• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 249
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 270
  • 179
  • 79
  • 65
  • 63
  • 62
  • 57
  • 45
  • 41
  • 40
  • 38
  • 37
  • 32
  • 31
  • 30
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A aprendizagem musical de estudantes com autismo por meio da improvisação

Figueiredo, Camila Fernandes January 2016 (has links)
Orientadora: Profª Valeria Luders / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Música. Defesa: Curitiba, 31/03/2016 / Inclui referências: fls. 99-103 / Resumo: O objetivo desta pesquisa foi estudar a aprendizagem musical em estudantes com transtorno do espectro do autismo (TEA). Na sala de aula o estudante com TEA poderá apresentar prejuízo na interação social, prejuízo na comunicação verbal e não-verbal e padrões de comportamento, interesses ou atividades restritas, repetitivos e estereotipados. Os pressupostos desta pesquisa estão fundamentados na teoria histórico-cultural de Vigotski em que a constituição do sujeito é determinada por fatores socioculturais e seu desenvolvimento e aprendizagem estão relacionados ao acesso da cultura mediada pelo outro. A improvisação musical é compreendida como um processo criativo dependente do contexto sociocultural em que o indivíduo está inserido e parte do processo de aprendizagem musical. A hipótese desta pesquisa é que a improvisação musical possa facilitar o aprendizado dos elementos altura e duração do estudante com o TEA. A metodologia adotada foi a de pesquisa-ação. A ação pedagógica foi realizada com doze estudantes de ambos os gêneros, com idades entre seis e treze anos, em uma Escola Estadual de Educação Básica Modalidade Especial situada em Curitiba (PR). Foi elaborado um instrumento de avaliação de aprendizagem musical, o qual foi submetido a uma validação por sete professores graduados em música, resultando em posteriores alterações para a sua adequação. A coleta de dados foi organizada da seguinte forma: pré-teste; treze aulas de música e pós-teste. Foram utilizados os métodos quantitativo e qualitativo para análise dos dados. Ao final da coleta de dados foi realizada uma avaliação da aprendizagem musical por três juízes externos, professores graduados em música, os quais utilizaram o instrumento de avaliação de aprendizagem musical e a observação dos vídeos do pré e pós teste de dois estudantes. Os resultados apontaram para índices positivos na categoria aspectos gerais indicando que os estudantes com TEA são capazes de freqüentar aulas de música. Assim como um aumento do desempenho, entre pré e pós teste, nas tarefas das categorias altura e duração constatando a aprendizagem. A improvisação musical possibilitou que os estudantes trouxessem conteúdos, práticas e sentidos provenientes de seus contextos e que estes fossem re- significados pela professora gerando novas aprendizagens. Palavras chave: improvisação musical, aprendizagem musical, autismo. / Abstract: The aim of this study was to investigate the musical learning of students with autism spectrum disorder (ASD). Students with ASD may show deficits in social interaction, deficits in verbal and non-verbal communication and restricted repetitive behaviors, interests and activities. The hypotheses of this study are based on the cultural-historical theory of Vigotski, which the constitution of the individual is determined by socio-cultural factors and their development and learning are related to the culture access mediated by the other. The musical improvisation is known as a creative process dependent on the socio-cultural context, in which the individual is inserted and part of the musical learning process. My hypothesis is that musical improvisation can assist students with ASD in the learning of the musical elements rhythm and pitch. The methodology employed in this study was action research. The music lessons were carried out in a State School of Basic Education- Special Education (Curitiba, PR) with twelve students of both genders, aged between six and thirteen years old. During the study, an assessment tool for musical learning was developed and validated by seven graduated music teachers, resulting in subsequent adjustments. The collection of data was organized as follows: initial assessment, thirteen music lessons and final assessment. Quantitative and qualitative methods were chosen for data analysis. At the end of data collection, three external judges, who were Music graduates, assessed the musical learning by employing the tool of music learning and videos of the initial and final assessment of two students. The results pointed to positive outcomes in the general category aspects indicating that students with ASD are capable of attending to music classes. As well as an increase of the performance, in the pre and post test, in the activities of the rhythm and pitch categories observing the learning. The musical improvisation enabled students to bring content, practices and meanings from their context and be transformed by the teacher generating new learning. Keywords: musical improvisation, musical learning, autism.
2

Sobre as restrições compositivas implicadas na improvisação em dança

Guerrero, Mara Francischini 25 January 2013 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2013-01-25T12:31:28Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO - MARA.pdf: 8047475 bytes, checksum: e3ff47dd99c29795432c31d6b9b282b5 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-01-25T12:31:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO - MARA.pdf: 8047475 bytes, checksum: e3ff47dd99c29795432c31d6b9b282b5 (MD5) / CAPES / O propósito desta dissertação é discutir algumas terminologias que indicam questões relativas às restrições implicadas em processos de improvisação. É proposta uma revisão de termos, observando especificamente a ação compositiva, tentando identificar um campo de possibilidades restrito de decisão autônoma para o improvisador. Para isso, parte-se do pressuposto de que a improvisação é um dos diversos modos compositivos da dança, cujos arranjos ocorrem no ato de sua apresentação. Trata-se de um processo que não conta com pré-definições sobre os desenvolvimentos de ações e/ou composições. A imprevisibilidade operante na improvisação gera uma série de questões que direciona focos de investigação compartilhados entre improvisadores, tais como, a busca por evitar a repetição de padrões; o interesse em ampliar o repertório de movimentos e a atenção sobre a composição; a intenção em compor constantemente novas e surpreendentes obras; a busca pela manutenção de reações espontâneas nas decisões; entre outros. Entretanto, há restrições inevitáveis incidindo sobre a improvisação, pois, não há como suprimir os hábitos. A experiência consolida hábitos, que são reorganizados constantemente, consciente e inconscientemente, de acordo com cada situação que nos é apresentada, indicando uma maneira adequada de agir de acordo com o contexto presente. Consequentemente, há um campo de possibilidades para a ocorrência da improvisação, que restringe as condições para sua composição, sob a incidência inevitável de hábitos. Podemos então dizer que a improvisação ocorre entre regularidades e divergências de regularidades, numa relação entre hábitos e contexto que se auto-organiza em tempo real. / Programa de Pós Graduação em Dança-Escola de Dança
3

A Cena da novos novos: percursos de um teatro com crianças e adolescentes

Rodrigues, Débora Cristina Paes Landim de Almeida January 2008 (has links)
164f. / Submitted by Suelen Reis (suziy.ellen@gmail.com) on 2013-03-25T14:10:54Z No. of bitstreams: 3 DeboraPt3Seg.pdf: 6084286 bytes, checksum: 52f24f77b3fa92c3d956c0d5fcd52b57 (MD5) DeboraPt2Seg.pdf: 652282 bytes, checksum: 92404109b940bf414d24f80006dd676e (MD5) DeboraPt1Seg.pdf: 1042642 bytes, checksum: 6e7a481ff9cd854875ef79d3eaf5ae78 (MD5) / Approved for entry into archive by Rodrigo Meirelles(rodrigomei@ufba.br) on 2013-03-26T13:22:45Z (GMT) No. of bitstreams: 3 DeboraPt3Seg.pdf: 6084286 bytes, checksum: 52f24f77b3fa92c3d956c0d5fcd52b57 (MD5) DeboraPt2Seg.pdf: 652282 bytes, checksum: 92404109b940bf414d24f80006dd676e (MD5) DeboraPt1Seg.pdf: 1042642 bytes, checksum: 6e7a481ff9cd854875ef79d3eaf5ae78 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-26T13:22:45Z (GMT). No. of bitstreams: 3 DeboraPt3Seg.pdf: 6084286 bytes, checksum: 52f24f77b3fa92c3d956c0d5fcd52b57 (MD5) DeboraPt2Seg.pdf: 652282 bytes, checksum: 92404109b940bf414d24f80006dd676e (MD5) DeboraPt1Seg.pdf: 1042642 bytes, checksum: 6e7a481ff9cd854875ef79d3eaf5ae78 (MD5) Previous issue date: 2008 / O presente estudo é uma pesquisa teórico-prática, com inserção da pesquisadora na trama. Trata-se dos processos criativos de encenação de um fazer teatro com crianças e adolescentes e suas implicações na construção coletiva da proposta artístico-pedagógica da Companhia Novos Novos. Para isso, são considerados os percursos da construção dos espetáculos da companhia a partir da identificação das suas matrizes estéticas e teóricas e da investigação metodológica de uma educação-através da arte. A descrição é acompanhada por um estudo analítico dos processos de ensino-aprendizagem vivenciados pela equipe de artistas e elenco. Finalmente, são apresentadas as etapas e os resultados dos processos das peças do repertório da Companhia Novos Novos, através de dados teóricos, documentais, entrevistas e na observação-participante. Além do impacto de conteúdo pretendido em quem assiste aos espetáculos e em quem os faz, os resultados cênicos também validam a proposta da Companhia Novos Novos que, além da função educativa, apresenta uma necessária e desejada qualidade artística. / Salvador
4

Vídeo-dança vagão

Barcellos, Luiz Claudio Marques 11 October 2012 (has links)
Resumo: Esse trabalho nasceu da necessidade de investigar de que maneiras os universos da música e da dança podem interagir no âmbito da criação artística, tendo por base as noções de integração e improvisação. O conceito de integração se refere a um processo de criação em que dois ou mais criadores contribuem para desenvolver uma produção colaborativa. As práticas ligadas à improvisação e a utilização de processos indeterminados abrem caminho para uma experiência mais espontânea entre música e dança. A coreógrafa Eunice de Oliveira foi convidada para colaborar no processo criativo desta pesquisa. Foram realizadas quatro sessões de improvisação com quatro bailarinos do Balé do Teatro Guaíra como preparação para a filmagem de um vídeo-dança, Vagão, no interior de uma estação de tubo (ponto de ônibus) da cidade de Curitiba. Para tal, três composições musicais: Drone, Dolcerino e Plano Primo foram utilizadas para impulsionar os movimentos corporais dos bailarinos durante as sessões no estúdio de dança. Foi utilizado o programa de gravação de música Logic Pro 8 para gravar, processar e editar as peças, que tiveram como pressuposto poético a incorporação do indeterminado na composição. As sessões de improvisação, que foram filmadas para possibilitar a reflexão acerca dos conceitos estudados, acabaram por adquirir vida própria e resultados ricos e espontâneos foram encontrados. Através desta pesquisa percebeu-se a relação entre os materiais musicais e a qualidade dos movimentos improvisados pelos bailarinos. Concluiu-se que a tendência primeira dos bailarinos é criar movimentos que estejam de acordo com a música (visualização musical) e em seguida, conforme a familiarização com o material sonoro, os bailarinos vão criando relações mais ricas e menos de acordo com a música (contraponto e eco). Do mesmo modo, a improvisação dos bailarinos acarretou uma improvisação de blocos de unidades por parte do compositor em tempo real dentro do estúdio de dança, o que possibilitou uma integração ainda maior entre som e movimento corporal. No caso do vídeo-dança outros processos entraram em jogo como por exemplo, o posicionamento e a proximidade da câmera assim como a edição de imagens. O que tornou o processo de criação em uma experiência coletiva e verdadeiramente integrada.
5

Preparação corporal para apresentadores de telejornalismo : uma discussão a partir de oficinas de jogos de improvisação

Pereira, Mônica Tavares 26 August 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-12-09T15:09:24Z No. of bitstreams: 1 2016_MônicaTavaresPereira.pdf: 5262143 bytes, checksum: b0f98050eb42de7ffb5ca78d2ae7e072 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-01-10T19:17:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_MônicaTavaresPereira.pdf: 5262143 bytes, checksum: b0f98050eb42de7ffb5ca78d2ae7e072 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-10T19:17:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_MônicaTavaresPereira.pdf: 5262143 bytes, checksum: b0f98050eb42de7ffb5ca78d2ae7e072 (MD5) / Esta dissertação tem como objetivo fundamentar os princípios que estruturam a oficina “Jogos de Improvisação Cênica”, direcionada aos apresentadores de telejornal, e analisar as percepções de jornalistas e fonoaudiólogos com relação ao material organizado, vindo de recursos das Artes Cênicas para o Telejornalismo. O interesse esteve em investigar se o trabalho realizado com a oficina contribui para a expressividade dos apresentadores de telejornal, podendo ser um agregador ao trabalho vocal realizado pelos fonoaudiólogos. A conclusão para a questão foi positiva. No caminho da pesquisa, foi traçado um percurso em direção à história do telejornalismo brasileiro, com suas mudanças que refletiram na movimentação corporal dos apresentadores. A trajetória do trabalho parte das relações entre Jornalismo e Artes Cênicas e, pela formação da pesquisadora, estabelecemse os princípios pedagógicos da oficina para, então, se chegar à sua fundamentação prática. Para servir aos objetivos da pesquisa, foram realizadas entrevistas, observação do ambiente de trabalho de apresentadores, questionários sobre os módulos para análise do aproveitamento da oficina para a prática do telejornalismo e a prática de dois módulos com os jogos de improvisação. A costura de toda pesquisa se deu pelo viés do corpo e para o corpo, na possibilidade de estabelecer a sua preparação por meio dos jogos de improvisação. __________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation aims at highlighting the principles behind “Physical and Theater Improvisation Games” for TV broadcast journalists, based on the Performing Arts resources, and at analyzing feedback coming from journalists and audiology/speech-language pathologists. The purpose is to investigate if the techniques involved in the games help improve overall visual expressiveness and consequently contribute positively to the vocal work done by audiology/speech-language pathologists. The study concludes that the contribution towards these goals is positive. This research also shows the historical evolution of the Brazilian TV broadcast journalism reflected in the body language conveyed by broadcasters. This is a case of the Performing Arts contributing to TV broadcast journalism. In order to analyze the benefits of the Scenic Improvisation Games toward improvements in visual communication the following activities were performed: field research with interviews; close observation of TV broadcasters’ work environments; practice of two modules of the “Physical and Theater Improvisation Games Workshops” followed by questionnaires. This research focus on body training for TV broadcast journalists through improvisation games.
6

EMERGÊNCIAS CÊNICAS EM DANÇA: CONECTIVIDADE ENTRE DANÇARINOS NO MOMENTO CÊNICO IMPROVISADO

Morais, Líria de Araújo 04 February 2013 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2013-02-04T13:15:44Z No. of bitstreams: 1 dissertação liria.pdf: 3463654 bytes, checksum: 3a6302282740490cab39a8c481d21ce2 (MD5) / Approved for entry into archive by Fatima Cleômenis Botelho Maria (botelho@ufba.br) on 2013-02-04T14:06:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 dissertação liria.pdf: 3463654 bytes, checksum: 3a6302282740490cab39a8c481d21ce2 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-02-04T14:06:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertação liria.pdf: 3463654 bytes, checksum: 3a6302282740490cab39a8c481d21ce2 (MD5) / CAPES / A comunicação eficiente entre os dançarinos no ato da cena improvisada – aqui chamada conectividade – é o objeto de investigação dessa pesquisa. Para realização dessa investigação formou-se um grupo de experimento especialmente para esse estudo com artistas dançarinos, onde experimentações foram orientadas a partir de um entendimento de improvisação em cena. Na visão sistêmica da cena e dos dançarinos improvisadores como elementos desse sistema, a conectividade - parâmetro sistêmico evolutivo – é observada na função de selecionar informações como referências para que o dançarino improvisador utilize diversas combinações e invenções conectivas. A cena improvisada, onde informações se cruzam entre várias pessoas, é um tipo de auto-organização. A partir dessas idéias, juntamente com os experimentos do Radar 1, propõe-se que a conectividade entre os dançarinos se dá a partir de um acionamento específico da atenção interna/externa do corpo (uma atenção flexível) na qual o indivíduo que dança aumenta sua capacidade de prestar atenção nos seus parceiros de cena. A partir dessa atenção, consegue-se identificar padrões e recorrências no jeito como esses parceiros dançam e, dessa forma, melhorar a eficiência de conectividade na cena improvisada. Os dados aqui levantados consideram os relatos dos dançarinos que participaram do grupo Radar 1, enquanto experiências de estudo e cena para a conectividade, numa convivência entre artistas da dança. / PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM DANÇA/ESCOLA DE DANÇA
7

Procedimentos composicionais de Walter Smetak

Abreu, Alberto José Simões de 02 August 2013 (has links)
Submitted by Nilson Nascimento Souza (nilson@ufba.br) on 2013-08-02T15:55:11Z No. of bitstreams: 1 Sem numero03.pdf: 96749 bytes, checksum: df1ca34ed677f6e8f207ee2512360ddc (MD5) / Made available in DSpace on 2013-08-02T15:55:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sem numero03.pdf: 96749 bytes, checksum: df1ca34ed677f6e8f207ee2512360ddc (MD5) / A presente pesquisa pretende contribuir para um melhor entendimento do processo composicional de Walter Smetak. Este compositor tem como elemento basilar a improvisação. Nesta medida, como participante e colaborador ativo por quase uma década, além de ter estudado e compilado grande parte de sua obra escrita, o autor deste trabalho teve como fonte principal de investigação sua própria memória. Foram estudados também em média noventa por cento dos instrumentos de Smetak e serão apresentadas reflexões produzidas sobre suas peças, como também uma peça composta através de sua sistemática habitual. Não pretendemos esgotar o assunto nesta dissertação e sim trazer a luz informações e reflexões novas e importantes como fonte de pesquisa da obra smetakiana. Palavras-chave: Walter Smetak. Composição musical. Improvisação musical. Instrumentos de Walter Smetak. / Salvador
8

A preparação para performance de livre improvisação no contrabaixo /

Macedo, Pedro Lopes da Silva, 1967- January 2016 (has links)
Orientadora: Sonia Ray / Banca: Rogério Luiz Moraes Costa / Banca: Valerie Albright / Acompanha o CD "Umagoma - Estudos " e o DVD com o recital de defesa / Resumo: A improvisação livre, por suas características sui generis, traz ao campo da preparação para performance uma problemática diversa daquela encontrada a partir do seu estudo fundado na música tradicional, idiomática, seu objeto preferencial. Este trabalho investiga os elementos e a eficácia da preparação para a performance do contrabaixo na improvisação livre, visando a um só tempo contribuir para o estudo da preparação para performance musical, como também fornecer subsídios para a preparação e prática da improvisação livre no contrabaixo. A partir de uma revisão bibliográfica sobre os temas da improvisação livre e da preparação para performance, busca-se definir os elementos específicos necessários à preparação para performance da improvisação livre, fazendo uma análise de sua aplicação na preparação para performance musical. Discute-se também as bases conceituais da improvisação livre, buscando uma maior compreensão desta prática. Por fim, sugere-se guias para a prática da improvisação livre no contrabaixo através de estratégias e exercícios, com o intuito de estimular o conhecimento e o uso desta prática entre estudantes e músicos em geral. / Abstract: Free improvisation, regarding its unique characteristics, brings to the performance field of research a diverse problematic that is found in studies based on the traditional, idiomatic music, its preferential object. This work investigates the elements and efficiency of the free improvisation performance preparation on the double bass, aiming both to contribute to the musical performance study and to provide subsidies to the free improvisation preparation and practice on that instrument. From a literature review on the themes related to the free improvisation and performance preparation, this paper seeks to define the specific elements needed to the free improvisation performance preparation, analyzing its application in musical performance, broad sense. It also discusses the conceptual basis of the free improvisation, in order to enlarge this practice's comprehension. Guides to the initial approach to free improvisation on the double bass are presented, in order to stimulate the student and general musician to this practice. / Mestre
9

Jogando no quintal : a (re)invenção na relação entre palhaço e impro /

Hércules, Thais Carvalho. January 2011 (has links)
Orientador: Mário Fernando Bolognesi / Banca: Mariana de Lima e Muniz / Banca: Elisabete Vitória Dorgam / Banca: Carminda Mendes André / Resumo: A Cia. Do Quintal, ao estrear o espetáculo Jogando no Quintal, alimentou o debate acerca das relações entre palhaço e improvisação. Realizado inicialmente no quintal da casa do ator Cesar Gouvêa, o espetáculo é uma disputa de improvisações entre duas equipes de palhaços, a partir de sugestões da plateia. Em virtude dessa inter-relação de linguagens - por um lado a impro (espetáculos improvisados que seguem como base o trabalho de Keith Johnstone) e por outro lado o palhaço Jogando no Quintal suscitou discussão sobre como cada um desses modos de atuação se entrecruza no espetáculo. Como forma de solucionar essa questão, foi necessário analisar de que maneira o teatro vem desenvolvendo a improvisação desde o começo do século XX; buscar as influências que repercutiram durante a trajetória do espetáculo Jogando no Quintal até o presente momento como o projeto Doutores da Alegria, o trabalho de Cristiane Paoli-Quito, os Matches de improvisação e o Teatro-esporte; e, por fim, comparar os modos de atuação de um improvisador contemporâneo com o palhaço - o que os aproxima e o que os diferencia. Sendo assim, foi possível compreender a importância de Jogando no Quintal como um projeto propositor e autoral, que contribui para o panorama nacional de teatro, sobretudo das companhias que privilegiam os processos coletivos ou colaborativos de criação e daquelas que, assim como a Cia. do Quintal, também estudam a impro ou o palhaço no teatro / Resumen: La Cia. do Quintal, al estrenar el espectáculo Jogando no Quintal, ha avivado un debate sobre las relaciones entre payaso y improvisación. Presentado inicialmente en el patio de la casa del actor Cesar Gouvêa, el espectáculo es una disputa entre dos equipos de payasos a partir de sugerencias de la plateia. Gracias a esta interrelación de lenguajes - por un lado la impro (espectáculos improvisados que siguen la metodología del director Keith Johnstone) y por otro lado el payaso, Jogando no Quintal ha planteado la discusión sobre cómo estos modos de actuación se entrelazan en el espectáculo. Con el fin de resolver este problema, fue necesario analizar de qué manera el teatro ha desarollado la improvisación desde el inicio del siglo XX; buscar las influencias que han afectado durante la trayectoria del espectáculo Jogando no Quintal hasta el momento presente - como el proyecto Doutores da Alegria, el trabajo de Cristiane Paoli- Quito, los matches de improvisación y el Teatro-deporte; para, por fin, comparar los modos de actuación de un improvisador contemporáneo con el payaso - lo que los diferencia y sus similitudes. De esta manera, fue posible entender la importancia de Jogando no Quintal como un proyecto original y autorial, que ha contribuido en el panorama nacional de teatro, sobretodo en las compañías que han privilegiado los procesos colectivos o colaborativos y en las que, así como Cia. do Quintal, han estudiado impro o el payaso en el teatro / Mestre
10

O corpo cômico em jogo: um estudo acerca da improvisação do palhaço

Souza, Cláudia Funchal Valente de [UNESP] 12 October 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:22:27Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-10-12Bitstream added on 2014-06-13T20:28:52Z : No. of bitstreams: 1 souza_cfv_me_ia.pdf: 2124027 bytes, checksum: 0deb320e2c943f96dfcdc1ac421e18e0 (MD5) / A palhaçaria clássica, linguagem cômica tradicional e popular, foi concebida junto ao espetáculo circense. Consolida-se no século XX e é caracterizada por um conjunto de situações, gestos e ações codificados, transmitidos oralmente através de gerações. Sua dramaturgia é construída na relação direta e improvisada com a platéia, a partir de um roteiro, e tem na utilização do corpo cômico em jogo seu principal recurso expressivo. O presente trabalho tem como objetivo geral investigar a composição do palhaço de circo no tocante à utilização do corpo e sua relação com a platéia. Esse objetivo mais amplo se direciona à contribuição desse processo na formação do ator em geral. Para melhor compreender a construção deste corpo cômico, assim como a especificidade de seu processo de aprendizado, ligado à tradição oral, escolhemos para nossa pesquisa empírica o trabalho do palhaço Gachola e sua Cia, assim como o de seus parceiros Camilo Torres, Puchy e Pepin - palhaços de tradição circense que atuam na cidade de São Paulo. Foi importante também a experiência com dois grupos de atores: um grupo que, de 2001 a 2004, interessados na linguagem do palhaço, realizou uma investigação prática acerca da construção do clown no LUME, e o grupo O Circo e o Riso, da UNESP, que pesquisa a construção do palhaço a partir de técnicas tradicionais. Recorremos também a autores estudiosos do circo ou dos palhaços: Mario Bolognesi, Andreia Pantano, Erminia Silva, Tristan Rémy, John Towsen, Roger Avanzi e Veronica Tamaoki. Para a análise da articulação e dos objetivos do jogo cômico estabelecido entre palhaço e público, foram imprescindíveis, aliadas às análises de Bolognesi e Pantano, a teoria de Johan Huizinga a respeito do jogo, como exposta no livro Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura, e a teoria de Mikhail Bakhtin a respeito do cômico e do riso na cultura popular. / The classic clownery, traditional and popular comic language, was conceived together with the circus show. It consolidates in the twentieth century and is characterized by a set of situations, gestures and encoded actions, transmitted orally through generations. Its dramaturgy is built in the direct and improvised relationship with the audience, based on a script, and uses the comic body in game as its main and expressive resource. The general objective of the present study is to investigate the composition of the circus clown concerning the use of the body and its relationship with the audience. A broader objective is directed to the contribution of this process in the formation of the actor in general. To better understand the construction of this comical body, as well as the specificities of its learning process, linked to oral tradition, we choose for our empirical research the work of the clown Gachola and his Company, as well as his partners Camilo Torres, Pepin and Puchy - clowns coming from the circus tradition who work in the city of São Paulo. It was also important the experience with two groups of actors: a group that, from 2001 to 2004, interested in the language of the clown, undertook a practical investigation on the construction of the clown at LUME, and the group “O Circo e o Riso “, from UNESP, which researches the construction of the clown from traditional techniques. We also resorted to scholars of circus clowns: Mario Bolognesi, Andrea Pantano, Erminia Silva, Tristan Rémy, John Towsen, Roger Avanzi and Veronica Tamaoki. For the analysis of the articulation and the objectives of the comic game established between public and clown, Johan Huizinga´s theory about the game as exposed in the book “Homo Ludens: A Study of the Play-element in Culture” was essential, together with the analysis of Bolognesi and Pantano and Mikhail Bakhtin's theory about the comic and laughter in popular culture.

Page generated in 0.0348 seconds