• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4208
  • 108
  • 108
  • 100
  • 96
  • 90
  • 38
  • 33
  • 28
  • 28
  • 18
  • 12
  • 10
  • 8
  • 7
  • Tagged with
  • 4357
  • 1676
  • 860
  • 761
  • 735
  • 643
  • 574
  • 540
  • 459
  • 426
  • 379
  • 376
  • 352
  • 348
  • 345
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

As virtudes do pecado: narrativas de mulheres a fazer a vida no centro da cidade / The virtues of the sin

Carvalho, Silvia Barbosa de January 2000 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:11:24Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 210.pdf: 1025033 bytes, checksum: 3b3cb9ddb1927b0d10ff2c2ee4b2a713 (MD5) Previous issue date: 2000 / Propöe um diálogo com as profissionais do sexo da Praça Tiradentes, área central da cidade do Rio de Janeiro. Foram realizadas cinco entrevistas com as mulheres, com o objetivo de abordar seus pontos de vista sobre a vida e o viver, e de eselecer relaçöes, diálogos entre espaço e sujeito. Baseada nos ensinamentos da psicanálise, e nas diferentes abordagens do universo da prostituiçäo, esta pesquisa busca proporcionar uma outra visäo sobre a dimensäo individual da prostituiçäo, segundo a qual a pessoa pode escolher seu modo de viver, é um sujeito, tem desejos e está incluída em um contexto histórico e social. Assim, as causas econômicas näo seriam as únicas explicaçöes para o trabalho sexual. Através da construçäo de fontes orais, o estudo realiza uma leitura das narrativas que apontam para a diversidade dos sujeitos, no intuito de abrir um caminho que leve à valorizaçäo do sujeito no âmbito da saúde coletiva.
12

A submissão da mulher : um estudo em psicanalise sobre os (des) caminhos do desejo

Silva, Maria Escolástica Álvares da 13 July 2018 (has links)
Orientador: Augusto João Crema Novaski / Dissertação (mestrado)-Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-07-13T20:35:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_MariaEscolasticaAlvaresda_M.pdf: 9295638 bytes, checksum: b98b45b67836b6300e73d8e187f533e9 (MD5) Previous issue date: 1987 / Mestrado
13

Proposta de método quantitativo para a distribuição dos melasmas em mulheres

Ponzio, Humberto Antonio Salomon January 2005 (has links)
O melasma é uma hipermelanose adquirida que incide, predominantemente, na face e em mulheres. Pode estar associado à gravidez e ao uso de anticoncepcionais orais, porém a maior parte dos casos é de etiologia desconhecida, e todos são exacerbados pela exposição às radiações solares. Pelos níveis de concentração de melanina à histopatologia, os melasmas têm sido classificados em epidérmicos mistos e dérmicos e, pela topografia de suas lesões, em centrais e periféricos. OBJETIVOS A partir de uma série histórica de melasmas em mulheres, selecionados no arquivo do Setor de Anatomia Patológica do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul na Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, desenhou-se um estudo transversal, com o objetivo de distribuí-los, pela quantidade dos depósitos dérmicos de melanina, propondo um método quantitativo para classificá-los. MATERIAL E MÉTODO Os dados de 50 casos de mulheres portadoras de melasma, clinica e histopatologicamente comprovados foram analisados quanto às variáveis: idade; cor da pele; tempo de evolução do melasma; idade de ocorrência da menarca; número de gestações concebidas e a termo; irregularidade dos ciclos menstruais; uso de contraceptivos orais; fator causal atribuível, e as classificações topográfica e sob a lâmpada de Wood, comparando-as com a classificação histopatológica e pela quantidade de melanina na derme (ICDM). RESULTADOS Pela classificação histopatológica foram observados 58% de melasmas epidérmicos, 24% de mistos e 18% de dérmicos; pela topografia, 82% eram centrais; à lâmpada de Wood, 60% correspondeu aos epidérmicos, 20% aos mistos e 20% aos dérmicos. A distribuição dos casos pelo ICDM mostrou comportamento unicaudal, com discreta tendência bimodal. Ao comparar os tipos de melasma, classificados pela histopatologia, foi observada diferença apenas quanto ao uso de anticoncepcionais orais que foi mais freqüente entre os melasmas dérmicos. Foi identificada correlação moderada entre a idade e o ICDM e entre o número de gestações e o ICDM. Há uma forte correlação positiva entre o ICDM e a classificação histopatológica (rSpearman = 0,571; P = 0,000) e foi demonstrado que nem a classificação histopatológica ( 2 = 3,9 , P = 0,46; rSpearman= 0,001 , P = 0,99), nem a distribuição pelo ICDM (ANOVA (F) = 0,6, P =0,57; rSpearman = 0,02 , P = 0,93) estão correlacionados com a classificação pela lâmpada de Wood. CONCLUSÕES É possível a determinação, em casos de melasmas femininos, de um índice que traduza a quantidade e o tamanho dos depósitos de melanina na derme que, neste estudo, foi denominado índice de concentração dérmica de melanina (ICDM). Essa distribuição, por ser quantitativa, apresenta melhor desempenho para correlacionar os tipos de melasma. Não há correlação entre a classificação pela lâmpada de Wood com as classificações histopatológica e pelo ICDM, mostrando que seus resultados são aleatórios.
14

Madames, mademoiselles, melindrosas : "feminino" e modernidade na revista Fon-Fon (1907-1914)

Macena, Fabiana Francisca January 2010 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2010. / Submitted by Fernanda Weschenfelder (nandaweschenfelder@gmail.com) on 2010-11-12T16:32:13Z No. of bitstreams: 1 2010_FabianaFranciscaMacena.pdf: 1413268 bytes, checksum: 92d82f989217b78872c1b935acefff87 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-11-18T23:54:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_FabianaFranciscaMacena.pdf: 1413268 bytes, checksum: 92d82f989217b78872c1b935acefff87 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-11-18T23:54:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_FabianaFranciscaMacena.pdf: 1413268 bytes, checksum: 92d82f989217b78872c1b935acefff87 (MD5) / Essa dissertação tem como objeto de estudo a construção da modernidade e do feminino na cidade do Rio de Janeiro no contexto da Belle Époque (1907-1914) nas páginas da revista Fon-Fon, publicação do início do século XX, reconhecida como semanário sintonizado com os novos tempos da modernidade carioca. Nosso objetivo foi o de investigar como se construiu a modernidade e o feminino na análise das imagens, representações e significações veiculadas pela Fon-Fon. Procuramos evidenciar os modos como os autores de diversas seções da revista representaram e significaram a modernização e o feminino, como eles fizeram sua leitura e, ao mesmo tempo, como ensinaram o/a leitor/a a ler/interpretar tais construtos. A pesquisa de seus textos revelounos que, além da modernidade, o periódico operou também na construção discursiva do gênero naquela sociedade em processo de modernização. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This research aimed to analyze how the modernity and the feminine were built in the context of Belle Époque (1907-1914), in the city of Rio de Janeiro, according to Fon- Fon which was a weekly magazine, published in the beginning of the 20th century and recognized as a way to be updated on the Carioca's society. Our intention was to investigate how the modernity and the feminine was built through the analysis of images, representations and meanings broadcasted by Fon-Fon. We tryed to show the way that the authors, from differents sections of the magazine, represented the modernization and the feminine, how they did their readings and, at the same time, how they taught the readers to read and interpret those concepts. The results highlight that, besides the modernity, the magazine also worked in the discursive construction of gender in that society which was passing through a modernization process.
15

Cuba : estratégias de sobrevivência de mulheres negras (século XX)

Baró, Dionisio Lázaro Poey 18 May 2009 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de História, 2009. / Submitted by Washington da Silva Chagas (washington@bce.unb.br) on 2011-03-18T15:43:48Z No. of bitstreams: 1 2009_DionisioLazaroPoeyBaro.pdf: 1034263 bytes, checksum: 63983836cfa9cae635ee3e6a6c25a08f (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2011-03-18T23:34:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_DionisioLazaroPoeyBaro.pdf: 1034263 bytes, checksum: 63983836cfa9cae635ee3e6a6c25a08f (MD5) / Made available in DSpace on 2011-03-18T23:34:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_DionisioLazaroPoeyBaro.pdf: 1034263 bytes, checksum: 63983836cfa9cae635ee3e6a6c25a08f (MD5) / Em 1886 o governo espanhol aboliu a escravidão em Cuba. Entre 1895 e 1898 teve lugar uma cruenta guerra pela independência na qual a população negra participou ativamente esperando conseguir, na futura República, o fim da discriminação e o reconhecimento dos seus direitos cidadãos. Em 1902 foi inaugurada a República, mas o negro continuou sendo discriminado. Nesse mesmo ano nasce Maria de los Reyes Castillo, “Reyita” (1902 –1997), quem relatará para sua filha fatos importantes da sua vida, que serão publicados, em 1997, no livro Reyita simplemente. Neste trabalho são analisadas as estratégias de sobrevivência que a protagonista do livro e, por extensão, as mulheres e as famílias negras pobres cubanas adotaram para fazer frente às dificuldades que a discriminação racial e a pobreza lhes impunham. Analisa-se também a relação entre essas estratégias e a realidade social e política do país ao longo do século XX, assim como as lutas da população negra contra a discriminação racial. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / In 1886, the Spanish government abolished slavery in Cuba. Between 1895 and 1898 a bloody independence war issued in the country, in which Black population participated actively, hoping to reach, in the future republic, the end of discrimination and the acknowledgement of their citizen rights. In 1902 the Cuban Republic was declared, but the Black population continued to be discriminated.In that very same year was born Maria de los Reyes Castillo, „Reyita‟ (1902-1997), who related to her daughter crucial facts about her life, wich would be published in 1997, n the book Reyita Simplemente. This thesis analyses strategies of survival adopted by the protagonist of the book – and, by extension, women from poor Black Cuban families – to face the difficulties created by racial discrimination and poverty. It also analyses the relation between these strategies and the social and political reality of the country during the 20th century, as well as the efforts of black population against racial discrimination.
16

O talento em uma perspectiva feminina : características individuais e familiares de pesquisadoras de destaque no Brasil

Prado, Renata Muniz 06 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2010. / Submitted by Luanna Maia (luanna@bce.unb.br) on 2011-06-03T12:38:09Z No. of bitstreams: 1 2010_RenataMunizPrado.pdf: 636917 bytes, checksum: 34b9fad3d03b8cf9e7083adf8c60425b (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2011-06-03T12:38:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_RenataMunizPrado.pdf: 636917 bytes, checksum: 34b9fad3d03b8cf9e7083adf8c60425b (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-03T12:38:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_RenataMunizPrado.pdf: 636917 bytes, checksum: 34b9fad3d03b8cf9e7083adf8c60425b (MD5) / A crescente participação feminina no ambiente acadêmico e científico trouxe contribuições significativas ao estudo do talento. Pesquisadores da área têm destacado a influência de forças sociais e culturais no desempenho de mulheres adultas, limitando e até impedindo uma performance de destaque. Um exemplo é a subrepresentação feminina entre os pesquisadores do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico enquadrados na categoria mais alta da classificação dessa agência (1A). Em virtude disso, a presente pesquisa teve como objetivo identificar as características individuais e familiares de pesquisadoras de destaque no Brasil. O estudo investigou o perfil das pesquisadoras, os fatores promotores e inibidores do desenvolvimento do seu potencial ao longo de sua trajetória profissional, bem como características familiares e o impacto do seu talento na dinâmica familiar. Foram adotados os pressupostos teóricos do Modelo de Realização do Talento em Mulheres. A pesquisa ocorreu em duas etapas. Participaram da primeira 111 pesquisadoras 1A do CNPq, em seguida foram sorteadas aleatoriamente 8 pesquisadoras para compor a segunda etapa. Foram utilizados três instrumentos na coleta de dados: questionário sociodemográfico, análise documental e entrevista semiestruturada. Os resultados indicaram a predominância das pesquisadoras na região sudeste do Brasil, em instituições públicas e nas seguintes áreas: Ciências Humanas, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde. Quanto às características pessoais, as mais mencionadas foram prazer na realização das tarefas e dedicação. Esse estudo verificou que a dedicação à carreira profissional é superior à devotada às áreas pessoal, familiar e social das participantes. Isso pode indicar tanto envolvimento afetivo com o trabalho realizado quanto sobrecarga gerada por ele. O excesso de demanda de trabalho, a estrutura e condições para realização da atividade científica brasileira foram destacadas pelas pesquisadoras como fatores inibidores. A existência de conflitos para conciliar carreira e vida familiar foram apontados muitas vezes em decorrência da presença de estereótipos de gênero, tanto na divisão de tarefas domésticas quanto na existência de preconceitos no ambiente profissional. O impacto do talento e sucesso profissional das participantes foi positivo em relação aos filhos e negativo no subsistema conjugal. Esse estudo teve um caráter exploratório, propiciando informações úteis para o desenvolvimento de pesquisas no Brasil na área de talento, família e relações de gênero em uma perspectiva do desenvolvimento humano adulto. Seus resultados oferecem subsídios para elaboração e implementação de programas e serviços de atendimento a crianças e adolescentes talentosas e suas famílias, bem como de políticas públicas dirigidas à mulher que trabalha, em especial àquelas em início da carreira acadêmica. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The increasing feminine participation in the academic and scientific environment has brought significant contributions to the study of talent. Researchers in the area have pointed out the influence of social and cultural forces in the performance of adult women, limiting and preventing an outstanding performance. An example is the feminine underrepresentation among researchers of the National Council for Scientific and Technological Development (CNPq) within the highest category of this agency’s classification (1A). In virtue of this, the present study aimed to identify the individual and family characteristics of prominent researchers in Brazil. The study investigated the researchers’ profiles, promoting and inhibiting factors to the development of potential throughout their professional trajectories, as well as family characteristics and the impact of their talent in the family dynamics. The theoretical assumptions of the Model of Talent Realization in Women were adopted. The research occurred in two stages. In the first, 111 1A researchers from CNPq participated in the study. Then, 8 researchers were selected at random to compose the second stage. Three instruments were selected for the collection of data: a sociodemographic questionnaire, documental analysis and a semi structured interview. The results indicated the predominance of women researchers in the southeast region of Brazil, in public institutions and in the following areas: Humanities, Biological Sciences and Health Sciences. As for personal characteristics, the most frequent ones were pleasure in the accomplishment of tasks and dedication. This study verified that dedication to the professional career is superior to the devotion of participant’s in the personal, family, and social areas. This may indicate both emotional involvement with work, as well as the overload it generates. The excess of work demand, the structure and conditions for the accomplishment of Brazilian scientific work were pointed out by researchers as inhibiting factors. The existence of conflicts to conciliate career and family life were frequently pointed as a result of gender stereotypes presence, both in the division of domestic tasks, as well as the existence of prejudice in the professional environment. The impact of participant’s talent and professional success was positive in relation to children, but negative in the marital subsystem. This study had an exploratory character, providing useful information to the development of research in Brazil in the area of talent, family and gender relationships in the perspective of the adult human development. The results offer subsidies to the elaboration and implementation of programs and services to talented children and adolescents and their families, as well as of public policies headed to the women who work, in special, to those beginning their academic careers.
17

O perfil da mulher empreendedora e da sua formação :estudo em agências de propaganda catarinenses /

Iahnig, Alvaro Paulo, Hoeltgebaum, Marianne, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Administração. January 2009 (has links) (PDF)
Orientador: Marianne Hoeltgebaum. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração.
18

Para além do sufragismo : a contribuição de Júlia Lopes de Almeida à história do feminismo no Brasil (1892-1934) /

Costruba, Deivid Aparecido. January 2017 (has links)
Orientadora: Zélia Lopes da Silva / Banca: Tânia Regina de Luca / Banca: Lídia Maria Vianna Possas / Banca: Roseli Terezinha Boschilia / Banca: Priscila David / Resumo: O objetivo desta pesquisa é analisar a trajetória feminista de Júlia Lopes de Almeida no complexo cenário de luta pela emancipação da mulher, na virada do século XIX até o início da década de 1930. A escritora, não raro, foi caracterizada pela cordialidade e afabilidade de suas posturas, ao julgar pela sua atitude de não confronto ao status quo. Por pertencer a um grupo de mulheres letradas e ricas, na condição de filhas, esposas, mães de homens poderosos, que integravam altas esferas políticas, conquistou crescente aceitação e reconhecimento social, ensejo dedicado a alargar e tencionar os limites do feminino, radicalizando seu pensamento e atitudes de maneira progressiva. A trajetória de manifestações dessas mulheres de elite, entretanto, originou-se na década de 1830. No decorrer de tal século, de ações isoladas de diferentes protagonistas ou grupo de mulheres que reivindicaram o direito à instrução e ao trabalho, passou-se no século seguinte à criação de instituições que acarretaram, em meio a ações de um novo tipo de filantropia a um incipiente e organizado movimento feminista. Este contou com a liderança de figuras que marcaram a cena política e cultural do país. Neste cenário de luta pela independência, pelo trabalho, pelo divórcio e pelo sufrágio feminino, pode-se destacar a escritora Júlia Lopes de Almeida (1862-1934), que fazia parte de um grupo que se empenhou pelo ―progresso‖ da mulher brasileira. Cabe destacar, que outra vertente do movimento contava com mulheres... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The objective of this research is to analyze the feminist trajectory of Júlia Lopes de Almeida in the complex scenario of the struggle for the emancipation of women, in the turn of the nineteenth century until the beginning of the 1930s. The writer was often characterized by the cordiality and affability of their positions, judging by their attitude of non-confrontation with the status quo. Because they belonged to a group of literate and wealthy women, as daughters, wives, mothers of powerful men, who integrated high political spheres, they gained increasing acceptance and social recognition, an opportunity dedicated to extending and intending the limits of the feminine, radicalizing their thinking and attitudes in a progressive way. The trajectory of manifestations of these elite women, however, originated in the 1830s. In the course of that century, of isolated actions of different protagonists or group of women who demanded the right to education and to work, it happened in the century following the creation of institutions that entailed, in the midst of actions of a new type of philanthropy in which they were involved, in an incipient and organized feminist movement. This one counted on the leadership of figures who marked the political and cultural scene of the country. In this scenario of struggle for independence, work, divorce and female suffrage, we can highlight the writer Júlia Lopes de Almeida (1862-1934), who was part of a group that worked for the "progress" of... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
19

Trajetórias de mulheres com deficiência: do ensino superior ao mercado de trabalho sob o olhar do gênero

Vitório, Janaína Damásio January 2017 (has links)
Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Desenvolvimento Socioeconômico. / Este estudo se refere a uma dissertação do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, que tem como objetivo analisar o processo de inserção e permanência das mulheres com deficiência no ensino superior e no mercado de trabalho, egressas dos cursos de Graduação da UNESC no período de 2006 a 2014, na perspectiva de gênero. Por muitas décadas a educação foi marcada por um processo de exclusão, desrespeitando o indivíduo na sua singularidade tendo como um dos principais alvos a pessoa com deficiência compreendida dentro do modelo biomédico, que buscava possibilitar a inserção desses sujeitos com vistas a sua funcionalidade. No caso das mulheres deficientes o problema se agrava, pois, são duplamente marginalizadas em função da sobreposição de dois marcadores sociais: gênero e deficiência. Esta pesquisa, de cunho qualitativo, analisou a trajetória destas mulheres, por meio de entrevistas semiestruturadas, tendo como critério de escolha os cursos por áreas do CNPq e os tipos de deficiência. As entrevistas foram analisadas à luz de autores/as que discutem gênero, divisão sexual do trabalho, mulheres com deficiência, educação feminina e acesso da mulher à educação. Em relação a questão de gênero foram privilegiadas as reflexões apresentadas por Beauvoir (1980), Butter (2003), Pedro (2005), Saffioti (2013). Já no que se refere à divisão sexual do trabalho. Yannoulas (2013), Hirata e Kergoat (2007), Saffioti (2013) e Lobo (1991). Sobre a educação feminina tendo como autoras Almeida (1998), Barroso e Mello (1975) e Louro (2004). Para mostrar o acesso da mulher à educação trouxe o cenário com base nas reflexões de Rago (1997), Ribeiro (2001) e Veiga (2000). E para apresentar o contexto das mulheres com deficiência Dantas (2013), Perrot (1988), Mello e Nuernberg (2012), Pérez (2004). No tocante às características das deficiências, é aparente como elas, em muitos casos, se apresentam determinantes no modo como as mulheres foram tratadas durante a graduação e no cotidiano do seu trabalho. Como o acesso ao mercado de trabalho formal chegou apenas recentemente às pessoas com deficiência, as mulheres, ainda que com ensino superior, têm que lidar com dificuldades diversas, ligadas as suas deficiências e associadas à área na qual buscam trabalhar.
20

Vida de mulher: gênero, pobreza, saúde mental e resiliência

Couto-Oliveira, Verusca 10 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2007. / Submitted by Rebeca Araujo Mendes (bekinhamendes@gmail.com) on 2009-12-22T22:00:35Z No. of bitstreams: 1 22007_VeruscaCoutodeOliveira.pdf: 910779 bytes, checksum: e16f6043926c03e77626c2ab4d1f4ef2 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2009-12-22T23:13:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 22007_VeruscaCoutodeOliveira.pdf: 910779 bytes, checksum: e16f6043926c03e77626c2ab4d1f4ef2 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-22T23:13:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 22007_VeruscaCoutodeOliveira.pdf: 910779 bytes, checksum: e16f6043926c03e77626c2ab4d1f4ef2 (MD5) Previous issue date: 2007-10 / Este trabalho consistiu em um estudo exploratório das interações entre gênero, pobreza, saúde mental e resiliência. Os objetivos específicos foram: 1) conhecer dimensões das experiências de vida de mulheres pobres, a partir de seu ponto-de-vista; 2) identificar fatores de risco para o adoecimento mental; 3) identificar fatores de proteção; e 4) identificar estratégias de enfrentamento indicadoras de resiliência, ou seja, relacionadas à manutenção da saúde psíquica em contextos adversos. Participaram deste estudo de caso múltiplo 5 mulheres pobres residentes em uma das comunidades mais carentes do Distrito Federal. A coleta de dados foi feita por meio de entrevista semi-estruturada. As entrevistas foram gravadas, transcritas e submetidas à análise de conteúdo. Categorias e temas serviram de base para as reflexões geradas. O cotidiano de mulheres pobres é permeado por dificuldades que afetam todas as áreas de sua vida. A pobreza, a sobrecarga de trabalho e a violência foram identificadas como os principais fatores de risco para a saúde física e mental das 5 mulheres pobres entrevistadas neste estudo. Neste contexto identificamos a presença de alguns sintomas depressivos e de ansiedade, tais como choro constante, angústia e medo, relacionados aos fatores de risco. Dentre os fatores de proteção destacaram-se as redes de apoio dentro da família e no meio social, a espiritualidade e a atitude positiva diante da vida. As estratégias de enfrentamento utilizadas pelas mulheres são desdobramentos destes fatores de proteção. Assim, a construção e o acesso de redes sociais de apoio, a busca da espiritualidade e uma atitude positiva diante das adversidades constituíram importantes estratégias de enfrentamento. A interação entre estes fatores de risco, fatores de proteção e estratégias de enfrentamento criou as condições para a superação dos eventos adversos e o restabelecimento do desenvolvimento saudável. Todas as participantes apresentaram resiliência diante de crises sofridas. Entendemos que a capacidade de superação de eventos adversos e de manutenção da saúde mental são elementos fundamentais para a sobrevivência da família e para a construção da cidadania de mulheres pobres. A compreensão da interação entre gênero, pobreza, saúde mental e resiliência fornece informações e recursos para o desenvolvimento de intervenções clínicas e de políticas públicas que visem o atendimento das necessidades em saúde mental de mulheres pobres. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This was an exploratory research on the interactions between gender, poverty, mental health and resilience. The objectives of the study were: 1) to learn about dimensions of the life experiences of impoverished women from their perspective and voice; 2) to identify risk factors that threatens these women’s mental health; 3) to identify protective factors in their lives; and 4) to identify coping strategies that can be related to the presence of resilience and the maintenance of mental health in adverse contexts. Five women from one of the most impoverished areas of the Federal District participated in this multiple case study. Semi-structured interviews were used as the data collection strategy. The interviews were taped, transcribed and analyzed using content analysis. Categories and themes provided the basis for the elaboration of the considerations that followed. Many types of difficulties permeate the lives of impoverish women. Poverty, work-overload and violence are the most important risk factors present in the environment that threaten the physical and mental health of the 5 women interviewed. We detected the presence of depressive symptoms and anxiety, such as constant crying, anguish and fear, related to these risk factors. Family and environment social networks, spirituality and a positive attitude towards life were the most important protective factors revealed by the women’s narratives. These factors served as the basis for the coping strategies developed by the women. Therefore, the construction of and the access to social networks, the search for spiritual support and the maintenance of a positive attitude toward adversities constituted the main coping strategies used. The interaction between risk factors, protective factors and coping strategies created the conditions needed to overcome adversity and to reestablish a healthy developmental process. All of the participants showed to be resilient in face of crises. We understand that the ability to overcome adverse life events and to maintain mental health are essential elements for the survival of the family and for the construction of the citizenship of impoverished women. The understanding of the interaction between gender, poverty, mental health and resilience provide us with information and resources to develop clinical interventions as well as public policies geared toward dealing with the challenges of impoverished women’s mental health.

Page generated in 0.0726 seconds