• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 54
  • Tagged with
  • 54
  • 54
  • 15
  • 15
  • 14
  • 12
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Efeito do fator estimulante de colônia de granulócitos recombinante humano (rhG-CSF) sobre o número de leucócitos, plaquetas e sobre a mobilização de células-tronco hematopoéticas CD34+ para o sangue periférico de cães sadios /

Silva, Ana Lívia Motta. January 2012 (has links)
Orientador: Aureo Evangelista Santana / Coorientador: Ana Paula Massae Nakage Canesin / Banca: Sabryna Gouveia Calazans / Banca: Daniel Paulino Junior / Resumo: O rhG-CSF é uma citocina que eleva o número de neutrófilos e também mobiliza células-tronco hematopoéticas (CTH) para o sangue periférico, porém sua aplicação pode ocasionar a queda de plaquetas. O objetivo do presente trabalho foi estabelecer entre três diferentes doses (5, 10 e 20μg/Kg/dia) do rhG-CSF qual proporcione mobilização de pelo menos 10 CTH CD34+/μL ao sangue periférico, elevação do número de neutrófilos, além de avaliar seu efeito sobre o número de plaquetas em cães sadios. O rhG-CSF (filgrastine) foi aplicado em cães sadios durante quatro dias e a contagem no número de CTH CD34+/μL, neutrófilos e plaquetas foi obtida durante a aplicação da citocina e sete dias após o término da aplicação. A leucocitose ocorreu devido à elevação dose-dependente de neutrófilos segmentados que ocorreu 24 horas após a primeira aplicação do medicamento com diferença estatística. Entretanto, 48 horas após a última dose, os valores retornaram aos níveis basais nos três grupos. O número de plaquetas reduziu após a primeira dose e não recuperou até o último momento de avaliação. Em relação às CTH CD34+, para os grupos que receberam 10 e 20μg/Kg/dia ocorreu elevação dose-dependente 24h após primeira aplicação com diferença estatística; no grupo que recebeu 5μg/Kg/dia os valores não elevaram. A dose de 5μg/Kg/dia foi suficiente para elevar os valores de neutrófilos, porém não acarretou na mobilização de CTH CD34+. As três doses administradas aos animais levou a queda nos valores de plaquetas, sendo necessária precaução ao administrar em cães trombocitopenicos / Abstract: The rhG-CSF is a cytokine that increase the number of neutrophils and also mobilizes hematopoietic stem cell (HSC) to peripheral blood, but their application can cause a drop in platelets. The aim this work was to establish between three different doses (5, 10 e 20 μg/kg/day) of rhG-CSF which provides mobilization at least 10 HSC CD34+/μL to peripheral blood, increased number of neutrophils and to evaluate its effect on the number platelets in normal dogs. The rhG-CSF (Filgrastine®) was applied from healthy dogs for four days and couting the number of HSC CD34+, neutrophils and platelets was obtained during the application of cytokine and seven days after the application. The leukocytosis occurred due to increase dose relation of segmented neutrophils that occurred 24 hours after the first application of the drug with a statistical difference. However, 48 hours after the last dose, the values returned to baseline levels in the three groups. The number of platelets reduced after the first dose and not returns to the last time point. Regarding the number HSC CD34+, for the groups receiving 10 and 20 μg/kg/day occurred increase dose relation 24 hours after the first application with a statistical difference; in the group that received 5 μg/kg/day, values did not improve. The dose of 5 μg/kg/day was enough to raise the values of neutrophils, but did not result in the mobilization of HSC CD34+. All three doses administered to animals led to a drop in platelets, necessitating caution when administering in thrombocytopenic dogs / Mestre
22

Levamisol e dexametasona na inflamação crônica por corpo estranho em Pacu (Piaractus mesopotamicus) /

Petrillo, Thalita Regina. January 2012 (has links)
Orientador: Flávio Ruas de Moraes / Coorientador: Marco Antonio de Andrade Belo / Banca: Rogério Salvador / Banca: Maurício Laterça Martins / Resumo: Este ensaio teve por objetivos avaliar o efeito da administração parenteral de dexametasona e fosfato de levamisol sobre a cinética de acúmulo de macrófagos e formação de gigantócitos em lamínulas de vidro, implantadas no tecido subcutâneo de pacus (Piaractus mesopotamicus), na tentativa de simular um estímulo estressante com imunossupressão e a possibilidade de compensa-la usando um imuoestimulante. Foram utilizados 147 peixes juvenis, distribuídos aleatoriamente em vinte e uma caixas de água plásticas de 250 L, contendo sete animais cada, constituindo os tratamentos: NV = não tratado; CL = controle; L 25 = levamisol (25 mg/kg), L 50 = levamisol (50 mg/kg) , D2 = dexametasona (2 mg/kg), D2+L25 = dexametasona (2 mg/kg + levamisol 25 mg/kg), D2+L50 = dexametasona (2 mg/kg + levamisol 50 mg/kg). Os pacus foram anestesiados em solução alcoólica de benzocaína (1:10000 v/v) e submetidos ao implante de lamínulas de vidro esterilizadas no tecido subcutâneo, quando administrou-se, por via intra-muscular, os fármacos de acordo com cada tratamento. Decorridos dois, sete e 15 dias pós-implante (DPI) os peixes foram novamente anestesiados para coleta de sangue e eutanasiados (solução alcoólica de benzocaína, 1:500 v/v) para a retirada das lamínulas. O sangue destinou-se aos exames hematológicos e as lamínulas à avaliação da cinética do acúmulo de macrófagos e formação de gigantócitos. Os resultados foram analisados pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade e demonstraram que ao longo do período experimental observou-se redução do número de eritrócitos e taxa de hemoglobina associadas ao aumento do volume corpuscular médio, quadro que sugere ligeira anemia macrocítica. Na avaliação da cinética de acúmulo celular sobre a lamínula, as maiores contagens de macrófagos isolados ocorreram sete dias após... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The aim of this study was to investigate the effect of parenteral administration of dexamethasone and levamisole phosphate on the kinetics of accumulation of macrophages and formation of giant cells in glass cover slips implanted in subcutaneous tissue of pacu (Piaractus mesopotamicus) to simulate a stressful stimulus with immunosuppression and the possibility to compensate for it using an immunostimulant. We used 147 juvenile fish, randomly divided in twenty-one plastic water tanks of 250 L, containing seven animals each: NV = not treated, and CL = control, L25 = levamisole (25 mg / kg), L 50 = levamisole (50 mg / kg), D2 = dexamethasone (2 mg / kg), D2 + L25 = dexamethasone (2 mg / kg + levamisole 25 mg / kg), D2 + L50 = dexamethasone (2 mg / kg + levamisole 50 mg / kg). Fish were anesthetized with an alcoholic solution of benzocaine (1:10,000 v / v), implanted with sterile glass cover slips at subcutaneous tissue and were administered intra-muscular drugs, according of each treatment. After two, seven and 15 days post-implantation (DPI) fish were anesthetized for blood collection and euthanized (alcoholic solution of benzocaine, 1:500 v / v) to remove the glass cover slips. The blood was used for hematological tests and the glass cover slips to assess the kinetics of accumulation of macrophages and formation of giant cells. Statistical analyses were performed using 5% Tukey test and was observed reduction in the number of erythrocytes and hemoglobin associated with increase of mean corpuscular volume, suggesting slight macrocytic anemia. Kinetic evaluation of cell accumulation on glass cover slip, the highest number of isolated macrophages occurred at seven days after implantation in all groups, associated with increased formation of policariontes cells regardless of the number of cores. The dexamethasone... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
23

Hemograma, proteinograma e enzima gama-glutamil transferase de cães neonatos, do 3º ao 45º dia de vida, sob a ação da idade e da suplementação com luteína /

Martins, Raquel Reis. January 2005 (has links)
Orientador: Raimundo Sousa Lopes / Resumo: No nascimento, os cães estão extremamente susceptíveis às doenças infecciosas. Esta vulnerabilidade poderá elevar a taxa de mortalidade. Deste modo, um aumento da resposta imunológica, nesta fase, seria conveniente a fim de tornar estes animais mais resistentes. O objetivo deste trabalho foi estabelecer valores de referência para o hemograma e proteinograma, de dois grupos experimentais de cães neonatos SRD. Os animais foram avaliados semanalmente, do 3º até seu 45º dia de vida. O grupo que não recebeu nenhum tipo de tratamento foi considerado controle, sendo o outro grupo, submetido ao tratamento com luteína (um carotenóide de ação imunomoduladora). A suplementação foi realizada diariamente com 2 mL de solução contendo 20 mg de luteína, por via oral, do 3º até o 38º dia de idade. Os dois grupos foram avaliados pela influência da idade, ingestão de colostro e sob o efeito da ação imunomoduladora da substância utilizada. Ocorreram alterações no eritrograma dos animais do grupo controle e luteína. A idade promoveu uma diminuição dos valores do eritrograma dos momentos M2 ao M5, após o qual, os valores voltaram a subir. O VCM persistiu em queda até o M7, pois as hemácias diminuem de tamanho ao longo do tempo. No leucograma, os leucócitos totais e os neutrófilos aumentaram seus valores com o passar da idade. A concentração sérica das proteínas totais e da fração gama-globulina diminuíram após o 3º dia, em função do catabolismo das imunoglobulinas, provenientes do consumo do colostro. Já a suplementação com luteína influenciou apenas, o número total de hemácias e a contagem total de neutrófilos e monócitos. As proteínas séricas e o proteinograma não foram afetados pela suplementação com luteína. Confirmou-se também com esse trabalho, que a enzima hepática GGT pode ser utilizada como um indicador da ingestão do colostro para cães neonatos. / Abstract: Dogs are extremely vulnerable to infectious diseases at birth. This vulnerability can elevate the mortality rate among newborns. Thereby, an increase on immunologic response at this stage would be much convenient in order to make them more resistant. The aim of this work was to establish the reference values for the blood cells count, and the electrophoresis of two experimental mixed dog groups with newborn puppies, from their third to forty-fifth day of life. The weekly evaluation was made in a period of seven weeks. Between these groups, the one that did not receive any kind of treatment was considered the control group, while the other one was submitted to a lutein treatment (that is, a carotenoid of immunoregulating action). The supplementation was gives orally at a dose of 2ml of solution containing 20mg of lutein each day, from the third to the thirty-eighth day of life. Both groups were evaluated by their age, colostrum ingestion influence, and effect over the immunoregulating action of the used substance. Alterations occurred on the erythrogram of both groups. The aging resulted in a decrease of the values of this erythrogram from the second week to the fifth week, after which the values analised again. The MCV kept falling till the seventh week, since the erythrocytes get smaller along the time. In the white blood cells count the total leukocytes and the neutrophils increased their values as aging occurred. The serum concentration of the total proteins and the gamma-globulin fraction decreased after the third day due to the immunoglobulins catabolism, which have come from the colostrum ingestion. The lutein supplementation presented an influence only over the total number of the red blood cells and the total neutrophils and monocytes count. The total serum proteins and the electrophoresis were not affected by the lutein supplementation. In this work it was... (Complete abstract, click electronic access below) / Mestre
24

Óleo de Neem: tratamento parasitário em ovinos e desenvolvimento ponderal /

Rosa, Patricia Raquel Basso. January 2012 (has links)
Orientador: Marcelo Vasconcelos Meireles / Banca: João Barbudo Filho / Banca: Kátia Denise Saraiva Bresciani / Resumo: O experimento foi realizado com o objetivo de realizar a avaliação parasitológica, laboratorial e do desenvolvimento ponderal do uso do óleo de Neem em ovinos. Foram utilizados 32 ovinos mestiços Santa Inês divididos em dois grupos (C - Controle e T - tratados com óleo de Neem), randomizados de acordo com seu peso vivo, volume globular e número de ovos por gramas de fezes, das análises realizadas previamente ao começo do experimento. Os animais T receberam 2,5mL por kg de peso vivo do óleo de Neem por via oral com duas administrações em intervalos de 14 dias. No dia da aplicação e a cada sete dias após o tratamento foram feitos exames coprológicos. Pesagens, avaliação da condição corporal exames hematológicos e bioquímicos foram realizadas individualmente a cada quatorze dias. Os resultados demonstram que a utilização do óleo de Neem (Azadirachta indica A. Juss) na quantidade administrada e nas condições deste experimento não foi eficaz no controle dos endoparasitas gastrintestinais, não provocou alterações nos padrões hematológicos e bioquímicos e nem comprometeu o ganho de peso e o escore corporal dos ovinos / Abstract: The experiment was conducted to investigate the potential anti-parasitic Neem in sheep naturally infected with gastrointestinal helminths and protozoa in grazing management conditions, to evaluate the reduction of the values of eggs per gram of feces (EPG) after treatment determine the population dynamics of endoparasites by fecal culture and to evaluate the biochemical, weight gain and body condition. We used 32 Santa Inez crossbred sheep divided into two groups (C - Control and T - treated with Neem oil), uniform in weight and in accordance with the results of the packed cell volume and number of eggs per gram of feces, the analyzes prior to the start of the experiment. T animals received 2.5 ml per kg body weight of the Neem Oil orally with two administrations at intervals of 14 days. On the day of application and every seven days after treatment were done stool tests. Weight measurements, assessment of body condition hematological and biochemical examinations were performed individually for every fourteen days. The results demonstrate that the use of Neem oil (Azadirachta indica A. Juss) administered in the amount and conditions of this experiment was not effective in controlling gastrointestinal endoparasites, caused no changes in hematological and biochemical standards and not compromise the weight gain and body condition score of sheep / Mestre
25

Contribuiçao ao estudo dos valores normais de hemograma de cutias Dasyprocta azarae Lichtenstein, 1823 (Dasyproctidae, Mammalia)

Mangrich-Rocha, Rita Maria Venancio 31 January 2013 (has links)
Resumo: Com o objetivo de estabelecer valores de referência para os parâmetros hematotógicos de cutias (Dasyprocta azarae Lichtenstein, 1823), foram realizadas análises de hemograma de 42 exemplares, 29 machos e 13 fêmeas com idades variando entre 1 e 37 meses. Para fins de classificação, os animais foram divididos em duas faixas etárias: jovens quando tinham 8 meses ou menos, e adultos quando tinham mais de oito meses de idade. Para a colheita das amostras os animais foram contidos através de injeção da associação de cloridrato de cetamina, cloridrato de xilazina e de sulfato de atropina. Os resultados foram comparados quanto às variáveis sexo e idade, sendo que diferenças significativas foram observadas somente quanto a idade e não quanto ao sexo dos animais. Os parâmetros número total de eritrócitos, concentração de hemoglobina e concentração de hemoglobina globular média foram mais baixos nos animais jovens, enquanto o número total de leucócitos, número total de linfócitos e número total de monócitos foram mais baixos nos animais adultos. Quanto aos demais parâmetros avaliados, conclui-se que os animais jovens e adultos podem ser agrupados em intervalos de valores (média ± erro padrão) iguais, cujos resultados foram: volume globular: 50,52 ± 0,95 %; volume globular médio: 69,42 ± 1,37 fl; proteínas plasmáticas totais: 6,11 ± 0,11 g/dl; número total de neutrófilos segmentados: 2198,95 ± 244,91 /mm3; número total de neutrófilos bastonetes: 48,05 ± 8,58 /mm3; número total de eosinófilos: 61,28 ± 9,76 /mm3; número total de basófilos: 13,05 ± 2,50 /mm3. Nos parâmetros, onde a diferença estatística quanto a idade foi observada estabeleceu-se um intervalo de valor (média ± erro padrão) para cada faixa etária correspondente, com os seguintes resultados: número total de eritrócitos: 7,23 ± 0,18 x106 /mm3 para animais jovens e 7,91 ± 0,26 x106 /mm3 para animais adultos; concentração de hemoglobina: 14,22 ± 0,46 g/dl para animais jovens e 16,44 ± 0,28 g/dl para animais adultos; concentração de hemoglobina globular média: 28,55 ± 0,55 % para animais jovens e 31,16 ± 0,48 % para animais adultos; número total de leucócitos: 4,97 ± 0,32 x103 /mm3 para animais jovens e 3,14 ± 0,145 x103 /mm3 para animais adultos; número total de linfócitos: 2424,56 ± 130,00 /mm3 para animais jovens e 1238,76 ± 159,33 /mm3 para animais adultos; número total de monócitos: 81,09 ± 9,54 /mm3 para animais jovens e 43,59 ± 10,45 /mm3 para animais adultos. Palavras-chave: Dasyprocta azarae, hemograma; roedores.
26

Alterações clínicas, hematológicas, bioquímicas e histopatológicas em ovinos infectados experimentalmente por Trypanosoma vivax (Ziemann, 1905)

Almeida, Katyane de Sousa [UNESP] 03 April 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:52Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-04-03Bitstream added on 2014-06-13T20:04:29Z : No. of bitstreams: 1 almeida_ks_dr_jabo.pdf: 820438 bytes, checksum: 3ef225bc8c0c8aa18079bcab154f5e55 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / A infecção experimental por T. vivax em ovinos foi realizada com o objetivo de avaliar os sinais clínicos, a parasitemia, as alterações hematológicas, anatomopatológicas e bioquímicas, além de realizar a biometria do parasito. Para tanto, foram utilizados oito ovinos machos, sorologicamente negativos para T. vivax, sendo quatro destinados ao grupo testemunho e quatro infectados com 105 T. vivax. As colheitas de sangue foram realizadas duas vezes antes da infecção e, posteriormente, em dias determinados, destinados aos exames laboratoriais. Exames clínicos e parasitemias foram realizados diariamente; e o peso, um dia antes da infecção, e com intervalos de 30 dias, a necropsia foi realizada aos 120 dias após infecção. Observou-se que a amostra usada era típica de T. vivax e o período prépatente de um dia, com parasitemia intermitente até o final do experimento. Os sinais clínicos encontrados nos animais infectados foram: apatia, palidez das mucosas, emaciação, aumento dos linfonodos, corrimento nasal, hipertermia, alterações no peso, diarréia e neuropatias. Ocorreu diminuição significativa na contagem global de hemácias, no teor de hemoglobina, no hematócrito e no volume corpuscular médio. A anemia, no final da observação, foi microcítica normocrômica, e leucocitose causada por linfocitose. Todos os exames bioquímicos apresentaram alterações nos animais infectados em relação ao grupo testemunho exceto a tiroxina total. No geral, observou-se: diminuição do colesterol total, colesterol ligado ao HDL, do lipídio total hepático, dos glicogênios hepático e muscular, ferro, magnésio, gamaglutamiltransferase, aspartatoaminotransferase, fosfatase alcalina, creatinaquinase, lactatodesidrogenase, triiodotironina, cortisol e nas proteínas da fase aguda, exceto a transferrina e antitripsina que estiveram altas no final do período experimental... / The objective of this research was to study an experimental infection of T. vivax in sheep, evaluating clinical signs and parasitemia as well as hematological, anatomopathological and biochemical alterations and to obtain the biometric data of the parasite. Eight male sheep were used, four in the testimony group and four infected with 105 T. vivax .Blood samples were collected two times before and posterior to receiving the infection on days designated and determined by laboratory exams. The animals were examined daily, as well as the clinical aspects and parasitemia. The animals were also weighed one day before the infection and in 30 day intervals, until they were sacrificed. The following results were obtained: the sample used was typical of T. vivax and the parasites were detected in the blood on the first day after the infection of the intermittent parasite until the end of the experiment. The clinical signs found were: apathy, paleness of the mucous, emaciation, lymph gland enlargement, runny nose, hyperthermia, weight alterations, diarrhea and neurological signs. There was a significant decrease in the global hemacia count, hemoglobin and in the hematocritic and in the average packed cell volume. The anaemia, at the end of the observations, were microcitic, normochromic and leucocitosis due to the lymphocytes. All of the biochemical exams presented alterations in the animals infected in relation to the testimony group except for the thyroxine. In general, was observed: decrease in total cholesterol, HDL, total hepatic lipid, hepatic and muscular glycogen, iron, magnesium, gamaglutamiltrasnferase, aspartate aminotransferase, alkaline phosphatase, creatine kinase, lactate desidrogenase, triiodothyronine, cortisol and proteins in the acute phase except the transferrin and antitrypsin that were high at the end of the experimental period...(Complete abstract, click electronic address below)
27

Doença de von Willebrand em cães : estudo da prevalência e caracterização da doença em cães normais e fêmeas durante o ciclo estral, gestação e lactação /

Mattoso, Cláudio Roberto Scabelo. January 2010 (has links)
Resumo: A Doença de von Willebrand (DvW) é o distúrbio hemostático hereditário mais comum nos homens e também nos cães. A DvW já foi diagnosticada em mais de 54 raças de cães nos EUA. A DvW é causada por um defeito quantitativo e/ou qualitativo do Fator de von Willebrand (FvW), e nos cães é dividida em 3 tipos, tipo I, II e III. O diagnóstico da DvW está baseado na quantificação do FvW plasmático e testes de função plaquetária dependentes do FvW. Esse estudo foi dividido em duas partes, avaliação da prevalência da DvW (parte I) e avaliação das alterações do FvW em cadelas gestantes, e durante diferentes estágios do ciclo reprodutivo, em cadelas não gestantes (parte II). Os objetivos da parte I foram determinar a prevalência da Doença de von Willebrand (DvW) em cães da região de Botucatu, São Paulo, Brasil, e avaliar os testes laboratoriais para diagnóstico desta doença. Foram utilizados 350 cães de variadas idades e raças, de ambos os sexos. Os animais utilizados no estudo não tinham histórico ou evidências clínicas de alterações hemostáticas. Foram realizados os seguintes testes: antígeno do Fator de von Willebrand (vWF:Ag), Tempo de sangramento da Mucosa Oral (TSMO), Tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPa) e atividade do Fator VIII (FVIII). A prevalência encontrada para Doença de von Willebrand em cães da região de Botucatu foi de 1,43%. A determinação do vWF:Ag foi o melhor teste laboratorial para diagnosticar a DvW. Os objetivos da parte II foram a avaliação das alterações encontradas na concentração do FvW em cadelas gestantes, e também durante diferentes estágios do ciclo reprodutivo, observados após a gestação, em animais portadores e não portadores para a DvW, além da avaliação de correlação entre FvW e cortisol. Foram utilizadas 7 cadelas portadoras (GI) e 9 não portadoras (GII) para DvW. Os animais foram... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Von Willebrand disease (vWD) is the most common inherited hemostatic disturbance affecting men and also dogs. It has already been diagnosed in more than 54 dog breeds in the USA. vWD is caused by a quantitative and/or qualitative defect in von Willebrand Factor (vWF); in dogs, it is divided into types I, II and III. The diagnosis of vWD is based on plasma vWF quantification and vWF-dependent platelet function tests. This study was divided in two sections, evaluation of vWF prevalence (Section I) and evaluation of vWF concentrations in pregnant bitches, and during various reproductive cycle stages in nonpregnant bitches (section II). The aims of (section I) were to assess the prevalence of von Willebrand disease in dogs from the region of Botucatu, São Paulo State, Brazil, and to evaluate diagnostic tests. The study included 350 dogs of various ages, different breeds, and both sexes. Dogs included in the study had no historical or clinical evidence of abnormal bleeding. von Willebrand factor antigen (vWF:Ag), Buccal mucosal bleeding time (BMBT), Activated partial thromboplastin time (aPTT), and Factor VIII activity (FVIII) were evaluated in their ability to diagnose vWD. The prevalence of vWD in dogs was 1.43% in the Botucatu region of Brazil. Determination of vWF:Ag was the best laboratory test to diagnose vWD. The aims of section II were the evaluation of vWF concentrations in pregnant bitches, and during various reproductive cycle stages in non-pregnant bitches, observed after the pregnancy in vWD affected and unaffected bitches, over there of the correlation among vWF and cortisol. Were used seven bitches affected (GI) and nine unaffected (GII) to vWD. Animals were evaluated during the pregnancy, parturition, lactation, and during various reproductive cycle stages in non-pregnant bitches. vWF concentration did not change during reproductive cycle stages in non-pregnant bitches... (Complete abstract click electronic access below) / Orientador: Regina Kiomi Takahira / Coorientador: João Pessoa Araujo Junior / Banca: Raimundo Souza Lopes / Banca: Luiz Henrique de Araújo Machado / Banca: Mere Erika Saito / Banca: Paulo Ricardo de Oliveira Paes / Doutor
28

Prevalência dos antígenos eritrocitários caninos em cães domésticos (Canis familiaris) e investigação dos parâmetros hematológicos e da ocorrência de antígenos eritrocitários em lobos-guará (Chrysocyon brachyurus) e cachorros-do-mato (Cerdocyon thos) criados no Brasil /

Novais, Adriana Alonso. January 2003 (has links)
Orientador: José Jurandir Fagliari / Banca: Aureo Evangelista Santana / Banca: Luis Carlos de Mattos / Banca: Aguemi Kuhayagawa / Banca: José Mauricio Barbanti Duarte / Resumo: O propósito desse estudo foi verificar a prevalência dos antígenos eritrocitários caninos em cães domésticos criados no Brasil e compará-la com aquela descrita na literatura consultada, para cães oriundos de outros países. Além disso, verificar os valores sangüíneos normais e a ocorrência dos antígenos eritrocitários caninos em lobos-guará e cachorros-do-mato, na expectativa de adicionar novos dados sobre valores sangüíneos de referência e investigar as relações filogenéticas entre os caninos silvestres e domésticos. Para tanto, obteve-se amostras de sangue de 200 cães domésticos, sendo 150 cães mestiços e 50 Pastores Alemães, oriundos do município de Jaboticabal - São Paulo, 32 lobos-guará e 16 cachorros-do-mato, pertencentes aos zoológicos de São Carlos - SP, Rio de Janeiro - RJ, São José do Rio Preto - SP, Brasília - DF, Belo Horizonte - MG, Sorocaba - SP, e também do criadouro conservacionista da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), localizado em Araxá - MG. A prevalência dos grupos sangüíneos encontrada para os mestiços (SRD) foi: 85 (57%) positivos para o grupo DEA 1.1; 61 (41%) positivos para o grupo DEA 1.2; 19 (13%) positivos para o grupo DEA 3; 140 (93%) positivos para o grupo DEA 4; 11 (7%) positivos para o grupo DEA 5 e 17 (11%) positivos para o grupo DEA 7. As combinações de grupos sangüíneos mais observadas foram DEA 1.1,4 (35%) e DEA 1.2,4 (32,5%). A prevalência encontrada para os Pastores Alemães foi: 32 (64%) positivos para o grupo DEA 1.1; 18 (36%) positivos para o grupo DEA 1.2; 4 (8%) positivos para o grupo DEA 3; 50 (100%) positivos para o grupo DEA 4; 7 (14%) positivos para o grupo DEA 5 e 4 (8%) positivos para o grupo DEA 7 (Figura 1). As combinações de grupos sangüíneos mais observadas foram DEA 1.1,4 (50%) e DEA 1.2,4 (28%)... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The goal of this study was to verify the prevalence of dog erythrocyte antigen (DEA) in domestic dogs reared in Brazil, in order to compare with the described prevalence found in the literature for dogs reared in other contries. Also, to verify normal blood values and the occurrence of dog erythrocyte antigen in maned wolf and crab eating dog, to investigate phylogenetic relationship between wild and domestic dogs. For this purpose, we collected anticoagulated blood samples from 200 domestic dogs (150 mixed breed and 50 German Sheepherd - GSH) from the city of Jaboticabal, in Sao Paulo state, and 32 maned wolves and 16 crab eating dogs, from zoos located in São Carlos-SP, Rio de Janeiro-RJ, São José do Rio Preto-SP, Brasília-DF, Belo Horizonte-MG, Sorocaba-SP and from a conservationist breeder called CBMM, located in Araxá/MG. The obtained prevalence of dog erythrocyte antigens in mongrels was the following: 57% positive for DEA 1.1, 41% positive for DEA 1.2, 13% positive for DEA 3, 93% positive for DEA 4, 7% positive for DEA 5 and 11% positive for DEA 7. The obtained blood group prevalence for GSH dogs was: 64% positive for DEA 1.1, 36% positive for DEA 1.2, 8% positive for DEA 3, 100% positive for DEA 4, 14% positive for DEA 5 and 8% positive for DEA 7. The most common combinations of blood groups encountered were DEA 1.1,4 (representing 50% in mongrels and 35% in GSH) and DEA 1.2,4 (representing 28% in mongrels and 32,5% in GSH. The high prevalence of DEA 1 blood group in mongrel and GSH dogs represents a favorable factor, once it reduces the risk for a transfusion reaction. The risk for a inicial transfusion reaction against groups DEA 3, DEA 5 or DEA 7 is 7,6% for mongrel and 6% for GSH dogs... (Complete abstract, access undermentioned eletronic address) / Doutor
29

Plaquetas reticuladas na avaliação da trombopoiese medular em cães /

Silva, Luís Fernando Negro. January 2009 (has links)
Orientador: Regina Kiomi Takahira / Banca: Leonardo Brandão / Banca: Marcelo Larami Santoro / Resumo: O objetivo do presente estudo foi avaliar a importância das plaquetas reticuladas nas condições trombocitopênicas associadas a hipoplasia de megacariócitos e a outras etiologias sem alteração no número de megacariócitos. Para tanto foram utilizados 30 cães sadios adultos (Grupo controle); 15 cães com trombocitopenia (< 100.000 plaquetas/mL), por causas diversas que não sejam por hipoplasia megacariocítica (Grupo A) e 15 cães com trombocitopenia (< 100.000 plaquetas/mL) e com hipoplasia megariocítica (Grupo B), constatadas por meio de citologia aspirativa de medula óssea. Foi coletado sangue e extraído o plasma rico em plaquetas para a realização da quantificação das plaquetas reticuladas em citometria de fluxo e colheita de medula óssea para a análise do número de megacariócitos por duas técnicas distintas e correlação com as plaquetas reticuladas. Não foi observada diferença estatística (p>0,05) entre as duas técnicas de quantificação de megacariócitos. Foi observada diferença estatística (p<0,05) para as plaquetas reticuladas, sendo superior nos grupos A e B, em relação ao grupo controle. Não houve correlação entre plaqueta reticulada e megacariócitos medulares. A ausência de correlação observada não nos permite estabelecer relações de contagem de PR com o aumento do número de megacariócitos na medula óssea. / Abstract: The aim of this study was to evaluate the reticulated platelet importance in evaluation of platelet production in thrombocytopenic conditions associated with megakaryocytic hypoplasia and other conditions with adequate number of bone marrow megacaryocytes. These study were obtained from 30 healthy dogs (control group), 15 thrombocytopenic dogs (< 100,000 platelets/μL) without megakaryocytic hipoplasia (group A) and 15 thrombocytopenic dogs (< 100,000 platelets /μL) with megakaryocytic hipoplasia (group B). Blood samples were collected and the platelet rich plasma (PRP) was extracted for quantification of reticulated platelets in flow cytometry, megakaryocytes were quantified in marrow particles, collected from aspiration cytology and correlated to reticulated platelets counts. No statistical significance (p>0.05) was observed between two megakaryocytes quantification techniques. For reticulated platelets was observed statistical significance difference (p<0.05), values from groups A and B were higher than control group. No correlation was verified between reticulated platelets and marrow megakaryocytes. The absence of correlation do not allow us to establish relationship of reticulated platelets with increase production of bone marrow megakaryocytes. / Mestre
30

Variáveis hematológicas, hormonais, bioquímicas séricas e fauna parasitária em quatro espécies de raias do gênero Potamotrygon Garman, 1877 (Myliobatiformes, Potamotrygonidae) de vida livre /

Brito, Fernando Moraes Machado. January 2012 (has links)
Orientador: Flávio Ruas de Moraes / Coorientador: Marcos Tavares Dias / Banca: Marco Antonio de Andrade Belo / Banca: Antônio Vicente Mundim / Banca: Sérgio Henrique Canello Schalch / Banca: Fabiana Garcia / Resumo: Os Potamotrygonidae são um grupo de raias endêmico da América do Sul e exclusivamente dulciaqüícolas. A família é representada por três gêneros: Potamotrygon, Paratrygon e Plesiotrygon e possui aproximadamente 20 espécies nominais, ocorrendo nas principais bacias hidrográficas do continente. São raros os estudos sobre à hematologia de peixes e os autores ainda adotam classificações diferentes entre eles. A variação morfológica dessas células em peixes é tão grande que é necessário um estudo aprofundado para diferenciá-las nas várias espécies. No sentido de contribuir para o preenchimento desta lacuna foram coletados 53 exemplares de quatro espécies de Potamotrygon e de cada animal foram colhidos 4 mL de sangue para realização da análise das variáveis hematológicas e bioquímicas séricas visando obter resultados que possam ser considerados representativos para as quatro espécies de Potramotrygon. Os valores foram próximos para as quatro espécies e os resultados com diferenças significativas entre Potamotrygon falkneri, P. motoro, P. orbigni e P. scobina ocorreram quanto ao número de eritrócitos, heterófilos, glicemia, triglicerídeos, colesterol, fósforo, albumina e potássio. Os exames parasitológicos mostraram a presença do crustáceo do gênero Dolops em 5,66% das raias coletadas e de hemogragarina em 33,96% do total. Não foram observados outros parasitos nos fragmentos de órgãos coletados para pesquisa. Os resultados mostram pouca interferência dos ambientes diferentes da bacia do rio Paraná, município de Porto Rico (PR) e do rio Piririm, município de Macapá (AP) nas variáveis avaliadas, apesar da diversidade geográfica / Abstract: Potamotrygonidae are a group of stingrays endemic to South America and exclusively freshwater. The family is represented by three genera: Potamotrygon, Paratrygon and Plesiotrygon and has approximately 20 nominal species, occurring in major river basins of the continent. Few studies on the hematology of fish and the authors still adopt different classifications among them. The morphological variation of these cells in fish is so great that a detailed study is necessary to differentiate them in the various species. We collected 53 specimens of four species of Potamotrygon and each animal were harvested 4 mL of blood to perform the analysis of serum biochemical and hematological variables in order to obtain results that can be considered representative, determining the values of hematological and biochemical blood for four species of Potamotrygon. The values were similar in all four species and results in significant differences Potamotrygon falkneri, P. motoro, P. orbigni and P. scobina occurred in the number of erythrocytes, heterophils, plasma glucose, triglycerides, cholesterol, phosphorus, albumin, and potassium. The parasitological tests showed the presence of crayfish in the genus Dolops 5.66% of rays collected and Haemogragarina sp. in 33.96% of the total. No other parasites were observed in organ fragments collected for study. The results show little interference from different environments of the Paraná river basin, municipality of Porto Rico (PR) and Piririm river, municipality of Macapá (AP) in the variables studied, despite the geographical diversity / Doutor

Page generated in 0.123 seconds