• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 16
  • Tagged with
  • 16
  • 9
  • 8
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Impacto de priori xtra® sobre nomuraea rileyi em lagartas desfolhadoras

Cagliari, Deise 15 August 2015 (has links)
The population outbreak of caterpillar in soybeans has been linked with entomopathogenic elimination of fungi by fungicides. Many experiments were conducted to understand the effect of fungicides Azoxystrobin + Cyproconazole on Nomuraea rileyi. The experiments were: (a) N. rileyi activity time; (b) effect of fungicide application on N. rileyi; (c) the natural occurrence of N. rileyi; and (d) the spectrum of action of N. rileyi on soybean caterpillars. Anticarsia gemmatalis mortality achieved 100% at 48 hours when N. riley was inoculated in powder form. N. rileyi in powder form showed higher time activity in comparison to application of N. rileyi in liquid form. Fungicide application on N. rileyi caused a delay on A. gemmatalis mortality. However, when evaluation was later the mortality of A. gemmatalis by N. rileyi was not affected. The occurrence of N. rileyi in caterpillars was different among local sampled, and it was mainly associated with the weather conditions. N. rileyi showed to be entomopathogenic to A. gemmatalis, Spodoptera frugiperda, Helicoverpa armigera and Chrysodeixis includens, however, the mortality ranged among species. The major factor that impacted on non-occurrence of N. rileyi in some years may be the weather conditions, rather than fungicide applications. Therefore, fungicides were not the main cause of non-occurrence of N. rileyi and therefore it was not the main cause of caterpillars outbreaks in soybean. / O aumento populacional de lagartas tidas como secundárias na cultura da soja pode estar ligado a eliminação de fungos entomopatogênicos pelos fungicidas. Para compreender o efeito do fungicida Azoxistrobina + Ciproconazol sobre Nomuraea rileyi foram realizados um conjunto de ensaios para determinar o tempo de atividade da N. rileyi; o impacto da aplicação do fungicida em N. rileyi; a ocorrência natural de N. rileyi; e a determinação do espectro de ação de N. rileyi sobre lagartas desfolhadoras da soja. A mortalidade de Anticarsia gemmatalis infestada em folhas inoculadas com N. rileyi na forma de aplicação em pó foi de 100% após 48 horas, apresentando maior tempo de atividade em relação a forma de aplicação líquida. Com relação a aplicação do fungicida sobre N. rileyi, essa causou um retardo na mortalidade de A. gemmatalis. Porém, quando a avaliação da mortalidade foi realizada em um tempo maior a aplicação do fungicida não afetou a mortalidade de A. gemmatalis. A ocorrência de N. rileyi variou entre os locais amostrados, sendo associada principalmente as condições climáticas. N. rileyi mostrou ser um fungo entomopatogênico para A. gemmatalis, Spodoptera frugiperda, Helicoverpa armigera e Chrysodeixis includens, contudo, o tempo de mortalidade variou entre as espécies. Com isso, o fator de maior influência pela não ocorrência de N. rileyi em alguns anos pode estar mais relacionado as condições climáticas, do que as aplicações de fungicidas. Portanto, os fungicidas não são a principal causa da não ocorrência de N. rileyi e consequentemente das explosões populacionais de lagartas em soja.
2

Gibellula spp. associadas a aranhas da Mata do Paraíso, Viçosa-MG / Gibellula spp. associated with spiders of Mata do Paraíso, Viçosa-MG

Costa, Pricila Palla 24 February 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-26T13:52:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1428549 bytes, checksum: e5f4d14aaf06e63420c374bb81738d9b (MD5) Previous issue date: 2014-02-24 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Fungi belonging to the genus Gibellula are found parasitizing spiders and have wide distribution in tropical and subtropical regions of the planet. This genus is spider specific and it is believed that this specificity is related to infection mechanism that probably acts at the level of the exoskeleton. Although many reports and descriptions of Gibellula spp. in the literature, there is no approach to the ecology of these natural enemies of spiders. Moreover, the knowledge of this kind in Brazil is extremely scarce. Therefore the aim of this study was to conduct a survey of the species of Gibellula in Research, Training and Environmental Education Mata do Paraiso, Viçosa - MG station, and to make a study of classical taxonomy, and establish relationships between host-pathogen interaction. Were performed collections in different areas of the forest in order to favor the detection of greater quantity and diversity of these fungi. The mummified spiders were identified to better understand the host-pathogen relationship. Were collected a total of 79 parasitized spiders that were distributed in ten families (Anyphaenidae, Araneidae, Corinnidae, Linyphiidae, Pholcidae, Salticidae, Sparassidae, Theridiidae, Thomisidae, Zodariidae), the most frequent Anyphaenidae (25.3%) and Pholcidae (26.6 %). Of the 79 fungi specimens collected, 20 ( 25.3%) were isolated and kept in pure culture. Among them nine species of Gibellula were identified, including Gibellula dimorpha was first reported in Brazil , and five new species will be proposed. / Fungos pertencentes ao gênero Gibellula são encontrados parasitando aranhas e possuem ampla distribuição pelas regiões tropicais e subtropicais do planeta. Este gênero é específico de aranhas e acredita-se que essa especificidade esteja relacionada ao mecanismo de infecção que provavelmente atua em nível de exoesqueleto. Apesar de diversos relatos e descrições de Gibellula spp. na literatura, não há nenhuma abordagem relativa a ecologia desses inimigos naturais em aranhas. Além disso, o conhecimento a respeito desse gênero no Brasil é extremamente escasso. Portanto o objetivo deste trabalho foi conduzir um levantamento das espécies de Gibellula na Estação de Pesquisas, Treinamento e Educação Ambiental Mata do Paraíso, Viçosa-MG, bem como efetuar um estudo de taxonomia clássica, e estabelecer relações de interação entre patógeno-hospedeiro. Foram realizadas coletas em diferentes áreas da mata de forma a favorecer a detecção de maior quantidade e diversidade desses fungos. As aranhas mumificadas foram identificadas para melhor compreensão da relação patógeno-hospedeiro. Foram coletadas um total de 79 aranhas parasitadas que se distribuíram em dez famílias (Anyphaenidae, Araneidae, Corinnidae, Linyphiidae, Pholcidae, Salticidae, Sparassidae, Theridiidae, Thomisidae, Zodariidae), sendo as mais frequentes Anyphaenidae (25,3%) e Pholcidae (26,6%). Dos 79 espécimes de fungos coletados, 20 (25,3%) foram isolados e mantidos em cultura pura. Dentre eles, nove espécies de Gibellula foram identificadas, entre as quais Gibellula dimorpha foi relatada pela primeira vez no Brasil, e cinco espécies novas serão propostas.
3

Seleção de isolados de Bacillus thuringiensis Berliner em lagartas de Putella xylostella (L.) (Lepdoptera: Plutellidae)

Viana, Cácia Leila Tigre Pereira [UNESP] 22 February 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:25:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-02-22Bitstream added on 2014-06-13T20:32:41Z : No. of bitstreams: 1 viana_cltp_me_jabo.pdf: 681354 bytes, checksum: 292f317000f87f4932ed390de403036a (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A pesquisa foi desenvolvida no Laboratório de Biologia e Criação de Insetos (LBCI) e no Laboratório de Genética de Bactérias e Biotecnologia Aplicada (LGBBA) da FCAV-UNESP,Campus de Jaboticabal, SP. O objetivo geral foi selecionar novos isolados de Bacillus thuringiensis através da caracterização molecular, identificando as diferentes subclasses do gene cry1, determinar a patogenicidade contra lagartas de Plutella xylostella e avaliar a influência no ciclo biológico da praga. Foram utilizados 95 isolados de B. thuringiensis obtidos da coleção do LGBBA. O material genético foi extraído pela matriz de troca iônica Kit Instagene Matrix e submetido a PCR com iniciadores gerais para o gene cry1 e específicos para as subclasses. Realizaram-se bioensaios com 58 isolados, um controle positivo com a linhagem padrão HD-1 B. thuringiensis var. kurstaki, um controle negativo com B. thuringiensis var. tenebrionis e água com espalhante adesivo, como testemunha. O conteúdo das subclasses estudadas para o gene cry1 foi determinado para 58 isolados, o que representa 60% do total. Dentre os 95 isolados estudados, 27,4% demonstraram que o conjunto gênico cry1Aa, cry1Ca, cry1Da, cry1Fa e cry1Bd é a freqüência mais comum. Dos 58 isolados testados, 11 causaram mortalidade total das lagartas e os demais influenciaram negativamente o ciclo biológico da praga. Dentre as características avaliadas, a mortalidade larval e a pupal, bem como a duração larval foram as mais relevantes para se determinar quais isolados influenciaram a biologia da praga. Portanto, os isolados que causaram 100% de mortalidade larval têm grande potencial para formulação de produtos comerciais a serem utilizados em programas de manejo integrado de P. xylostella. / The research was developed in the Laboratório de Biologia e Criação de Insetos (LBCI) and in the Laboratório de Genética de Bactérias e Biotecnologia Aplicada (LGBBA) at the FCAV-UNESP-Campus de Jaboticabal, SP. The general objective was to select new strains of Bacillus thuringiensis through the molecular characterization, identifying the different subclasses of the gene cry1, to determine the patogenicity against caterpillars of Plutella xylostella and to evaluate the influence in the pest biological parameters. It was used 95 isolated of B. thuringiensis obtained of the collection of LGBBA. The genetic material was extracted by the head office of change ionic Kit Instagene Matrix and submitted to PCR with general initiators for the gene cry1 and specific for the subclasses. Bioassays were made using 58 strains of B. thuringiensis, a positive control with var. tenebrionis and water was used with adhesive spreader Tween20®, as a standard the strains HD1 from B. thuringiensis var. kurstaki, a negative control with B. thuringiensis check. The content of the subclasses studied for the gene cry1 was determined for 58 isolated, what represents 60% of the total. Among the 95 isolated studied, 27,4% demonstrated that the genic group cry1Aa, cry1Ca, cry1Da, cry1Fa and cry1Bd is the most common frequency. Total mortality of caterpillars was observed in 11 of studied strains and the remainders affected negatively pest biological lifecycle. Larvae and pupae mortality, and larvae period were more relevants parameters to determine which isolates affect P. xylostella biology. In this way, the isolates caused 100 % larval mortality have higher potential for development a commercial bioinseticide to use in Plutella xylostella integrated pest management programs.
4

Controle de Mahanarva frimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae) em duas variedades de cana-de-açúcar, no estado de Alagoas / Control of Mahanarva frimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae) in two variety of sugarcane, in the state of Alagoas

Carvalho, Lucyo Wagner Torres de 22 March 2007 (has links)
Despite the easiness of adaptation to the climate of Brazil, pests the culture of the sugarcane faces a series of fitossanitary problem, such as the incidence, that diminish the production and the productivity, causing economic damage for the producers. The spittlebug Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae) is one of the main pests of the sugarcane not only in Alagoas as also in other states of Brazil. Currently, in result of the indiscriminate use of insecticides, the use of the Biological Control becomes necessary, which is not pollutant, it does not unbalance the environment and he is not toxic. In this way some plants of the State of Alagoas are using fungous entomopathogenic Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, to reach the control of the spittlebug. This work had as objective to evaluate the efficiency of the Evidence® insecticide and two dosages of biological insecticide M. anisopliae in the control of the spittlebug. Two experiments had been conducted, in the cane-plantation region of the Plant Waterfall located in Maceió-AL, the period understood between July and September of 2006. Initially a population evaluation of nymphs and adults was carried through and the others to the 15, 30 and 45 days after the treatments. The application of the insecticides occurred in 19 of July and a reapplication of the biological insecticide in 22 of August. In experiment 1 the nymphs had been observed populations varying of 49 the 67 and the presence of adults of M. fimbriolata were not evidenced. The treatments had not differed between itself to the 5% for the test distribution free of Kruskal-Wallis, but the test of percentage of efficiency of Henderson and Tilton indicated for decreasing order of efficiency percentage the dosages, of 1,5L/ha of Evidence®, 20kg/ha of fungous and 10kg/ha of fungous with 72,48%, 62.35% and 24.76% respectively for nymphs; and 42.25%, 34.54% and 15.51% respectively for adults. In each area the test distribution free of Kruskal-Wallis was observed in accordance with that the numbers of nymphs had differed between the periods in all the treatments and that in the area dealt with Evidence® difference in the number of adults did not only occur 5% of significance. It had a high positive correlation between rainfall and amount of nymphs in the areas dealt with 20kg/ha to fungous and 1,5L/ha of Evidence®. In the area dealt with 10kg/ha to fungous and in the Control, an average correlation was observed. Also it was observed an average negative correlation between rainfall and amount of adults in the treated areas and Control. In experiment 2 the nymphs had been initially observed populations varying of 51 the 101. The presence of adults varying of 1 the 2 was evidenced, the treatments had not differed between itself to the level of 5% of significance for the test of Kruskal-Wallis, but the method of Henderson and Tilton indicated for decreasing order of efficiency percentage the dosages, of 1,5L/ha of Evidence®, 20kg/ha of fungous and 10kg/ha of fungous with 94,33%, 65.08% and 51.37% respectively for nymphs; e 93.33%, 70% and 50% respectively for adults. In each area it was observed for the test of Kruskal-Wallis that the number of nymphs between the periods did not only differ in the Control and that difference in the number of adults in treatment of 10 kg/ha of fungous the 5% of significance only occurred. In all the analyses were applied the Polynomial Regression so that if it could follow the development of the pest. To if analyzing the data they had been evidenced that it occurred a high positive correlation between rainfall and amount of nymphs in the areas dealt with 10 and 20 kg/ha to fungous and with 1,5L/ha of Evidence®, in the Control observed an average correlation. Also an average negative correlation between rainfall was observed and amount of adults of the areas dealt with 10 and 20kg/ha to fungous and Control, however, in the area dealt with 1,5L/ha of Evidence® got a negative correlation decrease. The total cost of the application of the Evidence® had been minor who of the other treatments, but is important to take in consideration the happened risks of the use of the pesticides. / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Apesar da facilidade de adaptação ao clima do Brasil, a cultura da cana-de-açúcar, Saccharum officinarum L. (Poaceae), enfrenta uma série de problemas fitossanitários, que geram prejuízos para os produtores, destacando-se a cigarrinha-da-raiz, Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae), como uma das principais pragas não só em Alagoas como também em outros Estados do Brasil. Atualmente, em decorrência do uso indiscriminado de inseticidas, fazse necessário o uso do Controle Biológico, estratégia não-poluente, não-tóxica e que não desequilibra o meio ambiente. Considerando que, para controlar essa praga, algumas usinas de Alagoas vêm utilizando o fungo entomopatógeno Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, através desse trabalho pretende-se avaliar a eficiência do inseticida químico Evidence® e do inseticida biológico M. anisopliae no controle da cigarrinha-da-raiz. Para tanto, conduziram-se dois experimentos, na região canavieira da Usina Cachoeira localizada no município de Maceió, Alagoas, entre julho e setembro de 2006. Antes da aplicação dos tratamentos foi realizada uma avaliação populacional de ninfas e de adultos. Depois foram feitas mais três, 15, 30 e 45 dias após os tratamentos (pulverização aérea em 19 de julho e em 22 de agosto). Foram utilizadas duas cultivares (SP813250, no experimento 1, e RB855035, no experimento 2). No experimento 1, foram observadas populações variando de 49 a 67 ninfas e não foi constatada a presença de adultos de M. fimbriolata. Os tratamentos não diferiram entre si a 5% pelo teste não paramétrico de Kruskal-Wallis, mas o teste de porcentagem de eficiência de Henderson e Tilton indicou por ordem decrescente de porcentagem de eficiência, as dosagens, de 1,5L/ha de Evidence®, 20kg/ha de fungo e 10kg/ha de fungo com 72,48%, 62,35% e 24,76% respectivamente para ninfas; e 42,25%, 34,54% e 15,51% respectivamente para adultos. Em cada área observou-se de acordo com o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis que os números de ninfas diferiram entre os períodos em todos os tratamentos e que, somente na área tratada com Evidence® não ocorreu diferença no número de adultos a 5% de significância. Houve uma correlação positiva alta entre precipitação pluviométrica e quantidade de ninfas nas áreas tratadas com 20kg/ha de fungo e com 1,5L/ha de Evidence®. Na área tratada com 10kg/ha de fungo e na Testemunha, observouse uma correlação média. Também foi constatada uma correlação negativa média entre precipitação pluviométrica e quantidade de adultos nas áreas tratadas e Testemunha. No experimento 2 inicialmente foram observadas populações variando de 51 a 101 ninfas. Foi verificada a presença de adultos variando de 1 a 2. Os tratamentos não diferiram entre si ao nível de 5% de significância pelo teste de Kruskal-Wallis, mas o método de Henderson e Tilton indicou por ordem decrescente de porcentagem de eficiência as dosagens de 1,5L/ha de Evidence®, 20kg/ha de fungo e 10kg/ha de fungo com 94,33%, 65,08% e 51,37%, respectivamente para ninfas; e 93,33%, 70% e 50%, respectivamente para adultos. Em cada área observou-se pelo teste de Kruskal-Wallis que o número de ninfas entre os períodos só não diferiu na Testemunha e que somente ocorreu diferença no número de adultos no tratamento 10 kg de fungo/ha a 5% de significância. Em todas as análises foi aplicada a Regressão Polinomial para que se pudesse acompanhar o desenvolvimento da praga. Ao se analisar os dados constatou-se que ocorreu uma correlação positiva alta entre Precipitação Pluviométrica e quantidade de ninfas nas áreas tratadas com 10 e 20 kg/ha de fungo e com 1,5L/ha de Evidence® e na Testemunha observou-se uma correlação média. Foi também observada uma correlação negativa média entre precipitação pluviométrica e quantidade de adultos nas áreas tratadas com 10 e 20kg/ha de fungo e Testemunha; porém, na área tratada com 1,5L/ha de Evidence® obteve-se uma correlação negativa baixa. Os custos totais da aplicação do Evidence® foram menores que o dos outros tratamentos, mas é importante levar-se em consideração os riscos advindos da utilização do agrotóxico.
5

Produção do fungo entomopatogênico Metarhizium rileyi (Farlow) por fermentação líquida e sólida / Production of the entomopathogenic fungus Metarhizium rileyi (Farlow) by liquid and solid fermentation

Kauana Abati 06 October 2015 (has links)
Metarhizium rileyi é um importante fungo patogênico a várias espécies de pragas desfolhadoras da família Noctuidae. Existe uma grande demanda para a produção em escala deste fungo, mas ainda não há produtos comerciais no mercado brasileiro. Os objetivos do presente estudo foram avaliar a produção de conídios de M. rileyi por fermentação sólida usando diferentes grãos e cereais e a produção de blastosporos por fermentação líquida em meios com diferentes fontes de carbono e nitrogênio. Na produção de conídios em substrato sólido, foi empregado o isolado ESALQ 1305 em oito tratamentos com grãos/cereais incubados por 15 dias. Para os experimentos de produção de blastosporos em substrato líquido, foram conduzidos quatro experimentos sequenciais onde foram testados diferentes meios e concentrações de células oriundas do pré-cultivo e diferentes fontes e concentrações de carbono, nitrogênio, relação C:N e tempo de cultivo. Os dados foram submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Os substratos sólidos que resultaram em maior produção de conídios foram o feijão fradinho moído sem peneirar (7,4 ± 2,8 x 108 conídios.g-1) e trigo moído peneirado (3,3 ± 1,2 x 108 conídios.g-1). Nos experimentos de fermentação líquida a 300 R.P.M e 25 °C observou-se que os meios desenvolvidos por Jaronski e Jackson (2012) com relação C:N de 50:1, proporcionam as maiores concentrações de blastosporos de M. rileyi. Os melhores resultados foram obtidos no último experimento com o isolado ESALQ 1305 quando o pré-cultivo foi realizado com meio contendo 36 g.L-1 de concentração de carbono e relação C:N de 50:1, posteriormente inoculado na razão de 105 blastosporos.mL-1 nos meios de cultivo contendo 40 g.L-1 e 80 g.L-1 de carbono, tendo extrato de levedura como fonte proteica, obtendo-se concentrações de 3,6 ± 1,6 x 109 blastosporos.mL-1 e 4,0 ± 0,6 x 109 blastosporos.mL-1, respectivamente, após quatro dias. Os resultados demonstram a viabilidade da produção de blastosporos de M. rileyi, por fermentação líquida. / Metarhizium rileyi is an important fungus pathogenic to various species of defoliating pests of the family Noctuidae. There is a great demand for mass production of this fungus, but there is still no commercial products in the Brazilian market. The objectives of this study were to evaluate the conidial production of M. rileyi by solid fermentation using different grains and cereals and the production of blastospores by liquid fermentation in media with different sources of carbon and nitrogen. In the production of conidia in solid substrate, the isolated ESALQ 1305 was used in eight treatments with grains/cereals incubated for 15 days. For the production of blastospores in liquid substrate, four sequential experiments were conducted using different media, concentrations of pre-cultivation, sources of carbon, nitrogen, C:N ratio and cultivation time where tested. Data were analyzed by the use of ANOVA and post hoc comparisons of means using the Tukey\'s test to 5%. The solid substrates resulting in higher production of conidia were black-eyed beans milled without sieving (7.4 ± 2.8 x 108 conidia.g-1) and wheat milled and sieved (3.3 ± 1.2 x 108 conidia.g-1). In the liquid fermentation experiments to 300 R.P.M. and 25 °C it was observed that the media developed by Jaronski and Jackson (2012) with C:N ratio of 50:1, provides the greatest concentration of blastospores of M. rileyi. The best results were obtained in the last experiment with the isolate ESALQ 1305, when the pre-cultivation was conducted in media containing concentration of carbon of 36 g.L-1 and C:N ratio of 50:1, inoculated in the ratio of 105 blastosporos.mL-1 in culture media containing 40 g.L-1 and 80 g.L-1 of carbon, using yeast extract as protein source, obtaining the concentrations of 3.6 ± 1.6 x 109 blastospores.mL-1 and 4.0 ± 0.6 x 109 blastospores.mL-1, respectively, after four days. The results demonstrate the viability of high-yield production of blastospores of M. rileyi by liquid fermentation.
6

Diversidade filogenética e expressão de genes de virulência de Metarhizium com ênfase em isolados brasileiros associados a cultura da cana-de-açúcar / Phylogenetic diversity and expression of virulence genes of Metarhizium focusing on Brazilian strains associated to sugarcane crops

Janayne Maria Rezende 03 December 2014 (has links)
O controle biológico de cigarrinha com Metarhizium (Hypocreales: Clavicipitaceae) na cana-de-açúcar é um exemplo de sucesso da aplicação do manejo sustentável de pragas no Brasil. No entanto, pouco se sabe sobre a riqueza, distribuição e ecologia das espécies de Metarhizium nos agroecossistemas e ambientes naturais no Brasil. Neste trabalho, avaliou-se a diversidade genotípica e realizou-se a identificação específica de 96 isolados depositados na Coleção de Entomopatógenos \"Prof. Sérgio Batista Alves\" da ESALQ-USP pelo sequenciamento da região 5\' do fator de alongamento da tradução 1 alfa (5\'-TEF) e das regiões espaçadoras intergênicas do DNA nuclear MzIGS3 e MzFG543igs. Observou-se a existência de 10, 11 e 17 haplótipos pelas sequências destes genes, respectivamente. Foram ainda obtidos 41 isolados de dois talhões de canavial em Araras-SP que consistiram em 9 haplótipos pela região MzIGS3. Foi observada a existência de cinco espécies de Metarhizium, duas atualmente reconhecidas, M. anisopliae s.l. e M. robertsii s.l., sendo estes os dois clados mais abundantes e três novas linhagens não caracterizadas taxonomicamente, referidas aqui como Metarhizium sp. indet. 1, Metarhizium sp. indet. 2 e Metarhizium sp. indet. 3. Com exceção de um único isolado todos os outros provenientes de insetos, incluindo os isolados de cigarrinha, pertencem a um único clado de M. anisopliae s.l. M. robertsii foi obtido exclusivamente a partir de amostras de solo ou rizosfera. Apesar de proporcionar um maior grau de resolução genética entre os isolados a região MzIGS3 se mostrou incapaz de reconstruir a filogenia consenso para o clado PARB, dificultando a sua utilização como sequência diagnóstica na identificação ou análise filogenética de espécies de Metarhizium. Além disso, foi desenvolvida uma técnica de bioensaio em laboratório para avaliação de patogenicidade de Metarhizium spp. sobre M. fimbriolata com mortalidade da testemunha inferior a 12%, após 28 dias de avaliação. A caracterização da expressão dos genes pr1A, mad1 e mpl relacionados à virulência de três isolados de M. anisopliae (ESALQ 1037, ESALQ 1641 e ESALQ 1204) cultivados em meio mínimo e meio mínimo com cutícula de M. fimbriolata, D. saccharalis e T. molitor não revelou uma associação entre a expressão relativa desses genes ea virulência dos fungos in vivo. As informações contidas neste trabalho poderão contribuir em estudos de identificação e caracterização de Metarhizium em habitats naturais e agrícolas de no Brasil e países vizinhos na América do Sul, assim como auxiliar no contínuo desenvolvimento e acompanhamento do programa de controle biológico de M. fimbriolata com Metarhizium na cultura da cana-de-açúcar. / Biological control of spittlebug with Metarhizium (Hypocreales: Clavicipitaceae) in sugarcane is an example of the successful application of sustainable pest management in Brazil. However little is known about the richness, distribution and ecology of Metarhizium species in agroecosystems and natural environments of Brazil. In this study, the genotypic diversity was accessed and species designation was assigned for 96 Metarhizium strains deposited in the Collection of Entomopathogens \"Prof. Sérgio Batista Alves\" from ESALQ-USP using the sequence variation at 5\'-TEF and the nuclear intergenic loci MzFG543igs and MzIGS3. Sequence diversity at these loci included 10, 11 and 17 sequence haplotypes, according to these loci, respectively. 41 strains were recovered from two sugarcane fields and consisted of 9 haplotypes according to MzIGS3. Five species of Metarhizium were observed, being the two most abundant taxa, Metarhizium anisopliae, Metarhizium robertsii and an additional three taxonomically unassigned lineages are referred to here as Metarhizium sp. indet. 1, Metarhizium sp. indet. 2 and Metarhizium sp. indet. 3. With a single exception, all strains isolated from insects belong to single clade of M. anisopliae, including the isolates infecting spittlebugs in sugarcane agroecosystems. M. robertsii was only recovered from soil or rhizosphere samples. Despite providing a greater degree of genetic resolution among strains, MzIGS3 revealed the inability to recapitulate the consensus phylogeny for the PARB clade and complicates its use as a stand-alone tool for species identification or phylogenetic analysis of Metarhizium. In addition, a laboratory bioassay technique was developed for pathogenicity screening of Metarhizium spp. on M. fimbriolata with low mortality on control group (8-12%) after 28 days of evaluation. The expression of genes pr1A, Mad1 and mpl of three M. anisopliae strains (ESALQ 1037, ESALQ1204 and ESALQ 1641) grown in minimal medium and minimal medium with M. fimbriolata, D. saccharalis or T. molitor cuticle apparently was not related to virulence of the fungi in vivo. Together these data will serve as resources for identification, discovery and communicating about Metarhizium biodiversity for insect biological control applications in Brazil and adjacent countries in South America, as well as assist in the ongoing development and monitoring of the biological control program of M. fimbriolata with Metarhizium in sugarcane fields.
7

Diversidade filogenética e expressão de genes de virulência de Metarhizium com ênfase em isolados brasileiros associados a cultura da cana-de-açúcar / Phylogenetic diversity and expression of virulence genes of Metarhizium focusing on Brazilian strains associated to sugarcane crops

Rezende, Janayne Maria 03 December 2014 (has links)
O controle biológico de cigarrinha com Metarhizium (Hypocreales: Clavicipitaceae) na cana-de-açúcar é um exemplo de sucesso da aplicação do manejo sustentável de pragas no Brasil. No entanto, pouco se sabe sobre a riqueza, distribuição e ecologia das espécies de Metarhizium nos agroecossistemas e ambientes naturais no Brasil. Neste trabalho, avaliou-se a diversidade genotípica e realizou-se a identificação específica de 96 isolados depositados na Coleção de Entomopatógenos \"Prof. Sérgio Batista Alves\" da ESALQ-USP pelo sequenciamento da região 5\' do fator de alongamento da tradução 1 alfa (5\'-TEF) e das regiões espaçadoras intergênicas do DNA nuclear MzIGS3 e MzFG543igs. Observou-se a existência de 10, 11 e 17 haplótipos pelas sequências destes genes, respectivamente. Foram ainda obtidos 41 isolados de dois talhões de canavial em Araras-SP que consistiram em 9 haplótipos pela região MzIGS3. Foi observada a existência de cinco espécies de Metarhizium, duas atualmente reconhecidas, M. anisopliae s.l. e M. robertsii s.l., sendo estes os dois clados mais abundantes e três novas linhagens não caracterizadas taxonomicamente, referidas aqui como Metarhizium sp. indet. 1, Metarhizium sp. indet. 2 e Metarhizium sp. indet. 3. Com exceção de um único isolado todos os outros provenientes de insetos, incluindo os isolados de cigarrinha, pertencem a um único clado de M. anisopliae s.l. M. robertsii foi obtido exclusivamente a partir de amostras de solo ou rizosfera. Apesar de proporcionar um maior grau de resolução genética entre os isolados a região MzIGS3 se mostrou incapaz de reconstruir a filogenia consenso para o clado PARB, dificultando a sua utilização como sequência diagnóstica na identificação ou análise filogenética de espécies de Metarhizium. Além disso, foi desenvolvida uma técnica de bioensaio em laboratório para avaliação de patogenicidade de Metarhizium spp. sobre M. fimbriolata com mortalidade da testemunha inferior a 12%, após 28 dias de avaliação. A caracterização da expressão dos genes pr1A, mad1 e mpl relacionados à virulência de três isolados de M. anisopliae (ESALQ 1037, ESALQ 1641 e ESALQ 1204) cultivados em meio mínimo e meio mínimo com cutícula de M. fimbriolata, D. saccharalis e T. molitor não revelou uma associação entre a expressão relativa desses genes ea virulência dos fungos in vivo. As informações contidas neste trabalho poderão contribuir em estudos de identificação e caracterização de Metarhizium em habitats naturais e agrícolas de no Brasil e países vizinhos na América do Sul, assim como auxiliar no contínuo desenvolvimento e acompanhamento do programa de controle biológico de M. fimbriolata com Metarhizium na cultura da cana-de-açúcar. / Biological control of spittlebug with Metarhizium (Hypocreales: Clavicipitaceae) in sugarcane is an example of the successful application of sustainable pest management in Brazil. However little is known about the richness, distribution and ecology of Metarhizium species in agroecosystems and natural environments of Brazil. In this study, the genotypic diversity was accessed and species designation was assigned for 96 Metarhizium strains deposited in the Collection of Entomopathogens \"Prof. Sérgio Batista Alves\" from ESALQ-USP using the sequence variation at 5\'-TEF and the nuclear intergenic loci MzFG543igs and MzIGS3. Sequence diversity at these loci included 10, 11 and 17 sequence haplotypes, according to these loci, respectively. 41 strains were recovered from two sugarcane fields and consisted of 9 haplotypes according to MzIGS3. Five species of Metarhizium were observed, being the two most abundant taxa, Metarhizium anisopliae, Metarhizium robertsii and an additional three taxonomically unassigned lineages are referred to here as Metarhizium sp. indet. 1, Metarhizium sp. indet. 2 and Metarhizium sp. indet. 3. With a single exception, all strains isolated from insects belong to single clade of M. anisopliae, including the isolates infecting spittlebugs in sugarcane agroecosystems. M. robertsii was only recovered from soil or rhizosphere samples. Despite providing a greater degree of genetic resolution among strains, MzIGS3 revealed the inability to recapitulate the consensus phylogeny for the PARB clade and complicates its use as a stand-alone tool for species identification or phylogenetic analysis of Metarhizium. In addition, a laboratory bioassay technique was developed for pathogenicity screening of Metarhizium spp. on M. fimbriolata with low mortality on control group (8-12%) after 28 days of evaluation. The expression of genes pr1A, Mad1 and mpl of three M. anisopliae strains (ESALQ 1037, ESALQ1204 and ESALQ 1641) grown in minimal medium and minimal medium with M. fimbriolata, D. saccharalis or T. molitor cuticle apparently was not related to virulence of the fungi in vivo. Together these data will serve as resources for identification, discovery and communicating about Metarhizium biodiversity for insect biological control applications in Brazil and adjacent countries in South America, as well as assist in the ongoing development and monitoring of the biological control program of M. fimbriolata with Metarhizium in sugarcane fields.
8

Produção do fungo entomopatogênico Metarhizium rileyi (Farlow) por fermentação líquida e sólida / Production of the entomopathogenic fungus Metarhizium rileyi (Farlow) by liquid and solid fermentation

Abati, Kauana 06 October 2015 (has links)
Metarhizium rileyi é um importante fungo patogênico a várias espécies de pragas desfolhadoras da família Noctuidae. Existe uma grande demanda para a produção em escala deste fungo, mas ainda não há produtos comerciais no mercado brasileiro. Os objetivos do presente estudo foram avaliar a produção de conídios de M. rileyi por fermentação sólida usando diferentes grãos e cereais e a produção de blastosporos por fermentação líquida em meios com diferentes fontes de carbono e nitrogênio. Na produção de conídios em substrato sólido, foi empregado o isolado ESALQ 1305 em oito tratamentos com grãos/cereais incubados por 15 dias. Para os experimentos de produção de blastosporos em substrato líquido, foram conduzidos quatro experimentos sequenciais onde foram testados diferentes meios e concentrações de células oriundas do pré-cultivo e diferentes fontes e concentrações de carbono, nitrogênio, relação C:N e tempo de cultivo. Os dados foram submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Os substratos sólidos que resultaram em maior produção de conídios foram o feijão fradinho moído sem peneirar (7,4 ± 2,8 x 108 conídios.g-1) e trigo moído peneirado (3,3 ± 1,2 x 108 conídios.g-1). Nos experimentos de fermentação líquida a 300 R.P.M e 25 °C observou-se que os meios desenvolvidos por Jaronski e Jackson (2012) com relação C:N de 50:1, proporcionam as maiores concentrações de blastosporos de M. rileyi. Os melhores resultados foram obtidos no último experimento com o isolado ESALQ 1305 quando o pré-cultivo foi realizado com meio contendo 36 g.L-1 de concentração de carbono e relação C:N de 50:1, posteriormente inoculado na razão de 105 blastosporos.mL-1 nos meios de cultivo contendo 40 g.L-1 e 80 g.L-1 de carbono, tendo extrato de levedura como fonte proteica, obtendo-se concentrações de 3,6 ± 1,6 x 109 blastosporos.mL-1 e 4,0 ± 0,6 x 109 blastosporos.mL-1, respectivamente, após quatro dias. Os resultados demonstram a viabilidade da produção de blastosporos de M. rileyi, por fermentação líquida. / Metarhizium rileyi is an important fungus pathogenic to various species of defoliating pests of the family Noctuidae. There is a great demand for mass production of this fungus, but there is still no commercial products in the Brazilian market. The objectives of this study were to evaluate the conidial production of M. rileyi by solid fermentation using different grains and cereals and the production of blastospores by liquid fermentation in media with different sources of carbon and nitrogen. In the production of conidia in solid substrate, the isolated ESALQ 1305 was used in eight treatments with grains/cereals incubated for 15 days. For the production of blastospores in liquid substrate, four sequential experiments were conducted using different media, concentrations of pre-cultivation, sources of carbon, nitrogen, C:N ratio and cultivation time where tested. Data were analyzed by the use of ANOVA and post hoc comparisons of means using the Tukey\'s test to 5%. The solid substrates resulting in higher production of conidia were black-eyed beans milled without sieving (7.4 ± 2.8 x 108 conidia.g-1) and wheat milled and sieved (3.3 ± 1.2 x 108 conidia.g-1). In the liquid fermentation experiments to 300 R.P.M. and 25 °C it was observed that the media developed by Jaronski and Jackson (2012) with C:N ratio of 50:1, provides the greatest concentration of blastospores of M. rileyi. The best results were obtained in the last experiment with the isolate ESALQ 1305, when the pre-cultivation was conducted in media containing concentration of carbon of 36 g.L-1 and C:N ratio of 50:1, inoculated in the ratio of 105 blastosporos.mL-1 in culture media containing 40 g.L-1 and 80 g.L-1 of carbon, using yeast extract as protein source, obtaining the concentrations of 3.6 ± 1.6 x 109 blastospores.mL-1 and 4.0 ± 0.6 x 109 blastospores.mL-1, respectively, after four days. The results demonstrate the viability of high-yield production of blastospores of M. rileyi by liquid fermentation.
9

Manejo de Plutella xylostella (Lepidoptera : Plutellidae) : parasitismo por Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera : Trichogrammatidae) e susceptibilidade de populações a Bacillus thuringiensis Berliner / Management of Plutella xylostella (Lepidoptera : Plutellidae) : parasitism by Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera : Trichogrammatidae) and susceptibility to Bacillus thuringiensis Berliner

ZAGO, Hugo Bolsoni 04 February 2008 (has links)
Submitted by (edna.saturno@ufrpe.br) on 2016-12-01T15:25:09Z No. of bitstreams: 1 Hugo Bolsoni Zago.pdf: 898683 bytes, checksum: a6a8ab8ddd71419162e9faad7a47b971 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-12-01T15:25:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Hugo Bolsoni Zago.pdf: 898683 bytes, checksum: a6a8ab8ddd71419162e9faad7a47b971 (MD5) Previous issue date: 2008-02-04 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The diamondback moth (DBM), Plutella xylostella (L.) is a key pest of cabbage in the Agreste area of Pernambuco state. Despite of being a key pest, the DBM is attacked by several natural enemies including the egg parasitoid, Trichogramma. In addition, formulated insecticides with different strains of Bacillus thuringiensis Berliner are widely used to control the larval stages. Thus, this research aimed to search for a local species or population of Trichogramma; to study its biological characteristics and parasitism on DBM eggs; to investigated the oviposition site preference of DBM and its parasitism by Trichogramma on cabbage plants at pre- and post-head formation in the field and; to investigate the susceptibility of 10 Brazilian populations of DBM relative to the commercial formulations of B. thuringiensis var. kurstaki (Dipel®WP) (Btk) and B. thuringiensis var. aizawai (Xentari®WG). Trichogramma survey was conducted in areas with organic-growing vegetables, Chã-Grande County, PE. The collected species wasTrichogramma pretiosum Riley. The biological characteristics and parasitism were similar for this population parasitizing DBM eggs and eggs of the laboratory standard host, Anagasta kuehniella (Zeller). In the field, the parasitism of DBM eggs by T. pretiosum was associated with the moth oviposition site preference and exhibited a positive relationship with egg availability; but, the eggparasitism rate was density independent across both plant ages. The oviposition of DBM on cabbage plants at pre-head formation and its parasitism was equally distributed across the plant leaves. At this plant age, the basal part of the leaf and the upper leaf surface were the preferred places for oviposition and parasitism. Plants at post-head formation stage had higher oviposition and parasitism on the central leaf wrapping the head and in the upper leaf surface. The susceptibility of DBM to the insecticides Btk and Bta resulted in significant levels of resistance. The resistance ratio was 180 and 999 times to the recommended rates of Bta and Btk, respectively. Furthermore, variation of larvae and adults regarding walking and oviposition behavior were observed among the populations using treated and untreated cabbage leaf discswith Bta and Btk. / traça-das-crucíferas, Plutella xylostella (L.) é praga-chave do repolho no Agreste de Pernambuco. Apesar da condição de praga-chave, ela possui vários inimigos naturais incluindo o parasitóide de ovos Trichogramma. Além de que seu controle é feito com inseticidas à base de Bacillus thuringiensis Berliner. Deste modo, esta pesquisa teve como objetivos realizar a coleta de uma população Trichogramma spp. associado a cultivo orgânico de brássicas no Agreste de Pernambuco; estudar a biologia e o parasitismo da espécie coletada, no hospedeiro P. xylostella, comparado ao hospedeiro de criação Anagasta kuehniella (Zeller) (Lep.: Pyralidae); investigar a distribuição da oviposição de P. xylostella e seu parasitismo por Trichogramma em repolho antes e após formação da cabeça e; investigar a susceptibilidade de populações de P. xylostella as formulações comerciais de B. thuringiensis var. kurstaki (Dipel® WP) (Btk) e B. thuringiensis var. aizawai (Xentari® WG) (Bta). Foram realizadas coletas de Trichogramma em cultivo orgânico nomunicípio de Chã-Grande, PE. A coleta resultou na espécie Trichogramma pretiosum Riley (Hym.: Trichogrammatidae). As características biológicas e o parasitismo desta população em ovos de P. xylostella e no hospedeiro alternativo, Anagasta kuehniella (Zeller), foram similares. O parasitismo de ovos de P. xylostella por T. pretiosum, em campo, foi associado ao local de maioroviposição da praga e mostrou-se positivamente correlacionado com a quantidade de ovos depositados pela praga em diferentes estruturas da planta, porém com taxas de parasitismo independentes da densidade. A oviposição de P. xylostella e seu parasitismo por T. pretiosum em plantas de repolho antes da formação da cabeça foram igualmente distribuídas entre as folhas. A parte basal e a epiderme superior das folhas foram às localidades preferidas para oviposição e parasitismo, respectivamente. Plantas após a formação de cabeça tiveram maior oviposição e parasitismo na folha central envolvendo a cabeça e na epiderme superior desta folha. Com relação à susceptibilidade de P. xylostella aos inseticidas Dipel e Xentari, foram constatados consideráveis níveis de resistência. A razão de resistência de até 180 e 999 vezes a concentração recomendada de Dipel e Xentari, bem como foram observadas variações no comportamento de caminhamento das larvas e preferência de oviposicão em discos foliares tratados e não tratadoscom Dipel e Xentari entre as populações estudadas. Assim, neste estudo foi identificado populações da traça-das-crucíferas com significativos níveis de resistência a formulações comercias de B. thuringiensis.
10

Reprodução e ovogênese de Palmistichus elaeisis (Hymenoptera: Eulophidae) / Reproduction and oogenesis of Palmistichus elaeisis (Hymenoptera: Eulophidae).

Morais, Wagner Calixto de Castro 26 July 2016 (has links)
Submitted by Nathália Faria da Silva (nathaliafsilva.ufv@gmail.com) on 2017-10-02T14:34:32Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 406117 bytes, checksum: 08528272553326a585dffb346bc942e6 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-10-02T14:34:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 406117 bytes, checksum: 08528272553326a585dffb346bc942e6 (MD5) Previous issue date: 2016-07-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / A redução dos prejuízos causados por insetos-praga é fundamental para o aumento da produtividade agrícola e florestal. O controle biológico de pragas emprega inimigos naturais para a redução de populações de pragas. Parasitoides são inimigos naturais que se desenvolvem em hospedeiros, levando-os à morte. Hospedeiros alternativos são usados para criação massal de parasitoides em laboratório e a escolha do hospedeiro adequado é essencial para aumentar a eficiência dos parasitoides em programas de controle biológico. A vespa Palmistichus elaeisis Delvare & LaSalle, 1993 (Hymenoptera: Eulophidae) parasita espécies de importância agrícola e florestal. Neste trabalho, aspectos da biologia reprodutiva desse parasitoide foram avaliados com os hospedeiros Diaphania hyalinata (Linnaeus, 1767) (Lepidoptera: Crambidae) e Tenebrio molitor Linnaeus, 1758 (Coleoptera: Tenebrionidae). No primeiro capítulo, o parasitismo, a emergência e parâmetros reprodutivos de P. elaeisis foram comparados entre hospedeiros. Ambos hospedeiros foram parasitados e promoveram a emergência do parasitoide. Indivíduos de P. elaeisis, emergidos de T. molitor, foram maiores que aqueles de D. hyalinata, com ciclo biológico menor. O tamanho da prole, a razão sexual e a longevidade dos adultos do parasitoide foram semelhantes entre hospedeiros. No segundo capítulo, a estrutura do aparelho reprodutor feminino e o desenvolvimento de ovos de P. elaeisis criado nos diferentes hospedeiros foram avaliados. A anatomia do aparelho reprodutor desse parasitoide foi semelhante em indivíduos criados em ambos os hospedeiros. O desenvolvimento dos ovos do parasitoide foi mais rápido para fêmeas emergidas de T. molitor, completamente formados 24 horas após a emergência. Este trabalho contribui para aumentar o conhecimento da reprodução de P. elaeisis em hospedeiros alternativos para a criação massal e fornece informações sobre o desenvolvimento dos ovos, que auxiliam na produção e liberação desse parasitoide em programas de controle biológico. / The reduction of losses caused by insect pests is essential for increasing agricultural and forest productivity. Biological pest control uses natural enemies to reduce pest populations. Parasitoids are natural enemies that develop in hosts, causing them to death. Alternative hosts are used for mass rearing of parasitoids in the laboratory and the choice of suitable host is essential to increase the efficiency of parasitoids in biological control programs. The wasp Palmistichus elaeisis Delvare & LaSalle, 1993 (Hymenoptera: Eulophidae) parasites species of agricultural and forestry importance. In this work, aspects of reproductive biology of this parasitoid were evaluated with the hosts Diaphania hyalinata (Linnaeus, 1767) (Lepidoptera: Crambidae) and Tenebrio molitor Linnaeus, 1758 (Coleoptera: Tenebrionidae). In the first chapter, the parasitism, emergence and reproductive parameters of P. elaeisis were compared between hosts. Both hosts were parasitized and promoted the emergence of the parasitoid. Individuals of P. elaeisis, emerged from T. molitor, were higher than those of D. hyalinata with lower life cycle. The size of the offspring, sex ratio and longevity of parasitoid adults were similar between hosts. In the second chapter, the ultrastructure of the female reproductive system and the development of P. elaeisis eggs reared in different hosts were evaluated. The anatomy of the reproductive system of this parasitoid was similar in adults raised in both hosts. The development of the parasitoid eggs was faster for females emerged from T. molitor, completely formed 24 hours after emergence. This work contributes to increase knowledge of P. elaeisis reproduction in alternative hosts for mass rearing and provides information on the eggs development, which help in production and release of this parasitoid in biological control programs.

Page generated in 0.0725 seconds