• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 956
  • 4
  • 1
  • Tagged with
  • 965
  • 965
  • 430
  • 189
  • 178
  • 147
  • 145
  • 128
  • 101
  • 97
  • 94
  • 83
  • 78
  • 72
  • 71
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

O drama do médico no encontro com o paciente nos cenários dos serviços de saúde público e privado / The doctor's drama in the encounter with the patient in the scenarios of public and private health services

Vasques, Karine Bessa Porto Pinheiro 29 February 2016 (has links)
VASQUES, K. B. P. P. O drama do médico no encontro com o paciente nos cenários dos serviços de saúde público e privado. 2016. 154 f. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-12-21T14:12:48Z No. of bitstreams: 1 2016_tese_kbppvasques.pdf: 1531928 bytes, checksum: 956afbf6076de0340ff2b98134ad8475 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2016-12-21T14:12:58Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_tese_kbppvasques.pdf: 1531928 bytes, checksum: 956afbf6076de0340ff2b98134ad8475 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-12-21T14:12:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_tese_kbppvasques.pdf: 1531928 bytes, checksum: 956afbf6076de0340ff2b98134ad8475 (MD5) Previous issue date: 2016-02-29 / In the last decades Brazil has been the scene of great political, economic, demographic and social transformations. In this process of democratization also happens the reform of the Brazilian health sector, in which the public and private health service is established. Health services are now offered by individuals with regulated professions or with specific training and can be provided in offices, homes, public spaces, clinics, health unit and hospitals. The objective of the research is to understand the perception of physicians, with similar and simultaneous professional activities in the public and private sectors, about the interaction between physicians and patients in the practice scenario. They are anchored with their eyes always attentive to the dynamics and peculiarities of the health services, having as a result the objectives of identifying how the composition of the medical character was given to the interviewees; Uncovering the performance of their social role; Describe the doctors' feelings about their professional performance; Analyze the perception of the doctors about the audiences and the scenarios of performance. The study of a qualitative nature carried out in the light of the theatrical representation of Goffman's dramaturgy and Symbolic Interactionism. In this perspective each plays a role, interacting with others by verbal and physical behaviors, using appearance and performance to convince the other of their performance. When the individual is in contact with another is representing and benefiting from a dramaturgical practice. The 10 physicians participating in the research were determined in a non-probabilistic and intentional way, but with similar and simultaneous professional exercise, in public and private service and to attend the patients directly and personally. The number of informants was defined by the theoretical saturation of the data, that is, when it occurred during the collection of the narrations and the analysis, the conceptual deepening of the questions researched. Information collection took place from November 2015 to December 2015, through open interviews and development of Drawings. During the interviews they were asked to develop a picture that represented the image they had about the triggering phrase "Because in the office they are my clients, they pay me to attend, right? And at the Cancer Prevention Institute, they are my patients, right? " The data were organized in themes that were analyzed based on the theoretical foundations. The results showed that the 10 medical professionals working in public and private services, in the areas of clinical oncology, clinical, surgical oncology, radiotherapy, mastology, gynecology and obstetrics, aged 32 to 71 years, All with minimum qualification of specialist / medical residency. The identification of the codenames was decided by the participants, which decided which character best characterized him. The themes dealt with the construction and performance of the medical character in a different situation and scenario; Social construction of the medical character; The mask in which the professional is hiding; Feelings experienced by the physician; Academic training for the medical practice in the different practice scenarios; The view of physicians about the circumstantial performance of patients in public and private settings; Physical-structural scenario and access to material procedures and medicines; Organizational climate and process organization; Productivity in relation to time, production and remuneration; The time of service per person; Other characters on the scene. They perceived the interview with the use of the Design-trigger (a development of Trinca's design-story, developed by the author) as a propelling tool for understanding the relationship with the patient. The doctor-patient relationship demands attention to the peculiarities of the sector that is taking place, since the contributions made from it must be continuous and interdependent. We conclude that there are congruences and divergences in the physician-patient relationship in the two studied sectors. The similarities lie in the treatment given to the patients themselves, not differentiating the place in which they are being cared for, while the differences are directed by the structural and organizational scenarios of the public and private sector, still remaining similarities propagation of moral and ethical values / Nas últimas décadas o Brasil tem sido palco de grandes transformações políticas, econômicas, demográficas e sociais. Nesse processo de democratização transcorre também a reforma do setor de saúde brasileiro, no qual se estabelece o serviço de saúde público e privado. Os serviços de saúde são hoje ofertados por indivíduos com profissões regulamentadas ou com treinamentos específicos e podem ser prestados em consultórios, domicílios, espaços públicos, clínicas, unidade de saúde e hospitais. O objetivo da pesquisa aponta para compreender a percepção de médicos, com atividades profissionais similares e simultâneas nos setores público e privado, acerca da interação entre médicos e pacientes no cenário de prática. Ancoram-se com o olhar sempre atento à dinâmica e peculiaridades dos serviços de saúde tendo como desdobramento os objetivos de identificar como se deu a composição do personagem médico para os entrevistados; desvelar a atuação do seu papel social; descrever os sentimentos dos médicos quanto a sua atuação profissional; analisar a percepção dos médicos acerca das plateias e dos cenários de atuação. O estudo de natureza qualitativa realizado à luz da concepção da representação teatral da dramaturgia de Goffman e do Interacionismo Simbólico. Nesta perspectiva cada um desempenha um papel, interagindo com os outros por comportamentos verbais e físicos, utilizando a aparência e o desempenho para convencer o outro de sua atuação. Quando o indivíduo está em contato com outro está representando e beneficiando-se de uma prática dramatúrgica. Os 10 médicos participantes da pesquisa foram determinados de forma não probabilística e intencional, mas com exercício profissional, similar e simultâneo, em serviço público e privado e atender os paciente de forma direta e pessoal. O número de informantes foi definido pela saturação teórica dos dados, isto é, quando ocorreu durante a coleta das narrações e a análise, o aprofundamento conceitual das questões pesquisadas. A coleta das informações correu no período de novembro de 2015 a dezembro de 2015, por meio de entrevistas abertas e desenvolvimento de Desenhos. Durante as entrevistas foram solicitados a desenvolver um desenho que representasse a imagem que eles tinham a respeito da frase disparadora “Porque no consultório elas são minhas clientes, elas pagam pra eu atender, né? E no Instituto de Prevenção do Câncer, elas são minhas pacientes, né?”. Os dados foram organizados em temáticas as quais foram analisadas com base nas fundamentações teóricas. Os resultados mostraram que os 10 profissionais médicos atuavam em serviços públicos e privados, nas áreas de oncologia clínica, clínica, oncologia cirúrgica, radioterapia, mastologia, ginecologia e obstetrícia, com idades de 32 a 71 anos, prevaleceu o sexo masculino (07), todos com titulação mínima de especialista/residência médica. A identificação dos codinomes foi decidida pelos participantes, o qual decidia qual personagem melhor o caracterizava. As temáticas abordaram sobre a construção e a atuação do personagem médico em situação e cenário distintos; construção social do personagem médico; a máscara na qual o profissional se esconde; sentimentos vivenciados pelo médico; formação acadêmica para a atuação médica nos diferentes cenários de prática; a visão dos médicos acerca da atuação circunstancial dos pacientes nos cenários públicos e privado; cenário físico-estrutural e acesso a procedimentos materiais e medicamentos; clima organizacional e organização de processos; produtividade em relação ao tempo, a produção e a remuneração; o tempo de atendimento por pessoa; outros personagens em cena. Perceberam a entrevista com o uso do Desenho-disparador (um desdobramento do desenho-estória de Trinca, desenvolvido pela autora) como instrumento propulsor para a compreensão da relação com o paciente. As relações médico-paciente exigem atenção às peculiaridades do setor a qual está se efetivando, pois, as contribuições afloradas desta devem ser continua e interdependente. Conclui-se que existem congruências e divergências na relação médico-paciente nos dois setores estudados. As semelhanças residem no trato dado aos próprios pacientes, não diferenciando o local em que estão sendo cuidados, enquanto as diferenças encontram-se direcionadas pelos cenários estruturais e organizacionais do setor público e privado, ainda assim permanecendo semelhanças propagação de valores morais e éticos.
32

Fatores associados à infecção pelo HIV entre usuários da testagem rápida anti-HIV em Porto Alegre, RS

Silva, Daila Alena Raenck da January 2015 (has links)
Introdução: A Aids possui mais de três décadas de existência, e neste período, ocorreram modificações no perfil da epidemia. O advento da Terapia Antirretroviral Altamente Ativa (HAART) proporcionou aumento da expectativa de vida e redução na mortalidade. Apesar disso, a epidemia cresce e novas estratégias de enfrentamento têm sido implantadas, visando a redução do número de casos de HIV. Uma dessas estratégias é o oferecimento de teste rápido anti-HIV para diagnóstico precoce. Essa estratégia vem sendo aplicada em todo o território nacional, pois apresenta grande potencial para intervir no curso da epidemia. Nesse sentido, conhecer o perfil dos usuários do teste rápido e os fatores associados à infecção pelo HIV é de extrema utilidade para o enfrentamento da doença, particularmente, no que tange às estratégias de prevenção. Objetivo: Este trabalho tem o objetivo geral de identificar os fatores associados à infecção pelo HIV, entre usuários que se submeteram ao teste rápido anti-HIV, em um serviço de referência na cidade de Porto Alegre. Metodologia: Trata-se de um estudo epidemiológico, observacional, analítico, transversal. A amostra foi constituída por usuários que realizaram o teste rápido Anti-HIV num serviço de referência da cidade de Porto Alegre, de 2012 a 2014. O cálculo amostral definiu a inclusão de 369 sujeitos, para estimar a prevalência de resultados positivos de teste rápido anti-HIV, com uma proporção de até 30% e um erro aceitável de 5%. A variável de desfecho do estudo é o resultado do teste Anti-HIV e as variáveis de exposição foram utilizadas para descrição do perfil dos usuários do serviço e investigação dos fatores associados. Os dados foram analisados no software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS ® ) versão 20. As variáveis categóricas foram expressas por números absolutos e percentuais e as variáveis contínuas por média ± desvio padrão. Comparações entre os grupos foram realizadas por meio do teste de homogeneidade de proporções, baseado na estatística de qui-quadrado de Pearson. Fatores associados à infecção pelo HIV foram investigados pelo modelo de regressão de Poisson com variância robusta. O teste de Wald foi utilizado para a seleção de variáveis no modelo. O nível de significância estatística de 5% foi utilizado para considerar fatores que estavam associados ao desfecho do estudo. O protocolo do estudo foi aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Comitê de Ética em Pesquisa da prefeitura Municipal de Porto Alegre. Resultados: Do total de 3.183 sujeitos, 15,3% apresentaram infecção pelo HIV e 40% já havia realizado testes anti-HIV previamente. A média de idade foi de 36,72 ±12,97 anos. Os fatores associados à infecção pelo HIV foram: cor não branca (p=0,031), sexo masculino (p=0,041), baixa escolaridade (p<0,001), prática de sexo anal (p<0,001), ocorrência de IST durante a vida (p=0,007), teste reagente para hepatite B (p=0,002) e teste reagente para sífilis (p<0,001). Discussão: Foi encontrada uma prevalência elevada de infecção pelo HIV, que pode ser explicado por ser um serviço de procura estratégica por exposição (risco), pela localização (centro da cidade) e pelo perfil populacional da região (sobreposição de contextos de vulnerabilidade).A razão de prevalência da cor não branca, sexo masculino, faixas mais baixas de escolaridade e ocorrência de IST alguma vez na vida mostram o perfil já documentado em relação à Aids. Embora os usuários apresentassem diferentes definições de opção sexual, a prática de sexo anal foi bastante elevada, constituindo-se como um fator de risco para a infecção pelo HIV. Também foi observado que ter um teste reagente para hepatite B e sífilis, aumentou em 20 e 30%, respectivamente, a prevalência de infecção pelo HIV. Conclusões: Este estudo evidencia que os usuários do teste rápido apresentam um perfil de práticas sexuais não seguras ao longo da vida, pois são indivíduos que frequentemente apresentaram ocorrência de IST durante a vida, e muitos com o diagnóstico de hepatite B e sífilis junto com o diagnóstico da infecção pelo HIV. É justamente a exposição contínua aos riscos durante a vida que remete aos contextos de vulnerabilidade aos quais estes sujeitos estão inseridos, e que leva à procura do teste, visto que uma expressiva proporção da amostra já havia realizado testes anti-HIV anteriormente. / Introduction: AIDS has been around for more than three decades, and in this period, there were changes in the epidemic profile. The advent of Highly Active Antiretroviral Therapy (HAART) provided increased life expectancy and reduced mortality. Nevertheless, the epidemic grows and new coping strategies have been implemented, aimed at reducing the number of HIV cases. One of these strategies is offering rapid HIV test for early diagnosis. This strategy has been applied throughout the national territory, as it has great potential to intervene in the course of the epidemic. In this sense, learning about the profile of users of the rapid test and the factors associated with HIV infection is extremely useful for coping with the disease, particularly with regard to prevention strategies. Objective: This work has the overall goal of identifying factors associated with HIV infection among users who underwent rapid HIV test, in a reference center in the city of Porto Alegre. Methodology: This is an epidemiological, observational, analytical, cross-sectional study. The sample was comprised of users who performed the Anti-HIV rapid test in a reference service of the city of Porto Alegre, 2012-2014. The sample size calculation defined the inclusion of 369 subjects to estimate the prevalence of positive results of rapid HIV test, with a ratio of up to 30% and an acceptable error of 5%. The study outcome variable is the result of the Anti-HIV test and the exposure variables were used to describe the profile of service users and research of associated factors. The data were analyzed with the software program Statistical Package for the Social Sciences (SPSS ® ) version 20. The categorical variables were expressed as absolute and percentage numbers and continuous variables as mean ± standard deviation. Comparisons between groups were performed using the tests of homogeneity of proportions, based on the Pearson's chi-squared test. Factors associated with HIV infection were investigated by Poisson regression model with robust variance. The Wald test was used for selecting variables in the model. The level of statistical significance of 5% was used to consider factors that were associated with the outcome of the study. The study protocol was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS) and the Ethics Committee of the Municipal Government of Porto Alegre. Results: Of the total of 3,183 subjects, 15.3% had HIV infection and 40% had undergone anti-HIV testing previously. The average age was 36.72 ± 12.97 years. Factors associated with HIV infection were: nonwhite skin color (p=0.031), male (p=0.041), low educational level (p<0.001), anal sex (p<0.001), occurrence of STI during life (p=0.007), reagent test for hepatitis B (p=0.002) and reagent test for syphilis (p<0.001). Discussion: A high prevalence of HIV infection was found, which can be explained by being a strategic search service for exposure (risk), by location (city center) and the population profile of the region (overlapping vulnerability contexts). The reason for prevalence of nonwhite skin color, male, lower education levels and occurrence of IST sometime in their lives show the profile already documented regarding AIDS. Although users submit different sexual orientation definitions, the practice of anal sex was very high, making it a risk factor for HIV infection. It was also observed that having a reagent test for hepatitis B and syphilis excessively increased the prevalence of HIV infection. Conclusions: This study shows that users of the rapid test show a profile of unsafe sexual practices throughout life, as they are individuals who often had STI occurrence in life, and many diagnosed with hepatitis B and syphilis along with the diagnosis of HIV infection. The continuous exposure to risk during the life refers to the contexts of vulnerability in which these subjects are included, and that leads to testing demand, since a significant proportion of the sample had undergone HIV testing previously.
33

Indicações e adesão adequadas da quimioprofilaxia como prevenção entre os contatos de pacientes com tuberculose, no município de Palmas – TO / Adequate indications and adhesion of the chemoprevention as prevention enter the contacts of patients with tuberculosis, in the city of Palmas – TO

Franco, Dayana Aparecida [UNIFESP] January 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-07-22T20:50:21Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-11-25 / A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa, causada pelo Mycobacterium tuberculosis, no Brasil a tuberculose constitui-se em um grave problema de saúde pública, apesar de ser o primeiro país no mundo a implantar o tratamento de curta duração, com multidrogas que garantem a cura em seis meses. A quimioprofilaxia é uma forma preventiva de controle da tuberculose, onde indivíduos sadios, porém infectados pelo bacilo da tuberculose e suscetíveis ao adoecimento, são submetidos ao tratamento medicamentoso por seis meses, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde. Este estudo teve como objetivo central avaliar, por meio de um questionário estruturado, as indicações e adesão adequadas da quimioprofilaxia, como prevenção em contatos de pacientes com tuberculose, no município de Palmas – TO. Foram incluídos na pesquisa todos os contatos de doentes de tuberculose, notificados no SINAN, nos anos de 2007 e 2008. Os resultados encontrados revelam que o município de Palmas- TO, através das unidades de saúde, esta atento ao encaminhamento e avaliação médica dos contatos; a adesão ao diagnóstico, ou seja, a primeira consulta enquanto comunicante é de 100%; a prescrição da quimioprofilaxia enquanto prevenção da doença tuberculose é realizada de forma continua, porém a adesão dos pacientes ao tratamento preventivo ainda deixa a desejar, o que é uma preocupante em se tratando de: - Risco de resistência bacteriana, em detrimento da utilização de uma droga; - Risco de adoecer por tuberculose posteriormente; - Risco de perpetuação da cadeia de transmissão da doença; - Aumento de gastos do setor saúde; - Descontinuidade das ações de controle da tuberculose e; - Quebra de vínculo/confiança entre usuário e serviço de saúde. O tratamento preventivo da tuberculose, ou quimioprofilaxia, ocupa importância no que diz respeito à proteção individual de pessoas vulneráveis à tuberculose-doença e ainda um valor social uma vez que o individuo não adoece e conseqüentemente não transmite a doença, quebrando assim a cadeia de transmissão e conquistando a tão sonhada redução de incidência de tuberculose / The tuberculosis is a infectum-contagious illness, caused by the Mycobacterium tuberculosis, in Brazil the tuberculosis consists in a serious problem of public health, although to be the first country in the world to implant the treatment of short duration, with multidrugs that guarantee the cure in six months. The chemoprevention is a preventive form of control of the tuberculosis, where individuals healthy, however infectious for the susceptible bacillus of the tuberculosis and to be sick, are submitted to the drug treatment for six months, as praised for the Health department. This study it had as objective central office to evaluate, by means of a structuralized questionnaire, the adequate indications and adhesion of the chemoprevention, as prevention in contacts of patients with tuberculosis, in the city of Palms - YOU. All Had been enclosed in the research the contacts of tuberculosis sick people, notifying in the SINAN, the years of 2007 and 2008. The joined results disclose that the city of Palmas YOU, through the units of health, this intent to the guiding and medical evaluation of the contacts; the adhesion to the diagnosis, that is, the first contacts consultation while is of 100%; the lapsing of the chemoprevention while prevention of the illness tuberculosis is carried through of form continues, however the adhesion of the patients to the preventive treatment still leaves to desire, what it is a preoccupying one in if treating to: - Risk of bacterial resistance, in detriment of the use of one drugs; - Risk of to be sick later for tuberculosis; - Risk of perpetuation of the chain of transmission of the illness; - Increase of expenses of the sector health; - Discontinuity of the actions of control of tuberculosis e; - Bond In addition/confidence between user and service of health. The preventive treatment of the tuberculosis, or quimioprofilaxia, occupies importance in what it still says respect to the individual protection of vulnerable people to the tuberculosis-illness and a social value a time that the people to be sick and consequently does not transmit the illness, thus breaking the chain of transmission and conquering so dreamed reduction of tuberculosis incidence. / TEDE / BV UNIFESP: Teses e dissertações
34

Tecendo redes, superando desafios: estudo dos processos de trabalho de casos exitosos em Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo / Weaving Webs, Overcoming Challenges: A study of the work processes for successful cases in the Workers’ Health within the State of São Paulo’s Health System

Santos, Ana Paula Lopes dos [UNIFESP] 28 July 2010 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-07-22T20:50:50Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-07-28 / Situamos esta de tese de doutorado na Saúde Coletiva, com referência aos conhecimentos e práticas do Campo Saúde do Trabalhador (ST). Tomamos o processo de trabalho em saúde como categoria central de análise, na qual procedemos ao estudo de caráter qualitativo sobre três experiências desenvolvidas por Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), no Sistema Único de Saúde (SUS) do Estado de São Paulo, habilitados à Rede de Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast), nos municípios de Amparo, Campinas e São Paulo. Os casos em ST pesquisados são executados por equipes multiprofissionais e considerados exitosos pelos atores destas esperiências, as quais foram o objeto privilegiado do nosso campo empírico. No município de Amparo, analisamos a experiência do Apoio Matricial em ST junto à rede básica de saúde, composta por 14 Unidades Básicas de Saúde e 20 Equipes de Saúde da Família. Em Campinas investigamos o Projeto de Vigilância dos Postos de Combustível, que representa uma potencial ação integrada, com a participação de profissionais do Centro de Referência em ST, das Comissões do Benzeno e da Vigilância em Saúde municipal. Em São Paulo, analisamos a experiência desenvolvida em Santo Amaro, na região sul do município, representada pelo Grupo de Reorientação Profissional (GRP), que objetiva reintegrar os trabalhadores, com seqüelas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, no mercado de trabalho e/ou na vida social. Apresentamos a dinâmica das ações, a configuração das relações entre os sujeitos, as dimensões técnico-políticas do processo de trabalho e suas possíveis repercussões sobre a saúde dos trabalhadores. Concluímos que as experiências de êxito foram desenvolvidas com a integração de redes de pessoas e instituições, numa trama de relações entre profissionais de saúde e trabalhadores. Compreendemos que a formação dessas redes tem forte potencial de ampliar os impactos das ações em ST, sejam elas na Atenção Básica, na Vigilância em Saúde e na Assistência aos trabalhadores em grupo. Com esta pesquisa foi possível ressaltar a importância do uso de referenciais do campo ST para potencializar as ações na área e buscar superar os desafios que atravessam cotidianamente as práticas dos Cerests. Acreditamos que ao revelar o detalhamento dessa integração apresentamos novas possibilidades de trabalho que poderão servir de base para construção de outras experiências relevantes para o Campo. / We situate this doctoral thesis in Public Health with reference to the Workers’ Health Field’s knowledge and practices. We take the work process in health as a central category of analysis in which we carried out a qualitative study on three experiments developed by Reference Centers in Workers’ Health (Cerest) in the National Health System (SUS) of the State of São Paulo, connected to the National Network of Integral Attention to Workers’ Health (Renast) in the municipalities of Amparo, Campinas and São Paulo. The cases surveyed are undertaken by multidisciplinary teams and considered successful by the actors of these experiences, which were the privileged object of our empirical field. In Amparo, we analyzed the Matrix Support experiment in Workers’ Health with the primary care network, consisting of 14 Basic Health Units and 20 Family Health Teams. In Campinas, we investigated the Monitoring Project in Gas Stations, which represents an potential integrated action, with the participation of professionals from the Reference Center in Workers’ Health, the Benzene Committees, and the Municipal Health Surveillance. In Sao Paulo, we analyzed the experiment undertaken in Santo Amaro, in the southern region, represented by the Professional Reorientation Group, which aims to reintegrate those workers with sequelae from accidents and illnesses related to work, into the job market and/or social life. We present the dynamics of the actions, the configuration of relations between subjects, technical and political dimensions of the work process and its possible repercussions on workers’ health. We conclude that the successful experiments have been developed with the integration of networks of people and institutions in a web of relationships between health professionals and workers. We understand that the formation of these networks has great potential to expand the impact of shares in Workers’ Health, whether in Primary Care, in Health Surveillance, and group Assistance to workers. With this research it was possible to emphasize the importance of using benchmarks of the Workers’ Health field to enhance actions in the field and seek to overcome the challenges that daily traverse the practices of the Cerests. We believe that by revealing the details of these cases we present new work possibilities that could serve for the basis to build other relevant experiments to the field. / TEDE / BV UNIFESP: Teses e dissertações
35

Arte e saúde

Roman, Joana Anschau January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:45:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 325186.pdf: 647628 bytes, checksum: ef5bfeca15f1c159701927187c5f1030 (MD5) Previous issue date: 2013 / O presente trabalho tem como objetivo explorar as práticas de arte em saúde e sua possível relação com a Integralidade. Foram utilizadas quatro distintas abordagens dessa interface, que foram escolhidas a fim de ressaltar a pluralidade deste tema e também por serem práticas com maior impacto social, são elas: arteterapia junguiana, arteterapia gestáltica, doutores da alegria e práticas de arte em terapia ocupacional. Para isso foi realizada uma pesquisa qualitativa exploratória por meio de investigação documental realizada nos principais documentos destas abordagens. Os resultados constatam que essas abordagens amparam os seguintes preceitos: (1) ética de cuidado em saúde; (2) autonomia e emancipação ? marco conceitual da promoção da saúde; (3) prevenção, tratamento e reabilitação; (4) luta social no enfrentamento de modelos hegemônicos em saúde, criando espaços para a inclusão social. Tais preceitos encontrados nestas práticas são coerentes com os princípios da noção de Integralidade. Através deste estudo conclui-se que as práticas de arte são ferramentas valiosas para a implementação da Integralidade.<b> / Abstract : This paper aims to explore the art practices in health and the possible relation with Integrality. The research used four distinct approaches that interface, were chosen in order to emphasize the plurality of this topic and also because they are practice with greater social impact, they are: Jungian art therapy, gestalt art therapy, doctors of joy and art practices in occupational therapy. For that we conducted a qualitative exploratory study using documentary research performed in the main documents of these approaches. The results conclude that the approaches bolster the following precepts: (1) ethics of health care; (2) autonomy and emancipation - conceptual framework of health promotion; (3) prevention, treatment and rehabilitation; (4) social struggle in confronting the hegemonic models in health, creating spaces for social inclusion. Such precepts found in these practices are consistent with the principles of the notion of Integrality. Through this study it is concluded that art practices are valuable tools for the implementation of Integrality.
36

Práticas assistenciais em saúde mental na atenção primária à saúde

Frosi, Raquel Valiente January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:52:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 324006.pdf: 1833556 bytes, checksum: 8928fbeb875c1409b91a65c6686eb7cc (MD5) Previous issue date: 2013 / Este estudo qualitativo foi realizado com objetivo de descrever e analisar práticas assistenciais em saúde mental na Atenção Primária à Saúde (APS) na cidade de Florianópolis. Foram incluídos no estudo nove (09) equipes de saúde da família de centros de saúde e distritos sanitários distintos, havendo 21 profissionais e 20 usuários envolvidos de forma direta. Além de haver uma contextualização na análise de documentos e contato com gestores, a pesquisa foi realizada por meio de entrevistas com profissionais de atenção primária a saúde (incluídos alguns profissionais de NASF), pela observação de atividades de atenção e também por meio de entrevista e análise de prontuário de usuários atendidos. As análises foram feitas a partir das ofertas identificadas, sendo que para isso os casos foram sistematizados utilizando-se o fluxograma de síntese proposto por Merhy, a saber, entrada, recepção, decisão de ofertas, cardápio (modalidades de atenção) e saída. Utilizou-se como referência para analisar as práticas a diferenciação entre o modo asilar psiquiátrico e o modo de atenção psicossocial proposto por Abílio Costa-Rosa, e também o conjunto de referências conceituais da APS. Os resultados obtidos apontam que é precária a incorporação do modo de atenção psicossocial na APS, e que este campo é bastante afeito a uma noção de cuidado similar a da psiquiatria comunitária ou preventiva. Assim, no conjunto das práticas referidas pelos profissionais da ESF, e também no conjunto dos estudos de caso, observa-se uma centralidade da atuação no acesso e monitoramento dos casos, sendo o tratamento de manutenção farmacológico por vezes quase tomado como objetivo em si, visando prevenir novos episódios de crise e as internações. Ficou bastante demarcado o quanto a ligação com os cuidados em saúde em geral é estruturante da assistência em saúde mental na APS, e que neste processo existe uma dimensão potencial importante. Entretanto, o próprio processo de cronificação identificado remete à incorporação sem crítica da mesma forma de atenção a outras condições atendidas na APS. Um conjunto de intervenções, tais como os grupos de apoio psicológico (ainda dependentes do NASF), as PIC e o incentivo à participação em atividades na comunidade ou em outras ações da própria unidade, se destacaram por ter potencial para operação em uma perspectiva de valorização da autonomia e singularidade. Apesar disso, observa-se que estas mesmas intervenções são subutilizadas em outros momentos justamente por não serem reconhecidas como potenciais ou pela própria dificuldade de explorar mais o campo da palavra e a singularidade. As análises apontam a necessidade de uma articulação dos atores dentro da própria ESF para que o acompanhamento não seja médico centrado e também para a importância de que assuma-se como referencial a atenção psicossocial, inclusive no campo do matriciamento. Por fim, reforça-se o potencial de aproximar a atenção psicossocial e a APS através da interface entre corporeidade e subjetividade, que é restrita na biomedicina <br> / This qualitative study was conducted to describe and analyze mental health care practices in primary health care (PHC) services in the city of Florianópolis, Brazil. The study included nine (09) Family Health Strategy teams from different health centers and districts, totalizing 21 professionals and 20 service users directly involved. Besides involving a contextualization through the analysis of documents and interviews with health care managers, the research was conducted through interviews with patients, primary health care professionals (including some professionals from the Family Health Support Units), review of patient records and observation of care activities. The analysis was carried out through the identification of health care offers, as the cases were systematized using Merhy's synthesis flowchart, which maps the entry, the reception, the decision about offers, the menu (available forms of care) and the exit. The differentiation between the asylum model and the psychosocial care model proposed by Abílio Costa-Rosa, and the set of conceptual references from PHC were used as references to perform the analysis. The results indicate that there is a poor incorporation of the psychosocial care model in PHC services, as this field is more accustomed to a notion of care similar to the one used in community or preventive psychiatry. Thus, in the practices reported by Family Health Strategy professionals and in the case studies, it was observed that care is centered on the access and monitoring of cases, as the pharmacological maintenance treatment is sometimes taken almost as a goal in itself, in order to prevent the occurrence of new crisis and hospitalizations. The articulation with health care in general was found to be a structuring aspect of mental health care in PHC, and in this process there is an important potential dimension. However, the identified process of chronification refers to an uncritical incorporation of the same forms of care to the different conditions treated in primary care. Interventions such as psychological support groups (still dependent on the Family Health Support Units), complementary and integrative practices, and incentives to participation in community or health unit activities, stood out for their potential to operate in a perspective that values autonomy and singularity. However, these very interventions are underutilized at other times, as there is a lack of recognition or simply a difficulty to further explore the potential effects of the word and singularity. The analysis points to the need for coordination between actors within the Family Health Strategy - including matrix support practices - in order to overcome medical-centered care and to embrace psychosocial care as a guiding reference. Finally, it reinforces the potential of bringing psychosocial care and PHC together through the interface between corporeality and subjectivity, which is limited in biomedicine.
37

Regulação em saúde: um diálogo com o princípio da equidade

Cechinel, Caroline January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:54:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326874.pdf: 2469020 bytes, checksum: 5a42827711d42e47898f429318794270 (MD5) Previous issue date: 2014 / A gestão em saúde é um dos pilares para o desenvolvimento de um sistema de saúde de qualidade que responda efetivamente às demandas da população. Como ferramenta desse processo de gestão, a Regulação em Saúde tem por funções primordiais o encaminhamento do usuário às ações e serviços de saúde adequados as suas necessidades assistenciais, em consonância com a otimização na alocação e distribuição dos recursos financeiros disponibilizados pelo Estado. Assim, facilita a disponibilização de ações e serviços de assistência à saúde, preferencialmente àqueles que se apresentarem em situações prioritárias, indo ao encontro do princípio doutrinário do SUS da equidade. Este estudo objetivou identificar a relação do princípio da equidade e a realização das ações do serviço de Regulação em Saúde em um município de grande porte localizado no sul do país. A pesquisa foi realizada no setor de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde de um município de grande porte do sul do país. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, com o uso do Estudo de Caso como referencial metodológico. Utilizou técnicas de grupo focal, análise documental e observação participante para contemplar o objetivo proposto. Para análise dos dados foi utilizada a Análise Temática. O grupo focal contou com a participação de 8 integrantes, incluindo 1 enfermeiro, 4 reguladores, sendo 2 médicos e 2 dentistas, e 3 gerentes, entre eles a gerência de Regulação, gerência de Controle e Avaliação, e a diretora do setor de Alta Complexidade, Regulação, Avaliação, Controle e Auditoria. A análise documental foi desenvolvida em aproximadamente 30 dias, a partir dos documentos: Plano Municipal de Saúde 2011/2014; Instrução Normativa Municipal 003/2013 que regulamenta o processo de agendamento de consultas e exames especializados através do Sistema Nacional de Regulação (SISREG); manual municipal de Boas Práticas em Saúde; e Proposta de Implementação do Complexo Regulador da Grande Florianópolis. Como resultado da pesquisa, emergiram três categorias temáticas: Ações do Serviço de Regulação em Saúde; Equidade na Regulação em Saúde; e Atuação dos profissionais. Foi evidenciada a importância da capacitação permanente dos recursos humanos envolvidos na regulação, de modo a sensibilizá-los sobre a necessidade de utilização do SISREG como ferramenta unificada para a regulação, e sobre a importância da Estratégia de Saúde da Família como elo entre usuários e serviços de saúde especializados proporcionados pelo setor de regulação. Os profissionais demonstraram compreender a função da Regulação em Saúde no processo de gestão em saúde, e demonstraram reconhecer sua relação com o princípio da equidade, sendo este revelado como o principal objetivo da Regulação em Saúde. As funções dos diferentes profissionais envolvidos no processo de regulação são bem definidas e compreendidas. Apesar de as funções serem bem delimitadas, os profissionais demonstraram conhecimento da totalidade do processo, e revelaram que, caso necessário, executam as funções de outros profissionais para garantir o bom funcionamento do setor. Por fim, destaca-se a deficiência de estudos científicos desenvolvidos na área da Regulação em Saúde, de maneira a limitar as discussões sobre as informações que emergiram nesta pesquisa.<br> / Abstract : The health management is one of the pillars for the development of a quality health system that responds effectively to the demands of the population. As a tool of this management process, the Regulation on Health has as primary functions the referral of the user towards adequate actions and health services to suit his assist needs, in consonance to the optimization in the allocation and distribution of financial resources provided by the State. Thus, it facilitates the availability of actions and health care services preferentially to those who present themselves in priority situations, meeting the doctrinal SUS principle of equity. This study aimed to identify the relation of the principle of equity and the achievement of the actions of in service Health Regulation in the health service of a large city located in the south of Brazil. The research was performed in the Regulation Department of Municipal Health Bureau of a large city in the south of Brazil. This is a qualitative nature study, which uses the Case Study as a methodological reference. It has used focus group techniques, document analysis and participant observation to reach the proposed objective. To analyze the data it was used the Thematic Analysis technique. The focus group was attended by 8 members, including 1 nurse, 4 regulators, being 2 doctors and 2 dentists, and 3 managers, including the Regulation Manager, the Control and Evaluation Manager, and the Director of the Department of Regulation, Control, Evaluation and Auditing. Document analysis was developed in approximately 30 days, using the documents: Municipal Health Plan 2011/2014; Municipal Normative Instruction 003/2013 that regulates the process of appointment scheduling and specialized exams through the Brazilian National Regulation System (SISREG); Good Practice in Health Municipal Manual; Regulation Complex of Florianopolis Metropolitan Region Implementation Proposal. As a result of the research, three theme categories were revealed: Regulation Actions in Health, Equity in Health Regulation, and Professionals Performance. It was evidenced the importance of ongoing training of human resources involved in the regulation process, in order to sensitize them on the need of use of SISREG as a unified tool for regulation, and the importance of the Family Health Strategy as a liaison between users and specialized health care services, provided by the regulatory sector. The professionals showed to understand the function of Health Regulation in the health management process, and demonstrated to recognize its relation with the principle of equity, which is revealed as the main objective of the Regulation in Health. The roles of the different professionals involved in the regulatory process are well defined and understood. Although the functions are well delimited, the professionals demonstrated knowledge of the entire process, and revealed that, if necessary, could perform the functions of other professionals to ensure the smooth functioning of the department. Finally, stands out the deficiency of scientific studies in the area of health regulation, in a manner to limit the discussions on the information that emerged from this research.
38

Saúde, ambiente e seus sentidos

Quandt, Fábio Luiz January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-04-29T21:00:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 332941.pdf: 10123780 bytes, checksum: b0878a5abb7f01d6363c3c2da539684e (MD5) Previous issue date: 2014 / No Brasil, a expressão "saúde ambiental" é definida pelo Ministério da Saúde como uma área da saúde pública que atua tanto na produção do conhecimento científico e como na formulação de políticas públicas relacionadas à interação entre a saúde humana e os fatores do meio ambiente natural e antrópico que a influenciam, com vistas a melhorar a qualidade de vida do ser humano, sob o ponto de vista da sustentabilidade. Assim como em outras áreas especificas de atenção do Sistema Único de Saúde, busca-se ainda a consolidação deste movimento para a qualificação política, no sentido de tornar-se responsiva à população brasileira, promovendo a saúde humana e colaborando na proteção do meio ambiente. Comumente difundido no meio acadêmico universitário, sobre seus produtos, a investigação científica apresenta-se regrada por roteiros observacionais e experimentais, que identificam sequências lógicas dos procedimentos, com a finalidade de descobrir e verificar as leis e teorias. Problematizar as narrativas de Saúde e Ambiente, na interface entre teoria e prática, como via para a qualificação dos protagonistas na temática da saúde ambiental foi o objetivo central deste trabalho. O processo investigativo adotado no presente trabalho foi pensado de modo a proporcionar a descrição e a intervenção pactuada e responsiva com as partes envolvidas, tendo como referencial epistemológico o Construcionismo Social. A escolha desta postura pauta-se na troca e construção colaborativa de falas, com a intenção de haver menos chance de descontextualizar a experiência empírica. O trabalho foi desenvolvido junto aos docentes e discentes do Instituto Federal Catarinense - Camboriú (SC), entre junho e agosto de 2014. Construindo olhar crítico sobre o movimento promovido pelo processo investigativo aplicado nessa pesquisa, entendo que as ciências e seus meios de significação, enquanto construção de conhecimento para o desenvolvimento (como o ensino, pesquisa e extensão), encontra-se sob uma tensão de forças opostas: a natureza e a sociedade. Assim, esta construção pesquisacional me levou a interrogar essa natureza ou o natural que os protagonistas colocam em seus discursos, como um ídolo para a legitimação das ações seguras. . A postura construída neste ato pesquisacional, com inferências a corrente filosófica do CS, pediu-me este cuidado ético. Este pedido era a minha preocupação em não realizar uma hermenêutica parcialista, resquício do movimento científico tradicional aplicado na minha dissertação. Os efeitos desse ambiente tem uma textualidade que estou apenas começando a compreender, pois só recentemente pude experimentá-la e lê-la com respeito a seus movimentos mais amplos. Então, desafiar as palavras que as pessoas utilizam, e como elas explicam as suas ideias, constrói o conhecimento rico para a relação ciência e sociedade, pois articula o estar no mundo dos protagonistas, ou seja, a não-neutralidade do discurso, desmistificando a naturalidade das coisas. Pensando sobre o vocabulário que está sendo usado, também, pode auxiliar na concentração das pessoas em relação mais detalhada do mundo e desafiar suas ideias.<br> / Abstract : In Brazil, the term "environmental health" is defined by the State Department of Health, as a public health area who works with the scientific knowledge and the formulation of public policies related to interaction between human health and the factors of the natural environment and that anthropogenic influence with the aim to improve the quality of human life from the point of view of sustainability. As well as other specific areas of care in the Unified Health System, we seek to consolidate this movement for political qualification, to become responsive to the Brazilian population, promoting human health and helping to protect the environment. Building a participatory investigational route with the medium investigated, that allows the interface between theory and practice, with the qualification pathways of care to environmental health was the central aim of this work. Keeping a critical eye on the movement promoted by the investigative process applied to this research, I understand that sciences and their means of signification, while building knowledge for development (such as teaching, research and extension), is under a tension of opposing forces: nature and society. Thus, this study took me to interrogate this nature, or natural, that the protagonists put in his speeches, as an idol to secure the legitimacy of actions.
39

A Declaração de Helsinque como estratégia biopolítica

Hellmann, Fernando January 2014 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-04-29T21:01:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 333075.pdf: 1774661 bytes, checksum: e5fa9c30aaaf6ff60cf50832b788a2df (MD5) Previous issue date: 2014 / Ao final do século XX, o debate acerca da universalidade dos princípios éticos para pesquisas envolvendo seres humanos emanados pela Declaração de Helsinque, documento promulgado pela Associação Médica Mundial, foi iniciado. O pano de fundo das discussões consistiu nas pesquisas médicas, patrocinadas por instituições de nações ricas, as quais sendo moralmente inaceitáveis de serem conduzidas em seus países, foram conduzidas em países periféricos transformando populações pobres como cobaias de ensaios clínicos placebo controlados, mesmo com a existência de terapias eficazes para as doenças em estudo. Tais estudos são exemplos de intervenções biopolíticas, caracterizadas pelo filósofo francês Michel Foucault (2000; 2008a), como táticas existentes nos Estados modernos que fazem da dimensão biológica humana um recurso para atingir determinados fins, em geral, a maximização da vida do coletivo. Contudo, o poder de maximizar a vida na biopolítica é acompanhado de um poder de morte, em que, para se fazer viver, será necessário deixar morrer uma parcela da população. Este estudo versa sobre a ética em pesquisa médica envolvendo seres humanos no panorama internacional, mais especificamente, no desamparo dos participantes em ensaios clínicos nos países em desenvolvimento por conta do duplo standard, ou seja, da adoção de critérios de proteção diferentes dos países centrais quando um mesmo desenho metodológico de ensaios clínicos seja realizado em países de poucos recursos. O objetivo foi analisar a emergência e o desenvolvimento do princípio do uso do placebo expresso na Declaração de Helsinque como processo de formação de uma estratégia biopolítica. Defende-se a tese de que a Declaração de Helsinque configura-se como uma estratégia biopolítica na medida em que o princípio do uso do placebo, emendado em 2013, instaurou o duplo standard para ensaios clínicos nos países em desenvolvimento. Para tanto, foi realizada uma análise genealógica, conforme preconizado por Foucault (2004a; 2000; 1996), do princípio do uso do placebo na Declaração de Helsinque tendo como fonte de dados principais os documentos da Associação Médica Mundial norteadores dos processos de discussão e revisão da Declaração de Helsinque e suas sete versões oficiais, no período compreendido entre 1953 e 2013. Os resultados dos processos de análise e discussão são apresentados em dois artigos. O primeiro artigo discute os bastidores da história da Declaração de Helsinque, desde sua gênese aos processos de revisão. O segundo analisa a gênese e o desenvolvimento do14princípio referente ao uso do placebo na Declaração de Helsinque até a legitimação do duplo standard ético para ensaios clínicos randomizados nos países em desenvolvimento em 2013. A partir das análises, foi possível considerar que a Declaração de Helsinque coloca em evidência a existência de uma verdadeira estratégia biopolítica, segundo o qual, por conta das desigualdades socioeconômicas no panorama global, corpos sem direitos passam a ser instrumentalizados no campo da experimentação médica. Desse modo, um desvio de conduta ética em pesquisa envolvendo seres humanos se transformou erroneamente em uma prática aceitável. Nesse sentido, o presente estudo buscou contribuir como forma de resistência ao imperialismo moral e aos interesses privados que minimizam a proteção dos participantes de pesquisa nos países em desenvolvimento e aponta para a necessidade de justiça social no campo da experimentação humana.<br> / Abstract : At the end of the twentieth century started the debate about ethical principles universality for research involving human subjects issued by the Declaration of Helsinki, a document promulgated by the World Medical Association. Discussions background was medical research sponsored by wealthy nations? institutions, which would not be morally acceptable in their countries. Thus, they used poor populations from periphery countries as guinea pigs in clinical trials of controlled placebos, even with the existence of efficient therapies for diseases under study. Such studies are examples of biopolitical interventions characterized by the French philosopher Michel Foucault (2008a; 2000) as existing tactics in modern states that turn human biological dimension into a resource in order to achieve individual goals, in general, collective life maximization. However, the power to maximize the life, in biopolitics, is accompanied by a death power. Therefore, in order to live it will be necessary to let die a population?s portion. The present study focuses on medical research ethics involving human subjects in the international arena, specifically on participants? helplessness of clinical trials because of a double standard, in developing countries. In other words, the adoption of different protection criteria of developed countries when the same methodological design on clinical trials is conducted in countries with poor resources. The aim was to analyze the emergence and development of placebo use principle expressed in the Declaration of Helsinki as a training process of a biopolitical estrategy. It is possible to defend the thesis that the Declaration of Helsinki configures a biopolitical strategy to the extent that placebo-use principle, amended in 2013, established the double standard for clinical trials in developing countries. Thereby, there was a genealogical analysis according to Foucault?s recommendation (2004a, 2000, 1996) on the placebo-use principle, in the Declaration of Helsinki, having as main data source the World Medical Association?s documents. They guided discussion processes and revision of the Declaration of Helsinki, and also, their seven official versions in the period between 1953 and 2013. Two articles present the analysis and discussion processes? results. The first one develops the inside story of the Declaration of Helsinki, from its genesis to the revision processes. The second one examines the principle?s genesis and development regarding the use of placebo in the Declaration of Helsinki until the legitimation of ethical double standard16for randomized clinical trials in developing countries, in 2013. From the analysis, it was possible to consider that the Declaration of Helsinki highlights the existence of a valid biopolitical strategy. According to that and because of socioeconomic inequalities, in the global picture, human bodies with no rights are being exploited in the medical experimentation field. Thus, an ethical conduct deviation in research involving humans mistakenly turned into an acceptable practice. The research seeks to contribute as a resistance form to moral imperialism and private interests that minimize research participants? protection, in developing countries. Also, it points out the need for social justice in the field of human experimentation.
40

Baixando a guarda, levantando a guarda: um estudo sobre as defesas contra a violência entre motoristas de táxi em Salvador

Nascimento, Ana Márcia Duarte Nunes 30 April 2010 (has links)
Submitted by Maria Creuza Silva (mariakreuza@yahoo.com.br) on 2015-04-20T12:44:01Z No. of bitstreams: 1 Tese Ana Márcia Duarte Nascimento. 2010.pdf: 2128552 bytes, checksum: 78e2f079d412ea07795866dff25e2fc1 (MD5) / Approved for entry into archive by Maria Creuza Silva (mariakreuza@yahoo.com.br) on 2015-04-20T13:26:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese Ana Márcia Duarte Nascimento. 2010.pdf: 2128552 bytes, checksum: 78e2f079d412ea07795866dff25e2fc1 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-20T13:26:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese Ana Márcia Duarte Nascimento. 2010.pdf: 2128552 bytes, checksum: 78e2f079d412ea07795866dff25e2fc1 (MD5) / Este estudo traz como questão central as defesas construídas individual e coletivamente por motoristas de táxi diante da freqüente vitimização por violência relacionada ao trabalho na cidade de Salvador. Esse tipo de violência vem sendo evidenciada em diversas categorias profissionais, sendo os motoristas de táxi apontados por diversos estudos internacionais como uma das principais vítimas de violência que ocorre durante atividade de trabalho. Esta pesquisa utilizou orientação etnográfica no trabalho de campo realizado no período entre 2007 a 2009, entrevistando trabalhadores e pessoas detentoras de informações sobre questões normativas, sociais que compõe a rotina dos taxistas em Salvador. Foram realizadas observações diretas no ambiente e atividade de trabalho, assim como analisadas matérias jornalísticas sobre o assunto. A investigação foi focalizada nas formas de defesas individuais e grupais que os motoristas de táxi desenvolvem e reproduzem para garantir a proteção contra ataques que podem vir a ser realizadas por colegas de trabalho ou por criminosos disfarçados de passageiros. As defesas existentes são diferenciadas pela capacidade de resposta e condicionada ao acesso a recursos tecnológicos e organizacionais. Acredita-se que as condições de trabalho dos taxistas e a baixa eficácia das medidas de segurança pública impulsionam estes trabalhadores a desenvolver táticas de enfrentamento cada vez mais sutis, complexas, e incorporando respostas cada vez mais agressivas contra o crime. Dessa forma este trabalho contribui para discussão sobre as variadas formas de defesas que são construídas, reproduzidas e gerenciadas por trabalhadores diante das condições adversas e desfavoráveis enfrentadas no cotidiano do trabalho.

Page generated in 0.0384 seconds