• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 12
  • Tagged with
  • 12
  • 12
  • 11
  • 9
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Hospital-dia da faculdade de medicina de Botucatu-UNESP : estudo descritivo da população atendida

Lima, Maria Cristina Pereira 1999 (has links)
Orientador: Neury Jose Botega Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-07-25T08:05:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Lima_MariaCristinaPereira_M.pdf: 3066082 bytes, checksum: d717ad532bf2127394f08972e3949c99 (MD5) Previous issue date: 1999 Resumo: Nos últimos anos, a assistência psiquiátrica em geral e os hospitais psiquiátricos, em particular, têm sido muito criticados. Como alternativa à hospitalização fechada, hospitais-dia (HD) e similares vêm sendo criados. Dados do Ministério da Saúde do Brasil mostram um aumento do número desses serviços, não havendo, contudo, informações disponíveis sobre seu funcionamento e sua adequação às necessidades da população. A partir desta constatação, foi conduzido um estudo prospectivo no HD da Faculdade de Medicina de Botucatu (São Paulo, Brasil), com o objetivo de descrever a população atendida e sua evolução na internação, segundo vários parâmetros. Foram levantados dados sócio-demográficos, antecedentes psiquiátricos, alterações psicopatológicas (através da Briel Psychiatric Rating Scale - BPRS), diagnóstico (CID 10), relacionamento familiar (Global Assessment 01 Relatíonal Functíoning Sca1e) e níveis de incapacitação psicossocial (Psychiatric Disabílity Assessment Schedule - DAS). Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva e à análise de regressão logística, tendo como variáveis dependentes: melhora, duração do tratamento e adesão. Houve predomínio de mulheres (76,5%), com menos de 40 anos (61,8%), procedentes de Botucatu e região (64,8%), sem vinculação conjugal (70,6%) e com transtornos do humor (44,1 %). As internações duraram, em média, 74 dias, havendo 79,4% dos pacientes com melhora na ocasião da alta. A renda per capita foi um fator preditivo de melhora (p=0,03). A duração da internação foi maior entre os indivíduos com sintomatologia depressiva/ansiosa (p=0,02) e menor naqueles com retraimento; desorientação (p=0,03). Quando a melhora foi considerada, aqueles com vínculos conjugais tiveram um menor tempo de internação (p=0,002). A adesão, avaliada pelo comparecimento ao serviço, foi maior entre os pacientes com vínculos conjugais, menor renda per capita e maior freqüência da família ao serviço. O HD estudado aproxima-se mais daqueles que promovem uma extensão do atendimento ambulatorial do que daqueles que se propõem a substituir a internação fechada. A associação entre melhor evolução e maior renda per capita, vinculação conjugal e menor tempo de internação, assim como a duração média da internação encontrados foram compatíveis com a literatura. Discute-se que as exigências utilizadas no Brasil pelo Ministério da Saúde para credenciar hospitais-dia não são suficientes para garantir sua qualidade. Este tipo de serviço pode tomar-se um investimento lucrativo em detrimento da qualidade dos cuidados - ironicamente, uma das críticas mais contundentes aos hospitais psiquiátricos tradicionais Abstract: During the last years, psychiatric practice in general and espedaHy psychiatric hospitaIs have been strongly criticized. As an alternative to full-time hospitalization, day-hospitals and similar services are being created. Date from the Brazilian Ministry of Health have shown an increasing number of these services, but there is no available information about their functioning and about their adequacy to the population needs. Considering this fact, a prospective study of the day-hospital of Botucatu Medical School (São Paulo, Brasil) was conducted, aiming to describe the population admitted and its clinical evolution during partial hospitalization. The study comprised: sociodemographic data, psychiatric antecedents, psychopathological profile (Briel Psychiatric Ratíng Scale - BPRS), diagnoses (ICD 10 criteria), family relationship (Global Assessment 01 Relatíonal Functioning Scale), and psychosocial incapacitation leveIs (Psychiatric Disabílity Assessment Schedule-- DAS). Data were submitted to descriptive statistical analysis and to logistic regression analysis, considering improvement, treatrnent duration and adherence as dependent variables. There was a predorninance of women (76,5%), younger than 40 years old (61,8%), from Botucatu and surroundings (64,8%), without marital relationship (70,6%) and with affective disorders (44,1 %). The hospitalization lasted in average 74 days, and 79,4% of the patients had improved when discharged from the hospital. The per capita income was a predictive fador of improvement (p=0,03). Treatrnent duration was longer among individuais with anxious/depressive symptoms (p=0,02) and shorter among those with desorientation/withdrawal. When improvement was considered, those with marital relationships were hospitalized for a shorter period (p=O,OO2). Adherence, evaluated through coming to the service for treatment, was higher among patients with marital relationships, lower per capita income and frequent family attendance at the service. The studied day-hospital resembles those that promote an extension to out patient treatment more than those that intend to substitute fuH-time hospitalization. The association between better outcome and higher per capita income, marital relationship and shorter period of hospitalization, as weH as, the mean duration of hospitalization one compatible with the literature. It is stated that the demands used by the Brazilian Ministry of Health to accredit day-hospitals are not enough to guarantee their quality. This kind ofservice may become a profitabie investment jeorpardizing the quality of the service, ironicaHy one the fiercest criticisms to the traditional psychiatric hospitals Mestrado Mestre em Saude Mental
2

Análise da implantação do apoio matricial em saúde mental entre CAPS e equipes de saúde da família : trilhando caminhos possíveis

Minozzo, Fabiane 29 July 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2011. Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-02-07T12:58:24Z No. of bitstreams: 1 2011_FabianeMinozzo.pdf: 896830 bytes, checksum: 45a711404ac800f75472502f9af0c0c3 (MD5) Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2012-02-15T11:39:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_FabianeMinozzo.pdf: 896830 bytes, checksum: 45a711404ac800f75472502f9af0c0c3 (MD5) Made available in DSpace on 2012-02-15T11:39:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_FabianeMinozzo.pdf: 896830 bytes, checksum: 45a711404ac800f75472502f9af0c0c3 (MD5) Esta pesquisa situa-se na área da saúde mental na saúde pública e tem como objetivo analisar a implantação do apoio matricial em saúde mental do CAPS III Maria do Socorro Santos às equipes de Saúde da Família (SF) da Clínica da Família Maria do Socorro Silva de Souza, atuantes no Bairro da Rocinha, no município do Rio de Janeiro, Brasil. O apoio matricial objetiva ampliar a resolubilidade da SF e produzir maior responsabilização pelas situações de saúde mental na Atenção Primária à Saúde, rompendo com a lógica dos encaminhamentos indiscriminados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho exploratório, do tipo pesquisa-ação que teve como instrumentos os grupos operativos de reflexão e a resposta a questionários. Utiliza-se a análise de conteúdo e sua técnica temática como forma de analisar os achados. Realizaram-se encontros de grupos operativos de reflexão com profissionais da SF, do CAPS e dos dois serviços conjuntamente. Para cada grupo estudado foram destacadas categorias e subcategorias de análise. No que se refere à SF os resultados apontaram para a dificuldade das equipes na abordagem dos casos de saúde mental, que foi associada à falta de capacitação na área e insuficiências na formação, e a coexistência dos modelos asilar e psicossocial nas práticas de cuidado de tais equipes. No que se refere ao CAPS III indicaram a importância do fortalecimento do trabalho em equipe para a realização do apoio matricial e algumas dificuldades no que se refere ao trabalho multidisciplinar. Os achados evidenciaram caminhos a serem trilhados no apoio matricial, destacando-se o suporte à SF na coordenação de grupos e na realização das visitas domiciliares. Conclui-se que o apoio matricial entre os dois serviços analisados encontra-se em processo inicial, ocorrendo esporadicamente, embora o CAPS já tenha organizado proposta para a sistematização e regularidade do matriciamento, através de mini-equipes de retaguarda. Avalia-se que esse estudo auxiliou os participantes na reflexão sobre a importância do apoio matricial no cuidado em saúde mental, despertou o desejo de colocá-lo em prática e indicou caminhos a serem percorridos. Sinalizou, ainda, a necessidade do fortalecimento da saúde mental na Atenção Primária à Saúde (APS), através de investimentos na educação permanente, da priorização da saúde mental nos indicadores e metas propostas pela gestão e da importância de maior integração entre os CAPS e as equipes de SF. Pretende-se, com esta dissertação, contribuir para transformações na saúde mental, principalmente no fortalecimento da APS nessa área. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT This research is situated in the area of Mental Health in Public Health and aims to examine the implementation of matrix support in mental health at the Center for Psychosocial Support CAPS III Maria do Socorro Santos to Family Health (SF) teams of the Family Clinic Maria do Socorro Silva de Souza, who work in the neighborhood of Rocinha, city of Rio de Janeiro, Brazil. The matrix support aims at broadening the solvability of SF and produce greater sense of responsibility for mental health in situations of Primary Health Care, breaking with the logic of indiscriminate referrals. This is a qualitative, exploratory research, of the action-research type, that had as instruments the reflection operative groups and response to questionnaires. Content analysis and thematic technique were used as means to reach the findings. Meetings were held with operative reflection groups and SF and CAPS professionals, separately and together. For each study group categories and subcategories of analysis were highlighted. Regarding the SF team, results indicated the difficulty of the teams in addressing the mental health cases, which was associated with lack of training in the area and weaknesses in formative education, and coexistence of asylum-based and psychosocial care models such teams' practices. With regard to the CAPS III, the results indicate the importance of strengthening teamwork to achieve the matrix support and some difficulties with regard to multidisciplinary work. The findings indicate routes to be followed in the matrix support, especially assisting the SF teams in group coordination and in conducting of home visits. The conclusion is that the matrix support between the two services analyzed is in the initial stages, occurring sporadically, although the CAPS has already organized a proposal to systematize and regularize the matrix support, by mini assistance teams. It is evaluated that this study helped the participants in reflecting on the importance of matrix support in mental health care, has awakened a desire to put it into practice and indicated routes to be followed. The need to strengthen mental health in the Primary Health Care through investments in continuing education, the prioritization of mental health indicators and goals proposed by the management department and the importance of greater integration between the CAPS and SF teams is also indicated. It is intended, with this dissertation, to contribute to changes in mental health sysystem, the strengthening of Primary Health Care in this area.
3

"O Caps me deu voz, me deu escuta" : um estudo das dimensões da clínica nos Centros de Atenção Psicossocial na perspectiva de trabalhadores e usuários

Grigolo, Tânia Maris 29 July 2010 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2010 Submitted by Suelen Silva dos Santos (suelenunb@yahoo.com.br) on 2011-03-21T19:52:14Z No. of bitstreams: 1 2010_TaniaMarisGrigolo.pdf: 1662198 bytes, checksum: cdca48972f3d4b048fe0cea7c05b6607 (MD5) Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2011-03-24T12:55:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_TaniaMarisGrigolo.pdf: 1662198 bytes, checksum: cdca48972f3d4b048fe0cea7c05b6607 (MD5) Made available in DSpace on 2011-03-24T12:55:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_TaniaMarisGrigolo.pdf: 1662198 bytes, checksum: cdca48972f3d4b048fe0cea7c05b6607 (MD5) Esta pesquisa teve como objeto de estudo as dimensoes da clinica nos Centros de Atencao Psicossocial a partir da perspectiva dos trabalhadores e usuarios envolvidos no cotidiano do cuidado dos Caps. Para tanto situa-se no ambito das pesquisas qualitativas e avaliativas em Psicologia Clinica e Saude Mental. Utilizamos como metodo os Grupos de Discussao (GDs) com trabalhadores e a tecnica de Entrevistas Narrativas (ENs) com usuarios de tres CAPS III da Rede de Atencao Psicossocial de Aracaju (SE). Buscamos percorrer os temas que foram se configurando como centrais para o entendimento das dimensoes da clinica em cada um dos Caps. Assim, tomamos cada servico como um caso, no sentido de aprofundar o estudo das suas singularidades, no cotidiano do cuidado. Atraves desta pesquisa destacamos a multidimensionalidade da clinica da atencao psicossocial que envolve a trajetoria dos servicos, dos profissionais, a formacao para o trabalho em saude mental, a complexidade das praticas terapeuticas, do cuidado nas crises e das relacoes com o territorio. Assim como, apontamos a importancia do relacionamento entre os profissionais, dos profissionais com os usuarios e com os familiares, no cotidiano dos Caps, considerando a dimensao etica e politica destas relacoes e o desafio da participacao mais efetiva dos usuarios. Destacamos as perspectivas sobre as praticas terapeuticas e consideracoes sobre as concepcoes de clinica, vigentes entre os trabalhadores. Outro aspecto destacado foi a avaliacao que profissionais e usuarios fazem sobre os Caps. Constatamos tambem a coexistencia de procedimentos do modelo clinico tradicional com concepcoes e praticas da atencao psicossocial e a tensao existente nos trabalhadores, entre o preconizado e o praticado. As narrativas dos usuarios evidenciaram o Caps como um lugar de referencia e mediacao para suas vidas, de escuta, de organizacao do cotidiano, de producao de vinculo e cuidado diferenciado. A avaliacao dos usuarios sobre os Caps tambem apontou lacunas, principalmente nas relacoes cotidianas com os profissionais, nas ofertas terapeuticas, nas relacoes com as familias e na participacao dos usuarios nos Caps. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT This study had as its main object the clinical dimensions of the Psychosocial Care Centers in the Brazilian Psychiatric Reform, from the perspective of workers and users involved in the daily care of these services. It is therefore an evaluative and qualitative research in Psychology and Mental Health. It was used the Discussion Groups (DGs) with workers and the Narrative Interview technique (ENs) with users as privileged methods in three CAPS-III of the Network for Psychosocial Care in Aracaju (SE). Each service was taken as a case study in order to deepen it in their singularities in daily service, aiming to cover the issues that were shaping up as central to understand the clinical dimensions in each one. It was emphasized the multidimensionality of psychosocial clinical approach that involves the trajectory of services, professional training for work in mental health, the complexity of therapeutic treatment, care in crisis and relations within the territory. It was pointed out the importance of the relationship between health professionals, professionals and users and with their families in Caps everyday routine, considering the ethical and political dimension of these relations and the challenge of more effective users´ participation. It was evidenced the perspectives of the therapeutic practices and clinical conceptions used by the workers, highlighting professionals and users evaluations of the Caps. It was found the coexistence of traditional clinical model with concepts and practices of psychosocial care and tensions between the recommended and practiced by the workers. The users’ narratives indicated the Caps as a place of reference and mediation for their lives, listening, organization of daily life, production of links and special care. The users’ evaluations of the Caps also noted gaps, especially between professionals’ therapeutic services in their daily relationships and their families and the involvement of users in the Caps.
4

Fatores familiares e aproveitamento escolar em uma escola publica da periferia de São Paulo

Correa, Maria Rita Almeida 1992 (has links)
Orientador: Lidia Straus Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-07-14T02:24:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Correa_MariaRitaAlmeida_M.pdf: 2227676 bytes, checksum: 4e0c29309bbba216436781e055dca32d (MD5) Previous issue date: 1992 Resumo: Este trabalho teve como objetivo estudar a relação entre aproveitamento escolar de crianças de primeira, série do primeiro grau em uma escola pública de periferia da cidade de são Paulo e fatores familiares, entre eles o estado de saúde mental dos pais. Foram convocadas duzentas e trinta familias, das quais compareceram cento e cinquenta e uma, que foram entrevistadas. Foram aplicados dois questionários: um deles constava de perguntas objetivas sobre dados sócio-demográficos e situação da criança no meio familiar; o outro consistia na combinação do SRQ-24 (para triar distúrbios psiquiátricos menores e psicoses) e do CAGE (para triar alcoolismo) e foi aplicado separadamente para cada pai e mãe. No final do ano a escola forneceu a lista dos alunos promovidos e reprovados e foram feitas comparações entre os dois grupos quanto às variáveis estudadas, com auxílio de provas estatisticas. Foram identificadas diferenças significativas em relação às seguintes variáveis: companhia da criança quando está em casa, número de irmãos, pais alfabetizados ou não, escolaridade dos pais, renda familiar per capita, número de cômodos na casa, número de pessoas na casa. Abstract: The aim of this survey was to study the relationship between school achievement of children from first year of grade school, at a school in the periphery of the city of Sao Paulo, and some family factors, as mental health of parents. Two hundred and thirty families were called and one hundred and forty-one appeared and were in terwied. Two questionnaires were utilized: one consisted of objective questions about sociodemographic data anda about the child's situation among the family environment; the other one consisted in the combination of the SRQ-24 (to screen for minor psychiatric disturbances and psicosis) and the CAGE (to screen for alcoholism) and was answered for each father and mother separately. At the end of the year the school provided a list of the passing students and the failing students and the variables were compared between the two groups, with the help of statistical tests. There were identified significative differences regarding the following variables: company for the child at home, number of siblings, the fact of fathers being illiterate or not, father's educational level, family income per capita, number of rooms in the house, number of persons in the house. Mestrado Mestre em Saude Mental
5

A criação de um serviço de urgencia psiquiatrica : uma analise historica documental e oral

Paulin, Luiz Fernando Ribeiro da Silva 1998 (has links)
Orientador: Egberto Ribeiro Turato Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-07-23T22:21:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Paulin_LuizFernandoRibeirodaSilva_D.pdf: 9695350 bytes, checksum: 2493e5198ebe921ac4d4e89490118810 (MD5) Previous issue date: 1998 Resumo: Esse trabalho teve como objetivo reconstituir historicamente a criação da Unidade Psiquiátrica de Urgência - UPU - do Hospital e Maternidade Celso Pierro - HMCP - da Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUCCAMP, tendo como referencial meto do lógico as análises históricas documental e oral. Inicialmente, estudou-se o processo de reestruturação da assistência psiquiátrica no Brasil nas décadas de 70 e 80. Na primeira parte do trabalho, analisaram-se as contradições da política oficial de saúde mental no país, enfocando critérios técnicos influenciados pelo modelo preventivista norte-americano e a prática de financiamento e fortalecimento das instituições hospitalares psiquiátricas privadas. Ainda nessa parte, detive-me ao processo de organização da sociedade civil e a democratização do país na década de 80, refletindo significativamente na viabilização de propostas reformistas na saúde mental, questionando o papel das instituições psiquiátricas e dos profissionais da área. Foi estudado também o reflexo da mudança da política de saúde mental no Estado de São Paulo e no município de Campinas, resultando na criação de modelos assistenciais, tais como a UPU - HMCP - PUCCAMP. A partir de ampla análise documental e de entrevista com vinte e uma pessoas que participaram direta ou indiretamente da formação da UPU, identificaram-se as causas que desencadearam esse processo. Foi detectado que a criação da UPU, apesar da intensa participação de setores do sistema público de saúde de Campinas, não garantiu a influência destes no planejamento, organização e gerenciamento do serviço. Deve-se destacar que, embora vinculado a um hospital de ensino, a UPU, ao menos no início funcionava basicamente como um serviço assistencial, com tímida ação no treinamento e formação de profissionais na área de saúde. Esse papel só veio se estabelecer através do convênio entre a Secretaria de Estado de Saúde do Estado de São Paulo e a PUCCAMP, viabilizando a criação de um Programa de Residência Médica conjunto que, no entanto, sofreu intensas restrições internas de setores da Faculdade de Ciências Médicas. O isolamento da UPU com os vários serviços assistenciais em Campinas e região, a dificuldade de planejamento de uma prática assistencial compatível com o ensino e os conflitos internos existentes na estrutura do serviço contribuíram para obstaculizar a consolidação de um modelo assistencial cuja proposta, na sua origem, era reformular uma prática que deveria ser superada Abstract: This first assignment has the objective to reconstruct historicy the creation of Unidade Psiquiátrica de Urgência - UPU (Psychiatry Urgency Unity), of Hospital e Maternidade Celso Pierro - HMCP (Celso Pierro Hospital and Maternity) at Pontificia Universidade Católica de Campinas - PUCCAMP, using the oral methodology and historical documental analysis as a reference. To begin with the study of reconstruction of the Psychiaty assistance during the 70ls and 80's was analized. During the first part of the study the contradiction of political oficial mental health of the country. The critics focused were based on the North-American preventivist model and the financial and support of private Psychiatry Hospital institutions. During this part, I detained myself about the organization process in the civil society and the democratization during the 80's, reflecting on the viabilization of reformal propose involving the mental health, having questioned the role of the psychiatry institutions and professionals in the area. There was also a study done on the reflex change in the political way of the health mentality in São Paulo State and in the District of Campinas. With a large documental. analysis and interviews with twenty one people who were involved directly or ondirectly with formation of UPU unchained this processo Eventhough having a large participation of the sectors and the public health sistem in Campinas, there was no garantee about the influence of this plan in the organization and managing of this service. It should be noticed, that even being to the teaching hospital, UPU used to work basicly as an assistance service, with a smalll function in training and graduation of professionals in the health area. This ro,le only established trough the accord of the Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo and PUCCAMP creating a Medical Resident Program which suffered intense internal restrictions in sectors of the Faculdade de Ciências Médicas. The UPU isolation with various services' in Campinas and region, the difficulty of planning compatibel practise assistance with the teaching and internal conflicts found tn the structure of this services have helped to obstaculize the consolidation of a model assistance whose proposed was to reconstruct a practice wich should be overcome Doutorado Saude Mental Doutor em Ciências Médicas
6

Controle social e responsabilização familiar : a administração da emergência psiquiátrica em Brasília e na Cidade do México

Carvalho, Janaína de Cássia 6 September 2006 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, 2006. Submitted by Érika Rayanne Carvalho (carvalho.erika@ymail.com) on 2009-12-11T14:36:56Z No. of bitstreams: 1 2006_Janaina de Cássia Carvalho.pdf: 1800556 bytes, checksum: 5eb7c94f1be981180bc72354959ed2b5 (MD5) Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-01-19T22:51:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_Janaina de Cássia Carvalho.pdf: 1800556 bytes, checksum: 5eb7c94f1be981180bc72354959ed2b5 (MD5) Made available in DSpace on 2010-01-19T22:51:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_Janaina de Cássia Carvalho.pdf: 1800556 bytes, checksum: 5eb7c94f1be981180bc72354959ed2b5 (MD5) Previous issue date: 2006-09-06 O objetivo desta tese é comparar a administração das emergências psiquiátricas em Brasília e na Cidade do México. A partir da observação do atendimento às emergências psiquiátricas em instituições de saúde e segurança, em ambas as cidades, serão analisadas a forma processual da crise familiar e/ou comunitária, as perturbações físico-morais associadas à loucura, manejadas por familiares, pacientes e agentes institucionais no âmbito do atendimento, e a resposta das instituições e sua eficácia ante a demanda por atenção. A comparação da forma processual da crise familiar indica que seu surgimento se dá em função de um evento crítico, notadamente, um comportamento agressivo, sendo que a singularidade de cada evento reside na noção do que se considera estar dentro das margens do permitido e do normal, a qual está conformada por um conjunto de crenças e práticas culturais particulares. Semelhante também é o fato de que, em todos os casos que envolviam comportamentos agressivos, as famílias e grupos comunitários acionaram uma instituição em busca de auxílio com uma demanda específica, a saber: o encaminhamento e internação do paciente em uma unidade de saúde. O exame das perturbações físico-morais associadas à loucura revela que estas têm importância fundamental, na medida em que apóiam o procedimento classificatório com base no qual familiares e agentes institucionais reconhecem aquele caso como uma emergência psiquiátrica e decidem qual será o tipo de resolução e/ou atenção prestadas a ele. Essa análise apresenta um importante contraste: a associação entre embriagues e agressividade é considerada, em Brasília, por familiares e agentes institucionais, como emergência que deve receber atendimento no âmbito da saúde; já na Cidade do México, não há essa consideração nem pelos familiares e tampouco pelos agentes institucionais. As respostas das instituições às emergências psiquiátricas são diferentes, em Brasília e na Cidade do México. Em Brasília, a resposta dada aos casos está baseada na contenção física, na internação e na extinção dos sintomas, através da intervenção química. Na Cidade do México, baseia-se na devolução do "problema" para a família, indicando que ela deve agir por seus próprios meios. Comum a ambas encontra-se o fato de que tais respostas estão diretamente relacionadas às concepções de administração da loucura e do louco que já são seculares em cada uma dessas sociedades, revelando a permanência e continuidade de determinados saberes e práticas nesse âmbito. Não seria possível analisar as respostas institucionais às emergências psiquiátricas sem mencionar o atual momento de reforma dos serviços de atenção a saúde mental, pautado pelo paradigma da desinstitucionalização. De modo que, sob este ponto de vista, mas também com base nessa continuidade de determinadas formas de administração da loucura, é possível afirmar que tais respostas institucionais são restritas. _______________________________________________________________________________ RESUMEN El objetivo de esta tesis es comparar la administración de las urgencias siquiátricas en Brasília y en Ciudad de México. Desde la observación de las atenciones a las urgencias psiquiátricas en instituciones de salud y seguridad, en ambas las ciudades, serán analizadas la forma procesal de la crisis familiar y/o comunitaria, las perturbaciones físico-morales asociadas a la locura, manejadas por familiares, pacientes y agentes institucionales en el ámbito de las atenciones, y la respuesta de las instituciones y su eficacia ante la demanda por atención. La comparación de la forma procesal de la crisis familiar indica que su surgimiento ocurre en función de un evento critico, precisamente, el comportamiento agresivo, siendo que la singularidad de cada evento estriba en la noción de lo que considerase estar dentro de las márgenes del permitido y del normal, la cual está conformada por un conyunto de creencias y prácticas culturales particulares. Semejante también es el hecho de que, en todos los casos que involucraban comportamientos agresivos, las familias y grupos comunitarios accionaran una institución en la búsqueda de asistencia con una demanda específica, es decir: el encaminamiento y internamiento del paciente en una unidad de salud. El examen de las perturbaciones físico-morales asociadas a la locura revela que estas tienen importancia fundamental, en la medida en que apoyan el procedimiento clasificatorio a base de lo cual familiares y agentes institucionales reconocen aquel caso como una urgencia siquiátrica y deliberan cual será el tipo de resolución y/o atención brindadas a él. Esa análisis presenta un importante contraste: la asociación entre embriaguez y agresividad es considerada, en Brasilia, por los familiares y agentes institucionales, como urgencia que debe recibir atención en el ámbito de la salud; ya en la Ciudad de México, no hay esa consideración ni por lo familiares y tampoco por los agentes institucionales. Las respuestas institucionales a las emergencias siquiátricas son diferentes, en Brasilia y en Ciudad de México. En Brasilia, la respuesta concedida a los casos está fundada en la contención física, en el internamiento y en la extinción de lo síntomas, a través de la intervención química. En Ciudad de México, está apoyada en la devolución del “problema” para la familia, indicando que deben proceder por sus propios medios. Común a ambas encuentra el hecho de que tales repuestas están directamente relacionadas a las concepciones de administración de la locura y del loco, las cuales son seculares en cada una de las sociedades, revelando la permanencia y a la continuidad de determinados conocimientos y prácticas en ese ámbito. No sería posible analizar las respuestas institucionales a las urgencias siquiátricas sin mencionar el actual momento de reforma de los servicios de atención a la salud mental, pautado por el paradigma de la desintitucionalización. De manera que, bajo este punto de vista, pero también basados en esta continuidad de determinadas formas de administración de la locura, es posible decir que tales respuestas institucionales son restrictas. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT The objective of this thesis is to compare the administration psychiatric emergencies in Brasilia, Brazil, and Mexico City, Mexico. From the observation of psychiatric emergencies in health and security institutions in both cities, this work will analyze the procedural format of family and/or communitarian crisis, as well the physical-moral perturbations associated to folly, as maneuvered by families, patients and institutional agents in the ambit of services, and the response of institutions and the effectiveness in relation to a demand for attention. Comparison of the procedural format of family crisis indicates that its coming into being happens as a function of a critical event, notably, an aggressive behavior, and the uniqueness of each event resides in the notion of what is considered as being inside the margins of what is permitted or normal, which is conformed by a set of particular beliefs and cultural practices. Also similar is the fact that, in all cases that involved aggressive behaviors, families and communitarian groups resorted to an institution for help relating to a specific demand, that is to say: presentation and internment of the patient in a health unit. Examination of the physical-moral perturbation associated to folly reveals that such perturbation has a fundamental importance, to the extent that they support the classificatory procedures on the basis of which families and institutional agents recognize such a case as a psychiatric emergency and decide the type of resolution and/or attention rendered to the patient. This analysis presents an important contrast: the association between drunkenness and aggressiveness is considered, in Brasilia, by families and institutional agents, as emergencie that should receive attention in the ambit of health; in Mexico City, on the other hand, there is not this kind of consideration by family members or by the institutional agents. The responses of the institutions to psychiatric emergencies, in Brasília and in México City, are different. In Brasilia, the response given to cases is based on physical contention, in internment and the extinction of symptoms by means of chemical intervention. In Mexico City, the response is based on returning the “problem” to the family, by indicating that the family should act by its own means. Common to both is the fact that such responses are directly related to the concepts of administration of madness and of the mad person already existing for centuries in both societies, indicating the permanence and continuity of certain knowledge and practices in such ambit. It would not be possible to analyze the institutional responses to psychiatric emergencies without mentioning the current situation of the reform in the attention services to mental health, attended as they are by the de- institutionalizing paradigm. Thus, according to this point of view, and also on the basis of the continuity of certain forms of the administration of madness, it is possible to affirm that such institutional responses are restricted.
7

Psiquiatrização/despsiquiatrização do social

Leone, Eder Braulio 1999 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política. Made available in DSpace on 2012-10-18T20:08:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 233080.pdf: 1203501 bytes, checksum: 88eea1e2dd5f34a4794d6fb4fce16a28 (MD5) A presente dissertação elabora um balanço da produção acadêmica brasileira no campo da saúde mental, no período de 1990 a 1997, sob a ótica da psiquiatrização do social. O fenômeno da psiquiatrização do social é tratado nesta pesquisa, a partir de uma perspectiva dialética, proposta por BERTOLINO (1991), que aborda seu desenvolvimento sócio-histórico recorrendo às noções tese psiquiatrizante, antítese despsiquiatrizante e síntese pós-psiquiatrizante. Através deste enfoque dialético foi construída a ferramenta de análise, por meio da qual distingueu-se as produções de tendência psiquiatrizante das de tendência despsiquiatrizante. Os resultados apontam que na academia brasileira, o embate dialético entre tese psiquiatrizante e antítese despsiquiatrizante desenvolve-se eqüitativamente em termos quantitativos, guardadas certas diferenças qualitativas; e que a produção de tendência despsiquiatrizante ocupa-se de temáticas muito próximas às elaboradas pelos agentes da Reforma psiquiátrica Italiana. This dissertation presents a review of the Brazilian scholarly production in the field of mental health over the period from 1990 to 1997, analysing the psychiatrization of the social life. This phenomenon is examined in a dialectical perspective, proposed by BERTOLINO (1991), who approaches its sociohistorical development adopting the notions of the psychiatrizing thesis, the dispsychiatrizing antithesis and the post-psychiatrizing synthesis. With this dialectical focus, the analytic tool was constructed for distinguishing the psychiatrizing tendencies from the dispsychiatrizing ones. The findings show that, among the Brazilian scholars, the dialectical debate between the psychiatrizing thesis and the dispsychiatrizing antithesis develop equitatively in quantitative terms, with certain qualitative differences; and that the production of dispsychiatrizing tendencies deals with themes closely related to those elaborated by the agents of Italian Psychiatric Reform.
8

Onze estações e um devoto de São Jorge :: discursos psicológicos num serviço de saúde mental

Serrano, Alan Indio. 1998 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Made available in DSpace on 2012-10-17T04:12:04Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-09T00:34:31Z : No. of bitstreams: 1 139547.pdf: 9504938 bytes, checksum: a081000a3bc8aa7a2252dc0d6c1ec3e8 (MD5)
9

Gestão da saúde mental na Rede do Distrito Sanitário VI e no CAPS David Capistrano Recife - PE

Luzia Barros de Moura, Moema 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:34:17Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7779_1.pdf: 364084 bytes, checksum: c7aca0c8a9d3584c1652fa1a67b85e2d (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 Este trabalho analisa aspectos da gestão de políticas públicas e do funcionamento na Rede de Atenção à Saúde Mental do Distrito Sanitário VI de Recife/PE e no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) David Capistrano, considerando o período de abril de 2004 até abril de 2007. A partir disso, indicam-se estratégias para otimização. Priorizaram-se os usuários com diagnóstico psiquiátrico de maior ocorrência na referida clínica: esquizofrenia, transtorno afetivo bipolar e transtorno depressivo recorrente. Este estudo também aborda questões relativas à (re) inserção social do usuário na proposta terapêutica de reabilitação psicossocial, pautada nos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Reforma Psiquiátrica. A metodologia adotada consta de: 1) aplicação de questionários a profissionais de saúde e gerentes em Programas de Saúde da Família (PSF); 2) levantamento de dados em instrumentos utilizados pelo CAPS no processo de admissão e tratamento; 3) balanço historiográfico e político acerca das modificações nas concepções da loucura e da psiquiatria, do ponto de vista nacional e internacional. Os resultados apontam circunstâncias desfavoráveis e inadequações dos locais estudados quanto à rotina de trabalho estabelecida e às condições de infraestrutura disponível, dificultando o acolhimento, o acompanhamento e a continuidade do tratamento. Na Rede identificou-se: carência nos PSF s de profissionais capacitados em saúde mental; tempo de interconsulta elevado; ocorrência de prática permanente de transcrição de receita realizada pelo médico generalista; carência de equipe multidisciplinar no atendimento em saúde mental. No CAPS verificaram-se questões quanto à rotina e à sistematização: registro de admissão e alta manual; ficha de anamnese adotada não contempla uma avaliação ocupacional sistematizada; projetos terapêuticos individuais não obedecendo a uma formulação sistematizada préestabelecida. O trabalho conclui pela fragilidade no funcionamento nos locais estudados, a necessidade de modificação da situação atual com apelo da responsabilização (accountability) dos governantes e da sociedade
10

Avaliação epidemiológica de doentes mentais em casas de acolhimento de idosos na região sudoeste mineiro-Brasil Epidemiological evaluation of mentally ill persons residing in Elderly Homes in the Southwest of Minas Gerais State, Brazil

Giubilei, Maurício 11 September 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-05-02T13:54:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao completa Mauricio Giubilei.pdf: 155857 bytes, checksum: eec715b4a732d4c696eef25d77658ae6 (MD5) Previous issue date: 2006-09-11 Coordenacao de Aperfeicoamento de Pessoal de Nïvel Superior Aims The authors tried to identify de-hospitalized mentally ill patients living in shelters or homes and then quantify and stratify them as to their destinations residence and behavior specially towards other residents in Elderly Homes The de-hospitalizations took place by the end of the 80s with changes to the Mental Health policy the creation of Paulo Delgado law and the consequent deactivation of psychiatric beds in Brazil mainly in Minas Gerais state Methods Two questionnaires were made one for the Elderly Homes and the other for their residents The survey only began after a Term of Consent was signed authorizing the participation in this study The first questionnaire consisted of questions regarding care homes themselves their managers main religion budget source number of employees and their specific duties Main types of covenants public or private endowments for specific and complementary assistance as well as the number of beds for elderly and mentally ill residents were also evaluated The Ministry of Health regulations regarding mentally ill patients were unknown to their managers As to the boards of directors they found it acceptable to have both mentally ill and elderly persons in the same environment However they were careful to explain the discomfort of this sociability Psychiatric support or specific hospitals were acknowledged The questionnaire consisted of residents data sociofamiliar factors psychiatric and psychological diagnostics medication and dosages Those residents coming from hospitals number of specialized psychiatric confinements and their behavior adjustments were also considered 520 residents in 11 homes located in 10 cities in the southwest region of Minas Gerais were evaluated Results Gender distribution was the same Average age was 22 to 100 years old (65,60 ± 14,39) Ages between 51 and 70 years old corresponded to 48,65% while in 82.49% of residents the ages were between 51 and 90 years Caucasian was 70.60% Regarding the laboring capacity 67.90% was between none and little Of all residents evaluated 72.90% had never had a psychiatric hospitalization and 10.40% had been hospitalized more than five times The results show that 20.00% of all residents suffer from dementia 19.80% were chronic psychotics and 13.30% schizophrenics 21.70% were mentally ills and 12.70% was the percentage of healthy residents The remaining residents presented other neuropsychiatric diagnostics 3,70% (19) were de-hospitalized from Psychiatric Hospital In general 15.30% had inadequate behaviors which interferes in their daily life and 64.40% make daily use of psychotropic medication against 35.60% who uses with non-psychotropic drugs or only and nothing at all Of the psychotropic medications used haloperidol is the main in 35.20% followed by diazepam 34.00% Biperideno 23.00% followed by Phenobarbital 21.50% and amitriptyline 14.90% Conclusion The study concluded that the number of psychiatric patients de-hospitalized and transferred to Elderly Homes was little in the evaluated area However a significant number of patients with chronic characteristics who alternated between Elderly Homes and Psychiatric Hospitals were identified Most of the Elderly Homes avoided residents with some sort of mental disorder especially schizophrenic ones Other chronic psychiatric patients with light symptoms and lack of monetary and family support were accepted in as a matter of philanthropy and humanity Objetivo Através das mudanças na Política de Saúde Mental a partir da Lei Paulo Delgado e sua conseqüente diminuição de leitos psiquiátricos os autores buscaram por evidencia quantificar e estratificar doentes mentais de custódia desospitalizados seus destinos e habitações especialmente nas Casas de Acolhimento de Idosos em cidades do sudoeste mineiro Os comportamentos destes pacientes e dos outros condôminos suas capacidades psíquicas e funcionais número de internações psiquiátricas as medicações administradas foram avaliados e estratificados Método Após os diretores dessas casas autorizarem a realização deste estudo dois questionários foram aplicados um a elas e outro aos seus moradores O primeiro identificou uma a uma seus representantes dados econômicos operacionais quantidade de colaboradores e suas funções No segundo cada condômino foi identificado e obteve-se seu diagnóstico social econômico familiar psiquiátrico psicológico e seu tratamento após assinar um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido anuindo o nosso exame Todos seus 520 moradores doentes mentais ou não foram avaliados clinicamente e seus diagnósticos estabelecidos segundo a CID-10 Onze dessas casas foram visitadas em dez cidades nessa região definida Resultados A distribuição por sexo foi a mesma e as idades entre 22 a 100 anos Resultou que a predominância foi entre 51 a 70 anos cor de pele branca em 70,60 % e capacidade laborativa inapta em 67,90 % Seis ou mais internações psiquiátricas aconteceram em 10,40% e 20,00% encontravam-se demenciados Psicóticos crônicos e esquizofrênicos respectivamente eram 19,80% e 13,30 % Deficientes mentais encontrados em 21,70% contra 12,70 % de idosos preservados Apenas 3,70% (19) eram egressos de hospitais de custódia No total 15,30 % tinham comportamentos que interferiam no cotidiano dos condôminos Dos que usavam medicamentos regularmente 64,40 % usavam remédios psicotrópicos associados ou não a outros clínicos Destes 35,60% tomavam medicações clínicas ou nenhuma delas Das drogas psiquiátricas prescritas a prevalente foi o haloperidol em 35,20 % seguido do diazepan em 34,00 % o biperideno em 23,00 % fenobarbital em 21,50 % e a amitriptilina em 14,90 % Inexistiram leitos específicos para idosos e doentes mentais Conclusões Este estudo concluiu que o número de egressos de hospitais psiquiátricos de custódia encontrado foi pequeno em relação ao número de doentes mentais moradores dessas casas A capacidade de seus diretores em fazer diagnóstico de perfil de doente mental assim como o faz o psiquiatra inibiu a inclusão de novos condôminos A grande maioria de sua população (87,10%) era portadora de doenças mentais neurológicas neuriátricas entre outras com sintomatologia psiquiátrica Seis ou mais internações psiquiátricas ocorreram em 10,40% inferindo-se que esta alternância entre estas casas e hospitais psiquiátricos foi uma institucionalização contínua em psiquiatria O impacto social apresentou significativo grau de injúria seja ela física ou psíquica demonstrando que essas casas eram inespecíficas e incompletas para que houvesse harmonia entre condôminos de perfis geriátricos e psiquiátricos

Page generated in 0.1374 seconds