• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 29
  • 20
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 63
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Corais negros (Cnidaria: Anthozoa) do Atlântico Sul: margem continental ocidental e cadeia mesoatlântica

LIMA, Manuela Menezes de 23 February 2017 (has links)
Submitted by Fernanda Rodrigues de Lima (fernanda.rlima@ufpe.br) on 2018-07-24T22:29:05Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Manuela Menezes de Lima.pdf: 11410878 bytes, checksum: 7eb0852a926f4cd055a7ae5a117521c0 (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-07-25T17:46:41Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Manuela Menezes de Lima.pdf: 11410878 bytes, checksum: 7eb0852a926f4cd055a7ae5a117521c0 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-25T17:46:41Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Manuela Menezes de Lima.pdf: 11410878 bytes, checksum: 7eb0852a926f4cd055a7ae5a117521c0 (MD5) Previous issue date: 2017-02-23 / CNPQ / Os cnidários da ordem Antipatharia (Cnidaria: Hexacorallia), popularmente conhecidos como corais negros, estão distribuídos por todos os oceanos do mundo, ocorrendo principalmente em profundidades maiores que 50 m. Sabe-se, porém, que a biodiversidade de mar profundo ainda está subestimada, e a escassez de estudos é ainda maior dentro da ordem. Uma das regiões que melhor representa esse estado deficiente de conhecimento é o Atlântico Sul. Através da identificação de corais negros depositados na Coleção de Cnidaria do Museu Nacional da UFRJ e no Museu de Oceanografia da UFPE, provenientes da porção sul da Cordilheira Meso-Atlântica e da plataforma continental brasileira, aqui registra-se a ampliação na distribuição de 18 espécies, pertencentes à seis famílias (Antipathidae, Cladopathidae, Leiopathidae, Myriopathidae, Schizopathidae e Stylopathidae). Quatro espécies (Parantipathes laricides; Triadopathes triadocrada; Stichopathes paucispina e S. spiessi) são registradas pela primeira vez para o Oceano Atlântico. Aqui também é registrada pela primeira vez a associação entre poliquetas polinoídeos e corais negros no Atlântico Sul Ocidental. Através de uma análise de similaridade faunística, foram revelados dois principais centros de endemismo neste oceano: o grupo do Caribe e o Canadá + Nordeste do Atlântico. O levantamento prévio à análise mostrou várias regiões que nunca foram amostradas, ou com ocorrências escassas. O panorama aqui exposto evidencia a necessidade de fomentar os estudos taxonômicos e biogeográficos com corais de mar profundo, para que a real diversidade do grupo possa ser elucidada. / Cnidarians of the order Antipatharia (Cnidaria: Hexacorallia), popularly known as black corals, are spread throughout all oceans of the world, occurring mainly in depths greater than 50 m. Knowledge about deep-sea biodiversity, however, is still underestimated, and the scarcity of studies is even greater within this order. One of the regions that best represent this state of knowledge is the South Atlantic. Through identification of black corals deposited in collections of the Museu Nacional (Rio de Janeiro) and the Museu de Oceanografia da UFPE, from the southern portion of the Mid-Atlantic Ridge and from the Brazilian continental shelf, we record herein the distribution of 18 species belonging to six families (Antipathidae, Cladopathidae, Leiopathidae, Myriopathidae, Schizopathidae and Stylopathidae). Four species (Parantipathes laricides; Triadopathes triadocrada; Stichopathes paucispina and S. spiessi) are recorded for the first time in the Atlantic Ocean. The association between polynoid polychaetes and black corals is also recorded for the first time in Southwestern Atlantic waters. An analysis of faunistic similarity was performed, revealing two main centers of endemism in this ocean: The Caribbean group and the Canada + Northeast Atlantic group. However, a preliminary survey showed several regions poorly known, with scarce records. The results presented herein highlight the need to promote taxonomic and biogeographic studies on deep sea corals, in order to elucidate the real diversity of antipatharians in the Atlantic.
22

Avaliação do zoantídeo Palythoa caribaeorum (Cnidária, Anthozoa) como bioacumulador de metais pesados

Henrique Leonel de Oliveira Costa, Diego January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:05:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1779_1.pdf: 876156 bytes, checksum: f3c6cd964187f49184b543389ec67cfd (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / O presente estudo analisa a capacidade da espécie de zoantídeo, Palythoa caribaeorum de acumular metais pesados. Além disso, comparou-se as concentrações dos metais encontrados em colônias distribuídas em setores diferentes de um mesmo recife e em partes diferentes de uma mesma colônia. Somado a isso, verificou-se as relações entre a distribuição do zoantídeo, a morfometria e os metais pesados. O estudo foi realizado no período seco e chuvoso, entre os anos de 2005 e 2006, nos recifes de arenito da praia de Suape, PE, Brasil. Como área controle utilizou-se a praia da Gamela, distante 50km do ponto de estudo. Foram aplicados teste-t e Kruskal-Wallis aos resultados encontrados, utilizando-se como variáveis a concentração de metais no tecido do P. caribaeorum, no sedimento e na alga Padina gymnospora. Para a morfometria as variáveis foram o diâmetro e a altura dos pólipos. Para o estudo da distribuição e abundância foi proposta uma metodologia de transectos, a Espinha-de-peixe, que conjuga metodologias padrões de ambientes recifais. Os resultados mostraram que o zoantídeo apresenta uma baixa abundância, em relação ao que era esperado, nos recifes estudados, com distribuição concentrada no setor externo do recife na praia da Gamela e no setor interno nos recifes de Suape. Além de sugerir que P. caribaeorum não seria um bom bioacumulador de metais pesados. Contudo, o metal níquel obteve uma maior concentração no zoantídeo do que no sedimento e na alga. Em relação à distribuição e a morfometria do zoantídeo, não foi evidenciada nenhuma influência dos metais. Os resultados das medições morfométricas demostraram uma sazonalidade entre os diâmetros da parte interna e externa e na altura dos pólipos externos e internos, que pode ser explicada pela biologia reprodutiva do animal
23

Taxonomia de pracriontes isolados de cnidários de São Sebastião, SP, Brasil / Taxonomy of prokaryontes isolated from cnidarians of São Sebastião, SP, Brasil

Tonon, Luciane Alessandra Chimetto 16 August 2018 (has links)
Orientadores: Fabiano Lopes Thompson, Marcelo Brocchi / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-16T10:05:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tonon_LucianeAlessandraChimetto_D.pdf: 11157072 bytes, checksum: 9af9fa6e5b1ce542596bb28c5a9bf67e (MD5) Previous issue date: 2010 / Resumo: Microrganismos têm um papel fundamental na saúde de cnidários, estabelecendo relações ecológicas diversas, de parasitismo até mutualismo. O conhecimento acerca da diversidade de procariontes associados com cnidários e corais no Brasil ainda é escasso. Este é o primeiro estudo enfocando a caracterização taxonômica de bactérias heterotróficas incluindo fixadoras de nitrogênio (N2) e especialmente vibrios isolados do muco do coral endêmico Mussismilia hispida e de zoantídeos simpátricos Palythoa caribaeorum, Palythoa variabilis e Zoanthus solanderi da região de São Sebastião-SP, Brasil. Ao todo, foram obtidos 488 isolados bacterianos destes cnidários, empregando-se os meios de cultivo Ágar Marinho (AM), Ágar Fixação de Nitrogênio (NFb) e Ágar Tiosulfato-Citrato-Bile-Sacarose (TCBS). Os cnidários foram coletados em três praias (Grande, Portinho e Preta) na região de São Sebastião em 2005 e 2006. A maioria dos isolados obtidos pertenciam à classe Gammaproteobacteria. Mais da metade foram identificados como vibrios com base em sequências parciais do gene 16S rRNA. Vibrios do grupo core corresponderam a 80 % das bactérias potencialmente fixadoras de N2 e revelaram alta similaridade de sequência no gene pyrH com V. harveyi e V. alginolyticus. Dezenove isolados representativos, pertencentes às espécies V. harveyi, V. alginolyticus, V. campbellii e V. parahaemolyticus foram capazes de crescer 6 vezes sucessivas em meio NFb e alguns deles mostraram forte atividade da nitrogenase pelo teste de redução de acetileno (ARA). Cerca de 150 vibrios isolados em TCBS foram caracterizados por meio de sequências de 16S rRNA, recA e pyrH. Os taxa mais abundantes foram V. harveyi, V. rotiferianus, V. campbellii, V. alginolyticus, V. mediterranei (=V. shillonii), V. chagasii, V. tubiashii e uma espécie nova de Vibrio. Com exceção de V. chagasii que foi encontrado apenas no muco de M. hispida, as demais espécies foram observadas nos diferentes hospedeiros, não havendo fortes evidências da presença de espécies hospedeiro-específicas. A variabilidade intra-específica dos vibrios foi avaliada por meio de padrões de banda de elementos palindrômicos extragênicos repetitivos (rep-PCR). Esta análise revelou alta diversidade genômica entre os isolados. Cada isolado apresentava um padrão de rep-PCR distinto, indicando uma grande diversidade de populações co-existindo no mesmo habitat. As identificações geradas pelo rep-PCR concordaram com as identificações obtidas pelo MLSA (Multilocus Sequence Analysis). Diversos isolados de diferentes grupos microbianos apresentaram menos de 97 % de similaridade em sequências do gene 16S rRNA com espécies conhecidas, indicando que elas seriam possíveis espécies novas. Ao todo, sete espécies novas foram descritas por meio da taxonomia polifásica: Marinobacterium coralli sp. nov., Marinomonas brasilensis sp. nov., Photobacterium swingsii sp. nov., P. jeanii sp. nov., Vibrio communis sp. nov., V. variabilis sp. nov. e V. marinum sp. nov. Os dados fenotípicos, quimiotaxonômicos, genotípicos e filogenéticos obtidos a partir da descrição das sete espécies novas demonstraram que há uma ampla variabilidade fenotípica intra-específica. Este estudo determinou a identidade dos principais grupos de bactérias cultivadas do muco de corais, sobretudo, os vibrios. Uma das espécies de vibrios mais abundantes no muco dos corais é V. communis sp. nov. A fixação de N2 representa um fenótipo comum entre as espécies de vibrios estudadas, sugerindo uma função positiva no holobionte. / Abstract: Microorganisms have a key role in the health of cnidarians establishing ecologic relationships, of parasitism to mutualism. The knowledge on the diversity of prokaryotes associated with corals in Brazil is very limited. This is the first study on the taxonomic characterization of heterotrophic bacteria, including putative N2-fixing and specially vibrios isolated from mucus of endemic coral Mussismilia hispida and the sympatric zoanthids Palythoa caribaeorum, Palythoa variabilis and Zoanthus solanderi. Cnidarian specimens were isolated in the beaches Grande, Portinho and Preta from São Sebastião region, SP, Brazil, in 2005 and 2006. A total of 488 isolates were obtained using different culture media, i.e. Marine Agar (MA), Nitrogen Fixation (NFb) and Thiosulphate-Citrate- Bile-Sucrose Agar (TCBS). The majority of the isolates fell within the class Gammaproteobacteria and more than half of them were vibrios based on 16S rRNA gene sequences. Based on pyrH gene sequences 80 % of the putative N2-fixing bacteria clustered with the Vibrio core species group (i.e. V. harveyi and V. alginolyticus). Nineteen representative isolates of V. harveyi, V. alginolyticus, V. campbellii and V. parahaemolyticus) were capable of growing six successive times in nitrogen-free medium and some of them showed strong nitrogenase activity by means of the acetylene reduction assay (ARA). About 150 vibrios isolated on TCBS were characterized by means of 16S rRNA, recA and pyrH gene sequences. The most abundant taxa were V. harveyi, V. rotiferianus, V. campbellii, V. alginolyticus, V. mediterranei (=V. shillonii), V. chagasii, V. tubiashii and a new Vibrio species. With the exception of V. chagasii which was found only in the mucus of M. hispida, the other species appeared in different hosts with no strong evidence for the presence of host-specific species. A high genomic diversity was observed using rep-PCR. Each vibrio isolate represented a different co-occuring population, suggesting huge intra-especific diversity. There was a complete agreement between the grouping based on rep-PCR and identification based on MLSA (Multilocus Sequence Analysis). Several isolates had less than 97 % similarity towards know species based on 16S rRNA gene sequence, indicating that they are possibly new species. In total, seven new species were described based on polyphasic taxonomy: Marinobacterium coralli sp. nov., Marinomonas brasilensis sp. nov. Photobacterium swingsii sp. nov., P. jeanii sp. nov., Vibrio communis sp. nov., V. variabilis sp. nov. and V. marinum sp. nov. The new species were characterized by polyphasic taxonomy. Based on phenotypic, chimiotaxonomic, genotypic and phylogenetic data obtained from description of new species, it was demonstrated a huge intra-specific phenotypic variability. This study determined the taxonomic identity of heterotrophic bacteria, especially Vibrio, isolates from cnidarians. V. communis sp. nov. is one of the most frequently found species in the corals. Nitrogen fixation is a common phenotypic trait among vibrios, suggesting that these bacteria may have a positive function in the holobiont. / Doutorado / Genetica de Microorganismos / Doutor em Genetica e Biologia Molecular
24

Changes in communities of Hydrozoa (Siphonophorae and Hydromedusae) across the Atlantic sector of the Southern Ocean

Kuyper, Drikus January 2020 (has links)
Magister Scientiae (Biodiversity and Conservation Biology) / 2022-01-31
25

Ceriantharia: a retomada de um clado esquecido / Ceriantharia: the resumption of a forgotten clade

Stampar, Sérgio Nascimento 12 April 2012 (has links)
A sistemática de Cnidaria Anthozoa foi revisada inúmeras vezes e por vários autores, sendo que os Ceriantharia sempre foram avaliados através de dados clássicos e muito pretéritos. O clado Ceriantharia, uma ordem dentre Hexacorallia, apresenta muitos caracteres dúbios e que poderiam colocar os animais em várias posições sistemáticas dentre Cnidaria. Ainda, as revisões de Ceriantharia são sempre derivadas de análises das mesmas espécies, principalmente do Mar Mediterrâneo. O presente trabalho tem como enfoque a discussão dos caracteres taxonômicos (morfológicos e moleculares) de Ceriantharia, sua posição sistemática, levantamento taxonômico de áreas no Oceano Atlântico praticamente inexploradas para o grupo e aspectos da biologia das espécies encontradas. Os resultados apontam para uma nova posição sistemática de Ceriantharia, levando o grupo à base de Anthozoa e como um ramo independente. A utilização de dados moleculares evidenciou o vigor do emprego de DNA barcoding na zoologia comparada de Ceriantharia. Aspectos de especiação e de revisão sistemática resultaram pelas análises moleculares. Ao mesmo tempo, os dados morfológicos são extremamente confusos e muito do que foi utilizado como caractere de delimitação de espécies pela tradição de se assumir homologias com Actiniaria é, aparentemente, inconsistente. O ciclo de vida de Isarachnanthus noturnus foi verificado, sendo que o seu estágio jovem, planctônico, e de dispersão é de longa duração. Dados sobre regeneração em pólipos também foi verificada e com a constatação de mecanismos divergentes entre as espécies. / The Cnidaria Anthozoa systematics was revised several times by a number of authors, and the Ceriantharia always evaluated using very classical and ancient data. The Ceriantharia clade, an Hexacorallia order, has many dubious characters that could place the animals in various systematic positions within Cnidaria. Also, the Ceriantharia reviews are always derived from analysis of the same species, mainly from the Mediterranean Sea. This work focuses on the discussion of taxonomic characters (morphological and molecular) of Ceriantharia, the systematic position, taxonomic survey of virtually unexplored Atlantic Ocean areas for the group and the biology of the observed species. The results suggest a new systematic position of Ceriantharia placing the group at the basis of Anthozoa and as an independent branch. The molecular data comparison showed the force of DNA barcoding use in Ceriantharia comparative zoology. The molecular data allowed the discussion of several aspects of speciation and systematics. At the same time, the morphological data are extremely confusing and much of it was used as delimiting species character by the tradition of assuming homologies with Actiniaria is, apparently, inconsistent. The life cycle of Isarachnanthus noturnus was observed, and the young, planktonic and dispersal stage is long-lived. Data on regeneration of polyps was also verified with the observation that mechanisms differ between species.
26

Quantificação da gametogênese através de análises histológicas para estimar a reprodução sexuada de Madracis decactis Lyman, 1859 (Cnidaria, Anthozoa, Scleractinia) do litoral sul do Estado do Rio de Janeiro / Gametogenesis quantification though histological analisys to estimate the sexual reproduction of Madracis decactis Lyman, 1859 (Cnidaria, Anthozoa, Scleractinia) from southern coast of Rio de Janeiro State.

Muramatsu, Daniela 15 August 2007 (has links)
Uma das espécies de coral pétreo zooxantelado com mais ampla distribuição no litoral brasileiro é Madracis decactis Lyman, 1859. M. decactis forma colônias incrustantes nodulares que podem atingir até 30 cm de diâmetro. O estudo da gametogênese foi realizado através de coletas bimensais na Baía de Ilha Grande, RJ durante 21 meses (agosto/2004-maio/2006), totalizando 10 coletas (12 colônias/coleta) (Licença IBAMA no. 201/2004). Foram realizados cortes histológicos de 7 µm, e de 10 até 16 pólipos por colônia foram analisados, totalizando mais de 1800 pólipos. A análise dos pólipos indicou que M. decactis é hermafrodita, com gametas localizados no mesmo lóculo gástrico, porém em mesentérios diferentes. A gametogênese durou cerca de sete meses. A ovogênese iniciou-se ao redor de outubro, enquanto que a espermatogênese teve inicio no final de fevereiro, ambas terminando em sincronia no final do mês de maio. O exame dos pólipos férteis indicou a presença dos estágios I, II e III de desenvolvimento para a ovogênese e dos estágios I, II, III e IV para a espermatogênese. Não foram encontrados embriões ou plânulas nos cortes histológicos, indicando talvez que estes estágios permaneçam pouco tempo no interior do pólipo. O pico da atividade reprodutiva ocorre entre os meses de fevereiro e abril com todas as colônias férteis contendo ovócitos principalmente no estágio III de maturação. A provável época de liberação de plânulas ocorre entre os meses de abril e maio, sob influencia das condições ambientais como a temperatura da água do mar, a irradiação solar e a pluviosidade. O presente trabalho forneceu informações básicas a respeito da biologia reprodutiva de Madracis decactis presente em Ilha Grande, sendo uma contribuição para outros estudos mais específicos na área de manejo e conservação de ambientes marinhos. / One of the most wide distributed coral species along the Brazilian cost is Madracis decactis Lyman, 1859. M. decactis growths as nodular incrusting colonies that can reach up to 30 cm in diameter. In order to study the gametogenesis cycle, bimonthly collections were done at Ilha Grande Bay, Rio de Janeiro, during 21 months (August/2004- May/2006), totaling 10 collections (12 colonies/collection) (License no. 201/2004). Histological sections of 7 µm thick were done to analyze 10 to 16 polyps per colony (more than 1800 polyps in total). The analysis indicated that M. decactis is hermaphroditic, with male and female gametes developing at the same gastric loculi, but in different mesenteries. The gametogenesis lasted about 7 months, the oogenesis starts at October , while spermtogenesis starts at the end of February, both reaching the maturity in synchrony at the end of May. The exam of fertile polyps indicated the presence of stages I, II and III for oogenesis and I, II, III and IV for spermatogenesis. No embryo or planula were observed in the histological sections, indicating that maybe these stages stay for a short period inside the polyp cavity. The peak of reproductive activity was between February and April when all the polyps were fertile containing manly stage III oocytes. The releasing of planulae may happen between April and May, under the influence of environmental conditions as sea water temperature, solar insolation and rainy season. The present study has provided basic information about the reproductive biology of Madracis decactis from Ilha Grande Bay, and it may be a contribution to further studies about management and conservation of marine environments.
27

Conformação gonadal, caracterização histoquímica e ultraestrutural da gônada masculina e espermatozoides em espécies de águas-vivas (Cubozoa e Scyphozoa, Medusozoa, Cnidaria) / Gonadal structure, histochemistry and ultrastructural characterization of male gonad and sperm of jellyfish species (Cubozoa and Scyphozoa, Medusozoa, Cnidaria)

Tiseo, Gisele Rodrigues 11 November 2016 (has links)
A filogenia dos diferentes grupos de Cnidaria permanece de certa forma pouco resolvida, uma vez que não há um consenso de quais são as relações entre as diferentes classes e ordens que compõem o filo. A espermiotaxonomia vem sendo utilizada como critério filogenético em diversos grupos de Metazoa. Para Cnidaria são poucos os trabalhos descrevendo a morfologia do sistema reprodutor masculino e do espermatozoide em nível de microscopia de luz e de microscopia eletrônica de transmissão. Exemplares das espécies Tamoya haplonema e Chiropsalmus quadrumanus (Cubozoa), Lychnorhiza lucerna e Chrysaora lactea (Scyphozoa), foram coletados próximos ao Centro de Biologia Marinha da Universidade de São Paulo e junto às bases do Instituto Oceanográfico da USP (Base de Cananéia e Base de Ubatuba) nos meses de agosto a outubro de 2014 e de abril a junho de 2015. Amostras das espécies Carukia barnesi, Chironex fleckeri e Chiropsella bronzie (Cubozoa) e Cassiopea sp. (Scyphozoa) foram coletadas ao longo da costa leste australiana de março a maio de 2016. Para a descrição histológica e histoquímica da gônada masculina, amostras do tecido gonadal foram fixadas em paraformaldeído 4% preparado com água do local da coleta e tampão fosfato de sódio 0,2M por 24 horas e as amostras foram processadas de acordo com o protocolo para historesina. Fragmentos da gônada masculina foram fixados em solução Karnovsky modificado (glutaraldeído 2,5% e 0,08% de paraformaldeído em tampão cacodilato de sódio 0,1 M, pH 7,4) e solução de Glutaraldeído (2.5% glutaraldeido em tampão cacodilato de sódio 0.1M em água do mar filtrada a vácuo, pH 7.2-7.4). Em seguida as amostras foram processadas de acordo com protocolo de microscopia eletrônica transmissão. Na presente dissertação é descrito de forma comparada o processo de espermatogênese dos cubozoários T. haplonema e C. quadrumanus através da histologia e histoquímica evidenciando o ciclo gonadal de ambos (capítulo 1). Descreve-se a espermatogênese e morfologia do espermatozoide, através da microscopia de luz e ultraestrutura para as espécies de Cubozoa T. haplonema, C. quadrumanus, Carukia barnesi, Chironex fleckeri e Chiropsella bronzie (Capítulo 2). Para as espécies de Scyphozoa Lychnorhiza lucerna, Chrysaora lactea e Cassiopea sp. descreve-se o processo de espermatogênese através da microscopia de luz e da microscopia eletrônica de transmissão, além do aspecto macroscópico da gônada masculina (Capítulo 3). Adicionalmente, nas considerações finais, é ressaltada a morfologia comparada dos espermatozoides de todas as espécies aqui estudadas evidenciando possíveis características únicas de cada classe, enumerando eventuais caracteres diagnósticos dos espermatozoides das espécies estudadas (Capítulo 4) / The phylogeny of the different groups of cnidarians remains elusive, since there is no consensus of what are the relationships between the different classes and orders that comprise the phylum. The spermiotaxonomy has been used as phylogenetic criteria in different groups of Metazoa. For Cnidaria there are few studies describing the morphology of the male reproductive system and sperm at the level of light microscopy and transmission electron microscopy. Specimens of the species Tamoya haplonema and Chiropsalmus quadrumanus (Cubozoa), Lychnorhiza lucerna and Chrysaora lactea (Scyphozoa), were collected near the Marine Biology Center of the University of São Paulo and near the bases of the Oceanographic Institute of USP (Cananéia and Ubatuba Bases) from August to October 2014 and from April to June 2015. Samples of the species Carukia barnesi, Chironex fleckeri and Chiropsella bronzie (Cubozoa) and Cassiopea sp. (Scyphozoa), were collected along the Australian east coast from March to May 2016. For histological and histochemistry description of the male gonads, samples were fixed in 4% paraformaldehyde prepared with water from the collection site and sodium phosphate buffer 0.2M for 24 hours. After that, the samples were processed following the protocol for historesin. Fragments of male gonads were fixed in modified Karnovsky solution (2.5% glutaraldehyde and 0.08% paraformaldehyde in 0.1 M sodium cacodylate buffer, pH 7.4) and glutaraldehyde (2.5% glutaraldehyde in cacodylate buffer 0.1M sodium in seawater vacuum Millipore filtered, pH 7.2-7.4). Then the samples were processed according to transmission electronic microscopy protocol. In this dissertation it is described the comparative spermatogenesis of the cubozoans T. haplonema and C. quadrumanus, under histology and histochemistry, showing the gonadal cycle (Chapter 1). We also describe the spermatogenesis and sperm morphology, under light microscopy and ultrastructure, for the Cubozoa species T. haplonema, C. quadrumanus, Carukia barnesi, Chironex fleckeri and Chiropsella bronzie (Chapter 2). For the Scyphozoa species, Lychnorhiza lucerna, Chrysaora lactea and Cassiopea sp., we describe the spermatogenesis process, under light transmission electronic microscopy, describing the macroscopic structure of the male gonad (Chapter 3). Additionally, in the final chapter, it is highlighted the comparative morphology of sperm of all species studied, evidencing possible unique features of each class, enumerating possible sperm characters (Chapter 4)
28

Análise cladística de Conulariidae Walcott (Neoproterozóico-Triássico): caracterizando e definindo um grupo de cnidários extintos / Cladistic analysis of the Conulariina Miller and gurley 1896 (Cnidaria, Scyphozoa; Vendian/Triassic)

Leme, Juliana de Moraes 06 March 2006 (has links)
A análise cladística de Conulariidae (Cnidaria) é aqui apresentada, e está fundamentada na hipótese de que os agrupamentos taxonômicos (famílias, subfamílias), propostos no ?Treatise on Invertebrate Paleontology? (TIP), não são filogeneticamente válidos. O estudo apresentado levou em consideração a revisão do material depositado em coleções do Brasil e do exterior e teve como objetivos principais (1) a análise cladística dos conulários, procurando determinar o escopo do grupo e (2) discutir as implicações dos dados obtidos na sistemática de Conulariidae. Ao todo, 17 caracteres foram estabelecidos e descritos para a anatomia externa e interna da teca de conulários, envolvendo 15 táxons para o grupo-interno (Archaeoconularia, Climacoconus, Conularia, Conularina, Ctenoconularia, Eoconularia, Metaconularia, Paraconularia, Pseudoconularia), incluindo 6 gêneros (Teresconularia, Vendoconularia, Baccaconularia, Glyptoconularia, Notoconularia e Reticulaconularia), propostos após a publicação do TIP. Cubozoa, Stauromedusae, Coronatae e Semaeostomeae constituíram o grupo-externo. A análise de parcimônia obteve 124 cladogramas igualmente mais parcimoniosos. A análise de pesagem sucessiva resultou em 3 cladogramas mais parcimoniosos. Os cladogramas resultantes da análise de pesagem sucessiva indicam que os táxons terminais Conularina, Baccaconularia e Glyptoconularia aparecem em diferentes posições. O cladograma de consenso semi-estrito, gerado após a análise de pesagem sucessiva, mostrou-se totalmente resolvido, representando uma das 124 árvores originais encontradas. No cladograma de consenso semi-estrito não havia caracteres suficientes que sustentassem todos os clados pela otimização ACCTRAN ou DELTRAN. Dessa forma, o clado ((Archaeoconularia, Metaconularia) (Conularina (Notoconularia (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia)))))) foi colapsado, formando a politomia entre ((Baccaconularia, Glyptoconularia) (Archaeoconularia, Metaconularia) (Conularina (Notoconularia (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia))))))), sustentada pela presença de ornamentação externa na região da linha mediana. Os dados mostram que o grupo-interno é monofilético, sustentado pela forma geométrica da teca, em seção transversal, na região oral, quadrada e presença de periderme mineralizada, constituindo as autapomorfias dos conulários. O clado (Notoconularia (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia))) é distinguido pela disposição da ornamentação entrelaçada no sulco da aresta, forma angulada do sulco da aresta e cordões do tipo trocoidal. O encontro alternado dos cordões na região da linha mediana caracteriza o clado composto por (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia)). O clado (Paraconularia, Reticulaconularia) não apresenta sinapomorfias, sendo sustentado por caracteres homoplásticos. Do ponto de vista taxonômico, não houve a possibilidade de identificação dos agrupamentos (Conulariinae, Paraconulariinae e Ctenoconulariinae) presentes no TIP. Dessa forma, esses não são consistentes, pois não são sustentados por sinapomorfias, mas sim por simplesiomorfias e homoplasias. Os gêneros de conulários analisados foram agrupados no filo Cnidaria, classe Scyphozoa, ordem Conulariida e família Conulariidae. A partir do exame de 1450 exemplares, as espécies Conularia milwaukeensis, C. quíchua, C. albertensis, C. distincta, C. crenulata, C. expansa, C. tuberculata, C. acutilirata, Paraconularia ulrichana, P. africana, P. acuminata, P. pulcheria, P. derwentensis, Reticulaconularia baini e Baccaconularia cf. robinsoni tiveram estruturas morfológicas reconhecidas (septos, carenas, articulação, disposição da ornamentação no sulco da aresta, ornamentação externa na região da linha mediana) não descritas previamente. Em adição, foram realizadas as revisões sistemáticas de membros do grupo-interno, incluindo a reinterpretação de Vendoconularia (Formação Ust? Pinega, Proterozóico, Onega River, Rússia), Malvinoconularia (Formação Belén, Devoniano, Santa Cruz de La Sierra, Bolívia) e Baccaconularia (Formação Saint Lawrence, Cambriano Superior, Estados Unidos), a redescrição sistemática de C. milwalkeensis (Formação Little Cedar, Iowa e Formação Milwaukee, Wisconsin, Devoniano, Estados Unidos) e, finalmente, a descrição de Teresconularia, um novo gênero do Ordoviciano da Argentina. / The Conulariidae (Cnidaria) cladistic analysis is here presented being founded on the hypothesis that the classical suprageneric groups (families and subfamilies) recognized in the ?Treatise on Invertebrate Paleontology? (TIP), are not phylogenetically valid. The study included the revision of fossil material deposited in Brazilian and international scientific collections, having the following objectives (1) the conulariid cladistic analysis to elucidate the taxonomic scope of this group and (2) the discussion of the implications of the cladistic data gathered on Conulariidae systematic. A total of 17 characters were scored for the external and internal thecae morphology of 15 ingroup taxa (Archaeoconularia, Climacoconus, Conularia, Conularina, Ctenoconularia, Eoconularia, Metaconularia, Paraconularia, Pseudoconularia), including 6 genera (Teresconularia, Vendoconularia, Baccaconularia, Glyptoconularia, Notoconularia and Reticulaconularia), proposed after the publication of the TIP. Cubozoa, Stauromedusae, Coronatae and Semaeostomeae constituted the outgroup. Unweighted analysis of the data matrix yielded 124 trees. Successive weighting analysis resulted in 3 trees. The successive weighting trees indicated that the taxa Conularina, Baccaconularia and Glyptoconularia appear in different positions. The semi-strict tree is totally resolved, representing one of the 124 original trees found. In the semi-strict tree not all clades were supported by characters using ACCTRAN or DELTRAN optimizations. The clade ((Archaeoconularia, Metaconularia) (Conularina (Notoconularia (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia)))))) was collapsed, forming a politomy among ((Baccaconularia, Glyptoconularia) (Archaeoconularia, Metaconularia) (Conularina (Notoconularia (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia))))))), that was supported by the presence of external ornamentation in the midline. The data shows the internal group as monophyletic and is supported by the theca geometry in the oral section quadrate and the presence of mineralized periderm representing the conulariids autapomorphies. The clade (Notoconularia (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia))) is characterized by the interlaced arrangement of the corner sulcus ornamentation, the angulated corner sulcus morphology and the trochoidal transverse ribs. The alternate arrangement of the external ornamentation of the midline supports the clade (Climacoconus (Paraconularia, Reticulaconularia)). Any synapomorphy support the clade (Paraconularia, Reticulaconularia), being characterized by homoplasies. From the taxonomic point of view, the classical suprageneric groups (Conulariinae, Paraconulariinae and Ctenoconulariinae) recognized in the TIP were not identified. These groups are not phylogenetically valid, since they are supported by symplesiomophies and homoplasies only. Conulariid genera were classified as phylum Cnidaria, class Scyphozoa, order Conulariida and family Conulariidae. The examination of 1450 specimens indicated that Conularia milwaukeensis, C. quichua, C. albertensis, C. distincta, C. crenulata, C. expansa, C. tuberculata, C. acutilirata, Paraconularia ulrichana, P. africana, P. acuminata, P. pulcheria, P. derwentensis, Reticulaconularia baini and Baccaconularia cf. robinsoni yielded morphological features (septa, carina, articulation, arrangement of the corner sulcus ornamentation, external ornamentation in the midline) not previously described in the literature. Additionally, this study also encompassed the systematic review of ingroup members including the taxonomic reinterpretation of Vendoconularia (Ust? Pinega Formation, Proterozoic, Onega River, Russia), Malvinoconularia (Belén Formation, Devonian, Santa Cruz de La Sierra, Bolivia) and Baccaconularia (Saint Lawrence Formation, Upper Cambrian, United States), the redescription of C. milwalkeensis (Little Cedar Formation, Iowa and Milwaukee Formation, Wisconsin, Devonian, United States) and, finally, the description of Teresconularia, a new genus of Ordovician of Argentina.
29

Conformação gonadal, caracterização histoquímica e ultraestrutural da gônada masculina e espermatozoides em espécies de águas-vivas (Cubozoa e Scyphozoa, Medusozoa, Cnidaria) / Gonadal structure, histochemistry and ultrastructural characterization of male gonad and sperm of jellyfish species (Cubozoa and Scyphozoa, Medusozoa, Cnidaria)

Gisele Rodrigues Tiseo 11 November 2016 (has links)
A filogenia dos diferentes grupos de Cnidaria permanece de certa forma pouco resolvida, uma vez que não há um consenso de quais são as relações entre as diferentes classes e ordens que compõem o filo. A espermiotaxonomia vem sendo utilizada como critério filogenético em diversos grupos de Metazoa. Para Cnidaria são poucos os trabalhos descrevendo a morfologia do sistema reprodutor masculino e do espermatozoide em nível de microscopia de luz e de microscopia eletrônica de transmissão. Exemplares das espécies Tamoya haplonema e Chiropsalmus quadrumanus (Cubozoa), Lychnorhiza lucerna e Chrysaora lactea (Scyphozoa), foram coletados próximos ao Centro de Biologia Marinha da Universidade de São Paulo e junto às bases do Instituto Oceanográfico da USP (Base de Cananéia e Base de Ubatuba) nos meses de agosto a outubro de 2014 e de abril a junho de 2015. Amostras das espécies Carukia barnesi, Chironex fleckeri e Chiropsella bronzie (Cubozoa) e Cassiopea sp. (Scyphozoa) foram coletadas ao longo da costa leste australiana de março a maio de 2016. Para a descrição histológica e histoquímica da gônada masculina, amostras do tecido gonadal foram fixadas em paraformaldeído 4% preparado com água do local da coleta e tampão fosfato de sódio 0,2M por 24 horas e as amostras foram processadas de acordo com o protocolo para historesina. Fragmentos da gônada masculina foram fixados em solução Karnovsky modificado (glutaraldeído 2,5% e 0,08% de paraformaldeído em tampão cacodilato de sódio 0,1 M, pH 7,4) e solução de Glutaraldeído (2.5% glutaraldeido em tampão cacodilato de sódio 0.1M em água do mar filtrada a vácuo, pH 7.2-7.4). Em seguida as amostras foram processadas de acordo com protocolo de microscopia eletrônica transmissão. Na presente dissertação é descrito de forma comparada o processo de espermatogênese dos cubozoários T. haplonema e C. quadrumanus através da histologia e histoquímica evidenciando o ciclo gonadal de ambos (capítulo 1). Descreve-se a espermatogênese e morfologia do espermatozoide, através da microscopia de luz e ultraestrutura para as espécies de Cubozoa T. haplonema, C. quadrumanus, Carukia barnesi, Chironex fleckeri e Chiropsella bronzie (Capítulo 2). Para as espécies de Scyphozoa Lychnorhiza lucerna, Chrysaora lactea e Cassiopea sp. descreve-se o processo de espermatogênese através da microscopia de luz e da microscopia eletrônica de transmissão, além do aspecto macroscópico da gônada masculina (Capítulo 3). Adicionalmente, nas considerações finais, é ressaltada a morfologia comparada dos espermatozoides de todas as espécies aqui estudadas evidenciando possíveis características únicas de cada classe, enumerando eventuais caracteres diagnósticos dos espermatozoides das espécies estudadas (Capítulo 4) / The phylogeny of the different groups of cnidarians remains elusive, since there is no consensus of what are the relationships between the different classes and orders that comprise the phylum. The spermiotaxonomy has been used as phylogenetic criteria in different groups of Metazoa. For Cnidaria there are few studies describing the morphology of the male reproductive system and sperm at the level of light microscopy and transmission electron microscopy. Specimens of the species Tamoya haplonema and Chiropsalmus quadrumanus (Cubozoa), Lychnorhiza lucerna and Chrysaora lactea (Scyphozoa), were collected near the Marine Biology Center of the University of São Paulo and near the bases of the Oceanographic Institute of USP (Cananéia and Ubatuba Bases) from August to October 2014 and from April to June 2015. Samples of the species Carukia barnesi, Chironex fleckeri and Chiropsella bronzie (Cubozoa) and Cassiopea sp. (Scyphozoa), were collected along the Australian east coast from March to May 2016. For histological and histochemistry description of the male gonads, samples were fixed in 4% paraformaldehyde prepared with water from the collection site and sodium phosphate buffer 0.2M for 24 hours. After that, the samples were processed following the protocol for historesin. Fragments of male gonads were fixed in modified Karnovsky solution (2.5% glutaraldehyde and 0.08% paraformaldehyde in 0.1 M sodium cacodylate buffer, pH 7.4) and glutaraldehyde (2.5% glutaraldehyde in cacodylate buffer 0.1M sodium in seawater vacuum Millipore filtered, pH 7.2-7.4). Then the samples were processed according to transmission electronic microscopy protocol. In this dissertation it is described the comparative spermatogenesis of the cubozoans T. haplonema and C. quadrumanus, under histology and histochemistry, showing the gonadal cycle (Chapter 1). We also describe the spermatogenesis and sperm morphology, under light microscopy and ultrastructure, for the Cubozoa species T. haplonema, C. quadrumanus, Carukia barnesi, Chironex fleckeri and Chiropsella bronzie (Chapter 2). For the Scyphozoa species, Lychnorhiza lucerna, Chrysaora lactea and Cassiopea sp., we describe the spermatogenesis process, under light transmission electronic microscopy, describing the macroscopic structure of the male gonad (Chapter 3). Additionally, in the final chapter, it is highlighted the comparative morphology of sperm of all species studied, evidencing possible unique features of each class, enumerating possible sperm characters (Chapter 4)
30

Conectividade Populacional de Lychnorhiza lucerna (Cnidaria; Scyphozoa) no Atlântico Sul /

Angelis, Stefany Archangelo de January 2018 (has links)
Orientador: Sergio Nascimento Stampar / Resumo: O estudo da conectividade entre as populações é de grande relevância para entender como variantes ambientais podem afetar estes eventos, reconhecendo os padrões de estrutura genética e filogeográficos. Grande parte das espécies marinhas possuem, ao menos, uma fase larval com alto potencial de dispersão, onde possivelmente possa resultar numa população homogênea e com maior conectividade, comparado a outros grupos de animais. Para a compreensão dos padrões variáveis, as análises moleculares trazem informações importantes sobre a variabilidade genética, evolução e mudanças demográficas na história. Por este motivo torna-se cada vez mais importante o uso destes dados em pesquisas que abordam conceitos populacionais. Os acompanhamentos dos cenários em organismos planctônicos ainda são escassos, mesmo com sua grande abundância no ambiente marinho. Sob o cenário da representativa espécie de medusa, endêmica do Atlântico Sul Ocidental, Lychnorhiza lucerna Haeckel 1880 (Scyphozoa; Rhizostomeae) diante de lacunas ainda existentes sobre a estrutura populacional foi analisado como as populações estão se comportando geneticamente ao longo de toda sua distribuição e para isto foram utilizados os marcadores COI, ITS-1 e 2 para inferir a divergência intra e inter-populacional. Os resultados obtidos indicaram um padrão histórico de alta conectividade entre as subpopulações de Lychnorhiza lucerna evidenciando a existência de uma Metapopulação em grande escala. / Abstract: The study of connectivity between populations is relevant to understand the environmental diversity impact on the populations, acknowledging both genetic structural and phylogeographic patterns. Most of the marine species exhibit at least one larval stage with a high dispersal potential that possibly results in a homogeneous population with a wide connectivity when compared to other groups of animals. Molecular analysis provide essential informations concerning the genetic variability, evolution and demographic changes along the history supporting the recognition of variable patterns. Thus, it is essential the use of these data in researches approaching population concepts. Even though planktonic organisms are very abundant in the marine environment, studies regarding the scenario comprising these organisms are scarce. Owing to existing gaps about that, populations of the remarkable medusa specie endemic in the South Western Atlantic, Lychnorhiza lucerna Haeckel 1880 (Scyphozoa; Rhizostomeae), were genetically assessed along the geographic distribution known . For this were used COI and ITS 1-2 molecular markers to conclude about intrapopulation/ interpopulation divergence. The results obteined indicated a historic pattern of high connectivity between subpopulations of Lychnorhiza lucerna evidencing a metapopulation existence on a large scale. / Mestre

Page generated in 0.0557 seconds