• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 38
  • 1
  • Tagged with
  • 39
  • 39
  • 17
  • 13
  • 10
  • 9
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Sexualidade feminina na trama do tempo : narrativas indizíveis por mulheres invisíveis /

Silva, Camila Cuencas Funari Mendes e. January 2019 (has links)
Orientador: Mariele Rodrigues Correa / Resumo: Este trabalho tem como objetivo a compreensão dos sentidos da sexualidade feminina para mulheres idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos. A sexualidade para este público específico é, em boa parte, coberta pelo véu da invisibilidade. Nossas participantes da pesquisa são testemunhas da passagem do tempo e possuem suas trajetórias de vida contornadas pelo meio sociocultural, onde cada uma, de acordo com sua experiência, imprime diferentes significados na vivência da sexualidade. Por conseguinte, refletir sobre a sexualidade feminina na velhice alimenta o desejo de apreender de que maneira as mulheres idosas vivem, experimentam, simbolizam e ressignificam o efeito do envelhecimento na expressão da sexualidade no contexto social contemporâneo. Falar sobre a sobre sexualidade é falar sobre si e nos propicia a construção da subjetividade em diferentes etapas - da infância à velhice, reunindo aspectos corporais, simbólicos e psíquicos. Herdeiras de padrões sociais, culturais e científicos as participantes dessa tese narraram suas histórias permeadas de silêncios, estereótipos e preconceitos. Para tanto, trouxemos o diálogo entre Psicologia e algumas áreas do conhecimento para fundamentarmos, cientificamente, nossas questões e a metodologia da Narrativa para nos amparar na busca das histórias e memórias das participantes. Elegemos a sexualidade como representante de construção subjetiva de mulheres idosas e por meio desse viés apreendemos que para além do critério, eminentemente... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This paper aims to understand the meanings of female sexuality for old women, that is, aged 60 years or over. Sexuality for this particular audience is largely covered by the veil of invisibility. Our research participants are witnesses of the passage of time and have their life trajectories circumvented by the socio-cultural environment where each one of them, according to their experience, gives different meanings in the experience of sexuality. In order to promote the leading role of the elderly, this theme carries with it a multiplicity of factors to be researched, such as: ageing population, sexuality, gender differences. Therefore, reflecting on female sexuality in old age feeds the desire to learn how older women live, experience, symbolize and resignify the effect of aging on the expression of sexuality in the contemporary social context. To talk about sexuality is to talk about oneself and it allows us to construct subjectivity in different stages - from childhood to old age, bringing together bodily, symbolic and psychic aspects. Inheritors of social, cultural and scientific patterns, the participants of this thesis narrated their stories permeated with silences, stereotypes and prejudices. For this purpose, we chose the dialogue between Psychology and other areas of knowledge such as Anthropology, Social Sciences and others, to scientifically ground our questions we chose the Narrative methodology to support us in the search for the stories and memories of the part... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
12

Qualidade de vida e sexualidade de mulheres em diálise

Marques, Florence Zanchetta Coelho January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:04:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000346158-Texto+Completo-0.pdf: 411875 bytes, checksum: e30f55b8c8e8f393247d6cba9515f49a (MD5) Previous issue date: 2006 / Background: Patients in end-stage renal disease (ESRD) undergoing dialysis present reduced quality of life (QOL) and impaired sexual function. Previous studies have mostly addressed male sexual dysfunction. Scant information on ESRD female patient’s sexuality is available. The current study evaluated QOL and sexual function of female patients with and without ESRD on chronic dialysis. Patients and Method: A cross-sectional controlled study that applied a general and the WHOQOL-bref© questionnaires to assess demographic, marital and sexual conditions, and QOL to 86 healthy women aged 18 or more years (Group 1), and to 38 female ESRD patients undergoing dialysis for no less than two months (Group 2). To further evaluate sexual function, participants were stratified by age (W 60 or > 60). Anthropometrical and clinical data were also collected. The effects of several explanatory variables upon QOL components were estimated. Results: QOL was lower in Group 2 - overall, and on physical and environment domains. To undergo dialysis and poor education negatively affected the QOL. In Group 1, 62 (72%) individuals had a stable marital relationship, and 58 (67%) were sexually active, while in Group 2, 22 (58%) and 7 (18%), respectively (P<0. 001). No patient older than 60 was sexually active. Age, having a stable relationship, or being sexually active had no effect on the QOL. Conclusion: Patients with ESRD on dialysis experienced a lower QOL, and were significantly more sexually dysfunctional than comparable healthy women. Yet, decline in sexual function had no effect upon the QOL. / Introdução: Pacientes com insuficiência renal crônica (IRC) em tratamento dialítico apresentam redução da qualidade de vida (QV) e da função sexual. Vários estudos prévios avaliaram indivíduos do sexo masculino. Poucos dados sobre a função sexual de mulheres sob tratamento dialítico estão disponíveis. O presente estudo avaliou a qualidade de vida e o funcionamento sexual de pacientes do sexo feminino hígidas e com IRC, em diálise. Pacientes e Método: Estudo transversal, controlado, em que foram aplicados dois questionários - um genérico, com o qual foram coletados dados demográficos, sobre idade, escolaridade, estado marital e condições sexuais, e o de QV da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-bref ©) - a 86 mulheres com idade superior a 18 anos, alfabetizadas, sem doença renal (Grupo 1), e a 38 pacientes femininas, em diálise crônica há pelo menos 2 meses (Grupo 2). Para análise adicional, as participantes foram divididas por idade (≤ 60 ou > 60). Dados antropométricos e clínicos também foram coletados. Estatística descritiva, teste chi-quadrado (ou teste exato de Fisher), teste t de Student e análise de regressão linear multivariada foram utilizados. Resultados: A QV foi menor no Grupo 2, em geral, e nos domínios físico e meio-ambiente. Estar em diálise e ter menor nível educacional afetaram negativamente a QV. No Grupo 1, 62 (72%) participantes tinham relação marital estável, e 58 (67%) tinham vida sexual ativa (VSA). No Grupo 2, 22 (58%) pacientes tinham relação estável, mas apenas 7 (18%; P<0,001) tinham VSA. Nenhuma paciente com mais de 60 anos estava sexualmente ativa. A QV não foi influenciada pela idade, pela estabilidade da relação ou pela presença de VSA. Conclusão: Os resultados sugerem que pacientes do sexo feminino em diálise apresentam menor QV e redução da função sexual comparativamente a mulheres saudáveis. Entretanto, o declínio da atividade sexual não afetou a QV.
13

Os processos de divórcio perpétuo nos séculos XVIII e XIX: entre o sistema de alianças e o regime da sexualidade

Soares, Ubirathan Rogerio January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:59:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000387366-Texto+Completo-0.pdf: 1324642 bytes, checksum: 0941329c4517ee79cfb7e3455a3c2809 (MD5) Previous issue date: 2006 / The main objective of this research is to analyze the formation of a nuclear Brazilian family as well as the historical period in which the family became majority, if it is compared to the former type of family, that was known as extensive patrimonial family, through the Perpetual Divorce Between Parts Related to the Torum and Mutual Cohabitation, that was pleaded mainly by women who lived in Rio Grande do Sul, called gaúchas, to the Ecclesiastic Court of the Catholic Church from 1766 to 1890. We have focused the Processes that were originated by the couples that were litigating in the countryside in Rio Grande do Sul State – this region was chosen since it offered elements to unveil matrimonial and social structure in a period full of changes, permanencies and accommodations - all those aspects could not easily be perceived in the cities where there were harbors, such as Porto Alegre at that time. We have considered the Divorce Processes as something that showed all the transformations that society was undergoing at that time. Besides, we have focused women’s new image that was emerging – particularly related to the ones that were divorced. Thus, the society had to find many answers and also solutions to those challenging situations that people were facing and a specific place where women had to stay – totally different from the ones that were known at that time. In the search of replacement of roles, we observed that a profitable social stage appeared - shaped and kept by Ecclesiastic Court, since it created a space where people could talk, it also revealed social relation webs, political and economical power in Brazil in which traditional and modern structures were mixed. Those elements built up the first steps to the great social complexity that later changed into its main feature. / O presente trabalho analisa a constituição da família nuclear brasileira e o momento histórico em que esta tornou-se majoritária, em relação ao modelo de família anterior, conhecida como família patrimonial extensa, através dos Processos de Divórcio Perpétuo Entre Partes Quanto ao Tórum e Mútua Cohabitação, impetrado, em sua grande maioria, por mulheres gaúchas junto ao Tribunal Eclesiástico da Igreja Católica, nos séculos XVIII e XIX, mais precisamente, entre os anos de 1766 a 1890. Na análise, foram privilegiados os Processos que tiveram como origem os cônjuges em litígio no interior do estado do Rio Grande do Sul, por entender-se que este espaço constitui-se em uma rica possibilidade de desvelamento das estruturas matrimonias e sociais para o período pleno de transformações, de permanências e de acomodações, mais difíceis de serem percebidas nas regiões portuárias, como a de Porto Alegre no período. A tese leva em consideração os Processos de Divórcio como sendo um indicativo importante das transformações por que passava a sociedade do período. Mais que isso, levou-se em conta o surgimento da figura da mulher divorciada, como um novo elemento a que essa mesma sociedade teve que buscar mais do que uma resposta, mas uma solução e um lugar distinto de tudo que até então era conhecido por aquela. É nesta busca por esta realocação que um rico cenário social irá ser constituído e mantido no Tribunal Eclesiástico, com vista a gerar um local de fala, extremamente revelador das intrincadas teias de relações sociais, de poder político e econômico de um Brasil que passava por um momento histórico candente, em que estruturas tradicionais e modernas se amalgamavam para constituir os primeiros passos da complexidade social que mais tarde se constituiria em sua marca mais incisiva.
14

Ave Maria, ave senhoras de todas as graças!: um estudo do feminino na perspectiva das relações de gênero na Castela do século XIII

Jardim, Rejane Barreto January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:59:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000386128-Texto+Completo-0.pdf: 1335092 bytes, checksum: 79ac67dd11d4525da1e13faf60495977 (MD5) Previous issue date: 2006 / This study investigates the importance of Virgen Mary in the mental ibero spanish universe of XIII century from a historical-anthropological reflexion. Though observes the moslem presence in catholic occupied territories marking the peninsular society history which in front of a fight of erreds took hold of worshinping Mary who as a system of values, guided by means of gender, served as model to men and women of the medieval Castella regionin Spain. Besides it verifies this society participating with enthusiasm in the movement to exalt Mary that characterized the XII and XIII centuries. The Iberic way to celeberate the Mother of God marked its history and its quotidian so used to the different and so remarked by the difference among sex. In this context the Virgen Mother served as an example to those inspired in the some way as much those that aptted by the virginity into a mystic mariage as some that chose the maternity, main function of womem in maternity. / Este estudo investiga a importância da Virgem Maria no universo mental iberocastelhano do século XIII, a partir de uma reflexão histórico-antropológica. Assim, observa que a presença muçulmana em território cristão marcou a história da sociedade peninsular, que numa luta de credo contra credo lançou mão do culto à Maria que, como um sistema de valor, orientado por diretrizes de gênero, serviu de modelo para homens e mulheres da Castela medieval. Além disso, observa que essa sociedade participou, com grande entusiasmo, do movimento de exaltação mariana que caracteriza os séculos XII e XIII. A forma ibérica de celebrar a Mãe de Deus marcou sua história e seu quotidiano, pois estava, ao mesmo tempo, tão habituado ao convívio com o diferente e tão marcado pela diferença entre os sexos. Nesse contexto, a Virgem Mãe serviu de exemplum que inspirou num mesmo movimento, tanto aquelas que optaram pela virgindade, num casamento místico quanto àquelas que escolheram a maternidade, função principal da mulher no matrimônio.
15

Devastação feminina: a outra face do amor

Barbosa, Marina Silvestre 23 February 2018 (has links)
There is no limit to the concessions each woman makes to a man, Lacan (1974) stated in Television. It is possible to observe such cases in history, literature, music and psychoanalytic clinic. This has led writers, musicians and psychoanalysts to produce works on the way women love. They use various semblance to disguise the lack of a signifier that designates what it is to be a woman. Love is considered one of those semblances that can buffer the lack of the female signifier. Given this, the question of the importance of love for women is questioned, and consequently we try to identify what led Lacan (1975-1976) to affirm that the man can be a devastation for the woman. Thus, the present research aims to analyze, from the Lacanian propositions, the concept of female devastation, under the hypothesis that this can be one of the effects of the so-called female enjoyment. For that, a theoretical research was carried out in psychoanalysis. A research was carried out in the work of Jacques Lacan, mainly from Seminar XX On feminine sexuality, the limits of Love and Knowledge (Encore) (1972-1973) and also in texts of contemporary authors that discuss aspects related to devastation, feminine sexuality and female enjoyment. The theorizations about female sexuality have changed since Freud and the beginning of Lacan's teaching. With the notion that feminine sexuality is beyond the phallus, developed by Lacan in Seminar XX, it was possible to discuss the devastation in the amorous partnerships. It is concluded that female devastation can be considered the other face of love, since it is related to the fall of love as a semblant that can provide a limit to female enjoyment. / FAPEAL - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas / Não há limites às concessões que cada mulher faz a um homem, afirmou Lacan (1974) em Televisão. É possível observar casos assim na história, na literatura, nas músicas e na clínica psicanalítica. Isso levou escritores, músicos e psicanalistas a produzirem trabalhos a respeito do modo de amar das mulheres. Elas se utilizam de diversos semblantes a fim de recobrir a falta de um significante que designe o que é ser mulher. O amor é considerado um desses semblantes que pode tamponar a falta do significante do sexo feminino. Diante disso, questiona-se a importância do amor para as mulheres, consequentemente busca-se identificar o que levou Lacan (1975-1976) a afirmar que o homem pode ser uma devastação para a mulher. Deste modo, a presente pesquisa tem como objetivo analisar, a partir das proposições lacanianas, o conceito de devastação feminina, sob a hipótese de que esta pode ser um dos efeitos do chamado gozo feminino. Para isso, foi realizada uma pesquisa de cunho teórico em psicanálise. Realizou-se uma pesquisa na obra de Jacques Lacan, principalmente a partir do Seminário XX Mais, ainda (1972-1973) e também em textos de autores contemporâneos que discutem aspectos relacionados à devastação, à sexualidade feminina e ao gozo feminino. As teorizações a respeito da sexualidade feminina modificaram-se desde Freud e o início do ensino de Lacan. Com a noção de que a sexualidade feminina está mais além do falo, desenvolvida por Lacan no Seminário XX, foi possível discutir a devastação nas parcerias amorosas. Conclui-se que a devastação feminina pode ser considerada a outra face do amor, pois ela está relacionada à queda do amor enquanto um semblante que pode proporcionar um limite ao gozo feminino.
16

Como as revistas femininas brasileiras identificam as representações da sexualidade feminina – um estudo de caso sobre as revistas Lola, Nova e Marie Claire

Pontes, Débora Fajardo 20 January 2015 (has links)
Submitted by Renata Lopes (renatasil82@gmail.com) on 2015-12-14T15:38:34Z No. of bitstreams: 1 deborafajardopontes.pdf: 1602460 bytes, checksum: 181d50cf0dfba54cfc37b9ebde967401 (MD5) / Approved for entry into archive by Adriana Oliveira (adriana.oliveira@ufjf.edu.br) on 2015-12-14T15:55:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 deborafajardopontes.pdf: 1602460 bytes, checksum: 181d50cf0dfba54cfc37b9ebde967401 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-12-14T15:55:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 deborafajardopontes.pdf: 1602460 bytes, checksum: 181d50cf0dfba54cfc37b9ebde967401 (MD5) Previous issue date: 2015-01-20 / Essa dissertação tem como proposta identificar as representações da sexualidade feminina em revistas brasileiras contemporâneas dirigidas à mulher. O objetivo é verificar o quanto essas representações distam, ou se aproximam, dos estereótipos femininos construídos ao longo da civilização ocidental. O corpus da pesquisa é formado por três publicações de editoras consolidadas no mercado brasileiro: Nova e Lola (já extinta), da Editora Abril, e Marie Claire, da Editora Globo, colecionadas por seis meses – de janeiro a junho de 2013. A fundamentação teórica inclui trabalhos de estudiosos do feminismo, da história das mulheres no mundo ocidental, da identidade como construção narrativa, das interações sociais e da comunicação. A Análise de Conteúdo categorial, como proposta por Laurence Bardin, foi a metodologia usada para analisar o material selecionado. Procedeu-se ainda a uma pesquisa de recepção com leitoras das respectivas revistas, cujo objetivo é averiguar a sua percepção relativa a esse produto. A pesquisa aponta para a ideia de “modernizar para não transformar” - característica encontrada nas revistas e acentuada nas últimas décadas. / The purpose of this dissertation is to identify different forms of female sexuality representation in contemporary Brazilian magazines aimed at female audiences. The specific aim is to verify how much these representations get close or far from long-standing feminine stereotypes built in Western civilization. The research corpus is composed of three publications by some traditional Brazilian printing houses: the Nova and Lola magazines (the last one already extinct) by Editora Abril and Marie Claire by Editora Globo, collected along six months – from January through June 2013. Theoretical fundamentals used in this work include results of research about feminism, the history of women in the Western world, identity as a narrative construction, social interactions and communication. Categorical content analysis, as a proposal by Laurence Bardin was the methodology used to analyze the selected material. A research work about the reception of this product has also been conducted. The overall conclusion suggests the existence of an idea of “modernizing in order not to transform” a characteristic that has been found in magazines and seems to have been highlighted in the last decades.
17

Os (Des)Caminhos das Mulheres no Teatro de Nelson Rodrigues: Uma ArticulaÃÃo Entre o Teatro e a PsicanÃlise / Womens un-ways in the theatre of Nelson Rodrigues: an articulation between theatre and psychoanalysis

Juliana Maria GirÃo Carvalho Nascimento 16 September 2011 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior / Esta dissertaÃÃo se debruÃa sobre algumas das personagens mulheres emblemÃticas do teatro de Nelson Rodrigues, visando investigar os possÃveis caminhos ou descaminhos dessas personagens, a fim de compreender as diversas expressÃes da sexualidade feminina, bem como as fantasias e posiÃÃes subjetivas que as mulheres rodriguianas ocupam no exercÃcio dessa sexualidade e no amor. Considerando a virulÃncia do teatro rodriguiano e o poder da arte de dar expressÃo Ãs formaÃÃes do inconsciente, supomos que a dramaturgia de Nelson Rodrigues pode trazer importantes contribuiÃÃes para o avanÃo do saber psicanalÃtico sobre a sexualidade feminina. Para tanto, essa investigaÃÃo tomou como material de anÃlise as peÃas: Senhora dos Afogados, Vestido de Noiva e A Serpente. Tendo como base o referencial teÃrico da PsicanÃlise, foram fundamentais para guiar essa investigaÃÃo os conceitos freudianos de inconsciente, pulsÃo, recalque, complexo de Ãdipo, fase prÃ-edipiana, complexo de castraÃÃo, identificaÃÃo e supereu; bem como a categoria teatral da aÃÃo. A presente pesquisa foi bibliogrÃfica e buscou, na anÃlise do discurso das peÃas, ater-se Ãs sutilezas do texto rodriguiano, enquanto discurso veiculado pela palavra e pela aÃÃo. Desse modo, as mulheres do teatro de Nelson Rodrigues mostraram-se, sobretudo, arrebatadas pela paixÃo e pela voluptuosidade, em nome de um âquererâ que ultrapassa o desejo e o encontro com o objeto; âquererâ que parece se escorar tambÃm na figura da âoutra mulherâ, depositÃria de um amor ambivalente por excelÃncia. / This dissertation leans on some Nelson Rodrigues theaterâs emblematic female characters, aiming to investigate these characters ways or un-ways, in order to understand the different expressions of female sexuality, as well as the fantasies and the subjective positions that rodriguean women take on living this sexuality and love. Considering the rodriguean theaterâs virulence and the artâs power of giving expression to the unconscious creations, we suppose Nelson Rodrigues dramaturgy may carry important contributions on the psychoanalyst knowledge improvement about female sexuality. For that, this study has taken as analysis material the plays: Senhora dos Afogados(Lady of the Drowned), Vestido de Noiva (The Wedding Dress) and A Serpente (The Serpent. Based on Psychoanalysis theoretical references, Freudian concepts of unconscious, drive, repression, Oedipus complex, early Oedipus complex, castration complex, identification e superego were fundamental to guide this investigation; as well as the drama category action. The present research was bibliographic and sought, by the plays discourse analysis, to stick to the Rodrigues writing subtlety, as a sort of discourse transmitted by words and action. Thereby, Nelson Rodrigues theaterâs women showed themselves, above all, rapt by passion and voluptuousness, in name of a âwantâ that exceeds desire and the meeting with the object; âwantâ also seems to lean on the shape of âanother womanâ, depository of an ambivalent love par excellence.
18

Sexualidade feminina em privação de liberdade: construindo relações sociais mais autênticas

Bassi, Silvana 23 May 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-29T14:15:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silvana Bassi.pdf: 576041 bytes, checksum: e464958b62dafa4f27d895e87c5c6771 (MD5) Previous issue date: 2011-05-23 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / This study reflects the practice of female sexuality in custody - as unique expression of the subject - and its interface with the context in which it is inserted. The importance of addressing this theme refers to the shortage of research with female adolescents who abide by social hospitalization in CASA Foundation / SP and to propose actions more attuned to the urgencies that are present. Sexuality - stigmatized and marred by prejudices and taboos - should be addressed to break paradigms, as advocated in legislation and policies aimed at children an adolescents. The proposal to discuss sexuality and spontaneously from the demands of teenagers led to the creation of a methodology of group dynamics, interactive and participatory, through which adolescents feel increasingly free to express their feelings their doubts and expectations. The research-in-action-of-intervention-training - used as a methodology - has broadened the perspectives of development of the growth process of the group. To the extent that the emerging content subsidized further discussion and turned into new buildings, the participants were involved in the dynamics and on track to establish more authentic / O presente estudo é uma reflexão prática da sexualidade feminina em privação de liberdade - como expressão singular do sujeito - e sua interface com a conjuntura na qual está inserido. A relevância de tratar desta temática se refere à escassez de pesquisas com adolescentes do sexo feminino que cumprem medida socioeducativa de internação na Fundação CASA/SP e que proponham ações mais afinadas com as urgências que se fazem presentes. A sexualidade - estigmatizada e permeada por preconceitos e tabus - deve ser abordada de forma a romper paradigmas, conforme preconizam a legislação e as políticas voltadas à criança e ao adolescente. A proposta de discutir a sexualidade de forma espontânea e a partir da demanda das adolescentes propiciou a criação de uma metodologia de dinâmica de grupo, interativa e participativa, por meio da qual as adolescentes se sentissem cada vez mais à vontade para expressarem seus sentimentos, suas dúvidas e suas expectativas. A pesquisa-em-ação-da-intervenção-profissional - utilizada como metodologia - ampliou as perspectivas do desenvolvimento do processo de crescimento do grupo. Na medida em que os conteúdos emergentes subsidiavam discussões posteriores e se transformavam em novas construções, os participantes se envolviam na dinâmica e caminhavam para estabelecer relações mais autenticas
19

A domesticação do corpo e a subversão da sexualidade feminina na literatura: do Iluminismo ao Naturalismo / The domestication of the body and the subversion of female sexuality in literature: from Enlightenment to Naturalism

Santos, Maria Aparecida Conceição Mendonça 25 September 2015 (has links)
Submitted by Rosivalda Pereira (mrs.pereira@ufma.br) on 2017-05-25T21:21:30Z No. of bitstreams: 1 MariaAparecidaSantos.pdf: 5437358 bytes, checksum: 7d0fb7d9c036565940c65b37d2add22c (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-25T21:21:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MariaAparecidaSantos.pdf: 5437358 bytes, checksum: 7d0fb7d9c036565940c65b37d2add22c (MD5) Previous issue date: 2015-09-25 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / This work consists in showing a reflection about the female sexuality through a rich dialogue between History and Literature in order to highlight the assimilation and spread of the imaginary about the female body through literary works and movements. For this purpose, it was highlighted, first, some symbolic constructions that promoted the conception of an alleged ontological existence of a feminine nature, resignified in this research by the idea of an eternal feminine, that it would be appropriate and disseminated through various legitimating discourses, among them, the very literary discourse. In addition, it aims to emphasize not only the external influences exerted on literary discourse in the representation of a particular conception of reality guided by the hierarchical difference between sexes, but it also highlighted the active character of the literature in the construction and propagation of those values. Concomitantly with this, it was emphasized during the research, the mechanisms of control and repression that acted upon the female body and sexuality, which would be gradually produced, operated and improved according to the needs and interests of each society. In this perspective, in order to analyze the views on femininity propagated by the literature of the Nineteenth Century, it was evidenced the ruptures and continuities in relation to both social imaginary as the behaviors and meanings that were directed and imputed to women, taking another times as reference, observing, as well, its transformations along time, which would be ruled not only by the substitution of a discourse by another, but, mainly, by the continuous overlapping of a discourse by another, forming, in this way, a long-term structure. For this purpose, it demonstrate the perception of some authors of the Enlightenment regarding this issue, as well, as how the writers of the Romantic and Realistic movements worked this theme. Finally, it aimed to prioritize the analysis of the Naturalist School, relating it to the theme worked through the production of authors such as Émile Zola, Aluísio Azevedo and Júlio Ribeiro, highlighting how the nuances about female sexuality were manifested in their productions and the way which the various institutionalized knowledge of the Nineteenth Century sought todeny it, idealize it, and, finally, objectify it. / O presente trabalho consiste em apresentar uma reflexão sobre a sexualidade feminina a partir de um rico diálogo entre a História e a Literatura, com a finalidade de evidenciar a assimilação e propagação de um imaginário sobre o sexo feminino por meio de obras e estéticas literárias. Para tanto, destacou-se, primeiramente, algumas construções simbólicas que promoveram a concepção de uma pretensa existência ontológica de uma natureza feminina, ressignificada nesta pesquisa pela ideia de um eterno feminino, que seria apropriada e disseminada por meio de vários discursos legitimadores, dentre os quais, o próprio discurso literário. Ademais, buscou-se enfatizar não apenas as influências externas exercidas sobre o discurso literário na representação de determinada concepção de realidade pautada na diferença hierarquizante entre os sexos, mas, também, evidenciar o caráter ativo da Literatura na construção e propagação deste mesmo ideário. Concomitantemente a isto, enfatizou-se no decorrer da pesquisa os mecanismos de controle e repressão que atuavam sobre o corpo e a sexualidade feminina, que seriam, gradualmente, produzidos, operacionalizados e aperfeiçoados de acordo com as necessidades e interesses de cada sociedade. Nesta perspectiva, com a finalidade de analisar as visões de feminilidade propagadas pela Literatura do século XIX, evidenciou-se as rupturas e permanências em relação tanto ao imaginário social quanto aos comportamentos e significados que foram direcionados e imputados às mulheres, tendo por referência outras épocas, observando, assim, suas transformações ao longo do tempo, que seriam pautadas não apenas pela substituição de um discurso por outro, mas, principalmente, pela sobreposição contínua de um discurso sobre outro, vindo a formar, assim, uma estrutura de longa duração. Para tanto, buscou-se demonstrar a percepção de alguns autores do Iluminismo sobre tal questão, assim como a forma como tal tema foi trabalhado pelos literatos da estética Romântica e Realista. Por fim, priorizou-se a análise da Escola Naturalista, relacionando-a ao tema trabalhado a partir da produção de autores como Émile Zola, Aluísio Azevedo e Júlio Ribeiro, destacando de que forma as nuances acerca da sexualidade feminina foram apropriadas em suas produções e a maneira a partir da qual os mais variados discursos e saberes institucionalizados do século XIX buscaram negá-la, idealizá-la e, por fim, objetificá-la.
20

O perfil da sexualidade em mulheres com câncer de mama / The sexual profile of women with breast cancer

Maria Fernanda de Matos Maluf 08 April 2008 (has links)
INTRODUÇÃO: O câncer de mama é a neoplasia maligna que mais atinge o sexo feminino, sendo responsável por cerca de 20% dos óbitos por câncer entre as mulheres. Os tratamentos utilizados promovem, de modo geral, alterações na auto-imagem, na imagem corporal, no auto-conceito e na função sexual feminina. Assim, objetiva-se avaliar a presença ou não de disfunções sexuais em mulheres com câncer de mama tratadas cirurgicamente. MÉTODOS: foram avaliadas pelo período de um ano, 52 mulheres entre 50 e 60 anos de idade, divididas em dois grupos: controle, composto por 37 mulheres com tumores benignos de mama e 15 submetidas à mastectomia radical, utilizando o Watts Sexual Function Questionnaire (WSFQ), que avalia os quatro componentes da experiência sexual, incluindo as percepções sobre desejo sexual, interesse, orgasmo e satisfação, específico para avaliar a sexualidade em sujeitos com patologias clínicas, previamente aplicado na população brasileira. A este questionário foram acrescidas questões qualitativas visando a avaliação e observação das reações das pacientes frente ao diagnóstico cirúrgico e as possíveis alterações advindas da mastectomia radical na auto-estima, no humor, na capacidade de planejar o futuro e na manutenção do relacionamento afetivo-sexual. Testes estatísticos para medidas repetidas, análise de correlação entre variáveis e análise exploratória de dados multidimencionais estão entre as técnicas estatísticas utilizadas para avaliar o conjunto de dados. RESULTADOS: As principais variações detectadas ao longo do tempo, foram o desejo sexual, no grupo controle e na excitação no grupo cirúrgico. Avaliando-se o impacto do tempo observou-se uma piora na fase do desejo das pacientes pertencentes ao grupo controle comparado ao grupo de mastectomia radical. Dentre as pacientes submetidas à mastectomia, 37,5% das que realizaram reconstrução mamária tem melhor auto-imagem e exercem sua sexualidade adequadamente. A realização do processo de elaboração do luto foi observada durante as diversas etapas do tratamento do câncer de mama. Observou-se amplitude de variações nos sentimentos / atitudes que a doença causa em cada paciente, não sendo possível uma padronização do comportamento e complementando de forma decisiva na avaliação objetiva realizada através da escoragem WSFQ. CONCLUSÃO: Pacientes submetidas à mastectomia radical apresentaram indícios de transtorno de excitação, quando comparadas à mulheres com tumores benignos de mama nas quais observa-se falta de desejo sexual. / INTRODUCTION: breast cancer is the malign neoplasia what most gets female sex, being responsible for about 20% from cancer\'s death among women. The treatments used to promote alterations on self-image, on body image body, into the self-concept and on the female sexual function. So, we aim to access the presence or not sexual dysfunctions in women with breast cancer submitted to surgery treatment. METHODS: were evaluated by a period of one year, 52 women among 50 and 60 years old, divided in two groups: control, compounded by 37 women with benign breast tumors and 15 submitted to radical mastectomy, using the Watts Sexual Function Questionnaire (WSFQ), that assesses the four components from sexual experience, including the perceptions of sexual desire, interest, orgasm and satisfaction, specific to evaluate sexuality in subjects with clinics pathologies previously applied on Brazilian population. For this questionnaire have been added qualitative questions aimed the appraisal and observation from patients reactions to surgical diagnosis and the possible occurring alterations of radical mastectomy in self-steam, in humor, in the capacity of planning future and at the maintenance of the affective-sexual relationships. Statistic tests about repetitive measures, analysis between correlation variables and analysis of multidimencional exploratory data are among the statistics techniques used to evaluate the data set. RESULTS: the main variations detected in a long of the time, was the sexual desire in control group and in excitation in surgical group. Evaluating the impact of the time observed, considering comparatively both groups, there was a worsening in phase of desire in control group when compared to radical mastectomy group. Among the patients submitted to the mastectomy, 37.5% of that carried out mammary reconstruction has better self -image and exercise its sexuality adequately. The achievement of the trial of elaboration of the mourning process was observed during the diverse phases of the breast cancer treatment. It was seen amplitude of variations in feelings / attitudes that illness causes in each patient, not being possible a stardandization of the behavior and complementary of decisive form in the objective evaluation carried out through the WSFQ score CONCLUSION: Patients submitted to radical mastectomy presented indications of perturbation of excitement, when compared to women with benign breast tumors when were observed lack of sexual deseire.

Page generated in 0.0934 seconds