• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 7
  • Tagged with
  • 7
  • 7
  • 7
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Jovens e adultos : autores de suas próprias palavras

Souza, Jaqueline Silva de. 2014 (has links)
Orientador: Laura Noemi Chaluh Banca: Guilherme do Val Toledo Prado Banca: Maria Rosa Rodrigues Martins de Camargo Resumo: Esta pesquisa tem como principal objetivo compreender a formação de sujeitos escritores e a constituição da autoria, a partir de uma série de atividades realizadas durante um semestre letivo, nas aulas de Língua Portuguesa de uma escola de Ensino Fundamental da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Campinas-SP. A turma que participou desta pesquisa foi um 4º Termo, uma turma do Segundo Segmento do EJA, que equivale ao 9º Ano do Ensino Fundamental II. O interesse por esta temática surgiu primeiramente por compreender a necessidade de os alunos serem partícipes das atividades escolares estabelecendo relações entre os seus saberes com os temas abordados durantes as aulas. Assim, partimos da ideia de compor um jornal, o que foi abrindo possibilidades para a escrita de diversos gêneros textuais (BAKTHIN, 1997) e diversas reflexões. Essa ideia serviu de base para desencadear grande parte das atividades da pesquisa, que foi inspirada no conceito de pesquisa-ação colaborativa (ELLIOTT, 1998; STENHOUSE, 2008; FIORENTINI, 2008) em parceria com a professora de Língua Portuguesa da referida escola. Os dados também foram produzidos a partir de um diário de campo da pesquisadora e diários pessoais escritos pelos alunos participantes desta pesquisa. Por fim, a análise dos dados foi realizada a partir do paradigma indiciário (GINZBURG, 1989) Abstract: This research aims to understand the formation of writer subjects and the authorship formation according to a series of activities conducted during one semester of Portuguese classes in a school of Elementary Education of Youth and Adults (EJA) in Campinas-SP. The group of students that participated in this survey was a 4th term, a group of Second Segment of the EJA, which is equal to 9th Grade of Elementary Education II. The interest in this subject arose first by understanding the need for students to be participants in school activities by establishing links between their knowledge and the topics discussed during the classes. Thus, we started from the idea of composing a newspaper, which gave us possibilities to write several genres (BAKTHIN, 1997) and several reflections. This idea was the basis for initiating the major part of the research, which was inspired by the idea of collaborative action research (ELLIOTT, 1998; STENHOUSE, 2008; FIORENTINI, 2008) in partnership with the Portuguese teacher of that school. The data were also produced from the researcher personal journal and personal diaries written by students who participated in this research. Finally, the data analysis was performed from the evidential paradigm (GINZBURG, 1989) Mestre
2

Jovens e adultos: autores de suas próprias palavras

Souza, Jaqueline Silva de [UNESP] 18 August 2014 (has links)
This research aims to understand the formation of writer subjects and the authorship formation according to a series of activities conducted during one semester of Portuguese classes in a school of Elementary Education of Youth and Adults (EJA) in Campinas-SP. The group of students that participated in this survey was a 4th term, a group of Second Segment of the EJA, which is equal to 9th Grade of Elementary Education II. The interest in this subject arose first by understanding the need for students to be participants in school activities by establishing links between their knowledge and the topics discussed during the classes. Thus, we started from the idea of composing a newspaper, which gave us possibilities to write several genres (BAKTHIN, 1997) and several reflections. This idea was the basis for initiating the major part of the research, which was inspired by the idea of collaborative action research (ELLIOTT, 1998; STENHOUSE, 2008; FIORENTINI, 2008) in partnership with the Portuguese teacher of that school. The data were also produced from the researcher personal journal and personal diaries written by students who participated in this research. Finally, the data analysis was performed from the evidential paradigm (GINZBURG, 1989) Esta pesquisa tem como principal objetivo compreender a formação de sujeitos escritores e a constituição da autoria, a partir de uma série de atividades realizadas durante um semestre letivo, nas aulas de Língua Portuguesa de uma escola de Ensino Fundamental da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Campinas-SP. A turma que participou desta pesquisa foi um 4º Termo, uma turma do Segundo Segmento do EJA, que equivale ao 9º Ano do Ensino Fundamental II. O interesse por esta temática surgiu primeiramente por compreender a necessidade de os alunos serem partícipes das atividades escolares estabelecendo relações entre os seus saberes com os temas abordados durantes as aulas. Assim, partimos da ideia de compor um jornal, o que foi abrindo possibilidades para a escrita de diversos gêneros textuais (BAKTHIN, 1997) e diversas reflexões. Essa ideia serviu de base para desencadear grande parte das atividades da pesquisa, que foi inspirada no conceito de pesquisa-ação colaborativa (ELLIOTT, 1998; STENHOUSE, 2008; FIORENTINI, 2008) em parceria com a professora de Língua Portuguesa da referida escola. Os dados também foram produzidos a partir de um diário de campo da pesquisadora e diários pessoais escritos pelos alunos participantes desta pesquisa. Por fim, a análise dos dados foi realizada a partir do paradigma indiciário (GINZBURG, 1989)
3

Verbo "dizer" : flagrantes de não-neutralidade na notícia

Scadelai, Érica Fernanda. 2003 (has links)
Orientador: Manoel Luiz Gonçalves Corrêa Banca: Maria Augusta Bastos de Mattos Banca: Arnaldo Franco Júnior Resumo: Este trabalho estuda o verbo "dizer" como explicitador de atos de fala em notícias de jornal. No meio jornalístico, defende-se comumente que o verbo "dizer" utilizado na classificação de falas de entrevistados na notícia é, em grande medida, neutro, ou seja, não sinaliza - ou sinaliza muito pouco - uma interpretação dessas falas ao classificá-las. A discussão empreendida por este trabalho parte da consideração do verbo "dizer" como constituinte do procedimento de integração do discurso citado no discurso citante. Questionase, pois, a neutralidade do verbo "dizer", mais pela abordagem lingüística da relação entre discurso citado/discurso citante do que pela discussão, já bastante conhecida, da neutralidade da prática jornalística. Para este estudo, foi utilizada a teoria dos atos de fala, de Austin, que defende que o sentido não está apenas nas palavras (no verbo, no caso), mas também nas circunstâncias que envolvem o seu uso. No que se refere às circunstâncias propriamente lingüísticas de integração desse verbo no processo de citação, foram utilizadas as noções de dialogia, de discurso de outrem e de gêneros do discurso (Bakhtin); de heterogeneidade(s) enunciativa(s) (Authier-Revuz) e de comentário (Foucault), por meio das quais procurou-se entender a complexidade enunciativa das formas de citação, que inclui as relações entre: discurso citado/discurso citante; fala do jornalista/fala da fonte (um entrevistado ou uma fonte de natureza institucional) citadas em discurso direto ou indireto, resultando num compósito de vozes; formas de citação/gênero "notícia"; formas clássicas de citação/comentário (este último aparecendo também como forma de citação, já que é um modo de redizer o discurso de outrem, que, além de o reformular, busca legitimar uma interpretação para ele)... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: This work studies the verb "to say" as a specifier of speaking acts in the news of a newspaper. In the journalistic means, it is commonly defended that the verb "to say" used to classifify the lines of interviewed people in the news is, "in a great measure", "neutral", or in other words, it doesnþt signal - or it signals very little - an interpretation of these lines when classifying them. The discussion undertaken by this work starts from the consideration of the verb "to say" as constituent of the integragion procedure of the speech cited in the citing speech. Therefore, it is questioned the "neutrality" of the verb "to say", more from the linguistic approach of the relation between cited/citing speech than from the discussion of the "neutrality" of the journalistic practice, already sufficiently known. For this study, the theory of the acts of speeches, of Austin, has been used and it defends that the meaning is not only in the words (in the verbal form, in this case), but also in the circumstances that involve its use. As for the properly linguistic circumstances of integration of this verb in the citation process, the cognition of "dialogia", of other people speech and of sorts of the speech (Bakhtin); of enunciative heterogeneity(ies) (Authier-Revuz) and of commentary (Foucault) had been used, through which they tried to understand the enunciative complexity of the citation forms, that includes the relations between: cited/citing speech; the jornalist line/the source line (one interviewed or one source of institucional nature) cited in direct or indirect speech, resulting in a "compósitorio" of voices; citation/sort of news forms; classic forms of citation/comentary (this last one also appearing as citation form, since it is a way of retelling the speech of someone else, that searches to legitimize an interpretation for it beyond reformulating it)... (Complete abstract, click electronic address below) Mestre
4

Análise discursiva de editoriais do jornal Meio Norte, do Estado do Piauí: a construção de imagens e as emoções suscitáveis através da argumentação

Joao Benvindo de Moura 31 July 2012 (has links)
O objetivo deste trabalho é analisar as principais estratégias argumentativas veiculadas através dos discursos contidos nos editoriais do jornal Meio Norte, do estado do Piauí, no período de 2007 a 2010. Buscamos, com isso, desvelar a construção dos diversos ethé projetados por esse veículo de comunicação e sua vinculação com o governo do estado, além de observar os efeitos patêmicos produzidos através do logos. Ao mesmo tempo, procuramos compreender as facetas do discurso de opinião no jornalismo impresso piauiense explicitando, no contato entre os interlocutores, a imposição dos enunciadores e suas formas de sensibilizar seu público alvo e produzir emoções, no intuito de engendrar sentidos, espaços e poderes na sociedade piauiense. Nossa base teórica partiu da Teoria Semiolinguística de Charaudeau (1983, 1992, 2009) e da Análise Argumentativa do Discurso proposta por Amossy (2006), tendo ainda como suporte a Retórica de Aristóteles (1998) e as contribuições de Maingueneau (1997, 2004), Bakhtin (1988, 2003), dentre outros. No campo metodológico, nossa investigação possui um cunho essencialmente qualitativo e interpretativo. A análise indicou que o jornal Meio Norte articula um projeto de fala regido por normas contratuais de linguagem que é colocado em prática por um editorialista com o objetivo de atingir e agradar, ao mesmo tempo, seus leitores, o governo do estado e a sociedade piauiense. Para tanto, produz uma encenação discursiva a partir de um logos que permite a construção de imagens (ethé) de credibilidade e identificação utilizando, ainda, como artifício, a tentativa de emocionar (pathos) o seu auditório. Esta tese possui, portanto, a intenção de explicitar o caráter ideológico dos discursos midiáticos, contribuindo, assim, para uma prática de leitura crítica e contextualizada. This work aims at examining the main argumentative strategies issued in the discourses conveyed in editorials published in the newspaper Meio Norte, from the state of Piauí, from 2007 to 2010. Our purpose is to unveil the construction of the various ethé projected by this means of communication and its bonding to the State Government, and to observe the emotional effects produced through its logos. We also aim at understanding the opinion discourse facets in printed journalism from Piauí, demonstrating, in the contact among interlocutors, the enunciators imposition and their ways of sensitizing the target audience in order to engender meaning, space and power in the society from Piauí. Our theoretical framework is based on the Semiolinguistics Theory by Charaudeau (1983, 1992, 2009) and on the Discourse Argumentative Analysis proposed by Amossy (2006), and also with the support of Aristotles Rhetoric (1998) and the contributions of Maingueneau (1997, 2004), and Bakhtin (1988, 2003), among others. In the methodological area, our research is essentially qualitative and interpretive. The analysis pointed out that the newspaper Meio Norte articulates a speech project ruled by contractual norms of language practiced by an editor in order to target and please, at the same time, readers, the State Government, and the society as a whole. For that, it produces a discursive enactment from a logos that allows the construction of credibility and identification images (ethé) using, as an artifice, an attempt to sensitize (pathos) its audience. This thesis has, therefore, the intention of demonstrating the ideological character of media discourses, contributing to a practice of contextualized and critical reading.
5

Verbo dizer: flagrantes de não-neutralidade na notícia

Scadelai, Érica Fernanda [UNESP] 4 December 2003 (has links)
Este trabalho estuda o verbo dizer como explicitador de atos de fala em notícias de jornal. No meio jornalístico, defende-se comumente que o verbo dizer utilizado na classificação de falas de entrevistados na notícia é, em grande medida, neutro, ou seja, não sinaliza - ou sinaliza muito pouco - uma interpretação dessas falas ao classificá-las. A discussão empreendida por este trabalho parte da consideração do verbo dizer como constituinte do procedimento de integração do discurso citado no discurso citante. Questionase, pois, a neutralidade do verbo dizer, mais pela abordagem lingüística da relação entre discurso citado/discurso citante do que pela discussão, já bastante conhecida, da neutralidade da prática jornalística. Para este estudo, foi utilizada a teoria dos atos de fala, de Austin, que defende que o sentido não está apenas nas palavras (no verbo, no caso), mas também nas circunstâncias que envolvem o seu uso. No que se refere às circunstâncias propriamente lingüísticas de integração desse verbo no processo de citação, foram utilizadas as noções de dialogia, de discurso de outrem e de gêneros do discurso (Bakhtin); de heterogeneidade(s) enunciativa(s) (Authier-Revuz) e de comentário (Foucault), por meio das quais procurou-se entender a complexidade enunciativa das formas de citação, que inclui as relações entre: discurso citado/discurso citante; fala do jornalista/fala da fonte (um entrevistado ou uma fonte de natureza institucional) citadas em discurso direto ou indireto, resultando num compósito de vozes; formas de citação/gênero notícia; formas clássicas de citação/comentário (este último aparecendo também como forma de citação, já que é um modo de redizer o discurso de outrem, que, além de o reformular, busca legitimar uma interpretação para ele)... This work studies the verb to say as a specifier of speaking acts in the news of a newspaper. In the journalistic means, it is commonly defended that the verb to say used to classifify the lines of interviewed people in the news is, in a great measure, neutral, or in other words, it doesnþt signal - or it signals very little - an interpretation of these lines when classifying them. The discussion undertaken by this work starts from the consideration of the verb to say as constituent of the integragion procedure of the speech cited in the citing speech. Therefore, it is questioned the neutrality of the verb to say, more from the linguistic approach of the relation between cited/citing speech than from the discussion of the neutrality of the journalistic practice, already sufficiently known. For this study, the theory of the acts of speeches, of Austin, has been used and it defends that the meaning is not only in the words (in the verbal form, in this case), but also in the circumstances that involve its use. As for the properly linguistic circumstances of integration of this verb in the citation process, the cognition of dialogia, of other people speech and of sorts of the speech (Bakhtin); of enunciative heterogeneity(ies) (Authier-Revuz) and of commentary (Foucault) had been used, through which they tried to understand the enunciative complexity of the citation forms, that includes the relations between: cited/citing speech; the jornalist line/the source line (one interviewed or one source of institucional nature) cited in direct or indirect speech, resulting in a compósitorio of voices; citation/sort of news forms; classic forms of citation/comentary (this last one also appearing as citation form, since it is a way of retelling the speech of someone else, that searches to legitimize an interpretation for it beyond reformulating it)... (Complete abstract, click electronic address below)
6

Cultura Escrita e Autoridade Lingüística: as estratégias de monitoramento em textos jornalísticos

Gilcinei Teodoro Carvalho 4 December 2008 (has links)
O processo de construção de uma autoridade lingüística é inerente ao processo de formação de uma cultura escrita. O resultado desse vínculo é a criação de uma ilusão de homogeneidade (Jaffe,2000). Entretanto, a tendência padronizadora não anula a disputa entre formas consideradas mais inovadoras ou mais conservadoras, exatamente porque a língua escrita é sensível à variação e, portanto, a diversidade é uma característica também constitutiva da modalidade escrita. Na análise de um veículo de comunicação impressa prestigiado na comunidade letrada brasileira, o jornal Folha de S.Paulo, constatou-se a força padronizadora em inserções apresentadas entre parênteses. Em um primeiro momento, destacam-se aquelas inserções que sedimentam uma visão de língua e estabelecem um padrão de correção; a presença do sic é um forte indício de um julgamento lingüístico. Em um segundo momento, destacam-se aquelas inserções que resolvem potenciais ambigüidades, encaminham uma leitura preferencial e, portanto, estabelecem um padrão de interpretação. A primeira parte deste estudo pretende comprovar as diferentes possibilidades de uso de um sistema de escrita, especificando alguns dos fatores que favorecem a emergência da diversidade como fator constitutivo da língua escrita. Alguns exemplos de situação de uso da escrita são confrontados com o objetivo de mostrar os diferentes efeitos argumentativos e, portanto, caracterizar uma possível etnografia da língua escrita que ressalta as relações entre as opções lingüísticas e os usos sociais e formam, portanto, uma cultura escrita em que entram em jogo valores sociais e políticos, o que reforça uma abordagem sociolingüística para a análise. A segunda parte descreve as avaliações que, implícita ou explicitamente, instituem o processo de normatização. O processo de normatização verificado na língua escrita não envolve apenas os aspectos relacionados ao código. Existem marcas escritas que indicam procedimentos discursivos sofisticados, revelando estratégias argumentativas que exigem níveis de compreensão menos lineares. Um caso específico dessas marcas é o sic que sinaliza, sob o ponto de vista do autor, a localização de uma improcedência. A presença do sic é um forte indicador de um julgamento autoral e reflete uma imagem de correção conceitual e formal que estabelece, na língua escrita, uma espécie de controle interacional (Fairclough, 2001). Construiu-se uma taxonomia das ocorrências do sic, na tentativa de especificar quais componentes gramaticais são avaliados com mais freqüência e quais formas lingüísticas possuem maior visibilidade no processo de identificação de problemas lingüísticos. Comprova-se que a aplicação de uma norma lingüística que baliza a concepção de erro está subordinada ao projeto retórico do texto, o que significa que a maior ou menor tolerância em relação aos desvios subordina-se ao grau de simpatia projetado para aqueles que são retratados, principalmente quando são usadas estratégias de transcrição desnaturalizada (Bucholtz, 2000). A variação dos critérios de julgamento entre os usuários indica que a própria construção de um padrão normativo é o resultado de uma constante tensão entre a tradição e a inovação, o que produz expectativas de correção que são indicadoras de que, para uma comunidade letrada, o debate lingüístico público é, na verdade, um dos fatores de promoção da aceitação de padrões de correção (Milroy & Milroy, 1999). A terceira parte caracteriza um recurso de explicitação que, através da apresentação do elemento 'referido' entre parênteses, pretende indicar complementações semânticas ligadas à resolução pronominal. Demonstra-se que esse processo de explicitação também é governado por um projeto retórico que tenta monitorar as possibilidades interpretativas, desde a indicação da forma considerada ambígua até a escolha da informação que soluciona o eventual problema. Nesse movimento de explicitação são encontrados argumentos que reforçam o postulado de que o processo de referenciação trabalha com objetos do discurso (Clark,1996; Cornish, 1999; Koch, 2001; Marcuschi, 2001) e contribui para o processo de padronização, já que formas lingüísticas são apontadas como problemáticas e, portanto, consideradas merecedoras de monitoramento.
7

O padrão culto escrito em uso no Brasil em Gêneros Textuais do domínio jornalístico

Rosilene Alessandra Marques 9 July 2010 (has links)
Esta tese tem como objetivo geral investigar o padrão culto escrito em uso no Brasil nos gêneros textuais notícia, editorial, carta do leitor e artigo do domínio jornalístico. Entende-se que a representação do contexto de produção dos textos analisados sugere o uso da normapadrão, além de este ser um domínio de grande abrangência social. Para cumprir esse propósito, foi apurada, em um exemplar do jornal impresso mais vendido em cada estado do país, a frequência de alguns fatos linguísticos que apresentam variação de uso devido às diferenças no grau de monitoração do contexto. Os resultados apontam que o percentual dos usos linguísticos coincidentes com a norma padrão, cuja referência é a gramática tradicional, é significativamente maior que o percentual de usos não coincidentes com essa norma linguística. Além disso, esta pesquisa confirma algumas preferências no uso do padrão culto escrito no Brasil já apontadas por outros estudiosos (como a tendência ao emprego proclítico do pronome), sinaliza algumas variações que podem estar ocorrendo no emprego do padrãolinguístico e, com base nos resultados obtidos, defende que, no processo de ensino-aprendizagem da norma padrão, sejam utilizados textos dos gêneros investigados, isto é, textos de efetiva circulação social e que seguem o padrão linguístico, a fim de desvincular oestudo dessa norma linguística da tradição literária, das frases descontextualizadas e dos exercícios estritamente metalinguísticos. This study aims to investigate the normative written standard being used in Brazil regarding the textual genres such as news, editorials, readers letter and journalistic articles. It is known that the context representation of the analyzed texts suggests the use of normative standard, besides being widely socially broad. To fulfill this purpose, the frequency of some linguistic facts which carry variation usage according to the differences concerning text supervision was raised in samples of the top pressed newspapers from each state of the country. The outcomeshows that the percentage of the linguistic usage that is coincident with the normative standard, whose reference is the traditional grammar, is significantly greater than the percentage of the non-usage of this normative standard. In addition to this, this study assures some preferences regarding the usage of the written normative standard in Brazil that have already been taken into account by other researchers (such as the use of the pronoun before the verb), and it also highlights some variations that may be taking place concerning the linguistic standard usage. Based on the outcomes from this study, it is believed that investigative texts should be used in the normative standard teaching/learning process, ist ed, texts that have effective social broadcast, as well as texts that follow the linguistic standard, inorder to disassociate the study of this linguistic norm of the literary tradition from contextless sentences and the strictly metalinguistic exercises.

Page generated in 0.1735 seconds