• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 63
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 63
  • 63
  • 21
  • 12
  • 12
  • 11
  • 10
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 7
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Prevalência de nematódeos em ovinos (Ovis aries) pertencentes a diferentes microrregiões do estado de São Paulo, Brasil /

Maciel, Willian Giquelin. January 2014 (has links)
Orientador: Gilson Pereira de Oliveira / Banca: Marcos Rogério André / Banca: Welber Daniel Zanetti Lopes / Resumo: O Brasil está aumentando gradativamente a produção ovina, com incentivos da iniciativa governamental e privada, cujos investimentos formalizam agronegócios de ponta, com novas técnicas, melhores preços no mercado, integrando a unificação de produtores e cooperativas para produção em maior escala. Um dos grandes problemas na ovinocultura trata-se das nematodioses, que assim como na bovinocultura, são responsáveis por grandes perdas na produção, constituindo-se no principal entrave ao desenvolvimento, gerando prejuízos econômicos, além de dispêndio com a utilização de antiparasitários. O conhecimento das espécies helmínticas mais incidentes em uma determinada região, auxilia no manejo e na prática do seu controle, minimizando os prejuízos. Neste experimento, investigou-se a prevalência, por meio da quantificação, e identificação das principais espécies helmínticas de ovinos nas microrregiões próximas de Jaboticabal, estado de São Paulo, Brasil. Para tanto, foram utilizados 66 animais naturalmente infectados, machos e fêmeas, com idade entre quatro e 36 meses, criados em regime extensivo, apresentando exame de contagens de ovos por grama de fezes (OPG) acima de 800. Os animais foram necropsiados e os helmintos recolhidos, sendo quantificadas e identificados por meio de microscopia de luz. Os resultados revelaram a presença de sete gêneros e 12 espécies, com a seguinte prevalência e média parasitária: Haemonchus contortus: 100,00% (2.947,20); Trichostrongylus colubriformis: 90,90% (3.048,82); Cooperia curticei: 56,06% (256,52); Oesophagostomum columbianum: 48,48% (36,00); Cooperia punctata: 30,30% (94,53); Trichostrongylus axei: 22,72% (26,56); Strongyloides papillosus: 19,69% (83,09); Haemonchus contortus, forma imaturas (L4): 7,58% (17,29); Cooperia pectinata: 10,60% (12,97); Trichuris ovis: 10,60% (0,67); Cooperia spatulata 4,54% (0,35); Capillaria bovis: 4,54% (0,09). A carga parasitária média foi ... / Abstract: Brazilian sheep production is gradually increasing, with incentives from governmental and private initiatives, whose investments formalize top agribusiness, with new techniques, better prices on the market, integrating unification of producers and cooperatives for larger production scales. One of the major problems sheep breeding faces are nematode infections that, similar to what happens in cattle breeding, are responsible for severe production loss, being the main obstacle for development, as well as high expenses for acquisition of antiparasitic products. Knowledge of helminthic species with higher incidence in a determinate region helps handling and control practices, minimizing economic losses. The present study investigated prevalence, by means of quantification, and identified the main species of helminthes parasitizing sheep from micro regions near the city of Jaboticabal, state of São Paulo, Southeast region of Brazil. To achieve this, 66 naturally infected animals were selected, both males and females with ages ranging between four and 36 months, created in extensive regimens and presenting counts of eggs per gram of feces (EPG) superior to 800. All animals were necropsied and parasites were collected, being quantified and identified with the aid of optical microscopy. Results revealed presence of seven genres and 12 species, with the following prevalence and parasitic averages: Haemonchus contortus: 100.00% (2,947.20); Trichostrongylus colubriformis: 90.90% (3,048.82); Cooperia curticei: 56.06% (256.52); Oesophagostomum columbianum: 48.48% (36.00); Cooperia punctata: 30.30% (94.53); Trichostrongylus axei: 22.72% (26.56); Strongyloides papillosus: 19.69% (83.09); Haemonchus contortus immature forms (L4): 7.58% (17.29); Cooperia pectinata: 10.60% (12.97); Trichuris ovis: 10.60% (0.67); Cooperia spatulata 4.54% (0.35); Capillaria bovis: 4.54% (0.09). Average parasite burden was 6,524.77 helminthes per animal. Haemonchus ... / Mestre
32

Estudo de marcadores parasitológicos e hematológicos de resistência ao parasitismo gastrintestinal em ovinos

Schmidt, Elizabeth Moreira dos Santos 31 January 2013 (has links)
Resumo: O objetivo desta dissertação foi o de identificar marcadores parasitológicos e hematológicos que reflitam a habilidade dos ovinos em resistir ao desafio dos nematóides para uma possível seleção de animais resistentes à verminose gastrintestinal. Foi estudado um rebanho ovino, de 22 ovelhas adultas e 26 cordeiros, na região de Curitiba. Os animais foram avaliados por um período de onze meses, através de colheitas de sangue e de fezes mensais para as ovelhas e com intervalos de quatorze dias para os cordeiros. O marcador parasitológico utilizado foi a quantidade de ovos por grama de fezes (opg) e os marcadores hematológicos utilizados foram: contagem de eosinófilos, hematócrito, concentração de hemoglobina, contagem total de eritrócitos, contagem total de leucócitos e proteínas plasmáticas totais. A metodologia empregada para a seleção dos animais em resistentes ou susceptíveis ao parasitismo foi a análise de cluster, a partir da qual foram formuladas três hipóteses para as ovelhas e quatro hipóteses para os cordeiros. Para as ovelhas, observouse que a associação do opg com a contagem de eosinófilos e com a série vermelha do sangue, referentes a somente uma colheita de fezes e de sangue (pico de parasitismo do outono), foram suficientes para a seleção. Verificou-se que, para os cordeiros, antes de completarem sete meses de idade, a realização de um programa de seleção não é viável, pois há uma grande variação na resposta imunológica destes animais para os parâmetros estudados. Apesar desta ampla variação de resultados e da imaturidade do sistema imunológico, foi possível selecionar os cordeiros utilizando-se a associação do opg com a contagem de eosinófilos e a série vermelha sanguínea de quatro picos de parasitismo. Foram considerados 13 cordeiros susceptíveis (52,0% do rebanho), hum intermediário (4,0% do rebanho) e 11 resistentes (44,0% do rebanho) ao parasitismo gastrintestinal. Quanto as ovelhas, quatro (18,18% do rebanho) foram consideradas susceptíveis, três (13,64%) intermediárias e 15 resistentes (68,17%) ao parasitismo gastrintestinal.
33

Avaliação clínica, laboratorial e anatopatológica do sistema urinário de ovinos confinados com e sem suplementação de cloreto de amônio / Clinical, laboratory and anatomopathological evaluation of the urinary system of feedlot sheep wit and without ammonium chloride supplementation

Santarosa, Bianca Paola [UNESP] 20 February 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-10-06T13:03:27Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-02-20. Added 1 bitstream(s) on 2015-10-06T13:18:30Z : No. of bitstreams: 1 000847308.pdf: 2279472 bytes, checksum: 02494ad6d7f724d4f500086bb01067de (MD5) / Na ovinocultura, a incidência da urolitíase é elevada, principalmente em machos criados sob manejo intensivo. A acidificação urinária com cloreto de amônio é um método eficiente para prevenção dessa doença. Os objetivos deste estudo com ovinos confinados recebendo dieta concentrada com elevado teor proteico, suplementados ou não com cloreto de amônio, foram: verificar o efeito da dieta fornecida no confinamento, rica em concentrado, sobre a formação de urólitos e desenvolvimento de urolitíase obstrutiva; analisar as características macroscópicas e histopatológicas do sistema urinário; relacionar os achados clínicos, os exames laboratoriais de função renal (ureia e creatinina) e necroscópicos com a presença de urólitos. Utilizaram-se 60 ovinos machos, mestiços Ile de France X White Dorper, com três a quatro meses de idade, distribuídos aleatoriamente em dois grupos: Grupo I (n=40), que recebeu 400mg/kg de cloreto de amônio/animal/dia, por via oral, por 42 dias consecutivos; Grupo II (n=20), não tratado com cloreto de amônio. A alimentação constituiu-se de 85% de concentrado, 15% de feno, sal mineral e água à vontade. Momentos (M) de avaliação clínica e colheita de sangue para dosagem sérica de ureia e creatinina foram determinados como: M0, imediatamente antes do início do experimento e em intervalos de sete dias nos momentos M1; M2; M3; M4; M5 e M6, totalizando 56 dias de confinamento. Após o período de confinamento, os animais foram sacrificados, realizou-se necropsia e o sistema urinário foi colhido para exame macro e microscópico. Os animais foram observados diariamente para verificar a incidência de urolitíase nos dois grupos, durante todo o período experimental, porém nenhum animal apresentou sintomatologia de urolitíase obstrutiva. Os valores da concentração sérica de creatinina estiveram abaixo e os valores de ureia ficaram acima do padrão de normalidade para a espécie. Encontram-se... / The incidence of urolithiasis is high in sheep raising, especially in males raised under intensive management. The urinary acidification with ammonium chloride is an effective method to prevent this disease. The objectives of this study with feedlot lambs getting concentrated diet with high protein content, supplemented or not with ammonium chloride, were to verify the effect of diet fed in confinement, rich in concentrated on the formation of uroliths and development of urolithiasis; analyzing the macroscopic and histopathological characteristics of the urinary system; relate the clinical findings, laboratory tests of renal function (urea and creatinine) and necropsy in the presence of uroliths. It was used 60 male sheep, crossbred Ile de France X White Dorper, three to four months old, randomly divided into two groups: Group I (n=40) received 400 mg/kg of ammonium chroride/animal/day orally, for 42 consecutive days; Group II (n=20) was not treated with ammonium chloride. The diet consisted of 85% concentrate, 15% hay, mineral salt and water ad libitum. Moments (M) for clinical evaluation and collection of blood for measurement of serum urea and creatinine were determined as M0, immediately prior to the beginning of the experiment and at intervals of seven days in moments M1, M2, M3, M4, M5 and M6, totaling 56 days of confinement. After the confinement period, the animals were sacrificed, necropsy was performed and their urinary systems were collected for macroscopic and microscopic examination. The animals were observed daily throughout the experimental period, but no animal showed symptoms of obstructive urolithiasis. The values of serum creatinine concentration were below the standard of normality and the values of urea remained above it. Microcalculus were found in the renal pelvis of five animals in both groups. In addition, other changes were found, such as congestion of the renal medullary region and hydronephrosis. The ...
34

Prevalência de nematódeos em ovinos (Ovis aries) pertencentes a diferentes microrregiões do estado de São Paulo, Brasil

Maciel, Willian Giquelin [UNESP] 25 July 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-04-09T12:28:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-07-25Bitstream added on 2015-04-09T12:47:40Z : No. of bitstreams: 1 000816173_20150420.pdf: 34001 bytes, checksum: 35cf0093901b7a60bb2de248e89292b0 (MD5) Bitstreams deleted on 2015-04-23T11:39:26Z: 000816173_20150420.pdf,Bitstream added on 2015-04-23T11:39:57Z : No. of bitstreams: 1 000816173.pdf: 315751 bytes, checksum: 0e3664800f8dc30fe05d15568da5863f (MD5) / O Brasil está aumentando gradativamente a produção ovina, com incentivos da iniciativa governamental e privada, cujos investimentos formalizam agronegócios de ponta, com novas técnicas, melhores preços no mercado, integrando a unificação de produtores e cooperativas para produção em maior escala. Um dos grandes problemas na ovinocultura trata-se das nematodioses, que assim como na bovinocultura, são responsáveis por grandes perdas na produção, constituindo-se no principal entrave ao desenvolvimento, gerando prejuízos econômicos, além de dispêndio com a utilização de antiparasitários. O conhecimento das espécies helmínticas mais incidentes em uma determinada região, auxilia no manejo e na prática do seu controle, minimizando os prejuízos. Neste experimento, investigou-se a prevalência, por meio da quantificação, e identificação das principais espécies helmínticas de ovinos nas microrregiões próximas de Jaboticabal, estado de São Paulo, Brasil. Para tanto, foram utilizados 66 animais naturalmente infectados, machos e fêmeas, com idade entre quatro e 36 meses, criados em regime extensivo, apresentando exame de contagens de ovos por grama de fezes (OPG) acima de 800. Os animais foram necropsiados e os helmintos recolhidos, sendo quantificadas e identificados por meio de microscopia de luz. Os resultados revelaram a presença de sete gêneros e 12 espécies, com a seguinte prevalência e média parasitária: Haemonchus contortus: 100,00% (2.947,20); Trichostrongylus colubriformis: 90,90% (3.048,82); Cooperia curticei: 56,06% (256,52); Oesophagostomum columbianum: 48,48% (36,00); Cooperia punctata: 30,30% (94,53); Trichostrongylus axei: 22,72% (26,56); Strongyloides papillosus: 19,69% (83,09); Haemonchus contortus, forma imaturas (L4): 7,58% (17,29); Cooperia pectinata: 10,60% (12,97); Trichuris ovis: 10,60% (0,67); Cooperia spatulata 4,54% (0,35); Capillaria bovis: 4,54% (0,09). A carga parasitária média foi ... / Brazilian sheep production is gradually increasing, with incentives from governmental and private initiatives, whose investments formalize top agribusiness, with new techniques, better prices on the market, integrating unification of producers and cooperatives for larger production scales. One of the major problems sheep breeding faces are nematode infections that, similar to what happens in cattle breeding, are responsible for severe production loss, being the main obstacle for development, as well as high expenses for acquisition of antiparasitic products. Knowledge of helminthic species with higher incidence in a determinate region helps handling and control practices, minimizing economic losses. The present study investigated prevalence, by means of quantification, and identified the main species of helminthes parasitizing sheep from micro regions near the city of Jaboticabal, state of São Paulo, Southeast region of Brazil. To achieve this, 66 naturally infected animals were selected, both males and females with ages ranging between four and 36 months, created in extensive regimens and presenting counts of eggs per gram of feces (EPG) superior to 800. All animals were necropsied and parasites were collected, being quantified and identified with the aid of optical microscopy. Results revealed presence of seven genres and 12 species, with the following prevalence and parasitic averages: Haemonchus contortus: 100.00% (2,947.20); Trichostrongylus colubriformis: 90.90% (3,048.82); Cooperia curticei: 56.06% (256.52); Oesophagostomum columbianum: 48.48% (36.00); Cooperia punctata: 30.30% (94.53); Trichostrongylus axei: 22.72% (26.56); Strongyloides papillosus: 19.69% (83.09); Haemonchus contortus immature forms (L4): 7.58% (17.29); Cooperia pectinata: 10.60% (12.97); Trichuris ovis: 10.60% (0.67); Cooperia spatulata 4.54% (0.35); Capillaria bovis: 4.54% (0.09). Average parasite burden was 6,524.77 helminthes per animal. Haemonchus ...
35

Perfil da expressão gênica induzida pela infecção experimental por Brucella ovis em tecidos reprodutivos e linfóides ovinos

Antunes, João Marcelo Azevedo de Paula [UNESP] 23 April 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:52Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-04-23Bitstream added on 2014-06-13T19:03:34Z : No. of bitstreams: 1 antunes_jmap_dr_botfmvz.pdf: 459822 bytes, checksum: 49113c35cf13816409ac1cccdd0ec4f8 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Mundialmente a brucelose continua sendo um problema econômico e de saúde pública. A brucelose ovina é reconhecida como a mais importante causa de epididimite, sendo uma das principais causadoras de infertilidade em ovinos. Os mecanismos imunes envolvidos na defesa e eventualmente na persistência e manutenção do agente são desconhecidos. Brucellas spp. geram somente uma resposta inflamatória moderada e os estudos da patogenia da brucelose ovina são escassos. Recentes avanços demonstram que a resposta inflamatória induzida pelas Brucellas spp. representam provavelmente o resultado de uma tentativa de evasão e supressão da resposta imune hospedeira. Utilizando as tecnologias de RT-PCR em tempo real (q) e microarranjos este trabalho avaliou a expressão gênica da resposta imune e inflamatória na brucelose experimental ovina. O estudo apresenta a primeira análise do perfil de expressão gênica de citocinas através de RT-qPCR em tecidos reprodutivos e não reprodutivos de carneiros experimentalmente infectados com cepa de B. ovis PA até 240 dias pós infecção (dpi). O estudo também demonstra a primeira análise geral da expressão gênica por meio de microarranjos em tecidos reprodutivos e pool de linfonodos de carneiros experimentalmente infectados com cepa de B. ovis PA até 240 dpi. Neste trabalho demonstrou a persistência da B. ovis e o perfil inflamatório da resposta imune gerado pela infecção. Com este estudo espera-se aumentar o conhecimento da patogênese da B. ovis em carneiros infectados / Globally, brucellosis remains an economic problem and public health threat. The ovine brucellosis is recognized as the most important cause of epididymitis, one of the main causes of infertility in sheep. The mechanisms involved in immune defense and possibly the persistence and maintenance of the agent are unknown. Brucellas spp. generate only a moderate inflammatory response, and studies of the pathogenesis of ovine brucellosis are scarce. Recent developments have shown that Brucella spp. induces a moderate inflammatory response probably the result of an attempt to escape and to suppress the host immune response. Through real time (q) RT-PCR and microarrays the purpose this study evaluated the gene expression of immune and inflammatory response in experimental ovine brucellosis. The study demonstrated for the first time the gene expression profile of cytokines by RT-qPCR in reproductive and non reproductive tissues of rams experimentally infected with B. ovis PA strain up to 240 days post infection (dpi). The research also showed the first overall analysis of gene expression using microarrays in reproductive tissues and pool of lymph nodes of rams experimentally infected with B. ovis PA strain up to 240 dpi. The study demonstrated the persistence of B. ovis and the inflammatory profile of immune response occasioned due the infection. These results are expected to increase the knowledge of the pathogenesis of B. ovis in sheep
36

Interações entre as infecções por Haemonchus contortus e Haemonchus placei em ovinos

Santos, Michelle Cardoso dos. January 2017 (has links)
Orientador: Alessandro Francisco Talamini do Amarante / Resumo: Dois experimentos foram realizados no período de 2013 a 2015, em cordeiros da raça Suffolk, com objetivo de avaliar a dinâmica da infecção mista por Haemonchus contortus e Haemonchus placei em ovinos, bem como a competição e o cruzamento interespecífico com a formação de híbridos. Um cordeiro doador, livre de infecções helmínticas, recebeu infecção artificial oral única com 25.000 larvas infectantes (L3) de H. contortus, isolado de laboratório SpHco2, com múltipla resistência aos anti-helmínticos, enquanto um bezerro doador foi infectado via oral, em dose única, com 25.000 L3 de H. placei, isolado de laboratório SpHpl1, susceptível à ação do levamisol. No primeiro experimento, realizado no ano de 2013, cordeiros mantidos confinados e livres de infecções helmínticas foram inicialmente infectados com 2.000 L3 de H. placei no dia zero e 11 dias depois, os mesmos animais receberam 2.000 L3 de H. contortus (grupo parental, n=6). Coproculturas individuais dos animais do grupo parental foram utilizadas para a produção de L3, as quais foram destinadas à infecção dos animais dos grupos F1 (primeira geração filial), grupos F1-42 DPI (n=6) e F1-84 DPI (n=6), o que permitiu avaliar a produção de híbridos. Todos os animais pertencentes aos grupos: parental, F1-42 DPI e F1-84 DPI, foram eutanasiados aos 50, 42 e 84 dias pós-infecção (DPI), respectivamente, para a identificação e quantificação dos parasitas, a fim de determinar a competição interespecífica e a hibridização. ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Doutor
37

Perfil da expressão gênica induzida pela infecção experimental por Brucella ovis em tecidos reprodutivos e linfóides ovinos /

Antunes, João Marcelo Azevedo de Paula. January 2012 (has links)
Orientador: Jane Megid / Banca: Sony Dimas Bicudo / Banca: José Buratini Junior / Banca: Luis Antonio Mathias / Banca: Lara Borges Keid / Resumo: Mundialmente a brucelose continua sendo um problema econômico e de saúde pública. A brucelose ovina é reconhecida como a mais importante causa de epididimite, sendo uma das principais causadoras de infertilidade em ovinos. Os mecanismos imunes envolvidos na defesa e eventualmente na persistência e manutenção do agente são desconhecidos. Brucellas spp. geram somente uma resposta inflamatória moderada e os estudos da patogenia da brucelose ovina são escassos. Recentes avanços demonstram que a resposta inflamatória induzida pelas Brucellas spp. representam provavelmente o resultado de uma tentativa de evasão e supressão da resposta imune hospedeira. Utilizando as tecnologias de RT-PCR em tempo real (q) e microarranjos este trabalho avaliou a expressão gênica da resposta imune e inflamatória na brucelose experimental ovina. O estudo apresenta a primeira análise do perfil de expressão gênica de citocinas através de RT-qPCR em tecidos reprodutivos e não reprodutivos de carneiros experimentalmente infectados com cepa de B. ovis PA até 240 dias pós infecção (dpi). O estudo também demonstra a primeira análise geral da expressão gênica por meio de microarranjos em tecidos reprodutivos e pool de linfonodos de carneiros experimentalmente infectados com cepa de B. ovis PA até 240 dpi. Neste trabalho demonstrou a persistência da B. ovis e o perfil inflamatório da resposta imune gerado pela infecção. Com este estudo espera-se aumentar o conhecimento da patogênese da B. ovis em carneiros infectados / Abstract:Globally, brucellosis remains an economic problem and public health threat. The ovine brucellosis is recognized as the most important cause of epididymitis, one of the main causes of infertility in sheep. The mechanisms involved in immune defense and possibly the persistence and maintenance of the agent are unknown. Brucellas spp. generate only a moderate inflammatory response, and studies of the pathogenesis of ovine brucellosis are scarce. Recent developments have shown that Brucella spp. induces a moderate inflammatory response probably the result of an attempt to escape and to suppress the host immune response. Through real time (q) RT-PCR and microarrays the purpose this study evaluated the gene expression of immune and inflammatory response in experimental ovine brucellosis. The study demonstrated for the first time the gene expression profile of cytokines by RT-qPCR in reproductive and non reproductive tissues of rams experimentally infected with B. ovis PA strain up to 240 days post infection (dpi). The research also showed the first overall analysis of gene expression using microarrays in reproductive tissues and pool of lymph nodes of rams experimentally infected with B. ovis PA strain up to 240 dpi. The study demonstrated the persistence of B. ovis and the inflammatory profile of immune response occasioned due the infection. These results are expected to increase the knowledge of the pathogenesis of B. ovis in sheep / Doutor
38

Soroprevalência da pneumonia progressiva ovina (Maedi-Visna) na região de Botucatu-SP

Rosa, Eric Pivari [UNESP] 12 July 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:23:47Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-07-12Bitstream added on 2014-06-13T18:48:25Z : No. of bitstreams: 1 rosa_ep_me_botfmvz.pdf: 165229 bytes, checksum: 697ad7c59c3b82def1308133fdf3f932 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / O presente estudo visou determinar a soroprevalência da pneumonia progressiva ovina na região de Botucatu mediante prova de imunodifusão em gel de agar (IDGA). Foram avaliadas 400 amostras de soro sangüíneo de ovinos de oito propriedades de corte, com criação em sistema semi-intensivo, de diferentes municípios da região. Nenhuma das amostras de soro foi reagente na prova de IDGA. Com base nos resultados obtidos, foi verificada uma discordância com estudos realizados em outros estados brasileiros, nos quais a prevalência da doença vem aumentando progressivamente. / The present study aimed to verify the prevalence of the ovine progressive pneumonia in Botucatu region by means of imunodiffusion test in agar-gel. Serum samples of 400 sheep from eight specific farms for meat, with type of semi-intensive breding of different areas. All the samples tested were negative to Maedi-Visna. With base in the obtained results, is verified a discordance when compared with other studies of other Brazilians states, where the prevalence of the disease comes increasing progressively.
39

Caracterização da intoxicação natural por brachiaria spp. em ovinos no Brasil Central

Mustafa, Vanessa da Silva 13 April 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009. / Submitted by samara castro (sammy_roberta7@hotmail.com) on 2011-03-23T17:05:23Z No. of bitstreams: 1 2009_VanessadaSilvaMustafa[1].pdf: 1066711 bytes, checksum: 02d6768e5766d3ad8852256890e7f508 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2011-03-24T12:45:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_VanessadaSilvaMustafa[1].pdf: 1066711 bytes, checksum: 02d6768e5766d3ad8852256890e7f508 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-03-24T12:45:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_VanessadaSilvaMustafa[1].pdf: 1066711 bytes, checksum: 02d6768e5766d3ad8852256890e7f508 (MD5) / O presente trabalho objetivou caracterizar surtos de intoxicação natural por Brachiaria spp. em ovinos ocorridos no Brasil Central no período de 2002 a 2008. Brachiaria spp. é a principal forrageira dessa região, mas devido seu potencial tóxico tem causado severas perdas na ovinocultura. Foram avaliados dados de 24 surtos de intoxicação natural por braquiária em animais atendidos no Hospital Veterinário da Universidade de Brasília. Em onze surtos ocorridos entre 2006 e 2008 as propriedades foram visitadas para observação das características clínicas e epidemiológicas da intoxicação. Dezoito (51,4%) surtos avaliados ocorreram no Distrito Federal, 9 (27,7%) ocorreram no estado do Goiás e 2 (5,7%) ocorreram em Minas Gerais. Os surtos ocorreram durante todo o ano, 51,7% durante a época da seca e 48,3% durante a época da chuva. As taxas de morbidade, mortalidade e letalidade foram de 23,2%, 20% e 86,7% respectivamente. Em 10 das 11 propriedades visitadas somente animais com menos de 1 ano de idade foram afetados. Os principais sinais clínicos observados foram edema da face (42,8%), hiperemia e/ou descarga ocular (40%) e dermatite (37,1%). As alterações macroscópicas observadas foram alteração na coloração hepática (66,7%), hepatomegalia (46,7%), emagrecimento (40%) e icterícia (33,3%). Em cinco surtos foi realizada dosagem de saponina nas pastagens e os valores observados foram de 0,3%, 0,8%, 1,06%, 1,29% e 2,56%. As concentrações mais altas foram observadas durante a época das chuvas. Em onze surtos foram analisadas amostras de pasto para contagem de esporos de Pithomyces chartarum. Em nove amostras não foram observados esporos e em duas amostras foram encontrados menos de 25 mil esporos. Considerando os resultados deste estudo e os observados em pesquisas anteriores é possível afirmar que a intoxicação por Brachiaria spp. observada no Brasil Central afeta principalmente animais jovens com altas taxas de morbidade e mortalidade causando sérios prejuízos a ovinocultura. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This work aimed to report outbreaks of Brachiaria spp poisoning in Central Brazil from 2002 to 2008. Brachiaria spp. is the main forage in the region, but it is potential toxic causing heavy losses on sheep flocks. Data from 24 outbreaks were collected from the records of the Veterinary Hospital at the University of Brasìlia. In the other 11 outbreaks occurred from 2006 to 2008 the farms were visited to observe epidemiologic and clinical characteristics. Eighteen (51,4%) of the outbreaks occurred in the Federal District, 9 (27,7%) in Goiás State, and 2 (5,7%) in Minas Gerais State. Outbreaks occurred during all year, 51.7% during the dry season (May- September) and 48.3% during the rainy season. Morbidity, mortality and lethality rates were of 23.2%, 20%, and 86.7%, respectively. In 10 out of 11 farms visited only lamb younger than 1-year-old were affected. Main clinical signs were edema of the face (42.8% of the cases), ocular hyperemia and/or discharge (40%), and dermatitis of the pinna (37.1%). Gross lesions observed in 18 necropsies were yellowish, whitish, or greenish liver (66.7%), hepatomegaly (46.7%), emaciation (40%), and jaundice (33.3%). In five outbreaks saponin concentrations of the pastures were 0.3%, 0.8%, 1.06%, 1.29% and 2.56%. Higher concentration occurred during the rainy season. Pasture samples were examined in 11 outbreaks for Pithomyces chartarum spores. In nine samples spores were not observed and in two less than 25,000 spores were counted. Considering the results and previous researches in this subject it is possible to assume that poisoning by Brachiaria spp observed in central Brazil affects young animals with high rates of morbidity and mortality causing serious losses to sheep production.
40

Polimorfismo do gene da proteína prion celular (prpc) e imunohistoquímica de tecido linfóide em ovinos = Polymorphism of cellular prion protein (PrPC) and immunohistochemistry of lymphoid tissue of sheep / Fernanda Trentini Lopes Ribeiro ; orientadora, Cristina Santos Sotomaior / Polymorphism of cellular prion protein (PrPC) and immunohistochemistry of lymphoid tissue of sheep

Ribeiro, Fernanda Trentini Lopes January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, São José dos Pinhais, 2011 / Inclui bibliografias / Scrapie é uma doença neurodegenerativa, progressiva e fatal de ovinos e caprinos, pertencente ao grupo das Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis (EETs), ou doenças priônicas. O acúmulo de uma isoforma normal (PrPSc) da proteína prion celular (PrPC) / Scrapie is a fatal, neurodegenerative disease that affects sheep and goats and belongs to the Transmissible Spongiform Encephalopathies (TSEs) or prion diseases. It is caused by the deposition of an abnormal isoform (PrPSc) of the host-encoded cellular pr

Page generated in 0.0939 seconds