ROCHA (vivianemr@bol.com.br) on 2015-03-19T20:33:28Z No. of bitstreams: 1 Viviane Moura Rocha - Dissertacao - Mestrado - FGV.pdf: 1675171 bytes, checksum: 48c3cf961480fc73729907d335b1537c (MD5) / Approved for entry into archive by PAMELA BELTRAN TONSA (pamela.tonsa@fgv.br) on 2015-03-20T11:11:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Viviane Moura Rocha - Dissertacao - Mestrado - FGV.pdf: 1675171 bytes, checksum: 48c3cf961480fc73729907d335b1537c (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-20T12:48:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Viviane Moura Rocha - Dissertacao - Mestrado - FGV.pdf: 1675171 bytes, checksum: 48c3cf961480fc73729907d335b1537c (MD5) Previous issue date: 2015-02-25 / Ecommerce sales volume is growing very fast. The challenge retailers’ face to develop customer loyalty in their online operations is even tougher than in offline stores. In Brazil, the drivers of e-tail growth are mainly related to the expansion of the access into ecommerce of low-income consumers segment, better known as Class C. However, little is known about the behavior of this segment in online retail. This research aims to evaluate the e-Loyalty phenomenon analyzing Brazilian consumers from both income segments (upper and lower), in two stages: exploratory and quantitative. In the exploratory phase, 16 consumers were interviewed and a content analysis was done. In the quantitative stage, data were collected via web survey from 1,020 consumers and were analyzed with the use of structural equation. The research was guided by the 'e-Loyalty Classic Model', identified through the literature review. This model considers e-loyalty as a function of e-Quality, e-Satisfaction and e-Trust. This research aims to evaluate these relationships in the Brazilian market, with consumers from different income levels. This goal was motivated by the growing share of lower income consumers in the Brazilian ecommerce, and from some evidences that theirs behavior in ecommerce could be different from upper income segment. Among the main results, it was found that consumers from upper-income give more weight to the quality of website information, while consumers in the lower income emphasize the importance of fulfillment. For both segments, upper income consumers and lower income consumers, e-Satisfaction is more important than e-Trust to determine e-Loyalty. The importance of e-Satisfacion is even more important in lower income consumers. Such differences attested the moderation of the income variable in defining relations of e-Loyalty, and contributed to a better understanding of the loyalty phenomenon. / O varejo online vem apresentando volumes cada vez maiores em vendas. Esse volume de negócios em crescimento, transacionados em ambiente virtual, apresenta maior desafio à fidelização do seu consumo em relação aos apresentados nas transações realizadas em lojas físicas. No Brasil, os propulsores do crescimento do varejo online estão, principalmente, entre os consumidores pertencentes à baixa renda, mais conhecida como classe C, mas pouco se conhece a respeito desse segmento no varejo online. Essa pesquisa se propôs a avaliar o fenômeno de e-Lealdade, com consumidores brasileiros de ambos os estratos de renda (superior e inferior), em duas etapas: qualitativa exploratória e quantitativa. Na etapa exploratória da pesquisa foram entrevistados 16 consumidores e foi realizada análise de conteúdo. Na etapa quantitativa foram avaliados dados coletados de 1.020 consumidores, via websurvey, e analisados com o emprego de equações estruturais (estimador de máxima verossimilhança). A investigação foi norteada pela identificação, através de revisão de literatura, do que se denominou “modelo Clássico de e-Lealdade”. Nesse modelo, a e-Lealdade é construída pela relação entre as dimensões de e-Qualidade, e-Satisfação e e-Confiança. Essa pesquisa se propôs a avaliar essas relações, no mercado brasileiro, entre diferentes estratos de renda dos consumidores. Esse objetivo foi motivado pelo crescimento da participação de consumidores pertencentes à classe C no comércio on-line brasileiro, além de indícios de comportamento distinto entre os estratos. Entre os principais resultados, verificou-se que consumidores pertencentes a estratos superiores de renda valorizam mais a qualidade da informação do website, ao passo que consumidores de estratos de renda inferiores ressaltam a importância da garantia de entrega. Tanto para consumidores do estrato superior quanto para o inferior, a e-Satisfação tem peso muito maior do que a e-Confiança na determinação da e-Lealdade. Esse destaque da importância da e-Satisfação (em relação à e-Confiança) é ainda mais acentuado no segmento inferior de renda. Apesar do seu menor peso, a relevância da e-Confiança é maior no segmento superior do que no inferior. Tais diferenças atestaram a moderação da variável renda nas relações definidoras de e-Lealdade, esperando ter contribuído para o estudo do fenômeno.
9

The Brazilian class C women perception regarding premium mass products in the beauty industry

Prados, Camila da Silva 23 February 2015 (has links)
Submitted by Camila Prados (camilaprados@hotmail.com) on 2015-03-29T16:56:52Z No. of bitstreams: 1 VERSAO FINAL_CAMILA DA SILVA PRADOSv3.pdf: 441218 bytes, checksum: 90dd2a57fa8ff9ba3aef49acc55b2c4e (MD5) / Rejected by Luana Rodrigues (luana.rodrigues@fgv.br), reason: Bom dia Camila, Por gentileza, faça as seguintes alterações e então poste novamente. 1) A contagem das páginas começa na primeira, porém os números só podem ser visualizados a partir da introdução. 2) A área de concentração deve ser a mesma descrita na ata, neste caso é Gestão e Competitividade Em Empresas Globais. Atenciosamente, Luana de Assis Rodrigues Cursos de Pós-Graduação – Post Graduate Program (55 11) 3799-3492 SRA - Secretaria de Registros Acadêmicos on 2015-03-30T13:37:29Z (GMT) / Submitted by Camila Prados (camilaprados@hotmail.com) on 2015-04-03T22:47:48Z No. of bitstreams: 1 VERSAO FINAL_CAMILA DA SILVA PRADOSv4.pdf: 430942 bytes, checksum: 8fb7364010fc03b87a0546dcc8bfd2dd (MD5) / Approved for entry into archive by Luana Rodrigues (luana.rodrigues@fgv.br) on 2015-04-06T12:45:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 VERSAO FINAL_CAMILA DA SILVA PRADOSv4.pdf: 430942 bytes, checksum: 8fb7364010fc03b87a0546dcc8bfd2dd (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-06T12:46:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 VERSAO FINAL_CAMILA DA SILVA PRADOSv4.pdf: 430942 bytes, checksum: 8fb7364010fc03b87a0546dcc8bfd2dd (MD5) Previous issue date: 2015-02-23 / Recently, emerging markets became a potential target for the beauty industry and Brazil is becoming a profitable market for premium cosmetic products (Euromonitor International, 2013). The low-income population in Brazil represents 70% of its inhabitants when considering classes C, D and E (Barki and Parente, 2010), being the class C represented by 56% of the population (Neri, 2012). This is a potential market for the multinational companies (MNCs) that face challenges to do business in there since class C choose to spend part of their income with products related to beauty (Silva and Parente, 2007) and there is still a little knowledge about the BoP consumption behavior. Therefore, the objective of this study is to investigate and describe the consumption behavior of the Brazilian women class C in the beauty sector related to premium-mass products, gaining a deeper knowledge in regards to this population and the subject proposed. To reach this objective, the author used a methodology based on a qualitative descript analysis in which 20 women from all age groups belonging to the Brazilian class C were interviewed and quotes were used to provide the confirmation of the analysis’ results. The results suggest that, over the years, there was indeed a trade up movement in the consumption of the beauty products. In addition, five main aspects were identified, which drive the class C women’s purchase decision in the beauty sector: reliability, quality, status, self-esteem and well-being. Despite of the limitations of an exploratory study, this research will be expected to increase the knowledge about the BoP market, especially in regards to the beauty industry. / Recentemente, os mercados emergentes se tornaram um alvo potencial para a indústria da beleza e o Brasil está se tornando um mercado lucrativo para os produtos cosméticos Premium (Euromonitor International, 2013). A população de baixa renda no Brasil representa 70% de seus habitantes ao considerar as classes C, D e E (Barki e Parente, 2010), sendo a classe C representada por 56% da população (Neri, 2012). Este é um mercado potencial para as empresas multinacionais (MNCs), que enfrentam desafios de fazer negócios no país, visto que a classe C opta por gastar parte de sua renda com produtos relacionados a beleza (Silva e Parente, 2007) e ainda há um pouco conhecimento sobre o comportamento de consumo na base da pirâmide. Portanto, o objetivo deste estudo é investigar e descrever o comportamento de consumo das mulheres brasileiras da classe C no setor de beleza, em relação aos produtos Mass Premium, melhorando o conhecimento no que diz respeito a essa população e ao tema proposto. Para atingir esse objetivo, o autor utilizou uma metodologia baseada em uma análise descritivas qualitativa em que foram entrevistadas 20 mulheres de todas as faixas etárias, que pertencem à classe C brasileira e citações foram usadas para fornecer a confirmação dos resultados da análise. Os resultados sugerem que, ao longo dos anos, houve de fato um movimento de trade up no consumo de produtos de beleza. Além disso, foram identificados cinco aspectos principais, que conduzem decisão de compra das mulheres de classe C, no setor de beleza: confiabilidade, qualidade, status, autoestima e bem-estar. Apesar das limitações de um estudo exploratório, espera-se que a pesquisa aumente o conhecimento sobre o mercado da base da pirâmide, especialmente no que diz respeito à indústria da beleza.
10

Social capital and savings behavior of the poor: evidence from the field

Oliveira, Lidiane Duarte Silva de January 2017 (has links)
Submitted by Lidiane de Oliveira (lididuarte.oliveira@gmail.com) on 2017-05-30T14:17:09Z No. of bitstreams: 1 Lidiane_versão final.pdf: 1192433 bytes, checksum: 67cfa545ba2b857d12373b793715dea0 (MD5) / Approved for entry into archive by ÁUREA CORRÊA DA FONSECA CORRÊA DA FONSECA (aurea.fonseca@fgv.br) on 2017-05-30T19:33:58Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Lidiane_versão final.pdf: 1192433 bytes, checksum: 67cfa545ba2b857d12373b793715dea0 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-22T17:29:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Lidiane_versão final.pdf: 1192433 bytes, checksum: 67cfa545ba2b857d12373b793715dea0 (MD5) / Two thousand and fifty six Senegalese clients of a Microfinance Institution (MFI) participated in the experiment during four months. They were divided in three groups: a control group that did not receive any messages, and two treatment groups, one in which clients received generic messages that simply said they should save money, and another group in which clients received messages that referred to the savings behavior of individuals who live in their neighborhood. The goal of this study is to assess whether receiving additional information about other participants from the same area where the participants live (neighborhood social capital) affects savings behavior. The results of this study show no significant impact of generic messages on savings behavior. Social capital effectively encourages deposits, which also makes withdrawals more salient since the accounts are fully liquid, but only among female clients. Limited attention, psychological reactance, salience, and gender issues emerge as possible explanations.

Page generated in 0.1228 seconds