• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1344
  • 103
  • 21
  • 21
  • 21
  • 19
  • 11
  • 10
  • 8
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 1
  • Tagged with
  • 1472
  • 404
  • 372
  • 334
  • 290
  • 281
  • 278
  • 277
  • 254
  • 250
  • 192
  • 189
  • 186
  • 157
  • 154
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Private equity e venture capital como alternativas viáveis de investimentos em fundo de pensão no Brasil

Uchôa, Mauro Rodrigues 24 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Economia, 2012. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2013-01-04T11:53:17Z No. of bitstreams: 1 2012_MauroRodriguesUchoa.pdf: 2252186 bytes, checksum: 1a8e04db5bb8070aa61244ac5ceb00d2 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-01-30T12:59:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_MauroRodriguesUchoa.pdf: 2252186 bytes, checksum: 1a8e04db5bb8070aa61244ac5ceb00d2 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-01-30T12:59:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_MauroRodriguesUchoa.pdf: 2252186 bytes, checksum: 1a8e04db5bb8070aa61244ac5ceb00d2 (MD5) / Private Equity e Venture Capital (PE/VC) têm sido importante alternativa de investimento utilizada por muito investidores institucionais em todo o mundo, com reflexo positivo para a sociedade e principalmente para os aplicadores. Os fundos de pensão são atores preponderantes nesta modalidade, com relevante participação no mercado local, mas em condições de crescer substancialmente, sobretudo em função da necessidade de realocação de recursos que serão migrados dos títulos públicos do governo. Com presença e regulação recente no Brasil, é uma modalidade madura nos países desenvolvidos com histórico de excelentes retornos, mesmo nos períodos de crises, é uma possibilidade viável de investimento no país, principalmente, pela redução histórica da taxa SELIC. Considerando a situação atual da BM&F Bovespa de instabilidade e pouca representatividade da economia nacional, baixo retorno dos produtos bancários e corporativos, os preços elevados dos imóveis e as oportunidades existentes vinculadas ao consumo interno, PE/VC é uma excelente oportunidade de investimento para proporcionar desempenho satisfatório ao patrimônio dos fundos de pensão brasileiros. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Private Equity and Venture Capital (PE / VC) have been important investment alternative used by very institutional investors around the world, with a positive impact to society and especially to the applicators. Pension funds are predominant actors in this mode, with significant local market share, but able to grow substantially, mainly due to the need for reallocation of resources that are migrated from government bonds. With recent presence and regulation in Brazil, is a mature method in developed countries with a history of excellent returns even in periods of crisis, it is a viable possibility of investment in the country, mainly by reducing historical SELIC rate. Considering the current situation of BM & F Bovespa instability and little representation of the national economy, low return on bank products and corporate, high prices of real estate and existing opportunities linked to domestic consumption, PE / VC is an excellent investment opportunity for performance satisfactory to shareholders for the Brazilian pension funds.
42

Financiamento do investimento produtivo na economia brasileira

Ribeiro, Márcio Bruno January 2006 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006. / Submitted by Alexandre Marinho Pimenta (alexmpsin@hotmail.com) on 2009-11-15T18:29:12Z No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-06-16T18:33:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-06-16T18:33:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) Previous issue date: 2006 / O presente trabalho de tese tem como objetivo investigar algumas questões relativas ao financiamento do investimento produtivo na economia brasileira. Inicialmente, são revisadas as principais teorias que tratam da intermediação financeira. Em seguida, são realizados três ensaios de caráter empírico. No primeiro deles, as relações envolvendo o sistema financeiro e as taxas de poupança e investimento são investigadas no período entre 1947 e 2004 com a finalidade de verificar se as mudanças ocorridas na atuação e estrutura do setor financeiro nacional implicaram em diferentes relações ao longo do tempo. O segundo ensaio analisa o financiamento do investimento sob a perspectiva do canal de crédito e busca evidências, para o período entre 1995 e 2005, quanto a uma possível participação do crédito bancário no seu financiamento. No terceiro ensaio, as decisões de investimento no nível das empresas do setor produtivo nacional são investigadas com ênfase no papel exercido pela disponibilidade de recursos financeiros internos. Para o período 1996 e 2005, buscam-se evidências sobre os motivos que levaram as empresas ao uso do autofinanciamento. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study attempts to investigate some questions related to the connections between investment and finance in Brazilian economy. First, we present the main theories related to financial intermediation. Then, three empirical essays are developed in the following chapters. The first essay examines the relations among financial system and the rates of saving and investment for the period 1947 – 2004. Here we investigate if those relations were characterized by different regimes related to changes in financial system’s activity and structure. The second essay investigates the empirical link between investment and finance under the credit channel view. For the period 1995 – 2005, we try to find some evidence about the role of bank loans in financing investment. In the third essay we investigate investment decisions at firm level trying to find some aspects about the important role of internal funds in financing investment. In the whole, the evidence from the essays points out some weaknesses and inefficiencies related to Brazilian financial system.
43

Arranjos produtivos locais industriais : empresários e governança em Jaguaruana (CE)

Aquino, Francisca Pontes da Costa 15 August 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2006. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2010-06-02T19:00:58Z No. of bitstreams: 1 2006_FranciscaPontesdaCostaAquino.pdf: 984834 bytes, checksum: 8f41e8ba77eb4ffc5c653d18f751cce4 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-06-04T18:33:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_FranciscaPontesdaCostaAquino.pdf: 984834 bytes, checksum: 8f41e8ba77eb4ffc5c653d18f751cce4 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-06-04T18:33:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_FranciscaPontesdaCostaAquino.pdf: 984834 bytes, checksum: 8f41e8ba77eb4ffc5c653d18f751cce4 (MD5) Previous issue date: 2006-08-15 / A proposta do presente estudo é a de examinar Arranjos Produtivos Locais (APL) na perspectiva do conceito de governança. Para tal finalidade foi selecionado o APL de redes de dormir de Jaguaruana no Ceará, o maior produtor do estado. Os APLs são considerados, atualmente, como elemento essencial no processo de desenvolvimento nacional, presente nas estratégias de diversos ministérios. Por sua vez, os APLs dependem, em seu sucesso, da configuração que assume a sua governança, entendida no duplo jogo da cooperação entre produtores e confiança organizacional, que lhes dá maiores ou menores possibilidades de êxito no mercado. Para demonstrar tal assertiva estudou-se o APL de Jaguaruana (CE), inicialmente, em seu contexto regional, e em seguida em seu interior, considerando-se a sua composição e dinâmica econômica. Estudos do SEBRAE, que a autora dirigiu ou participou, foram aproveitados. O momento atual é extremamente propício para o presente estudo, pois, o APL de Jaguaruana é considerado como parte essencial da estratégia do SEBRAE na perspectiva da gestão estratégica orientada para resultados, sendo objeto de diversas intervenções com o objetivo de seu fortalecimento. A conclusão do estudo aponta dificuldades internas e externas na sua governança, as quais devem ser examinadas com vistas à sobrevivência e desenvolvimento do APL. ___________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The proposal of this study is to examine the Local Productive Arrangement (APL) in the perspective of the governance. For such purpose it was chosen the cluster about hammocks from Jaguaruana, Ceará, the greater producer of the state. The APL are considered, currently, essential elements in the process of national development, that are present in strategy of kinds of ministries. However, the cluster to be succeed, depend on the configuration that assumes its governance, understood in the double strategy between producers and organizational confidence, which gives graters or minors successfully possibilities in the economy. For the demonstration of that assertive, it was studied the APL from Jaguaruana, initially in its regional concept, and after, inside, considering its composition and dynamic economy. Some studies from SEBRAE, which the author of this study commanded some or participated. The currently moment is extremely propitious for this study, because, the Jaguaruanas Cluster is considered as an essential part from SEBRAEs strategy in the perspective of the strategically management guided for results, being an object of many interventions as an objective of becoming stronger. The conclusion of the study shows internal and external difficulties in its governance, which must be analyzed with the objective of the survival and development of APL.
44

Os acordos para evitar a dupla tributação assinados pelo Brasil e as negociações com os Estados Unidos : históricos e desafios

Carvalho, Marcela Santos de 25 July 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2013. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2013-11-05T14:04:12Z No. of bitstreams: 1 2013_MarcelaSantosCarvalho.pdf: 1514380 bytes, checksum: 3f39fb40c75c7e92ecd9932f05da17c6 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-11-08T13:14:41Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_MarcelaSantosCarvalho.pdf: 1514380 bytes, checksum: 3f39fb40c75c7e92ecd9932f05da17c6 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-11-08T13:14:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_MarcelaSantosCarvalho.pdf: 1514380 bytes, checksum: 3f39fb40c75c7e92ecd9932f05da17c6 (MD5) / O presente trabalho é o resultado de um estudo minucioso sobre os Acordos para Evitar a Dupla Tributação Internacional (ADTs) celebrados pelo Brasil e a relação desses Acordos com a atração de investimentos ao País. Para um melhor entendimento do tema da dupla tributação internacional e dos aspectos técnicos que o norteiam, fez-se necessário estudar os diferentes modelos internacionalmente aceitos de Acordo, como o Modelo da Liga das Nações (1928), o Modelo da Organização das Nações Unidas (1980) e o Modelo da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (1963). A discussão realizada no âmbito das três organizações, no período de produção de seus modelos, colocou em lados opostos países desenvolvidos, exportadores de capital, e países em desenvolvimento, importadores líquidos de capital. Tal antagonismo é, de fato, refletido nas diferenças entre os dispositivos dos Modelos da OCDE e da ONU, por exemplo. No entanto, a ONU parece ter deixado a liderança internacional no tema da dupla tributação para a "organização dos países ricos", conforme é conhecida a OCDE. Ao ocupar-se apenas com a atualização de seu Modelo, a ONU deixou de lado, por muito tempo, uma discussão de extrema importância para países em desenvolvimento: a relação entre tributação e desenvolvimento econômico. Está claro que países em desenvolvimento necessitam das receitas tributárias para financiar seu crescimento econômico. Considerando esse fato, o custo da negociação de um ADT se torna alto, uma vez que o país "desiste" de parte da arrecadação fiscal com vistas a obter uma compensação futura: o aumento do ingresso de Investimento Externo Direto em sua economia. Estudos econômicos, porém, confirmam que o aumento do fluxo de capital externo, na maioria dos casos, não acontece. Vários autores tentaram comprovar a relação direta, e positiva, entre a assinatura de acordos dessa natureza e a atividade de investimento entre seus signatários. No entanto, os resultados parecem não ser conclusivos e, quando o são, mostram um efeito insignificante ou até mesmo negativo - o fluxo de IED não é impactado, ou se reduz, quando um ADT é posto em vigor. Hoje, vê-se que a grande maioria dos acordos para evitar a dupla tributação firmados em todo mundo segue o Modelo OCDE, tendo o texto da ONU menor influência sobre a comunidade internacional. O Brasil, seguindo essa tendência, celebrou ADTs com base no Modelo OCDE, mas com algumas mudanças para melhor acomodar o nível de desenvolvimento econômico do País. Foram assinados 30 acordos, dos quais 28 estão em vigor. No entanto, os textos assinados pelo Brasil parecem ser pouco ambiciosos e não se traduzem em renúncia fiscal. Ao contrário, garantem alguns benefício que, muito possivelmente, não poderiam ser replicados em novos acordos, caso assinados no cenário de maior projeção internacional e melhora dos indicadores econômico- financeiros que é percebido atualmente no País. Destaca-se o fato de que o Brasil não tem ADT celebrado com um de seus maiores investidores: os Estados Unidos. Ao realizar análise histórica dos modelos, ao descrever o sistema Brasileiro de tributação e ao tratar da entrada de IED no Brasil, o presente estudo tenta definir os motivos pelos quais o Brasil e os Estados Unidos nunca chegaram a um acordo, em se tratando do tema da dupla tributação. Ao final, o trabalho trata da análise dos possíveis benefícios e ônus advindos da assinatura de um ADT com os americanos e expõe o problema da perda de arrecadação, em oposição aos ganhos trazidos aos empresários que já atuam nos dois países para responder as perguntas: um ADT é mesmo necessário para garantir maior fluxo de investimentos? O Brasil realmente precisa assinar um acordo dessa natureza com os Estados Unidos? ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The present essay is the result of a comprehensive study on the Bilateral Tax Treaties (BTTs)signed by Brazil and their relation with the inbound Foreign Direct Investment flows. In studying Brazilian BTTs, for a better understanding of the issue of double taxation in general and the technical aspects linked to the matter, it was necessary to address the different internationally accepted model agreements, such as the League of Nation Tax Convention (1928); the United Nations Model Convention (1980); and the OECD Draft Double Taxation Convention on Income and Capital (1963). During the production of their Models, the discussions held within these three organizations placed on opposite sides the developed countries, capital exporters, and developing countries, net importers of capital. Such opposition is actually reflected in the differences between the OECD and the UN Model provisions. However, the United Nations seems to have left the international leadership on the issue of double taxation for the OECD, the so called "organization of rich countries”. Since 1980, concerned only with upgrading the Model, the UN has put aside an essential discussion for developing countries: the linkage between taxation and economic development. Bearing in mind that developing countries need tax revenues to finance their economic growth, the cost of negotiating a BTT is considerably high for them, since they give up on part of their tax revenue with a view to obtaining further compensation – an increase of FDI inflows. Economic studies and papers, however, conclude that the enlargement of foreign capital inflows, in most cases, is not confirmed by numbers. Several academic papers tried to attest a positive effect of a BTT on the FDI activity between the partner countries. Nevertheless, the results achieved by different authors ate not conclusive: in most cases, they find insignificant, and even negative, effects. The FDI inflows (or outflows) are not affected by such treaties. In fact, it appears that most of the Bilateral Tax Treaties signed worldwide are based on the OECD Model and, in this regard, the UN Convention keeps less influence on the international community. Brazilian BTTs, following this trend, adopted OECD format and provisions, but the original Model has suffered some changes to better accommodate Brazil’s condition of developing country. Although Brazil has ratified 30 BTTs (28 are in force), they don’t seem to carry ambitious provisions, as there is no mechanisms of fiscal exemption on the Brazilian side. In fact, Brazil has benefitted from some treaties’ arrangements that couldn’t be replicated in case of the signing of new BTTs, due to the improvement of the country’s economic indicators. The fact that Brazil has not signed a BTT with the United States, one of the most traditional investors in the country, should be highlighted. In conducting historical analysis of the models, describing the Brazilian tax system and addressing FDI inflows to Brazil, this essay attempts to define the reasons why the two countries have never reached an agreement, when it comes to the subject of double taxation. At the conclusion, the essay presents possible benefits and burdens arising from the potential signing of a BTT with the Americans; and exposes the problem of loss of revenue, as opposed to the gains brought to entrepreneurs who already work in both countries, in order to answer two questions: Is it really necessary to sign a BTT to improve investment flows? Does Brazil need to sign a BTT with the United States?
45

Retornos privados aos investimentos em capital humano: evidências da PNAD-1995 / not available

Leonardo Francisco Figueiredo Neto 27 November 1997 (has links)
A teoria do capital humano trata os recursos humanos como investimentos e, como tal, deve ser entendida como uma teoria de capital, passível de ser avaliada em termos de taxa de retorno. O objetivo principal deste trabalho foi estimar a taxa de retorno privado à escolaridade (educação formal) e os investimentos realizados após o término do período escolar (experiência), a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 1995. Utilizou-se o procedimento de Heckman (1980) para obtenção de estimativas consistentes dos parâmetros, eliminando o problema da seletividade amostral. Esta metodologia consiste na estimação da variável lambda (inverso da razão de Mill), obtida a partir dos coeficientes estimados do modelo próbite da equação de participação no mercado de trabalho, e utilizada como variável exógena na equação de rendimentos. As estimativas das equações de participação no mercado de trabalho e rendimentos foram obtidas separadamente para homens e mulheres. Posteriormente, de forma análoga, estimaram-se as equações para cada uma das regiões do país, para trabalhadores dos setores público e privado, assim como para trabalhadores sindicalizados e não-sindicalizados. As equações de participação no mercado de trabalho foram obtidas pelo método da máxima verossimilhança, utilizando o modelo próbite, em que a variável dependente assume valores 1 ou zero, indicando a participação ou não do indivíduo no mercado de trabalho, respectivamente. Educação e experiência têm efeito positivo sobre a probabilidade de participação dos indivíduos no mercado de trabalho. Como sugerido pela teoria do capital humano, a probabilidade de ingresso na força de trabalho eleva-se à medida que os indivíduos acumulam experiência no mercado de trabalho, declinando a partir de determinada idade, devido aos efeitos da depreciação e obsolescência do estoque de capital humano. Para verificar este fato, utilizou-se o método dos mínimos quadrados ponderados para estimar as equações de rendimentos, usando-se o fator de expansão da amostra da PNAD (IBGE) como ponderador. Os resultados indicam que a utilização do procedimento de Heckman foi necessário para evitar a tendenciosidade nos coeficientes estimados, causados pela seletividade amostral. O acréscimo no número de anos de escolaridade e experiência aumenta os rendimentos dos trabalhadores. Como esperado, os perfis dos rendimentos dos trabalhadores apresentam forma côncava, pois, os rendimentos devem crescer após o ingresso no mercado de trabalho, provenientes dos ganhos de produtividade e acumulação de experiência e, a partir de determinada idade, devem cair, derivando do processo de depreciação e obsolescência do estoque de capital humano. Os retornos à escolaridade e à experiência apresentaram valores positivos, e os primeiros mostraram-se sempre superiores aos segundos. Os homens apresentaram geralmente maiores retornos à experiência que as mulheres. Com relação aos retornos à escolaridade, observou-se que as mulheres sempre apresentaram maiores retornos. A redução das disparidades nos rendimentos dos trabalhadores passa por uma alocação ótima dos recursos provenientes de políticas educacionais e, para tanto, é necessário conhecer o comportamento da distribuição e a participação da escolaridade como elemento determinante da renda do trabalho. Pelos resultados obtidos é possível ainda concluir, que a educação é um dos fatores mais relevantes para o aumento do capital humano assim como o treinamento. Numa economia moderna, que busca o melhor aproveitamento do capital físico e aumento da produtividade, é indispensável investir na melhora da qualificação da mão-de-obra. / not available
46

Os investimentos diretos estrangeiros na indústria do varejo nos Shoppings Centers no Brasil

Martins Sá, Josenildo January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:20:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5961_1.pdf: 734867 bytes, checksum: c89f62317d6d438e63ada856955df085 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / Este trabalho busca estudar o atual cenário brasileiro do mercado varejista, a evolução da Indústria de Shopping Centers no Brasil e a participação do mercado internacional através do crescimento dos Investimentos Diretos Estrangeiros (IDE) dos grandes grupos varejistas internacionais, principalmente a partir da década de 90. O objetivo consiste, mais direcionado, em propiciar uma visão do atual estágio de crescimento do mercado de Shopping Centers e sua contribuição no desenvolvimento do mercado varejista nacional. O estudo é lastreado em diversos informes técnicos especializados e que, não necessariamente, representam uma abordagem sistêmica do mercado
47

A inclusão do fator de risco macroeconômico para explicar os retornos das carteiras no mercado acionário brasileiro: utilização em modelos multifatoriais

PORTELA, Daniel Lucas Martins 05 December 2016 (has links)
Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-07-11T22:07:43Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Daniel Lucas Martins Portela.pdf: 2256281 bytes, checksum: 8b41e86f2a59d23def176f492cf2e3a5 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-11T22:07:43Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Daniel Lucas Martins Portela.pdf: 2256281 bytes, checksum: 8b41e86f2a59d23def176f492cf2e3a5 (MD5) Previous issue date: 2016-12-05 / Esta dissertação teve o objetivo de analisar se a utilização de um fator de risco macroeconômico nos modelos multifatoriais de Fama e French (1993, 2015) fornece melhor explicação para os retornos dos ativos no mercado brasileiro. O modelo de Cinco Fatores é visto como uma nova alternativa para melhorar a explicação das variações dos retornos das carteiras no mercado, a partir da inclusão da rentabilidade e do investimento como novos fatores de risco, se agregando aos fatores tamanho, book-to-market e prêmio de mercado. Foi introduzido também um fator de risco macroeconômico que relaciona o crescimento da receita das empresas ao crescimento do PIB de mercado. Os dados relativos às demonstrações financeiras e retornos dos ativos foram extraídos do software Economática®, utilizando-se como intervalo o período de julho de 2008 a junho de 2015. Foram realizadas duas simulações de carteiras de investimentos, em uma delas as ações foram classificadas de acordo com dois fatores de risco em cinco grupos cada, sendo construídas 25 carteiras. Na outra, as ações foram classificadas de acordo com os seis fatores de risco e alocadas em dois grupos cada, sendo formadas 32 carteiras de investimentos. Dentre os principais resultados está a significância estatística de todos os fatores de risco na maioria das 32 carteiras, com destaque para o prêmio de mercado, tamanho e o fator de risco macroeconômico; o poder explicativo da maioria das carteiras variou de 0,400 a 0,709, indicando que ainda há parte das variações dos retornos não explicada pelo modelo. / This dissertation aimed to analyze the use of a macroeconomic risk factor in Fama and French multifactorial models (1993, 2015) to provide a better explanation for the returns of assets in the Brazilian market. The Five-Factor model is seen as a new alternative to improve the explanation of the variations of portfolio returns in the market, from the inclusion of profitability and investment as new risk factors, adding to the factors size, book-to-market and premium of marketplace. A macroeconomic risk factor has also been introduced that relates the growth of corporate income to the growth of market GDP. The data on the financial statements and returns of the assets were extracted from Economática® software, using the interval from July 2008 to June 2015. Two simulations of investment portfolios were carried out, in one of them the shares were classified as according to two risk factors in five groups each, with 25 portfolios being built. In the other, the shares were classified according to the six risk factors and allocated in two groups each, being formed 32 investment portfolios. Among the main results is the statistical significance of all the risk factors in most of the 32 portfolios, highlighting the market premium, size and the macroeconomic risk factor; the explanatory power of most portfolios varied from 0.400 to 0.709, indicating that there are still some of the returns variations not explained by the model.
48

A questão do desequilibrio intertemporal do balanço de pagamentos brasileiro a partir da segunda metade dos anos 1990 : um exame do debate recente

Souza, Leonardo Antonio Onofre de 28 February 2002 (has links)
Orientador: Paulo Roberto Davidoff Chagas Cruz / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia / Made available in DSpace on 2018-08-02T10:17:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Souza_LeonardoAntonioOnofrede_M.pdf: 14546892 bytes, checksum: d2e09b76584b871acf9e87f810091314 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Esse trabalho tem como objetivo levantar e comentar as principais idéias e evidências do debate a respeito dos impactos dos influxos recentes de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) sobre a estrutura produtiva e as perspectivas do comércio exterior brasileiro no curto e médio prazos, identificando, ao final, certos argumentos e aspectos merecedores de uma atenção diferenciada, visando a uma melhor compreensão da questão da intertemporalidade do balanço de pagamentos no contexto do modelo econômico atual. Foram tratados cinco aspectos do debate: as discussões acerca do câmbio, da estratégia das empresas estrangeiras, da capacidade produtiva, da produtividade e dos investimentos em infra-estrutura. A análise desses pontos e das evidências a eles associadas procura apontar elemento desequilibrador que o ciclo recente de inversão externa tem introduzido nas contas externas brasileiras e a importância de se acompanhar a estratégia das filiais de empresas transnacionais aqui instaladas, a fim de se ter uma clareza maior quanto às possibilidades de mudança relevante no resultado do nosso comércio exterior, tanto no seu aspecto quantitativo quanto qualitativo / Abstract: The purpose of this work is to gather and comment on the main ideas and figures present in the debate about the impacts of the recent inflows of Foreign Direct Investment (FDI) on Brazilian production structure and on the prospects of its foreign trade in the short and medium run, identifying in the end certain arguments and aspects of this discussion that deserve a special attention in order to have a better comprehension of the risk of future disequilibrium in our balance of payments under the current economic model. Five aspects of the debate are considered: the exchange rate, the strategy of foreign companies, the production capacity, the productivity and the investments in infra-structure. The analysis of these points and of the figures related to them intends to show that the recent FDI cycle has introduced some potential imbalance in Brazilian external accounts. Besides this, it emphasizes the importance of following the strategy of the Brazilian subsidiaries of transnational corporations with the aim of having a more clear perspective of the possibilities of relevant quantitative and qualitative improvements in our foreign trade / Mestrado / Mestre em Ciências Econômicas
49

Custos de emissão de ações, endividamento e restrição financeira / Cost of equity issues, leverage and financial frictions.

Oliveira, Bruno Cals de 05 October 2015 (has links)
Este trabalho busca analisar a influência do endividamento e da restrição financeira das companhias nos seus custos de emissão em ofertas iniciais de ações (IPOs) e ofertas subsequentes de ações (SEOs). A metodologia utilizada baseou-se na análise de regressão múltipla e na análise de regressão com variáveis instrumentais em uma amostra de 106 observações para IPOs e 66 observações para SEOs. Os resultados indicam que, para IPOs, os custos de emissão de ações têm relação negativa com endividamento possivelmente em função do benefício econômico do endividamento. Já as empresas consideradas restritas financeiramente pagam mais caro para fazer seu IPO. Em SEOs, as comissões dos bancos de investimento só têm relação negativa com o endividamento até certo nível de alavancagem financeira. A partir de um determinado ponto os custos ficam maiores, indicando que empresas sobrealavancadas pagam maiores comissões para realização das ofertas. Empresas endividadas e restritas também pagam mais caro para realizar a SEO, indicando que empresas com estas características de fato podem demorar a ajustar sua estrutura de capital, conforme apontado por Leary e Roberts (2005) e por Longstaff e Strebulaev (2014). Os resultados são robustos quanto ao tratamento de endogenia das variáveis endividamento e custos de emissão de ações. / This study aims to analyze the influence of financial leverage and financial constraints on the issue costs of IPOs and SEOs. The analysis was made based on ordinary least square and instrumental variable regression of a sample of 106 observations for IPOs and 66 observations for SEOs. The results showed that for IPOs the cost of issuing equity had a negative relationship with leverage possibly due to tax shields. Constrained companies pay more to issue equity in IPOs. Financial leverage had a negative coefficient to explain investment banks commission in SEOs, but it happens only until certain level of leverage. Overleveraged companies pay higher commissions to issue equity in SEOs. Additionally, leveraged companies that are also considered financially constrained pay higher commissions. Thus, leveraged and constrained companies may spend more time to adjust their capital structure, as showed by Leary and Roberts (2005) and Longstaff and Strebulaev (2014). All results are robust for the endogeneity between leverage and equity issue costs.
50

Estimação da integração do mercado de renda variável brasileiro, um enfoque dinâmico

Castro, Guilherme Vilazante 06 August 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:16:58Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2001-08-06

Page generated in 0.1231 seconds