• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 112
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 2
  • Tagged with
  • 114
  • 114
  • 39
  • 34
  • 32
  • 22
  • 19
  • 18
  • 17
  • 15
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • 10
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Corpo e consciência : Merleau-Ponty, crítico de Descartes /

Andrade, Eloísa Benvenutti de. January 2010 (has links)
Orientador: Jonas Gonçalves Coelho / Banca: Luiz Damon Santos Moutinho / Banca: Débora Cristina Morato Pinto / Resumo: O objetivo do presente trabalho é analisar o estatuto da consciência e do corpo no pensamento de Maurice Merleau-Ponty, tomando como fio condutor a sua interpretação do pensamento de Descartes. Em especial, entendemos que um estudo das teses merleau-pontianas, que criticam e problematizam as concepções de consciência alicerçadas sobre a ontologia dualista de Descartes, pode contribuir para a formulação de uma nova abordagem da mente que não reproduza os mesmos problemas desta ontologia, mais especificamente aqueles relacionados à interação causal mente/corpo. Desta forma, a intenção é mostrar como Merleau-Ponty constrói a leitura sobre o dualismo supracitado em sua obra, e como pretende objetar tal fundamento. Para tal, deter-nos-emos principalmente nas referências a Descartes presentes na Fenomenologia da percepção e também no apresentado em A estrutura do comportamento propondo, nesta medida, subsídios para uma possível leitura de O visível e o invisível / Résumé: L'objectif de cette étude est d'analyser le statut de la conscience et du corps chez Merleau- Ponty en prenant comme guide pour son interprétation de la pensée de Descartes. Nous comprenons surtout que l'étude des thèses merleaypontyenne, celles qui critiquent et problématisent les conceptions de la conscience soutenues par l'ontologie dualiste de Descartes, peut contribuer à une formulation d'une nouvelle approche de l'esprit qui ne reproduise pas les mêmes problèmes de cette ontologie, plus spécifiquement ceux qui ont du rapport avec l'interaction causale esprit/corps. L'intention est de montrer comment Merleau- Ponty construit sa lecture sur le dualisme cité et comment lui, il fait son opposition à ce fondement. Pour en faire nous nous arrêterons principalement sur les references à Descartes présentées dans la Phénoménologie de la perception et dans La structure du comportement en proposant, dans cette mesure, des subsides pour une possible lecture de l'oevre Le visible et l'invisible / Mestre
42

Repercussões da recepção-escuta no atendimento da porta dos serviços de saúde mental coletiva e em seus projetos terapêuticos

Mendes, Márcia Cristina Schwarz [UNESP] 13 February 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:29:04Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-02-13Bitstream added on 2014-06-13T20:38:13Z : No. of bitstreams: 1 mendes_mcs_me_assis.pdf: 327150 bytes, checksum: b3bced17d6835388baaef5254ea50ebf (MD5) / Esta pesquisa teve como objetivo estudar a escuta no atendimento da recepção dos usuários num serviço de Saúde Mental Coletiva e sua repercussão nos projetos terapêuticos da instituição. Partiu-se da hipótese de que a forma como ocorre a escuta nesses primeiros contatos pode privilegiar ações assistenciais na perspectiva da Atenção Psicossocial, que visa a constituição de um paradigma substitutivo ao modelo psiquiátrico, ou ações que reforçam o paradigma psiquiátrico dominante. O estudo foi desenvolvido num programa de Saúde Mental que funciona no Centro de Saúde de um município do Estado de São Paulo com 30 mil habitantes, cujo atendimento inicial é denominado Pronto Atendimento. Chegamos à conceituação de duas modalidades de recepção na instituição: o Pronto Atendimento, como uma recepção burocrática, e a recepção-escuta, um modo de recepção em consonância com o paradigma da Atenção Psicossocial. Os dados foram colhidos por intermédio da recepção-escuta com um grupo de usuários no atendimento inicial da instituição, num período de dois meses, no plantão semanal da pesquisadora. Foram realizadas observações participantes sobre a interação desses modos de escuta inicial com a instituição e seus programas e com os profissionais da equipe. Levaram-se em conta, ainda, dados obtidos através da leitura de prontuários e dados fornecidos pelos próprios usuários através de entrevistas que revelaram a relação, destes usuários, com o tratamento a que foram encaminhados seis meses após a recepção-escuta... / This research was carried out to study attentiveness in the first-aid given to patients when they arrive at the first-aid reception room of a Public Mental Health Service and its effect on the therapeutic projects of that Service. We started from the hypothesis that the way such a care is given to patients at that first contact may favor assistance in the perspective of the Psychosocial Care which aims at the organization of a substitutive paradigm to replace the psychiatric model or actions which reinforce the prevailing psychiatric paradigm. The study at issue was carried out in the context of a Mental Health program of a Health Service in a county with 30 thousand people, and its first-aid care is called Pronto Atendimento. Two kinds of first-aid care were classified at that Health Service: first-aid care viewed as a bureaucratic promptness and the Attentive first-aid care, a way of attending to patients in accordance with the paradigm of the Psychosocial Care. The data of the research were collected by means of the attentive first-aid care given to a group of patients as they first arrived at the Service, along a two-month training practice while the researcher was on duty at that Service. Participant observation was also made broaching the interaction of such kinds of attentive first-aid care with the Service at issue and its programs, and also with the first-aid personnel team. One also took into consideration data collected by means of research into the Service record and the information provided by patients in interviews focusing on their relation to the treatment they had been given six months after the attentive first-aid care ...(Complete abstract, click electronic access below)
43

Um estudo filosófico interdisciplinar do conceito de corpo

Frastrone, Maria Guiomar Benuto [UNESP] 09 February 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:25:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-02-09Bitstream added on 2014-06-13T20:08:12Z : No. of bitstreams: 1 frastrone_mgb_me_mar.pdf: 990123 bytes, checksum: c13ebbb208351046219b9647c0ddae5c (MD5) / Este trabalho tem por objetivo investigar alguns pressupostos e implicações filosóficas da noção cartesiana de corpo e contrapor esta concepção ao entendimento de que o corpo dos organismos é uma estrutura biológica com capacidades cognitivas que se atualiza evolutivamente de modo auto-organizado. Apoiados na teoria de sistemas complexos, tal como proposto por Souza (2000, 2004, 2007), Souza e Daminelli (2008), Guimarães (2000, 2004), Pereira Júnior (2004), caracterizamos o corpo como instância auto-organizada que se atualiza nas relações com o meio e entre suas estruturas constituintes. Defendemos também a hipótese, apoiados em Haselager (2004, 2007, Gonzalez (2004) e Broens (2004, 2007), que a estrutura corpórea, em contraste com os postulados dualistas – mais proeminente o cartesiano -, corresponde à atualização de padrões disposicionais cuja interação com o meio é de importância central para a cognição. Assim, entendemos que o corpo não pode ser reduzido a uma substância extensa sem nenhum papel cognitivo, como entendiam Descartes e muitos dualistas, ou, como parecem pressupor alguns cognitivistas tradicionais, a desempenhar, quando muito, um papel cognitivo secundário. Procuraremos ressaltar que, adotada uma perspectiva evolucionária, (1) o corpo deve ser entendido simultaneamente como produto e produtor de processos cognitivos na dinâmica auto-organizativa própria da vida e (2) a adoção desta perspectiva têm implicações importantes para a Filosofia da Mente / This work aims at inquiring into some of the philosophical assumptions and implications of the Cartesian concept of body, seeking to contrast such view to the understanding that the body of organisms is a biological structure with cognitive capacities actualizing itself in an evolutive self-organized way. We rely on the theories of complex systems, such as those argued for by Souza (2000, 2004, 2007), Souza and Daminelli (2008), Guimarães (2000, 2004), Pereira Júnior (2004), and we seek to identify the body as a self-organized instance actualizing itself in the relations with the environment and in between its constitutive structures. Based on the works of Haselager (2004, 2007), Gonzales (2004) and Broens (2004, 2007), and in contrast to dualistic assumptions, mainly of a Cartesian character, we also defend the hypothesis that corporal structure corresponds to the actualization of dispositional patterns, of which the interaction with the environment is chiefly significant to cognition. So, we understand that the body cannot be reduced to a mere bundle of matter and made to occupy a secondary role, as traditional cognitivists defend. Our account acquires consistency when the body is seen as a source of knowledge grounded on a fluid and continuous evolutive history, being not only a mere result reached from logical processes coordinated by knowledge representations, as Haselager points out (2004). We stress the central role of the body in processes of acquisition of knowledge. Finally, we conclude that the body cannot be resumed to an extended substance with no cognitive role at all, as Descartes and many other dualistic thinkers assumed; or, as many traditional cognitivists seem to assume, that it has only a secondary role in cognition. We seek to reinforce that once an evolutive standpoint is taken, (1) the body must be understood at the same time both as producer ... (Complete abstract click electronic access below)
44

Desenvolvimento de um programa de intervenção em educação ambiental e prevenção da saúde para academias e organizações não-governamentais

Ceccato, Christiano Büchele January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção / Made available in DSpace on 2012-10-21T14:59:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 224336.pdf: 2231825 bytes, checksum: b6c0c1c8188927bfd45f99e3410c80d9 (MD5) / Este estudo faz uma reflexão da relação homem-natureza a partir da percepção dos indivíduos praticantes de atividades físicas nas academias e dos ambientalistas filiados nas organizações não-governamentais, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, Estado de Santa Catarina. As atitudes e competências frente à inter-relação corpo-mente e da relação homem-natureza para uma qualidade de vida é fundamental para a preservação da saúde humana e do meio ambiente. Para o alcance deste intento, a metodologia adotada teve seu percurso através de uma revisão da literatura sobre o tema em questão, por meio de uma pesquisa exploratória do tipo estudo de caso, numa abordagem qualitativa. Na análise dos resultados pôde-se constatar que as academias e as organizações não-governamentais não contribuem com o processo de conscientização dos indivíduos praticantes de atividades físicas e dos ambientalistas filiados, no que se refere à importância da preservação da saúde do corpo humano e da saúde do meio ambiente. Diante disso, desenvolveu-se um Programa de Intervenção em Educação Ambiental e Prevenção à Saúde a ser aplicado nas academias e nas organizações não-governamentais, sendo que as atividades físicas serão realizadas junto à natureza, com o intuito de que este processo possa ir além da sensibilização, ou seja, que contribua com o processo de conscientização acerca da relação homem-natureza.
45

Estudo de desenvolvimento da imagem corporal interna usando processo de descoberta do conhecimento / Danielle Zagonel Machado ; orientadora, Deborah Ribeiro Carvalho ; co-orientadora, Andreia Malucelli

Machado, Danielle Zagonel January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2011 / Bibliografia: f. 168-183 / A ciência do desenvolvimento humano é uma área do saber que estuda como os processos evolutivos ocorrem no ser humano, baseando-se na análise de padrões, definindo características específicas e fases desenvolvimentais. Devido à grande quantidade de elemen / The Human Development Science is an area that studies the form witch evolutive processes occur in the human being. Based on the analysis of standards it defines specific characteristics and developmental phases. Due to great amount of the involved element
46

A relação corpo-mente na etiologia da histeria escritos de 1886-1896 / Ana Clarice Steinmetz de Faria ; orientador, Francisco Verardi Bocca

Faria, Ana Clarice Steinmetz de January 2011 (has links)
Bibliografia: f.109-111 / A presente pesquisa trata da relação mente e corpo a partir da produção teórica de Sigmund Freud, em especial no período de 1886 a 1896. Os elementos teóricos coletados nesse período nos permitem compreender o movimento de teses e pensamentos fomentadores / This research addresses the relationship between mind and body from the theoretical work of Sigmund Freud, particularly in the period 1886 to 1896. The theoretical elements PERIOD collected allow us to understand that the movement of thoughts and theses d
47

Artefatos do corpo

Braun Neto, Francisco Alfredo January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas / Made available in DSpace on 2012-10-19T05:16:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T21:12:38Z : No. of bitstreams: 1 179113.pdf: 9526723 bytes, checksum: 16999436ff439d50cf9ec216c38f9082 (MD5) / Durante a década de 1920 em Itajaí há uma necessidade em constituir corpos saudáveis por iniciativa de políticos sintonizados com as discussões políticas e intelectuais que se faziam acerca da nação. Desencadeando na cidade um investimento na formação intelectual através da leitura e no cultivo do físico por meio de práticas esportivas como elemento regenerador do corpo. Demonstram um dialogo entre Itajaí e os centros de produção intelectual e política do país. Observando os investimentos sobre a normatização dos espaços urbanos na virada do século XIX para o XX, e, como esse processo vai articulando-se a um discurso sobre o corpo onde cidade, leitura e esporte se inscrevem na textualidade do urbano e nos corpos na década de 20
48

Vigorexia: Uma Leitura Psicanalítica / Muscular dystrophy: a psychoanalytic reading

FEITOSA FILHO, Odimar Araújo January 2008 (has links)
FEITOSA FILHO, Odimar Araújo. Vigorexia: Uma Leitura Psicanalítica. 2008. 150f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2008. / Submitted by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2013-11-22T14:04:47Z No. of bitstreams: 1 2008-DIS-OAFFILHO.pdf: 921570 bytes, checksum: ae427896bedb37ae0f93107e2296d26b (MD5) / Approved for entry into archive by Márcia Araújo(marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2013-11-22T16:20:07Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008-DIS-OAFFILHO.pdf: 921570 bytes, checksum: ae427896bedb37ae0f93107e2296d26b (MD5) / Made available in DSpace on 2013-11-22T16:20:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008-DIS-OAFFILHO.pdf: 921570 bytes, checksum: ae427896bedb37ae0f93107e2296d26b (MD5) Previous issue date: 2008 / This study concerns to muscular dystrophy, also knows overtraining. The research considers that overtraining is not a psychoanalytic concept, but that it is possible to make both approches closer through freudo-lacanian psychoanalysis. So, this work aims at analyzing, from psychoanalytic research, the purpose of creating a subtype of body dysmorphic disorder, as well as searching to recognize which kind of discourse is within symptom social bond of that individuals who show a clear distortion in their body image, which make them feel weak and small, when, in fact, they are very strong and brawny, leading them into an obsession to reach a “perfect” body. From such subjects’ relationship with wish and enjoyment, this study argues on the relationship between overtraining and current imperatives of enjoyment focusing on a male body that is brawny and in shape. The study considers that one cannot talk about overtraining as a category to psychoanalysis, since it has to be treated as a symptom; as an expression of cultural distress; as a manifestation of enjoyment real, that comes back; as a contemporary way man found for questioning about maleness; and, primarily, as a way subject finds to face civilizatory ideals that require body’s surrendering. The research concludes that freudo-lacanian psychoanalysis can introduce a theorization on such symptomatology etiology, without needing to create new categories, both inside theory, or to use psychiatric categorization. The work shows a straight articulation between the graduating student discourse and the overtraining symptoms, but it is not possible to assert that individuals showing overtraining symptoms are necessarily obsessive neurotic, although there can be a strong appeal for obsessions formation within searching for ideal body. In such sense, the study designs a discussion on how overtraining symptoms can emerge within obsessive neurosis and hysteria, not excluding its possibility to be present in perversion or psychosis. / A pesquisa trata da dismorfia muscular, também denominada vigorexia. Considera-se que a ‘vigorexia’ não é um conceito psicanalítico, mas que é possível aproximar-se deste mediante a Psicanálise freudo-lacaniana. Assim, o objetivo é analisar com base na teoria psicanalítica a proposta de criação, pela Psiquiatria, desse subtipo do já descrito transtorno dismórfico corporal, além de procurar perceber que tipo de discurso está presente no laço social do sintoma desses indivíduos que apresentam clara distorção na imagem de corpo que os faz se acharem pequenos e fracos, quando na verdade são bastante fortes e musculosos conduzindo-os a uma obsessão por atingir o corpo ‘perfeito’. Animado na relação desses sujeitos com o desejo e com o gozo, aborda-se a relação da vigorexia e os imperativos de gozo hodiernos em sua ênfase ao corpo masculino musculoso e definido. Considera-se que não se pode falar da vigorexia como categoria para a Psicanálise, pois se deve tratá-la como um sintoma, uma expressão do mal-estar na cultura, manifestação do real de gozo que retorna como uma forma hodierna de o homem se interrogar quanto à masculinidade, sobretudo como maneira de o sujeito fazer frente aos ideais civilizatórios que exigem a renúncia do gozo. Conclui-se que a Psicanálise freudo-lacaniana pode apresentar uma teorização sobre a etiologia dessa sintomatologia, sem a necessidade de recorrer à criação de novas categorias, seja no interior da teoria, seja para utilizar-se da classificação psiquiátrica. Percebeu-se estreita articulação entre o discurso do universitário e os sintomas vigoréxicos, sem, no entanto, ser possível asseverar que indivíduos com sintomas vigoréxicos sejam necessariamente neuróticos obsessivos; mas que, na adicção ao exercício físico como busca de um corpo ideal, há questões que podem fazer forte empuxo à formação de obsessões. Nesse sentido, elabora-se uma discussão de como os sintomas vigoréxicos podem comparecer nas neuroses obsessiva e na histeria, sem excluir a possibilidade de que ela possa estar presente na perversão ou na psicose.
49

Para uma pedagogia da dança contemporânea: as proposições de William Forsythe / For a contemporary dance pedagogy: William Forsythe's propositions

ALMEIDA, Paulo Sérgio Caldas de January 2013 (has links)
ALMEIDA, Paulo Sérgio Caldas de. Para uma Pedagogia da Dança Contemporânea: as Proposições de William Forsythe. 2013. 70f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2013. / Submitted by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2014-02-26T16:57:41Z No. of bitstreams: 1 2013-DIS-PSCALMEIDA.pdf: 685239 bytes, checksum: 60a69f68aa48a7fbc480b90764c4a617 (MD5) / Approved for entry into archive by Márcia Araújo(marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2014-02-26T17:31:06Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013-DIS-PSCALMEIDA.pdf: 685239 bytes, checksum: 60a69f68aa48a7fbc480b90764c4a617 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-02-26T17:31:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013-DIS-PSCALMEIDA.pdf: 685239 bytes, checksum: 60a69f68aa48a7fbc480b90764c4a617 (MD5) Previous issue date: 2013 / In the late nineteenth century, modern dance emerges as a critique of modeled and disciplinar body of the academic dance. Since then, listening to the body is the condition for new ways to move: the dance is affirmed as having a logic of immanent and current forces and sensations, and a poetic attentive to the presence dimension of the moving body. The Western dance – the pioneer modern dance and the so called American postmodern – witness the gradual establishment of difference in bodies, movements and scenes; today, any movement of any body can dance. Faced with an understanding of dance scenic secularly established as synonymous with ballet, such a possibility has artistic and pedagogical implications. Here, we treat therefore the emergence of a new status of the body, as well as some poetic strategies to deflect it from the movement habits and codes contained therein. In this sense, the term device – present in different philosophical matrices – is used as key to thinking aesthetic, political and pedagogical propositions by choreographer William Forsythe, whose work indispose settings of classical ballet and the unity of its models in favor of a poetics of multiple bodies and moving modes. / Em finais do século XIX, a dança moderna emerge como uma crítica ao corpo modelar e disciplinar da dança acadêmica. Desde aí, a escuta do corpo é condição de novos modos de mover: a dança é afirmada como portadora de uma lógica imanente e atual de forças e sensações, como uma poética atenta à dimensão presente do corpo em movimento. A dança ocidental – das pioneiras modernas à chamada postmodern dance americana – testemunha o gradual estabelecimento da diferença nos modos de mover, nos corpos e nas cenas; no limite, hoje, um movimento qualquer de um corpo qualquer pode ser dança. Confrontada com uma compreensão da dança cênica estabelecida secularmente como sinônima de balé, uma tal possibilidade traz implicações artísticas e pedagógicas. Aqui, tratamos, portanto, da emergência de um novo estatuto do corpo, assim como de algumas estratégias poéticas para desviá-lo dos hábitos e códigos de movimento nele inscritos. Neste sentido, o termo dispositivo – presente em diferentes matrizes filosóficas – é utilizado como chave para pensar as proposições estéticas, políticas e pedagógicas do coreógrafo William Forsythe, cuja obra indispõe configurações do balé clássico e a unidade de seus modelos em favor de uma poética de corpos e modos de mover múltiplos.
50

Da natureza do espaço ao espaço da natureza : reflexões sobre a relação corpo-natureza em parque publicos urbanos

Villaverde, Sandoval 25 August 1999 (has links)
Orientador: Heloisa Turini Bruhns / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica / Made available in DSpace on 2018-07-25T03:53:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Villaverde_Sandoval_M.pdf: 5368907 bytes, checksum: 8d5f7bde8f8ea394575184b3923810e5 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: O objetivo deste estudo foi investigar a experiência humana de lazer em parques públicos urbanos, enfocando as nuanças da vivência espacial, em particular a relação corpo-natureza. O estudo partiu da análise dessa experiência num parque público específico da Zona Distrital da cidade de Campinas (SP), o Parque Ecológico Prof. Hermógenes Freitas Leitão Filho, conhecido também como Parque do Lago. Optei neste estudo por uma pesquisa de natureza qualitativa, apoiando-se no referencial da análise cultural proposta por Geertz (1989). Utilizei, de uma forma combinada, dois recursos de captação de dados complementares entre si: observações e entrevistas. No concernente às observações realizadas, estas podem ser consideradas na linha da Observação Participante, enquanto as entrevistas foram semi-estruturadas do tipo tópica (Abramo, 1979). A realidade investigada mostrou existir diferenciadas motivações e formas de vivenciar a totalidade espacial do Parque, o que parece expressar a natureza híbrida da relação humana com o espaço, em especial aquele destinado ao lazer. No concernente às práticas de apropriação espacial que configuram a interação do corpo com o espaço do Parque, é possível apontar a prevalência da caminhada e da corrida, entre outras formas de comunicação corporal. Sob um determinado ângulo, e em relação a alguns freqüentadores, tanto a caminhada como a corrida podem ser associadas a uma obstinada busca pela boa forma e por um estado de boa saúde, atendendo, entre outras coisas, aos apelos freqüentes da chamada cultura de consumo. Neste sentido, considerando o número cada vez mais expressivo de pessoas que aderem à intensa rotina de manutenção da forma e condições de performance corporal, seja em clubes, nas academias, nos parques ou nas ruas da cidade, é possível remeter à metáfora do corpo como um projeto, um vir-a-ser. Um fenômeno a ser moldado, enfeitado e treinado como expressão de uma identidade individual. Por outro lado, o parque público urbano pode ser palco de vivências corporais menos compulsivas. Para muitos dos sujeitos entrevistados, a prática da caminhada ou da corrida nesses locais está vinculada a uma outra intenção, não seguindo simplesmente a lógica do "estar em atividade". Trata-se não somente de caminhar ou correr, mas de um vivenciar harmonioso do corpo e do espaço, onde a comunicação com outras pessoas e com outros elementos da natureza são aspectos importantes a serem levados em conta. A análise do Parque como um espaço público destinado ao lazer, permitiu evidenciar problemas que vão desde a sua incipiente inserção nas prioridades da administração municipal até o deficiente planejamento de suas configurações internas. Esta realidade aponta a ausência, especialmente na esfera municipal, de diretrizes políticas gerais comprometidas com o estabelecimento de políticas públicas setoriais qualificadas e atuantes. O l1ão estabelecimento dessa política pública setorial incide de forma marcante na estruturação e dinâmica administrativa de espaços públicos de lazer de forma geral, e dos parques urbanos em especial / Abstract: The objective of this study was to investigate the humane experience of leisure in public urban squares, focusing the nuances of the space existent, especially the relation body-nature. This study has started from the analysis of this experience in a specific public square of a District Zone of Campinas, a city in São Paulo, The Ecological Park "Prof. Hermógenes Freitas Leitão Filho", also known as "Parque do Lago" (The Lake Park). In this study, I opted for a qualitative-like research, basing it on the referral of the cultural analysis proposed by Geertz (1989). I used, in a combined way, two resources to collect information that are complementary between each other: observation and interviews. Regarding the observation performed, it can be considered as a Participant Observation line, whereas the interviews were semi-structured on the topic-like line (Abramo, 1979). The reality investigated showed the existence of different motivations and ways of living the space totality of the park, which seems to express the hybrid nature of the human relation with space, especially that one intended for leisure. Regarding the practices of space appropriation that form the interaction of the body with the space of the Park, it is possible to point out the predomination of walking and running, among other ways of body communication. From one point of view and in relation to some visitors, even walking or running can be associated with an obstinate search for a good body shape and for a state of good heath, attending, among other things, to the frequent appeals of the so-called consumption culture. This way, considering the meaningful number of people whojoin the intense routine of maintaining the good shape and the corporal performance conditions, even in clubs, in health clubs, in parks or on the streets of the city, it is possible to remember the metaphor of the body as a project, something that is still going to happen. A phenomenon to be molded, decorated and trained as an expression of an individual identity. On the other hand, the urban public park may be the place of a less compulsive way of life. For many of the interviewed people, walking or running in these places is connected to another intention, that doesn't simply follow the logic of "being in activity". Not only is it related to walking or running, but with an harmonic existence of the body and space as well, where the communication with other people and with other elements of nature is a very important aspect to be taken for granted. The analysis of the Park as a public space designated for leisure, permitted to evidence problems that range from its incipient insertion in the city's administration priorities to the faulty planning of its internal configurations. This reality points out, especially in the municipal field, the general political guidelines committed with the establishing of sectional public politics that are well-qualified and effective. The fact of not establishing this sectional public politic provokes a shocking result in the structure and administrative dynamic of the public spaces for leisure in a general way, and in urban parks in specific / Mestrado / Mestre em Educação Física

Page generated in 0.088 seconds