• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 248
  • 5
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 266
  • 177
  • 162
  • 45
  • 38
  • 36
  • 34
  • 33
  • 31
  • 29
  • 28
  • 28
  • 25
  • 24
  • 23
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Documento. Documentário... : (o género a partir de uma ideia)

Nazareth, Adriano José Barbosa Baía 2010 (has links)
O que separa o género de ficção do documentário? Quais as características que identificam o documentário? Na nossa investigação, o que nos propomos é dentro do objecto cinematográfico, procurar identificar os códigos de um género específico. O documentário. Através de exemplos na cinematografia de cinema de documentário vamos tentar identificar as estratégias que um autor/realizador encetou no desenvolvimento do seu filme. Quais as etapas que teve de passar para atingir o resultado final.
2

O homem da câmara de filmar como obra futurista e o posicionamento ético de Dziga Vertov

Nunes, Sandra Fernandes 2007 (has links)
No description available.
3

Eu ou ele? A figura do outro no cinema brasileiro pós-retomada

Queiroz, Camile Holanda 2016 (has links)
QUEIROZ, Camile Holanda. Eu ou ele? A figura do outro no cinema brasileiro pós-retomada. 2016. 91f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Comunicação Social, Fortaleza (CE), 2016. Submitted by Gustavo Daher (gdaherufc@hotmail.com) on 2017-10-13T14:05:11Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_chqueiroz.pdf: 1416578 bytes, checksum: 08f4d1d7f296e0147d9fff3f0342f2f5 (MD5) Approved for entry into archive by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2017-10-13T19:16:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_chqueiroz.pdf: 1416578 bytes, checksum: 08f4d1d7f296e0147d9fff3f0342f2f5 (MD5) Made available in DSpace on 2017-10-13T19:16:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_chqueiroz.pdf: 1416578 bytes, checksum: 08f4d1d7f296e0147d9fff3f0342f2f5 (MD5) Previous issue date: 2016 O contato com a alteridade é uma das questões basilares do cinema. Tanto na ficção quanto no documentário, a aproximação entre Eu e Outro, amistosa ou conflituosa, é utilizada como tema. A pesquisa percorre vertentes e gênerosda cinematografia em busca de possibilidades de configuração da alteridade. Propõe-se como método de identificação do Outro na narrativa uma investigação a partir da noção de comunidade, em detrimento de uma determinação a partir do ponto de vista do realizadorou narrador. A ideia encontra reflexo em conceitospropostos por Jorge Larrosaao tratar da questão daexperiência.A metodologia de análise foi aplicada em quatro filmes brasileiros do período pós-Retomada, sendo duas ficções(O Som ao Redor eO Invasor) e dois documentários (Edifício Mastere Paralelo 10), nos quais se detectou a figura do Outro apresentada sob diferentes formas.
4

A música na tela: (Est)éticas na representação de universos musicais no documentário musical

Rueda Pinilla, Natalia 9 April 2013 (has links)
Submitted by Pinilla Natalia (natalia_rueda_pinilla@yahoo.com) on 2013-07-28T23:43:48Z No. of bitstreams: 1 disserta_natalia_rueda.pdf: 5065290 bytes, checksum: b5a94ab1dfbfec110ddfec305c17685a (MD5) Approved for entry into archive by Rodrigo Meirelles(rodrigomei@ufba.br) on 2013-09-02T13:08:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 disserta_natalia_rueda.pdf: 5065290 bytes, checksum: b5a94ab1dfbfec110ddfec305c17685a (MD5) Made available in DSpace on 2013-09-02T13:08:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 disserta_natalia_rueda.pdf: 5065290 bytes, checksum: b5a94ab1dfbfec110ddfec305c17685a (MD5) CAPES Entre as diferentes narrativas e estéticas do documentário cinematográfico, há uma tendência nos últimos tempos, à documentação de universos musicais. Estes documentários musicais abordam, em ocasiões, temas que passam por esferas políticas, culturais e sociais, e que, transcendendo relatos biográficos ou cronológicos sobre músicos e bandas, conformam um complexo exercício de representação de universos que são habitados e narrados por particulares estéticas visuais e sonoras. A partir do estudo de um conjunto de documentários realizados no Brasil, em Porto Rico e na Colômbia, esta pesquisa propõe uma reflexão sobre a forma como um conjunto de cineastas representa estética e culturalmente alguns universos musicais que são frequentemente considerados como ordinários ou de mau gosto. As reflexões deste estudo estendem-se às discussões políticas e culturais que tais representações suscitam. Salvador
5

O cinema direto e a estética da intimidade no documentário dos anos 60

Weller, Fernando 31 January 2012 (has links)
Submitted by Milena Dias (milena.dias@ufpe.br) on 2015-03-05T18:22:59Z No. of bitstreams: 2 Fernando_Weller_final2.pdf: 2201919 bytes, checksum: deed4ee7cf1fcbb9e84b83de505124a3 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Made available in DSpace on 2015-03-05T18:22:59Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Fernando_Weller_final2.pdf: 2201919 bytes, checksum: deed4ee7cf1fcbb9e84b83de505124a3 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012 O presente trabalho procura analisar um conjunto de filmes pertencentes ao movimento cinematográfico denominado Cinema Direto, surgido principalmente nos EUA, Canadá e França na virada dos anos 50 para os anos 60, tendo como foco principal a produção norte-americana do período. Segundo a hipótese central da pesquisa, o Cinema Direto praticado pelo grupo de cineastas vinculados à produtora Drew Associates nos EUA representou um momento de ruptura no modelo canônico documental não apenas do ponto de vista tecnológico, mas, especialmente, pelo diálogo inaugural que o domínio documental estabeleceu com as mudanças nas esferas do Público e do Privado no âmbito da cultura do pós-guerra. Uma primeira parte da pesquisa, de caráter histórico, procura traçar a gênese do movimento e a sua recepção crítica, relativizando as rígidas dicotomias frequentes na historiografia estabelecida do documentário entre os grupos de produção anglófonos e francófonos. Uma segunda etapa, consiste na análise dos filmes e seus diálogos com a chamada cultura intimista do pós-guerra, que se revelam nas recorrências estilísticas e temáticas, constituindo o que denominamos ao longo do trabalho de estética da intimidade no documentário.
6

Actualizing Che's history

Maya Neto, Olegario da Costa 2017 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários, Florianópolis, 2017. Made available in DSpace on 2017-07-11T04:24:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 346778.pdf: 2530603 bytes, checksum: 3d0f55505543aa44c64554d44dff23b6 (MD5) Previous issue date: 2017 Che Guevara é um dos ícones mais populares na pós modernidade. A figura de Che vestindo uma boina, olhando para o horizonte, representa o mito que cerca a figura de Guevara e é uma daquelas imagens facilmente reconhecidas ao redor do mundo. Morto aos trinta e nove anos de idade, ele se tornou o símbolo da rebeldia juvenil, tendo em vista que a imagem de Guevara foi associada ao Maio Francês e a pôsteres políticos. Entretanto, já que a imagem de Guevara também tem sido utilizada comercialmente, ilustrando produtos os mais diversos, é de se perguntar se Che Guevara possui ainda alguma relevância política e histórica. De fato, diversos acadêmicos ? discutidos no capítulo introdutório ? têm analisado a reificação de Che, geralmente com conclusões negativas. Eu gostaria de discordar. Nessa dissertação de mestrado, eu questiono a ideia de Che Guevara como uma imagem congelada e vazia, atualizando-a no sentido proposto por Walter Benjamin, ao considerar o processo de mitologização de Guevara e investigar a representação de Guevara em dois filmes biográficos, Os Diários de Motocicleta (Walter Salles 2004) e El Che: Investigando uma Lenda (Maurice Dugowson 1998).
Abstract : Che Guevara is one of the most popular icons in post-modern culture. The bereted image of Che gazing at the horizon is the epitome of his mythological fame and is one of those images people around the world instantly recognize. Dead at thirty-nine, he has become the face of youthful rebellion, his image associated with the 1968 uprising and with political posters. However, as Guevara's image came to be used commercially, illustrating anything from T-shirts to mugs, one wonders if there is still any political and historical meaning associated with it. In fact, several scholars ? discussed in the introductory chapter ? have raised the issue of Che's reification, usually with negative conclusions. I beg to differ. In this Master Thesis, I challenge the idea of Che Guevara as a frozen and empty image, actualizing it in the sense of Walter Benjamin, by considering the process of mythologizing Guevara and by investigating his representation in two biographical movies, The Motorcycle Diaries (Walter Salles 2004) and El Che: Investigating a Legend (Maurice Dugowson 1998).
7

Valsa com Bashir : subjetividade, memória e geopolítica no documentário contemporâneo

Arrais, César Henrique da Rocha 9 March 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Gradução em Comunicação, 2012. Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2012-06-28T22:14:28Z No. of bitstreams: 1 2012_CesarHenriquedaRochaArrais.pdf: 25651919 bytes, checksum: 70b9e8a3125286a3162a4437b1829d17 (MD5) Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-07-04T12:13:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_CesarHenriquedaRochaArrais.pdf: 25651919 bytes, checksum: 70b9e8a3125286a3162a4437b1829d17 (MD5) Made available in DSpace on 2012-07-04T12:13:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_CesarHenriquedaRochaArrais.pdf: 25651919 bytes, checksum: 70b9e8a3125286a3162a4437b1829d17 (MD5) Uma reflexão acerca da linguagem e das estratégias narrativas no cinema documentário contemporâneo é o objetivo deste projeto de pesquisa. A investigação é realizada a partir da análise do filme israelense Valsa com Bashir (2008), que se tornou um marco na história da não-ficção ao radicalizar tendências que há décadas vinham se constituindo de forma marginal aos postulados clássicos dessa cinematografia, encarnados, sobretudo, no estilo cinema direto e cinéma vérité. A obra do diretor Ari Folman propõe um mergulho na memória de seus personagens, construindo-se a partir de suas subjetividades. Consegue, assim, trazer para o discurso realista característico do documentário elementos pouco usuais como sonhos, alucinações e reminiscências carregadas de traumas e culpas. Mais que isso, Valsa com Bashir dá vida a tais elementos intangíveis, representando-os na realidade imagética por meio da técnica da animação, estruturando uma história em que o mundo fático e o mundo da imaginação misturam-se e revezam-se de forma caótica. Tudo isso tendo como pano de fundo um dos mais infames episódios das seis décadas de embate entre israelenses e palestinos na Terra Santa: o massacre de Sabra e Chatila durante a Guerra do Líbano em 1982. Ao expor a dor dos ex-combatentes e ao reconhecer a tragédia palestina, Valsa com Bashir aproxima-se de parte expressiva da cinematografia produzida atualmente em Israel, que caracteriza-se por apresentar visões alternativas acerca do conflito. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT A reflection about the language and the narrative strategies of the contemporary documentary cinema is the purpose of this project. The research is carried out from the analysis of the Israeli full-length film Waltz with Bashir (2008), which became a milestone in the nonfiction history by radicalizing tendencies which had been constituted on the borderline of the classical postulates of the nonfiction cinematography for decades, embodied, especially, in styles like the direct cinema and the cinéma vérité. The film directed by Ari Folman comes up with an excursion throughout the depths of character’s memories, building up its storyline through their subjectivities. Thereby, it brings unusual elements like dreams, hallucinations and recollections replete of trauma and guilt to the documentary’s realistic discourse. More than that, Waltz with Bashir gives life to these intangible elements, depicting it on the imagery reality through animation techniques, structuring a story where the factual world and the imaginary one mix and switch among themselves chaotically. All this considering as background one of the most infamous episodes of the six decades of clashes between Israelis and Palestinians in the Holy Land: the massacre of Sabra and Chatila during the Lebanon War in 1982. By exposing the former soldiers pain and recognizing the Palestinian tragedy, Waltz with Bashir approaches to significant part of the current cinematography produced in Israel, characterized by presenting alternative points of view about the Israel-Palestine conflict.
8

Traduzir o traduzido : uma tradução da audiodescrição do documentário "A marcha dos pinguins"

Lucatelli, Bárbara Guimarães 26 March 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, 2015. Submitted by Tania Milca Carvalho Malheiros (tania@bce.unb.br) on 2015-11-03T19:53:07Z No. of bitstreams: 1 2015_BárbaraGuimarãesLucatelli.pdf: 1882762 bytes, checksum: 0143f681224a199c66122199d28b287f (MD5) Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2015-11-05T12:16:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_BárbaraGuimarãesLucatelli.pdf: 1882762 bytes, checksum: 0143f681224a199c66122199d28b287f (MD5) Made available in DSpace on 2015-11-05T12:16:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_BárbaraGuimarãesLucatelli.pdf: 1882762 bytes, checksum: 0143f681224a199c66122199d28b287f (MD5) A audiodescrição (AD) é uma modalidade de tradução intersemiótica na qual imagens são transformadas em palavras e cujo principal objetivo é proporcionar a fruição autônoma do público com baixa visão ou com deficiência visual a bens culturais. Assim sendo, por ser um recurso de inclusão social, é uma atividade que vem ganhando destaque tanto no meio comercial quanto no âmbito acadêmico. A proposta deste trabalho é descrever e analisar as estratégias usadas para traduzir a audiodescrição inglesa do documentário “A Marcha dos Pinguins” para o português, na variante brasileira, considerando os aspectos linguísticos e técnicos relevantes nesse processo. Para a realização da pesquisa, o primeiro passo foi a transcrição do roteiro audiodescrito e, então, foi feita a tradução, seguindo o modelo de AD proposto pelo grupo de estudos da Universidade de Brasília, Acesso Livre. Depois, realizei as adaptações técnicas relacionadas à marcação dos tempos, então foi feita a narração e, finalmente, a edição. Após a conclusão de todo o processo tradutório, observei e analisei as estratégias de tradução mais significativas quanto aos aspectos técnicos e linguísticos, tendo em visto a recepção brasileira. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT The audiodescription (AD) is an intersemiotic translation in which images are transformed into words. Its main purpose is to provide different experiences to the public with low vision or visually impaired. Therefore, as a means of social inclusion, this activity has been more present in both commercial and academic means. This research aims to describe and analyze the strategies used to translate the English audio description of the documentary “The March of the Penguins” into the Brazilian Portuguese. During the process, linguistic and technical aspects were taken into consideration. For the research, the first step was to transcribe the audiodescription in English. Then, the text was translated, having as a guideline the model proposed by the research group of the University of Brasilia, Acesso Livre. After that, some technical adaptations related to the timing were made, the narration was recorded and, finally, the audiodescription was edited. Upon completion of the entire translation process, I observed and analyzed the most significant translation strategies regarding technical and linguistic aspects, focusing on the Brazilian public.
9

A vida numa casa de pixels : documentário e subjetividade no Brasil

Martins, Pablo Gonçalo Pires de Campos 10 December 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, 2007. Submitted by Aline Jacob (alinesjacob@hotmail.com) on 2010-02-25T15:27:57Z No. of bitstreams: 1 2007_PabloGoncaloPiresdeCamposMartins.pdf: 2863696 bytes, checksum: 0c06d403e7094f2f95d753e4177c32c6 (MD5) Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-05-04T16:58:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_PabloGoncaloPiresdeCamposMartins.pdf: 2863696 bytes, checksum: 0c06d403e7094f2f95d753e4177c32c6 (MD5) Made available in DSpace on 2010-05-04T16:58:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_PabloGoncaloPiresdeCamposMartins.pdf: 2863696 bytes, checksum: 0c06d403e7094f2f95d753e4177c32c6 (MD5) Previous issue date: 2007-12-10 Ensaio focado na análise de quatro documentários brasileiros: O Prisioneiro da Grade de Ferro, Santiago, Passaporte Húngaro e 33. São filmes de auto-retratos e autobiografias, subjetivos. Os ensaios analisam suas relações com a cultura e a história brasileira assim como suas interfaces com a tecnologia digital. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT Essay that analises four brazilian documentaries: O Prisioneiro da Grade de Ferro, Santiago, Passaporte Húngaro and 33. They are films of self-portrait, autobiographical and subjectives. These essays analises their relations with the brazilian culture and history and also their comunication with the digital tecnhology.
10

A construção do personagem e a singularidade no documentário contemporâneo brasileiro

Pereira, Luiz Philipe Fassarella 26 April 2013 (has links)
Submitted by Pós-Com Pós-Com (pos-com@ufba.br) on 2015-01-23T15:09:55Z No. of bitstreams: 1 Luiz Philipe Fassarella Pereira.pdf: 4675218 bytes, checksum: 07931a4998f928f33ba1cdeb163ba8e4 (MD5) Approved for entry into archive by Vania Magalhaes (magal@ufba.br) on 2018-01-23T11:44:10Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Luiz Philipe Fassarella Pereira.pdf: 4675218 bytes, checksum: 07931a4998f928f33ba1cdeb163ba8e4 (MD5) Made available in DSpace on 2018-01-23T11:44:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Luiz Philipe Fassarella Pereira.pdf: 4675218 bytes, checksum: 07931a4998f928f33ba1cdeb163ba8e4 (MD5) Partindo do princípio que o documentário é uma representação, tão fiel quanto possível, da realidade, mas que, mesmo se propondo a atender à essa premissa, faz uso constante de personagens que na maioria dos casos ilustram o tema proposto, e levando-se em conta que o emprego de personagens é uma tradição oriunda de obras ficcionais, este trabalho se propõe a investigar quais os mecanismos que “permitem” a utilização de personagens em obras audiovisual não-ficcionais, analisando as estratégias de construção dos quais dispõe o documentarista durante a tomada. Para isso trançamos um percurso histórico que nos possibilitou observar as distintas atribuições postas aos personagens durante os movimentos que marcam a tradição do documentário e a partir daí estabeleceu-se uma comparação entre os modelos protótipos do gênero não-ficcional e o personagem do documentário contemporâneo, que acreditamos inaugura e fortalece um movimento que chamaremos de documentário de personagem singular. As principais motivações deste trabalho estão centradas nas hipóteses de que há uma construção/ condução do ator social, personagem, na tomada, realizada pelo sujeito-da-câmera, realizador, e que distintos métodos de realização geram também distintos resultados. Nossa segunda hipótese basilar é que se configura na contemporaneidade um movimento temático estilístico que dá ao personagem o lugar central da enunciação, distinto do que foi feito no documentário clássico e documentário moderno. Partindo dessas hipóteses, segue nosso panorama histórico e teórico.

Page generated in 0.0642 seconds