• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 8
  • Tagged with
  • 8
  • 8
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Tudo como dantes no Quartel D'Abrantes: estudo das internacoes psiquiatricas de criancas e adolescentes atraves de encaminhamento judicial

Bentes, Ana Lucia Seabra. 1999 (has links)
Mestre -- Escola Nacional de Saude Publica, Rio de Janeiro, 1999.
2

Informacao para apoio a tomada de decisao em saude: parametros de producao de informacao territorializada

Castro, Elenice de. 2002 (has links) (PDF)
Mestre -- Universidade de Sao Paulo. Escola de Comunicacao e Artes. Departamento de Biblioteconomia e Documentacao, Sao Paulo, 2002.
3

[en] A QUESTION OF HOLINESS: THE ENGAGEMENT IN POLITICAL AND SOCIAL IN THE LIFE AND THEOLOGY OF KARL BARTH [pt] UMA QUESTÃO DE SANTIDADE: O ENGAJAMENTO POLÍTICO-SOCIAL NA VIDA E NA TEOLOGIA DE KARL BARTH

JANSEN RACCO BOTELHO DE MELO 14 April 2015 (has links)
[pt] A vida e a teologia de Karl Barth foram marcadas pelo engajamento político-social. Engajamento este que não aconteceu simplesmente porque Barth era politizado, mas foi uma consequência de seu entendimento teológico. Para ele, a fé cristã via o homem de modo integral e não dualista, portanto não havia nenhuma esfera da vida humana que não pertencesse a Cristo. Ser engajado e lutar pelos menos favorecidos e explorados era uma consequência de fé em Jesus, era se importar com o que Jesus se importaria. Este envolvimento na vida de Barth foi visceral e o teólogo lutou pelo que cria em momentos extremos em que sua própria vida esteve em risco. A sua teologia foi toda permeada por um pensamento holístico que cria ser uma questão de santidade lutar pelos direitos humanos, pela democracia, pelos pobres. Seu exemplo e sua obra podem ser muito pertinentes, sobretudo no contexto socioeconômico da América Latina. [en] The life and theology of Karl Barth were marked by political and social engagement. This engagement didn t happen simply because Barth was politicized, but was a consequence of his theological understanding. For him, the Christian faith through the man of integral and non-dualistic mode, so there was no sphere of human life that doesn t belong to Christ. Being engaged and fight for the disadvantaged and exploited was a result of faith in Jesus, was to care what Jesus would mind. This involvement in the life of visceral and theologian Barth was fought by establishing in extreme moments when his own life was at risk. His theology was all permeated by a holistic thinking that creates holiness be a matter of fighting for human rights, democracy, the poor. His example and his work can be very relevant, especially in the socio-economic context of Latin America.
4

Justiça social: contribuições para sua resignificação no âmbito do serviço social

Backx, Sheila de Souza 28 November 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-29T14:17:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sheila de Souza Backx.pdf: 2035447 bytes, checksum: 27eebb0907e89aaa1b22d32fec9ad466 (MD5) Previous issue date: 2008-11-28 Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico This work highlights different conceptions of social justice, and its objective is to supply basic tools to make social workers able to place themselves in the contemporary debate about the theme. From one side it is justified due to the denominated social political reconstruction which comes from global context transformations in the end of the 80 s; transformations involving debates about public matters redefinition in the present, and it has a main role in the social political field inserting points related to the State and its relation with civil society as much in deliberation as in social politic execution, interfering in the social protection standard configuration. From the other side the need of inciting this professional category- which takes social justice as their sign to think about the theoretical content given to the expression. The main supported idea is that the social justice expression application conceals the production social relations; despite the importance of Marx contribution to the justice theory widening, his work, certainly, is beyond justice (HELLER, 1998), what means that thinking of distributive or social justice means to be situated strictly in the middle-class society boundaries. The work introduction recuperates general points related to the theme, aspects from the ancient and medieval thought about justice, as well as the justice principles; the objective of this part is to clean the area , denying certain concepts in the common sense field which disturbs even more the discussion understanding about the theme. The rest of the work was structured in three parts which recuperate the great themes supported inside each of these concepts theories, like: the classic and modern liberalism, the denominated equalitarianism, as well as the radical liberalism and the denominated liberal-equalitarianism. It's important to inform that this work has no intention to inscribe in the philosophy history field, but it goes back to the ancients having as main idea the contemporary debate, over all John Rawls contribution. The last part besides summarising the topics that give support to the hypothesis defended, it retakes some points to the Social Work nowadays O presente trabalho enfoca diferentes concepções de justiça social, objetivando fornecer aos assistentes sociais instrumentos mínimos para situarem-se no debate contemporâneo sobre o tema. Justifica-se, por um lado, pela denominada reestruturação das políticas sociais que decorrem das transformações que se processam a partir do contexto global do final dos anos 80; transformações que implicam em debates sobre a redefinição da esfera pública no mundo atual e, no campo da política social, têm significado central, pois se inserem nas questões relativas ao papel do Estado e sua relação com a sociedade civil, tanto na deliberação como na execução da política social, interferindo na configuração do padrão de proteção social. Por outro, pela necessidade sentida de provocar essa categoria profissional - que faz da justiça social quase que sua marca registrada - a pensar o conteúdo teórico que atribui à expressão. Defende-se, principalmente, que: o uso da expressão justiça social oculta as relações sociais de produção; apesar da importância da contribuição de Marx para o alargamento das teorias da justiça, sua obra, a rigor, se coloca além da justiça (HELLER, 1998), o que significa que pensar em termos de justiça social ou distributiva é situar-se estritamente nos marcos da sociedade burguesa. Na introdução do trabalho recupera-se questões gerais em relação ao tema, aspectos do pensamento antigo e medieval sobre a justiça, bem como os princípios de justiça; o objetivo desta parte é limpar o campo , refutando-se determinadas concepções correntes no âmbito do senso comum que turvam ainda mais a compreensão da discussão sobre o tema. O restante do trabalho foi estruturado em três seções que recuperam as grandes temáticas defendidas dentro de cada uma dessas concepções/teorias, a saber: o liberalismo clássico e moderno, o chamado igualitarismo, bem como o liberalismo radical e o chamado liberal-igualitarismo. Cabe esclarecer que este trabalho não tem a pretensão de se inscrever no campo da história da filosofia , mas remonta aos antigos tendo como fio condutor o debate contemporâneo, sobretudo a contribuição de John Rawls. A última parte - considerações finais além de sumariar o conjunto de questões que sustentam as hipóteses defendidas, retoma algumas implicações para o Serviço Social hoje
5

Dom Helder Camara: modelo de esperanca na caminhada para a paz e a justica social

Condini, Martinho 30 March 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-25T19:20:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Martinho Condini.pdf: 717696 bytes, checksum: c589d0f49c1898fe93f9c4597cd33f32 (MD5) Previous issue date: 2004-03-30 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior In this dissertation it is sought to show the actuation of Dom Hélder Pessoa Câmara, a model of hope in his tireless search for peace and social justice, in the north-east of Brazil, in Brazil as a whole, and in the World. It also highlights his important participation in the process of transformation of the Catholic Church from the second half of the twentieth century on. Before the realization of the Council Vatican II (1962-1965), the Catholic Church of Brazil started a process of renewal. This process of renewal of Brazilian ecclesiastic life took on greater visibility with the foundation of the National Conference of Bishops of Brazil (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil0, the CNBB, on the 14th of October of 1952. If the Council Vatican II meant opening for the Church all over the world, much more for the Latin-American Church. The second and third General Conference of Latin-American Episcopate in Medellín (1968) and Puebla (1979) were a rethink of the teachings of the Council from the perspective of the Latin America, branded by poverty, social differences, and the repression imposed by the military regimen. Dom Hélder participated intensely in all this process of renewal of the Church and fight for human rights in the society. The dissertation reaps the hope that the actuation of Dom Hélder awakes inside and outside of the Church. Over the years, Dom Hélder became the mediator of hope, a prophet for the Church in Brazil Esta dissertação procura mostrar a atuação de Dom Hélder Pessoa Câmara, um modelo de esperança na sua incansável busca pela paz, e a luta pela justiça social, no Nordeste, no Brasil e no Mundo. Também destaca a sua importante participação no processo de transformação da Igreja Católica a partir da segunda metade do século XX. No Brasil, sua renovação tem início antes da realização do Concílio Vaticano II (1962-1965), mas alcança maior visibilidade com a fundação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil CNBB , em 14 de outubro de 1952. Se o Concílio Vaticano II significou abertura para a Igreja em todo o mundo, muito mais para a Igreja latino-americana. A II e a III Conferência Geral do Episcopado Latino- Americano em Medellín (1968) e Puebla (1979) foram uma releitura dos ensinamentos do Concílio a partir da realidade da América Latina, marcada pela pobreza, pela desigualdade e pela repressão imposta pelos militares. E Dom Hélder participou intensamente de todo esse processo de renovação da Igreja e de luta pelos direitos humanos na sociedade, tornando-se, ao longo dos anos, o mediador da esperança, um profeta para a Igreja no Brasil. Esta dissertação colhe a esperança que a atuação de Dom Hélder desperta na Igreja e fora dela, pois a esperança é uma presença constante na vida de Dom Hélder
6

Os (des)caminhos da formacao sanitaria e os direitos sociais: uma reflexao a partir da Escola de Saude de Minas Gerais

Vasconcellos, Maria da Penha Costa. 2000 (has links) (PDF)
Doutor -- Universidade de Sao Paulo. Faculdade de Saude Publica. Departamento de Pratica de Saude Publica, Sao Paulo, 2000.
7

A justiciabilidade dos direitos sociais no Brasil: abordagem analítica, empírica e normativa

Saes, Wandimara Pereira dos Santos 15 September 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T20:27:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Wandimara Pereira dos Santos Saes.pdf: 2151923 bytes, checksum: a91d8cac76bfeecba77140443cd1d885 (MD5) Previous issue date: 2008-09-15 Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Concerning social rights justiciability we proceed to a triple approach analytical, empirical and normative - in its subjective dimension. On the analytical plan, we pursue to solidify the concept of justiciability and its relation to other concepts, as well as identify its nature, typology and content. On this plan we conclude that justiciability exists on the pre-process plan, but it is exerted on the process, being different from action right which is instrumental. Justiciability expresses demanding power of jurisdictional providence on right or judicially protected interest. On the empirical plan, we analyze the constitutional justice frame, natural center of protective jurisdiction of fundamental rights, including the social ones and the mechanisms of jurisdictional protection towards them either on individual dimension or transindividual dimension as their aptness and competence constitute the condition to justiciability. With this background, on one hand, we verify the constitutional guarantees to defend social rights, on its individual dimension, are not competent to accomplish the promised protection. We proceed to a critical analysis of judicial praxis and that denounce the current posture of autocontention of Brazilian jurisdiction. On normative plan, we demonstrate and remove the theoretical objections to understand the social rights justiciability, from what we deep in the various fundaments of this attribute. In general, we conclude that, on individual dimension, social rights are misinterpreted, badly guaranteed and badly provided. The deficit objects to the recognition of social rights full justiciability and to Social Justice solidification, put as the principal aim of Brazilian Republic. Its overcoming claims, simultaneously, the accurate exegesis of social rights, the reinforce and adaptation of its guarantees and, above all, Judicial System as protagonist in developing a new role in order to implement a Social State based on dignity of human person Sobre a justiciabilidade dos direitos sociais se procede a uma tríplice abordagem analítica, empírica e normativa, em sua dimensão subjetiva. No plano analítico, busca-se firmar o conceito da justiciabilidade e a sua correlação com outros conceitos, bem como identificar a sua natureza, tipologia e conteúdo. Neste plano conclui-se, em suma, que a justiciabilidade existe no plano pré-processual, mas nele é exercido, distinguindo-se do direito de ação que lhe é instrumental. A justiciabilidade expressa o poder de exigibilidade da tutela jurisdicional sobre direito ou interesse juridicamente protegido. No plano empírico, analisa-se a configuração da justiça constitucional, sede natural da jurisdição protetora dos direitos fundamentais, neles incluídos os sociais e na pletora de mecanismos de proteção jurisdicional a eles vocacionados - seja em dimensão individual, seja em dimensão transindividual - visto que a aptidão e idoneidade destes constituem condição de exercício da sua justiciabilidade. Nessa ambiência, de um lado, apura-se que as garantias constitucionais para a defesa dos direitos sociais, em sua dimensão individual, não são idôneos para cumprir a sua prometida proteção. Procede-se à uma análise crítica da praxis judicial, que denuncia a atual postura de autocontenção da jurisdição brasileira. No plano normativo, passa-se a demonstrar e afastar as objeções teóricas à compreensão da justiciabilidade dos direitos sociais a partir do que se aprofunda nos inúmeros fundamentos desse atributo. De forma geral concluise que em sua dimensão individual, os direitos sociais são mal interpretados, mal garantidos e mal tutelados. O déficit constitui óbice ao reconhecimento da plena justiciabilidade dos direitos sociais e à concreção da Justiça Social, posta como objetivo maior da Republica Brasileira. A sua superação reclama, concomitantemente, a correta exegese dos direitos sociais, o reforço e adequação de suas garantias e, sobretudo, o protagonismo do Judiciário no desempenho do novo papel que lhe impõe a implementação do Estado Social fundado na dignidade da pessoa humana
8

Justiça social e estratégias de positivação dos direitos fundamentais sociais na Constituição brasileira de 1988: o mínimo vital como condição à inclusão e desenvolvimento sociais Social justice and the fundamental social rights implementation strategies in the 1988 Brazilian Constitution: the minimum vital as a condition for the socials inclusion and development

Pacheco, Felipe José Minervino 7 June 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-26T20:30:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Felipe Jose Minervino Pacheco.pdf: 1398338 bytes, checksum: 6aa9cbdf908c3280615828b1053df1b1 (MD5) Previous issue date: 2010-06-07 We propose to study the social justice in it s pre-modern and moderns conceptions as well as the different strategies of the implement of fundamental social rights and in a more general way the right to development and social inclusion with the intention of configuring this social justice to our time and to the brazilian legal system. We found out that the term social justice is based in the articles 170 and 193 of the 1988 Federal Constitution, referring to the different ways of the implement of the social rights in the sense of subjecting the state to the realization of the called minimum vital which, regarded in this light, offers minimum social inclusion, in terms of these social rights, has the purpose of the accomplishment of human dignity. Besides, it constitutes the foundation to the real equality and liberty among the citizens thus making possible the full development of the brazilian society Neste trabalho, nos propomos a estudar a Justiça Social em suas concepções pré-moderna e moderna, bem como as diferentes estratégias de positivação dos direitos fundamentais sociais, e, em linhas gerais, o direito ao desenvolvimento e a inclusão social, com intuito de configurar a Justiça Social nos nossos dias e no ordenamento jurídico brasileiro. Constatamos que o termo Justiça Social - presente nos arts. 170 e 193 da Constituição Federal de 1988 - alude às diferentes formas de positivação dos direitos sociais, no sentido de se condicionar o Estado à concretização do alcunhado mínimo vital que, à vista de oferecer uma inclusão social mínima - em matéria destes direitos sociais -, tem por finalidade a observência do princípio da dignidade da pessoa humana, e, ademais, constitui base à igualdade e à liberdade reais entre os cidadãos, possibilitando o desenvolvimento pleno da sociedade brasileira

Page generated in 0.0967 seconds