• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 21
  • 5
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 27
  • 7
  • 7
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Tra(vestido sim, mulher não : um estudo, a partir da clínica psicanalítica, sobre o travestismo / CROSS(DRESSED), BUT NOT WOMAN: A STUDY FROM PSYCHOANALITIC CLINIC ABOUT THE TRANSVESTISM (Inglês)

Pinheiro, Francisco Lamartini Guedes 19 December 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:39:14Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-12-19 / The theme of this research consists on the crossdressed subjects , which is considered the language and instrument to construct the crossdresser s female character. The central hypothesis is the fact that crossdressing is a subject position that comes from perversion. In the transvestism, it is relevant to know the direction that the structural ways of the impulse (trieb) takes in the crossdresser, since it results in the sexual position this one occupies. Thus, these inquiries led to the main aim of this thesis, which was to observe the psychic effects that come from some men who assumed the crossdressing identity, based on a case study. The methodology adopted was a theoretical-clinic approach from four clinic patients treated in my private clinic. Therefore, the methodological procedures of these cases were used as a source of theoretical and practice productions. As regards of theory standards, I focus on psychoanalysis, following the themes: identification, modern sexual morality, discontents, body, politics, sexuality, structures, sexual position etc. Chapter one, Clinic listening , is formed by the clinic studied cases. Chapter two, Who is and what does a crossdresser want? consists in a psychoanalysis research, about who the crossdresser is. In chapter three, The gender and the crossdresser sexual difference , discourse and question of the psychoanalytic notion of gender and how this processes in the crossdressers case. In quest of an understanding of the main question of this thesis, this article has three key points, which provided support to the studied cases: 1) The crossdresser structures through perversion and fetish; 2) The identifications and identity position that are part of the transvestism and crossdresser are basis processes that surround and maintains them, emerging from perversion structure and sexual position; 3) The crossdresser denial to the Other is a social and psychic effect caused by the challenging symptom of the crossdresser. Considering Freud, Lacan, Dor, Desprats-Péquignot, this thesis has the purpose of reaffirming the clinic sovereignty and the function of structural diagnosis as a guide in the treatment of these patients. Consequently, I was able to test out that there is no relation between crossdresser and perversion. Keywords: Psychoanalysis; Crossdressed; Perversion; Psychoanalytic Clinic; Psychoanalysis search. / O tema desta pesquisa é o travestismo, considerado como linguagem e instrumento usado para a fabricação do personagem feminino do travesti. A hipótese central trabalhada é a de que o travestismo é um posicionamento subjetivo advindo da perversão. No caso do travestismo, há que saber sobre os caminhos estruturais que a pulsão toma no travesti e que resultam na posição sexual que este ocupa. Dessa forma, estas indagações levaram ao objetivo geral da tese, que foi o de verificar os efeitos psíquicos advindos do fato de alguns homens assumirem a identidade travesti, a partir de estudos de casos. O caminho metodológico tratou-se de uma leitura teórico-clínica de quatro casos clínicos atendidos em clínica particular. Para tanto, foi utilizado método clínico psicanalítico como fonte disparadora de produções teóricas e práticas. Quanto ao marco teórico, tem-se como eixo a psicanálise, seguindo os seguintes temas norteadores: identificação, moral sexual moderna, mal-estar, corpo, política, sexualidade, estruturas, posição sexuada etc. O primeiro capítulo, À escuta da clinica, é composto pelo estudo dos casos clínicos. No segundo capítulo, O que quer um travesti?, é efetuado um levantamento a respeito das considerações acumuladas pela psicanálise sobre o travesti. No terceiro capítulo, As diferenças sexuais e a diferença sexual travesti, discute-se e questiona-se a noção psicanalítica de diferença sexual e como ela se processa no caso dos travestis. Na busca de um entendimento à questão principal da tese, apresentam-se três pontos chaves para a materialização teórica e clínica da mesma, os quais deram apoio aos estudos dos casos citados: 1) o travesti se estrutura pelas vias da perversão e do fetiche; 2) as identificações e os posicionamentos identitários que compõem o travestismo e o travesti são os processos de base que permeiam e dão sustentação ao mesmo e advêm de uma arrumação sutil entre perversão x identidade x diferença sexual; 3) a negação do sujeito travesti pelo Outro é um efeito social e psíquico causado pela prevalência do sintoma desafiador do travesti. A tarefa da presente tese, considerando autores da psicanálise como Freud, Lacan, Dor, Desprats-Péquignot, Pacheco, é de reafirmar a soberania da clínica e a função do diagnóstico estrutural sendo o orientador da direção do tratamento. Assim, pude verificar que não há relação direta entre o travesti e o perverso. Palavras-chave: Psicanálise; travestismo; Perversão; Clínica Psicanalítica; Pesquisa em Psicanálise
2

Cartografias de vivências trans : experimentações teatrais e modos de subjetivação /

Lopes, Herbert de Proença. January 2018 (has links)
Orientador: Wiliam Siqueira Peres / Banca: Roberta Stubs Parpinelli / Banca: Leonardo Lemos de Souza / Resumo: O objetivo desta pesquisa foi acompanhar o Coletivo ElityTrans, grupo formado por travestis e transexuais da cidade de Londrina (PR), nos processos de experimentação teatral vividos por meio de oficinas compartilhadas entre participantes do coletivo e pesquisador, que resultou na criação da Cia. Translúcidas de Teatro. Procuramos no método da cartografia caminhos para acompanhar as linhas de subjetivação que atravessavam xs participantes e que indicavam problematizações sobre temas suscitados. Estes temas se transversalizaram e encontraram no termo "vivências trans" diferentes sentidos que foram explorados teoricamente: expressões de travestilidades e transexualidades; formas mais potentes de abordar tais expressões, como as perspectivas queer; experimentações artísticas através da prática teatral, e experiências coletivas que permitiram o exercício do teatro e da pesquisa, colocando o próprio sentido de experiência em questão. Esta pesquisa acompanhou a montagem de uma peça teatral realizada junto com xs participantes do coletivo e elaborada como um dispositivo de luta política e emancipatória, que se inscreve no cenário de violências contra expressões de gêneros dissidentes. Este dispositivo interessou-se por das condições de "ver" e "falar" que estavam entre os desejos das pessoas envoltas ao projeto que confluíram na necessidade ética de garantir às pessoas trans e travestis, o direito fundamental à existência / Abstract: The purpose of this research was to accompany the ElityTrans Collective, a group formed by transvestites and transsexuals from Londrina (PR), in the processes of theatrical experimentation lived through workshops realized with participants of the collective and researcher. We found in the method of cartography ways to follow the lines of subjectivation that crossed participants and indicated problematizations on issues raised. These themes were transversalized and found in the term "trans experiences" different meanings that were explored theoretically: expressions of travestilities and transsexualities; more potent ways of addressing such expressions, such as queer perspectives; artistic experiments through theatrical practice, and collective experiences that allowed the exercise of theater and research, putting the very meaning of experience in question. This research followed the construction of a theatrical play performed together with participants from the collective and elaborated as a device of political and emancipatory struggle, which is part of the scenario of violence against expressions of dissenting genres. This device was interested in the conditions of "seeing" and "talking" that were among the wishes of the people involved in the project that came together in the ethical need to guarantee trans people and transvestites the fundamental right to existence / Mestre
3

Essa boneca tem manual

Amaral, Marília dos Santos January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2013-03-04T19:46:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 304542.pdf: 1766474 bytes, checksum: c288fde2948cf09baea50772c98ebf3e (MD5) / Este trabalho discute as travestilidades a partir do discurso das pessoas que desejam tornar-se travesti conhecidas como novatas, iniciantes, ninfetas e novinhas. Trata-se de uma escrita de inspiração etnográfica em que são tecidas entrevistas, experiências e diálogos com travestis com idades entre 15 e 21 anos durante experimentação de pesquisa pelas ruas, pensões, moradias e ong's da cidade de Florianópolis e em espaços virtuais como blogs e o facebook. A análise teórica segue as pistas de Michel Foucault e Judith Butler discutindo sob que condições novatas travestis são reconhecidas como sujeitos legítimos do discurso das travestilidades. Nesta direção são questionados os saberes, as práticas e o acesso aos conhecimentos trazendo à cena as regras e os passos que ensinam alguns modos de se experienciar as travestilidades, bem como as possibilidades de resistência a estas normas. Entendidas como jogos de verdade estas regras que envolvem o que é legítimo ou ilegítimo são apresentadas e problematizadas por diferentes discursos: pelas travestis mais experientes, pelas redes de proteções das "mães", pelas redes virtuais e entre as próprias novatas travestis. A partir dos efeitos produzidos por estes discursos são delineados os contornos das novas formas de se pensar a experiência das travestilidades entre as jovens que estão começando. As novas experimentações transitam por entre atualizadas maneiras de aprender e investir na transformação corporal, pelos ressignificados atribuídos ao espaço da pista, à permanência na escola e aos vínculos familiares. Também circulam pela importância das redes de sociabilidades como as mamys e as "irmãs". Neste sentido, são discutidas neste trabalho não apenas as condições de possibilidades da (re)invenção das novas travestilidades, mas também são sinalizadas a expansão dos espaços de (re)existência e (re)criação de si mesma para aquelas que desejam tornar-se travesti sob novos e também hegemônicos critérios éticos, estéticos e políticos.
4

Travestilidades e envelhecimentos : cartografando modos de vida na transcontemporaneidade / Transvestite and Aging Properties: Charting Ways of Life on Transcontemporaneity (Inglês)

Leite Junior, Francisco Francinete 11 August 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:03:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-08-11 / The study presented here originates from a Masters research entitled Transvestite and Aging Properties: Charting Ways of Life on Transcontemporaneity developed in the framework of the Graduate Program in Psychology at the University of Fortaleza (UNIFOR) and the Laboratory of Studies And Research Multiverse: body, gender, and sexuality in the processes of subjectivation. That move provoked concerns involving the emergence of some questions How the intersection between gender and generation in subject transvestites joints? In abjection contexts, how the elderly transvestites move and resist under the discursive productions that reiterate the heteronormativity? How are the ways of life of the elderly transvestites in transcontemporaneity? - which subsidized the realization of research designed to achieve the following objective: to understand the production of gender performing and the sexuality trials in the intersectional experience of transvestites and aging properties in local contexts. The theoretical-methodological assumptions underpinning this study cover deconstructive discourse perspective, by understanding that the speeches cross the subjects, enabling them to conduct a deconstruction exercise that leads to the making of a movement of folds on themselves, post-structuralist studies based on Foucault, present in postmodern debates, and interact with the queer theorizing. Cartography is also present, making possible to think the problems that inhabit that reality such in a rizomatic way and inducing to monitor subjects movements and displacements in the experiences of their desires and pleasures. The stories, memories and experiences of three old transvestites nicknamed Iracema, Aurelia and Lucíola, developers of their ways of life, invited to think about the offsets movements, allowing realizing their movements, styles and new possibilities. It is concluded that their life trajectories are marked by struggles and resistances re-signified and mature by the actions of the time, revealing that their existence is pulsating and comes from the pleasure and the desire, as well as their processing capacity and resilience. Keywords: Transvestite properties. Aging. Cartography. Ways of life. Transcontemporaneity. / O estudo aqui apresentado origina-se de uma pesquisa de mestrado intitulada Travestilidades e Envelhecimentos: Cartografando Modos de vida na Transcontemporaneidade desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza (UNIFOR) e do Laboratório de Estudos e Pesquisas Multiversos: corpo, gênero e sexualidade nos processos de subjetivação. Tal movimento de pesquisa provocou inquietações que implicaram a emergência de alguns questionamentos - Como se articula a intersecção entre gênero e geração em sujeitos travestis? Em contextos de abjeção, como as travestis idosas se movimentam e resistem diante das produções discursivas que reiteram a heteronormatividade? Como se apresentam os modos de vida das travestis idosas na transcontemporaneidade? Por sua vez, estas discussões subsidiaram a realização de pesquisa destinada a alcançar o seguinte objetivo: compreender a produção de performatividades de gênero e as experimentações da sexualidade na experiência interseccional da travestilidade e envelhecimento em contextos fortalezenses. Os pressupostos teórico-metodológicos que sustentam este estudo abrangem perspectivas discursivo-desconstrucionistas, por compreender-se que os discursos atravessam os sujeitos, possibilitando-lhes a realização de um exercício de desconstrução que os conduz à feitura de um movimento de dobra sobre si mesmos, estudos pós-estruturalistas que aproximam das discussões de Michel Foucault, presente nos debates pós-modernos, além de relacionarem-se com as teorizações queer. A Cartografia também está presente, possibilitando pensar de forma rizomática as problemáticas que povoam tal seara e induzindo a acompanhar movimentos e deslocamentos dos sujeitos nas vivências de seus desejos e prazeres. Os relatos, memórias e experiências de três travestis idosas codinominadas Iracema, Aurélia e Lucíola, reveladoras de seus modos de vida, convocaram a pensar sobre os movimentos de deslocamentos, permitindo que se percebessem suas movimentações, estilos e novas possibilidades. Conclui-se que suas trajetórias de vida são marcadas por lutas, resistências e sujeição que são ressignificadas e amadurecidas pelas ações do tempo, reveladoras de que sua existência pulsa e advém do prazer e do desejo, além de sua capacidade de transformação e superação. Palavras-chave: Travestilidade. Envelhecimento. Cartografia. Modos de Vida. Transcontemporaneidade.
5

Travestis brasileiras e escolas (da vida) : cartografias do movimento social organizado aos gêneros nômades /

Sales, Adriana. January 2018 (has links)
Orientador: Wiliam Siqueira Peres / Banca: Fernando Silva Teixeira Filho / Banca: Leonardo Lemos de Souza / Banca: Flávio Bonsucesso Teixeira / Banca: Megg Rayara Gomes de Oliveira / Resumo: Esta pesquisa emergiu na/da necessidade de problematizar travestilidades brasileiras e escola. Essa demanda relaciona-se com diálogos com o movimento social organizado dessas pessoas e dispara elementos para cartografarmos (repensarmos) os modelos de produções de conhecimentos em psicologia e educação, no que tange os processos escolares formais e a escola da vida. As participantes diretas na/da pesquisa são treze lideranças que compõem o cenário da história deste coletivo, desde 1992 até 2016, espalhadas pelas cinco regiões brasileiras. Os processos dialógicos com estas referências nacionais travestis disparam relações diretas com suas corporalidades, sexualidades e gêneros nômades, que rompem com as referências binárias heterossexuais e nos apresentam outras nuances de configuração nos processos de subjetivação humana. Somam-se, também, as perspectivas que atravessaram suas experiências escolares, a evasão (exclusão) destes espaços, o retorno aos mesmos e as ferramentas de resistência, ao elaborarem outros conhecimentos, no cotidiano, para garantirem suas vidas potentes. Estes novos conhecimentos apontam para necessidade de um currículo queer e nos brindam com outros modos de produção de conhecimentos (da vida) e contestação aos processos de exclusão / Abstract: This research emerged from the need to problematize Brazilian transvestites and school. The demand is related to dialogues with the organized social movement of these people and triggers elements for mapping (rethinking) the models of production of knowledge in psychology and education by regarding formal school processes and the school of life. The direct participants in the research are thirtheen leaders that make up the history of this collective from 1992 to 2006, throughout the five Brazilian regions. Dialogical processes with these transvestite's national references trigger direct relations with their bodies, sexualities and wanderer genres, which break with heterosexual binary references and present us with other nuances of configuration in the processes of human subjectivity. They also add the perspectives that have crossed their school experiences, the school dropout (exclusion), the return and the tools of resistance, when elaborating other knowledge in the daily life to guarantee their potent lives. These new insights point to the need for a queer curriculum and provide us with other ways of producing knowledge (of life) and contestation to processes of exclusion / Doutor
6

Unindo a cruz e o arco-íris

Jesus, Fátima Weiss de January 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social / Made available in DSpace on 2013-06-25T20:20:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 308807.pdf: 5881459 bytes, checksum: f0ea5bf3cf0053a1703b10dcb98361de (MD5) / A presente tese teve como objetivo principal compreender as articulações entre gênero, sexualidade e vivência religiosa numa das "Igrejas Inclusivas" de São Paulo - a Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM-SP). A tese contextualiza o surgimento das Igrejas Inclusivas no Brasil e em particular a fundação da ICM-SP e aponta a emergência de uma Teologia Inclusiva no Brasil. Através da análise das trajetórias de participantes que se auto-reconhecem como gays, lésbicas e travestis, reflete sobre o papel que a ICM-SP ocupa na vida de pessoas que tiveram significativas vivências religiosas anteriores, das quais foram afastadas por suas orientações sexuais. Acompanhando cultos e outras atividades da ICM-SP, analisa a valorização de "femininos" entre gays, travestis, transexuais e drag queens. Por fim, reflete sobre o lugar que a ICM-SP ocupa no espaço político do movimento LGBT de São Paulo. Em conclusão, demonstra como a sexualidade é um aspecto central na teologia da ICM e como sua perspectiva é incentivadora dos trânsitos de gênero e, em particular, como a feminilidade é um valor central para a vivência religiosa na Igreja estudada. / This thesis had as main objective to understand the connections between gender, sexuality and religious living in one of the "Inclusive Churches" of São Paulo - Metropolitan Community Church (ICM-SP). The thesis contextualizes the emergence of Inclusive Churches in Brazil, and particularly the establishment of the ICM-SP and it points the emergence of an Inclusive Theology in Brazil. By analyzing the trajectories of participants who recognize themselves as gays, lesbians and transvestites, this thesis reflects on the role that ICM-SP occupies in live of people who had substantial previous religious experiences, and which were rejected for their sexual orientations. By following ICM-SP#s rituals and other activities, this thesis examines the valuation of "feminine" among gay men, transvestites, transsexuals and drag queens. Finally, it reflects on the place that the ICM-SP occupies in the political arena of the LGBT movement in São Paulo. On conclusion, it demonstrates how sexuality is a central aspect at ICM#s theology and shows as their perspective motivates gender transits, particularly how femininity is a central value to religious experience in the Church studied.
7

La metamorfósis de Cobra. (Un análisis de género a la novela de Severo Sarduy).

Martínez Labbé, Sara January 2004 (has links)
Informe de Seminario para optar al grado de Licenciado en Lengua y Literatura Hispánica mención Literatura. / En este análisis, partiendo de la hipótesis de que los géneros son culturales, es decir, son construidos por los seres humanos a lo largo de su evolución social, pretendo explorar las identidades de un personaje en especial, a saber, Cobra, que yendo del travestimiento a la transexualidad, hará un viaje sin fin en búsqueda de una identidad que siempre se fuga. De este modo, demostraré cómo se subvierten todos los cánones establecidos sobre los géneros y cómo también la obra se articula considerando a éstos como constructos culturales.
8

O travestismo narrativo em O professor de Charlotte Brontë

RODRIGUES, S. N. 29 September 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:43:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_10309_Tese de Sara Novaes Rodrigues - Versão Final.pdf: 1597049 bytes, checksum: c83838925b3405e264c3a433ced8ec60 (MD5) Previous issue date: 2016-09-29 / Em O professor, seu primeiro romance escrito com vistas à publicação, Charlotte Brontë, escritora inglesa que viveu no século XIX, faz uso de uma técnica literária denominada travestismo narrativo. Este recurso se caracteriza pelo uso de um narrador autodiegético do sexo oposto ao de quem escreve. Com vistas à análise do emprego dessa técnica, faço inicialmente um levantamento biográfico da autora, assim como da crítica que essa obra e a autora têm recebido desde a publicação. Em seguida, faço um estudo sobre a narrativa, como preparação para o levantamento sobre as diversas denominações do travestismo narrativo por diferentes escritores e teóricos e analiso o uso da técnica em estudo. Como conclusão, apresento a minha leitura de três partes do enredo, com o auxílio de textos especializados sobre a escritora e a obra selecionada.
9

Travestis, transformistas, drag-queens, transexuais : personagens e mascaras no cotidiano de Belo Horizonte e Lisboa

Jayme, Juliana Gonzaga 29 July 2018 (has links)
Orientador : Suely Kofes / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-07-29T02:34:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Jayme_JulianaGonzaga_D.pdf: 8977241 bytes, checksum: b0efdd8f095416a389930cdc1d91e4cc (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Este trabalho objetiva investigar e discutir as diferenças e pontos em comum entre travestis, transformistas, transexuais e drag-queens - os chamados transcender. Partindo de uma ação que eles denominam montagem, é possível refletir sobre a produção e reprodução de femininos performáticos - performático aqui entendido no sentido de que acrescenta a transitoriedade ao sujeito (Butler). Nessa montagem, os transcender reconstroem gêneros, revelando que essa categoria não possui uma estrutura binária e essencialista, antes, refere-se a multiplicidades e está vinculada a outras relações sociais. Também através da montagem, esses sujeitos modificam seu corpo e nome -demonstrando a transitoriedade da pessoa e indicando que sua ação é encorporada, visto que mimetizada e aprendida através do corpo e nele observada. Este trabalho, então, é uma etnografia sobre esses sujeitos, que leva em conta uma perspectiva relacional e situacional de gênero, uma abordagem das identidades como constituídas transitoriamente - não fixadas -, reflexiva e esteticamente e relacionadas a contextos de relações específicos, tendo como base a partilha de significados. Esta etnografia foi feita através de pesquisa de campo entre os travestis, transformistas, transexuais e drag-queens em Belo Horizonte e Lisboa e é uma interpretação das representações que esses sujeitos fazem do "ser" transgender nessas duas cidades. / Abstract: The aim of this dissertation is to analyze and discuss the differences and similarities among travesties, transformers, transsexuals and drag queens, the so-called transgender. Starting from an action called "montagem" (manufacturing, building), it is possible to study the production and reproduction of performers female. Performers in the sense of being transitory (Butler). In their process of "montagem", transgender rebuilds gender, revealing that this category does not have a binary and essentialist structure. Rather, it relates to the multiplicity, as well as it is connected to other social relations. The "montagem" also allows that the agent transforms its body and name, revealing the temporary feature to the individual. Besides, it shows that his action is embodied, since related to the body. This work is, then, an ethnography of these agents, taking into account the relational and situational perspective of gender. This ethnography was carried out by a research among travesties, transformers, transsexuals, and drag queens in Belo Horizonte (Brazil) and Lisbon (Portugal). It is an interpretation of the representations that these agents have "to be transgender" in these two cities. / Doutorado
10

La imagen del Che Guevara: Un travestismo de la Virgen de Guadalupe.

Alegría Licuime, Juan January 2007 (has links)
No description available.

Page generated in 0.0556 seconds