• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 10
  • Tagged with
  • 10
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Gibellula spp. associadas a aranhas da Mata do Paraíso, Viçosa-MG / Gibellula spp. associated with spiders of Mata do Paraíso, Viçosa-MG

Costa, Pricila Palla 24 February 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-26T13:52:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1428549 bytes, checksum: e5f4d14aaf06e63420c374bb81738d9b (MD5) Previous issue date: 2014-02-24 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Fungi belonging to the genus Gibellula are found parasitizing spiders and have wide distribution in tropical and subtropical regions of the planet. This genus is spider specific and it is believed that this specificity is related to infection mechanism that probably acts at the level of the exoskeleton. Although many reports and descriptions of Gibellula spp. in the literature, there is no approach to the ecology of these natural enemies of spiders. Moreover, the knowledge of this kind in Brazil is extremely scarce. Therefore the aim of this study was to conduct a survey of the species of Gibellula in Research, Training and Environmental Education Mata do Paraiso, Viçosa - MG station, and to make a study of classical taxonomy, and establish relationships between host-pathogen interaction. Were performed collections in different areas of the forest in order to favor the detection of greater quantity and diversity of these fungi. The mummified spiders were identified to better understand the host-pathogen relationship. Were collected a total of 79 parasitized spiders that were distributed in ten families (Anyphaenidae, Araneidae, Corinnidae, Linyphiidae, Pholcidae, Salticidae, Sparassidae, Theridiidae, Thomisidae, Zodariidae), the most frequent Anyphaenidae (25.3%) and Pholcidae (26.6 %). Of the 79 fungi specimens collected, 20 ( 25.3%) were isolated and kept in pure culture. Among them nine species of Gibellula were identified, including Gibellula dimorpha was first reported in Brazil , and five new species will be proposed. / Fungos pertencentes ao gênero Gibellula são encontrados parasitando aranhas e possuem ampla distribuição pelas regiões tropicais e subtropicais do planeta. Este gênero é específico de aranhas e acredita-se que essa especificidade esteja relacionada ao mecanismo de infecção que provavelmente atua em nível de exoesqueleto. Apesar de diversos relatos e descrições de Gibellula spp. na literatura, não há nenhuma abordagem relativa a ecologia desses inimigos naturais em aranhas. Além disso, o conhecimento a respeito desse gênero no Brasil é extremamente escasso. Portanto o objetivo deste trabalho foi conduzir um levantamento das espécies de Gibellula na Estação de Pesquisas, Treinamento e Educação Ambiental Mata do Paraíso, Viçosa-MG, bem como efetuar um estudo de taxonomia clássica, e estabelecer relações de interação entre patógeno-hospedeiro. Foram realizadas coletas em diferentes áreas da mata de forma a favorecer a detecção de maior quantidade e diversidade desses fungos. As aranhas mumificadas foram identificadas para melhor compreensão da relação patógeno-hospedeiro. Foram coletadas um total de 79 aranhas parasitadas que se distribuíram em dez famílias (Anyphaenidae, Araneidae, Corinnidae, Linyphiidae, Pholcidae, Salticidae, Sparassidae, Theridiidae, Thomisidae, Zodariidae), sendo as mais frequentes Anyphaenidae (25,3%) e Pholcidae (26,6%). Dos 79 espécimes de fungos coletados, 20 (25,3%) foram isolados e mantidos em cultura pura. Dentre eles, nove espécies de Gibellula foram identificadas, entre as quais Gibellula dimorpha foi relatada pela primeira vez no Brasil, e cinco espécies novas serão propostas.
2

Controle de Mahanarva frimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae) em duas variedades de cana-de-açúcar, no estado de Alagoas / Control of Mahanarva frimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae) in two variety of sugarcane, in the state of Alagoas

Carvalho, Lucyo Wagner Torres de 22 March 2007 (has links)
Despite the easiness of adaptation to the climate of Brazil, pests the culture of the sugarcane faces a series of fitossanitary problem, such as the incidence, that diminish the production and the productivity, causing economic damage for the producers. The spittlebug Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae) is one of the main pests of the sugarcane not only in Alagoas as also in other states of Brazil. Currently, in result of the indiscriminate use of insecticides, the use of the Biological Control becomes necessary, which is not pollutant, it does not unbalance the environment and he is not toxic. In this way some plants of the State of Alagoas are using fungous entomopathogenic Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, to reach the control of the spittlebug. This work had as objective to evaluate the efficiency of the Evidence® insecticide and two dosages of biological insecticide M. anisopliae in the control of the spittlebug. Two experiments had been conducted, in the cane-plantation region of the Plant Waterfall located in Maceió-AL, the period understood between July and September of 2006. Initially a population evaluation of nymphs and adults was carried through and the others to the 15, 30 and 45 days after the treatments. The application of the insecticides occurred in 19 of July and a reapplication of the biological insecticide in 22 of August. In experiment 1 the nymphs had been observed populations varying of 49 the 67 and the presence of adults of M. fimbriolata were not evidenced. The treatments had not differed between itself to the 5% for the test distribution free of Kruskal-Wallis, but the test of percentage of efficiency of Henderson and Tilton indicated for decreasing order of efficiency percentage the dosages, of 1,5L/ha of Evidence®, 20kg/ha of fungous and 10kg/ha of fungous with 72,48%, 62.35% and 24.76% respectively for nymphs; and 42.25%, 34.54% and 15.51% respectively for adults. In each area the test distribution free of Kruskal-Wallis was observed in accordance with that the numbers of nymphs had differed between the periods in all the treatments and that in the area dealt with Evidence® difference in the number of adults did not only occur 5% of significance. It had a high positive correlation between rainfall and amount of nymphs in the areas dealt with 20kg/ha to fungous and 1,5L/ha of Evidence®. In the area dealt with 10kg/ha to fungous and in the Control, an average correlation was observed. Also it was observed an average negative correlation between rainfall and amount of adults in the treated areas and Control. In experiment 2 the nymphs had been initially observed populations varying of 51 the 101. The presence of adults varying of 1 the 2 was evidenced, the treatments had not differed between itself to the level of 5% of significance for the test of Kruskal-Wallis, but the method of Henderson and Tilton indicated for decreasing order of efficiency percentage the dosages, of 1,5L/ha of Evidence®, 20kg/ha of fungous and 10kg/ha of fungous with 94,33%, 65.08% and 51.37% respectively for nymphs; e 93.33%, 70% and 50% respectively for adults. In each area it was observed for the test of Kruskal-Wallis that the number of nymphs between the periods did not only differ in the Control and that difference in the number of adults in treatment of 10 kg/ha of fungous the 5% of significance only occurred. In all the analyses were applied the Polynomial Regression so that if it could follow the development of the pest. To if analyzing the data they had been evidenced that it occurred a high positive correlation between rainfall and amount of nymphs in the areas dealt with 10 and 20 kg/ha to fungous and with 1,5L/ha of Evidence®, in the Control observed an average correlation. Also an average negative correlation between rainfall was observed and amount of adults of the areas dealt with 10 and 20kg/ha to fungous and Control, however, in the area dealt with 1,5L/ha of Evidence® got a negative correlation decrease. The total cost of the application of the Evidence® had been minor who of the other treatments, but is important to take in consideration the happened risks of the use of the pesticides. / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Apesar da facilidade de adaptação ao clima do Brasil, a cultura da cana-de-açúcar, Saccharum officinarum L. (Poaceae), enfrenta uma série de problemas fitossanitários, que geram prejuízos para os produtores, destacando-se a cigarrinha-da-raiz, Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae), como uma das principais pragas não só em Alagoas como também em outros Estados do Brasil. Atualmente, em decorrência do uso indiscriminado de inseticidas, fazse necessário o uso do Controle Biológico, estratégia não-poluente, não-tóxica e que não desequilibra o meio ambiente. Considerando que, para controlar essa praga, algumas usinas de Alagoas vêm utilizando o fungo entomopatógeno Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, através desse trabalho pretende-se avaliar a eficiência do inseticida químico Evidence® e do inseticida biológico M. anisopliae no controle da cigarrinha-da-raiz. Para tanto, conduziram-se dois experimentos, na região canavieira da Usina Cachoeira localizada no município de Maceió, Alagoas, entre julho e setembro de 2006. Antes da aplicação dos tratamentos foi realizada uma avaliação populacional de ninfas e de adultos. Depois foram feitas mais três, 15, 30 e 45 dias após os tratamentos (pulverização aérea em 19 de julho e em 22 de agosto). Foram utilizadas duas cultivares (SP813250, no experimento 1, e RB855035, no experimento 2). No experimento 1, foram observadas populações variando de 49 a 67 ninfas e não foi constatada a presença de adultos de M. fimbriolata. Os tratamentos não diferiram entre si a 5% pelo teste não paramétrico de Kruskal-Wallis, mas o teste de porcentagem de eficiência de Henderson e Tilton indicou por ordem decrescente de porcentagem de eficiência, as dosagens, de 1,5L/ha de Evidence®, 20kg/ha de fungo e 10kg/ha de fungo com 72,48%, 62,35% e 24,76% respectivamente para ninfas; e 42,25%, 34,54% e 15,51% respectivamente para adultos. Em cada área observou-se de acordo com o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis que os números de ninfas diferiram entre os períodos em todos os tratamentos e que, somente na área tratada com Evidence® não ocorreu diferença no número de adultos a 5% de significância. Houve uma correlação positiva alta entre precipitação pluviométrica e quantidade de ninfas nas áreas tratadas com 20kg/ha de fungo e com 1,5L/ha de Evidence®. Na área tratada com 10kg/ha de fungo e na Testemunha, observouse uma correlação média. Também foi constatada uma correlação negativa média entre precipitação pluviométrica e quantidade de adultos nas áreas tratadas e Testemunha. No experimento 2 inicialmente foram observadas populações variando de 51 a 101 ninfas. Foi verificada a presença de adultos variando de 1 a 2. Os tratamentos não diferiram entre si ao nível de 5% de significância pelo teste de Kruskal-Wallis, mas o método de Henderson e Tilton indicou por ordem decrescente de porcentagem de eficiência as dosagens de 1,5L/ha de Evidence®, 20kg/ha de fungo e 10kg/ha de fungo com 94,33%, 65,08% e 51,37%, respectivamente para ninfas; e 93,33%, 70% e 50%, respectivamente para adultos. Em cada área observou-se pelo teste de Kruskal-Wallis que o número de ninfas entre os períodos só não diferiu na Testemunha e que somente ocorreu diferença no número de adultos no tratamento 10 kg de fungo/ha a 5% de significância. Em todas as análises foi aplicada a Regressão Polinomial para que se pudesse acompanhar o desenvolvimento da praga. Ao se analisar os dados constatou-se que ocorreu uma correlação positiva alta entre Precipitação Pluviométrica e quantidade de ninfas nas áreas tratadas com 10 e 20 kg/ha de fungo e com 1,5L/ha de Evidence® e na Testemunha observou-se uma correlação média. Foi também observada uma correlação negativa média entre precipitação pluviométrica e quantidade de adultos nas áreas tratadas com 10 e 20kg/ha de fungo e Testemunha; porém, na área tratada com 1,5L/ha de Evidence® obteve-se uma correlação negativa baixa. Os custos totais da aplicação do Evidence® foram menores que o dos outros tratamentos, mas é importante levar-se em consideração os riscos advindos da utilização do agrotóxico.
3

Manejo de Plutella xylostella (Lepidoptera : Plutellidae) : parasitismo por Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera : Trichogrammatidae) e susceptibilidade de populações a Bacillus thuringiensis Berliner / Management of Plutella xylostella (Lepidoptera : Plutellidae) : parasitism by Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera : Trichogrammatidae) and susceptibility to Bacillus thuringiensis Berliner

ZAGO, Hugo Bolsoni 04 February 2008 (has links)
Submitted by (edna.saturno@ufrpe.br) on 2016-12-01T15:25:09Z No. of bitstreams: 1 Hugo Bolsoni Zago.pdf: 898683 bytes, checksum: a6a8ab8ddd71419162e9faad7a47b971 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-12-01T15:25:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Hugo Bolsoni Zago.pdf: 898683 bytes, checksum: a6a8ab8ddd71419162e9faad7a47b971 (MD5) Previous issue date: 2008-02-04 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The diamondback moth (DBM), Plutella xylostella (L.) is a key pest of cabbage in the Agreste area of Pernambuco state. Despite of being a key pest, the DBM is attacked by several natural enemies including the egg parasitoid, Trichogramma. In addition, formulated insecticides with different strains of Bacillus thuringiensis Berliner are widely used to control the larval stages. Thus, this research aimed to search for a local species or population of Trichogramma; to study its biological characteristics and parasitism on DBM eggs; to investigated the oviposition site preference of DBM and its parasitism by Trichogramma on cabbage plants at pre- and post-head formation in the field and; to investigate the susceptibility of 10 Brazilian populations of DBM relative to the commercial formulations of B. thuringiensis var. kurstaki (Dipel®WP) (Btk) and B. thuringiensis var. aizawai (Xentari®WG). Trichogramma survey was conducted in areas with organic-growing vegetables, Chã-Grande County, PE. The collected species wasTrichogramma pretiosum Riley. The biological characteristics and parasitism were similar for this population parasitizing DBM eggs and eggs of the laboratory standard host, Anagasta kuehniella (Zeller). In the field, the parasitism of DBM eggs by T. pretiosum was associated with the moth oviposition site preference and exhibited a positive relationship with egg availability; but, the eggparasitism rate was density independent across both plant ages. The oviposition of DBM on cabbage plants at pre-head formation and its parasitism was equally distributed across the plant leaves. At this plant age, the basal part of the leaf and the upper leaf surface were the preferred places for oviposition and parasitism. Plants at post-head formation stage had higher oviposition and parasitism on the central leaf wrapping the head and in the upper leaf surface. The susceptibility of DBM to the insecticides Btk and Bta resulted in significant levels of resistance. The resistance ratio was 180 and 999 times to the recommended rates of Bta and Btk, respectively. Furthermore, variation of larvae and adults regarding walking and oviposition behavior were observed among the populations using treated and untreated cabbage leaf discswith Bta and Btk. / traça-das-crucíferas, Plutella xylostella (L.) é praga-chave do repolho no Agreste de Pernambuco. Apesar da condição de praga-chave, ela possui vários inimigos naturais incluindo o parasitóide de ovos Trichogramma. Além de que seu controle é feito com inseticidas à base de Bacillus thuringiensis Berliner. Deste modo, esta pesquisa teve como objetivos realizar a coleta de uma população Trichogramma spp. associado a cultivo orgânico de brássicas no Agreste de Pernambuco; estudar a biologia e o parasitismo da espécie coletada, no hospedeiro P. xylostella, comparado ao hospedeiro de criação Anagasta kuehniella (Zeller) (Lep.: Pyralidae); investigar a distribuição da oviposição de P. xylostella e seu parasitismo por Trichogramma em repolho antes e após formação da cabeça e; investigar a susceptibilidade de populações de P. xylostella as formulações comerciais de B. thuringiensis var. kurstaki (Dipel® WP) (Btk) e B. thuringiensis var. aizawai (Xentari® WG) (Bta). Foram realizadas coletas de Trichogramma em cultivo orgânico nomunicípio de Chã-Grande, PE. A coleta resultou na espécie Trichogramma pretiosum Riley (Hym.: Trichogrammatidae). As características biológicas e o parasitismo desta população em ovos de P. xylostella e no hospedeiro alternativo, Anagasta kuehniella (Zeller), foram similares. O parasitismo de ovos de P. xylostella por T. pretiosum, em campo, foi associado ao local de maioroviposição da praga e mostrou-se positivamente correlacionado com a quantidade de ovos depositados pela praga em diferentes estruturas da planta, porém com taxas de parasitismo independentes da densidade. A oviposição de P. xylostella e seu parasitismo por T. pretiosum em plantas de repolho antes da formação da cabeça foram igualmente distribuídas entre as folhas. A parte basal e a epiderme superior das folhas foram às localidades preferidas para oviposição e parasitismo, respectivamente. Plantas após a formação de cabeça tiveram maior oviposição e parasitismo na folha central envolvendo a cabeça e na epiderme superior desta folha. Com relação à susceptibilidade de P. xylostella aos inseticidas Dipel e Xentari, foram constatados consideráveis níveis de resistência. A razão de resistência de até 180 e 999 vezes a concentração recomendada de Dipel e Xentari, bem como foram observadas variações no comportamento de caminhamento das larvas e preferência de oviposicão em discos foliares tratados e não tratadoscom Dipel e Xentari entre as populações estudadas. Assim, neste estudo foi identificado populações da traça-das-crucíferas com significativos níveis de resistência a formulações comercias de B. thuringiensis.
4

Aspectos biológicos de Neozygites floridana (Weiser & Muma) (Zygomycetes : Entomophthorales) e dinâmica populacional deTetranychus evansi Baker & Prictchard (Acari : Tetranychidae) e seus inimigos naturais em Solanum americanum Mill / Biological aspects of Neozygites floridana (Weiser & Muma) (Zygomycetes: Entomophorales) and population dynamics of Tetranychus evansi Baker & Pritchard (Acari: Tetranychidae) and their natural enemies in Solanum americanum Mill.

RIBEIRO, Ana Elizabete Lopes 20 February 2009 (has links)
Submitted by (edna.saturno@ufrpe.br) on 2016-11-22T13:47:20Z No. of bitstreams: 1 Ana Elizabete Lopes Ribeiro.pdf: 647150 bytes, checksum: d6f6ac0c70b90999363b5fddfcd687c2 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-22T13:47:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ana Elizabete Lopes Ribeiro.pdf: 647150 bytes, checksum: d6f6ac0c70b90999363b5fddfcd687c2 (MD5) Previous issue date: 2009-02-20 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Neozygites floridana (Weiser & Muma) (Zygomycetes: Entomophthorales) infects several species of Tetranychidae in different locations around the world. In Brazil, N. floridana was reported in Tetranychus evansi Baker & Pritchard and Tetranychus urticae Koch. Disease caused by this pathogen on tetranychids indicates its potential in biological control programs. In this study was tested the specificity of N. floridana isolates to different species of Tetranychidae, the epizootiology of this fungus in a greenhouse, in semi-field and in the field on T. evansi in Solanum americanum Mill., and evaluated the combination of some biotic and abiotic factors on the formation of resting spores. For all strains studied contamination, infection and mummification was always higher to the species of mites from which the strains were obtained. The main natural enemies of T. evansi were N. floridana and Phytoseiulus longipes Evans. The population increase of tetranychids was always followed by increases in the density of natural enemies. It was found that the population density of natural enemies is strongly influenced by climatic factors and the density of T. evansi. The occurrence of N. floridana appears to be restricted to periods of highest rainfall from May to September. The predator P. longipes had itshighest population density during the dry period of the year, from October to February. The mites with resting spores were only 0.03%, from 13,516 mites evaluated. All mites found with resting spores belonged to the species T. evansi and to isolate LQ4. During the dry season we did not observe N. floridana structures in adult females of T. evansi under conditions of semi-field. S. americanum is a natural host for maintenance of populations of T. evansi and also allows the development of natural enemies such as N. floridana and P. longipes in the field. / Neozygites floridana (Weiser & Muma) (Zygomycetes: Entomophthorales) tem sido relatado infectando diversas espécies de Tetranychidae em diferentes locais do mundo. No Brasil, N. floridana foi relatado em Tetranychus evansi Baker & Pritchard e Tetranychus urticae Koch. Epizootias causadas por este patógeno a populações de tetraniquídeos indicam um potencial para uso deste agente no controle biológico. Neste trabalho testou-se a especificidade de cinco isolados de N. floridana a diferentes espécies de Tetranychidae; estudou-se a epizootiologia deste fungo e a ação de Phytoseiulus longipes Evans (Acari: Phytoseiidae) em condições de casa-de-vegetação, semi-campo e campo sobre T. evansi em Solanum americanum Mill., além do efeito de alguns fatores bióticos e abióticos na formação de esporos de resistência de N. floridana. Os estudos revelaram que os isolados estudados apresentaram maior contaminação, infecção e mumificação para as espécies de ácaros das quais foram obtidos. Os principais inimigos naturais de T. evansi em S. americanum no Recife-PE foram N. floridana e P. longipes. O aumento populacional desse tetraniquídeo foi sempre seguido por aumentos na densidade dos inimigos naturais. Verificou-se que, além de estar diretamente ligada à densidade de T. evansi, a densidade populacional dosinimigos naturais é bastante influenciada por fatores climáticos. A época de ocorrência de N. floridana esta restrita ao período de maior precipitação, entre os meses de maio-setembro. O predador P. longipes teve sua densidade populacional elevada durante o período mais seco do ano, entre outubro e fevereiro. A proporção de ácaros com esporos de resistência foi 0,03%, em um total de 13.516 ácaros avaliados. Todos os ácaros encontrados com esporos de resistência pertenciam à espécie T. evansi e ao isolado LQ4. S. americanum é um hospedeiro natural para manutenção de populações de T. evansi e também permite o desenvolvimento de inimigos naturais como N. floridana e P. longipes em condições de campo.
5

Seleção de isolados de Bacillus thuringiensis BERLINER para Tetranychus urticae KOCH / Screening of Bacillus thuringiensis BERLINER against Tetranychus urticae KOCH.

Silveira, Luiz Flávio Vianna 18 December 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2016-12-23T14:37:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Luiz Flavio Viana Silveira.pdf: 245277 bytes, checksum: 26301d89e5bb37d0ef6f45525b380723 (MD5) Previous issue date: 2008-12-18 / A cultura do mamão tem grande importância econômica para o Brasil, sendo o maior produtor mundial, com área colhida de 36.650 hectares e 24% da produção mundial, e, para o Espírito Santo, segundo maior produtor, com 39,7% do total nacional, e responsável por 74% na exportação. O ataque de pragas nessa cultura pode reduzir consideravelmente a produção e a qualidade do produto colhido, sendo que, uma das principais pragas é o ácaro rajado Tetranychus urticae Koch (1836). O uso do controle químico de forma descontrolada leva a sérias conseqüências como a presença de resíduos em frutos acima do permitido e surgimento de populações resistentes. Faz-se necessário o uso de alternativas de manejo do ácaro, como o controle biológico, que vem sendo utilizado como ferramenta no manejo de diversas pragas de importância agrícola no mundo. Por isso, o objetivo deste trabalho foi selecionar isolados de Bacillus thuringiensis Berliner (1911) (Bt) que sejam patogênicos para o ácaro rajado na cultura do mamão. Foram avaliados 120 isolados de B. thuringiensis Berliner (1911) quanto à patogenicidade em T. urticae Koch (1836). Cada isolado, contendo 3 x 108 esporos viáveis/mL de água destilada autoclavada, constituiu em um tratamento com 8 repetições, em arenas de folhas de feijão-de-porco Canavalia ensiformes com 4,5 cm de diâmetro. Cada repetição continha 10 fêmeas adultas do ácaro e após 5 dias da transferência, a mortalidade foi quantificada e posteriormente corrigida pela fórmula de Abbott (1925). Os resultados foram submetidos ao teste de Scott Knott, ao nível de 5%. Os testes em condições de laboratório mostraram que há ação tóxica de Bacillus thuringiensis em Tetranychus urticae.
6

Eficiência de inseticidas químicos e associação com o fungo Isaria javanica sobre ninfas e adultos de mosca-branca / Efficiency of chemical insecticides and association with Isaria javanica fungus on whitefly nymphs and adults

Santos, Tássia Tuane Moreira dos 21 February 2017 (has links)
Submitted by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2017-03-24T12:07:34Z No. of bitstreams: 2 Dissertação - Tássia Tuane Moreira dos Santos - 2017.pdf: 1707301 bytes, checksum: 711b52250570075b4b92d21dd0f3edc0 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Approved for entry into archive by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2017-03-24T12:08:10Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertação - Tássia Tuane Moreira dos Santos - 2017.pdf: 1707301 bytes, checksum: 711b52250570075b4b92d21dd0f3edc0 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-24T12:08:10Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação - Tássia Tuane Moreira dos Santos - 2017.pdf: 1707301 bytes, checksum: 711b52250570075b4b92d21dd0f3edc0 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2017-02-21 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / The main damage of whitefly Bemisia tabaci biotype B on beans is virus transmission such as Bean golden mosaic virus (BGMV) and Cowpea mild mottle virus (CpMMV). Different insecticides mechanisms of action, use of selective molecules and alternative methods of control are important techniques for management of this insect. Therefore, this study was conducted to test the efficiency of chemical insecticides on mortality of whiteflies adults and CpMMV transmission on BGMV-resistant transgenic common bean; and to verify the combination of chemical insecticides in sublethal doses with the entomopathogeni fungus Isaria javanica on control of B. tabaci nymhps in commom bean. In first part of the study two experiments were conducted with seed treatments, one with foliar application and another with the combination with seed treatment and foliar application. Experiments were conducted in screenhouse. In first experiment with seeds treatment thiametoxam FS at 300, 500, 700 mL and imidacloprid+thiodicarb FS at 500, 600 e 800 mL were tested. In second experiment were used higher doses of thiametoxam FS (500, 700 e 900 mL) and imidacloprid+thiodicarb FS (600, 800 e 1.000 mL). In foliar application were evaluated the insecticides thiamethoxam+cyantraniliprole WG and flupyradifurone SL at 500 e 750 mL ha-1, thiamethoxam + lambda-cyhalothrin SC and thiamethoxam WG both at 300 mL ha-1. In combination of seed treatment and foliar application the treatments were plants treated only with seed treatment or with ST following 1, 2, 3 or 4 foliar applications with different insecticides at five-days intervals. On second stage, at laboratory the compatibility of spiromesifen and buprofezin with I. javanica was observed. Different insecticides concentrations (12.5; 25; 50 and 100 ppm) were added to conidia suspension. Germination of conidia, mycelial growth and conidial production were evaluated. On screenhouse were determined: 1) the sublethal (CL25) doses of insecticides spiromesifen and buprofezin to 2nd ínstar whitefly nymphs; 2) the bio-efficacy of different isolates of I. javanica to 2nd ínstar whitefly nymphs and 3) the effect of the combination between spiromesifen and buprofezin with I. javanica on control of 2nd ínstar whitefly nymphs. Nymphal mortality and sporulation on cadavers (2 and 3) were evaluated. As result was observed that thiametoxam + ciantraniliprole WG and flupiradifurone SL applied in foliar application resulted in higher mortality of whitefly adults. ST added 3 or 4 foliar application proportioned the highest mortality and reduction on CpMMV transmission. Insecticides are efficient on B. tabaci control; however, it does not avoid the virus transmission. The combinations of ST added 3 or 4 foliar application reduce the CpMMV on 50%. All I. javanica isolates caused nymphal mortalities. Spiromesifen and buprofezin were compatible with I. javanica. Additive and synergistic effects were observed. A management program of whitefly is important to reduction of CpMMV incidence on BGMV-resistant transgenic common bean. Besides, the combination of selective chemical insecticides and I. javanica on B. tabaci might increase the success of control. / O principal dano da mosca-branca Bemisia tabaci biótipo B na cultura do feijoeiro é a transmissão de vírus, como o Bean golden mosaic virus (BGMV) e o Cowpea mild mottle virus (CpMMV). A rotação de mecanismos de ação dos inseticidas, o uso de moléculas seletivas e de métodos de controle alternativos são técnicas importantes para o manejo deste inseto. Os objetivos do estudo foram testar a eficiência de inseticidas químicos na mortalidade de adultos de mosca-branca e na transmissão de CpMMV no feijoeiro geneticamente modificado resistente ao mosaico dourado (RMD) e a associação de inseticidas químicos em doses subletais com o fungo Isaria javanica no controle de ninfas de B. tabaci em feijoeiro-comum. Na primeira etapa do estudo em casa telada, dois experimentos foram realizados com tratamento de sementes, um com aplicação foliar e outro com a combinação de tratamento de sementes e aplicação foliar. No primeiro experimento com tratamento de sementes (TS) os inseticidas thiametoxam FS nas doses 300, 500, 700 mL e imidacloprid+thiodicarb FS nas doses 500, 600 e 800 mL foram testados. Já no segundo TS foram utilizados doses maiores de thiametoxam FS (500, 700 e 900 mL) e de imidacloprid+thiodicarb FS (600, 800 e 1000 mL). Em pulverização foram avaliados os inseticidas thiamethoxam+cyantraniliprole WG (500 e 750 mL ha-1), flupyradifurone SL (500 e 750 mL ha-1), thiamethoxam+lambda-cyhalothrin SC (300 mL ha-1) e thiamethoxam WG (300 mL ha-1). Na combinação de tratamento de sementes e aplicação foliar, as plantas foram tratadas apenas com TS ou com TS seguido de 1, 2, 3 ou 4 pulverizações com diferentes inseticidas a cada 5 dias. Na segunda etapa para verificar a compatibilidade dos inseticidas spiromesifen e buprofezin com o I. javanica, concentrações destes inseticidas (12,5; 25; 50 e 100 ppm) foram adicionadas à suspensão de conídios. Foram avaliados a germinação de conídios, crescimento micelial e produção de conídios. Em casa telada foram determinados: 1) a dose subletal (CL25) dos inseticidas spiromesifen e buprofezin a ninfas de mosca-branca; 2) a bio-eficácia de isolados de I. javanica à ninfas de mosca-branca; e 3) o efeito da combinação de spiromesifen e buprofezin e I. javanica no controle de ninfas de mosca-branca. A mortalidade das ninfas e a esporulação nos cadáveres (2 e 3) foram avaliadas. No primeiro estudo o tiametoxam+ciantraniliprole WG e flupiradifurona SL em pulverização foliar resultaram em maiores mortalidades de mosca-branca. Os inseticidas são eficientes no controle de mosca-branca. Apenas a combinação de TS mais 3 ou 4 pulverizações foliares reduzem a incidência de CpMMV. No segundo estudo, todos os isolados causaram morte de ninfas. Os inseticidas foram compatíveis com I. javanica. Efeitos aditivo e sinérgico foram observados entre I. javanica e spiromesifen e buprofezin no controle de ninfas de mosca-branca. Um programa de manejo de B. tabaci é importante para a redução de CpMMV no feijoeiro RMD. Além disso, a combinação de inseticidas sintéticos seletivos e o fungo I. javanica pode aumentar o sucesso do controle de ninfas de mosca-branca.
7

Bacillus thuringiensis: diversidade gênica, estrutura genética de populações e eficiência no controle de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae)

Thuler, Ana Maria Guidelli [UNESP] 21 September 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:54Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-09-21Bitstream added on 2014-06-13T20:24:20Z : No. of bitstreams: 1 thuler_amg_dr_jabo.pdf: 1407432 bytes, checksum: d7e6ed286b2d4a2ad8e9b2120b24b7ca (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Genética de Bactérias e Biotecnologia Aplicada (LGBBA) da FCAV-UNESP. Foram caracterizados geneticamente, por PCR, isolados de Bacillus thuringiensis, provenientes de três coleções brasileiras, quanto aos tipos de genes cry1, avaliando-se o efeito dos mesmos sobre uma população de Plutella xylostella caracterizando-se também os isolados de B. thuringiensis quanto à presença de enterotoxinas HBL, NHE e o regulador pleitrópico PLC, por verificação biomolecular, avaliando a variabilidade, bem como a estruturação genética de populações de B. thuringiensis, por PCR-RFLP. Verificou-se que existe uma distribuição homogênea das subclasses cry1 dentro do banco de isolados de B. thuringiensis, com maior porcentagem de isolados portadores dos genes cry1Ab (42,12%) e com menor porcentagem de representantes da subclasse cry1Db (0,6%). Nos bioensaios observou-se 100% de mortalidade para lagartas de P. xylostella com os isolados utilizados, indicando que combinações de tipos diferentes de genes cry1 apresentam ação tóxica para larvas de P. xylostella. Analisando a estrutura populacional de B. thuringiensis foram obtidos 78 haplótipos, definidos para as populações das diferentes coleções, e 76 haplótipos, definidos para as populações de diferentes regiões brasileiras, retratando a variabilidade genética para os loci hblA, plcR, nheBC e cry1 analisados. Segundo valores FSTs, de comparação duas a duas, diferenças significativas entre coleções e populações de B. thuringiensis provenientes das regiões brasileiras foram verificadas. Mesmo assim, alguns grupos formados são constituídos por uma população clonal de isolados da bactéria. / The work was developed in the Laboratory of Bacterias’ Genetics and Applied Biotechnology (LGBBA) at UNESP/ Jaboticabal Campus. There were genetically characterized, by PCR, isolates of B. thuringiensis, belonging to three Brazilian collections basead on cry1 gene content, evaluating their effects on Plutella xylostella. They were also characterized concerning their enterotoxins production such as HBL, NHE and the PLC virulence factor, using molecular techniques, so as to evaluate their gene diversities, as well as their population genetic, using the PCR-RFLP approach. It was observed a homogeneous distribution of the cry1 subclasses within B. thuringiensis strain collections studied, with bigger percentage of isolates showing the cry1Ab genes (42.12%) and with lower percentage of isolates for subclass cry1Db (0.6%). The bioassays have revealed 100% mortality to P. xylostella larvae meaning that the effectiveness of B. thuringiensis as a biological control agent does not depend at the cry genes content. When the B. thuringiensis population structure was considered, 78 haplotypes were defined for the strains contents of different collections and 76 haplotypes were defined for strains of different Brazilian regions, exhibiting the great genetic variability for hblA, plcR, nheBC and cry1 loci. According to the FSTs values for establish pair comparisons, significant differences among the B. thuringiensis collections and populations, were observed. Nevertheless some of the formed groups were considered as bacterial clonal population.
8

Bacillus thuringiensis : diversidade gênica, estrutura genética de populações e eficiência no controle de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae) /

Thuler, Ana Maria Guidelli. January 2007 (has links)
Orientador: Manoel Victor Franco Lemos / Banca: Janete Apparecida Desiderio Sena / Banca: Gislayne Fernandes Lemes Trindade Vilas-Bôas / Banca: Sérgio Antonio de Bortoli / Banca: Fernando Hercos Valicente / Resumo: O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Genética de Bactérias e Biotecnologia Aplicada (LGBBA) da FCAV-UNESP. Foram caracterizados geneticamente, por PCR, isolados de Bacillus thuringiensis, provenientes de três coleções brasileiras, quanto aos tipos de genes cry1, avaliando-se o efeito dos mesmos sobre uma população de Plutella xylostella caracterizando-se também os isolados de B. thuringiensis quanto à presença de enterotoxinas HBL, NHE e o regulador pleitrópico PLC, por verificação biomolecular, avaliando a variabilidade, bem como a estruturação genética de populações de B. thuringiensis, por PCR-RFLP. Verificou-se que existe uma distribuição homogênea das subclasses cry1 dentro do banco de isolados de B. thuringiensis, com maior porcentagem de isolados portadores dos genes cry1Ab (42,12%) e com menor porcentagem de representantes da subclasse cry1Db (0,6%). Nos bioensaios observou-se 100% de mortalidade para lagartas de P. xylostella com os isolados utilizados, indicando que combinações de tipos diferentes de genes cry1 apresentam ação tóxica para larvas de P. xylostella. Analisando a estrutura populacional de B. thuringiensis foram obtidos 78 haplótipos, definidos para as populações das diferentes coleções, e 76 haplótipos, definidos para as populações de diferentes regiões brasileiras, retratando a variabilidade genética para os loci hblA, plcR, nheBC e cry1 analisados. Segundo valores FSTs, de comparação duas a duas, diferenças significativas entre coleções e populações de B. thuringiensis provenientes das regiões brasileiras foram verificadas. Mesmo assim, alguns grupos formados são constituídos por uma população clonal de isolados da bactéria. / Abstract: The work was developed in the Laboratory of Bacterias' Genetics and Applied Biotechnology (LGBBA) at UNESP/ Jaboticabal Campus. There were genetically characterized, by PCR, isolates of B. thuringiensis, belonging to three Brazilian collections basead on cry1 gene content, evaluating their effects on Plutella xylostella. They were also characterized concerning their enterotoxins production such as HBL, NHE and the PLC virulence factor, using molecular techniques, so as to evaluate their gene diversities, as well as their population genetic, using the PCR-RFLP approach. It was observed a homogeneous distribution of the cry1 subclasses within B. thuringiensis strain collections studied, with bigger percentage of isolates showing the cry1Ab genes (42.12%) and with lower percentage of isolates for subclass cry1Db (0.6%). The bioassays have revealed 100% mortality to P. xylostella larvae meaning that the effectiveness of B. thuringiensis as a biological control agent does not depend at the cry genes content. When the B. thuringiensis population structure was considered, 78 haplotypes were defined for the strains contents of different collections and 76 haplotypes were defined for strains of different Brazilian regions, exhibiting the great genetic variability for hblA, plcR, nheBC and cry1 loci. According to the FSTs values for establish pair comparisons, significant differences among the B. thuringiensis collections and populations, were observed. Nevertheless some of the formed groups were considered as bacterial clonal population. / Doutor
9

Influência da qualidade de diferentes tipos de arroz e inibidores de proteinases no rendimento e na virulência de conídios do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae (Mestch.) Sorokin (Ascomycota: Hypocreales) / Influence of quality of different types of rice and proteinase inhibitors on yield and virulence of conidia of the entomopathogenic fungus Metarhizium anisopliae (Mestch.) Sorokin (Ascomycota: Hypocreales)

Janayne Maria Rezende 01 February 2010 (has links)
Com o intuito de gerar subsídios para melhoria do processo de produção de Metarhizium anisopliae, o presente estudo teve como principais objetivos, determinar os efeitos de inibidores de proteinases de soja no crescimento vegetativo, esporulação e virulência do fungo e comparar a produção, viabilidade e virulência dos conídios produzidos em diferentes tipos de arroz e aditivos. A adição de 5 g.L-1 de inibidores de proteinases semi-purificados de soja ou 0,5 g.L-1 de inibidor purificado do tipo Kunitz no meio de cultura ME resultou em grande aumento na esporulação (de duas a 75 vezes) sem afetar a viabilidade dos conídios de quatro isolados (ESALQ-1037, IBCB348, E9, F20) de M. anisopliae. A presença destes inibidores de proteinases também alterou a morfologia dos conídios produzidos em ME. Os mecanismos responsáveis por estas alterações fisiológicas não foram determinados, mas provavelmente estejam associados à ação anti-nutricional, diminuindo a absorção protéica e estimulando a esporulação. Os conídios produzidos no meio com adição de 0,5 g.L-1 de inibidor de proteinase do tipo Kunitz ou com 2,5 g.L-1 de albumina de soro bovino e no meio BDA apresentaram virulência superior aos conídios produzido no meio ME sem inibidores. Quando o inibidor de proteinase do tipo Kunitz foi adicionado à suspensão de conídios do fungo antes da pulverização de lagartas de Diatraea saccharalis, a eficiência de controle foi 35,1%, inferior ao apresentado pelos demais tratamentos sem a presença deste inibidor. Nos estudos para determinação dos melhores tipos de arroz para produção de M. anisopliae, tentou-se correlacionar à produção de conídios com características destes substratos como valor nutricional, teor de resíduos de agrotóxicos e densidade de microorganismos. O arroz parboilizado foi responsável pela maior produção de conídios (4,38 x 109 conídios.g-1). Este tipo de arroz apresentou teor de proteína bruta menor do que a maioria dos arrozes e o maior teor de umidade (41,3% após a autoclavagem). Além disto, os grãos após autoclavagem ficaram menos gelatinosos e mais soltos, o que facilita o processo de produção do fungo. Enquanto que os arrozes dos tipos brancos polidos, canjicão e integral ficaram pegajosos e formaram grumos, o que provavelmente deve acarretar em menor superfície de desenvolvimento para o fungo. O segundo melhor arroz, o canjicão, com produção de 3,42 x 109 conídios.g-1, teve a maior quantidade de fungos contaminantes nos grãos crus. Quantidades intermediárias de conídios foram produzidas pelos arrozes branco polido irrigado, de terras altas e orgânico. O integral foi o que resultou na menor quantidade de conídios (1,53 x 109 conídios.g-1), sendo o mais rico em minerais, proteína bruta e extrato etéreo. Nenhum dos aditivos (farelo de soja, grãos de soja partidos, extrato de soja, peptona de soja, inibidores de proteinases de soja semipurificados e purificado do tipo Kunitz, polpa cítrica e levedura) resultou em aumento na produção de conídios em comparação com o arroz parboilizado sem aditivos. Os conídios produzidos em todos os arrozes e aditivos apresentam viabilidade superior a 99%. As vantagens da utilização do arroz parboilizado levando-se em consideração custo, facilidade de manuseio e produtividade são discutidas. / In order to optimize the production process of Metarhizium anisopliae, the present study aimed to determine the effects of soybean proteinase inhibitors on growth, sporulation and virulence of the fungus and to compare yield, viability and virulence of M. anisopliae conidia produced in different types of rice and additives. The addition of 5 g.L-1 of semi-purified soybean proteinase inhibitor or 0.5 g.L-1 of Kunitz-type inhibitor purified on the culture medium ME resulted in large increases in sporulation (two to 75 times) without affecting the viability of conidia of four M. anisopliae isolates (ESALQ-1037, IBCB348, E9, F20). The presence of proteinase inhibitors altered morphology of conidia produced in ME. Mechanisms responsible for these physiological changes in the fungus have not been determined, but it is probably associated to an anti-nutritional action, reducing the absorption of protein and stimulating sporulation. Spores produced in the medium with the addition of 0.5 g.L-1 Kunitz-type inhibitor purified or 2.5 g.L-1 of bovine serum albumin (BSA) and PDA medium showed higher virulence of conidia produced in ME without inhibitors. When the Kunitz-type inhibitor was added to conidial suspension of the fungus before spraying larvae of Diatraea saccharalis, control efficiency was 35.1% lower than that presented in other inhibitor-free treatments. In the studies aiming to determine the best types of rice for production of M. anisopliae, we tried to correlate production of conidia with characteristics of these substrates such as nutritional content, pesticide residues and density of microorganisms. The parboiled rice was responsible for greater production of conidia (4.38 x 109 conidia.g-1). This type of rice showed crude protein content lower than most rice and the highest moisture content (41.3% after autoclaving). Besides that, grains became less gelatinous and loose after autoclaving, and these feature favored fungus production. While types of polished white, brown rice and course (broken) rice grain were sticky and formed clumps, providing a smaller area for fungus development. The second best rice, course rice grain, with production of 3.42 x 109 conidia.g-1, had the highest amount of fungal contaminants in raw grains. Intermediate amounts of conidia were produced by white irrigated polished rice, upland rice and organic rice. The brown rice was the kind that resulted in fewer conidia (1.53 x 109 conidia.g-1), being the richest in minerals, protein and lipids. None of the additives (soybean meal, soybean parties, soy extract, soy peptone, semi-purified soybean proteinase inhibitor, Kunitz-type inhibitor purified, citrus pulp and yeast) resulted in increased production of conidia compared to parboiled rice without additives. Conidia produced in all types of rice and additives presented viability greater than 99%. The advantages of the use of parboiled rice taking into consideration the cost, easy handling and productivity are discussed.
10

Abundância de fungos entomopatogênicos da ordem Hypocreales e diversidade genética de Metarhizium spp. isolados de amostras de solo de áreas representativas de cinco biomas brasileiros / Abundance of entomopathogenic fungi of the order Hypocreales and genetic diversity of Metarhizium spp. isolated from soil samples of areas representative of five Brazilian biomes

Ana Beatriz Riguetti Zanardo 25 June 2015 (has links)
Os fungos entomopatogênicos dos gêneros Metarhizium, Beauveria e Isaria (Ordem Hypocreales), são comumente encontrados em solo onde sobrevivem de maneira saprofítica ou como endofíticos do sistema radicular das plantas. Informações sobre a composição destas espécies bem como sua diversidade, distribuição e associação com diferentes tipos de cultivos e vegetação nativa são escassas no Brasil. O presente estudo foi desenvolvido para comparar a abundância de fungos entomopatogênicos e a diversidade genética de isolados de Metarhizium spp. em amostras de solo de cultivos anuais, perenes e vegetação nativa, em cinco estados brasileiros que representam os biomas Amazônia, Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica e Pampa, em duas estações (seca e úmida) nos anos de 2012 e 2013. O isolamento dos fungos foi realizado com meio seletivo e \"Insect bait\" utilizando Galleria mellonella e Tenebrio molitor. Nos estudos de diversidade genética de Metarhizium spp. foram utilizadas sequências de DNA da região MzIGS3. Representantes dos haplótipos revelados nesta análise tiveram a região 5\'-TEF sequenciada para identificação específica. Fungos entomopatogênicos foram isolados de 86% das 1.056 amostras de solo sendo Metarhizium o gênero predominante (66% das amostras de solo), seguido por Beauveria (41,9%) e Isaria (10,8%). Em geral, as maiores densidades de fungos entomopatogênicos foram obtidas nos biomas Amazônia e Cerrado e as menores densidades detectadas no bioma Caatinga. Metarhizium spp. foi detectado em maior número de amostras de solo em vegetação nativa e cultivos anual e perene do Cerrado. A frequência de Isaria spp. foi baixa nas amostras de solo, sendo detectado em maior número de amostras nos solos com cultivos anuais e vegetação nativa na Amazônia e Caatinga. Metarhizium spp. foi geralmente encontrado em um maior número de amostras coletadas na estação úmida em comparação com as coletas da estação seca, por outro lado Beauveria spp. foi superior na estação seca. A diversidade dos isolados de Metarhizium spp. provenientes de áreas de vegetação nativa foi maior do que dos isolados de cultivos anuais e perenes. Seis linhagens foram encontradas neste estudo; M. robertsii, M. anisopliae, M. pingshaense e três espécies indeterminadas. M. robertsii foi a linhagem predominante (65% dos isolados) sendo encontrado em áreas com vegetação nativa e cultivos anual e perene dos cinco biomas. Metarhizium sp. indet. 1 apresentou a maior diversidade haplotípica dentre as linhagens estudadas. Uma nova linhagem, não caracterizada taxonomicamente, Metarhizium sp. indet. 3, foi encontrada predominantemente na Caatinga. Somente na Amazônia foram encontradas todas as linhagens. O conhecimento da composição das populações de fungos entomopatogênicos nativos bem como sobre a filogenia, diversidade e distribuição dos haplótipos de Metarhizium spp. em solos brasileiros, gerado neste estudo, poderá servir como subsídio para o desenvolvimento de estratégias de conservação e maximização do controle biológico natural de pragas. / Entomopathogenic fungi of the genera Metarhizium, Beauveria and Isaria (order Hypocreales) are associated to the soil where they survive saprofitically or as endophytes of the plants root system. Information on the species composition and its diversity, distribution and association of these fungi with different types of crops and native vegetation are scarce in Brazil. The present study was carried out to compare the abundance of entomopathogenic fungi and the genetic diversity of Metarhizium spp. Isolated from soil samples from annual and perennial crops and native vegetation in five Brazilian states that represent the biomes Amazon, Cerrado, Caatinga, Atlantic Forest and Pampa, in two seasons (wet and dry) in the years 2012 and 2013. The isolation of fungi was performed with selective medium and \"Insect bait\" using Galleria mellonella and Tenebrio molitor. DNA sequences of the region MzIGS3 were used in genetic diversity studies of Metarhizium spp. Representatives haplotypes revealed in the diversity analysis had the 5\'-TEF region sequenced for species identification. Entomopathogenic fungi were isolated from 86% of 1,056 soil samples and Metarhizium was the predominant genus (66% of soil samples), followed by Beauveria (41.9%) and Isaria (10.8%). In general, the highest densities of entomopathogenic fungi were obtained in the Amazon and Cerrado biomes and the lowest densities were detected in the Caatinga biome. Metarhizium spp. was detected in a greater number of soil samples from native vegetation and annual and perennial crops of Cerrado. The frequency of Isaria spp. was low in soil samples being detected in a greater number of soils with annual crops and native vegetation in the Amazon and Caatinga. Metarhizium spp. was usually found in a greater number of samples collected during the wet season compared to the collections in the dry season. On the other hand, Beauveria spp. was higher in the dry season. The diversity of isolates of Metarhizium spp. from areas of native vegetation was greater than that obtained from annual and perennial crops. Six lineages were found in this study; M. robertsii, M. anisopliae, M. pingshaense and three indeterminate species. M. robertsii was the predominant (65% of isolates) found in areas with native vegetation and in the annual and perennial crops of the five biomes. Metarhizium sp. indet. 1 showed the greatest haplotype diversity among the strains studied. A new strain, not characterized taxonomically, Metarhizium sp. indet. 3, was found predominantly in the Caatinga. Only in the Amazon, all lineages were found. The knowledge on species composition of entomopathogenic fungi as well as about phylogeny, diversity and distribution of haplotypes of Metarhizium spp. in Brazilian soils, generated in this study, may be useful for the development of strategies for conservation and maximization of natural biological control of pests.

Page generated in 0.0394 seconds