• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 104
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 109
  • 76
  • 26
  • 22
  • 19
  • 19
  • 19
  • 19
  • 14
  • 9
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 7
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Uma poética audiovisual da transgressão em Jomard Muniz de Britto

MAIA JÚNIOR, Ricardo César Campos 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:27:37Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1912_1.pdf: 2406708 bytes, checksum: 73d571d0ebeb391e8379d9ce39661473 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / No primeiro semestre de 1974 teve início a produção audiovisual de Jomard Muniz de Britto (JMB), que veio passando do super-8 das décadas de 70 e 80 ao VHS das décadas 80 e 90. Atualmente, na tecnologia digital, seu último trabalho data de 2005: Aquarelas do Brasil. Jomard Muniz transpôs para a tela crítica cultural ou reflexões metalingüísticas indo, esteticamente, do poema processo à popfilosofia, do tropicalismo ao mais recente trabalho com os atentados poéticos. O estudo sobre a narrativa poética e uma possível estética da transgressão nas produções audiovisuais de Jomard Muniz de Britto remete, dessa maneira, à problemática da linguagem cinematográfica como suporte para o intercâmbio entre diversos saberes - reunindo perspectivas de análise da história da cultura brasileira em sua pluralidade. Estando seu campo de atuação ligado com o que JMB definiu, mais profundamente, como a Língua dos três pppês: poeticidade, política e pedagogia. A estética da transgressão nos audiovisuais de JMB se deve a uma lógica própria de relações, onde, no entanto, as premissas são flexíveis. O que o autor propões é um rompimento com as moralidades culturais e tabus sociais, pois, a perspectiva da narrativa poética se relaciona com a liberdade de realização empregada pelo autor na forma-significação da obra fílmica. A análise dos audiovisuais de Jomard Muniz de Britto sugere conceitos não de ordem apriorística, mas abordagens histórico-existenciais, cujo forte ponto de caracterização seja o intercâmbio e a multidisciplinariedade. Dessa forma, é proposta, então, uma análise sobre uma poética audiovisual da transgressão em JMB, de caráter ensaístico
2

"Monstros" transgressores em Angels in America / Trangressive "monsters" in Angels in America

Roberto Gonçalves Ramalho 06 December 2007 (has links)
O objetivo desta dissertação é discutir por que indivíduos homoeroticamente inclinados, em especial gays, são socialmente interpretados como monstros. Através da análise de dois personagens gays da peça Angels in America, de Tony Kushner (Joe e Prior), e apoiado por um clássico monstro literário, o personagem sem nome de Mary Shelley em Frankenstein, busco demonstrar os mecanismos sociais que transformam os gays em seres abjetos. Entrementes, conduzo minha análise por dogmas cuidadosamente construídos e pelas instituições de poder que escrutinam e tentam controlar as sexualidades desviantes. Em última instância, vejo a transgressão como um passo necessário que garante aos gays o direito à realização pessoal (que deveria ser inalienável para todos os indivíduos), e a única saída para a expressão de suas verdadeiras subjetividades sexuais / The purpose of this thesis is to discuss why homoerotically inclined individuals, especially gay men, are socially construed as monsters. Through the analysis of two gay characters out of Tony Kushners Angels in America (Joe and Prior), and supported by a classical literary monster, the nameless character in Mary Shelleys Frankenstein, I try to point out societys mechanisms that transform gays into abjected personas. Meanwhile, I conduct my analysis through carefully constructed dogmas and the institutions of power that scrutinize and attempt to control deviant sexualities. Ultimately, I see transgression as a necessary stand for gays to guarantee their right to self-fulfillment (which should be unalienable to every individual), and the only way to the expression of their true sexual subjectivities
3

Transgressões na obra de John Waters: uma análise de Pink Flamingos e Problemas Femininos

Tenório Luna da Silva, Sabrina 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:27:57Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1918_1.pdf: 8599430 bytes, checksum: 5ff7691e1a400f323890fbfcc3e58c35 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / John Waters é um diretor americano que começou a fazer filmes underground na década de sessenta. A partir de Pink Flamingos, Waters tornou-se conhecido por cenas tidas como bizarras. Protagonizadas, entre outros, pelo ator Harris Glen Milstead, mais conhecido como Divine. Um dos grandes fatores de reconhecimento para o autor foram as exibições no circuito cinematográfico Midnight Movie, dedicado à mostra de filmes que, por seu teor escatológico, não seriam bem aceitos em cinemas convencionais. Essas sessões, assim como a exploração de roteiros anti-convencionais em sua obra, geraram em torno de si um público ávido pelo consumo de filmes voltados a uma estética não canônica, o que reverbera até os dias atuais. A seguinte análise, leva em conta elementos presentes na primeira fase de John Waters (década de setenta até meados da década de 80), abordando temas como o grotesco, o feio e o camp. Na segunda parte nos propomos a analisar alguns aspectos dos Midnight Movie em busca de elementos de gosto, que formariam uma subcultura onde seus membros apresentariam em comum a preferência pelo nãocanônico. Depois nos ativemos a uma análise estética, confrontando características do cinema clássico com as teorias estudadas. Por fim, tentamos confrontar as duas premissas com base no teórico Michel Foucault, buscando descobrir a coerência entre o conceito de transgressão e o material analisado
4

"Monstros" transgressores em Angels in America / Trangressive "monsters" in Angels in America

Roberto Gonçalves Ramalho 06 December 2007 (has links)
O objetivo desta dissertação é discutir por que indivíduos homoeroticamente inclinados, em especial gays, são socialmente interpretados como monstros. Através da análise de dois personagens gays da peça Angels in America, de Tony Kushner (Joe e Prior), e apoiado por um clássico monstro literário, o personagem sem nome de Mary Shelley em Frankenstein, busco demonstrar os mecanismos sociais que transformam os gays em seres abjetos. Entrementes, conduzo minha análise por dogmas cuidadosamente construídos e pelas instituições de poder que escrutinam e tentam controlar as sexualidades desviantes. Em última instância, vejo a transgressão como um passo necessário que garante aos gays o direito à realização pessoal (que deveria ser inalienável para todos os indivíduos), e a única saída para a expressão de suas verdadeiras subjetividades sexuais / The purpose of this thesis is to discuss why homoerotically inclined individuals, especially gay men, are socially construed as monsters. Through the analysis of two gay characters out of Tony Kushners Angels in America (Joe and Prior), and supported by a classical literary monster, the nameless character in Mary Shelleys Frankenstein, I try to point out societys mechanisms that transform gays into abjected personas. Meanwhile, I conduct my analysis through carefully constructed dogmas and the institutions of power that scrutinize and attempt to control deviant sexualities. Ultimately, I see transgression as a necessary stand for gays to guarantee their right to self-fulfillment (which should be unalienable to every individual), and the only way to the expression of their true sexual subjectivities
5

Do Recato à Moda: Moral e TransgressÃo na Fortaleza dos anos 1920 / De la pudeur ÃlÃgante: La morale et la transgression dans les annÃes 1920 à Fortaleza.

Diocleciana Paula da Silva 30 August 2004 (has links)
FundaÃÃo Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Cientifico e TecnolÃgico / Dans ce travail, nous analysons lâappropriation de la mode parisienne à Fortaleza dans les annÃes 1920. Nous cherchons à rÃflÃchir sur la mode absorbÃe par une elite emergente composÃe de commerÃants e de professionnels libÃraux â auto dÃfinie comme moderne, mais avec des pratiques conservatrices â et sur lâincorporation de cet ÃlÃment dans un projet dâurbanisation de la ville et de modernitÃ. Dans cette prespective, nous tentons pecevoir, au long de la dÃcade, les relations de genre et les tentatives de âremodÃlementâ des hommes et des femmes basÃs sur la distinction sociale à partir des concepts de vanitÃ, mode et tradition catholique qui ont donnà une spÃcificità à la mode fortalezienne. Nous utilisons comme ressources pour Ãtablir ce dialogue, des chroniques, des annonces e des colonnes sociales presentes dans les revues et lÃs journaux, en plus de photographies de femmes de lâÃlite et des mÃmoires de quelques dames qui firent partie de ce â raffinementâ. / Neste trabalho analisamos a apropriaÃÃo da moda parisiense em Fortaleza nos anos 1920. Procuramos refletir sobre a moda absorvida por uma elite emergente composta de comerciantes e profissionais liberais - autodenominada moderna, mas com prÃticas conservadoras - e a incorporaÃÃo desse elemento em um projeto de urbanizaÃÃo da cidade e modernidade. Nessa perspectiva, tentamos perceber, ao longo da dÃcada, as relaÃÃes de gÃnero e as tentativas de âremodelaÃÃoâ de homens e mulheres pautadas na distinÃÃo social a partir dos conceitos de vaidade, moda e tradiÃÃo catÃlica que deram uma especificidade à moda fortalezense. Utilizamos como recursos para estabelecer esse diÃlogo crÃnicas, artigos, anÃncios e colunas sociais presentes nas revistas e jornais, alÃm de fotografias de mulheres da elite e as memÃrias de algumas senhoras que fizeram parte desse ârequinteâ.
6

Repulsa e abjeção na dança contemporânea: a crise como potência transgressora e o anestesia-mento crítico

Cruz, Isaura Suélen Tupiniquim January 2016 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2016-07-21T13:02:59Z No. of bitstreams: 1 DISSERTACAO-IsauraTupiniquim.pdf: 1343081 bytes, checksum: 2a53fed798aae9087a991b2ec1023584 (MD5) / Approved for entry into archive by Patricia Barroso (pbarroso@ufba.br) on 2016-07-21T16:39:10Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSERTACAO-IsauraTupiniquim.pdf: 1343081 bytes, checksum: 2a53fed798aae9087a991b2ec1023584 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-21T16:39:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTACAO-IsauraTupiniquim.pdf: 1343081 bytes, checksum: 2a53fed798aae9087a991b2ec1023584 (MD5) / Ao gerar mudanças no corpo e na arte, a crise como transgressão é uma potência que mobiliza a história e as práticas políticas. O anestesiamento crítico, decorrente de uma circularidade formada no circuito artístico, ao estabelecer uma hegemonia discursiva nas produções estéti-cas, produz um paradoxo entre a transgressão como pressuposto na dança contemporânea e a normatização das ações nesse campo. De uma perspectiva da biopolítica, que captura os dese-jos e a imaginação, os discursos de transgressão na arte podem ter seu espaço reservado, prin-cipalmente quando não existe um interdito contra o qual se opor. Nessa concepção política, os poderes são diluídos e capitalizáveis, anestesiando as forças de tensão e a capacidade crítica dos corpos. A transgressão está vinculada ao interdito, pois ambos são fundamentos implícitos à conjuntura existencial e social do corpo. A noção de transgressão da linguagem articula e problematiza a esfera artística que, atrelada aos conceitos de performatividade, heterogenei-dade e heterologia, expõe uma contradição entre o conteúdo dos discursos e as práticas en-gendradas nas demandas de mercado, fragilizando o corpo performativo, tanto nas experimen-tações da vanguarda da década de 1960 quanto nas suas implicações históricas, que se esten-dem à atualidade. Nesta pesquisa, as análises das produções artísticas são abordadas a partir dos conceitos de informe e de abjeção, os quais se aproximam radicalmente da transgressão, devido à produção de conflito e repulsa.
7

No íntimo do sertão: poder político, cultura e transgressão na capitania da Paraíba (1750 -1800)

Guedes, Paulo Henrique Marques de Queiroz 10 April 2013 (has links)
Submitted by Felipe Lapenda (felipe.lapenda@ufpe.br) on 2015-03-10T12:48:45Z No. of bitstreams: 2 TESE PAULO GUEDES.pdf: 2987730 bytes, checksum: 4bb4e8ed3dd7362d911a6c4406d0322d (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-10T12:48:45Z (GMT). No. of bitstreams: 2 TESE PAULO GUEDES.pdf: 2987730 bytes, checksum: 4bb4e8ed3dd7362d911a6c4406d0322d (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2013-04-10 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Esta tese analisa os dispositivos do poder político intraelites, suas práticas, no sertão da Paraíba setecentista. O objetivo geral foi estudar o universo político-normativo, consubstanciado pelos conflitos de poder, usos das justiças e pelas transgressões e/ou desmandos praticados pelos “donos do poder”, na segunda metade do século XVIII. O exercício do poder político na Paraíba, bem como sua relação com as transgressões praticadas pelos potentados e autoridades formais, pode ser compreendido enquanto conduta pertinente a uma cultura político-normativa específica, não como simples resultado de uma ausência ou inoperância da ordem estatal no sertão. Tratou-se assim de matizar – do ponto de vista do poder político – a ideia de que os potentados locais agiam de acordo com uma cultura político-normativa irredutivelmente resistente e infensa ao formalismo político-jurídico. Aquela sociedade foi norteada por condutas políticas formais e privadas, o que envolve uma discussão acerca do pluralismo político especialmente dinâmico nos espaços de baixa institucionalidade do Império português. Entende-se que o exercício do poder formal foi um recurso escasso e extremamente disputado pelos potentados locais do sertão. A justiça formal foi utilizada por essa elite proprietária, como estratégia para atingir adversários e potencializar o poder político.
8

Ney Matogrosso: Sentimento ContramÃo: TransgressÃo e Autonomia ArtÃstica

FlÃvio de Araujo Queiroz 15 May 2009 (has links)
FundaÃÃo de Amparo à Pesquisa do Estado do Cearà / O presente trabalho aborda a trajetÃria artÃstica do cantor Ney Matogrosso no perÃodo compreendido entre os anos de 1975 a 1983, dentro de uma perspectiva de entendimento da construÃÃo da autonomia artÃstica do cantor em relaÃÃo à censura moral do regime militar e ao cerceamento da indÃstria fonogrÃfica e da mÃdia. Dessa maneira, observar-se-à a construÃÃo social do corpo transgressor do artista, que rompeu com um referente cultural do que naquele momento significava ser âmachoâ e com o eminentemente instituÃdo; tendo, dentro de uma pluralidade de princÃpios e comportamentos, sido posto em uma condiÃÃo de liminaridade artÃstica frente aos poderes instituÃdos / The present work makes an analysis of the artistical career of the singer Ney Matogrosso, between 1975 and 1983, by trying to understand the development of his artistic autonomy process in such an adverse context as that of the military regime and its moral censure, the limiting record companies and media as well. In this perspective the transgressive body of the singer and also its social construction will be analyzed. The body language and behavior of the singer have broken away from all cultural references and values of machismo at the time. He has also broken the rules of social customs, and consequently he has been put in a liminar condition in relation to the establishment, in despite of belonging to a society rich in multiplicity of principles and behaviors
9

Hilda Hilst: uma aventura obscena de tão lúcida / Hilda Hilst: une aventure si lucide qu'obscéne

Fernanda Shcolnik 09 March 2009 (has links)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Étant donné lapparente exclusion de Hilda Hilst, d'une large part du marché de l'édition et la difficulté de lecture de son oeuvre par le grand public, on propose, dans ce travail, linvestigation sur la façon dont Hilda y met en oeuvre des procédures de transgression et de profanation, aussi bien que lélucidation des éléments possibles qui justifient sa condition d écrivain maudit . Nous avons utilisé comme support théorique des études de Georges Bataille, dans Lerotisme , de même que celles de Giorgio Agamben, dans Éloge de la profanation , et celles de Julia Kristeva, dans Approche de labjection . À partir de ces apports, dune étude préliminaire à propos de la circulation de Hilda dans les espaces de la consécration et de la malédiction et de létude des oeuvres A obscena senhora D et Cartas de um sedutor , on cherche à repondre aussi à la question: Est-ce quon peut dire que la littérature de Hilda Hilst continue à susciter le choc et le scandale chez le lecteur contemporain ? / Tendo em vista a aparente exclusão da obra de Hilda Hilst, por parte de um amplo mercado editorial e a dificuldade de sua leitura pelo grande público, o presente trabalho se propõe a investigar o modo como Hilda põe em prática procedimentos de profanação e de transgressão em sua obra e também esclarecer os possíveis elementos desencadeadores da condição de "escritora maldita". Utilizamos como base teórica os estudos de Georges Bataille, em "O erotismo", Giorgio Agamben, em "Elogio da profanação" e Julia Kristeva, em "Approche de l'abjection". A partir dessas bases, de um estudo preliminar sobre o trânsito de Hilda entre as esferas da consagração e da maldição e do estudo das obras "A obscena senhora D" e "Cartas de um sedutor", buscamos também responder à seguinte pergunta: podemos dizer que a literatura de Hilda Hilst continua a suscitar choque e escândalo frente ao leitor contemporâneo?
10

Juventude e consumo nas camadas populares / Youth and consumption in the popular layers

Andréia Rohde 30 June 2009 (has links)
Nos últimos anos, busca-se através da articulação entre os conceitos de hipermodernidade, neoliberalismo, globalização, mídia, sociedade de consumo, transgressão, tentar compreender a complexidade da sociedade contemporânea. Neste contexto, os jovens crescem marcados pelas contradições e paradoxos gerados pela sociedade capitalista, em meio aos valores da sociedade de consumo, da circulação de um mundo globalizado e a crescente desigualdade social em alguns países como o Brasil. Este trabalho surge a partir da minha vivência com crianças e adolescentes de famílias atendidas no Conselho Tutelar do Município do Rio de Janeiro e, posteriormente, como assessora de direção de um Centro de Referência Especial de Assistência Social, localizado na região metropolitana do Rio de Janeiro, em área empobrecida. Percebe-se a transformação do conceito de consumo de bens para satisfação das necessidades em promessa de felicidade através da satisfação dos desejos, sendo estes últimos constantemente sugestionados aos sujeitos pela mídia. Percebe-se que a juventude está atravessada pelo sistema capitalista e sofre grandes pressões para se integrar em uma sociedade de consumo. Como conseqüências desta tentativa de integração, muitas vezes o jovem é levado à transgressão da lei, criando formas alternativas de acesso a esses desejados bens que o levam, e a suas famílias, à tutela do Estado, que percebe o fenômeno de forma isolada e individualizada, tendo dificuldades de propor saídas que de fato enfrentem os valores e as perversões do sistema. / In recent years, search through the joint enters the concepts of hipermodernity, neoliberalism, globalization, media, and society of consumption, trespass, to try to understand the complexity of the society contemporary. In this context, the young grows marked for the contradictions and paradoxes generated for the capitalist society, in way to the values of the society of consumption, the circulation of a globalized world and the increasing social inequality in some countries as Brazil. This work appears from my experience with children and adolescents of families taken care of Tutorial Council of the City of Rio de Janeiro and, later, like assessor of direction of a Center of Special Reference of Social Assistance, located in the region metropolitan of the Rio de Janeiro, in poor area. It is perceived constantly transformation of the concept of consumption of good for satisfaction of the necessities in promise of happiness through the satisfaction of the desires, being these last ones suggest to the citizens for the media. One perceives that youth is crossed by the capitalist system and suffers great pressures to combine itself in a consumption society. As consequences of this attempt of integration, many times the young is taken to the trespass of the law, having created alternative forms of access to these desired goods that take it, and its families, to the guardianship of the State, that perceives the phenomenon of isolated form and individualized, having difficulties to consider exits that in fact face the values and the perversions of the system.

Page generated in 0.0573 seconds