• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1239
  • 43
  • 42
  • 42
  • 38
  • 36
  • 8
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 1265
  • 1265
  • 527
  • 461
  • 442
  • 390
  • 369
  • 283
  • 227
  • 210
  • 180
  • 149
  • 147
  • 141
  • 137
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

A China e a questão energética no Brasil (1990-2010).

luz, Arnaldo José da 18 July 2011 (has links)
Resumo: A presente dissertação tem como tema central as relações entre a República Popular da China (RPC) e o Brasil no setor energético. Neste sentido, faz-se relevante perguntar: quais são as oportunidades e os desafios para a construção de uma parceria entre a China e o Brasil na área energética? De que forma foram conduzidas as relações entre chineses e brasileiros na área energética, a partir dos anos 1990? Para responder às perguntas colocadas, a dissertação propõe os seguintes objetivos: apresentar o cenário energético global e o impacto nele provocado pela busca chinesa por energia; compreender o programa energético chinês e seus efeitos sobre as suas relações internacionais; analisar o histórico na área energética das relações entre chineses e brasileiros dos anos 1970 até 1990; estudar a inserção da China no Brasil em busca dos recursos energéticos, a partir dos anos 1990 aos dias atuais. A dissertação coloca-se como hipótese que a necessidade da China de ampliar e diversificar seus fornecedores energéticos tornou a busca por energia no Brasil altamente relevante. Para que as relações entre chineses e brasileiros ganhassem escopo, foi necessário superar barreiras geográficas e culturais existentes. Por sua vez, a influência chinesa no mercado global propiciou certa vantagem para a China, gerando relações energéticas desiguais com o Brasil.
32

O Brasil no mundo e o mundo no Brasil : a formação de quadros, a produção de conhecimento e a construção da área de Relações Internacionais

Julião, Taís Sandrim 07 December 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2009. / Submitted by Washington da Silva Chagas (washington@bce.unb.br) on 2011-04-20T19:32:50Z No. of bitstreams: 1 2009_TaisSandrimJuliao.pdf: 2025147 bytes, checksum: 3a8e0b6d548b9a8216cd13ff93220c8a (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2011-04-27T23:31:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_TaisSandrimJuliao.pdf: 2025147 bytes, checksum: 3a8e0b6d548b9a8216cd13ff93220c8a (MD5) / Made available in DSpace on 2011-04-27T23:31:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_TaisSandrimJuliao.pdf: 2025147 bytes, checksum: 3a8e0b6d548b9a8216cd13ff93220c8a (MD5) / O objetivo desta dissertação é compreender a construção da área acadêmica de Relações Internacionais no Brasil. A primeira experiência institucional data de 1974 com a abertura do curso de graduação da Universidade de Brasília. Todavia, não foi somente a partir desta iniciativa que o conhecimento de Relações Internacionais passou a ser produzido no país. Nesse sentido, buscou-se evidenciar os elementos de ordem política, econômica, social e cultural que contribuíram para que a área fosse implantada em parâmetros de relativa autonomia institucional e alcançasse um crescimento significativo a partir da década de 1990. Para tal empreendimento, foram adotados métodos qualitativos e quantitativos, balizados pela abordagem histórico-analítica. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The objective of this thesis is to understand the building of an International Relations academic area in Brazil. The first institutional experience dates back to 1974 with the opening of the undergraduate program at University of Brasilia. However, it was not only from this initiative that International Relations knowledge began to be produced in the country. Accordingly, this study highlights the political, economic, social and cultural factors in which the area was founded, becoming institutionally autonomous and achieving significant growth by the 1990s. For this project, qualitative and quantitative methods were adopted based on the historical analytical approach.
33

O diálogo entre a religião e as relações internacionais nos Estados Unidos : a influência cristã no cenário político norte-americano no Pós 11 de setembro

SOARES, Pedro Gustavo Cavalcanti 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:53:36Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo716_1.pdf: 2933464 bytes, checksum: cab87f9b666907124f38a1af4c7e23e6 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Em termos gerais, a presente dissertação versa sobre um diálogo entre a premissa da religião e as relações internacionais nos Estados Unidos. A inserção da religião na esfera política dos Estados Unidos fez-se presente desde o início de sua fundação e desde então, ambas permaneceram imbricadas constituindo um complexo sistema de convívio, cuja influência foi determinante nos desígnios da nação. Embora o debate em torno do amálgama entre religião e política nos Estados Unidos nunca ter estacionado nos mais diversos setores de pesquisa, foi, todavia, após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, que tal assunto ganhou repercussão mundial como talvez nunca na história. Nessa perspectiva, a escolha desse país como objeto de estudo recai sobre três razões. Primeiro, desde os primórdios da nação até hoje, a religião sempre desempenhou um papel importante na história política norte-americana; evidências claras de uma conexão entre religião e relações internacionais nos Estados Unidos são apresentadas nas políticas domésticas e externas do país, e também, por instituições religiosas influenciadoras; e por fim, a religião se encontra de tal forma enraizada na sociedade americana que se tornou um dos símbolos da identidade nacional. Em termos específicos, esta dissertação apresenta, primeiramente, uma análise sobre religião e relações internacionais contemporâneas, para então adentrar na esfera estadunidense. Assim, buscamos averiguar o advento do cristianismo na política doméstica e externa americana; o impacto do 11 de setembro sobre a religião e a política contra o terror; o estratagema de instituições cristãs, como a Associação Nacional dos Evangélicos e a Fundação para Defesa das Democracias, exercendo certo poder na política americana; a religiosidade no governo Bush e Obama. Concluímos que o exemplo de religiosidade norte-americana pode ser um vetor primordial para a integração da perspectiva religiosa no debate acadêmico da teoria das relações internacionais
34

Linhas e encruzilhadas, espaço social em um ponto da fronteira Brasil-Argentina

Gonzalez Labale, Alejandro Raul January 1996 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciencias Humanas, 1996 / Made available in DSpace on 2012-10-16T10:04:51Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T21:18:37Z : No. of bitstreams: 1 104214.pdf: 13451145 bytes, checksum: d5e0251bf5f897caa731bc70a5b66215 (MD5) / Na utopia territorial das elites modernizadoras o espaço vazio é condição de possibilidade e, ao mesmo tempo, instrumento da construção do Estado-Nacional. Nos distintos momentos, tanto suas versões liberais quanto as nacionalistas visualizaram na organização do território, do mercado e da população as variáveis de tal empreendimento. O espaço social, definido pela fronteira política, a longo destes processo de construção, informa tanto as mudanças ao interior destes planos quanto à existência de territorialidades prévias à exclusiva regulamentação imposta pelo Estado. O processo de povoamento da região fronteiriça e a legitimação da ocupação por ambos países se apresenta como contraditório jogo de estratégia onde as peças se somam na construção da identidade e do desenvolvimento econômico. Os mapas oficiais mostram uma rede de pontos no território: estradas, obras de infra-estrutura e meios de comunicação. Mas uma outra cartografia, plural e desterritorializada, tenta objetivar, no nível local e regional, redes de um movimento vivo e intenso nem sempre dócil à planificação espacial dos projetos nacionais. Soberania, segurança e Cultura verão assim transgredidos seus significados pelas práticas que ignoram ou instrumentalizam em seu benefício a existência das fronteiras políticas.
35

As indicações geográficas como instrumento de proteção jurídica internacional do conhecimento tradicional

Fávero, Klenize Chagas 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T10:42:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 285387.pdf: 505920 bytes, checksum: ee5152d9355cefd75f5f2cde36b2db9c (MD5) / Este trabalho tem por objetivo analisar a possibilidade de as indicações geográficas serem utilizadas com a finalidade de proteger juridicamente o conhecimento tradicional. Para isso, é analisado detalhadamente o próprio instituto da indicação geográfica, seu histórico, sua proteção nacional e internacional e sua diferenciação em relação aos demais direitos de propriedade intelectual. Em seguida, são apresentadas as propostas de diversos organismos internacionais para a proteção jurídica do conhecimento tradicional: por parte da Organização Mundial da Propriedade Intelectual, a proteção por patentes; pela Organização das Nações Unidas, a repartição equitativa dos benefícios, através da Convenção sobre a Diversidade Biológica; e, pela Organização Mundial do Comércio, pelo Acordo TRIPs. Por fim, ante suas características únicas, verifica-se se é possível utilizar as indicações geográficas para a proteção jurídica do conhecimento tradicional, harmonizando as propostas existentes.
36

A influência das políticas neoliberais do FMI ao novo regime de insolvência empresarial brasileiro

Souza, Vinicius Menandro Evangelista de January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito. / Made available in DSpace on 2012-10-23T05:19:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 248666.pdf: 872767 bytes, checksum: f19859f080ecbfb6b108c5edf96c9486 (MD5) / A presente pesquisa tem por finalidade analisar a influência da política neoliberal adotada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no processo de implementação do novo regime de insolvência empresarial brasileiro (Lei nº 11.101, de 9 de fevereiro de 2005), produto de reformas estruturais decorrentes de acordos de empréstimos pactuados entre o Brasil e o citado organismo multilateral. O trabalho, ocupando-se do novo espaço contemporâneo globalizado e suas transformações de ordem econômica, política e social, apresenta a evolução histórica da doutrina neoliberal hegemônica e sua delimitação sistêmica baseada no livre mercado. Fixadas as premissas teóricas, seguem a abordagem da origem, estrutura e funcionamento do Fundo Monetário Internacional e o mecanismo de concessão de empréstimo por ele disponibilizado via Stand-by Arrangement, instrumentalizado por meio das Cartas de Intenções elaboradas pelo país solicitante de empréstimo, refletindo o compromisso formal do emprestador de se submeter às condicionalidades preconizadas pelo Fundo. Nesse contexto, por fim, focaliza abordagem sobre a intromissão do FMI na agenda de reforma política e legislativa do Estado brasileiro, evidenciando o impacto do programa de ajustes estruturais delineado nas Cartas de Intenções firmadas na égide do governo Luiz Inácio Lula da Silva sobre a nova Lei de Recuperação e Falência, articulada por comandos de excessiva proteção a interesses de grupos econômicos, na esteira do discurso neoliberal pregado pelo Fundo Monetário Internacional aos países latino-americanos. The present research intend to analyse the political neoliberalism influency adopted by International Monetary Fund (IMF) in the renewal process of the new brazilian business payment system (Law nº 11.101, in february 2005), product of structural reform resulting from in agreement with the loan pact for Brazil and that multilateral organism. This work, looking after the new global contemporary space and its change of economic order, political and social, show the historical evolution of neoliberalism and the systematic limits in a free trade. Set the theoretical premiss, following the approaching of the origin, structure and working of the International Monetary Fund and the form of loan concession for it available channels Stand-by Arrangement, based through the Letter of Intent developed by country that applied for the loan, reflecting and observing the condition set up in business of Fund. Therefore, there is the fundamental boarding some aspects about the influence of IMF in a political and legislative reform of the brazilian state, emphasizing the result of the program of structural adjustment established in a Letter Intent based in an aegis of the Luis Inácio Lula da Silva government about the law of recovery and failure, involved by protection commands related of economic groups, like a speech of International Monetary Fund to the Latin American countries.
37

Movimento social MAP

Lima, Mirian Késia Labs de 24 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2008. / Made available in DSpace on 2012-10-24T05:46:57Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / A história da humanidade revela uma participação marcante de atuação dos movimentos sociais na luta pela conquista e defesa de direitos. Ficando mais evidente estas ações a partir da afirmação do capitalismo, da Segunda Guerra Mundial e, atualmente a formação de uma sociedade globalizada. Com esta direção, o presente trabalho analisa a Iniciativa MAP Madre de Dios (Peru), Acre (Brasil) e Pando (Bolívia), e sua emergência como paradigma transfronteiriço de atuação nas relações transnacionais envolvendo os indivíduos, entidades e unidades estatais dos três países formadores da região MAP. A globalização e os avanços tecnológicos são fatores que impulsionaram a criação de novos movimentos sociais, novos paradigmas das relações internacionais e têm influenciado no enfraquecimento e fragilidade do Estado-nação. Esse enfraquecimento não está apenas ligado a soberania e atuação absoluta do Estado, mas como também, no enfraquecimento das economias. Fato que possibilita a busca por um desenvolvimento desenfreado e sem qualquer preocupação com o meio ambiente, com os indivíduos locais e sustentabilidade da vida. Na região MAP a preocupação latente versa exatamente no binômio desenvolvimento e sustentabilidade, baseado nos princípios éticos de participação e informação, buscando efetivar cooperação e integração local. O MAP consolidado como movimento social transfronteiriço está se pronunciando como emergente paradigma transfronteiriço complementar do paradigma transnacionalista, porque impulsionado pela formação de uma teia de distribuição e receptação de informações, reconhece as relações transnacionais como instrumento de expressão de justiça e dignidade.
38

A superexploração da força de trabalho no Brasil pós 1990

Ferreira, Poliana Garcia Temístocles January 2017 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, Florianópolis, 2017. / Made available in DSpace on 2017-06-27T04:20:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 345973.pdf: 1302712 bytes, checksum: 7e224caf018d700470e7c372f7471a5b (MD5) Previous issue date: 2017 / O presente estudo tem o objetivo de verificar como a readaptação jurídico-institucional, aos moldes do padrão trabalhista neoliberal após 1990, afetam as relações capital-trabalho no Brasil, compreendendo estas mudanças em dinâmica à categoria da superexploração da força de trabalho. Para tanto, caracterizaremos as mudanças na legislação trabalhista brasileira, partindo de três eixos de reformas: contratuais, salário e jornada. Argumentamos que as três variáveis, em conjunto, sinalizam uma flexibilização da relação capital-trabalho no Brasil e a manutenção da superexploração por meio de novas práticas legalmente consolidadas. Neste sentido, relacionamos o atual padrão de acumulação do capitalismo com a flexibilização trabalhista nas economias, tendo como recorte específico o capitalismo dependente no Brasil e a forma como este reproduz institucionalmente o modelo neoliberal. A partir desta relação, partimos do processo global de readaptação trabalhista, estabelecendo ênfase nos aspectos específicos da força de trabalho nas economias latino-americanas, que reproduzem um padrão de capitalismo dependente. Entre os aspectos contratuais, destaca-se atualmente no Brasil, o aumento dos contratos flexíveis ? part-time, temporário e terceirizado ? que colocam o trabalhador em condição de instabilidade e baixa qualificação, aprofundando também a taxa de rotatividade do trabalho. Em relação à jornada e salário, concluímos que a flexibilização da jornada diária e a lacuna entre o salário real e o necessário implicam a violação do valor da força de trabalho no Brasil. Em conjunto, estes aspectos refletem um cenário de manutenção e aumento da superexploração da força de trabalho, legitimado por mecanismos jurídico-institucionais. Neste sentido, nos aprofundaremos na dinâmica de flexibilização trabalhista no Brasil, articulando-a aos mecanismos concretos que embasam a superexploração da força de trabalho.<br> / Abstract : This study aims to verify how the juridical-institutional readaptation, according to the neoliberal labor standart post 1990, affect the capital-labor ratio in Brazil, understanding these changes in a dynamic related to superexploitation of labor force. Therefore, we will caracterize the changes in Brazilian labor legislation, based on three scopes of reforms: contractual, salary and working hours. We argue that the set of these three variables sinalize an flexibilization in capital-labor ratio in Brazil, and the maintenance of superexploitation through new legally consolidated practices. In this way, we relate the current pattern of capitalism accumulation with a labor flexibilization in economies, having the specific framework about dependant capitalism in Brazil and how it reproduces the neoliberal standart instutionally. Based in this relation, we characterize the global process of labor readjustment, emphasizing the specific aspects of labor force in Latin-American economies, which reproduce a dependent capitalism pattern. Among the contractual aspects, it is worth highlighting the increase in flexible contracts ? part-time, temporary and outsourced ? that place the worker in a condition of instability and low qualification, also deepening the rate of labor turnover. Regarding the working hours and wage, we conclude that the flexibilization of the working hours and the gap between the real and the necessary wage imply the violation of the value of the labor force in Brazil. Together, these aspects reflect a scenario of maintenance and increase of the superexploitation of labor force, legitimized by legal-institutional mechanisms. Finally, we will analyze the dynamic of labor flexibilization in Brazil, articulating it to concrete mechanisms that support the superexploitation of labor force.
39

A institucionalização da política externa da União Europeia como política exterior de prestígio

Toledo, Tulio Di Giácomo January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2012 / Made available in DSpace on 2013-06-25T19:18:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 314401.pdf: 1043573 bytes, checksum: 73630174edb62f33b876a4b5081abee0 (MD5) / A integração europeia foi concebida no pós segunda guerra, quando as nações europeias buscavam propiciar um ambiente de reconstrução, que ao mesmo tempo visasse a manutenção da paz no continente. Ante o sucesso que se observou nos anos seguintes, as integrações das economias europeias rapidamente conduziram à integração política. A UE, como uma organização internacional, é um ator efetivo da sociedade internacional contemporânea, que possui uma agenda politic própria e autônoma em relação a de seus Estados membros, se comportando como uma efetiva burocracia, a qual exerce poder e influência sobre os demais atores. Ao longo de sua história, pôde-se verificar pela existência de um efetivo execício de uma política externaprópria da UE, a qual é exercida de forma semelhante a de um Estado. Porém, o poder da UE e o exercício de suas políticas externas são múltiplos e heterôgeneos. Eles possuem características diversas e se comportam de forma diferenciada, dependendo da área política que se estuda. No campo comercial e econômico, a União possui grande força e poder. Já na área de política externa clássica, seu poder e efetividade política são questionáveis. A construção e o desenvolvimento institucional do exercício da política externa europeia tem sido caracterizada por uma busca por coerência, consistência e continuidade de suas políticas, o que propicia uma projeção de unidade, a qual garante grande poder à União. Segundo as diretrizes políticas de Morgenthau, tal comportamento de projeção estatal no plano internacional pode ser considerado como uma prática de política de prestígio, porém com enfoques diferentes. De um lado, visando manter poder, e de outro, angariar poder.
40

A consolidação da União Africana e o desenvolvimento sustentável

Fernandes, Joel Aló January 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito / Made available in DSpace on 2013-06-26T00:25:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 309993.pdf: 2415412 bytes, checksum: 42c877e67b9e20432bb6bcd659e70b14 (MD5) / O presente estudo envolve-se com o tema da União Africana. Na sua abordagem procura analisar a relação do mercado comum africano com o desenvolvimento sustentável, transitando interdisciplinarmente em vários campos de conhecimentos, com ênfase nas Relações Internacionais, Direito Internacional, Economia, Política e História. A investigação, nesse sentido, tem como hipótese a afirmação de que a consolidação do processo de integração política do continente poderá, em primeiro momento, apresentar-se como medida necessária à sua unificação, para que seja realizado, em um segundo momento, por meio da integração econômica, o tão almejado mercado comum africano e seu desenvolvimento sustentável. Tal abordagem abrange diversas variáveis, especialmente o fenômeno do regionalismo, a integração política e econômica e o desenvolvimento sustentável. O objetivo principal consiste em abordar o universo da criação, evolução e consolidação da União Africana e do desenvolvimento sustentável, como instrumentos de superação das dificuldades da integração política e econômica da África. O resultado da pesquisa positiva a confirmação da hipótese, reconhecendo de que a unificação política será fundamental ao processo de integração econômica, rumo ao estabelecimento do mercado comum africano e seu desenvolvimento sustentável. / This study involves the themes of the African Union and the sustainable development. In its approach it seeks to analyze the relationship of the African common market with sustainable development, transiting across disciplines in various fields of knowledge, with an emphasis on International Relations, International Law, Economic Policy and History. The scientific research relates to consolidation of the African Union and the sustainable development, whose chance to work is expressed in the sense of asserting that the consolidation of the process for political integration of the African Union may be first, presented as a measure for political unification of Africa and then, follow in a second step, to materialize through economic integration, its targeted African common market and the sustainable development. Such an approach includes several variables, especially the phenomenon of regionalism, the political and economic integration and the sustainable development. The main objective is to address the universe of creation, evolution and consolidation of the African Union and sustainable development, as a means of overcoming the challenges of political and economic integration of Africa. The result of the positive research confirms and recognizes the fact that the materialization of the African Union will help in the process of political and economic unity toward establishment of a common market and its sustainable development.

Page generated in 0.0884 seconds