• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 81
  • 6
  • Tagged with
  • 87
  • 87
  • 43
  • 42
  • 20
  • 19
  • 17
  • 16
  • 14
  • 14
  • 12
  • 12
  • 11
  • 10
  • 10
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

O coreógrafo e a coreografia: derivas artístico-pedagógicas a partir das proposições de William Forsythe / The choreographer and the choreography: artistic-pedagogical drifts from the propositions of William Forsythe

Almeida, Paulo Sérgio Caldas de January 2017 (has links)
ALMEIDA, Paulo Sérgio Caldas de. O coreógrafo e a coreografia: derivas artístico-pedagógicas a partir das proposições de William Forsythe. 2017. 255f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2017. / Submitted by Gustavo Daher (gdaherufc@hotmail.com) on 2017-08-11T11:43:36Z No. of bitstreams: 1 2017_tese_pscalmeida.pdf: 3923626 bytes, checksum: 0cc271ac19c7a45c48ac704fc073280e (MD5) / Approved for entry into archive by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2017-08-11T14:04:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_tese_pscalmeida.pdf: 3923626 bytes, checksum: 0cc271ac19c7a45c48ac704fc073280e (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-11T14:04:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_tese_pscalmeida.pdf: 3923626 bytes, checksum: 0cc271ac19c7a45c48ac704fc073280e (MD5) Previous issue date: 2017 / A presente tese objetiva investigar os modos emergentes do fazer coreográfico e suas implicações artístico-pedagógicas. A palavra coreografia recobre, hoje, proposições que podem versar sobre os mais minuciosos e específicos detalhes do gesto de um corpo ou, inversamente, sobre as mais abertas e genéricas instruções de ação de múltiplos corpos; a coreografia escapa de sua vinculação à dança para nomear configurações de movimento as mais diversas, por vezes sequer ligadas a um fazer humano; deixa de implicar uma autoria única e nomeável para, eventualmente, dissolver-se num fazer coletivo; enfim, parece reclamar por novas compreensões. Aqui tratamos portanto de uma pedagogia da dança que se complexifica a partir de um contexto no qual os modelos de processo criativo e os modos de mover se multiplicam. Em tal contexto, o criar e o performar convergem e qualquer corporeidade só pode ser pensada a partir do projeto estético a que se vincula. Para nossa investigação, tomamos como base as proposições coreográficas de William Forsythe, artista que – além de atuar em diferentes instâncias de criação (composições cênicas, videográficas, instalativas e expositivas) e multiplicar práticas colaborativas – desenvolveu os projetos em mídia digital Improvisation technologies: a tool for the analytical dance eye e Synchronous objects for One Flat Thing, reproduced, ambos de declarado cunho pedagógico e que são utilizados correntemente em vários contextos formativos no mundo. A abordagem de William Forsythe – principalmente quanto ao corpo balético – emerge mesmo como um poderoso referencial para o estabelecimento de processos artísticos e pedagógicos de autonomização e invenção; a concepção de coreografia como proposição abre espaço para a experimentação de alteridades e para a emergência de novas corporeidades.
22

Vestíveis em fluxo: a relação implicada entre corpo, movimento e o que se veste na cena contemporânea da dança

Diniz, Carolina 16 January 2013 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2013-01-16T12:44:43Z No. of bitstreams: 1 dissertação numerada versão final versão pdf.pdf: 2010440 bytes, checksum: c5f5b7cd5840982e4eb8728f1689f34f (MD5) / Made available in DSpace on 2013-01-16T12:44:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertação numerada versão final versão pdf.pdf: 2010440 bytes, checksum: c5f5b7cd5840982e4eb8728f1689f34f (MD5) / CAPES / No contexto contemporâneo da dança a relação entre corpo e os demais componentes de cena tendem a se organizar de modo coimplicado na construção de obras artísticas. Esta pesquisa se propõe a discutir e problematizar a relação entre corpo e o que se veste em cena, tendo como recorte específico, um modo que pode ser observado com cada vez mais frequência, no qual o que se veste em cena apresenta-se de forma implicada ao corpo e ao movimento, constituindo a própria dança. Metodologicamente, esta pesquisa é qualitativa, por abordar questões particulares e subjetivas de concepção criativa, mas também é descritiva/explicativa ao se propor compreender de que modo a relação entre corpo e figurino vem se apresentando ao longo da história da dança, descrevendo algumas de suas características e identificando os fatores que contribuem para a ocorrência e o desenvolvimento dessa relação na dança. Três obras contemporâneas de dança que se inscrevem no recorte temático desta pesquisa, foram analisadas, e entrevistas semi-estruturadas foram realizadas com os artistas/autores das obras. Na contextualização histórica sobre a relação entre o corpo e o que se veste em cena, observou-se que alguns artistas de diferentes contextos e períodos da história da dança, em alguma medida, subverteram práticas tradicionais no que concerne a essa relação. Observou-se, também, novos entendimentos acerca do conceito de figurino, propostos por alguns autores de dança e de áreas afins, que já evidenciam a insuficiência do termo frente ao contexto contemporâneo. As obras de dança In-organic de Marcela Levi, Amarelo de Elisabete Finger e Self Unfinished de Xavier Le Roy, foram analisadas, e a conexão entre corpo, movimento e o que se veste, foi entendida como um subsistema de ação, no sentido de que estas informações elaboram uma funcionalidade de conjunto que ocorre de forma indissociada. Com base em todos os dados levantados na pesquisa e, em particular, na análise das três obras, apresenta-se o conceito de Vestíveis em Fluxo, em contraponto ao conceito de figurino. Esta ideia amplia o campo do vestir, ao considerar o que se veste em cena não somente peças de roupas e acessórios, mas todo e qualquer material, objeto e componente que interfira, em algum momento, na qualidade, dinâmica ou plástica do corpo. O entendimento de Vestíveis em Fluxo também se propõe a problematizar o lugar/função/pertinência do figurinista frente às emergências do corpo relacional, apresentado pelos artistas no contexto contemporâneo da dança. / Programa de Pós Graduação em Dança - Escola de Dança
23

Pele, película, pixel: metáforas para atualização do conceito de espaço e a proposição de ambiente na dança digital contemporãnea Salvador

Spoladore, Bruna 16 January 2013 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2013-01-16T14:52:24Z No. of bitstreams: 2 Bruna dissertacao.pdf: 4274689 bytes, checksum: 795d7490a807bf3bfa69a6dd07315a46 (MD5) Bruna capa.pdf: 415950 bytes, checksum: f5444fd0dd3b99d2ae43edf120c01773 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-01-16T14:52:24Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Bruna dissertacao.pdf: 4274689 bytes, checksum: 795d7490a807bf3bfa69a6dd07315a46 (MD5) Bruna capa.pdf: 415950 bytes, checksum: f5444fd0dd3b99d2ae43edf120c01773 (MD5) / FAPESB / Esta dissertação propõe investigar a atualização dos espaços coreográficos utilizados pela Dança para ambientes digitais na Contemporaneidade. Para tanto, traça um percurso histórico do conceito de espaço a fim de perceber as transformações no modo de pensá-lo, nessa arte, e entendê-lo como fruto de um processo cultural. Começa este percurso desde o lugar dedicado à Dança nas sociedades tribais e rurais, passando, dentre outros eventos importantes, pela criação do teatro na Grécia e pela teoria da relatividade de Einstein, para por fim analisar os lugares utilizados após a Judson Church e concluir com um estudo sobre os ambientes analógicos criados por Peter Pabst para as coreografias de Pina Bausch. Esta pesquisa observa ainda as alterações no espaço, a partir das técnicas e tecnologias, bem como as relações entre luz, cinema, vídeo e Dança a fim de perceber trabalhos artísticos que foram precursores dos experimentos contemporâneos que lidam com ambientes digitais. Para finalizar a pesquisa, rever o conceito de ambiente e as proposições de Johannes Birringer (2003) e Kate Sicchio (2011) acerca do tema desta dissertação. Há relatos e discussões sobre exemplos de trabalhos que caracterizam as proposições desses dois autores. / Programa de Pós Graduação em Dança - Escola de Dança
24

Danças contemporâneas: articulando concepções e práticas de ensino

Murta, Flor January 2014 (has links)
Submitted by Cynthia Nascimento (cyngabe@ufba.br) on 2014-08-04T15:05:32Z No. of bitstreams: 1 Flor Murta.pdf: 2434552 bytes, checksum: 39bfd148273fddaac6296055f43a52b0 (MD5) / Approved for entry into archive by Alda Lima da Silva (sivalda@ufba.br) on 2014-09-03T16:41:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Flor Murta.pdf: 2434552 bytes, checksum: 39bfd148273fddaac6296055f43a52b0 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-09-03T16:41:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Flor Murta.pdf: 2434552 bytes, checksum: 39bfd148273fddaac6296055f43a52b0 (MD5) / Capes / A pesquisa apresentada objetivou compreender a articulação entre dança contemporânea e prática de ensino de artistas-professores. Para embasar as reflexões buscou-se aproximação com as ideias de Edgar Morin acerca das concepções de homem, mundo, ciência e complexidade; como também de dança contemporânea a partir de diversos autores. Para alcançar o objetivo proposto optou-se por utilizar a entrevista temática, semi-estruturada e recorrente, assim como a observação participante de práticas de ensino de três artistas-professores da dança contemporânea de Belo Horizonte/MG: Carlos Arão, Dudude Herrmann e Tuca Pinheiro. Como estratégia analítica foi utilizada a análise hermenêutica dialética. As reflexões realizadas suscitaram o entendimento da dança contemporânea como uma trama complexa, em que o que é tecido em conjunto cria a unidade dança contemporânea, que por sua vez se desdobra em pluralidades que são as próprias teias que a constitui. Tal pluralidade, assim como a inexistência de uma definição unívoca faz com que as práticas de ensino a ela relacionadas também sejam plurais. Apesar do aspecto da pluralidade ter sido notado, alguns pontos de confluência entre as práticas observadas foram identificados: a atitude investigativa como princípio norteador e o diálogo com o mundo contemporâneo e com o cotidiano.
25

A improvisação-dança nas coordenadas do composicional

Harispe, Leonardo Andrés Mouilleron 11 December 2014 (has links)
Submitted by Leonardo Harispe (leoserrano2013@gmail.com) on 2015-03-20T03:43:31Z No. of bitstreams: 1 DISSS. COMPLETA. pdf.pdf: 1825001 bytes, checksum: 8a50a1a34d08a6d98c9276397a04f7c9 (MD5) / Approved for entry into archive by Ednaide Gondim Magalhães (ednaide@ufba.br) on 2015-03-20T13:14:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSS. COMPLETA. pdf.pdf: 1825001 bytes, checksum: 8a50a1a34d08a6d98c9276397a04f7c9 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-20T13:14:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSS. COMPLETA. pdf.pdf: 1825001 bytes, checksum: 8a50a1a34d08a6d98c9276397a04f7c9 (MD5) / PRO-Ex. CAPES / Esta dissertação se propõe abordar o composicional em improvisação-dança tomando como perspectiva geral os mecanismos que estabelecem nexos associativos entre as múltiplas camadas que articulam o fluxo espaço-temporal de movimento. O composicional em improvisação se refere aos desafios que o dançarino empreende para conseguir “se orientar” no interior de uma trama reticulada (uma textura cinética e cinestésica ao mesmo tempo); no contexto desses novos desafios, o estabelecimento de uma negociação sutil entre a adoção de maiores complexidades discursivas e a manutenção de uma organicidade-base que assegure o “frescor” das escolhas, marca as tensões perceptuais e mnêmicas que esse exercício supõe. O fato de que a improvisação em movimento-dança relocalize a esfera da sua práxis/linguagem num território marcado pelas coordenadas do composicional, faz com que ela experimente certa “expansão”, uma ampliação de horizontes estéticos e procedimentais. Que capacidades seriam necessárias para que um improvisador possa resolver composições instantâneas? A partir de que momento ele estaria em condições de lidar com campos de complexidade discursiva, articulados por nexos livre-associativos? Ao longo dos capítulos a progressão da escrita analisa primeiramente o caráter exploratório-vivencial do movimento para definir a natureza autônoma da linguagem da improvisação; observa logo as mudanças epistemológicas que as técnicas e pesquisas ligadas à improvisação-dança introduzem no campo da práxis; discute, finalmente, a localização da improvisação no contexto das poéticas pós-dramáticas. A hipótese do trabalho, na sua formulação mais ampla, compreende que a extensão/ampliação da práxis improvisatória dentro das coordenadas do composicional requer de uma gradual maturação do “ofício” por parte do dançarino improvisador. / This research proposes a compositional approach to improvisation-dance taking as overview the mechanisms that establish associative links between the multiple layers that articulate the flow spatial-temporal motion. The compositional aspect in improvisation, refer to the challenges that the dancer undertakes to achieve "orientation" inside a reticulated frame (kinetic and kinesthetic texture at the same time). In the context of these new challenges, the establishment of a subtle negotiation between the adoption of larger discursive complexities and maintaining an organic structure-basis to preserve "freshness" in the choices, determines the perceptual and mnemic tensions assumed by this exercise. The fact that improvisation in dance-movement relocate the sphere of her own praxis/ language in a territory measured by compositional coordinates, makes it experienced a sort of "expansion", an extension of procedural and aesthetic horizons. Which capabilities would be necessary for an improvisation dancer to solve instant compositions? From what moment would he be able to deal with fields of discursive complexity articulated by free-associative nexus? Throughout the chapters, the progression of writing begins with the analysis of exploratory-experiential character of the movement which defines the autonomous nature of the improvisation language; highlight the epistemological changes that diverse techniques and researches related to improvisation-dance introduce in the field of praxis; Finally, discusses the location of improvisation in the context of post-dramatic poetics. The hypothesis of this work, in its broadest formulation, understands that the extension / expansion of praxis in the compositional coordinates requires a gradual maturation of the role/occupation by the improvisational dancer.
26

Israel Galván : poética em metamorfose

Canarim, Silvia de Rezende January 2017 (has links)
O presente estudo busca compreender a poética do bailaor e coreógrafo espanhol Israel Galván (Sevilla, 1973) e sua importância nas transformações pelas quais a dança flamenca tem passado nas últimas décadas. A etnografia foi o método de pesquisa utilizado, tendo como instrumentos de coleta de dados a observação participante, entrevistas, análise de material audiovisual e fotográfico. A partir do exame desse material, e com ênfase na análise do vídeo de estreia do espetáculo ¡Mira! Los zapatos rojos, de 1998, identificam-se características presentes na citada obra, as quais foram desenvolvidas pelo artista ao longo de sua carreira. Entre as singularidades que emergiram dessa investigação podemos elencar: a presença de elementos autobiográficos; o corpo como centro da pesquisa; a ruptura da estrutura coreográfica do flamenco e a introdução de conceitos da dança e da arte contemporâneas. Galván desenvolveu uma linguagem única e, com suas inovações, enriqueceu o repertório do flamenco com novos movimentos e conceitos. É considerado um dos maiores revolucionários dessa dança. / This inquiry aims to comprehend the poetics of Spanish bailaor and choreographer Israel Galván (born in Sevilla, 1973) and its significance in the context of the transformations flamenco dance underwent for the last few decades. In the present work, ethnography is the elected method of research; accordingly, data gathering was carried out by means of participant observation, interviews, and the analysis of both audiovisual and photographic records. By going over the data –with analytic emphasis on the footage material from the opening night of ¡Mira! Los zapatos rojos, performed on stage in 1998– it is possible to isolate certain features of this particular work by Galván which were being cultivated by the artist throughout his career. From this investigation, the following can be singled out: the salience of subjectivity; the body, construed as the choreographic research’s very core; the artist’s own breaking free from flamenco’s choreographic structure, and, by doing so, his inception of concepts borrowed from contemporary dance and arts. Galván has developed a unique language and, with his innovations, has invigorated flamenco’s repertoire with new movements and ideas. For all these reasons, he stands as one of the most revolutionary choreographers in the genre.
27

O Funâmbulo : um trajeto percorrido entre texto literário e dança

Carvalho, Edilson Oliveira de 26 May 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, 2017. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2017-08-01T13:25:14Z No. of bitstreams: 1 2017_EdilsonOliveiradeCarvalho.pdf: 10693793 bytes, checksum: 2165783cd2c0ce12b49034f9ca951870 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-08-25T18:41:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_EdilsonOliveiradeCarvalho.pdf: 10693793 bytes, checksum: 2165783cd2c0ce12b49034f9ca951870 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-25T18:41:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_EdilsonOliveiradeCarvalho.pdf: 10693793 bytes, checksum: 2165783cd2c0ce12b49034f9ca951870 (MD5) / O funâmbulo – um trajeto percorrido entre texto literário e dança apresenta-se como pesquisa de cunho teórico e prático que se debruça sobre as relações dialógicas entre texto literário e dança, abordando aspectos históricos e artísticos dessas relações e propondo experimentá-las em investigação coreográfica em sala de ensaio/trabalho. Em sua via teórica, esta dissertação aborda, em seu primeiro capítulo, algumas das configurações pelas quais se deu o dialogismo entre a literatura e a dança, a partir de estudo sobre os libretistas dos espetáculos de balé na Europa, sobretudo nos séculos XVIII, XIX e XX , e sobre a presença do escritor em cena no contexto atual dos espetáculos de dança contemporânea. Este texto apoia-se na reflexão teórica elaborada por diversos pesquisadores sobre a relação desenvolvida entre as duas linguagens, entre eles o filósofo francês Michel Bernard (2001) e a pesquisadora francesa Lucille Toth (2015), proponentes das duas teorias aqui tratadas, quais sejam, a das abordagens coreográficas e a das mises en voix, respectivamente, que colaboram com minha reflexão sobre a investigação prática nos dois últimos capítulos. Também se discorre, no segundo capítulo, por meio da apresentação de sua biografia e estudo de sua estilística, sobre o escritor francês Jean Genet (1910-1986), autor do poema Le funambule (1958), que, por ser o suporte poético e literário central da pesquisa prática ao ser tomado como o texto a partir do qual ela se desenvolveu, é abordado em vias de apresentação de sua gênese, análise de seus estratos constitutivos e de sua tradução, por mim realizada, da língua francesa para o português. No terceiro e no quarto capítulos esta dissertação dedica-se a discorrer sobre o processo prático de investigação coreográfica, que ocorreu paralelamente à pesquisa teórica, nela apoiando-se, e que intentou desenvolver um trajeto de questionamento e experimentação das possibilidades coreográficas surgidas a partir de um texto literário, num corpo a corpo entre texto e bailarino-intérprete/coreógrafo/pesquisador, onde o texto literário esteve, por desejo do pesquisador, deliberadamente presente nas suas mais diversas possibilidades. / Le funambule – un parcours entre texte littéraire et danse se présente comme une recherche de caractère théorique et pratique qui se penche sur les relations dialogiques entre texte littéraire et danse, en abordant les aspects historiques et artistiques de ces relations et en proposant de les expérimenter dans une recherche chorégraphique en salle de travail. Dans son volet théorique, ce mémoire aborde, dans le premier chapitre, quelques-unes des configurations dans lesquelles s’est développé le dialogisme entre la littérature et la danse, à partir d’une étude consacrée aux librettistes des spectacles de ballet en Europe, en particulier aux XVIIIe, XIXe et XXe siècles, et à la présence de l’écrivain sur la scène, dans le contexte actuel des spectacles de danse contemporaine. Ce texte s’appuie sur la réflexion théorique menée par différents chercheurs sur la relation entre les deux langages, parmi lesquels le philosophe français Michel Bernard (2001) et la chercheuse française Lucille Toth (2015), qui ont proposé les deux théories traitées ici, celle des approches chorégraphiques et celle des mises en voix*, respectivement, qui collaborent toutes deux à ma réflexion sur la recherche pratique dans les deux derniers chapitres. Il est aussi traité, dans le deuxième chapitre, à travers la présentation de sa biographie et l’étude de son style, de l’écrivain français Jean Genet (1910-1986) et de son poème Le Funambule (1958) qui, en tant que support poétique et littéraire central de la recherche pratique, à considérer comme le texte à partir duquel celle-ci s’est développée, est abordé à travers la présentation de sa genèse, l’analyse de ses strates constitutives et sa traduction, que j’ai réalisée, du français au portugais. Dans les troisième et quatrième chapitres, ce mémoire se consacre au processus pratique de recherche chorégraphique, qui s’est déroulé parallèlement à la recherche théorique, sur laquelle il s’est appuyé, et qui a essayé de développer un parcours d’interrogation et d’expérimentation des possibilités chorégraphiques offertes par un texte littéraire, dans un corps-à-corps entre texte et danseur-interprète/chorégraphe/chercheur où le texte, par la volonté du chercheur, a été rendu délibérément présent dans ses plus diverses potentialités.
28

Israel Galván : poética em metamorfose

Canarim, Silvia de Rezende January 2017 (has links)
O presente estudo busca compreender a poética do bailaor e coreógrafo espanhol Israel Galván (Sevilla, 1973) e sua importância nas transformações pelas quais a dança flamenca tem passado nas últimas décadas. A etnografia foi o método de pesquisa utilizado, tendo como instrumentos de coleta de dados a observação participante, entrevistas, análise de material audiovisual e fotográfico. A partir do exame desse material, e com ênfase na análise do vídeo de estreia do espetáculo ¡Mira! Los zapatos rojos, de 1998, identificam-se características presentes na citada obra, as quais foram desenvolvidas pelo artista ao longo de sua carreira. Entre as singularidades que emergiram dessa investigação podemos elencar: a presença de elementos autobiográficos; o corpo como centro da pesquisa; a ruptura da estrutura coreográfica do flamenco e a introdução de conceitos da dança e da arte contemporâneas. Galván desenvolveu uma linguagem única e, com suas inovações, enriqueceu o repertório do flamenco com novos movimentos e conceitos. É considerado um dos maiores revolucionários dessa dança. / This inquiry aims to comprehend the poetics of Spanish bailaor and choreographer Israel Galván (born in Sevilla, 1973) and its significance in the context of the transformations flamenco dance underwent for the last few decades. In the present work, ethnography is the elected method of research; accordingly, data gathering was carried out by means of participant observation, interviews, and the analysis of both audiovisual and photographic records. By going over the data –with analytic emphasis on the footage material from the opening night of ¡Mira! Los zapatos rojos, performed on stage in 1998– it is possible to isolate certain features of this particular work by Galván which were being cultivated by the artist throughout his career. From this investigation, the following can be singled out: the salience of subjectivity; the body, construed as the choreographic research’s very core; the artist’s own breaking free from flamenco’s choreographic structure, and, by doing so, his inception of concepts borrowed from contemporary dance and arts. Galván has developed a unique language and, with his innovations, has invigorated flamenco’s repertoire with new movements and ideas. For all these reasons, he stands as one of the most revolutionary choreographers in the genre.
29

Motivação criadora e recepção estética no espetáculo Re-sintos da Muovere Companhia de Dança / Creative motivation and the aesthetic reception at re-sintos performance of muovere dance company

Zancan, Rubiane Falkenberg January 2009 (has links)
A pesquisa intitulada Motivação Criadora e Recepção Estética no Espetáculo Re-Sintos da Muovere Companhia de Dança tem a seguinte indagação: Como operam as motivações criadoras e o processo de recepção de um espetáculo de dança contemporânea? O espetáculo escolhido para investigar o processo de criação e recepção traz o cruzamento das fronteiras entre a dança e o teatro, seja pela composição do elenco de bailarinos e atores, seja pela direção geral e cênica ter sido realizada, respectivamente, por Jussara Miranda e Jezebel de Carli, uma artista da dança e outra do teatro. Re-Sintos apresenta como características: a ênfase da não neutralidade facial; a utilização de elementos sonoros, ora produzidos pelos bailarinos, ora acompanhados pela trilha musical; a utilização de cenário, o uso de narrativa fragmentada; a utilização de diálogo com questões do cotidiano; por fim, valoriza a plasticidade do movimento corporal como principal fio condutor. Como modo de sistematizar e organizar a leitura, esta pesquisa é dividida em três capítulos: O capítulo I analisa como acontece a articulação entre a dança e o teatro no espetáculo Re-Sintos. O capítulo II verifica o que envolve o processo de recepção e como o espetáculo se oferece ao exercício receptivo. O capítulo III examina e apresenta o modo como opera a produção e a recepção do espetáculo Re-Sintos a partir de algumas características aproximativas do rizoma de Gilles Deleuze e Félix Guatarri. As características presentes no Re-Sintos retratam um modo de condução do trabalho, no qual se evidencia a presença de um caráter investigativo que tem como efeito a multiplicidade. Essa multiplicidade compreende as conexões, as rupturas e as contaminações consentidas pelo olhar questionador dos produtores num processo dinâmico de territorialização, desterritorialização e reterritorialização da criação. Quanto à recepção estética, observa-se que cada espectador articula os conhecimentos prévios, os sentidos plurais e paradoxais em linhas de segmentaridade e linhas de desterritorialização. Como a percepção produz constantemente conexões e desdobramentos, ao criar novos nexos e exigir sem cessar outros agenciamentos, os vínculos entre as motivações criadoras e a recepção estética são rizomáticos e não permitem ao espectador a identificação completa das fontes ou origens. / The research entitled Creative Motivation and the Aesthetic Reception at Re- Sintos Performance of Muovere Dance Company has a question: How creative motivations and receptive process operate in a contemporary dance performance? The performance chosen to investigate the process of creation and reception crosses the borders between dance and theater, either by the casting composition by dancers and actors or by the general and scenic direction done, respectively, by Jussara Miranda and Jezebel de Carli, a dance artist and a theater artist. Re-Sintos has as characteristics: the emphasis of the non-facial neutrality; the utilization of sound elements, be it produced by the dancers or accompanied by the musical track; the scenery presentation; the use of the fragmented narrative; the utilization of dialogue with daily subjects; at least, values the corporal movement plasticity as its principal thread. As a way to systematize and organize the reading, this research is divided in three chapters: Chapter I analyses how the articulation between dance and theater happens at the Re-Sintos performance. Chapter II verifies what involves the reception process and how the performance offers itself to the receptive exercise. Chapter III examines and presents the way how the production and the reception of the Re-Sintos performance operate from some approximate characteristics from Gilles Deleuze and Félix Guattarri's rhizome. The features presented in Re-Sintos portray a conduction way of the work, which shows the presence of an investigative character that has the multiplicity as its effect. This multiplicity comprehends the connections, ruptures and contaminations consentied by the questioning way of look of the producers in a dynamic process of the creation's territorialization, deterritorialization and reterritorialization. About the aesthetic reception, it is observed that each spectator articulates its prior knowledge, the plural and paradoxical feelings in lines of segmentarity and lines of deterritoriamization. As the perception produces constantly connections and consecutive developments, when it creates new connections and demand without ceasing other agency the links between the creative motivations and the aesthetic receptions are rhizomatous and do not allow the spectator the full identification of the sources or origins.
30

AI AI AI... SERÁ QUE MEU BOI MORREU? O pensamento abissal presente na dança brasileira e suas implicações a partir de um pedaço de terra denominado Teresina/Piauí.

Lira, Andréia Barreto 30 May 2017 (has links)
Submitted by Diana Alves (ppgdancaufba.adm@gmail.com) on 2018-04-02T12:12:17Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO ANDREIA.pdf: 1699651 bytes, checksum: fdc45836df3a5a615fe90cb0276dee9b (MD5) / Approved for entry into archive by Setor de Periódicos (per_macedocosta@ufba.br) on 2018-04-03T18:14:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO ANDREIA.pdf: 1699651 bytes, checksum: fdc45836df3a5a615fe90cb0276dee9b (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-03T18:14:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO ANDREIA.pdf: 1699651 bytes, checksum: fdc45836df3a5a615fe90cb0276dee9b (MD5) / Esta pesquisa emerge de inquietações no campo da produção da dança contemporânea brasileira que implicam reexaminar a epistemologia dominante, diante de novos olhares ancorados nas experiências emergentes do Sul. Apresentase, como problema, a visibilidade de algumas produções e discursos que se configuram hegemonicamente na dança contemporânea produzida no Brasil, promovendo a invisibilidade de outros saberes e fazeres em dança. Serão analisadas, como questão crucial, algumas produções de conhecimento e discursos de dança, a partir das experiências de alguns artistas piauienses que se encontram inseridos neste contexto, permeado por saberes hegemônicos e que terminam causando o surgimento de linhas abissais. Vale destacar a importância em identificar dispositivos que se mantêm como sustentáculos de pensamentos hegemônicos e que promovem a invisibilidade de conhecimentos que se encontram forjados pela visibilidade. Também será discutida a importância de conhecer e dar visibilidade à diversidade de conhecimento de alguns discursos e conhecimentos danças populares que, sistematicamente, são associados a um contexto exótico e que não são contemplados, nem nos circuitos da dança contemporânea, nem com programas específicos. Tal conceito se fundamenta nas ideias de Santos (2007), que analisa as linhas abissais e que sugere pensar em epistemologias do Sul em contraponto aos saberes eurocêntricos, com vistas a refletirmos sobre a importância de investigar as experiências desperdiçadas, construindo novas posturas e modos de refletir a produção de conhecimento em dança contemporânea. E será diante da ecologia de saberes e de seus discursos de possibilidades, que transitaremos pelas epistemologias do Sul na construção argumentativa dessa dissertação. Estarão conosco também, Agamben (2009), com o conceito de contemporâneo, Bittencourt (2012), que aborda o acontecimento, auxiliando o nosso diálogo em trânsito e Moura (2000) que, nesta pesquisa, contribuiu com a construção e a discussão sobre os modos de pensar dança e sua atuação política e artística no mundo.

Page generated in 0.0557 seconds