• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 78
  • 1
  • Tagged with
  • 81
  • 81
  • 81
  • 62
  • 61
  • 36
  • 25
  • 18
  • 17
  • 16
  • 16
  • 15
  • 14
  • 13
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Tradução e adaptação transcultural da Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale / Translation and cross-cultural adaptation of Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale

Coelho, Joyce Miná Albuquerque January 2015 (has links)
COELHO, Joyce Miná Albuquerque. Tradução e adaptação transcultural da Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale. 2015. 160 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2015-05-26T15:43:59Z No. of bitstreams: 1 2015_dis_jmacoelho.pdf: 2383065 bytes, checksum: 66d72dcb0740f573a8c8a6d5e189152a (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2015-05-26T15:54:27Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_dis_jmacoelho.pdf: 2383065 bytes, checksum: 66d72dcb0740f573a8c8a6d5e189152a (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-26T15:54:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_dis_jmacoelho.pdf: 2383065 bytes, checksum: 66d72dcb0740f573a8c8a6d5e189152a (MD5) Previous issue date: 2015 / This study aimed to translate and culturally adapt to Standard Portuguese Language of Brazil to Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale. This is a methodological study conducted in six phases, namely: initial translation, translation synthesis, back translation to the original language, committee review of expert judges of the area, translated version pretest and content validation. Study participants were five translators and five judges in translation and adaptation phase and the pre-test was performed at home on 30 people with traumatic spinal cord, with two instruments: social-demographic and clinical characterization forms and the application of Spinal Cord Injury Scale Secondary Conditions - Translated version. After the cross-cultural adaptation the content validation was held using the trial of items by 17 experts in the field of spinal cord injury. In order for the analysis of the data translation and cultural adaptation were used frames and a descriptive analysis was carried out. The social-demographic data of the pre-test were compiled and analyzed using the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) version 19.0, and presented in tables. In order for the analysis of the judges’ agreement statistical calculations as the Content Validation Index (CVI) and the kappa coefficient was used. The study was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Ceará, with opinion No. 562,694. The results show that in the first two versions, T1 and T2, there were not significant differences between translations. In summary translation, the translator achieved the most items of T1. In the phase back translation, the translation did not have significant differences of the original questionnaire, being the differences in charge of the use of synonyms. In the review phase by the judges’ committee, there was a meeting to evaluate the semantic, idiomatic, experimental and conceptual of each questionnaire item in order to identify and resolve all inconsistencies of previous translations, thus the pre version Spinal Cord Injury artwork of Secondary Conditions Scale - Translated version was concluded. Then the scale was applied in the pre-test in patients with spinal cord injury and some terms were further clarified in order to produce the final version. At the content analysis the CVI was 0.95, and the individual values, only one of the items had CVI below the recommended, however the instrument was properly considered valid in the content. The conclusion, therefore, was that the translated version of Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale is a reliable, clear and comprehensive instrument to assess the secondary conditions of spinal cord injury. With this study, health professionals will have a scale to better health assessment, enabling the planning of interventions and care, whereas also assist in the expansion of the scientific community knowledge. / O estudo objetivou traduzir e adaptar culturalmente para a língua portuguesa do Brasil a Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale. Trata-se de um estudo metodológico, realizado em seis fases, a saber: tradução inicial, síntese da tradução, tradução de volta à língua original, revisão por comitê de juízes especialistas da área, pré-teste da versão traduzida e validação de conteúdo. Os participantes do estudo foram cinco tradutores e cinco juízes na etapa de tradução e adaptação, e o pré-teste foi realizado em 30 pessoas com lesão medular traumática em domicílio, por meio da utilização de dois instrumentos: o formulário de caracterização sociodemográfica e clínica, e a aplicação da Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale – versão traduzida. Após a adaptação transcultural realizou-se a validação de conteúdo utilizando o julgamento dos itens por 17 especialistas da área de lesão medular. Para a análise dos dados da tradução e adaptação transcultural foram utilizados quadros e realizada a análise descritiva. Os dados sociodemográficos do pré-teste foram compilados e analisados por meio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 19.0, e apresentado em forma de tabelas. Para a análise da concordância dos juízes utilizaram-se cálculos estatísticos como o Índice de Validação de Conteúdo (IVC) e o Coeficiente kappa. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, da Universidade Federal do Ceará, com o parecer nº 562.694. Os resultados mostram que nas duas versões iniciais, T1 e T2, não houve diferenças significativas entre as traduções. Na síntese da tradução, o tradutor contemplou a maioria dos itens da T1. Na etapa da back translation, a tradução não possuiu disparidade do questionário original, ficando as diferenças a cargo da utilização de sinônimos. Na etapa da revisão pelo comitê de juízes aconteceu uma reunião visando a avaliar as equivalências semântica, idiomática, experimental e conceitual de cada item do questionário, de modo a se conhecer e solucionar todas as incoerências das traduções anteriores. Assim, obteve-se a versão pré-final da Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale – versão traduzida. Em seguida a escala foi aplicada no pré-teste em pacientes com lesão medular e alguns termos foram esclarecidos a fim de compor a versão final. Na análise de conteúdo o IVC foi de 0,95 e, dos valores individuais, apenas um dos itens obteve IVC abaixo do recomendado. No entanto, o instrumento foi considerado válido no conteúdo. Concluiu-se que a versão traduzida da Spinal Cord Injury Secondary Conditions Scale é um instrumento confiável, claro e compreensível, capaz de avaliar as condições secundárias da lesão medular. Com este estudo os profissionais de saúde disporão de uma escala para melhor avaliação de saúde, possibilitando o planejamento de intervenções e prestação de cuidados. Auxiliará, também, a ampliação do conhecimento da comunidade científica.
2

Lesão Medular e suas significações para a família / Spinal cord injury and its significations to the family

Barbosa, Islene Victor January 2008 (has links)
BARBOSA, Islene Victor. Lesão Medular e suas significações para a família. 2008. 47 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-01-17T14:25:28Z No. of bitstreams: 1 2008_dis_ivbarbosa.pdf: 217809 bytes, checksum: f278b231987e85cb40116238d189632e (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-01T12:54:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_dis_ivbarbosa.pdf: 217809 bytes, checksum: f278b231987e85cb40116238d189632e (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-01T12:54:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_dis_ivbarbosa.pdf: 217809 bytes, checksum: f278b231987e85cb40116238d189632e (MD5) Previous issue date: 2008 / Spinal cord injury represents great problem in public health, which affects physically the body, leading to paraplegia or tetraplegia, bringing consequences that modify family’s dynamics, which determine a new life style to its members. This context takes family to organize itself and to reconfigure its shapes, in search for understanding the individual and learning how to live with the injury implications. We aimed, in this study, to understand the meaning of caring given by the family to a person with spinal cord injury; to find out the feelings that surround the care relationship of the spinal cord injury person’s family based on the considerations of Jean Watson’s Theory; and to analyze the family attitudes face to caring process. This study is a descriptive type, with a qualitative approach, developed at an institution reference on trauma assistance, settled on Fortaleza-CE. Seven family caregivers participated to this study. The data were collected in September to October 2007, by a semi-structured interview. The speeches were analyzed using the content analysis method. We interpreted and inferred the information supported by Jean Watson’s Transpersonal Caring Theory. We concluded that the caring meaning for the family member’s perception is expressed by difficulties related to knowledge deficit, to the fact of caring is supposed to be an exhaustive activity and to the resignation of the new role of caregiver. About the feelings aroused in response to this neurological lesion, highlighted affection, faith, sadness, anxiety and fear, preoccupation and hope. As attitudes patterns face to caring process, we pointed the aspects linked to responsibility, resignation, non-acceptance and attitudes ambivalence. Thus, we realized that it is also necessary to focus Nursing care on the family of those people affected by spinal cord injury. / Lesão medular representa grande problema de saúde pública, que agride fisicamente o corpo, podendo levar à paraplegia ou à tetraplegia, trazendo conseqüências que alteram a dinâmica da família, determinando um novo estilo de vida para os seus membros. Esse contexto leva a família a organizar-se e redimensionar a sua vida, para melhor compreender o indivíduo e aprender a conviver com as implicações da lesão. Objetivou-se, no estudo, compreender o significado do cuidado prestado pelo ente familiar à pessoa com lesão medular; conhecer os sentimentos que permeiam a relação de cuidado da família da pessoa com lesão medular à luz das considerações da teoria de Jean Watson; e analisar as atitudes dos familiares diante do processo de cuidar. O estudo é do tipo descritivo, com abordagem de natureza qualitativa, desenvolvido em uma instituição referência em atendimento ao trauma, localizada em Fortaleza-CE. Participaram do estudo sete familiares cuidadores, que estiveram prestando cuidados durante a internação. Os dados foram coletados no período de setembro a outubro de 2007, por meio de entrevista do tipo semi-estruturada. Os depoimentos foram analisados com base no método de análise de conteúdo. Interpretamos e inferimos as informações à luz da Teoria do Cuidado Transpessoal de Jean Watson. Concluímos que o significado do cuidar na percepção do membro familiar é expresso por dificuldades relacionadas ao déficit de conhecimento, ao fato de que cuidar é uma atividade cansativa e a resignação do novo papel de cuidador. Em relação aos sentimentos despertados diante deste tipo de lesão neurológica, destacaram-se o afeto, a fé, a tristeza, a ansiedade e medo, a preocupação e a esperança. Evidenciaram-se, como atitudes diante do processo de cuidar, os aspectos relativos à responsabilidade; resignação; não-aceitação e ambivalência de atitudes. Com isso, percebemos que é necessário também enfocar o cuidado de Enfermagem à família daquele acometido pela lesão medular
3

Influência da espiritualidade, religião e crenças na qualidade de vida de pessoas com lesão medular / Influence of spirituality, religion and beliefs in the quality of life of people with spinal cord injury

Magalhães, Samira Rocha January 2014 (has links)
MAGALHÃES, Samira Rocha. Influência da espiritualidade, religião e crenças na qualidade de vida de pessoas com lesão medular. 2014. 96 f. Dissertação (mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2014. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-06-18T12:08:05Z No. of bitstreams: 1 2014_dis_srmagalhães.pdf: 2329800 bytes, checksum: c6a1617c3551c82d3e82691110e62a21 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-06-18T12:09:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_dis_srmagalhães.pdf: 2329800 bytes, checksum: c6a1617c3551c82d3e82691110e62a21 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-06-18T12:09:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_dis_srmagalhães.pdf: 2329800 bytes, checksum: c6a1617c3551c82d3e82691110e62a21 (MD5) Previous issue date: 2014 / The importance of spirituality, religiosity and beliefs to overcome difficulties has been noted. The aim of this study was to evaluate the influence of spirituality, religiosity and personal beliefs in the life quality of people who had a spinal cord injury (SCI). This is an exploratory longitudinal study with a quantitative approach, conducted in the city of Fortaleza - CE, in two phases: in the hospital and then with the same patients, in their homes, through telephone contact. The study’s target population consisted of 55 people in the hospital, but only 49 participated in the second phase. In order to meet the aims of this study, two instruments were applied; one to trace the socio-demographic and clinical profiles and the Quality of Life instrument of the World Health Organization - Module Spirituality, Religion and Personal Beliefs - WHOQOL-SRPB WHO, which features eight factors, totalling 32 items on the Likert scale, where 1 represents never and 5 indicates always. Exploratory analyzes were performed by using univariate frequency distribution, descriptive measures and the Box Plot graph. The validation of the internal consistency of the responses and calculation of the scores of the respective dimensions of scale WHOQOL-SRPB were verified in both phases of the study. The ethical aspects were observed, according to Resolution 466/12 of the National Health Council (BRAZIL, 2012), and approved by the ethics committee of the UFC with Protocol 338 980 and committee co-participant (IJF) with paragraph 348 114. The validation of the internal consistency of the responses and calculate the scores of the respective dimensions of the scale were observed in both phases of the study and proved to be excellent. The Wilcoxon T test – a non parametric test for paired samples’ comparison – was used to compare the average values of the groups (hospitalized and at home). High scores were obtained from WHOQOL-SRPB domains, in both phases, in which the ones that stood out were those related to hope and optimism, spiritual strength and faith. Regarding changes in scores for the two sides domains that demonstrated a statistically significant difference was domains, meaning in life and spiritual strength, it is believed that this difference was due to the change of environment in which the person is still going through the period adaptation. Therefore, it is expected that this study lead nurses to the reflection on the relevance of spiritual and emotional care of people with SCI and to the practice of mutual respect. / Tem-se observado a importância da espiritualidade, religiosidade e crenças para superar momentos difíceis. Desse modo, este trabalho objetivou avaliar a influência da espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais na qualidade de vida de pessoas com lesão medular (LM). Trata-se de um estudo exploratório de corte longitudinal, com abordagem quantitativa, realizado na cidade de Fortaleza - CE, em duas fases, no ambiente hospitalar e depois com os mesmos pacientes, em seu domicílio, por meio de contato telefônico. A população alvo do estudo foi constituída de 55 pessoas no ambiente hospitalar, mas somente 49 participaram da segunda fase. Foram aplicados dois instrumentos; um para traçar os perfis sociodemográfico e clínico e o instrumento de Qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde - Módulo Espiritualidade, Religião e Crenças Pessoais - WHOQOL-SRPB, o qual apresenta oito facetas, totalizando 32 itens com respostas em escala Likert. Foram realizadas análises exploratórias mediante uso de distribuições de frequências univariadas e medidas descritivas. Os aspectos éticos foram respeitados, conforme a Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde (BRASIL, 2012), e aprovado pelo comitê de ética da UFC com protocolo nº 338.980 e do comitê coparticipante (IJF) com o nº 348.114. A validação da consistência interna das respostas obtidas e cálculo dos escores das respectivas dimensões da escala foram verificados em ambas as fases do estudo e mostrou ser excelente. Para comparação dos valores médios dos grupos (hospitalizados e no domicílio) foi utilizado o Teste T de Wilcoxon. Confirmam-se os altos escores obtidos nos domínios da WHOQOL-SRPB, em ambas as fases, nas quais os domínios que mais se destacaram foram os relacionados com a esperança e otimismo, força espiritual e fé. Em relação às modificações dos escores durante as duas faces os domínios que demostraram diferença estatística significante foi os domínios, sentido na vida e força espiritual, acredita-se que essa diferença ocorreu devido à mudança de ambiente, no qual a pessoa ainda estar passando pelo período de adaptação. Portanto, espera-se que este estudo possa despertar os enfermeiros para a reflexão sobre a relevância do cuidado espiritual e emocional das pessoas com LM.
4

Traduação e adaptação transcultural : Intermittent Self-Catheterization Questionnaire / Translation and Cross-Cultural Adaptation : Intermittent Self-Catheterization Questionnaire

Campos, Raelly Ramos January 2015 (has links)
CAMPOS, Raelly Ramos Campos. Traduação e adaptação transcultural : Intermittent Self-Catheterization Questionnaire. 2015. 156 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2015-05-26T15:22:24Z No. of bitstreams: 1 2015_dis_rrcampos.pdf: 3028050 bytes, checksum: 4efded907aba7451b94f668529ccaa36 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2015-05-26T15:23:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_dis_rrcampos.pdf: 3028050 bytes, checksum: 4efded907aba7451b94f668529ccaa36 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-26T15:23:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_dis_rrcampos.pdf: 3028050 bytes, checksum: 4efded907aba7451b94f668529ccaa36 (MD5) Previous issue date: 2015 / The study aimed to translate and culturally adapt to the Portuguese language in the context of Brazil the Intermittent Self-Catheterization Questionnaire. The type of this study was methodological and followed the translation procedures and transcultural adaptation, which comprises five phases, namely: initial translation, translation synthesis, translation back to the original language, review by expert committee, and translated version of the pre-test. The study participants were five translators and five judges in accordance with specific criteria in the methodological reference. The pre-test was conducted with thirty people with spinal cordy injury at home, randomly recruited from an existing database, in the months of Ausgust and September 2014, by means of two instruments: characterization form sociodemographic and clinical, and implementation of the Intermittent Self-Catheterization Questionnaire – translated version. After the the transcultural adaptation was held Content Validation Index, with 17 experts in the area of spinal cord injury and / or intermittent catheterization. The analysis of data translation and the transcultural adaptation is presented in tabular form with the descriptive analysis. The sóciodemographic data of the pre-test were compiled and analyzed using the Statistical Package for the Social Sciences version 19.0, presented in table form, and the descriptive analysis. The study was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Ceará, with the report number 562 693. The results show that in the first two versions, translation 1 and 2, there were no significant differences between translations. In Translation synthesis was contemplated most of the translation of item 2.In the Step Back Translation, the translation did not show much disparity of the original questionnaire, except some English terms, but nothing that would change the context of each item. In step of the committee of judges for review was a meeting in order to evaluate semantic, idiomatic, experimental and conceptual of each questionnaire item, to display all the inconsistencies of previous translations. Some items changes, and thus obtained the pre-final version of Intermittent Self-Catheterization Questionnaire -Version translated and then applied to the pre-test. The Content Validation Index was 0.92 and the individual values of items ranging from 0.29 to 1. Three items obtained an IVC lower than the recommended, however the total instrument was considered valid in the content. It follows, therefore, that the translated version of Intermittent Self-Catheterization Questionnaire proved to be a reliable, clear and understandable instrument among the items which can evaluate the quality of life of people with spinal cord injury who perform the catheterization. Allows nurses know the problems related to intermittent catheterization and encourage the patient to promote their health, making it a person with more independence and control of your situation, besides being more one contribution to the knowledge of nursing. / O estudo objetivou traduzir e adaptar culturalmente para a língua portuguesa, no contexto do Brasil, o Intermittent Self-Catheterization Questionnaire. Estudo do tipo metodológico, seguiu os procedimentos de tradução e adaptação transcultural, que compreende cinco fases, a saber: tradução inicial, síntese da tradução, tradução de volta à língua original, revisão por comitê de juízes, e pré-teste da versão traduzida. Os participantes do estudo foram cinco tradutores e cinco juízes, em conformidade com os critérios específicos no referencial metodológico. O pré-teste foi realizado com 30 pessoas com lesão medular traumática em domicílio, recrutados de forma aleatória, a partir de um banco de dados já existente, nos meses de agosto e setembro de 2014, por meio de dois instrumentos: formulário de caracterização sociodemográfica e clínica, e aplicação do Intermittent Self-Catheterization Questionnaire – versão traduzida. Após a adaptação transcultural realizou-se o Índice de Validação de Conteúdo, com 17 especialistas na área de lesão medular e/ou cateterismo intermitente. A análise dos dados de tradução e adaptação transcultural está apresentada na forma de quadro com a análise descritiva. Os dados sociodemográficos do pré-teste foram compilados e analisados por meio do programa estatístico Statistical Package for the Social Sciences versão 19.0, apresentado em forma de tabela, bem como a análise descritiva. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisas da Universidade Federal do Ceará, com o parecer nº 562.693. Os resultados mostram que nas duas versões iniciais, tradução 1 e tradução 2, não houve diferenças significativas entre as traduções. Na síntese da tradução foi contemplada a maioria dos itens da tradução 2. Na etapa da Back Translation, a tradução não apresentou muita disparidade do questionário original, exceto alguns termos em inglês, mas nada que mudasse o contexto de cada item. Na etapa da revisão pelo comitê de juízes aconteceu uma reunião visando a avaliar as equivalências semântica, idiomática, experimental e conceitual de cada item do questionário, de modo a apresentar todas as incoerências das traduções anteriores. Alguns itens sofreram mudanças e, assim, obteve-se a versão pré-final do Intermittent Self-Catheterization Questionnaire – versão traduzida, e, em seguida, aplicada no pré-teste. O Índice de Validação de Conteúdo foi de 0,92 e os valores individuais dos itens variaram de 0,29 a 1. Três itens obtiveram um IVC abaixo do recomendado, no entanto o instrumento total foi considerado válido no conteúdo. Conclui-se, portanto, que a versão traduzida do Intermittent Self-Catheterization Questionnaire mostrou ser um instrumento confiável, claro e compreensível entre os itens, capaz de avaliar a qualidade de vida de pessoas com lesão medular que realizam o autocateterismo. Permite aos enfermeiros conhecer os problemas relacionados ao cateterismo intermitente e incentivar o próprio paciente a promover a sua saúde, tornando-o emponderado, além de ser mais uma contribuição para o conhecimento da enfermagem.
5

Ajustamento psicossocial em pacientes com lesões traumaticas do sistema nervoso central

Oliveira, Tania Regina Barbosa de 02 June 2004 (has links)
Orientador: Paulo Dalgalarrondo / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T20:03:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Oliveira_TaniaReginaBarbosade_D.pdf: 9179644 bytes, checksum: 00d4855afd0af314f7b759954378a34a (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: o presente trabalho teve como principal objetivo realizar um estudo comparativo, sobre o ajustamento psicossocial entre dois grupos de pacientes com lesões traumáticas do sistema nervoso central (N=40): traumatismo craniencefálico (TCE) e traumatismo raquimedular (TRM). Realizou-se um estudo clínico de corte-transversal. Os pacientes foram avaliados, num período de três a oito meses após o trauma, por uma Entrevista Semi-estruturada e por três instrumentos de avaliação funcional: o Índice de Barthel (IB), o Perfil do Impacto da Enfermidade (PIE) e o Questionário do Estado Funcional (QEF). OS dados foram analisados pelo SAS - System for Windows (versão 6.12) através dos seguintes métodos: 1) Análise Descritiva e Bivariada; 2) Análise Multivariada: Análise de Correspondência Múltipla e Análise de Regressão Linear. Foram utilizados os testes Qui-quadrado, Exato de Fisher e de Mann-Whitney, com nível de significância de 5% (p < 0,05). Os principais resultados observados foram: 1) Incapacidades funcionais e complicações importantes nos dois grupos; 2) Mudanças na qualidade de vida, caracterizada por dificuldades sociais e alteração da função afetiva dos pacientes estudados. Embora os recursos utilizados sejam limitados para avaliar a extensão do problema, verificou-se que o ajustamento psicossocial foi pior para o grupo de pacientes com TRM em relação ao grupo de pacientes com TCE. Os fatores que se associaram ao pior funcionamento social foram: a) baixo nível de escolaridade; b) maior incapacidade laborativa; c) maior incapacidade para realizar as funções autônomas e as atividades da vida diária (AVD), d) maior comprometimento da afetividade. Concluiu-se neste estudo que o nível de escolaridade e o tipo de atividade profissional, antes da lesão, são fatores preditivos do ajustamento psicossocial em pacientes com TCE e TRM, após a lesão. Sugerem-se estudos posteriores para o aprofundamento deste campo de estudos, assim como maior participação dos profissionais da saúde em campanhas preventivas destas lesões / Abstract: The present study had as its main objective to carry out a comparative study on the psychosocial adjustment of two groups of patients with traumatic lesions of the central nervous system (N= 40), brain injury (BI) and spinal cord injury (SCI). By means of the Clínical Method, the patients were evaluated within a period of three to eight months following the trauma through a Semi-structured Interview and three instruments of functional evaluation: Barthel Index, Sickness Impact Profile (SIP) and Community Integration Questionnaire (CIQ). The main results observed were: 1) Functional disability and important complications in both groups e 2) Changes in quality of life characterized by social difficulties and alteration in the affective function of the studied patients. The psychosocial adjustment was worse for the group of SCI patients compared to the group of TBI patients. The factors associated with the worst social adjustment were: a) low educational leveI; b) more severe work incapacity; c) more severe incapacity to perform autonomous functions and activities of daily living (ADL), d) enhanced impairment of the affective function. The conclusion of this study was that the educational level and the type of professional activity previous to the injury are predictive factors for the psychosocial adjustment of patients with TBI and SCI after the lesion. Suggest further studies be conducted for in-depth investigation of this problem, as well as more active participation of e risk for these disabling lesions. Keywords: Psychosocial adjustment; functional disability; brain injury; spinal cord injury / Doutorado / Ciencias Biomedicas / Doutor em Ciências Médicas
6

Qualidade de vida em indivíduos com lesão medular e em seus cuidadores

Amaral, Renata Busin do January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:04:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000434408-Texto+Completo-0.pdf: 1921103 bytes, checksum: d1ccdb0d183d9769711d23921ece4b69 (MD5) Previous issue date: 2011 / Introdução: A lesão medular traumática é uma condição que se instala aguda e inesperadamente, podendo interferir tanto na qualidade de vida dos indivíduos traumatizados quanto na de seus cuidadores. Objetivos: Comparar a qualidade de vida dos indivíduos com lesão na medula espinhal com a dos seus cuidadores e verificar as associações com a independência funcional e com a sobrecarga percebida na prestação de cuidados. Metodologia: Estudo transversal controlado. Os grupos 1 e 2 foram constituídos por indivíduos com lesão medular e seus respectivos cuidadores, que frequentaram um centro de atendimento à deficiência, e os grupos 3 e 4 foram constituídos por sujeitos saudáveis cadastrados em um ambulatório de Estratégia de Saúde da Família, em Passo Fundo/RS. Para comparar a qualidade de vida, idade, classificação socioeconômica e sexo entre os grupos foi utilizado o teste t para amostras independentes e o qui-quadrado. A análise de covariância foi utilizada para ajustar os valores para sexo, idade e classificação socioeconômica, na comparação dos grupos 1 e 2. Para avaliar os fatores associados à qualidade de vida dos grupos 1 e 2, foram utilizados os coeficientes de regressão padronizado e de Pearson ou de Spearmann. Foram utilizados os instrumentos WHOQOL-Bref, para a avaliação da qualidade de vida, o escore motor da medida de independência funcional, para os indivíduos com lesão medular, o Zarit Burden Interview, para sobrecarga dos cuidadores, e o instrumento da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, para a classificação socioeconômica. Resultados: Os indivíduos com lesão medular e os seus cuidadores apresentaram pontuações significativamente menores em todos os domínios de qualidade de vida quando comparados aos indivíduos saudáveis. Não houve diferença na comparação da qualidade de vida dos indivíduos com lesão medular com seus respectivos cuidadores. Após ajustados os valores para sexo, classificação socioeconômica e idade, o grupo de indivíduos com lesão medular diferiu estatisticamente do grupo de cuidadores, no domínio físico e psicológico, de qualidade de vida. Houve associação positiva da qualidade de vida com a independência funcional em indivíduos com lesão medular e inversa da qualidade de vida com a sobrecarga nos cuidadores, bem como da independência funcional com a sobrecarga percebida. Conclusão: Os cuidadores sofrem o mesmo impacto na qualidade de vida que os indivíduos com lesão medular enquanto prestam assistência ao doente. A dependência funcional, consequente à lesão medular, limita o desempenho das atividades dos indivíduos num grau que sobrecarrega os seus cuidadores, levando a um prejuízo na qualidade de vida de ambos. / Introdução: A lesão medular traumática é uma condição que se instala aguda e inesperadamente, podendo interferir tanto na qualidade de vida dos indivíduos traumatizados quanto na de seus cuidadores. Objetivos: Comparar a qualidade de vida dos indivíduos com lesão na medula espinhal com a dos seus cuidadores e verificar as associações com a independência funcional e com a sobrecarga percebida na prestação de cuidados. Metodologia: Estudo transversal controlado. Os grupos 1 e 2 foram constituídos por indivíduos com lesão medular e seus respectivos cuidadores, que frequentaram um centro de atendimento à deficiência, e os grupos 3 e 4 foram constituídos por sujeitos saudáveis cadastrados em um ambulatório de Estratégia de Saúde da Família, em Passo Fundo/RS. Para comparar a qualidade de vida, idade, classificação socioeconômica e sexo entre os grupos foi utilizado o teste t para amostras independentes e o qui-quadrado. A análise de covariância foi utilizada para ajustar os valores para sexo, idade e classificação socioeconômica, na comparação dos grupos 1 e 2. Para avaliar os fatores associados à qualidade de vida dos grupos 1 e 2, foram utilizados os coeficientes de regressão padronizado e de Pearson ou de Spearmann. Foram utilizados os instrumentos WHOQOL-Bref, para a avaliação da qualidade de vida, o escore motor da medida de independência funcional, para os indivíduos com lesão medular, o Zarit Burden Interview, para sobrecarga dos cuidadores, e o instrumento da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, para a classificação socioeconômica. Resultados: Os indivíduos com lesão medular e os seus cuidadores apresentaram pontuações significativamente menores em todos os domínios de qualidade de vida quando comparados aos indivíduos saudáveis. Não houve diferença na comparação da qualidade de vida dos indivíduos com lesão medular com seus respectivos cuidadores. Após ajustados os valores para sexo, classificação socioeconômica e idade, o grupo de indivíduos com lesão medular diferiu estatisticamente do grupo de cuidadores, no domínio físico e psicológico, de qualidade de vida. Houve associação positiva da qualidade de vida com a independência funcional em indivíduos com lesão medular e inversa da qualidade de vida com a sobrecarga nos cuidadores, bem como da independência funcional com a sobrecarga percebida. Conclusão: Os cuidadores sofrem o mesmo impacto na qualidade de vida que os indivíduos com lesão medular enquanto prestam assistência ao doente. A dependência funcional, consequente à lesão medular, limita o desempenho das atividades dos indivíduos num grau que sobrecarrega os seus cuidadores, levando a um prejuízo na qualidade de vida de ambos.
7

Transplante de células mononucleares da medula óssea em um modelo experimental de lesão da medula espinhal

Kaminski, Elisa Lettnin January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:04:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000431009-Texto+Completo-0.pdf: 4261327 bytes, checksum: a42cc8ac210210fff6240ec877b3fbc4 (MD5) Previous issue date: 2011 / Spinal cord injuries (SCI) cause devastating consequences for patients, and a high cost to society. Many attempts have been made to find a cure for SCI. Stem cell research has shown encouraging results, but defining the best method and time of administration remains a challenge in the clinical setting. We compared single bone marrow mononuclear cells (BMMCs) transplant by direct injection (DI) versus lumbar puncture (LP). We aimed to determine whether multiple transplants by LP may be equally or more effective than one transplant by DI. To this end, we evaluated the presence of cells after transplantation in the injured site, motor function for 3 weeks on the Basso, Beattie e Bresnahan (BBB) Scale, and the size of the lesion on histology. We found that BMMCs transplanted by LP was present in the injured site, and that two transplants by this route were more effective to promote motor improvement and significant lesion size reduction than the DI. / O Trauma-raquimedular (TRM) é uma patologia que afeta drasticamente a qualidade de vida dos pacientes acometidos, possui uma alta incidência e ocasiona um alto custo para o governo e a sociedade. Os tratamentos existentes para o TRM são apenas de cunho paliativo, não sendo capazes de reverter o dano neurológico ocasionado pelo trauma. Em função disso, é necessário investigar novas terapias que busquem soluções mais efetivas para esses casos. Os estudos com célulastronco de medula óssea (CTMO) têm demonstrado resultados animadores, mas ainda não definitivos para aplicação clínica; assim, a ampliação dos estudos préclínicos é indispensável. Para que uma pesquisa se concretize é preciso estabelecer de um modelo de lesão in vivo, desta forma nosso primeiro passo foi este, em seguida, buscamos, não somente, comparar o transplante de células mononucleadas da medula óssea (CMMO) com controle de veículo, como também, analisar o uso de duas vias de administração celular diferentes com janelas de tempo de transplante também distintas. A identificação da melhor via de administração para células-tronco e o tempo em que estas devem ser aplicadas também é fundamental para a prática clínica. Nossos grupos experimentais de estudo estão divididos entre vias de administração diferentes (intraparenquimatosa e subaracnóidea), com tempos de transplante de 48hs para via intraparenquimatosa ou direta, e 48hs e 9 dias para subaracnóidea ou punção lombar, bem como, dividem-se em tratados com CMMO, e seu controle de veículo (solução salina).Os animais foram avaliados quanto à função motora, através da escala de BBB, quanto à presença de CMMO na lesão, por meio de PCR, e quanto ao tamanho de lesão, através de técnica histológica. Nossos resultados demonstraram uma melhora da função motora no grupo tratado com 2 transplantes de CMMO pela via subaracnóidea e que estas células podem migrar para a lesão quando transplantadas por esta mesma via. A análise histológica revelou que o tamanho de lesão no grupo tratado com CMMO pela via direta era significativamente maior do que no grupo tratado com CMMO por punção lombar.
8

Validação da versão brasileira do Quality of Life Index Spinal Cord Injury - version III / Validation of the Brazilian version of quality of life index spinal cord injury - version III

Reis, Priscila Alencar Mendes 24 July 2017 (has links)
REIS, P. A. M. Validação da versão brasileira do Quality of Life Index Spinal Cord Injury - version III. 2017. 112 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. / Submitted by Programa de Pós-graduação em Enfermagem PPGENF (pgenfermagem.ri@gmail.com) on 2017-11-16T16:39:07Z No. of bitstreams: 1 2017_tese_pamreis.pdf: 3284003 bytes, checksum: 3154c36b5688fd3a99f9e2c886a12b58 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2017-11-16T18:12:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_tese_pamreis.pdf: 3284003 bytes, checksum: 3154c36b5688fd3a99f9e2c886a12b58 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-11-16T18:12:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_tese_pamreis.pdf: 3284003 bytes, checksum: 3154c36b5688fd3a99f9e2c886a12b58 (MD5) Previous issue date: 2017-07-24 / The QLI version SCI-III is a valid and reliable instrument for the Portuguese language, providing a foundation for the understanding of health based on the satisfaction and importance of factors that influence the quality of life of people with spinal cord injury. It aims to validate the Brazilian version of the QLI version SCI-III, to verify the psychometric properties, to associate the index scores with the socioeconomic-demographic and clinical variables of people with spinal cord injuries and with the Short Form-36 instrument. A methodological study with a quantitative approach was carried out at the home of fifty people with chronic spinal cord injury from October 2016 to March 2017, who attended the inclusion and exclusion aspects by simple random sampling of individuals with lesions medullary patients enrolled in the Nucleus of Research and Extension in Neurological Nursing of the Federal University of Ceará. Data were collected in four moments by two different evaluators. Validation is based on the benchmark proposed by the Executive Committee for International Spinal Cord Injury Data Sets according to Biering-Sorensen 2011, through intra-examiner and inter-examiner trust. For the validation of the construct, we used contrast groups and the application of the gold standard Short Form-36 and psychometric properties of reliability (homogeneity: Cronbach's alpha and Pearson's correlation, stability: inter- and intraclass correlation coefficient). The interval between the four collections occurs by performing the second collection immediately after the first by two different examiners, and the third and fourth collections after fifteen days of the first by the same prior examiners, the fourth being immediately after the third. For the calculation of the scores obtained, the SPSS-PC program was used, as well as the tests required in the described methodology. The ethical aspects were respected in accordance with the requirements of Resolution 466/2012 of the National Health Council and obtained opinion No. 2,022,574. The construct validity performed by Cronbach's alpha suggested the exclusion of eleven items from the satisfaction and importance part; so its value went from 0.835 to 0.942, resulting in an index of 52 items. As revealed by construct validity by comparison of contrasted groups, people living alone in households have a better quality of life. The SCI-III QLI version showed convergent correlation in five domains of the SF-36. The ICC had a mean of 0.955 and intra 0.945, a mean Pearson correlation between 0.915 and 0.897, statistically relevant data. It is concluded that a reliable, valid instrument capable of assessing the quality of life of people with spinal cord injury was obtained. It is recommended that QLI version SCI-III be applied both in research and in neurological practice, since it allows the planning, interventions and evaluation of care directed to the peculiar needs of these patients, who now resort to a technology that measures many subjective and which are not observed or revealed in the practice of nursing care, mainly for measuring satisfaction and importance of quality of life domains. / A validação da versão brasileira do Quality of Life Index Spinal Cord Injury - version III (QLI version SCI-III) defende a seguinte tese: o QLI version SCI- III é um instrumento válido e confiável para a língua portuguesa, proporciona um embasamento para a compreensão de saúde por ter como base a satisfação e importância de fatores que influenciam na qualidade de vida das pessoas com lesão medular. Tem como objetivo validar a versão brasileira do QLI version SCI-III, verificar as propriedades psicométricas, associar os escores do índice com as variáveis socioeconomicodemográficas e clínicas das pessoas com lesão medular e com o instrumento Short Form-36. Para tanto procedeu-se um estudo metodológico com abordagem quantitativa, no domicílio de cinquenta pessoas com lesão medular em fase crônica, de outubro de 2016 a março de 2017, que atenderam aos aspectos de inclusão e exclusão, por amostragem aleatória simples dos indivíduos com lesão medular cadastrados no Núcleo de Pesquisa e Extensão em Enfermagem Neurológica da Universidade Federal do Ceará. Efetuou-se a coleta de dados em quatro momentos, por dois avaliadores distintos. A validação é fundamentada no referencial proposto pelo Comitê Executivo para os Data Sets Internacionais de Lesão Medular conforme Biering-Sorensen 2011, por meio da confiança intraexaminador e interexaminador. Utilizaram-se também, para validação do constructo, grupos contrastados e aplicação do padrão ouro Short Form-36 e propriedades psicométricas de confiabilidade (homogeneidade: alfa de Cronbach e correlação de Pearson; estabilidade: coeficiente de correlação inter e intraclasses). O intervalo entre as quatro coletas ocorrem com a realização da segunda coleta imediatamente após a primeira por dois examinadores diferentes, e a terceira e quarta coletas após quinze dias da primeira pelos mesmos examinadores anteriores, sendo a quarta imediatamente após a terceira. Para o cálculo dos escores obtidos utilizau-se o programa SPSS-PC, e os testes exigidos na metodologia descrita. Respeitaram-se os aspectos éticos em consonância com as exigências da Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde e obteve-se parecer nº 2.022.574. A validade de constructo efetuada pelo alfa de Cronbach sugeriu a exclusão de onze itens da parte de satisfação e importância; assim seu valor passou de 0,835 para 0,942, resultando em um índice com 52 itens. Conforme revela a validade de constructo por meio da comparação dos grupos contrastados as pessoas que residem sozinhas nos domicílios possuem melhor qualidade de vida. O QLI version SCI-III apresentou correlação convergente em cinco domínios do SF - 36. O ICC teve média inter 0,955 e intra 0,945, correlação de Pearson média inter 0,915 e intra 0,897, dados estatisticamente relevantes. Segundo se conclui, obteve-se um instrumento confiável, válido e capaz de avaliar a qualidade de vida de pessoas com lesão medular. Recomenda-se que a QLI version SCI-III seja aplicada tanto em pesquisas como na prática neurológica, por possibilitar o planejamento, intervenções e avaliação de cuidados direcionados às necessidades peculiares destes pacientes, os quais agora recorrem a uma tecnologia que mensura muitas relações subjetivas e que não são observadas ou reveladas na prática dos cuidados de enfermagem, principalmente por mensurar satisfação e importância dos domínios de qualidade de vida. / La validación de la versión brasileña del Quality of Life Index Spinal Cord Injury - versión III (QLI versión SCI-III) defiende la siguiente tesis: el QLI version SCI- III es un instrumento válido y confiable para la lengua portuguesa, proporciona un fundamento para la comprensión de la salud por tener como base la satisfacción e importancia de factores que influencian en la calidad de vida de las personas con lesión medular. Se pretende validar la versión brasileña del QLI versión SCI-III, verificar las propiedades psicométricas, asociar los escores del índice con las variables socioeconómicas y demográficas de las personas con lesión medular y con el instrumento Short Form-36. Para ello se procedió un estudio metodológico con abordaje cuantitativo, en el domicilio de cincuenta personas con lesión medular en fase crónica, de octubre de 2016 a marzo de 2017, que atendieron a los aspectos de inclusión y exclusión, por muestreo aleatorio simple de los individuos con lesión medular catastrados en el Núcleo de Investigación y Extensión en Enfermería Neurológica de la Universidad Federal de Ceará. Se realizaron la recolección de datos en cuatro momentos, por dos evaluadores distintos. La validación está fundamentada en el referencial propuesto por el Comité Ejecutivo para los Data Sets Internacionales de Lesión Medular según Biering-Sorensen 2011, a través de la confianza intraexaminador e interexaminador. Se utilizaron también, para validación del constructo, grupos contrastados y aplicación del patrón oro Short Form-36 y propiedades psicométricas de confiabilidad (homogeneidad: alfa de Cronbach y correlación de Pearson; estabilidad: coeficiente de correlación inter e intraclases). El intervalo entre las cuatro colectas ocurren con la realización de la segunda recolección inmediatamente después de la primera por dos examinadores diferentes, y la tercera y cuarta colectas después de quince días de la primera por los mismos examinadores anteriores, siendo la cuarta inmediatamente después de la tercera. Para el cálculo de los puntajes obtenidos se utiliza el programa SPSS-PC, y las pruebas exigidas en la metodología descrita. Se respetaron los aspectos éticos en consonancia con las exigencias de la Resolución 466/2012 del Consejo Nacional de Salud y se obtuvo un dictamen nº 2.022.574. La validez de constructo efectuada por el alfa de Cronbach sugirió la exclusión de once ítems de la parte de satisfacción e importancia; su valor pasó de 0,835 a 0,942, resultando en un índice con 52 ítems. Conforme revela la validez de constructo por medio de la comparación de los grupos contrastados las personas que residen solas en los domicilios poseen mejor calidad de vida. El QLI versión SCI-III presentó correlación convergente en cinco dominios del SF - 36. El ICC tuvo media inter 0,955 e intra 0,945, correlación de Pearson media inter 0,915 e intra 0,897, datos estadísticamente relevantes. Según se concluye, se obtuvo un instrumento fiable, válido y capaz de evaluar la calidad de vida de personas con lesión medular. Se recomienda que la QLI version SCI-III sea aplicada tanto en investigaciones como en la práctica neurológica, por posibilitar la planificación, intervenciones y evaluación de cuidados dirigidos a las necesidades peculiares de estos pacientes, los cuales ahora recurren a una tecnología que mora muchas relaciones subjetivas y que no se observan o revelan en la práctica de los cuidados de enfermería, principalmente por medir la satisfacción y la importancia de los dominios de calidad de vida.
9

Atividade motora e a pessoa acometida por traumatismo medular

Tolocka, Rute Estanislava 19 July 2018 (has links)
Orientador: Ademir de Marco / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica / Made available in DSpace on 2018-07-19T17:13:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tolocka_RuteEstanislava_M.pdf: 2995536 bytes, checksum: 95db61997ceb3f0e3de97e3c7bcdf3b0 (MD5) Previous issue date: 1994 / Resumo: Este estudo analisa as atividades motoras que são utilizadas com as pessoas acometidas por traumatismo medular (PATM) discutindo seu significado para os diferentes aspectos do comportamento humano. Foi realizada uma revisão bibliográfica, de acordo com a técnica sugerida por SEVERINO (1990), bem como uma pesquisa de campo em duas instituições especializadas: o Hospital para Medicina do Aparelho Locomotor ¿ Sarah Kubitschek, e o Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Nos hospitais a pesquisa foi feita através de entrevistas com 45 PATM e com as equipes que trabalham com elas (28 profissionais). Estas entrevistas foram preparadas de acordo com as técnicas sugeridas por LUDKE, ANDRE (1986) E PIOVESAN (1979). Foi comparando o discurso que é feito sobre estas atividades e os resultados de estudos científicos, e verificando quais as atividades motoras que são vivenciadas por estas pessoas. Os discursos atribuem a esta prática melhoras em aspectos fisiológicos e psicológicos e enfatizam a possibilidade de reintegração social. Os estudos mostram que a atividade motora pode desenvolver o sistema cardiovascular. Há poucas pesquisas sobre outros aspectos desta prática, e não foi achado nenhum estudo sobre reintegração social através da mesma. Não há grande variabilidade nas tarefa motoras vivenciadas por esta clientela... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: This study analyses the motor activities that have being used with Spinal Cord Injured People (SCIP), in order to discuss their meaning to the differents aspects of the human behavior. A bibliographic review was done, in the way that SEVERINO (1990) proposed, as well as a research in two specialized institiutions: the Hospital for Medicine of Locomotor System ¿ Sarah Kubitschek (HAL-SK) and the Clinics Hospital of Medical Sciences Faculty of the University of São Paulo (HC-FCM/USP). At the hospitals, the research was done through interviews with 45 SCIP and with the teams that work with (28 professions). Those interviews were prepared according the techiniques that were suggested by LUDKE, ANDRE (1986) and PIOVERSAN (1979). It was compared the speech about those activities and the finding of the scientifique studies. The speechs attribute to this practice the improvement of physiological and phychological aspects. They also proposed that through this activities the SCIP can get the social reintegration. The studies showed that physical activies can improve the cardiovascular system. There are few researchs about the others effects of this practice, and it was not found any study about social reintegration through it. There is a small variability of motor activities that are used with those people... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Educação Física
10

Contribuição ao estudo das alterações da medula espinhal em modelo experimental de lesão traumatica na fase aguda

Leal Filho, Manoel Baldoino 10 August 2004 (has links)
Orientadores: Antonio Guilherme Borges Neto, Konradin Metze / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-04T01:18:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 LealFilho_ManoelBaldoino_D.pdf: 8399962 bytes, checksum: 28257f9a450586d75448f83538f8d1f3 (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: O autor apresenta uma experiência com 58 ratos Wistar adultos, que foram submetidos a trauma raquimedular torácico com o cateter balão de Fogarty (12-062-2F). Este experimento foi aprovado pela Comissão de Ética em Experimentação Animal (CEEA-IB-Unicamp). Na primeira fase todos os animais, controles e experimentais, foram anestesiados com pentobarbital, 60 mg!Kg. O cateter foi introduzido no espaço epidural, através de uma pequena abertura no ligamentum flavum, até o nível torácico médio e inflado com 20 microlitros de salina apenas nos grupos experimentais. Este estudo objetivou investigar a relação entre a lesão na medula e a compressão medular espinhal durante 5, 15, 30 ou 60 segundos. O exame neurológico quantitativo foi realizado com 4, 24 e 48 horas da compressão, para caracterizar a graduação da lesão nos diferentes grupos. O pior desempenho ocorreu com a compressão de 60 segundos independentemente do tempo do exame. Alguns animais morreram subitamente com edema pulmonar e um segundo estudo foi feito para elucidar este fato. O propósito desta segunda etapa foi mostrar um modelo experimental de edema agudo de pulmão neurogênico usando o cateter balão de Fogarty@ com 20 microlitros de salina durante 60 segundos de compressão (n = 17). Para se verificar a influência do agente anestésico foram utilizados dois tipos diferentes de anestésicos para se avaliar a influência da droga no edema pulmonar e foram formados 3 grupos: controle (1), compressão / pentobarbital, 60 mg/Kg (2) e compressão / xilasina, 10 mgIKg / ketamina, 75 mg lKg (3). Os resultados indicaram que houve diferença entre os grupos. No grupo do pentobarbital a pressão sistólica dobrou em relação ao basal, durante a compressão, no entanto este efeito foi menos pronunciado no grupo xilasina/ketamina. O índice pulmonar (100 x peso pulmonar / peso corporal) foi 0,395%0,018 no controle (1), aumentou para 0,499%0,060 no grupo (3), e foi máximo no grupo 2 (0,639%0,14; p=O,0018). O exame histológico da medula espinhal mostrou lesões no parênquima e hemorragia aguda. Comparando-se o índice pulmonar com o índice morfométrico por microscopia em parafina observou-se que o edema intra-alveolar relevante ocorreu somente para valores de índice pulmonar acima de 0,55. Na microscopia com maenificação de 6300 e 4000 foram evidenciadas alterações no endotélio capilar e no revestimento alveolar. O presente experimento sugere que o edema pulmonar induzido pela compressão espinhal é de natureza neurogênica, que o anestésico teve influência na gênesis do edema e que este é um método de produção de edema pulmonar neurogênico / Abstract: The author report an experience with 58 Wistar adult rats who sustained acute midthoracic spine cord injury due to Fogarty's balloon-compression technique. This experience was approved by the institutional animal care and use committee (CEEA-ffi-Unicamp). In the first step all the animaIs, sham and experimentals, were anesthetized with intraperitoneal pentobarbital 60 mg/Kg. The catheter was inserted into dorsal epidural space through a small hole made in the ligamentum flavum, advanced cranially to midthoracic spinallevel, and inflated with 20 microlitres of saline only in the experimental group. The present study was performed to investigate the relationship between the spine cord injury and the time of compression (5, 15, 30 or 60 seconds). Quantitative neurological outcome was presented with 4, 24 and 48 hours ttom the compression to characterize the graduation of injury in different groups. The poor outcome occured with 60 seconds compression independentely of the time of neurological examination. Some animaIs died suddenly with pulmonary edema and a second step investigation was done to elucidate it. The aim of this second study was to show a model of neurogenic pulmonary edema due to thoracic spine injury using a Fogarty's balloon containing 20 microlitres of saline during 60 seconds of compression (n = 17). There were used two different groups of anesthesics to compare the influence of the drugs on the pulmonary edema and three groups were constituted: sham (1), compression / pentobarbital, 60 mgI.Kg(2) and compression / xylasin, 10 mg/K.g / ketamin, 75 mg/Kg (3). The resuhs indicated that there were differences between the groups. In rats with pentobarbital anesthesia systolic blood pressure doubled the baseline value during compression, whereas this effect was less pronounced in the xylasine/ketamine group. The pulmonary index (100 x wet lung weight / bodyweight) was 0,395:1:0,018in sham (1), rose to 0,499:1:0,060in (3), and was maximum under group 2 (0,639:1:0,14;p=O,0018). Histologic examination of the spinal cord showed parenchymal ruptures and acute hemorrhage. Comparlson of the pulmonary index with morphometric evaluation of edema fluid-filled alveoli by light microscopy in paraffin sections, showed that relevant intra-alveolar edema occured only for index values above 0,55. On electron microscopy, endothelial alterations, and signs of damage of the alveolar lining cells were found. The present study showed that the anesthesic drug pentobarbital was very important for the formation of the lung edema. The present experience suggests that the pulmonary edema induced by spinal compression is of neurogenic nature, that the anesthesic drug used had an important participation in the genesis of edema and that it is a good method to produce neurogenic pulmonmy edema / Doutorado / Neurologia / Doutor em Ciências Médicas

Page generated in 0.1092 seconds