• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 25
  • 3
  • Tagged with
  • 28
  • 28
  • 28
  • 15
  • 11
  • 10
  • 10
  • 10
  • 9
  • 7
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Uma análise dos gastos hospitalares sob o ponto de vista da saúde suplementar / An analysis of hospital expenditures under the viewpoint of health insurance

Silva, Carlos André Lynch Nuno da 14 August 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Economia, Mestrado Profissional em Economia, 2016. / Submitted by Priscilla Sousa (priscillasousa@bce.unb.br) on 2017-11-03T13:16:33Z No. of bitstreams: 1 2016_CarlosAndréLynchNunodaSilva.pdf: 1243765 bytes, checksum: c74f37a059e8c4e2ee6d6d2d28914557 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-11-30T20:40:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_CarlosAndréLynchNunodaSilva.pdf: 1243765 bytes, checksum: c74f37a059e8c4e2ee6d6d2d28914557 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-11-30T20:40:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_CarlosAndréLynchNunodaSilva.pdf: 1243765 bytes, checksum: c74f37a059e8c4e2ee6d6d2d28914557 (MD5) Previous issue date: 2017-11-30 / A expectativa de vida mundial no início do século XX até o XXI mudou de 42 anos para 72 anos, alterando drasticamente o perfil dos pacientes e suas necessidades. Novas enfermidades decorrentes dessa nova longevidade e os avanços na farmacologia, além de revolucionárias tecnologias em saúde, tornaram o financiamento da saúde da população brasileira um enorme desafio. Isso passou a exigir uma capacidade de gerir as organizações do setor de uma forma mais técnica e consistente. Passou também a exigir uma determinação de estratégias e posturas que visem contribuir com este novo e complexo processo. Também a exigir uma multiplicidade de novos profissionais de diversas áreas como administrativa, financeira, jurídica, dentre outras. O mercado de saúde no Brasil, sobretudo a partir dos anos 90, mudou. Globalização, tecnologia de ponta, a forte regulamentação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a crescente judicialização do setor saúde, a tecnologia da informação e outros fatores levaram a isso. O modelo de pagamento de serviços médico-hospitalares adotado no Brasil foi o Fee For Service (Pagamento por Procedimento). O modelo consiste em remunerar os serviços de saúde de acordo com os eventos realizados, um a um. Por exemplo, a remuneração para um cidadão que machucou a perna resulta no pagamento de honorários ao médico que o atendeu em um serviço de pronto socorro. Se foi necessário gaze e álcool para limpar a perna remunera-se isso. Se precisar de um analgésico, cobra-se o remédio ou remédios utilizados. Se engessar a perna, cobrar-se-á gesso, esparadrapo e o salto da bota, e quanto mais insumos forem utilizados no evento, maior a remuneração. Diferente seria se o atendimento a uma pessoa com a perna machucada custasse X Reais para ser resolvido. Imaginemos o que aconteceria, de forma similar, se o pagamento aos bombeiros se desse por cada incêndio apagado. Não seria raro vê-los provocando incêndios por melhores remunerações. Assim sendo, e é o caso da saúde privada no Brasil, atendimentos hospitalares costumam ser bem mais onerosos às fontes pagadoras do que atendimentos em consultórios ou clínicas. A observação é de que isso encerra enormes desperdícios com gastos hospitalares desnecessários como forma de melhorar a remuneração do setor, sem necessariamente levar em consideração a resolutividade do atendimento, sem analisar a performance do serviço e desestimulando gastos com promoção e prevenção de saúde. / Life expectancy in the early twentieth century to the twenty-first changed from 42 years to 72 years, dramatically changing the profile of the patients and their needs. New diseases resulting from this new longevity and advances in pharmacology, and revolutionary health technology, made the financing of the health of the Brazilian population a huge challenge. This has required an ability to manage organizations in a more technical and consistently sector. It also started to require a determination of strategies and attitudes that aim to contribute to this new and complex process. Also require a multiplicity of new professionals from various fields such as administrative, financial, legal, among others. The healthcare market in Brazil, especially since the 90s has changed. Globalization, technology, strong regulation of the National Health Agency (ANS), the increasing legalization of the health sector, information technology and other factors have led to this. The payment model of medical services adopted in Brazil was the Fee for Service (Pay Per Procedure). The model consists of remunerating health services according to the events held, one by one. For example, the compensation to a citizen who injured his leg results in the payment of fees to the doctor who attended on a first aid service. If it was necessary gauze and alcohol to clean the leg-pays that. If you need a painkiller, snake is the remedy or remedies used. If plastering leg, charge shall be plaster, adhesive tape and the boot heel, and the more inputs are used in the event, the greater the compensation. Different would be the care of a person with the injured leg would cost X Reais to be resolved. Imagine what would happen in a similar way, if payment to firefighters that for every fire extinguished. It would be not rare to see them causing fires for better remuneration. Therefore, and in the case of private health care in Brazil, hospital visits are usually much more expensive to payers than attendance in offices or clinics. The observation is that it contains huge waste on unnecessary hospital expenses in order to improve the sector's pay without necessarily taking into account the resoluteness of care, without analyzing the performance of the service and discouraging spending on promotion and prevention of health.
2

Avaliação dos serviços farmacêuticos em farmácias hospitalares de hospitais públicos do Distrito Federal - Brasil / Evaluation of pharmaceutical services in public hospital pharmacies of Federal District - Brazil

Lima, Rodrigo Fonseca 05 February 2018 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, 2018. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-06-27T12:49:22Z No. of bitstreams: 1 2018_RodrigoFonsecaLima.pdf: 2711840 bytes, checksum: bcc308ac9bd4a730440b3f498d3c1a21 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-06-29T16:41:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_RodrigoFonsecaLima.pdf: 2711840 bytes, checksum: bcc308ac9bd4a730440b3f498d3c1a21 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-06-29T16:41:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_RodrigoFonsecaLima.pdf: 2711840 bytes, checksum: bcc308ac9bd4a730440b3f498d3c1a21 (MD5) Previous issue date: 2018-06-27 / Objetivo: Avaliar o serviço de farmácia hospitalar (FH) de hospitais públicos da Secretaria de Saúde do Distrito Federal – Brasil (SES-DF). Método: Estudo transversal avaliativo envolvendo os 15 hospitais públicos sob gestão da SES-DF. Os hospitais foram caracterizados e classificados em quatro estratos hierárquicos (EH) de acordo com sua complexidade conforme serviços disponibilizados. Posteriormente, os serviços farmacêuticos de programação, aquisição, armazenamento, distribuição, gerenciamento, seleção, informação, farmacotécnica, acompanhamento farmacoterapêutico e ensino e pesquisa, além de aspectos relacionados ao apoio da FH quanto a atividades de gestão de risco, foram avaliados por meio da utilização de indicadores validados. Foram aplicados algoritmos de pontuação conforme complexidade do hospital onde as FH executavam suas atividades e calculados os percentuais de aproximação de cumprimento dos serviços em comparação a quadros ditos ideais. Os percentuais de aproximação foram utilizados para classificação das FH quanto ao cumprimento dos serviços previstos em regular, médio e bom cumprimento (0-33,3%, 33,4- 66,5% e 66,6-100% do ideal, respectivamente). Além disso, tais percentuais foram correlacionados a variáveis que poderiam influenciar seus resultados por meio de análise de regressão linear. Resultados: Os percentuais de aproximação globais apresentaram distribuição normal e as médias foram 43,9%, 57,5%, 53,3% e 85,1% para os EH1, 2, 3 e 4, respectivamente. Somente quatro FH apresentaram bom cumprimento dos serviços avaliados, três delas pertencentes a hospitais de menor complexidade. Apenas os serviços de armazenamento e gerenciamento apresentaram bom desempenho das atividades previstas; os serviços de programação, seleção, farmacotécnica e ensino e pesquisa e o componente relacionado à gestão de risco apresentaram cumprimento regular das atividades previstas. As variáveis que mais influenciaram o cumprimento dos serviços farmacêuticos foram aspectos relacionados às cargas horárias de farmacêuticos e outros profissionais por leito, existência de programação para capacitação de RH, planejamento de objetivos e metas e manual de normas e procedimentos, qualificação profissional e adequação das áreas onde os serviços eram realizados (p<0,01). Conclusões: A maioria das FH avaliadas apresentou cumprimento regular e médio dos serviços em comparação ao ideal, sendo os aspectos relacionados ao gerenciamento os que mais influenciaram na proporção de cumprimento das atividades previstas. Os resultados permitem inferir que há problemas importantes quanto à efetividade das atividades e refletem a necessidade de adequação das práticas, de qualificação profissional e de monitoramento constante dos serviços relacionados com vistas a melhorias no processo gerencial com subsequente impacto positivo na qualidade e segurança da assistência prestada ao paciente internado. / Objective: To evaluate the pharmaceutical hospital service (HP) of public hospitals of the Federal District Health Department – Brazil (Secretaria de Saúde do Distrito Federal, SESDF). Method: A cross-sectional evaluative study involving the 15 public hospitals under the SES-DF management. Hospitals were characterized and classified into four hierarchical strata (HS) according to their complexity and to the services provided. Posteriorly, the pharmaceutical services related to programming (quantity of medication to order), acquisition, storage, distribution, management, selection, information, pharmacotechnical component, pharmacotherapy follow-up, teaching and research, as well as aspects related to HP support in risk management activities were evaluated using validated indicators. Punctuation algorithms were applied according to the complexity of the hospital where the FH performed their activities and calculated the approximation percentages of service compliance in comparison to the so-called ideal frameworks. The approximation percentages were used to classify the HP in terms of compliance with the services provided for regular, medium and good compliance (0-33.3%, 33.4-66.5% and 66.6-100% of the ideal, respectively). In addition, these percentages were correlated to variables that could influence their results through linear regression analysis. Results: The overall approximation percentages presented normal distribution and the averages were 43.9%, 57.5%, 53.3% and 85.1% for HS1, 2, 3 and 4, respectively. Only four HP presented good compliance with the evaluated services, three of them belonging to less complex hospitals. Only the storage and management services presented good performance; the programming, selection, pharmacotechnical component and teaching and research services and the component related to risk management showed regular compliance of the planned activities. The variables that most influenced the performance of the services were aspects related to pharmacists’ workload and other professionals per bed, the existence of a program for human resources qualification, planning goals and targets and a manual of norms and procedures, as well as professional qualification and adequacy of the area in which the services were performed (p<0.01). Conclusions: The majority of the HP evaluated presented regular and medium performance in comparison to the ideal, and the aspects related to the management had the most influence in the proportion of compliance of the planned activities. The results allow to infer that there are important problems regarding the effectiveness of the activities and they reflect the need to adapt the practices, professional qualification and constant monitoring of related services with a view to improvements in the management process with subsequent positive impact on the quality and safety of the assistance provided hospitalized patient.
3

Diagnóstico dos contratos de terceirização do Hospital das Clínicas: uma abordagem da efetividade dos serviços

MENEZES, Sérgio Bezerra de 30 January 2015 (has links)
Submitted by Isaac Francisco de Souza Dias (isaac.souzadias@ufpe.br) on 2016-03-02T18:50:20Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Sergio Bezerra de Menezes.pdf: 1734621 bytes, checksum: 1136a2b5aeaf404885b965e3f644211b (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-02T18:50:20Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Sergio Bezerra de Menezes.pdf: 1734621 bytes, checksum: 1136a2b5aeaf404885b965e3f644211b (MD5) Previous issue date: 2015-01-30 / A terceirização e fiscalização são hoje, considerados importantes serviços para a Gestão Pública, principalmente na Gestão de Contratos e porque não dizer, na Gestão Hospitalar. Nessa perspectiva, o presente trabalho buscou mostrar essa importância, no referencial teórico e demais capítulos, além de verificar se as empresas terceirizadas do Hospital das Clínicas cumprem adequadamente com os papeis para os quais foram designadas. Justifica-se por tratar de tema atual, onde quase a totalidade dos órgãos públicos utiliza a terceirização para a consecução dos seus serviços de atividades meio. Justifica-se também pelo estudo da efetividade aplicada aos serviços, como medida de resultado, que pode trazer benefícios aos usuários e hospital. Teve o objetivo de diagnosticar a situação atual dos contratos de serviços terceirizados do Hospital das Clínicas, avaliando a qualidade desses serviços, nos anos de 2012 a 2014. Diante disso, foi proposto um diagnóstico, onde foram realizadas pesquisas bibliográfica, documental e arcabouço jurídico necessários, além de pesquisa de campo nos setores responsáveis pela gestão dos contratos no HC. Foram propostos dois modelos de avaliação: Modelo Lógico e modelo SERVPERF com aplicação de questionário modelo SERVQUAL. A partir dos resultados da pesquisa, foi possível detectar algumas limitações e fragilidades relacionadas com os serviços terceirizados contratados. Sugere-se investir nos setores de Gestão de Contratos e de apoio para realizar as mudanças necessárias e priorizar as áreas críticas identificadas na pesquisa. / The Outsourcing and the supervision, are today considered important services for Public Management, principally in Contract Management and why not say, in Hospital Management. In this perspective, the present study aimed to show its importance in the theoretic reference and other chapters and verify that the subcontractors of the Hospital das Clínicas meet accordingly the roles for which they were designated. Justified by treat current theme, where almost all of the public institutions use outsourcing to achieving its medium activities services. Is also justified by the effectiveness of the study applied to services as a result of measurement that can bring benefits to users and hospital. Had the objective of diagnose the actual situation of outsourced service contracts of the Hospital das Clínicas, assessing the quality of these services in the years 2012-2014. Therefore, a diagnosis has been proposed, which were carried out bibliographic research, documentary and legal framework needed, and field research in the sectors responsible for the management of contracts in HC. Were proposed two models of review: Modelo Lógico and SERVPERF model with application questionnaire SERVQUAL model. From search results, it was possible to detect some limitations and weaknesses related to the contracted outsourced services. It is suggested to invest the sectors of contract management and support to make the necessary changes and prioritize critical areas identified in the survey.
4

Avaliação dos custos da Unidade de Cuidados Integrais Prof. Guilherme Abath, Recife

CARVALHO NETO, Manoel Raymundo de 10 June 2016 (has links)
Submitted by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-04-25T22:59:18Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO Manoel Raymundo de Carvalho Neto.pdf: 1244997 bytes, checksum: 8cf76e19dfb4523bc0a3cfed63e22bb0 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-25T22:59:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO Manoel Raymundo de Carvalho Neto.pdf: 1244997 bytes, checksum: 8cf76e19dfb4523bc0a3cfed63e22bb0 (MD5) Previous issue date: 2016-06-10 / As Práticas Integrativas e Complementares (PICs) enfatizam um projeto terapêutico singular de origem milenar na manutenção e recuperação da saúde, com enfoque no indivíduo e não na doença. Em 2004, a cidade do Recife criou a primeira unidade especializada em Práticas Integrativas e Complementares, na rede de atenção básica de saúde do município, a Unidade de Cuidados Integrais à Saúde Prof. Guilherme Abath (UCISGA). Com base na importância das atividades em PICs para comunidade em função da carência de informações de custos nesta área, justifica-se o interesse em pesquisar e mensurar os custos destas atividades para o município. Para tais análises, o estudo fez uso de uma metodologia quantitativa, descritiva e analítica, do tipo avaliação econômica parcial de custos, utilizando-se do método de custeio por absorção. A coleta dos dados se deu em parceria com a Prefeitura da Cidade do Recife e sua Secretaria de Contabilidade e Custos, com base na produção dos serviços e dados contábeis de 2014. Estes foram analisados e agrupados em planilhas do Microsoft Excel®, possibilitando a definição dos centros de custos da unidade de acordo com a origem de seus gastos (apoio 18%, administrativo 15% e produtivo 67%), quantificados e classificados em custos: diretos 93% (R$ 1.072.767,72) e indiretos 7% (R$ 75.502,54), totalizando R$ 1.148.270,26. Dos serviços oferecidos pela unidade, as práticas individuais representaram 71,76% da demanda dos serviços ofertados. Os resultados desta pesquisa possibilitaram esclarecer que: as práticas coletivas quando comparadas com as individuais, são menos onerosas; o custo do usuário da UCISGA, quando comparado com outras unidades da atenção básica, mesmo com atividades distintas quanto a sua finalidade, se apresenta baixo e com um modelo de atendimento diferenciado a seus usuários, com um custo unitário de R$ 35,87/usuário e de R$ 110,75/atendimento. Por ser uma avaliação pioneira de custos, nas PICs do município, frente à carência de dados, o que dificultou análises de períodos anteriores, o estudo sugere ações gerenciais mais amplas na gestão de custos e a criação de indicadores econômico-financeiros, que possibilitem melhorar a condução dos recursos destinados às práticas integrativas e complementares no Sistema Único de Saúde (SUS). / Integrative and Complementary Practices (ICPS) emphasize a unique therapeutic project of millenarian origin in maintenance and reestablishment of health, focusing on the individual and not on the disease. In 2004, the city of Recife created the first unit specialized in Integrative Practices and Complementary Practices, in basic health care network of the municipality, the Unit of Integrated Health Care Prof. Guilherme Abath (UCISGA). Based on the importance of its activities in community ICPS and the lack of cost information in this area, the interest in researching and measuring the costs of these activities for the municipality is born. For these analyzes, the study made use of a quantitative, descriptive and analytical methodology, of the type partial economic evaluation of costs, using the absorption costing method. The data collection was done in partnership with the Department of Accounting and Costs of Recife, based on the production of the services and accounting data of 2014. These were analyzed and grouped in Microsoft Excel® worksheets, allowing the definition of the unit cost centers according to the origin of their expenses (support 18%, administrative 15% and productive 67%), quantified and classified into costs: direct 93% (R$ 1.072.767,72) and indirect 7% (R$ 75.502,54), totaling R$ 1.148.270,26. The services offered by the unit, individual practices represented 71.76% of the demand for services offered. The results of this research made it possible to clarify that: collective practices when compared with individual ones are less onerous; The cost of the UCISGA user, when compared to other basic care units, even with distinct activities regarding its purpose, is low and with a service model differentiated from its users, with a unit cost of R$ 35.87 / and R$ 110.75 / service. Because it is a pioneer assessment of costs, in the PICs of the municipality, faced with the lack of data, which made difficult analyzes of previous periods, the study suggests broader management actions in the management of costs and the creation of economic and financial indicators, that allow to improve the management of resources destined to integrative and complementary practices in the Unified Health System (SUS).
5

Economia da saúde e avaliação econômica : uma contribuição metodológica às análises de custo-efetividade

Leyla Gomes Sancho 06 March 2001 (has links)
Trata-se de um estudo que tem como objeto a proposição de um modelo metodológico de análise de custo efetividade. O modelo, calcado na perspectiva de um viés sistêmico, ou seja, de uma pesquisa avaliativa, subsidiará a avaliação de efetividade de um modelo de atenção à saúde de uma dada população, bem como uma melhor alocação de recursos. Para tanto, analisa-se, em uma primeira etapa, a (inter)relação entre os princípios e práticas de saúde e a economia de saúde. Em seguida, utilizando como efeito-demonstração o modelo de atenção à saúde vigente no município de Belo Horizonte MG, é avaliada a factibilidade do modelo metodológico proposto. A análise dessas variáveis sugere que a dicotomia teórico-conceitual que fundamenta o instrumental e o modo de construção premente de um Sistema de Informação atrelado a um modelo de atenção à saúde (a lógica do faturamento), são suficientes apenas para uma avaliação do tipo normativa e não como subsídio ao viés de modelo metodológico que se pretende implementar.
6

Política de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal: avaliação de sua implantação na Universidade Federal do Ceará (UFC) / Policy on Health Care and Safety at work for the Federal Civil Servants: Implementing your assessment in Federal University of Ceará (UFC)

TAISSUKE, Andreia Serafim de Negreiros January 2016 (has links)
TAISSUKE, Andreia Serafim de Negreiros. Política de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal: avaliação de sua implantação na Universidade Federal do Ceará (UFC). 2016. 101f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, Fortaleza (CE), 2016. / Submitted by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2016-03-29T14:56:23Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_asntaissuke.pdf: 1115102 bytes, checksum: 05171b9146b34ecfda7d56ae2ac4c5c2 (MD5) / Approved for entry into archive by Márcia Araújo(marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2016-03-29T16:36:09Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_asntaissuke.pdf: 1115102 bytes, checksum: 05171b9146b34ecfda7d56ae2ac4c5c2 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-29T16:36:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_asntaissuke.pdf: 1115102 bytes, checksum: 05171b9146b34ecfda7d56ae2ac4c5c2 (MD5) Previous issue date: 2016 / There wasn’t any specific regulation for issues related to the federal public servant health for quite a long time, Only since 2003, various laws have been published, culminating with the National Policy on Health Care and Safety at work for the Federal Civil Servants. There was the (PASS) in 2008 and the implementation of the Integrated Subsystem of Health Attention of the Federal Public Server (SIASS) in 2009. At the Federal University of Ceará (UFC) that policy was implemented from 2011 when it was signed, with over fourteen other federal agencies, the Technical Cooperation Agreement (TCA) and created the unit SIASS / UFC, which aimed to offer expertise and surveillance services as well as health promotion to employees of that institution. This study aims to analyze the PASS implementation process within the UFC through the assistance axes, expertise, promotion and health surveillance within the period from 2011 to 2014. The research has basic and strategic nature, being developed as a case study of quantitative and qualitative character. The research field covers the Coordination of Life Quality at Work (COQVT) and the Coordination of Expertise and Assistance to the Server and the Student (CPASE), who are responsible for implementing the PASS. The universe research of the study was a kind of intentional sample of 77 subjects, including managers and staff. The bibliographic and documentary review was adopted as methodological procedure. To collect data, we used questionnaire with the Likert scale for servers and semi-structured interviews for managers. For interpreting the data, we used content and discourse analysis. The study allowed us to conclude that the PASS at the UFC should be strengthened as a public policy and that there is need to establish clear rules for creating SIASS units. The results demonstrated that the SIASS UFC unit has developed several projects, however, the number of servants benefited with it is still small considering the staffing level of the institution, and the actions are concentrated in the capital. Finally, there must be investment in training of the multidisciplinary team, besides improving the integration to describe the planning of actions and services in occupational health. From this perspective, it is expected that this study can contribute to the discussion of the PASS at the UFC and support management decisions. / Durante muito tempo, inexistia qualquer regulamentação específica para questões relacionadas à saúde do trabalhador público federal. Somente a partir de 2003, foram publicadas diversas legislações, culminando com a Política Nacional de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal (PASS), em 2008, e com a implantação do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor Público Federal (SIASS), em 2009. Na Universidade Federal do Ceará (UFC), essa política foi implantada a partir de 2011, quando foi assinado, com mais catorze órgãos federais, o Acordo de Cooperação Técnica (ACT) e criada a unidade SIASS/UFC, que teve o objetivo de ofertar serviços de perícia, vigilância e promoção à saúde aos servidores dessa instituição. O presente estudo tem o objetivo de analisar o processo de implantação da PASS no âmbito da UFC através dos eixos de assistência, perícia, promoção e vigilância à saúde no período de 2011 a 2014. A pesquisa tem natureza básica e estratégica, sendo desenvolvida como estudo de caso de caráter quantitativo-qualitativo. O campo de pesquisa engloba a Coordenadoria de Qualidade de Vida no Trabalho (COQVT) e a Coordenadoria de Perícia e Assistência ao Servidor e Estudante (CPASE), responsáveis pela execução da PASS. O estudo teve como universo de pesquisa o tipo de amostragem intencional com 77 sujeitos, entre gestores e servidores. Foram adotadas como procedimento metodológico a revisão bibliográfica e documental. Para a coleta de dados, foi utilizado o questionário com escala do tipo Likert para os servidores e a entrevista semiestruturada para os gestores. Na interpretação dos dados, utilizou-se a análise de conteúdo e discurso. O estudo realizado permitiu concluir que a PASS na UFC deve ser fortalecida enquanto política pública e que há necessidade de se estabelecerem regras claras para a criação de unidades SIASS. Os resultados demonstraram a unidade SIASS UFC desenvolveu diversos projetos, contudo, o número de servidores beneficiados ainda é pequeno em relação ao quadro de recursos humanos da instituição, e as ações se concentram na capital. Por fim, tem de se investir em capacitação da equipe multiprofissional, além de melhorar a integração entre as duas coordenadoria para qualificar o planejamento das ações e serviços em saúde do trabalhador. Nessa perspectiva, espera-se que este estudo possa contribuir para a discussão da PASS na UFC e subsidiar decisões de gestão.
7

A apropriação do fundo público da saúde pelas Organizações Sociais em Pernambuco

XIMENES, Assuero Fonseca 31 August 2015 (has links)
Submitted by Isaac Francisco de Souza Dias (isaac.souzadias@ufpe.br) on 2016-04-14T16:05:51Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) TESE de Assuero Fonseca Ximenes.pdf: 2502609 bytes, checksum: b0e637d4cab514eda7a7a2af77c7fd35 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-14T16:05:51Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) TESE de Assuero Fonseca Ximenes.pdf: 2502609 bytes, checksum: b0e637d4cab514eda7a7a2af77c7fd35 (MD5) Previous issue date: 2015-08-31 / A crise cíclica do capital ocasiona modificações na sociedade e se utiliza da ideologia neoliberal, imposta aos países periféricos, forçando-os a realizar regulações com a finalidade de gerar superávit primário mediante os recursos do fundo público, que deveriam ser voltados às políticas sociais. No caso do Brasil, pela Reforma Administrativa do Aparelho do Estado, vem sendo introduzida a lógica de que o atendimento às necessidades sociais, como saúde, educação, saneamento, transporte, habitação, assistência social e previdência, definidas como serviços não exclusivos, deveria ser executado por organizações privadas. Dessa forma, o setor de saúde sofre modificações e adequações propostas pela ideologia neoliberal com a justificativa de maior eficiência e agilidade e uma maior qualidade na execução dos serviços a um custo menor. As Organizações Sociais (OSs), modelos de terceirização de serviços públicos, têm se ampliado no setor de saúde de diversos estados e municípios brasileiros. Em 2010, o Estado de Pernambuco instituiu esse modelo para o gerenciamento de serviços de saúde de média e alta complexidade, seguindo a tendência nacional. Este trabalho teve por objetivo geral analisar a apropriação do fundo público da saúde pelas OSs, em Pernambuco. Especificamente, identificar as mudanças ocorridas no subsetor público do SUS, mediante a arquitetura do Modelo de Gestão do Setor Saúde em Pernambuco; analisar o processo de adesão ao modelo privatizante de gestão da saúde pelo governo do Estado de PE; examinar o gasto público em saúde alocado para as OSs e para a gestão pública direta em unidades de saúde de PE; comparar os gastos em atendimento de média e alta complexidade em unidade de saúde gerida por OS e de gestão pública direta. Como percurso metodológico, foi utilizada a pesquisa do tipo exploratória e de natureza qualitativa, com a utilização de dados quantitativos e nos procedimentos de coleta de dados a escolha foi pela pesquisa documental, a partir dos relatórios de gestão publicados no site oficial do governo do Estado e no Portal da Transparência, dentre outros. Nos resultados, constatamos que as OSs representam uma manobra do receituário da ideologia neoliberal que tem a finalidade de fazer a apropriação do fundo público da saúde. O modelo de gestão utilizado demonstra adesão às orientações do processo de contrarreforma do Estado, idealizado pelo Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado (Mare), em 1995, e consolidado nos anos seguintes pela adesão do governo federal à proposta do projeto neoliberal. A privatização do setor de saúde em Pernambuco, baseada no princípio da competição, representou o alastramento da ilusão de que, com a transferência da gestão das unidades hospitalares, os recursos públicos seriam melhor utilizados. Concluímos que o objetivo real da estratégia da terceirização, via modelo privatizante de gestão, é a apropriação do fundo público da saúde, o que sugere uma modalidade de privatização não-clássica, a partir da expansão do repasse dos recursos do fundo público da saúde para as OSs. / The cyclical crisis of the capital brings changes in the society and uses the neoliberal ideology to force the peripheral countries to do adjustments to get primary surplus by the resources of the public funds who should be used to social policies. In Brazil, the Administrative Reform of the state introduced the ideia who the social needs such as health, education, transportation, housing and social assistance are not services exclusive of the state, and they should to be executed by private organizations. Thus, the health sector changes was performed by the neoliberal ideology on the grounds to obtain of greater efficiency and agility and a higher quality in the execution of services with a lower cost. The Social Organizations are a model who has expanded in the health sector of several states. In 2010, the state of Pernambuco started to use the model os Social Organization for the management of medium and high complexity of health services, following the national trend. The object of this study was analyze the appropriation the found public of health by the Social Organizations in Pernambuco. Specifically, to identify the changes in the SUS public subsector by the architecture by use of the Health Sector Management Model in Pernambuco; analyze the process of joining the privatization model of health management by the Pernambuco state government; examine the public health expenditure allocated to the Social Organization and for direct public management in PE in the healthcare units; compare the spend with on care of medium and high complexity in the health unit managed by OS and direct public management. The methodological approach used was the research exploratory and qualitative nature, using quantitative data and the data collection procedures was the documentary research, from the management reports published in the official website of the state government and Portal Transparency. The methodological approach used was the research exploratory and qualitative nature, using quantitative data and the data collection procedures was the documentary research, from the management reports published in the official website of the state government and Portal Transparency and others. In the results was found that the Social Organizations represent the idea of the neoliberal ideology that aims to do the appropriation of the public fund health of the State of Pernambuco. The management model used demonstrates accession to the guidelines of the State Counter-reform process, designed by MARE in 1995 and consolidated in the years following the accession of the federal government the proposals of the neoliberal project. The privatization of the health sector in Pernambuco, based on the principle of competition, showed the spread of the illusion that, with the transfer of the hospitals units management, public resources would be better used. The real goal of the strategy of outsourcing by private model of management is the appropriation of the public fund of the health background, who suggesting a form of non-classical privatization by the transfer of resources of the public fund to social organizations.
8

Atualização e qualificação de dados no uso de tecnologia da informação: avaliação do SIOPS e capacitação de gestores municipais

HENRIQUE, Itamar Cassimiro 29 October 2014 (has links)
Submitted by Isaac Francisco de Souza Dias (isaac.souzadias@ufpe.br) on 2016-04-19T17:37:34Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Itamar Cassimiro Henrique.pdf: 4022265 bytes, checksum: adb1e107817e5d4cc1c6e55f630201f2 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-19T17:37:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Itamar Cassimiro Henrique.pdf: 4022265 bytes, checksum: adb1e107817e5d4cc1c6e55f630201f2 (MD5) Previous issue date: 2014-10-29 / O Sistema de Informações Sobre Orçamentos Públicos em Saúde – Siops, sendo a ferramenta oficial de registro e monitoramento da aplicação de recursos em saúde, tem merecido especial atenção, a partir da vigência de 2013, com a Lei Completar 141 de 13 de janeiro de 2012 e a Portaria nº 53 de 16 de maio de 2013. Foram estabelecidos novos prazos de alimentação e sanções aos municípios inadimplentes, inclusive com bloqueio de recursos. Objetivos - Verificar a adimplência e regularidade dos dados informados ao Siops no período de 2006 a 2013, de acordo com a nova legislação vigente; traçar o perfil dos gestores municipais de saúde entrevistados e avaliar como os gestores utilizam os dados gerados pelo Siops na gestão. Metodologia - A pesquisa configura-se como qualitativa, tendo caráter exploratório – descritivo. O ambiente do estudo foi o estado de Pernambuco, o qual é constituído por 184 municípios, subdivididos em 12 regiões de saúde. A coleta de dados qualitativos se deu por meio de entrevistas semi estruturadas com 24 secretários de saúde dos municípios de maior e o de menor investimento de recursos próprios per capita na saúde. Como resultado, foi possível observar que por ocasião das mudanças na legislação que regem a alimentação do Siops houve uma redução na inadimplência da sua alimentação, de 46% na 1ª vigência de 2012 para no máximo 8,7% em todas as 6 vigências de 2013. Sobre o perfil dos entrevistados, observou-se que 71% dos gestores eram mulheres com idade média de 45 anos, os 21% restantes do sexo masculino tinham idade média de 50 anos. Quanto à escolaridade, 87% dos entrevistados tinham especialização ou mestrado. O tempo médio de experiência desses gestores na saúde pública é de 16 anos. Sendo que, 14 dos 24 gestores estão no cargo de secretários de saúde pela primeira vez. Sobre os conhecimentos dos gestores acerca do Siops, 67% dos gestores afirmaram conhecer o Siops, no mínimo, razoavelmente, enquanto 33% disseram conhecê-lo pouco. Foi observado também que em 63% dos municípios a alimentação do Siops é feita fora da secretaria de saúde, por empresas de contabilidade. Apesar de 80% dos gestores afirmarem que houve uma maior aproximação entre o Gestor e quem alimenta o sistema, o estudo mostra que essa relação é frágil e precária. / The System Information Public Health Budgets - Siops, with an official tool of recording and monitoring the implementation of health resources, has received special attention from the 2013 term, with 141 Complementary Law, by January 13, 2012 and Ordinance No. 53 of 16 May 2013. New power deadlines and penalties on delinquent municipalities were established, including resource block. Goals - Check the compliance and regularity of the data reported to Siops in the 2006-2013 period, according to the new law; plot the municipal health service managers interviewed and assess how managers use the data generated by Siops management. Methodology - The research appears as qualitative, and exploratory - descriptive. The study setting was the state of Pernambuco, which consists of 184 municipalities, divided into 12 health regions. The collection of qualitative data was collected through semi-structured interviews with 24 health secretaries of the municipalities most and the least investment of own resources per capita on health. As a result, it was observed that on the occasion of changes in legislation governing the Siops power there was a reduction in default of its power from 46% in 1st term 2012 to a maximum of 8.7% in all 6 coverage periods 2013 . About the profile of respondents, it was observed that 71% of managers were women with a mean age of 45 years, the remaining 21% males had a mean age of 50 years. As for education, 87% of respondents had expertise or master's degree. The average length of experience of these managers in public health is 16 years. Since 14 of the 24 managers are in charge of health secretaries for the first time. On the knowledge of managers about Siops, 67% of managers said they knew the Siops at least reasonably, while 33% said they know him little. It was also observed that in 63% of municipalities the power to the Siops is provided outside the health department, by accounting firms. Although 80% of managers claim that there was a closer relationship between the manager and who feeds the system, the study shows that this relationship is fragile and precarious.
9

Economia da saúde e avaliação econômica : uma contribuição metodológica às análises de custo-efetividade

Leyla Gomes Sancho 06 March 2001 (has links)
Trata-se de um estudo que tem como objeto a proposição de um modelo metodológico de análise de custo efetividade. O modelo, calcado na perspectiva de um viés sistêmico, ou seja, de uma pesquisa avaliativa, subsidiará a avaliação de efetividade de um modelo de atenção à saúde de uma dada população, bem como uma melhor alocação de recursos. Para tanto, analisa-se, em uma primeira etapa, a (inter)relação entre os princípios e práticas de saúde e a economia de saúde. Em seguida, utilizando como efeito-demonstração o modelo de atenção à saúde vigente no município de Belo Horizonte MG, é avaliada a factibilidade do modelo metodológico proposto. A análise dessas variáveis sugere que a dicotomia teórico-conceitual que fundamenta o instrumental e o modo de construção premente de um Sistema de Informação atrelado a um modelo de atenção à saúde (a lógica do faturamento), são suficientes apenas para uma avaliação do tipo normativa e não como subsídio ao viés de modelo metodológico que se pretende implementar.
10

Tratamento da tuberculose: avaliação dos serviços da atenção básica em São José do Rio Preto - SP / Tuberculosis treatment: primary health services assessment at São José do Rio Preto-SP

Anneliese Domingues Wysocki 11 July 2014 (has links)
O estudo teve como objetivo avaliar os serviços da Atenção Básica para o tratamento da tuberculose (TB) em São José do Rio Preto-SP. Trata-se de um estudo avaliativo, quantitativo, que adotou como referencial metodológico os componentes da avaliação da qualidade dos serviços de saúde estrutura, processo e resultado. Constituíram-se como unidades de observação os 25 serviços da Atenção Básica (Unidades Básicas de Saúde-UBS e Unidades de Saúde da Família-USF) da rede municipal de saúde de São José do Rio Preto-SP. A coleta de dados foi realizada entre julho a dezembro de 2011 por meio de entrevistas com 239 profissionais de saúde (médico, enfermeiro, auxiliar/técnico de enfermagem e Agentes Comunitários de Saúde) utilizando instrumento específico e levantamento de dados secundários para avaliar o tratamento da TB na Atenção Básica. A análise dos dados foi realizada por meio de distribuição de frequência e medidas de tendência central. Para a análise do desempenho dos serviços de saúde da Atenção Básica segundo os componentes avaliativos de Estrutura e Processo foi realizada validação das variáveis do instrumento de coleta de dados, tendo como referência para tal os dados produzidos pelos cinco municípios participantes do projeto multicêntrico do qual integra o presente estudo, a partir da qual se criou nove indicadores avaliativos (5 Estrutura e 4 Processo). Dessa forma, para analisar o desempenho dos serviços de saúde calculou-se e considerou-se como unidade de comparação um indicador padronizado Z, adotando-se como parâmetro o valor de Z =1. Assim, os indicadores foram classificados como: insatisfatório (Z<1), bom (-1<Z<1) e Muito bom (Z>1). Para o componente avaliativo resultado, calculou-se proporção. Verificou-se baixo tempo de atuação profissional principalmente entre médicos e enfermeiros na Atenção Básica. Foram classificados como insatisfatórios os indicadores de Estrutura \"capacitação de profissionais\" e \"acesso a instrumentos de registro\" e os de Processo \"realização de tratamento diretamente observado\" e \"ações externas para o controle da TB\". Os indicadores de estrutura \"disponibilidade de insumos\" e \"articulação com outros serviços\" e o de Processo \"Informações sobre a TB\" foram considerados bons. O município obteve melhor desempenho para os indicadores \"Profissionais envolvidos no atendimento\" e \"referência e contra- referência\". Houve baixa proporção de TDO efetivado e de realização de baciloscopia de controle de tratamento entre os doentes acompanhados pelos serviços da Atenção Básica, sendo observado em 2011 um aumento abrupto dos casos de abandono tanto nas UBS quanto nas USF. A análise dos indicadores de resultado de tratamento dos doentes de TB manteve coerência com os indicadores de estrutura e processo e dificuldades para a condução operacional do tratamento da TB nos serviços da Atenção Básica foram identificadas. Apesar do esforço de horizontalização das ações de controle da TB, a dinâmica de organização do serviço da Atenção Básica reproduz a centralização e fragmentação da assistência, com enfoque na atuação do enfermeiro enquanto coordenador do cuidado em um contexto complexo e contraditório no qual a atuação dos demais membros da equipe ocorre de modo pontual e reativo, contrapondo-se às premissas ideológicas e operacionais da Atenção Básica. / The study aimed to assess Primary Health Care (PHC) in regard of tuberculosis (TB) treatment at São José do Rio Preto-SP. An evaluative and quantitative study was conducted, adopting the components of health services assessment: structure, process and outcomes, as the methodological framework. The observational units of the study were composed by 25 PHC services from the municipal health network (Basic Health Units-BHU and Family Health Units-FHU). To assess PHC in regard of TB treatment, data collection was performed between July to December 2011 through interviews with 239 health staff members (physician, nurses, nursing assistants and community health workers) using a specific questionnaire and secondary data survey. Data analysis was performed using descriptive statistics techniques. Performance analysis of PHC to TB treatment, according to the evaluative components of Structure and Process, was performed through validation of the data collection questionnaire variables, from which nine evaluative indicators (5 related to structure and 4 related to TB care process) were created, using as a reference to this validation data produced by five municipalities of a multicenter study in which the present study is included. Considering the differences between the health services, a standardized variable Z was calculated. Using as parameter of comparison the value of Z = 1, indicators were rated as unsatisfactory (Z <1), good (-1 <Z <1) and very good (Z> 1). Proportions were calculated for the evaluative component \"result\". Time of practice in PHC was low especially among doctors and nurses. Structure indicators \"training of staff\" and \"access to medical records\" and process indicators \"DOT (directly observed therapy)\" and \"TB activities in the community\" were classified as unsatisfactory (Z<1). Structure indicators \"material resources\" and \"integration among other services\" were classified as good. The best evaluated indicators in the municipality were \"staff involved with TB treatment\" and \"reference and counter reference\". There was a low proportion of DOT and sputum smear control exams among TB patients followed by PHC services. In 2011 there was an abruptly increase of TB cases in BHU and FHU. TB outcomes indicators were consistent with structure and process indicators. Operational difficulties for TB case management in PHC services were identified. Despite the effort for horizontalization of TB control, organizational aspects of PHC reproduces centralization and fragmentation of care, focusing on the role of nurses as coordinators of TB care in a complex and contradictory context, in which the actions of other team members occurs occasionally, opposing the ideological and operational assumptions of PHC.

Page generated in 0.0751 seconds