• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 23
  • Tagged with
  • 23
  • 23
  • 15
  • 13
  • 9
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Da violência de gênero contra a mulher ao grupo-dispositivo: desafios para construção de uma prática / De la violence de genre contre la femme au groupe-dispositif: les enjeux pour la construction d'une pratique

Maria Clara de Mello Andrade 03 July 2015 (has links)
Cette dissertation se réfère à la réalisation d'une recherche-intervention dans un Centre de Référence dAide et Action Sociale d'une ville de l'intérieur de lÉtat de Rio de Janeiro (Brésil). Les principales hypothèses méthodologiques sont basées sur l'Analyse Institutionnelle, tout particulièrement, le Concept dImplication et la Cartographie. Les défis et les écarts constatés pour effectuer cette recherche sont une importante contribution pour l'analyse des pratiques de la psychologie par rapport à la prise en charge des femmes dans le contexte des politiques publiques d'aide et action sociale. La mise en place d'un groupe de femmes dans ce service a permis l'ouverture d'un espace de discussion déconnecté de toute conditionnalité, fondée sur la volonté des participantes de sexprimer sur les questions qui traversent leur vie et sur le fait d'être une femme. Compte tenu de la possibilité de transformations contemporaines du désir, nous avons rapproché les points, les lignes et les fragments des experiences vécues pour pouvoir repenser les relations et la dichotomie sainte x putain, qui traversent et emprisonnent la vie de tant de femmes, souvent en les empêchant de se mouvementer subjectivement. En pariant sur la possibilité de construire d'autres modes de vie, nous insistons sur l'importance de la formation de groupes dans la production de nouveaux sens et territoires d'existence / O presente trabalho refere-se à realização de uma pesquisa-intervenção em um Centro de Referência de Assistência Social de um município do interior do Rio de Janeiro, cujos principais pressupostos metodológicos fundamentam-se na Análise Institucional, especificamente, a Análise de Implicação e a Cartografia. Os desafios e desvios encontrados para realização da pesquisa constituem importante substrato para análise das práticas da psicologia em relação ao atendimento de mulheres no contexto das políticas públicas da assistência social. A construção de um grupo para mulheres neste serviço possibilitou a abertura de um espaço para discussão, desconectado de qualquer condicionalidade, baseado no desejo de conversa das participantes sobre questões que atravessam suas vidas e o fato de ser mulher. Considerando a possibilidade de transformações do desejo na contemporaneidade aproximamos pontos, linhas e fragmentos de vivências para pensar sobre os relacionamentos e a dicotomia santa x puta que atravessam e aprisionam a vida de tantas mulheres, muitas vezes impedindo-as de se movimentar subjetivamente. Apostando na possibilidade da construção de outros modos de vida, sinalizamos para a importância da prática dos grupos na produção de novos sentidos e novos territórios de existência
2

“Quando não tem bebida, morga logo!”: um estudo interseccional sobre juventude e consumo de álcool

SOUZA, Leyllyanne Bezerra de 24 February 2015 (has links)
Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-08-02T20:40:28Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Leyllyanne Bezerra de Souza.pdf: 2119749 bytes, checksum: 49d32a9e6db7ba82b600ef625e2be3e7 (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-08-03T22:00:38Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Leyllyanne Bezerra de Souza.pdf: 2119749 bytes, checksum: 49d32a9e6db7ba82b600ef625e2be3e7 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-03T22:00:38Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Leyllyanne Bezerra de Souza.pdf: 2119749 bytes, checksum: 49d32a9e6db7ba82b600ef625e2be3e7 (MD5) Previous issue date: 2015-02-24 / FACEPE / Este trabalho buscou compreender significados atribuídos por jovens ao consumo de bebidas alcoólicas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de inspiração feminista, inserida na Psicologia Social. Assumiu como perspectivas a pesquisa-intervenção e a interseccionalidade de marcadores sociais para a compreensão/intervenção de/em posicionamentos das/os jovens interlocutoras/es relativamente ao consumo de álcool. Estas/Estes, jovens habitantes da região Suape-PE, estudantes do ensino médio da rede pública de ensino em território que tem vivenciado um intenso processo de desenvolvimento econômico. Desenvolveu-se a partir do trabalho com grupo em três rodas de conversa – videogravadas e transcritas – nas quais o uso de álcool foi abordado, respectivamente, segundo os vieses da sociabilidade, do lazer, e de discursos de riscos e prazeres envolvidos em práticas de consumo. Foi possível perceber o álcool como um importante elemento relacionado à sociabilidade das/os jovens. O tensionamento público-privado caracterizou diferentes experiências com as bebidas, de modo que os significados atribuídos ao beber variaram de acordo com o contexto relacional em que se bebe. O beber em família foi referido como uma experiência menos prazerosa em relação ao beber no grupo de amigos, por se caracterizar como um espaço de regulações segundo uma hierarquia geracional, que circunscreve o ato de beber em códigos de moralização, normatização e inibição. De outro modo, beber no grupo de amigos parece caracterizar um contexto em que se sente mais livre para se experimentar: quanto aos limites e possibilidades do próprio corpo; em experiências afetivo-sexuais; e ainda, quanto aos prazeres e riscos potencialmente envolvidos em práticas de consumo. O ato de beber, no contexto do grupo de pares, parece funcionar como um extensor do tempo em que se está junto, como potencializador da sociabilidade. Ressalta-se que os significados do beber se distinguem quanto aos marcadores de gênero, sobretudo quando articulados às vivências e posicionamentos sexuais. A mulher que bebe, sobretudo no espaço público, se vê como alvo de críticas e regulações; além disso, a experiência de embriaguez para mulheres jovens é fortemente associada ao risco de violência sexual. Por outro lado, o homem que bebe pode se sentir mais desinibido, e assim, colocar-se de forma mais ativa em situações de paquera, o que lhe é esperado e valorizado. Há uma fronteira tênue entre prazeres e riscos nas experiências de consumo de álcool, os quais as/os jovens precisam aprender a gerir. Como via de controle do corpo, o marcador religião emergiu como forma de gestão de riscos e prazeres através da restrição ou mesmo prescrição do não uso de bebidas, para mulheres e homens. O marcador território pareceu delinear uma associação entre bebidas e violência quando o consumo de álcool é pensado em relação ao outro, sobretudo os ditos “baianos”, homens de outros estados que estão na região Suape trabalhar em empresas de construção civil. / This study aimed to understand the meanings attributed by young people to alcohol consumption. This is a qualitative study of feminist inspiration, inserted in social psychology. It took over as prospects for intervention research and the intersectionality of social markers for understanding /intervention in positions of young interlocutors in relation to alcohol consumption. These are young inhabitants of Suape, Pernambuco region, high school students from public schools, in territory that has experienced an intense process of economic development. It was developed from work with group, in three rounds of conversation – recorded in video and transcribed - in which the use of alcohol was addressed, respectively, according to the biases of sociability, leisure, and risk and pleasures discourses and involved in practices consumption. We could perceive alcohol as an important element related to sociability of young people. The public-private tensioning featured different experiences with the drinks, so that the meanings attributed to drinking varied according to the relational context. Drinking in family was referred as a less pleasurable experience regarding drinking in the group of friends, because it is characterized as a space setting according to a generational hierarchy, which limited the act of drinking in moralization codes, regulation and inhibition. Otherwise, drinking in the group of friends seems to characterize a context where young people feel freer to experiment: as the limits and possibilities of one's body; in sexual experiences; and pleasures and potential risks involved in consumption practices. Drinking in the context of peer group, appears to be a time extender in which young people are together, facilitating sociability. It is noteworthy that the meanings of drinking differ as to gender markers, especially when articulated to the experiences and sexual positions. Women who drink, especially in the public space, are seen as the target of criticism and regulations; furthermore, intoxication experience for young women is strongly associated with risk of sexual violence. On the other hand, men who drink can feel more uninhibited, and thus put themselves more actively in dating situations, what is expected and valued related to him. There is a fine line between pleasure and risks on the experiences of alcohol consumption, which young people need to learn to manage. The religion marker emerged as a form of risk and pleasures management by restricting or even prescription of nonuse of drinks for women and men. The territory marker seemed to delineate an association between beverages and violence when alcohol consumption is thought to the other, especially those called "Bahia", men from other states that are in Suape region, working in construction companies.
3

Da violência de gênero contra a mulher ao grupo-dispositivo: desafios para construção de uma prática / De la violence de genre contre la femme au groupe-dispositif: les enjeux pour la construction d'une pratique

Maria Clara de Mello Andrade 03 July 2015 (has links)
Cette dissertation se réfère à la réalisation d'une recherche-intervention dans un Centre de Référence dAide et Action Sociale d'une ville de l'intérieur de lÉtat de Rio de Janeiro (Brésil). Les principales hypothèses méthodologiques sont basées sur l'Analyse Institutionnelle, tout particulièrement, le Concept dImplication et la Cartographie. Les défis et les écarts constatés pour effectuer cette recherche sont une importante contribution pour l'analyse des pratiques de la psychologie par rapport à la prise en charge des femmes dans le contexte des politiques publiques d'aide et action sociale. La mise en place d'un groupe de femmes dans ce service a permis l'ouverture d'un espace de discussion déconnecté de toute conditionnalité, fondée sur la volonté des participantes de sexprimer sur les questions qui traversent leur vie et sur le fait d'être une femme. Compte tenu de la possibilité de transformations contemporaines du désir, nous avons rapproché les points, les lignes et les fragments des experiences vécues pour pouvoir repenser les relations et la dichotomie sainte x putain, qui traversent et emprisonnent la vie de tant de femmes, souvent en les empêchant de se mouvementer subjectivement. En pariant sur la possibilité de construire d'autres modes de vie, nous insistons sur l'importance de la formation de groupes dans la production de nouveaux sens et territoires d'existence / O presente trabalho refere-se à realização de uma pesquisa-intervenção em um Centro de Referência de Assistência Social de um município do interior do Rio de Janeiro, cujos principais pressupostos metodológicos fundamentam-se na Análise Institucional, especificamente, a Análise de Implicação e a Cartografia. Os desafios e desvios encontrados para realização da pesquisa constituem importante substrato para análise das práticas da psicologia em relação ao atendimento de mulheres no contexto das políticas públicas da assistência social. A construção de um grupo para mulheres neste serviço possibilitou a abertura de um espaço para discussão, desconectado de qualquer condicionalidade, baseado no desejo de conversa das participantes sobre questões que atravessam suas vidas e o fato de ser mulher. Considerando a possibilidade de transformações do desejo na contemporaneidade aproximamos pontos, linhas e fragmentos de vivências para pensar sobre os relacionamentos e a dicotomia santa x puta que atravessam e aprisionam a vida de tantas mulheres, muitas vezes impedindo-as de se movimentar subjetivamente. Apostando na possibilidade da construção de outros modos de vida, sinalizamos para a importância da prática dos grupos na produção de novos sentidos e novos territórios de existência
4

Processo de intervenção histórico-cultural na escola: dialogando com gestores, professores e estudantes / Historical-cultural intervention process in school: dialogging with managers, teachers and students

Souza, Fabiane Salomão [UNESP] 15 December 2017 (has links)
Submitted by FABIANE salomão Souza (salomaopsico@yahoo.com.br) on 2018-02-17T19:29:22Z No. of bitstreams: 2 1.pdf: 2017509 bytes, checksum: 205abc10dde47594d6d06269892016ed (MD5) 1.pdf: 2017509 bytes, checksum: 205abc10dde47594d6d06269892016ed (MD5) / Approved for entry into archive by Claudia Adriana Spindola null (claudia@fct.unesp.br) on 2018-02-19T11:46:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 souza_fs_me_prud.pdf: 2017509 bytes, checksum: 205abc10dde47594d6d06269892016ed (MD5) / Made available in DSpace on 2018-02-19T11:46:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 souza_fs_me_prud.pdf: 2017509 bytes, checksum: 205abc10dde47594d6d06269892016ed (MD5) Previous issue date: 2017-12-15 / Esta pesquisa tem o objetivo de apresentar as possibilidades de atuação do psicólogo e da equipe interdisciplinar na educação, realizando um processo de intervenção de natureza histórico-cultural na escola, com intuito de possibilitar a construção de um espaço de ação, reflexão e ação no interior da escola pública. Os objetivos específicos voltam-se àpromoção de reflexões a respeito dos problemas vividos no cotidiano da escola, junto aos professores e gestores, especialmente sobre as queixas escolares, no intuito de transformar concepções cristalizadas e naturalizantes, realizar um processo de pesquisa-intervenção com estudantes e proporcionar condições favoráveis de aprendizagem e desenvolvimento dos mesmos, rompendo com o modelo de atuação clínico-psicológico na escola. O processo de pesquisaintervenção realizado seguiu os pressupostos da teoria histórico-cultural e os fundamentos do materialismo histórico-dialético. A pesquisa foi realizada em uma escola pública do Sistema Municipal de Educação de Presidente Prudente/SP. Os sujeitos foram os gestores, professores e estudantes de uma sala de aula do 3º ano, do Ensino Fundamental, ciclo I. A metodologia se baseou em encontros semanais com os gestores e professores, durante os momentos de HTPC e com os estudantes, também semanalmente, em sala de aula e na quadra da escola. O processo de pesquisa-intervenção com os gestores e professores foi realizado por meio de discussão de temas de interesse do grupo e com os estudantes, foram realizadas atividades ludopedagógicas envolvendo jogos, brincadeiras, dramatizações, debates e discussões coletivas. No final do processo de pesquisa-intervenção foram constatadas mudanças qualitativas nos sujeitos, principalmente no que se refere a concepções, trabalho coletivo, trabalho educativo, atividade de estudo, situações de resistência/alienação e consciência/humanização. Constatamos que um processo de pesquisa-intervenção realizado de forma coletiva e histórico-cultural, pode engendrar transformações nos sujeitos e na escola, criando condições diferenciadas para a melhoria e transformação da escola pública, isso pela via da construção da consciência crítica dos sujeitos dela participantes. / This research aims to present the possibilities of acting of the psychologist and the interdisciplinary team in the education, realizing a process of intervention of historical and cultural nature in the school, with the intention of enabling the construction of a space of action, reflection and action in the interior of public school. The specific objectives are focused on the promotion of reflections on the problems experienced in the daily life of the school, together with teachers and managers, especially on school complaints, in order to transform crystalized and naturalizing conceptions, carry out a research-intervention process with students and to provide favorable learning and development conditions, breaking with the model of clinical-psychological performance in school. The research-intervention process carried out followed the assumptions of historical-cultural theory and the foundations of historical-dialectical materialism. The research was carried out in a public school of the Municipal Education System of Presidente Prudente / SP. The subjects were the managers, teachers and students of a classroom of the 3rd year, Elementary School, cycle I. The methodology was based on weekly meetings with managers and teachers, during HTPC moments and with students, also weekly , in the classroom and on the school grounds. The research-intervention process with the managers and teachers was carried out by means of a discussion of topics of interest to the group and with the students, ludopedagogues activities were carried out involving games, games, dramatizations, debates and collective discussions. At the end of the research-intervention process qualitative changes were observed in the subjects, mainly in terms of conceptions, collective work, educational work, study activity, resistance / alienation situations and consciousness / humanization. We found that a researchintervention process carried out collectively and historically and culturally, can generate transformations in the subjects and in the school, creating different conditions for the improvement and transformation of the public school, through the construction of a critical awareness of the participants' subjects.
5

Relações de gênero em foco : com a palavra as alunas e os alunos do quarto ano do ensino fundamental

Silva, Driéle Luize Souza da 18 July 2018 (has links)
Submitted by Tatiane Oliveira (tatiane.oliveira@unipampa.edu.br) on 2018-10-09T17:09:53Z No. of bitstreams: 1 DrieleLuizeSouzadaSilva2018.pdf: 1106138 bytes, checksum: da793bc3f8572eb088f47ddd019d82ee (MD5) / Submitted by Tatiane Oliveira (tatiane.oliveira@unipampa.edu.br) on 2018-11-28T11:54:42Z No. of bitstreams: 1 DrieleLuizeSouzadaSilva2018.pdf: 1106138 bytes, checksum: da793bc3f8572eb088f47ddd019d82ee (MD5) / Approved for entry into archive by Dayse Pestana (dayse.pestana@unipampa.edu.br) on 2018-11-28T12:12:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DrieleLuizeSouzadaSilva2018.pdf: 1106138 bytes, checksum: da793bc3f8572eb088f47ddd019d82ee (MD5) / Made available in DSpace on 2018-11-28T12:12:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DrieleLuizeSouzadaSilva2018.pdf: 1106138 bytes, checksum: da793bc3f8572eb088f47ddd019d82ee (MD5) Previous issue date: 2018-07-18 / Este Relatório Crítico-Reflexivo é o resultado da pesquisa que teve como objetivo problematizar as relações de gênero a partir das falas das alunas e dos alunos, na perspectiva de compreender o que dizem/pensam sobre a temática. Esse objetivo se construiu a partir da fala das alunas e alunos do quarto ano do ensino fundamental da escola Carlos Peixoto Primo na cidade de Rio Grande, que apresentavam situações através da fala, que precisavam ser problematizadas. Inicialmente, apresenta-se a “Trajetória da Pesquisa”, logo após os capítulos de revisão: “A constituição do conceito de gênero” que possibilita um panorama de algumas ações que constrói o conceito de gênero; “Gênero e Educação” que aborda os entrelaçamentos existentes nessas temáticas; Posteriormente, o “Procedimento Metodológico”, que levou em consideração a abordagem da pesquisa intervencionista do tipo pedagógica, descrevendo a intervenção a partir de diferentes atividades, explicitando seu embasamento teórico e apresentando os instrumentos da coleta de dados, que foram a observação e análise documental. Os sujeitos desta intervenção, foram as/os alunas/os que cursaram o quarto ano do Ensino Fundamental no ano de 2017 na escola municipal Pedro Carlos Peixoto Primo. O procedimento de análise textual discursiva utilizado para análise de dados desta pesquisa resultou nas seguintes categorias: “Binarismos de gênero e as suas repercussões para a educação que trata principalmente do modo de ser menino e menina; “É possível discutir gênero na sala de aula? Tecendo algumas possibilidades na prática pedagógica” que contempla as diferentes atividades que foram desenvolvidas possibilitando a abordagem da temática. Os resultados mostraram que com a intervenção as crianças passaram a problematizar as questões de gênero em suas próprias falas como também as das outras crianças, porém ainda percebe-se que muitos padrões que são impostos pela sociedade se fazem presente nas falas e seus comportamentos. / This Critical-Reflective Report is the result of the research that had as objective to problematize the gender relations from the speeches of the students and students, with a view to understanding what they say / think about the subject. This objective was built from the speech of the students and students of the fourth year of elementary school at the Carlos Peixoto Primo school in the city of Rio Grande, who presented situations through speech that needed to be problematized. Initially, the "Research Trajectory" is presented, after the revision chapters: "The constitution of the concept of gender", which allows a panorama of some actions that builds the concept of gender; "Gender and Education" that addresses the intertwining existing in these issues; Subsequently, the "Methodological Procedure", which took into account the approach of interventionist research of the pedagogical type, describing the intervention from different activities, explaining its theoretical basis and presenting the instruments of data collection, which were observation and documentary analysis . The subjects of this intervention were the pupils who attended the fourth year of elementary school in the year 2017 at the municipal school Pedro Carlos Peixoto Primo. The procedure of discursive textual analysis used for data analysis of this research resulted in the following categories: "Gender binarisms and their repercussions for education that deals mainly with the way of being a boy and a girl; "Is it possible to discuss gender in the classroom? Weaving some possibilities in pedagogical practice "that contemplates the different activities that were developed allowing the approach of the theme. The results showed that with the intervention, children began to question gender issues in their own speeches as well as those of other children, but it is still seen that many patterns that are imposed by society are present in the speeches and their behaviors.
6

A gente se vê por aqui? : percepções de espectadores infantis sobre crianças na televisão / Do we see ourselves here?: children spectators's perceptions about children in television

Renata Lucia Baptista Flores 11 August 2011 (has links)
Esta dissertação teve por objetivo conhecer as perspectivas infantis sobre as crianças que atuam na televisão brasileira. O estudo parte do entendimento de que na contemporaneidade o contato de crianças com diferentes mídias é intenso e que isto, aliado a outras experiências, proporciona a estruturação de modos de ser e estar no mundo. Interessada em aproximar-se desses modos de ser e estar, a pesquisa organizou-se no sentido de travar um contato direto com as crianças espectadoras através da dinâmica dos Grupos de Discussão, numa abordagem de Pesquisa-Intervenção. Além de traçar uma abordagem histórica da televisão no Brasil e da relação desta mídia com as crianças neste país, o trabalho aponta possibilidades de reflexão sobre processos de subjetivação e significação do mundo por parte dos meninos e meninas interlocutores da pesquisa. Noções de recepção, de fama e beleza, de trabalho etc. são discutidas com e a partir do que as crianças formulam e enunciam. Os principais autores que fundamentaram a pesquisa são Mikhail Bakhtin, Lucia Rabello de Castro e Solange Jobim e Souza. / The main goal of this work is to propose an approach and knowledge on childhoods perceptions about childrens performance on television programs. Understanding that to be in the world nowadays it means an inevitable and intense contact with media vehicles, this paper also intends to promote reflections about one of them: the television. In this way, and believing that children are active human beings and that each individual can make his/her own history, this work opts for the Intervention-Research as the methodological way. During the research, children were heard, in Groups of Discussion, and many dialogues were built. Notions about TV reception, fame and beauty, work etc. are discussed from and with the pronunciations of the children which opens a view of the contemporary childhood.
7

Imagens do hospício vazio : fotografia, pesquisa e intervenção

Maurente, Vanessa Soares January 2010 (has links)
Esta tese foi inspirada no desejo de aprofundar modos de pesquisar e intervir através da fotografia e no reconhecimento das condições de possibilidade de construção de novas práticas no campo da saúde mental. Realizou-se no contexto do projeto de pesquisa e extensão Oficinando em Rede – parceria entre Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Centro Integrado de Atenção Psicossocial para crianças e adolescentes (CIAPS) do Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre. Tal projeto realiza oficinas tecnológicas – internet, robótica, fotografia e vídeo – junto aos trabalhadores e usuários do local. Nas oficinas de fotografia, observamos que a entrega de câmeras aos jovens, para que fotografassem livremente, produzindo suas próprias inscrições, era algo estranho no contexto, pois as práticas discursivas em hospitais psiquiátricos geralmente colocam usuários em uma posição de objeto do olhar médico-especializado. Isto se deu em função da fotografia manter uma relação de similaridade perceptiva com a realidade, o que a diferencia de outras práticas artísticas em saúde mental, como pintura, escrita e desenho. Por outro lado, se a legitimidade da fotografia é garantida por uma crença na possibilidade de reprodução do real, os exercícios de autoria muitas vezes ficam invisíveis. Nosso objetivo foi problematizar as vias de exercícios de autoria no âmbito institucional, assim como estudar a experiência de si de trabalhadores e jovens em relação aos discursos e práticas em saúde mental. Neste âmbito, formulamos quatro proposições para esta tese. A primeira delas, teórica, é baseada nas noções de Michel Foucault e consiste em estabelecer relações entre experiência de si e exercícios de autoria. A segunda, também teórica, busca aprofundar a discussão sobre as peculiaridades da fotografia através da teoria de Gilbert Simondon e consiste em analisar os processos de individuação da fotografia. A terceira, designada como metodológica, é produzir conhecimento acerca da fotografia enquanto estratégia de pesquisa e intervenção. A quarta, empírica, consiste em construir vias de exercícios de autoria através de oficinas de fotografia no CIAPS. O trabalho de campo se deu a partir da realização de oficinas de fotografia dirigidas aos trabalhadores (equipe fixa e terceirizada) e jovens (ambulatório e internação) do CIAPS. Elas eram divididas em três etapas: 1) sensibilização para a condição simbólica da imagem e possibilidade de exercícios de autoria através da fotografia; 2) solicitação de que os sujeitos fotografassem a partir da questão “como você percebe o CIAPS?” e 3) expressão verbal sobre a experiência e as imagens. As análises incidiram sobre a forma como a proposta foi recebida, o processo de fotografar, as possibilidades de exercícios de autoria no regime no local e as diversas leituras dos sujeitos e pesquisadores acerca das imagens produzidas. As imagens e discussões abordaram o aprisionamento, as contradições nas políticas públicas em saúde mental e o questionamento à lógica manicomial. A fotografia se mostrou potente não apenas pela condição simbólica, que enfatizava exercícios de autoria, mas também pelas posições icônica e indiciária, que permitiram análises e discussões com o comitê de ética, trabalhadores e jovens. Em função disso, entende-se que a potencialidade de trabalhar com fotografia em pesquisa e intervenção reside na construção de estratégias que abarquem sua complexidade epistemológica. / This thesis was inspired by the desire to pursue ways to perform research and intervention through photography, and in the recognition of the possibilities of constructing new practices in the field of mental health. It took place in the context of the Oficinando em Rede research and extension project – a partnership between the Federal University of Rio Grande do Sul and the Integrated Center for Psychosocial Care of Children and Adolescents (CIAPS) of the São Pedro Psychiatric Hospital in Porto Alegre, Brazil. This project develops technological workshops – on internet, robotics, photography and video – with hospital workers and young patients. During the photography workshops, we observed that giving cameras to patients and allowing them to use the equipment freely and to produce their own inscriptions generated a feeling of unease in the hospital personnel, due to the torsion of legitimized positions in which patients were usually viewed as objects of specialized medical knowledge. This was due to the fact that photography maintains a similarity relationship with reality which differentiates it from other artistic practices in mental health (such as painting, writing and drawing). On the other hand, if the legitimacy of photography is warranted by the belief in its capability to reproduce reality, exercises of authorship through it are frequently invisible. Our aim was to discuss the ways in which authorship is exercised in the institutional context, and to study the self-experience of workers and patients with regard to the discourses and practices in mental health. In this context, we formulated four propositions for this thesis. The first, theoretical, is based on the concepts of Michel Foucault and consists of establishing relationships between self-experience and exercises of authorship. The second one, also theoretical, aims to discuss the peculiarities of photography through the theories of Gilbert Simondon and consists in analyzing individuation processes in photography. The third, designated as methodological, is to produce knowledge about photography as a research and intervention strategy. The fourth one, empirical, consists of building ways to exercise authorship through photography workshops in the CIAPS. Our field work consisted of organizing photography workshops directed to workers (permanent and third-party) and patients of the CIAPS (outpatients and inpatients). These workshops were divided into three stages: 1) sensitization to the symbolic condition of photography and to the possibility of exercising authorship through photography; 2) requiring subjects to photograph based on the question “What is the CIAPS?” and 3) verbal expression about the experience and photographed images. Our analysis was based on the way in which the proposal was received, on the process of photographing, on the possibilities of exercises of authorship within the institution and on the various readings of the subjects and researchers concerning the photographed images. The photographs and discussions revolved around themes such as imprisonment, contradictions in public policies on mental health and questioning on the role of the psychiatric hospital. Photography was shown to be powerful not only due to its symbolic condition, which emphasized exercises of authorship, but also to its iconic and index positions, which allowed analysis and discussions with workers, patients and the hospital’s ethics committee. Based on this, we believe that the potential of working with photography in research and intervention resides in the construction of strategies which can encompass its epistemiological complexity.
8

Imagens do hospício vazio : fotografia, pesquisa e intervenção

Maurente, Vanessa Soares January 2010 (has links)
Esta tese foi inspirada no desejo de aprofundar modos de pesquisar e intervir através da fotografia e no reconhecimento das condições de possibilidade de construção de novas práticas no campo da saúde mental. Realizou-se no contexto do projeto de pesquisa e extensão Oficinando em Rede – parceria entre Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Centro Integrado de Atenção Psicossocial para crianças e adolescentes (CIAPS) do Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre. Tal projeto realiza oficinas tecnológicas – internet, robótica, fotografia e vídeo – junto aos trabalhadores e usuários do local. Nas oficinas de fotografia, observamos que a entrega de câmeras aos jovens, para que fotografassem livremente, produzindo suas próprias inscrições, era algo estranho no contexto, pois as práticas discursivas em hospitais psiquiátricos geralmente colocam usuários em uma posição de objeto do olhar médico-especializado. Isto se deu em função da fotografia manter uma relação de similaridade perceptiva com a realidade, o que a diferencia de outras práticas artísticas em saúde mental, como pintura, escrita e desenho. Por outro lado, se a legitimidade da fotografia é garantida por uma crença na possibilidade de reprodução do real, os exercícios de autoria muitas vezes ficam invisíveis. Nosso objetivo foi problematizar as vias de exercícios de autoria no âmbito institucional, assim como estudar a experiência de si de trabalhadores e jovens em relação aos discursos e práticas em saúde mental. Neste âmbito, formulamos quatro proposições para esta tese. A primeira delas, teórica, é baseada nas noções de Michel Foucault e consiste em estabelecer relações entre experiência de si e exercícios de autoria. A segunda, também teórica, busca aprofundar a discussão sobre as peculiaridades da fotografia através da teoria de Gilbert Simondon e consiste em analisar os processos de individuação da fotografia. A terceira, designada como metodológica, é produzir conhecimento acerca da fotografia enquanto estratégia de pesquisa e intervenção. A quarta, empírica, consiste em construir vias de exercícios de autoria através de oficinas de fotografia no CIAPS. O trabalho de campo se deu a partir da realização de oficinas de fotografia dirigidas aos trabalhadores (equipe fixa e terceirizada) e jovens (ambulatório e internação) do CIAPS. Elas eram divididas em três etapas: 1) sensibilização para a condição simbólica da imagem e possibilidade de exercícios de autoria através da fotografia; 2) solicitação de que os sujeitos fotografassem a partir da questão “como você percebe o CIAPS?” e 3) expressão verbal sobre a experiência e as imagens. As análises incidiram sobre a forma como a proposta foi recebida, o processo de fotografar, as possibilidades de exercícios de autoria no regime no local e as diversas leituras dos sujeitos e pesquisadores acerca das imagens produzidas. As imagens e discussões abordaram o aprisionamento, as contradições nas políticas públicas em saúde mental e o questionamento à lógica manicomial. A fotografia se mostrou potente não apenas pela condição simbólica, que enfatizava exercícios de autoria, mas também pelas posições icônica e indiciária, que permitiram análises e discussões com o comitê de ética, trabalhadores e jovens. Em função disso, entende-se que a potencialidade de trabalhar com fotografia em pesquisa e intervenção reside na construção de estratégias que abarquem sua complexidade epistemológica. / This thesis was inspired by the desire to pursue ways to perform research and intervention through photography, and in the recognition of the possibilities of constructing new practices in the field of mental health. It took place in the context of the Oficinando em Rede research and extension project – a partnership between the Federal University of Rio Grande do Sul and the Integrated Center for Psychosocial Care of Children and Adolescents (CIAPS) of the São Pedro Psychiatric Hospital in Porto Alegre, Brazil. This project develops technological workshops – on internet, robotics, photography and video – with hospital workers and young patients. During the photography workshops, we observed that giving cameras to patients and allowing them to use the equipment freely and to produce their own inscriptions generated a feeling of unease in the hospital personnel, due to the torsion of legitimized positions in which patients were usually viewed as objects of specialized medical knowledge. This was due to the fact that photography maintains a similarity relationship with reality which differentiates it from other artistic practices in mental health (such as painting, writing and drawing). On the other hand, if the legitimacy of photography is warranted by the belief in its capability to reproduce reality, exercises of authorship through it are frequently invisible. Our aim was to discuss the ways in which authorship is exercised in the institutional context, and to study the self-experience of workers and patients with regard to the discourses and practices in mental health. In this context, we formulated four propositions for this thesis. The first, theoretical, is based on the concepts of Michel Foucault and consists of establishing relationships between self-experience and exercises of authorship. The second one, also theoretical, aims to discuss the peculiarities of photography through the theories of Gilbert Simondon and consists in analyzing individuation processes in photography. The third, designated as methodological, is to produce knowledge about photography as a research and intervention strategy. The fourth one, empirical, consists of building ways to exercise authorship through photography workshops in the CIAPS. Our field work consisted of organizing photography workshops directed to workers (permanent and third-party) and patients of the CIAPS (outpatients and inpatients). These workshops were divided into three stages: 1) sensitization to the symbolic condition of photography and to the possibility of exercising authorship through photography; 2) requiring subjects to photograph based on the question “What is the CIAPS?” and 3) verbal expression about the experience and photographed images. Our analysis was based on the way in which the proposal was received, on the process of photographing, on the possibilities of exercises of authorship within the institution and on the various readings of the subjects and researchers concerning the photographed images. The photographs and discussions revolved around themes such as imprisonment, contradictions in public policies on mental health and questioning on the role of the psychiatric hospital. Photography was shown to be powerful not only due to its symbolic condition, which emphasized exercises of authorship, but also to its iconic and index positions, which allowed analysis and discussions with workers, patients and the hospital’s ethics committee. Based on this, we believe that the potential of working with photography in research and intervention resides in the construction of strategies which can encompass its epistemiological complexity.
9

A gente se vê por aqui? : percepções de espectadores infantis sobre crianças na televisão / Do we see ourselves here?: children spectators's perceptions about children in television

Renata Lucia Baptista Flores 11 August 2011 (has links)
Esta dissertação teve por objetivo conhecer as perspectivas infantis sobre as crianças que atuam na televisão brasileira. O estudo parte do entendimento de que na contemporaneidade o contato de crianças com diferentes mídias é intenso e que isto, aliado a outras experiências, proporciona a estruturação de modos de ser e estar no mundo. Interessada em aproximar-se desses modos de ser e estar, a pesquisa organizou-se no sentido de travar um contato direto com as crianças espectadoras através da dinâmica dos Grupos de Discussão, numa abordagem de Pesquisa-Intervenção. Além de traçar uma abordagem histórica da televisão no Brasil e da relação desta mídia com as crianças neste país, o trabalho aponta possibilidades de reflexão sobre processos de subjetivação e significação do mundo por parte dos meninos e meninas interlocutores da pesquisa. Noções de recepção, de fama e beleza, de trabalho etc. são discutidas com e a partir do que as crianças formulam e enunciam. Os principais autores que fundamentaram a pesquisa são Mikhail Bakhtin, Lucia Rabello de Castro e Solange Jobim e Souza. / The main goal of this work is to propose an approach and knowledge on childhoods perceptions about childrens performance on television programs. Understanding that to be in the world nowadays it means an inevitable and intense contact with media vehicles, this paper also intends to promote reflections about one of them: the television. In this way, and believing that children are active human beings and that each individual can make his/her own history, this work opts for the Intervention-Research as the methodological way. During the research, children were heard, in Groups of Discussion, and many dialogues were built. Notions about TV reception, fame and beauty, work etc. are discussed from and with the pronunciations of the children which opens a view of the contemporary childhood.
10

Os jovens e os sentidos do trabalho: pesquisa - intervenção em comunicação na rede pública de ensino. / -

Alexandre Akio Casoto Suenaga 30 September 2016 (has links)
A seguinte pesquisa pretende estudar as relações de comunicação dos jovens estudantes de escola pública sobre o trabalho: como a atribuição de sentido a esta atividade que atravessa, não apenas a esfera profissional, mas toda a vida humana, afeta suas maneiras de existir e de se relacionar. Para tanto, busca-se uma ampliação conceitual a partir da articulação teórico-metodológica do Binômio Comunicação e Trabalho, baseada principalmente no materialismo histórico dialético. A investigação dispõe de uma etapa empírica, realizada em uma escola pública da cidade de São Paulo com jovens do terceiro ano do ensino médio, a partir das pistas metodológicas da Pesquisa-intervenção e dos Estudos de Recepção Latino-americanos. De maneira geral, notamos o quanto a discussão sobre o trabalho é escassa no espaço escolar, embora ela seja vital para que os jovens de camada popular possam repensar suas trajetórias de vida de maneira crítica, à luz de um contexto social mais amplo. / The following research aims to study the young public school students\' communication relations with labor: how the creation of meaning for this activity, that is related not only to the professional scope, but also to all human existence, affects their ways of existing and their relationships. In order to do so, we seek a conceptual broadening starting from the theoretical-methodological articulation of the Communication and Labor Binomial, based mainly on the historical-dialectical-materialism. The research has an empirical phase, developed from the methodological tracks of the Intervention-research and the Latin-American Reception Studies, in a public school in São Paulo city with young high school students. Overall, we could observe how the labor discussion is scarce in public schools, even though it is vital for the students of popular layers to have the possibility of thinking over their life trajectories in a critical way, in light of a wider social context

Page generated in 0.0756 seconds