• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 265
  • 6
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 278
  • 178
  • 57
  • 54
  • 46
  • 45
  • 42
  • 36
  • 30
  • 25
  • 24
  • 24
  • 24
  • 23
  • 23
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A formação do psicanalista

Alves, Evandro Fernandes January 2009 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2009. / Made available in DSpace on 2012-10-24T07:25:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 264731.pdf: 349579 bytes, checksum: 46e31ebaf644adb3952710d2fcbc3603 (MD5) / Quase um século após o início da institucionalização da psicanálise, a questão da formação analítica continua sendo fonte de importantes questionamentos entre os psicanalistas. Se nos primórdios, Sigmund Freud era responsável pela aceitação dos novos adeptos, autorizando-os a praticar a psicanálise, com o seu agigantamento o processo de institucionalização da formação tornou-se indispensável. A fundação da IPA, em 1910, representou uma tentativa de Freud de normatizar a formação e de autorizar os novos analistas a praticar a psicanálise. Buscando responder a essas atribuições que lhe foram confiadas pelo pai fundador, essa instituição não tardaria em endurecer as suas prescrições para a aceitação dos novos intessados em ocupar o lugar de analista. Prescrições essas que, por muitos anos, seriam adotadas e aceitas, sem questionamentos, pela comunidade psicanalítica. Porém, após a década de 60, Jacques Lacan se mostrará um crítico veemente do poder desta instituição e defenderá uma formação baseada nas descobertas freudianas do insconsciente e do desejo. Radicalizará sua posição ao afirmar que ninguém poderá dar garantias acerca formação de um psicanalista e, ao questionar-se sobre quem poderá autorizá-lo [o psicanalista] a exercer a psicanálise, afirmará que o psicanalista só se autoriza de si mesmo. Anos após, acrescentará a esse enunciado quatro palavras fundamentais: e de alguns outros. Neste enunciado, será colocada toda a problemática que envolve a questão da formação dos psicanalistas em Lacan, e é esse o eixo central que norteia a presente dissertação.
2

O desejo na profissionalização do psicólogo

Bem, Morgana Luchtemberg de January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-20T19:25:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 193917.pdf: 561786 bytes, checksum: c25038e37620ad88ddd39e666b6c7ac4 (MD5)
3

Espiritualidade política

Farhi Neto, Leon January 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia / Made available in DSpace on 2013-06-25T21:11:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 310117.pdf: 3557701 bytes, checksum: 9ef7e9cc1b7c4eb51cf06388dae089fd (MD5) / O propósito desta tese é a constituição de uma ideia de "espiritua-lidade política". Esta expressão foi utilizada por Michel Foucault em apenas duas ocasiões: no contexto de uma série de reportagens sobre o acontecimento da Insurreição Iraniana de 1978-1979; e, posteriormente, de maneira sumária, para definir um tipo de relação entre vontade, verdade e governo de si e dos outros. Devido a este escasso uso, foi preciso explorar diferentes pistas. O resultado desta exploração perfaz a primeira parte de nosso estudo, em que a nossa expressão titular é referida a outras noções em Foucault, como a "atitude crítica" e o "nexus verdade-poder-sujeito". Como pontos de apoio, são explorados o momento insurrecional iraniano e o pensamento político de Khomeini e de Shari'ati. A radicalização dos termos envolvidos na definição foucaultiana de "espiritualidade política" nos deixa às portas de uma ontologia, que, para Foucault, entretanto, só se analisa como ficção. Munidos com a ideia de ficção, então, abordamos, na segunda parte deste estudo, alguns elementos da filosofia de Spinoza. A ontologia de Spinoza pertence a seu projeto ético-político de constituição erótica do verdadeiro, pelo conhecimento da união da mente com a natureza toda. União que se dá, como numa dobra pela qual e na qual se conectam a causalidade externa e a interna, na relação indissociável entre o nexus de causas e o conatus, segundo os três aspectos do real - o atributo, o modo infinito imediato e o mediado - que correspondem, no modo finito singular, à sua intensão, à sua forma e à sua extensão. A teoria do indivíduo, aplicada aos corpos políticos, apresenta as formas dos impérios como singularidades. Se, por um lado, as partes componentes do corpo político estabelecem umas com as outras relações sempre também passionais, por outro, são as ações livres de todas as suas partes juntas que explicam o processo de individuação de uma nova forma de império. É esse processo de individuação de uma potência não capturada e livre que nos permite conceber a ideia de "espiritualidade política" a partir de Spinoza. / The purpose of this thesis is to construe an idea of "political spirituality." Michel Foucault used this expression in only two occasions: in the context of a series of reports based on the event of the Iranian Insurrection in 1978-1979; and, afterwards, as a brief way of defining a type of relationship between will, truth, and government of self and others. Due to this rare usage, it was necessary to explore different hints. The results of this exploration form the first part of this work, in which our title expression refers to other foucauldian notions such as "critical attitude" and "truth-power-subject nexus." The Iranian insurrectional moment and Khomeini's and Shari'ati's political thoughts are also explored. The investigation of the terms involved in the foucauldian definition of "political spirituality" leads us to an ontology, which for Foucault can only be analyzed as fiction. With the idea of fiction, then, in the second part of this work, we approach some elements of the philosophy of Spinoza. Spinoza's ontology pertains to his ethical-political project of an erotic constitution of the truthful, by means of knowledge of the union of mind and nature as a whole, given in the inseparable relation between the causal nexus and the conatus, as in and by a fold that connects the external and internal causality, according to the three aspects of reality - the attribute, the infinite immediate mode and the mediate - which correspond respectively, in the singular finite mode, to his intension, form and extension. The theory of the individual, applied to political bodies, presents the forms of empires as singularities. If, on one side, the components of a political body establish relations with each other that are also always passionate, on the other, there are free actions bestowed to all of his parts as a whole that explain the individuation process of a new form of empire. It is this individuation process of a non-captured free power (potentia) that allows us to conceive the idea of "political spirituality" out of Spinoza.
4

Das revelações aos clichês: as imagens alegóricas da sexualidade em Clarice Lispector

Justen, Djulia January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2013-12-05T22:58:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013Bitstream added on 2015-03-18T20:45:45Z : No. of bitstreams: 1 321541.pdf: 974390 bytes, checksum: 63e25c6c74e2ccf6b495c80c95b4a7a2 (MD5) / Tomando como metodologia de trabalho as imagens dialéticas de Walter Benjamin, a dissertação apresenta leituras de imagens-pensamento da sexualidade que irrompem nos textos de Clarice Lispector, notadamente em Onde estivestes de noite e A via crucis do corpo com derivas em Felicidade Clandestina e Laços de Família. O fundo escuro das imagens é a sexualidade vista por duas vias: a da psicanálise a partir da falta-em-ser do desejo e o seu vazio central, do movimento pulsional que engendra os corpos na satisfação insatisfeita que não cessa de não se inscrever e a do erotismo em Georges Bataille a partir dos movimentos de interdição e transgressão que se articulam na sexualidade.<br>
5

A interpretação entre a ideologia, a estrutura da linguagem e o desejo : uma analise discursiva de aulas de leitura em lingua estrangeira em uma instituição religiosa

Gasparini, Edmundo Narracci 12 February 2002 (has links)
Orientador: Maria Jose Rodrigues Faria Coracini / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-08-02T18:11:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Gasparini_EdmundoNarracci_M.pdf: 5096881 bytes, checksum: b7391f1710aa700d6fadcf231525630f (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: A presente dissertação tem o objetivo de investigar a forma pela qual o ato de ler textos em língua estrangeira se constitui numa situação pedagógica específica, qual seja, aulas de leitura em língua estrangeira (inglês) ministradas pelo autor dessa dissertação em uma instituição católica em Belo Horizonte. Procuramos também investigar se a religiosidade constitutiva desta situação pedagógica exerceu algum tipo de efeito na constituiçãodo ato de interpretação textual. Os resultados a que chegamos indicam que é no jogo histórico do discurso, isto é, no interdiscurso,que a interpretação se constitui.Mais especificamente,constatamos que é entre uma discursividade pedagógica e uma discursividade religiosa que a leitura de textos em língua estrangeira se configurou nas aulas que analisamos.Em relação às determinações de sentido do discurso religioso católico, constatamos que a ideologia religiosa exerce efeitos relevantes na fonna pela qual os atos de leitura aqui investigados se constituem. Nossa análise indicou que, no tratamento da opacidade dos textos em língua estrangeira, a ideologia religiosa promove uma configuração específica tanto do autor quanto do texto: o autor se configura como "consciência", enquanto que o texto se constitui como se fosse possuidor de uma verdade intrínsecaà letra: a verdade de Deus. Entretanto, pudemos vislumbrar o fato de que, apesar da constituição ideológica da interpretação no interdiscurso, os sujeitos envolvidos na situação pedagógica analisada continuam colocando em cena significações novas e inesperadas, para além da determinação históricad e sentidos / Abstract: This thesis had the objective of investigating the constitution of foreign language reading acts in a specific pedagogical situation foreign language (English) reading classes taught by the author of this thesis in a catholic institution in Belo Horizonte.This study also investigated if the religiosity that constitutes this pedagogical situation had any kind of effects on the constitution of the act of interpretation. The results of this study indicate that it is within the historical determination of discourse, that is, within the "interdiscourse", that the interpretation is constituted. More specifically, our analysis shows that it is "between" a pedagogical discourse and a religious one that the act of reading foreign texts is constituted in the classes investigated. Concerning the "catholic" determination of meaning, we found that the religious ideology has relevant effects on the constitution of the reading acts investigated.Our analysis shows that, in dealing with the opacity of texts written in a foreign language, the religious ideology promotes a certain configuration of both the author and the text: the author is constituted as "conscience", while the text is constituted as if the divine truth were intrinsic to its structure. However, we could note that, in spite of the ideological constitution of the interpretation within the "interdiscourse", the subjects involved in the pedagogical situation which we analyzed keep on producing new and unpredictable meaning, which go far beyond the historical determinationof signification / Mestrado / Ensino-Aprendizagem de Segunda Lingua e Lingua Estrangeira / Mestre em Linguística Aplicada
6

A direção do tratamento na clínica psicanalítica com o sujeito afetado por algumas condições contemporâneas / The direction in psychoanalytic treatment with the subject affected by certain contemporary conditions (Inglês)

Anchieta, Mirella Hipólito Moreira de 11 October 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:40:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-10-11 / The written of this work was made from the questionings that arose about the analyst s labor with the subject who is immersed in contemporary culture, taking into consideration the possibility of a change in the modes of construction of the social bond and consequently of the own subject. Therefore, we are faced with issues that bring as results manifestations that appear to compromise the position of the subject towards the production of their symptoms and of what analytic practice proposes. Thus, we can identify a subject who, in relation with the object, seems to privilege more the jouissance, presenting a modified desiring condition. When considering that such situation may jeopardize the work of traditional psychoanalytic clinic, that takes the desire as a guide to its ethics, betting on a subject who will validate it, this work aims to understand, in the context of psychoanalytic clinic and of the new modes of subjectivation, how does the psychoanalyst operates towards those new positions assumed by the subject nowadays and what are the limits of this practice. For this purpose, it was necessary to review the literature associated with a bibliographical research of qualitative essence, using descriptive, interpretative and comparative techniques, seeking thereby an accurate understanding about the contribution and the relevance of psychoanalysis in its clinical practice with new forms of subjectivity. So, to reflect on analytic practice today makes it necessary to discuss the place of subjectivity according to Freud s conceptual precepts, as well as Lacan s, also emphasizing the importance to observe the cultural context in which this practice is embedded. Considering the perspective inaugurated by Freud when establishing the intrinsic relationship between the concept of the unconscious and culture, it is important to conduct a review of psychoanalytic praxis in contemporary times. And as a result of this articulation, we sought to understand part of the process of contemporary subjectivation, trying to describe it and analyze it, so thus we base our research and bring to light the contribution and continuity of psychoanalytical theory and clinic to current practice. Key-words: Psychoanalytic Clinic; Jouissance; Contemporaneity; Ethics of Desire. / A escrita deste trabalho se deu a partir de questionamentos que surgiram acerca do fazer do analista com o sujeito que se encontra imerso na cultura contemporânea, levando em consideração a possibilidade de uma mudança nos modos de construção do laço social e conseqüentemente desse sujeito. Desse modo, deparamos com questões que trazem como resultado quadros que parecem comprometer a posição do sujeito diante da produção de seus sintomas e daquilo a que se propõe a prática analítica. Assim, podemos identificar um sujeito que, ao se relacionar com o objeto, parece privilegiar mais o gozo, apresentando uma condição desejante modificada. Ao considerar que tal situação pode comprometer o trabalho da clínica psicanalítica tradicional, que toma o desejo enquanto norteador de sua ética, apostando em um sujeito que irá validá-lo, o objetivo de nosso trabalho consiste em compreender, no contexto da clínica psicanalítica contemporânea e dos novos modos de subjetivação, como opera o psicanalista diante dessas novas posições assumidas pelo sujeito na atualidade e quais os limites dessa clínica. Para tanto, fez-se necessária uma revisão de literatura, associada a uma pesquisa bibliográfica de natureza qualitativa, utilizando técnicas descritivas, interpretativas e comparativas, buscando, com isso, uma compreensão apurada a respeito da contribuição e da atualidade da psicanálise em sua prática clínica com as novas formas de subjetivação. Portanto, pensar a prática analítica hoje torna necessário discutir o lugar da subjetividade conforme os preceitos conceituais de Freud, assim como os de Lacan, ressaltando ainda a importância de que se observe o contexto cultural na qual essa prática está inserida. Considerando a perspectiva inaugurada por Freud ao estabelecer a relação intrínseca entre o conceito de inconsciente e cultura, faz se importante realizarmos uma análise da práxis psicanalítica na contemporaneidade. E como resultado dessa articulação, buscamos compreender parte do processo de subjetivação contemporâneo, tentando descrevê-lo e analisá-lo, de modo que assim pudemos fundamentar nosso trabalho de pesquisa, bem como trazer à luz a contribuição e perenidade da teoria e clínica psicanalítica para a prática atual. Palavras-chave: Clínica Psicanalítica; Gozo; Contemporaneidade; Ética do Desejo.
7

A posição do sujeito de desejo no cumprimento da medida socioeducativa em meio aberto / The position of the subject of desire in fulfilling the socio-educational measure in the open (Inglês)

Pontes, Liliany Loureiro 27 November 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:57:07Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2017-11-27 / This thesis deals with the investigation of the position of the subject of desire in the fulfillment of the socio-educational measure in an open environment, starting from the assumption that the institution represents a privileged setting of encounter between the subject of right, that emphasizes the citizen and of the subject of desire that emphasizes the intervention of the unconscious in the social bond. Based on work as a psychologist in a public institution, where the subject of law is a strong reference, it was possible to take as a research objective to investigate how institutional intervention appropriates the characteristics of the subject of desire and, as this affects the fulfillment of the measure socioeducativa (MSE) in an open environment. To achieve this, the research that was carried out was of a qualitative nature, with bibliographical, documentary and field research. The theoretical reference counted on the concepts of law, social bond, malaise, desire, symptom and ethics in the light of psychoanalysis. The methodological approach was based on bibliographical research, when authors were asked to discuss the object of the investigation, followed by documentary research, when the collection of objective data was carried out together with the records of adolescents followed up, and finally, given the importance of the subjective aspect, field research was performed when two adolescents who met PSC and LA were interviewed and offered rich material for analysis. The research had a sample of situations experienced in the fulfillment of MSE in an open environment, in the year 2014, in the Specialized Reference Center for Social Assistance - CREAS, in the municipality of Maracanaú-Ce. From the course carried out, it was possible to verify that in the MSE in an open environment, the subject of law has space secured, since the institutions responsible for compliance with the measure justify their actions based on the imposition of the legal norm, while the subject of desire , although visibly neglected by the government, insists on interfering in the implementation of the MSE in an open environment, showing itself repeatedly in the desired manifestations of those who lead the social bond. Keywords: Socio-educational Measure, Psychoanalysis, Desire, Right, Subject. / Esta Tese trata da investigação da posição do sujeito de desejo no cumprimento da medida socioeducativa em meio aberto, partindo do pressuposto de que a instituição representa um cenário privilegiado de encontro entre o sujeito de direito, que enfatiza o cidadão e, do sujeito de desejo que ressalta a intervenção do inconsciente no laço social. Com base no trabalho como psicóloga em uma instituição pública, onde o sujeito de direito é forte referência, foi possível tomar como objetivo da pesquisa, investigar como a intervenção institucional se apropria das características do sujeito de desejo e, como isso repercute no cumprimento da medida socioeducativa (MSE) em meio aberto. Para o alcance desse intento, a pesquisa que se efetivou foi de natureza qualitativa, com investigação bibliográfica, documental e de campo. A referência teórica contou com os conceitos de lei, laço social, mal estar, desejo, sintoma e ética à luz da psicanálise. O percurso metodológico partiu da pesquisa bibliográfica, quando autores foram chamados a dialogar sobre o objeto da investigação, seguida da pesquisa documental, quando a coleta de dados objetivos foi realizada junto aos prontuários dos adolescentes acompanhados, e por fim, dada importância do aspecto subjetivo, foi realizada a pesquisa de campo, quando dois adolescentes que cumpriram PSC e LA foram entrevistados e ofereceram rico material de análise. A pesquisa contou com uma amostra de situações vivenciadas no cumprimento da MSE em meio aberto, no ano de 2014, no Centro de Referência Especializado da Assistência Social - CREAS, do município de Maracanaú-Ce. Do percurso realizado, foi possível a constatação de que na MSE em meio aberto, o sujeito de direito tem espaço assegurado, vez que as instituições encarregadas do cumprimento da medida justificam suas ações com base na imposição da norma legal, enquanto que o sujeito de desejo, apesar de visivelmente negligenciado pelo poder público, insiste em interferir na efetivação da MSE em meio aberto, se mostrando reiteradas vezes nas manifestações desejantes dos que protagonizam o laço social. Palavras-chave: Medida Socioeducativa, Psicanálise, Desejo, Direito, Sujeito.
8

A Ãtica da PsicanÃlise como Ãtica do Desejo de Analista / LâÃthique de la Psychanalyse comme lâÃthique du DÃsir dâanalyste.

Ronald de Paula Araujo 21 September 2007 (has links)
nÃo hà / Ce travail vise à Ãlucider la nÃcÃssità de contextualisation dâune Ãthique propre à la Psychanalyse à partir de ses moyens singuliers et objectifs, prenant en compte lâindissociabilità existante entre la mÃtapsychologie et la clinique afin de donner consistance et fondement à la thÃorie et à la pratique offrant une relecture critique de ses suppositions, cherchant à occuper une position dÃlimitÃe propre à la question, proposant ainsi un thÃme de recherche sur - LâÃthique de la Psychanalyse comme Ãthique du DÃsir dâanalyste. Cette Ãtude sâÃlabore sur les bases conceptuelles de la construction mÃtapsychologique de Freud à travers la recherche et lâÃtude clinique, et sâÃtend jusquâà une critique des grands ÃdÃaux Ãthiques et moraux de lâÃtre humain, le malaise dans la civilisation, autour du concept dâacceptation et de dÃpassement et de la pulsion de mort. La reflexion continue par des cheminements de pensÃe lacanienne notamment de la dÃcade des annÃes 60 oà la question est reprise sous lâangle dâune argumentation sur lâÃthique de la Psychanalyse partant des points de tension de la discipline avec lâÃthique Philosophique. Aux Ãclaircicements des apories (paradoxes) de la critique freudienne et des dÃvelloppements de Jacques Lacan la situation nous interpelle et nous impose une nouvelle argumentation sur le jugement de notres actions puisque lâinconscient se rÃvÃle comme un paradigme qui affecte dans notre conscience le monopole de ce questionnement replaÃant le dÃsir au centre du dÃbat sur une discussion de lâÃthique avec divers objectifs y compris du domaine philosophique. Câest ainsi que le propre problÃme Ãthique revient sur la nÃcÃssità des fondements de la Psychanalyse pour entreprendre un tel travail et câest cette Ãtude qui nous a amenà à critiquer et remettre en question le jargon de lâÃthique de la Psychanalyse comme Ãtant une âÃthique du DÃsirâ, rÃvelant lâimpossibilità dâune telle Ãthique à se dÃfinir se baser, et se fonder en un concept pour la Psychanalyse qui continue encore reconnu. LâhypothÃse principale de cette dissertation est quâil existe une rÃelle nÃcÃssità pour la Psychanalyse dâÃtablir malgrà cela une Ãthique particuliÃre, hors des paramÃtres de la philosophie reprenant sous un angle critique les modÃles, et les rÃfÃrences prÃsentÃs par Lacan pour une Ãthique de la Psychanalyse et plus particuliÃrement le mythe dâAntigone observant la rÃfÃrence fondamentale du dÃsir de mort mais dÃlimitant cette rÃfÃrence à peine à une analyse qui a pour rÃsultante un nouveau analyste, dâoà surgit un dÃsir âprÃvenuâ mais non un dÃsir pur comme lâÃtait celui du personnage sophoclien. / O presente trabalho visa elucidar a necessidade de contextualizaÃÃo de uma Ãtica prÃpria à PsicanÃlise a partir dos seus singulares meios e objetivos, observando a indissociabilidade entre a metapsicologia e a clÃnica, como forma de dar consistÃncia e fundamentaÃÃo à teoria e à prÃtica, oferecendo uma releitura crÃtica dos seus pressupostos, procurando ocupar uma posiÃÃo e uma delimitaÃÃo prÃpria da questÃo, abrindo uma proposta de pesquisa - A Ãtica da PsicanÃlise como Ãtica do Desejo-de-analista. O estudo parte das bases conceituais da construÃÃo metapsicolÃgica de Freud atravÃs da pesquisa clÃnica, atà sua crÃtica aos grandes ideais Ãticos e morais do ser humano, o mal-estar na civilizaÃÃo, ao redor do conceito de supereu e da pulsÃo de morte. A pesquisa seguiu para os desdobramentos lacanianos, notadamente da dÃcada de 60, onde a questÃo à retomada sobre o prisma de uma argumentaÃÃo sobre a Ãtica da PsicanÃlise, partindo dos pontos de tensÃo da disciplina com a Ãtica filosÃfica. As aporias vislumbradas a partir da crÃtica freudiana e dos desdobramentos de Jacques Lacan impÃem uma nova argumentaÃÃo sobre o juÃzo das nossas aÃÃes, pois o inconsciente revela-se como um paradigma que retira da consciÃncia o monopÃlio dessas questÃes, recolocando o desejo no centro da discussÃo Ãtica, com objetivos diversos ao do campo filosÃfico. Assim, o prÃprio problema Ãtico retorna sobre a necessidade de fundamentaÃÃo da PsicanÃlise para empreender tal tarefa, no que a pesquisa levou-nos a criticar o jargÃo da Ãtica da PsicanÃlise ser uma âÃtica do Desejoâ, revelando-se uma impossibilidade de tal Ãtica definir-se e fundamentar-se num conceito que, para a PsicanÃlise, à o que permanece enquanto nÃo-sabido. A hipÃtese principal desta dissertaÃÃo à de que hà a necessidade da PsicanÃlise se estabelecer enquanto uma Ãtica particular, fora dos parÃmetros da filosofia, retomando criticamente os modelos apresentados por Lacan para a Ãtica da PsicanÃlise, particularmente o mito de AntÃgona, observando a referÃncia fundamental do desejo à morte, mas delimitando esta referÃncia apenas a uma anÃlise que produza um novo analista, surgindo daà um desejo prevenido, mas nÃo enquanto um desejo puro, como o era o da personagem sofocliana.
9

Psicanálise e surrealismo

Limeira, Cláudio de Souza 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T14:06:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 278775.pdf: 2280460 bytes, checksum: d31e85a4a0965a415f73c846160f1cf4 (MD5) / O surrealismo compartilhou junto com a psicanálise um contexto histórico na França de efervescência cultural e intelectual capaz de instigar o avanço teórico do grupo surrealista e da segunda geração de psicanalistas. A psicanálise sempre recorreu à arte para a elaboração de seus constructos teóricos, assim buscando na cultura ultrapassar os limites encontrados na teoria. Entretanto o surrealismo opera com originalidade ao se constituir como movimento artístico estritamente identificado com as idéias da psicanálise. Este contexto do nascimento do surrealismo e da entrada da psicanálise na França fez com que a primeira geração de psicanalistas repudiasse as interpretações surrealistas sobre a psicanálise. É somente com a segunda geração que o eco surrealista começará a operar, assim propiciando aos psicanalistas avançar em suas teorias. Um dos avanços teórico alcançado por Jacques Lacan em relação à teoria freudiana se dará no campo das psicoses, no caso mais específico da paranóia. Lacan a partir do caso Aimeé passa a se interessar pela paranóia e a coloca como tema de sua tese de doutorado e de artigos publicados em revistas surrealistas. A paranóia, desta forma, inevitavelmente, repercutirá no meio surrealista e fará de Salvador Dalí um escritor capaz de elaborar hipóteses, a partir do método paranóico-crítico, de relevância para a psicanálise. O método paranóico-crítico, objeto de análise desta dissertação, surge para Dalí como método de criação artística capaz de fazê-lo sistematizar todo o seu delírio e de transformá-lo em força criadora. A partir do método paranóico-crítico analisaremos o conceito de desejo-fome de Dalí e suas ressonâncias na teoria psicanalítica, incluindo ao final o fato de ter operado o método paranóico-crítico e Gala como suplência a falta da inscrição do Nome-do-pai, livrando-o assim de seu delírio, a morte.
10

Balão Mágico: movimento estudantil e a formação em Comunicação Social na UFES.

BRITO, H. 26 July 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:11:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6932_Balão Mágico movimento estudantil e a formação em Comunicação Social - Hervacy Brito.pdf: 1836974 bytes, checksum: 7197d05f3c536ceb72e4d6004d87b5dc (MD5) Previous issue date: 2013-07-26 / O objetivo deste trabalho é analisar a formação propiciada pela participação no movimento estudantil Balão Mágico da UFES. Por meio de entrevistas, análises de documentos e partindo do conceito de aprendizagem como processo contínuo de invenção de problemas, é possível apontar que o Balão Mágico foi um espaço para o exercício de resistência à modelização homogeneizante imposta pelo Capitalismo Mundial Integrado. Através das pichações, produções de vídeo, dança, teatro, performances e outras intervenções nas instituições da universidade e na cidade de Vitória, o grupo usa ironia como arma de subversão para afirmar outro modo de existência que bifurcava da serialização capitalística. O processo de aprendizagem, que também é processo de produção de subjetividade, constitui-se então em reinvenção de si e de mundo para os sujeitos que participaram do movimento.

Page generated in 0.0376 seconds