• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 5515
  • 80
  • 75
  • 75
  • 75
  • 61
  • 42
  • 36
  • 14
  • 14
  • 6
  • 5
  • 5
  • 4
  • 1
  • Tagged with
  • 5656
  • 2340
  • 940
  • 680
  • 616
  • 614
  • 475
  • 435
  • 417
  • 330
  • 325
  • 323
  • 299
  • 293
  • 279
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Influência da contaminação por cloreto de cobre na resistência de um solo arenoso compactado /

Izzo, Ronaldo Luis dos Santos. January 2003 (has links)
Orientador: Heraldo Luiz Giacheti / Banca: Lazaro Valentin Zuquete / Banca: Edmundo Rogério Esquivel / Resumo: Este trabalho apresenta resultados de um estudo experimental que tem como principal objetivo avaliar o efeito da contaminação por cloreto de cobre aquoso na resistência de um solo compactado oriundo do arenito da Formação Botucatu. Para este trabalho corpos-de-prova compactados foram percolados com água destilada e com solução de cloreto de cobre aquoso em concentrações de 50, 300 e 600 mg/l visando, mais especificamente, o estudo da influência de diferentes concentrações de cobre na resistência desse solo. Tendo em vista o tempo e o custo elevado para se obter corpos-de-prova contaminados, ensaios triaxiais em múltiplos estágios foram realizados e seus resultados foram comparados com os resultados de ensaios triaxiais convencionais. Constatou-se que a técnica do ensaio triaxial em múltiplos... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This dissertation presents an experimental study that has as main objective to evaluate the effect of the contamination by copper chloride in the resistance of compacted sand from Botucatu Formation. For this research samples were compacted and percolated with distilled water and copper chloride solution in concentrations of 50, 300 and 600 mg/l in order to study, more specifically, the influence of different concentration of cooper at the resistance of a compacted sandy soil. Having in mind the time and cost to obtain contaminated samples, multistage triaxial tests have been carried out and the results had been compared with the results of the conventional triaxial test. For the studied the multistage triaxial tests technique... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
2

Influência da contaminação por cloreto de cobre na resistência de um solo arenoso compactado

Izzo, Ronaldo Luis dos Santos [UNESP] 20 May 2003 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:47Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2003-05-20Bitstream added on 2014-06-13T20:52:32Z : No. of bitstreams: 1 izzo_rls_me_bauru.pdf: 5597727 bytes, checksum: fbc961b642ec2d3d2653ded75cc0c84d (MD5) / Este trabalho apresenta resultados de um estudo experimental que tem como principal objetivo avaliar o efeito da contaminação por cloreto de cobre aquoso na resistência de um solo compactado oriundo do arenito da Formação Botucatu. Para este trabalho corpos-de-prova compactados foram percolados com água destilada e com solução de cloreto de cobre aquoso em concentrações de 50, 300 e 600 mg/l visando, mais especificamente, o estudo da influência de diferentes concentrações de cobre na resistência desse solo. Tendo em vista o tempo e o custo elevado para se obter corpos-de-prova contaminados, ensaios triaxiais em múltiplos estágios foram realizados e seus resultados foram comparados com os resultados de ensaios triaxiais convencionais. Constatou-se que a técnica do ensaio triaxial em múltiplos... / This dissertation presents an experimental study that has as main objective to evaluate the effect of the contamination by copper chloride in the resistance of compacted sand from Botucatu Formation. For this research samples were compacted and percolated with distilled water and copper chloride solution in concentrations of 50, 300 and 600 mg/l in order to study, more specifically, the influence of different concentration of cooper at the resistance of a compacted sandy soil. Having in mind the time and cost to obtain contaminated samples, multistage triaxial tests have been carried out and the results had been compared with the results of the conventional triaxial test. For the studied the multistage triaxial tests technique... (Complete abstract click electronic access below)
3

Caracterização de superfície, adesiva e mecânica de uma zircônia parcialmente estabilizada por ítria em função da partícula ou do momento do jateamento /

Abi Rached, Filipe de Oliveira. January 2014 (has links)
Orientador: Renata Garcia Fonseca / Banca: Gelson Luis Adabo / Banca: José Mauricio dos Santos Nunes Reis / Banca: Paulo Henrique dos Santos / Banca: João Gustavo Rabelo Ribeiro / Resumo: A retenção mecânica e a longevidade das restaurações indiretas com infraestrutura de zircônia podem ser favorecidas pela cimentação adesiva. No entanto, como a zircônia é uma cerâmica cristalina, tratamentos de superfície alternativos aos convencionais (ácido fluorídrico e silanização) devem ser utilizados com o objetivo de estabelecer união mecânica e química na interface cimento resinoso/restauração. Dentre os tratamentos promotores de retenção micromecânica, o jateamento é ainda um dos métodos mais eficazes e fáceis. Esse procedimento pode ser realizado com partículas de óxido de alumínio/alumina (Al2O3) convencionais e/ou revestidas por sílica de diferentes tamanhos e, portanto, diferentes comportamentos quanto à rugosidade e à área de superfície disponível para adesão, bem como ao molhamento por agentes de união, podem ser observados. Apesar do seu papel benéfico na resistência de união da interface cimento resinoso/zircônia e até mesmo na resistência mecânica imediata da zircônia, sabe-se que o jateamento favorece a criação de microtrincas superficiais, as quais, em longo prazo, sob as condições adversas da cavidade oral, tendem a se propagar pelo corpo do material, reduzindo sua resistência mecânica ou até mesmo promovendo sua falha catastrófica. Considerando que o protocolo convencional preconiza o jateamento da zircônia sinterizada, uma alternativa seria realizá-lo na zircônia previamente à sua sinterização, uma vez que ela seria mais propícia à criação de retenções micromecânicas e, possivelmente, os efeitos da severidade do jateamento e seus danos na resistência mecânica do material, em longo prazo, seriam minimizados. Levando-se em consideração os aspectos ressaltados, este estudo teve como objetivos: 1) Avaliar o efeito da partícula empregada no jateamento na rugosidade de superfície, molhamento e padrão morfológico de uma zircônia parcialmente estabilizada... / Abstract: The mechanical retention and longevity of indirect restorations with zirconia framework can be favored by the adhesive cementation. However, as zirconia is a crystalline ceramic, alternative surface treatments to the conventional ones (hydrofluoric acid and silanization) should be used with the aim of establishing mechanical and chemical bonding at the resin cement/restoration interface. Among the treatments that promote micromechanical retention, the air-abrasion is still one of the most effective and easy-to-use methods. This procedure can be performed with conventional and/or silica-coated aluminum oxide/alumina (Al2O3) particles of different sizes and, therefore, different behaviors regards roughness and available surface area for bonding, and also wettability by bonding agents, may be observed. Despite its beneficial role on the bond strength of the resin cement/zirconia interface and even on the short-term mechanical strength of zirconia, it is known that the air-abrasion favors the creation of surface microcracks, which, in the long term, under the adverse conditions of the oral cavity, tend to propagate towards the bulk of the material, decreasing its mechanical strength or even promoting its catastrophic failure. Whereas the conventional protocol recommends the air-abrasion of the sintered zirconia, one alternative would be to perform it on the zirconia before sintering, since it would be more favorable for the formation of micromechanical retentions and, possibly, the effects of the severity of the air-abrasion and its damage on the mechanical strength of the material, in the long term, would be minimized. Taking into account the highlighted aspects, the objectives of this study was: 1) To evaluate the effect of the particle used for air-abrasion on the surface roughness, wettability and morphological pattern of an yttria partially stabilized tetragonal zirconia, as well as to verify the correlation between the dependent... / Doutor
4

IDENTIFICAÇÃO DE MARCADORES DE GENES DE RESISTÊNCIA A PATÓGENOS EM EUCALIPTO E SOJA POR RGA

VIEIRA, P. M. H. 27 July 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:37:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_9114_Dissertação Final Paula Mikaely_Henrique_Vieira(CD).pdf: 2468557 bytes, checksum: 9d698d07e6ad30f4bb1f4c69045263c7 (MD5) Previous issue date: 2015-07-27 / Ao longo da evolução as plantas desenvolveram um sofisticado mecanismo de defesa contra o ataque de fitopatógenos, conhecido como defesa pós-formada. Este sistema compreende uma complexa rede de sinalização bioquímica comandada por genes de resistência, os genes R. A identificação destes genes em culturas de interesse agronômico como a soja e o eucalipto amplia a base genética da resistência, o que torna as plantas menos vulneráveis aos ataques de patógenos. Os genes R codificam proteínas com domínios conservados. A presença desses domínios permite o uso de técnicas de PCR visando o isolamento do DNA e a clonagem de sequências análogas de genes de resistência (RGA) mediante o uso de oligonucleotídeos degenerados específicos para as regiões conservadas. Objetivou-se neste trabalho: 1) avaliar a presença de fragmentos associados à resistência a Ceratocystis fimbriata em genótipos de eucalipto; 2) mensurar a diversidade entre genótipos de eucalipto; 3) Identificar fragmentos relacionados à resistência aos nematóides Heterodera glycines e Meloidogyne spp em genótipos de soja e; 4) realizar uma análise comparativa dos dados obtidos por RGAs com marcadores SSR que contemplam QTLs de resistência. As análises de agrupamento realizadas com dados de RGA e SSR permitiram distinguir grupos de genótipos resistentes e suscetíveis a C. fimbriata e revelou a diversidade existente entre os indivíduos estudados, o gráfico de Heatmap permitiu identificar fragmentos associados à resistência à C. fimbriata em cultivares de eucalipto. Os marcadores RGAs aplicados em soja foram eficientes em discriminar genótipos de soja resistentes e suscetíveis aos nematóides em estudo, sendo importante associar a estes o uso de marcadores SSR por serem potentes em amplificar e discriminar genótipos quanto a raça especificidade do patógeno.
5

Um estudo sobre a percepção das fontes de resistência a implantação da estrutura de controladoria : um estudo multicasos em empresas pernambucanas

FONSECA JÚNIOR, João Carlos da 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:35:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1613_1.pdf: 1970884 bytes, checksum: dc50e2e30467f60a19918c75bdbff590 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / A referida pesquisa tem o objetivo de estudar a percepção de controllers e de outros gestores sobre a resistência existente na implantação da unidade administrativa chamada de controladoria. As empresas estão imersas em mudanças a nível macroeconômico, e estas acabam conduzindo às inovações a nível organizacional. Todas estas alterações acabam exigindo novas práticas gerenciais e sendo assim, a controladoria é o órgão responsável por este processo. Uma missão das empresas é minimizar os impactos provenientes de resistências organizacionais e a implantação controladoria pode ser incluída neste contexto. Para estudar o fenômeno de resistência, foi escolhido o modelo oferecido por Wilson, Roehl-Anderson, e Bragg (1999) que apontam para as seguintes variáveis: histórias implementadas, existência de projetos competitivos, grau de perturbação, custo da falha, falta de apoio, falta de motivação, falta de clareza na visão e risco de mudança organizacional. Os procedimentos metodológicos deste trabalho utilizam do método dedutivo e da tipologia de pesquisa do tipo exploratória. Para a operacionalização dos conceitos estudados foi escolhido o método de estudos multicasos. Foram entrevistados os controllers de cinco empresas pernambucanas e suas respostas foram trianguladas com os respectivos representantes de outros departamentos. Os resultados mostram diferentes formas de resistências incidentes sobre as empresas, pois em três empresas foram verificados baixos níveis de resistência e nas outras duas houveram altas avaliações. Ficou evidente que as empresas que terceirizam algumas funções como orçamento, planejamento estratégico e avaliação de resultado e que tem foco tributário tendem a não sofrerem do fenômeno da resistência. Foi destacada a relevância de três fatores de resistência: grau de perturbação (encontrada em todas as empresas e ocorre devido às atividades de auditoria ou emissão de normas), histórias implementadas (Está ligada à conjuntura da empresa e a alterações nos sistemas de informação) e custo da falha (refere-se à custos de oportunidades ligados às atividades da controladoria). Também ficou relatado que a resistência não é apenas um fenômeno ruim para as entidades, pois alguns autores à vêem como um processo moderador das mudanças
6

Acompanhamento de recuperação estrutural de pavimento urbano de concreto e análise dos materiais empregados

Gomes da Silva, Oziel 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:35:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2266_1.pdf: 4502103 bytes, checksum: 013ab9712ce59e222b76e26019e88837 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Recife, capital pernambucana, possui 21 (vinte e uma) avenidas pavimentadas em concreto, perfazendo um total de cerca de 1.500.000,00 m² (um milhão e quinhentos mil metros quadrados). Uma das primeiras avenidas a ser pavimentada em concreto, a Avenida Conde da Boa Vista, antiga Rua Formosa, foi construída na administração do prefeito Pelópidas Silveira no período 1955/1959; passados quase meio século, esta avenida continua sendo de importância vital para a circulação de veículos em direção ao centro da cidade, tem uma extensão de 1.662m, com largura total de rolamento de 18m, para tráfego nos dois sentidos, sendo cada faixa de tráfego, com 9m de largura. Segundo a EMTU-Recife (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos empresa que supervisiona o transporte coletivo em Recife), este corredor é utilizado por 107 linhas de ônibus transportando diariamente em torno de 370.000 passageiros. A pretensão da Prefeitura da Cidade do Recife é dotar a Avenida Conde da Boa Vista de características operacionais e físicas que permitam a sua inserção no Corredor Leste- Oeste. Considerando-se os dados acima, conclui-se ser imprescindível intervir no pavimento de concreto da Avenida Conde da Boa Vista (cerca de 50 anos de vida útil), como condição indispensável para implantação e funcionamento do Corredor Leste-Oeste. A intervenção se resumiu na reconstrução total das placas do antigo pavimento (placas com espessura de 20 cm). É apresentado o acompanhamento da solução adotada no projeto para a obra de recuperação das placas, enfocando as características dos materiais e dos concretos utilizados e os resultados obtidos no controle tecnológico da obra executada no período de março de 2007 a março de 2008. A metodologia adotada e os resultados obtidos foram adequados à solução proposta. As especificações de projeto, quanto aos diversos aspectos da aplicação do concreto para as placas do pavimento em todos os Lotes analisados e em termos da resistência à compressão axial aos 28 dias, foram atendidas a partir dos traços usados nesta obra. Pode-se esperar um bom desempenho do concreto ao longo de sua vida útil
7

Desenvolvimento, mecanismo e reversão da resistência ao Temephos na linhagem Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) Recife-resistente (RecR)

Cibele de Souza Gomes, Tatiane 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:07:24Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3039_1.pdf: 2500078 bytes, checksum: b93d1edbb699a82170ab820d9edc8267 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Brasil, desde 1996, levou ao aparecimento de populações de mosquitos resistentes a esse composto. Apesar disso, o produto continua sendo usado pelo governo, exceto nos locais de detecção da resistência, onde foi substituído por larvicidas biológicos. O conhecimento sobre a forma de desenvolvimento e reversão da resistência em campo, bem como os mecanismos que modulam sua manifestação, pouco avançou nos últimos anos, apesar destas informações serem necessárias para a elaboração de esquemas seguros de manejo da resistência. Este trabalho se propôs a avaliar, utilizando uma linhagem de A. aegypti resistente ao temephos, os mecanismos responsáveis, ao menos em parte, por esta resistência, a possibilidade de respostas cruzadas com outros inseticidas e a reversão à susceptibilidade a este composto, em diferentes situações que simulam a realidade em campo. Assim, diferentes gerações da linhagem de A. aegypti, Recife-Resistente, RecR (14ª e 17ª gerações) mantidas sob forte pressão de seleção ao temephos, foram utilizadas. Como controle, utilizou-se uma linhagem padrão de susceptibilidade, a Rockefeller. Ensaios in vivo com concentrações múltiplas do temephos foram realizados para calcular a CL50 e CL90 e definir a razão de resistência (RR) nas diferentes gerações da RecR. A susceptibilidade da RecR a outros inseticidas, como o regulador de crescimento pyriproxyfen e os adulticidas malathion (organofosforado), deltametrina e cipermetrina (piretróides) foi verificada através de bioensaios dose-resposta (DR) e dosediagnóstica (DD). Para estudos preliminares dos mecanismos que conferem resistência, a atividade de enzimas associadas à detoxificação de inseticidas, como a glutationa S-transferase (GST s), esterases (EST s) α e β e oxidases de função mista (MFO s), também foi analisada na RecR. Para o estudo da reversão da resistência foram estabelecidas três sublinhagens. Duas delas foram provenientes da 14ª geração da RecR (RecRF14), sendo que uma foi mantida sem exposição ao temephos (RecRev1) e a outra sem exposição e com introdução de 30% de indivíduos com baixa resistência (RecRev2). A terceira sublinhagem, proveniente da 17ª geração da RecR (RecRF17), além de não ter sido exposta contou com a introdução de 50% de indivíduos susceptíveis-Rockefeller (RecRev3), a cada nova geração. Os resultados demonstraram que a RecR, apesar de altamente resistente ao temephos, apresentou resposta alterada ao pyriproxyfen e à cipermetrina e susceptibilidade à deltametrina e ao malathion, o que revela a inexistência de resistência cruzada aos dois últimos compostos. Todas as enzimas, em especial as GST s, mostraram atividade alterada nas fases adulta e larvária da RecRF17, exceto as MFO s, portanto é possível sugerir o envolvimento do mecanismo metabólico na resistência ao temephos. Quanto à reversão da resistência, observou-se que cessada a pressão de exposição ao temephos, após nove gerações consecutivas, houve uma redução na RR90 de 14 vezes (8,7) e 42 vezes (3,0) para RecRev1 e RecRev2, respectivamente. A RecRev3 recuperou a susceptibilidade ao composto na F3. Estes resultados demonstraram uma queda drástica na RR nas três condições avaliadas, mas revelam que a resistência ao composto não regride rapidamente diante da simples interrupção de seu uso, como observado na RecRev1, que permaneceu com nível intermediário de resistência (RR= 8,7). Por outro lado, os esquemas que tentaram simular condições de campo relativas à migração de indivíduos susceptíveis ou com baixa resistência mostraram-se mais eficientes na recuperação da susceptibilidade, revelando o caráter instável desta resistência. É possível sugerir, por fim, que a resistência ao composto é reversível e que métodos baseados na liberação de machos susceptíveis possam representar mais uma forma de manejar a resistência ao temephos em campo
8

Mapeamento da variação regional da resistência adesiva em superfícies planas de dentina.

Raquel Sano Suga Terada 22 February 2001 (has links)
O presente trabalho avaliou a influência das variações morfológicas do substrato dentinário na resistência de união à microtração de três sistemas adesivos resinosos: Clearfil Liner Bond 2V, One-Step e Single Bond, empregando como substrato superfícies planas de dentina. Para o preparo e exposição da superfície de dentina, o esmalte oclusal foi desgastado com lixas de carbureto de silício de granulação 320 e 600. Doze dentes foram tratados com um dos sistemas adesivos e foi aplicada uma camada de 1 centímetro de altura em resina composta Z100, pela técnica incremental. Após armazenagem em água destilada em estufa a 37ºC por 24 horas, os espécimes foram preparados para serem submetidos ao teste de microtração. Utilizando-se uma máquina de cortes seriados, os dentes foram fatiados em espessuras de aproximadamente 0,8 mm nos sentidos mésiodistal e vestíbulo-lingual, obtendo-se médias de áreas de adesão de 0,7 mm2. Foram obtidos, em média, 23 espécimes por dente. Identificando-se cada espécime através de um código de cores, a superfície de cada dente foi mapeada. Para a leitura da resistência de união, cada espécime em forma de “palito” foi afixado individualmente em um dispositivo de microtração, Bencor Multi-T, de modo a posicionar a área de adesão perpendicularmente ao longo eixo do espécime. Após o teste, o modo de fratura da interface adesiva foi avaliado. Os resultados obtidos permitiram concluir que existe uma variação regional da resistência de união em superfícies planas de dentina. Independentemente do sistema adesivo empregado, a variação da resistência de união encontrada em superfícies planas de dentina foi determinada por variações no substrato dentinário.Comparando-se a resistência de união entre os materiais, os sistemas One-Step (53,97 ± 12,58 MPa) e Single Bond (52,59 ± 17,67 MPa) apresentaram uma resistência semelhante e estatisticamente superior ao sistema Clearfil Liner Bond 2V (32,90 ± 12,43 MPa). Comparando-se a resistência de união à dentina central e à dentina periférica, os três materiais não apresentaram uma diferença estatisticamente significante. / The present work evaluated the influence of morphological variations of the dentinal substrate in the microtensile adhesive strength of three adhesive systems: Clearfil Liner Bond 2V, One-Step and Single Bond, using flat dentin surfaces. For the preparation and exposure of the dentin surface, the occlusal enamel was ground with 320 and 600 – grit SiC paper. The teeth were treated with one of the adhesive systems and a 1cm thick layer of Z100 resin composite was built up on the surface. After storage in distilled water at 37ºC for 24 hours, the specimens were prepared to be subjected to the microtensile test. With the aid of a micrometer the teeth were serially sectioned in both “x” and “y” directions to result in several bonded sticks of approximately 0.7 mm2 of cross-sectional area. Approximately twenty-three specimens per tooth were obtained. Each specimen was identified by a color code and the flat dentin surface was mapped. For the reading of the adhesive strength, each bonded stick was individually gluded to a Bencor Multi-T microtensile device with the adhesive area perpendicularly oriented to the long axis of the device. After testing, the mode of fracture of the adhesive interface was evaluated. The conclusions of this study were: there is a regional variance in the adhesive strenght on a flat dentin surface; regardless of the adhesive system used, the variation of the adhesive strength found on flat dentin surfaces was determined by variations in the dentinal substrate; when comparing the adhesive strength among the materials, One-Step (53,97 MPa ± 12,58) and Single Bond (52,59 MPa ± 17,67) systems presented a adhesive strength similar and statistically higher than the Clearfi Liner Bond 2V (32,90 MPa ± 12,43) system; when comparing the adhesive strength to both central and peripheral dentin, the three materials did not present any statistically significant differences.
9

Mapeamento da variação regional da resistência adesiva em superfícies planas de dentina.

Terada, Raquel Sano Suga 22 February 2001 (has links)
O presente trabalho avaliou a influência das variações morfológicas do substrato dentinário na resistência de união à microtração de três sistemas adesivos resinosos: Clearfil Liner Bond 2V, One-Step e Single Bond, empregando como substrato superfícies planas de dentina. Para o preparo e exposição da superfície de dentina, o esmalte oclusal foi desgastado com lixas de carbureto de silício de granulação 320 e 600. Doze dentes foram tratados com um dos sistemas adesivos e foi aplicada uma camada de 1 centímetro de altura em resina composta Z100, pela técnica incremental. Após armazenagem em água destilada em estufa a 37ºC por 24 horas, os espécimes foram preparados para serem submetidos ao teste de microtração. Utilizando-se uma máquina de cortes seriados, os dentes foram fatiados em espessuras de aproximadamente 0,8 mm nos sentidos mésiodistal e vestíbulo-lingual, obtendo-se médias de áreas de adesão de 0,7 mm2. Foram obtidos, em média, 23 espécimes por dente. Identificando-se cada espécime através de um código de cores, a superfície de cada dente foi mapeada. Para a leitura da resistência de união, cada espécime em forma de “palito" foi afixado individualmente em um dispositivo de microtração, Bencor Multi-T, de modo a posicionar a área de adesão perpendicularmente ao longo eixo do espécime. Após o teste, o modo de fratura da interface adesiva foi avaliado. Os resultados obtidos permitiram concluir que existe uma variação regional da resistência de união em superfícies planas de dentina. Independentemente do sistema adesivo empregado, a variação da resistência de união encontrada em superfícies planas de dentina foi determinada por variações no substrato dentinário.Comparando-se a resistência de união entre os materiais, os sistemas One-Step (53,97 ± 12,58 MPa) e Single Bond (52,59 ± 17,67 MPa) apresentaram uma resistência semelhante e estatisticamente superior ao sistema Clearfil Liner Bond 2V (32,90 ± 12,43 MPa). Comparando-se a resistência de união à dentina central e à dentina periférica, os três materiais não apresentaram uma diferença estatisticamente significante. / The present work evaluated the influence of morphological variations of the dentinal substrate in the microtensile adhesive strength of three adhesive systems: Clearfil Liner Bond 2V, One-Step and Single Bond, using flat dentin surfaces. For the preparation and exposure of the dentin surface, the occlusal enamel was ground with 320 and 600 – grit SiC paper. The teeth were treated with one of the adhesive systems and a 1cm thick layer of Z100 resin composite was built up on the surface. After storage in distilled water at 37ºC for 24 hours, the specimens were prepared to be subjected to the microtensile test. With the aid of a micrometer the teeth were serially sectioned in both “x" and “y" directions to result in several bonded sticks of approximately 0.7 mm2 of cross-sectional area. Approximately twenty-three specimens per tooth were obtained. Each specimen was identified by a color code and the flat dentin surface was mapped. For the reading of the adhesive strength, each bonded stick was individually gluded to a Bencor Multi-T microtensile device with the adhesive area perpendicularly oriented to the long axis of the device. After testing, the mode of fracture of the adhesive interface was evaluated. The conclusions of this study were: there is a regional variance in the adhesive strenght on a flat dentin surface; regardless of the adhesive system used, the variation of the adhesive strength found on flat dentin surfaces was determined by variations in the dentinal substrate; when comparing the adhesive strength among the materials, One-Step (53,97 MPa ± 12,58) and Single Bond (52,59 MPa ± 17,67) systems presented a adhesive strength similar and statistically higher than the Clearfi Liner Bond 2V (32,90 MPa ± 12,43) system; when comparing the adhesive strength to both central and peripheral dentin, the three materials did not present any statistically significant differences.
10

Avaliação através do teste de micratração da resistência adesiva em dentina contaminada com saliva humana e sangue fresco /

Arouca, Silvio Eduardo. January 2004 (has links)
Orientador: Marcelo Ferrarezi de Andrade / Banca: José Roberto Cury Saad / Banca: Mânio de Carvalho Tibúrcio / Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar, in vitro, avaliação da resistência de união à microtração, sob duas formas de contaminação do substrato dentinário (saliva humana e sangue fresco) e três diferentes formas de limpeza (jato de ar, jato de ar e água e recondicionamento dentinário), utilizando-se do sistema adesivo de 4ª geração, One-Step (Bisco). Foram utilizados 21 terceiros molares humanos íntegros, os quais foram divididos em sete grupos distintos com três dentes cada, sendo um grupo controle e outros seis grupos de trabalho alternando as duas formas de contaminação e as três formas de limpeza. Em cada dente a porção oclusal da coroa foi cortada e sob a superfície plana de dentina foi realizada a contaminação, bem como a limpeza do substrato para que a restauração fosse construída e em seguida os dentes foram submetidos a ciclagem térmica de 1000 ciclos alternando 5º e 55ºC. Os dentes foram cortados em palitos com área de superfície adesiva de 1mm2. Para cada um dos 7 grupos foram realizadas 20 repetições, perfazendo um total de 210 amostras. O teste de resistência a microtração, foi realizado em uma Máquina de Ensaios Mecânicos MTS-810, em velocidade de 1 mm / min, com o auxilio de um dispositivo bipartido onde o palito era fixado com cola Super Bonder gel e o acelerador de presa Zapit. Após a ruptura dos palitos os dados foram compilados através de um programa específicos Test Works 4 e os resultados enviados para a análise estatística. Foi realizada análise de variância para a avaliar estatisticamente os dois agentes contaminantes, combinados com as três formas de limpeza do substrato dentinário em relação à resistência de união à tração. Observou-se que a interação entre os agentes contaminantes e as formas de tratamentos de limpeza da dentina é significativa (valor p<0,0001), então o efeito da contaminação... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Mestre

Page generated in 0.0428 seconds