• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 14
  • Tagged with
  • 14
  • 14
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Atualidade dos estados-limite : trauma e trabalho do negativo

Carvalho, Márcia Teresa Portela de 08 1900 (has links)
Tese (doutorado)–Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2011. / Submitted by Shayane Marques Zica (marquacizh@uol.com.br) on 2011-10-25T15:58:25Z No. of bitstreams: 1 2011_MarciaTeresaPorteladeCarvalho.pdf: 1784586 bytes, checksum: 51d5f86bd8cb77306c0bc88d7f5a80bf (MD5) / Approved for entry into archive by Elzi Bittencourt(elzi@bce.unb.br) on 2011-10-27T14:26:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_MarciaTeresaPorteladeCarvalho.pdf: 1784586 bytes, checksum: 51d5f86bd8cb77306c0bc88d7f5a80bf (MD5) / Made available in DSpace on 2011-10-27T14:26:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_MarciaTeresaPorteladeCarvalho.pdf: 1784586 bytes, checksum: 51d5f86bd8cb77306c0bc88d7f5a80bf (MD5) / Nosso tema de estudo são os denominados pela literatura psicanalítica atual de casos-limite, estados-limite ou borderline. Esta literatura aponta para o fato de esses pacientes se recusarem a seguir as regras clássicas propostas pelo analista, convidando-os a reinventar a escuta. A atualidade dos casos-limite tem exigido um diálogo entre teorias psicanalíticas tradicionalmente diferenciadas e separadas: a teoria pulsional e a das relações de objeto. Nesses casos observa-se que a perversão como o negativo da neurose cede passagem para as questões que envolvem as loucuras privadas de analisandos e analistas. O foco na sexualidade infantil se amplia em prol das questões relacionadas à fragilidade do Eu e às questões do trauma relacionado ao desamparo. A fragilidade do Eu tem interferido diretamente na constituição do senso de realidade. Importante se faz saber como funciona e se organiza o arcaico em prol da constituição e sustentação do aparato psíquico, o que traz à cena a importância do objeto primário para além das questões edípicas. Objetiva-se compreender os casos-limite a partir da metapsicologia freudiana. Circunscrevendo a questão dos casos-limite foi priorizado como eixo organizador do trabalho dois construtos teóricos: o trauma e o trabalho do negativo. Partimos do pressuposto de que mudanças estruturais acontecidas nestes últimos quarenta anos, naquilo que se refere à vida político-econômico-social de nossa sociedade, atuam de modo traumático sobre a constituição subjetiva dos sujeitos, incidindo diretamente sobre o que foi um dia recalcado e cindido, exigindo (re)nascimento psíquico; e que o trabalho do negativo diz do trabalho dos mecanismos de defesa e das pulsões primárias, especialmente a pulsão de morte, discutida em termos da função desobjetalizante e do narcisismo negativo. Concluímos que para além do princípio de prazer, o trauma é considerado constitutivo do psiquismo e tanto está relacionado a acontecimentos externos quanto a um excesso de excitação pulsional acumulada, desligada e impossibilitada de trânsito psíquico. A falha no trabalho do negativo diz da impossibilidade da perda do objeto primário, causando uma dependência excessiva deste, que não pode ser perdido nem reencontrado. Como consequência há, em diferentes escalas, a ação do masoquismo e da função desobjetalizante sobre o psiquismo e sobre os objetos internos e externos, além de um prejuízo no desenvolvimento da função de simbolização. Se o objeto não pode ser perdido, a função autoerótica também se estabelece mal e o objeto primário fica como que entalado: a criança nem está dele acompanhada nem pode largá-lo. Este trabalho é realizado por meio de pesquisa bibliográfico-analítica dos textos de Freud, de trabalhos publicados em livros de autores psicanalíticos, além de artigos publicados nas revistas indexadas no campo da Psicanálise. É feito uso também de publicações de autores da Sociologia para a descrição na atualidade cultural. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This paper discusses what current psychoanalytic literature calls borderline (in Portuguese, caso-limite or estado-limite). Literature shows that patients with borderline disorder refuse to follow the classic rules proposed by their analysts, making them reinvent the psychoanalytical interviews. Current borderline cases have demanded a correlative work with two traditionally different, separate psychoanalytical theories: Freud’s drive theory and the object relations theory. In both cases, it is observed that perversion as a negative of neurosis results in issues involving the patients and their analysts’ private madness. The focus on child sexuality has increased on behalf of fragility-related issues of the Self and abandonment trauma-related issues. The fragility of the Self has directly interfered in the establishment of the sense of reality. It is important to know how the archaic works and is organized on behalf of the establishment and preservation of the psychic apparatus, thus unfolding the importance of the primary object beyond the oedipical issues. This paper aims at the understanding of borderline cases from the perspective of the Freudian metapsychology, focusing on the trauma and the work of the negative, as called by André Green. It is assumed, in this paper, that the structural changes of our society’s social, political and economic life in the last forth years have had a traumatic effect on the subjects’ subjective constitution, affecting directly what was once repressed and cut, causing a psychic (re)birth. It is also assumed here that the work of the negative says of the work of the defense mechanisms and the primary drives, especially the death drive, in terms of the disobjectalization and the negative narcissism. As a conclusion, beyond the pleasure principle, trauma is considered part of the psyche, and it is related to both external events and the excess of accumulated, turned-off drive excitement, unable of psychic transfer. The flaw in the work of the negative in borderline cases is about the impossibility of the loss of the primary object, causing an excessive dependence that cannot be lost nor found again. As a consequence, there is a process, in different scales, of disobjectalization of the psyche and of both internal and external objects. The development of the symbolization is also negatively affected. If the object cannot be lost, the development of the self-erotic function is also negatively affected; the primary object gets stuck: the child is not accompanied by it, but also cannot release it. This study was carried out with a bibliographical-analytical research of Freud's texts, with works published in psychoanalytic books, and articles published in Psychoanalysis magazines. Descriptions of the current cultural scenario included in this paper were made based on articles by Sociology-related authors.
2

Esquemas cognitivos e crenças mal-adaptativos da personalidade : elaboração de um instrumento de avaliação

Peres, Alexandre José de Souza January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2008. / Submitted by Kelly Marques (pereira.kelly@gmail.com) on 2009-10-28T19:46:07Z No. of bitstreams: 1 2008_AlexandreJoseSouzaPeres.pdf: 587507 bytes, checksum: 0e5ce28d41dc54149efa93b2ee8b8672 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2011-01-27T13:39:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_AlexandreJoseSouzaPeres.pdf: 587507 bytes, checksum: 0e5ce28d41dc54149efa93b2ee8b8672 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-01-27T13:39:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_AlexandreJoseSouzaPeres.pdf: 587507 bytes, checksum: 0e5ce28d41dc54149efa93b2ee8b8672 (MD5) Previous issue date: 2008 / A teoria cognitiva da psicopatologia postula que cada transtorno mental é caracterizado por um conjunto específico de esquemas mal-adaptativos. Este estudo levantou e testou a hipótese de que os esquemas idiossincráticos dos transtornos da personalidade também se distribuem em uma estrutura fatorial em amostras não-clínicas. Para tanto, foi construído um questionário de avaliação dos esquemas mal-adaptativos (QECP) teoricamente relacionados aos transtornos das personalidades dependente, obsessivo-compulsiva e histriônica. A estrutura fatorial encontrada se assemelha à teoria. Os índices de confiabilidade variaram entre 0,81 e 0,91. A análise de correlação de Pearson entre os componentes QECP e dos fatores do Inventário Fatorial da Personalidade, apresentaram evidências para validade convergente do questionário. Os resultados apontaram evidências de que os esquemas avaliados desempenham alguma função na personalidade dos indivíduos, independente de um diagnóstico de transtorno da personalidade. Novos estudos com amostras mais abrangentes e instrumentos que avaliem os esquemas relacionados a todos os transtornos da personalidade são necessários. Palavras-chave: personalidade; transtornos da personalidade; esquemas da personalidade; crenças da personalidade; terapia cognitiva. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The cognitive theory of psychopathology posits that each mental disorder is characterized by a specific set of maladaptive schemata. This study raised and tested the hypothesis that the personality disorders schemata can also be distributed in a factor structure in nonclinical samples. A questionnaire for assessing maladaptive schemata theoretically related to the dependent, obsessive-compulsive and histrionic personality disorders was elaborated. Component analysis supported the existence of tree hypothesized set of schemata, which were similar to the theory. Reliability indices ranged between 0.81 and 0.91. Analysis using Pearson correlations between QECP’s components and Inventário Fatorial da Personalidade (Personality Factorial Inventory) showed evidences of convergent validity of the questionnaire. Evidences that schemata assessed by QECP plays a role in the personality of subjects, regardless of a personality disorder diagnostic were found. Further studies with instruments that assess the schemata related to all of the personality disorders and more comprehensive samples and are necessary.
3

O fracasso escolar nas series iniciais : um estudo com crianças de escolas publicas

Yaegashi, Solange Franci Raimundo 18 February 1997 (has links)
Orientador: Fermino Fernandes Sisto / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-07-22T05:38:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Yaegashi_SolangeFranciRaimundo_D.pdf: 26222094 bytes, checksum: 2be00d539539a0c19c49c65fd9312afe (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo verificar se existem diferenças significativas entre crianças que apresentam um bom ou um mau desempenho escolar, quanto ao nível operatório, à criatividade, à maturação visomotora, à função intelectual e à afetividade. Participaram do estudo 200 crianças, com idade entre 6 e 10 anos, matriculadas na 18 e na 28 séries, em quatro escolas públicas de Maringá-PR. Essas crianças foram submetidas ao Teste das Matrizes Progressivas de Raven e ao Teste de Desempenho Escolar. A partir dos resultados encontrados nesses instrumentos foram constituídos quatro grupos de 15 crianças cada, combinando-se a série (18 e 28) com o desempenho escolar, bom e mau. Estes grupos foram comparados quanto a aspectos maturacionais e psicológicos (cognitivos e afetivos). As características maturacionais foram avaliadas por intermédio do Teste Gestáltico Visomotor de Bender, e as psicológicas através das provas operatórias, das provas de criatividade e da Prova de Rorschach. Os resultados indicaram que não houve diferenças significativas entre os grupos das duas séries, no que se refere ao nível operatório, à criatividade, à maturação visomotora, aos indicadores de distúrbios emocionais e à afetividade. No entanto, entre os grupos da 18 série foram encontradas diferenças significativas quanto à função intelectual. Além disso, foram encontradas ainda diferenças significativas referentes à presença de indicadores de lesão cerebral, tanto entre os grupos da 18 série quanto entre os grupos da 28 série. Concluiu-se que, apesar das diferenças entre as crianças que apresentam e as que não apresentam dificuldades de aprendizagem, as características individuais não poderiam, isoladamente, explicar o alto índice de crianças que fracassam nas séries iniciais, pois fatores não pesquisados, dentre os quais a formação do professor, poderiam também contribuir para a produção desse fracasso / Resumé: Le but de cette recherche c'est de vérifier s'iI existe des différences significatives entre les enfants qui présentent un bon ou un mauvais développement écolier, par rapport au niveau opératoire, à Ia créativité, à Ia maturité visiomotrice, à Ia fonction intellectuelle et à I'affectivité. Deux cents enfants ont participé de cet étude, âgés de 6 à 10 ans, inscrits à Ia 1 re et à Ia 2e années dans quatre écoles publiques à Maringá, Paraná. Ces enfants ont été soumis au Test des Matrices Progressives de Raven et au Test de Développement Écolier. À partir des résultats retrouvés dans ces instruments, on a constitué quatre groupes de quinze enfants, en joignant I'année (1re et 2e) avec le développement écolier, bon et mauvais. Ces groupes ont été comparés quant aux aspects de Ia maturité et quant aux aspects psychologiques (cognitifs et affectifs). Les caractéristiques de Ia maturité ont été évaluées par I'intermédiaire du Test Gestaltiste Visiomoteur de Bender, et les psychologiques à travers les tests opératoires, les tests de créativité et le Test de Rorschach. Les résultats on indiqué qu'il n'y a pas eu des grandes différences entre les groupes des deux années, par rapport au niveau opératoire, à Ia créativité, à Ia maturité visiomotrice, aux indicateurs de troubles émotionnels et à I'affectivité. Pourtant, entre les groupes de Ia 1 re année ont été retrouvées des différences expressives quant à Ia fonction intellectuelle. De plus, ont été retrouvées encore des différences significatives par rapport à Ia présence d'indicateurs de lésion cérébral, tant entre les groupes de Ia 1 re année, tant entre les groupes de Ia 2e année. On a conclue que, malgré les différences entre les enfants qui présentent et ceux qui ne présentent pas des difficultés d'apprentissage, les caractéristiques individuelles ne pourraient pas, isolément, expliquer le grand nombre d'enfants qui échouent aux années écoliêres débutantes, car de facteurs non recherchés, entre les quels Ia formation de I'enseignant, pourraient aussi contribuer à cet échec / Abstract: The aim of this research is to verify whether there are significant differences among children with good or bad learning performance with regard to operational levei, creativity, visual-motor maturation, intellectual function and affection. Two hundred 6- to 10-year-old children of the first and second lower grades of government elementary schools in Maringá, Paraná, Brazil, were involved. They underwent Raven's Progressive Matrixes Test and the School Perfonmance Test. According to results, 4 groups of 15 children each were formed in which the grades (first and second) were combined to their good or bad learning performance. Comparison of groups was undertaken in their maturation and psychological aspects (cognitive and affection). Maturation characteristics were evaluated by Bender's Visual-Motor Gestalt Test. Psychological characteristics were evaluated by operational tests, creativity tests and Rorschach T est. Results obtained indicated that there were no significant differences among the groups of the two grades concerning operational levei, creativity, visual-motor maturation, emotional disturbances indicators and affection. However, among the first grade groups significant differences with regard to intellectual function were detected. Significant differences were also found concerning the presence of brain lesions among groups of the first grade and among those of the second grade. It may be concluded that in spite of differences among children who have or have no learning difficulties, individual characteristics alone could not explain the high number of children that fail in the first grades. As nonresearched factors, such as the teacher's formation and training, could also contribute to this failure / Doutorado / Psicologia Educacional / Doutor em Educação
4

Anorexia nervosa e histeria : uma visão crítica

Lina Rosa Nunes Morais 15 August 2001 (has links)
O tema Transtorno Alimentar vem recebendo nas últimas décadas uma atenção especial tanto da comunidade científica quanto dos meios de comunicação de massa. Assistimos a um aumento no número de publicações nas revistas especializadas na área da psiquiatria, a formação de centros de atendimento e pesquisa no eixo Rio-SãoPaulo, concomitante a certa efervescência nas publicações da imprensa leiga. Todo esse interesse parece indicar que estamos diante de um novo fenômeno. Entretanto nesse trabalho procuramos desenvolver uma linha de pesquisa que pretende explorar a hipótese na qual casos graves de anorexia nervosa poderiam ser entendidos, a partir do ponto de vista psicodinâmico, como similares as histerias de conversão do final do século XIX Grande Hysterie. Para sustentar tal hipótese faremos um recuo no tempo investigando a história da evolução dos conceitos tanto da anorexia nervosa como da histeria e seus respectivos desdobramentos. Durante a realização desse percurso teórico percebemos que na verdade estávamos lidando com velhos dramas, ou seja, que no pano de fundo dessa questão encontrava-se a feminilidade e seus percalços. Assim sendo, nossa proposta toma um outro rumo: alicerçada na perspectiva freudiana do tornar-se mulher, nos indagarmos se a anorexia nervosa não seria uma recusa do feminino capaz de assumir máscaras diversas. Recuperamos então o conceito de feminilidade da teoria psicanalítica, considerando a anorexia nervosa como uma possibilidade de recusa articulada, ora a histeria, ora a perversão. Verificamos na prática clínica um desaparecimento, sobretudo nas camadas mais elitizadas da população, dos fenômenos conversivos francos ou floridos. Entretanto, nos prontos-socorros do serviço público e nas grandes emergências psiquiátricas, a histeria sobrevive com toda a exuberância de sua sintomatologia. Nos indagamos se a essas moças de classe média ou classe média alta restou apenas a possibilidade de implodir toda essa angústia psíquica, sob a forma de um controle alimentar tão rígido e uma tal distorção da imagem corporal que são capazes de aproximá-las de um quadro de falência psíquica.
5

Anorexia nervosa e histeria : uma visão crítica

Lina Rosa Nunes Morais 15 August 2001 (has links)
O tema Transtorno Alimentar vem recebendo nas últimas décadas uma atenção especial tanto da comunidade científica quanto dos meios de comunicação de massa. Assistimos a um aumento no número de publicações nas revistas especializadas na área da psiquiatria, a formação de centros de atendimento e pesquisa no eixo Rio-SãoPaulo, concomitante a certa efervescência nas publicações da imprensa leiga. Todo esse interesse parece indicar que estamos diante de um novo fenômeno. Entretanto nesse trabalho procuramos desenvolver uma linha de pesquisa que pretende explorar a hipótese na qual casos graves de anorexia nervosa poderiam ser entendidos, a partir do ponto de vista psicodinâmico, como similares as histerias de conversão do final do século XIX Grande Hysterie. Para sustentar tal hipótese faremos um recuo no tempo investigando a história da evolução dos conceitos tanto da anorexia nervosa como da histeria e seus respectivos desdobramentos. Durante a realização desse percurso teórico percebemos que na verdade estávamos lidando com velhos dramas, ou seja, que no pano de fundo dessa questão encontrava-se a feminilidade e seus percalços. Assim sendo, nossa proposta toma um outro rumo: alicerçada na perspectiva freudiana do tornar-se mulher, nos indagarmos se a anorexia nervosa não seria uma recusa do feminino capaz de assumir máscaras diversas. Recuperamos então o conceito de feminilidade da teoria psicanalítica, considerando a anorexia nervosa como uma possibilidade de recusa articulada, ora a histeria, ora a perversão. Verificamos na prática clínica um desaparecimento, sobretudo nas camadas mais elitizadas da população, dos fenômenos conversivos francos ou floridos. Entretanto, nos prontos-socorros do serviço público e nas grandes emergências psiquiátricas, a histeria sobrevive com toda a exuberância de sua sintomatologia. Nos indagamos se a essas moças de classe média ou classe média alta restou apenas a possibilidade de implodir toda essa angústia psíquica, sob a forma de um controle alimentar tão rígido e uma tal distorção da imagem corporal que são capazes de aproximá-las de um quadro de falência psíquica.
6

Análise dos comportamentos de terapeuta e cliente em um caso de transtorno de personalidade borderline / Analysis of therapists and patients behavior in a case of Borderline Personality Disorder

Herika de Mesquita Sadi 15 August 2011 (has links)
Clientes com Transtorno de Personalidade Borderline apresentam um alto índice de abandono de terapia. Entender o que ocorre durante as sessões entre terapeuta e cliente com este tipo de transtorno de personalidade pode contribuir para evitar futuros equívocos ou falhas na relação terapêutica, aumentando as chances de continuidade do processo terapêutico e diminuindo a probabilidade de abandono da terapia. O presente estudo teve como objetivo identificar as variáveis que estão relacionadas ao abandono de um caso de Transtorno de Personalidade Borderline. Participou do estudo uma terapeuta de orientação analítico-comportamental, com 12 anos de experiência clínica e uma cliente com 30 anos de idade, casada, sem filhos e com escolaridade superior completo. Um total de 13 sessões foi gravado em áudio, transcrito e categorizado segundo o Sistema Multidimensional para Categorização de Comportamentos da Interação Terapêutica. Foi feita análise sequencial de atraso (Lag sequential analysis). As sessões que compuseram os dados deste estudo foram entre a 9ª e a 22ª sessões, embora a 14ª sessão tenha sido excluída da análise de dados por ter sido uma sessão de casal. Os resultados mostraram que as categorias da terapeuta de maior porcentagem de ocorrência foram Facilitação, Solicitação de Relato e Empatia e as menos frequentes foram, Solicitação de Reflexão\", Aprovação e Recomendação. Reprovação foi a categoria que teve a menor frequência entre as demais categorias da terapeuta. Embora a categoria Interpretação tenha ocorrido em baixa frequência, sua duração foi grande. As categorias de maior porcentagem da cliente foram Relato e Estabelecimento de Relações entre Eventos. E as de menor porcentagem de ocorrência foram: Solicitação, Concordância, Oposição e Melhora. A categoria Metas não ocorreu nenhuma vez. Ao longo das sessões, foi observado um declínio na porcentagem de Estabelecimento de Relações entre Eventos e um aumento em Relato, no que se refere às categorias da cliente. Ao mesmo tempo, foi observada uma diminuição das categorias Empatia, Solicitação de Reflexão e Interpretação da terapeuta. As sequências que mais ocorreram foram Relato\" seguido por Facilitação\" e Facilitação\" seguida por Relato\". O abandono da terapia pareceu estar relacionado a diversos fatores: a) perda de oportunidades de aprovar e solicitar reflexão e interpretar, b) não dar atenção a relatos sobre queixas de doenças, exercendo função de invalidação, c) férias prolongadas da terapeuta e d) não flexibilidade da terapeuta em fazer mais uma sessão domiciliar em um momento de crise, repetindo assim, um comportamento de invalidação / Clients suffering from Borderline Personality Disorder show a high dropout rate in psychotherapy. The understanding of what occurs during the sessions between therapist and client suffering from this type of personality disorder may contribute to prevent future errors and failures, increasing chances of completing the therapeutic process and reducing drop-out probability. The current study had the objective of identifying the variables related to the drop-out in a case of Borderline Personality Disorder. Participated a female behavior-analytic therapist, with 12 years of clinical experience and a female client, 30 years old, married, no children, with a college degree. 13 complete sessions were recorded in video, transcribed and categorized according to the Multidimensional System for Categorization of Behaviors in Therapeutic Interaction. A lag sequential analysis was carried out. Data of this study refer to the 9th through the 22nd sessions, although the 14th session was excluded, since it was a couple session. Outcomes showed that the therapists categories in higher percentages were `Facilitation`, `Request of Report` and `Empathy` and the less frequent percentages were `Request of Reflection`, `Approval` and `Recommendation`. `Disapproval` was the therapists category appearing with lower frequency. Although `Interpretation` occurred in low frequency, it had a long duration. The clients categories with higher percentages were `Report` and `Establishment of Relationship between Events`. The lower percentages of occurrences were: `Request`, `Agreement`, `Opposition` and `Improvement`. The category `Aims` did not occur at any time. Throughout the sessions a decrease in percentage of the client\'s categories `Establishment of Relationship between Events` and an increase in \'Report\' were observed. At the same time a decrease in the therapists categories `Empathy`, `Request for Reflection` and `Interpretation` was noted. Sequences which occurred more frequently were `Report` followed by `Facilitation` and `Facilitation` followed by `Report`. The therapy drop-out seemed to be related to several factors: a) loss of opportunities by the therapist to approve, to request reflection and to interpret; b) lack of attention to reports on complaints of diseases, having an invalidation effect; c) therapists extended vacation and d) therapists refusal to attend an additional home session, in a critical moment, thus repeating the invalidation
7

O acompanhamento terapêutico e as relações de objeto em pacientes-limites

Zilberleib, Carlota Maria Oswald Vieira 05 October 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-28T20:37:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Carlota Maria Oswald Vieira Zilberleib.pdf: 628288 bytes, checksum: 614756f6af1e8bfab31fd24e2b7f1ded (MD5) Previous issue date: 2005-10-05 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / In this study, we intend to articulate the elements which comprehend the meta-psychological basis for the borderline functioning according to Andre Green vis-à-vis the in-home psychotherapeutic clinic by means of illustrating a case study, with specific focus geared towards certain dimensions of the object relations, namely the relations with the absolutely necessary object . Our interest in this study comes from the issues arisen in the in-home psychotherapeutic clinic based on diagnosed problematic and the specifics of the kind of framing. It comprehends a theory development around the primary defense mechanisms, which means, denying mechanisms Verdrangung, Verneinung, Verleugnung and Verwerfung -, created by Freud, and rethought by Andre Green, which he called Denying work . Such mechanisms would be in the principles of the borderline functioning process and would be constituted by the way in which the relations with the primary object were organized in the life history of the subject. According to this author, the object relations undertake an important role in therapeutic relation and from his theory of framing it seems possible to us to introduce the clinic modality of the in-home therapy. We believe that the borderline diagnostic matter and the setting of the in-home therapeutic clinic are similar specially when concerning the uncommon and surprising, altering the standardized norms of the listening as it imposes a rearrangement of the therapeutic pair / Neste estudo, pretendemos articular os elementos que compreendem as bases metapsicológicas do funcionamento borderline, segundo Andre Green, com a clínica do acompanhamento terapêutico, por meio da ilustração de um caso clínico, com um enfoque especial voltado para certas dimensões das relações de objeto, quais sejam, as relações com o objeto absolutamente necessário . Nosso interesse neste estudo parte dos impasses surgidos no atendimento clínico como acompanhante terapêutico, em função da problemática diagnóstica e da especificidade do tipo de enquadramento. Compreende um desenvolvimento teórico acerca dos mecanismos primários de defesa, ou seja, os mecanismos de negação Verdrangung, Verneinung, Verleugnung e Verwerfung - descritos por Freud, e repensados por Andre Green, aos quais denominou de trabalho do negativo. Tais mecanismos estariam nas bases do funcionamento borderline e se constituiriam a partir do modo como se organizaram as relações com o objeto primário na história de vida do sujeito. Para este autor, as relações de objeto assumem um importante papel na relação terapêutica, e a partir de sua teorização sobre o enquadramento, nos pareceu possível introduzir a modalidade clínica do acompanhamento terapêutico. Acreditamos que a questão diagnóstica borderline e o setting do acompanhamento terapêutico se assemelham justamente no que expressam de incomum e surpreendente, alterando as normas padronizadas de escuta ao impor um rearranjo da dupla terapêutica
8

Psicopatia: uma proposta de regime especial para cumprimento de pena / Psychopathic disease: a proposal on the special ruling on prison penalty

Savazzoni , Simone de Alcantara 20 February 2017 (has links)
Submitted by Filipe dos Santos (fsantos@pucsp.br) on 2017-03-15T13:31:43Z No. of bitstreams: 1 Simone de Alcantara Savazzoni.pdf: 2499602 bytes, checksum: 322a80d4221e183f77975bf6781eff21 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-15T13:31:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Simone de Alcantara Savazzoni.pdf: 2499602 bytes, checksum: 322a80d4221e183f77975bf6781eff21 (MD5) Previous issue date: 2017-02-20 / Psycopathy is a subject that challenges for a long time, criminal science and justice itself. In order to exemplify some points on such theme, in this thesis, it Will be performed an analytical descriptive study aiming in specially, analyze by which means psycopathy introduces itself to medicine, psychology, aiming in explore interdisciplinary on the legal aspect and penal processing criminal law. The starting point to differ will be: psycopathy from the mental disease concept in order to frame it as a personality disorder, with the objective of appraising liabilities on the psychopath individual with aims of applying responsibility upon crime committed. It will also be demonstrated, how does punishment measures adopted, currently, take place upon criminal psychopaths – measures of security of prison penalty – reflect and impact such individual, which is differed from the others due to a lack of sorrow and non capability of learning upon punishments received after it. The proposal is to reflect on the presence of such subject in the Brazilian prison system, especially, by taking into account indicative studies on higher reoccurrence fee. It will be presented, nevertheless, a critical view on the current assessments of behavior as a requisite subject to approval on benefits during penalty execution – looking forward to evaluate the State – whether they present physical structure and qualified workforce to deal with accomplishment of penalty by the psychopath, highlighting lacks in the current system. It will also be verified on the Brazilian legislation mismatch with discoveries required by medical and psychological sciences about psychopathy. Finally, demonstrated current imperfection on the prison system on the application and accomplishment of penalty by the psychopath, this thesis will propose a special regime to these subjects, which will be implemented as an adequate establishment and effective follow up with multidisciplinary team duly qualified / A psicopatia é um tema que desafia há tempos as ciências criminais e a própria Justiça. Para elucidar alguns pontos desta temática, nesta tese, realizar-se-á um estudo descritivo-analítico com o objetivo precípuo de analisar de que forma a psicopatia se apresenta para a medicina e a psicologia, a fim de explorar a interdisciplinaridade deste constructo no âmbito jurídico penal e processual penal. O ponto de partida será diferenciar a psicopatia do conceito de doença mental para enquadrá-la como transtorno de personalidade, com o escopo de aferir a culpabilidade (imputabilidade) do indivíduo psicopata para fins de responsabilização em face do crime realizado. Demonstrar-se-á, ademais, como as medidas punitivas adotadas atualmente em face do criminoso psicopata – medida de segurança ou pena de prisão – refletem e impactam nesse indivíduo, o qual se distingue dos demais pela ausência de remorso e pela inaptidão de aprendizagem a partir de castigos recebidos. A proposta, pois, será refletir acerca da presença desse sujeito no sistema carcerário brasileiro, especialmente considerando os estudos indicativos de sua maior taxa de reincidência. Apresentar-se-á, outrossim, uma visão crítica quanto às vigentes avaliações de comportamento como requisito subjetivo para o deferimento de benefícios durante a execução da pena, procurando avaliar se o Estado possui estrutura física com mão de obra qualificada para enfrentar o cumprimento da pena pelo psicopata, ressaltando as falhas da atual sistemática. Verificar-se-á que a legislação brasileira encontra-se em descompasso com as descobertas e exigências das ciências médicas e psicológicas sobre psicopatia. Por fim, demonstradas as imperfeições atuais do sistema penal na aplicação e cumprimento da pena pelo psicopata, a presente tese proporá um regime especial para esses sujeitos, que deverá ser implementado em estabelecimento adequado e com efetivo acompanhamento de equipe multidisciplinar devidamente qualificada
9

Análise dos comportamentos de terapeuta e cliente em um caso de transtorno de personalidade borderline / Analysis of therapists and patients behavior in a case of Borderline Personality Disorder

Sadi, Herika de Mesquita 15 August 2011 (has links)
Clientes com Transtorno de Personalidade Borderline apresentam um alto índice de abandono de terapia. Entender o que ocorre durante as sessões entre terapeuta e cliente com este tipo de transtorno de personalidade pode contribuir para evitar futuros equívocos ou falhas na relação terapêutica, aumentando as chances de continuidade do processo terapêutico e diminuindo a probabilidade de abandono da terapia. O presente estudo teve como objetivo identificar as variáveis que estão relacionadas ao abandono de um caso de Transtorno de Personalidade Borderline. Participou do estudo uma terapeuta de orientação analítico-comportamental, com 12 anos de experiência clínica e uma cliente com 30 anos de idade, casada, sem filhos e com escolaridade superior completo. Um total de 13 sessões foi gravado em áudio, transcrito e categorizado segundo o Sistema Multidimensional para Categorização de Comportamentos da Interação Terapêutica. Foi feita análise sequencial de atraso (Lag sequential analysis). As sessões que compuseram os dados deste estudo foram entre a 9ª e a 22ª sessões, embora a 14ª sessão tenha sido excluída da análise de dados por ter sido uma sessão de casal. Os resultados mostraram que as categorias da terapeuta de maior porcentagem de ocorrência foram Facilitação, Solicitação de Relato e Empatia e as menos frequentes foram, Solicitação de Reflexão\", Aprovação e Recomendação. Reprovação foi a categoria que teve a menor frequência entre as demais categorias da terapeuta. Embora a categoria Interpretação tenha ocorrido em baixa frequência, sua duração foi grande. As categorias de maior porcentagem da cliente foram Relato e Estabelecimento de Relações entre Eventos. E as de menor porcentagem de ocorrência foram: Solicitação, Concordância, Oposição e Melhora. A categoria Metas não ocorreu nenhuma vez. Ao longo das sessões, foi observado um declínio na porcentagem de Estabelecimento de Relações entre Eventos e um aumento em Relato, no que se refere às categorias da cliente. Ao mesmo tempo, foi observada uma diminuição das categorias Empatia, Solicitação de Reflexão e Interpretação da terapeuta. As sequências que mais ocorreram foram Relato\" seguido por Facilitação\" e Facilitação\" seguida por Relato\". O abandono da terapia pareceu estar relacionado a diversos fatores: a) perda de oportunidades de aprovar e solicitar reflexão e interpretar, b) não dar atenção a relatos sobre queixas de doenças, exercendo função de invalidação, c) férias prolongadas da terapeuta e d) não flexibilidade da terapeuta em fazer mais uma sessão domiciliar em um momento de crise, repetindo assim, um comportamento de invalidação / Clients suffering from Borderline Personality Disorder show a high dropout rate in psychotherapy. The understanding of what occurs during the sessions between therapist and client suffering from this type of personality disorder may contribute to prevent future errors and failures, increasing chances of completing the therapeutic process and reducing drop-out probability. The current study had the objective of identifying the variables related to the drop-out in a case of Borderline Personality Disorder. Participated a female behavior-analytic therapist, with 12 years of clinical experience and a female client, 30 years old, married, no children, with a college degree. 13 complete sessions were recorded in video, transcribed and categorized according to the Multidimensional System for Categorization of Behaviors in Therapeutic Interaction. A lag sequential analysis was carried out. Data of this study refer to the 9th through the 22nd sessions, although the 14th session was excluded, since it was a couple session. Outcomes showed that the therapists categories in higher percentages were `Facilitation`, `Request of Report` and `Empathy` and the less frequent percentages were `Request of Reflection`, `Approval` and `Recommendation`. `Disapproval` was the therapists category appearing with lower frequency. Although `Interpretation` occurred in low frequency, it had a long duration. The clients categories with higher percentages were `Report` and `Establishment of Relationship between Events`. The lower percentages of occurrences were: `Request`, `Agreement`, `Opposition` and `Improvement`. The category `Aims` did not occur at any time. Throughout the sessions a decrease in percentage of the client\'s categories `Establishment of Relationship between Events` and an increase in \'Report\' were observed. At the same time a decrease in the therapists categories `Empathy`, `Request for Reflection` and `Interpretation` was noted. Sequences which occurred more frequently were `Report` followed by `Facilitation` and `Facilitation` followed by `Report`. The therapy drop-out seemed to be related to several factors: a) loss of opportunities by the therapist to approve, to request reflection and to interpret; b) lack of attention to reports on complaints of diseases, having an invalidation effect; c) therapists extended vacation and d) therapists refusal to attend an additional home session, in a critical moment, thus repeating the invalidation
10

As condições de produção dos laudos periciais de individuos com suspeição de insanidade mental

Maluf-Souza, Olimpia 29 March 2000 (has links)
Orientador: Suzy Maria Lagazzi Rodrigues / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-27T07:13:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Maluf-Souza_Olimpia_M.pdf: 25037213 bytes, checksum: 3602d02be4b6f8fba60709b8d661b372 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: Tomando como corpus o laudo de comprovação de higidez mental elaborado com base em um fato relativamente recente de homicídio em série no país, o presente estudo visa a analisar as condições de produção do referido laudo. O referêncial teórico adotado é o da Análise do Discurso da Escola Francesa. Verificar as condições de produção dos laudos periciais implica dar visibilidade à posição sujeito perito, ou seja, suas incrições discursivas enquanto sujeito interprete, interpelado pela ideologia na história. Dessa forma, o que mostramos com esse estudo é o espaço de movência do sujeito perito na confluência dos discursos jurídico e médico. Essa posição sujeito perito será constantemente confrontada com as posições dos teóricos da psiquiatria e da psicologia, cujo os pareceres, juntamente com o dos peritos (psiquiatria forense), são decisórios no diagnóstico final do periciando. Em síntese, a visibilidade das formas-sujeito e das formas de assujeitamento se dará no texto (laudo) enquanto materialidade discursiva / Abstract: his work concerns as source of research - corpus - the judicial report on the mental illness of a criminal who was accused of homicide in series - serial-kiler in 1998. The present study aims to analyse the conditions of the written productions on the referred report. The theoretical reference adopted is of the French Discourse Analysis. To analyse the written production of reports implies to give visibility to the position of the expert subject, in other words, its discursive inscriptions as an interpreter subject, interpellated by ideology in history. This work also shows the space of mobility ofthe expert subject in the confluence of the jurídical and medical discourses. This position of the expert subject will be constantly confronted with the positions ofthe theoreticians of psychiatry and psychology, whose technical opinions, together with the opinion of the experts (forensic psychiatry), are decisive to the final diagnosis about the examined criminal (periciando). In summing up, the visibility of the subject-forms and the forms of negation of the subject (assujeitamento) will be pointed out in the text (report) as discursive materiality / Mestrado / Mestre em Linguística

Page generated in 0.134 seconds