• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 24
  • 4
  • 1
  • Tagged with
  • 29
  • 19
  • 11
  • 10
  • 8
  • 8
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O entrelaçamento das identidades étnicas e nacionais : reflexões sobre o campo político e a formação de lideranças Ticuna na fronteira do Brasil e da Colômbia

Souza, Liliana Vignoli de Salvo 17 June 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados sobre as Américas, 2015. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2015-11-20T19:46:55Z No. of bitstreams: 1 2015_LilianaVignolideSalvoSouza.pdf: 16788277 bytes, checksum: 1a8ba57055488bf6124af9d7e3fe5c36 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2016-01-23T11:10:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_LilianaVignolideSalvoSouza.pdf: 16788277 bytes, checksum: 1a8ba57055488bf6124af9d7e3fe5c36 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-23T11:10:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_LilianaVignolideSalvoSouza.pdf: 16788277 bytes, checksum: 1a8ba57055488bf6124af9d7e3fe5c36 (MD5) / Esse trabalho examina o campo político do povo indígena Ticuna e a formação de suas lideranças políticas, nas cidades fronteiriças de Tabatinga, no Estado do Amazonas, no Brasil e de Leticia, no Departamento do Amazonas, na Colômbia. Investigou-se o campo político no qual atuam as lideranças indígenas nas duas esferas que o compõem: tanto “dentro”, nas relações internas de autogoverno, como “fora”, nas relações com os Estados nacionais. A pesquisa busca compreender o que significa ser uma liderança política Ticuna no alto Amazonas e no alto Solimões nos tempos atuais; como se forma, o que a constitui, que conflitos estão subjacentes a esse papel, como congrega o saber político tradicional e o saber político interétnico. Afinado com as perspectivas teóricas de Cardoso de Oliveira (2000; 2006), Silva (2009) e Baines (2009), este estudo aponta para o reconhecimento de que a nacionalidade e a etnicidade se interseccionam em área de fronteira. As políticas indigenistas do Brasil e da Colômbia e os direitos indígenas constitucionalmente instituídos nos dois países influenciam a expressão política do povo Ticuna. / This paper examines the political field of indigenous people Ticuna besides the formation of their political leaders in the border towns of Tabatinga, in Amazonas State, Brazil and Leticia, Amazonas Department, Colombia. Investigates the political field of indigenous leaders acting in two spheres that comprise it: both "inside", in the internal relations of self-government, as "outside", in relations with national states. The research seeks to understand what it means to be a Ticuna political leadership in the upper Amazon and upper Solimões in modern times; how it forms, what constitutes it, the conflicts that underlie this role, how it gathers traditional political knowledge and interethnic political knowledge. In tune with the theoretical perspectives of Cardoso de Oliveira (2006), Silva (2009) and Baines (2009), this study points to the recognition of the intersection of nationality and ethnicity in the border area. The indigenous policies of Brazil and Colombia and the indigenous rights constitutionally instituted in both countries influences the political expression of the Ticuna people.
2

O suprassegmental em Tikuna e a teoria fonologica

Soares, Marilia Faco 29 May 1992 (has links)
Orientador: Maria Bernadete Marques Abaurre / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-14T04:25:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Soares_MariliaFaco_D.pdf: 12623324 bytes, checksum: 66a9b782a784204b3f393cab01dc7ae8 (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Ciências
3

Cestaria, noções matemáticas e grafismo indígenas na prática das artesãs Ticuna do alto Solimões

Teixeira, Nilza Silvana Nogueira 07 December 2012 (has links)
Submitted by Geyciane Santos (geyciane_thamires@hotmail.com) on 2015-05-27T12:49:01Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Nilza Silvana Nogueira Teixeira.pdf: 83366721 bytes, checksum: 48bad3b8c4d6c1213d7ce87d5d4db9f4 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2015-05-27T17:50:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Nilza Silvana Nogueira Teixeira.pdf: 83366721 bytes, checksum: 48bad3b8c4d6c1213d7ce87d5d4db9f4 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2015-05-27T18:20:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Nilza Silvana Nogueira Teixeira.pdf: 83366721 bytes, checksum: 48bad3b8c4d6c1213d7ce87d5d4db9f4 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-27T18:20:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação - Nilza Silvana Nogueira Teixeira.pdf: 83366721 bytes, checksum: 48bad3b8c4d6c1213d7ce87d5d4db9f4 (MD5) Previous issue date: 2012-12-07 / FAPEAM - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas / The source for this study was the practice of the Ticuna artisans women while making the pacará baskets. The ethnography presented here was produced by the Ticuna artisans women from two distinct regions in the state of Amazonas: one by the upper Solimões river, in three communities that make up the Santo Antonio Indigenous community and in the Barro Vermelho community, and, in Manaus, by some Ticuna artisans women who live in the capital. It is a record of the Ticuna women’s practice, made by monitoring the baskets making process, since the moments prior to the weaving activity (harvesting, drying, dyeing), until the connections that such activity establish in social life and in their cultural prescriptions. Along the way, I identified counting processes, forms of material selection, methods used to measure, among other features observed in the making of baskets and that are in the categories of understanding. It shows how much artisans' practice is representative and how much it highlights the place of women in their society, either because of their prestige in the way today's communities closest to the cities are organized, or due to their authority as having the knowledge of the Ticuna ritual practices. The drawings in the pacará baskets were identified and classified as a sign, and its meanings attributed by the Ticunas, considering the combination of the different manifestations that these representations appear in ritual practices and artifacts. Finally, we make an overview of the communities surveyed and the network that revolves around the practice of women, implying aspects of culture, social life and interaction with the surrounding society. / O fio condutor do presente estudo foi a prática das artesãs Ticuna na construção dos cestos pacará. A etnografia aqui apresentada foi produzida junto a mulheres artesãs Ticuna de duas regiões distintas do Amazonas: a do Alto Solimões, nas três comunidades que compõem a Terra Indígena Santo Antônio e na comunidade Barro Vermelho, e em Manaus, com algumas artesãs Ticuna residentes na capital. Trata-se de um registro da prática das mulheres, feito a partir do acompanhamento do processo de confecção dos cestos, desde os momentos que antecedem a atividade de tecer (colher, secar, tingir), até as conexões que, a partir dessa atividade, estabelecem-se na vida social e nas prescrições da cultura. Nesse percurso, identifiquei processos de contagem, formas de seleção do material, modos utilizados para medir, dentre outros aspectos observados na construção dos cestos e que são relativos às categorias de entendimento. Demonstra-se como a prática das artesãs é representativa na sua sociedade e destaca o lugar da mulher, seja por seu prestígio nas formas como hoje se organizam nas comunidades mais próximas das cidades, seja por sua autoridade como detentora de um conhecimento das práticas rituais dos Ticuna. Procedeu-se à identificação e classificação dos grafismos constituintes do cesto pacará, na sua condição de signo, verificando suas conexões com os significados atribuídos pelos Ticuna, considerando a combinação das diferentes manifestações em que essas representações aparecem, nas práticas rituais e nos artefatos. Por fim, tecemos um panorama das comunidades pesquisadas e da rede que se estende em torno da prática das mulheres, implicando aspectos da cultura, da vida social e do convívio com a sociedade envolvente.
4

naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~ : Jogos autóctones ticunas na perspectiva dos povos indígenas da Região Amazônica Colombiana

Canon Buitrago, Edwin Alexander January 2015 (has links)
O jogo, como parte das manifestações da cultura corporal de movimento presente em qualquer sociedade, representa ideias e percepções estruturadas em decorrência das interações culturais estabelecidas ao longo do tempo. No caso das práticas corporais dos povos indígenas, essas interações culturais agregam um componente cosmológico que configura um tipo de manifestação pouco valorizada na sociedade contemporânea que pode ser caracterizada como autóctone. A partir dessa noção peculiar, a presente dissertação teve por objetivo compreender a especificidade dos jogos autóctones indígenas a partir dos significados atribuídos pelos povos de San Juan de Atacuari às manifestações corporais próprias do povo Ticuna, grupo étinco articulador naquela região, reconhecendo a existência dessa configuração relacionada ao jogo, ainda não abordada na literatura acadêmica específica da educação física. A pesquisa foi desenvolvida a partir de um delineamento descritivo com uma abordagem teórico-metodológica qualitativa realizada em três momentos: o primeiro, constituído por um mapeamento na produção do estado da arte entre o jogo desde o campo da educação física e a construção conceitual do autóctone desde a Antropologia; o segundo, uma descrição e localização do contexto no qual se desenvolve a pesquisa; e o terceiro, relacionado à trilha metodológica traçada para o desenvolvimento da investigação. A parte empírica do estudo foi desenvolvida na comunidade indígena de San Juan de Atacuari (Amazonas – Colômbia), entre os meses de fevereiro e abril de 2014, e contou com dezesseis colaboradores locais pertencentes aos povos Ticuna, Cocama e Yagua, escolhidos dentre aqueles que se encontravam posicionados por esta mesma comunidade no lugar de quem possuía certo tipo de conhecimento sobre a cultura local. A partir da análise de narrativas, captadas por meio da entrevista etnográfica, foi possível evidenciar a existência e a prática dos jogos autóctones indígenas naquela comunidade, bem como os múltiplos significados que este tipo de jogo representa para os diversos povos que habitam a região. Em conclusão, foi possível compreender que o jogo autóctone indígena, que na língua Ticuna é chamado de naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~, não se resume à manifestação corporal original ou genuína de um povo específico, criação pura e indissolúvel; e sim se caracteriza por uma forma de expressão corporal da cultura ameríndia que presentifica a dimensão cosmológica no ato de jogar, por meio da interação entre seres mitológicos e seres da natureza pertencentes aos planos/mundos vertical e horizontal. / Game, a cultural manifestation of body culture present in all societies, represents ideas and perceptions structured as a result of cultural interactions established over time. In the case of indigenous peoples’ body practices, these cultural interactions include a cosmological component that is undervalued in contemporary society and may be characterized as autochthonous. Considering this perspective, this dissertation aims at understanding the specificity of autochthonous indigenous games through the meanings ascribed by the peoples of San Juan de Atacuari to the Ticuna’s – the articulating tribe of the region – body manifestations, recognizing the existence of these attributed meanings related to game, as of yet undeveloped in academic literature specific to Physical Education. The research’s theoretical-methodological qualitative method included three parts: the first one was an outline of sport from the perspective of the field of Physical Education and the conceptual construction of the autochthonous from the Anthropology viewpoint; the second part describes and locates the context in which the research is developed; and the third one is related to the methodology used for the investigation. The empirical part of the study was developed in the indigenous community of San Juan de Atacuari (Amazonas, Brazil — Colombia), between the months of February and April of 2014. It involved sixteen local collaborators belonging to the Ticuna, Cocama and Yagua peoples – individuals chosen among those seen by that community as possessing a specialized type of knowledge about the local culture. The method used was the analysis of narratives captured through ethnographic interviews, from which it was possible to show the existence and the practice of autochthonous indigenous games in the community and the multiple meanings that this kind of game represents for the several peoples that inhabit the region. In conclusion, it was possible to understand that the autochthonous indigenous game – called naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~ in the Ticuna language – is more than an original or genuine body manifestation of a specific people or a pure and insoluble creation. Instead, it can be seen as a means of body expression from Amerindian culture that brings the cosmological dimension into the act of playing the sport by an interaction between mythological and natural beings belonging to the vertical and horizontal planes/worlds.
5

naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~ : Jogos autóctones ticunas na perspectiva dos povos indígenas da Região Amazônica Colombiana

Canon Buitrago, Edwin Alexander January 2015 (has links)
O jogo, como parte das manifestações da cultura corporal de movimento presente em qualquer sociedade, representa ideias e percepções estruturadas em decorrência das interações culturais estabelecidas ao longo do tempo. No caso das práticas corporais dos povos indígenas, essas interações culturais agregam um componente cosmológico que configura um tipo de manifestação pouco valorizada na sociedade contemporânea que pode ser caracterizada como autóctone. A partir dessa noção peculiar, a presente dissertação teve por objetivo compreender a especificidade dos jogos autóctones indígenas a partir dos significados atribuídos pelos povos de San Juan de Atacuari às manifestações corporais próprias do povo Ticuna, grupo étinco articulador naquela região, reconhecendo a existência dessa configuração relacionada ao jogo, ainda não abordada na literatura acadêmica específica da educação física. A pesquisa foi desenvolvida a partir de um delineamento descritivo com uma abordagem teórico-metodológica qualitativa realizada em três momentos: o primeiro, constituído por um mapeamento na produção do estado da arte entre o jogo desde o campo da educação física e a construção conceitual do autóctone desde a Antropologia; o segundo, uma descrição e localização do contexto no qual se desenvolve a pesquisa; e o terceiro, relacionado à trilha metodológica traçada para o desenvolvimento da investigação. A parte empírica do estudo foi desenvolvida na comunidade indígena de San Juan de Atacuari (Amazonas – Colômbia), entre os meses de fevereiro e abril de 2014, e contou com dezesseis colaboradores locais pertencentes aos povos Ticuna, Cocama e Yagua, escolhidos dentre aqueles que se encontravam posicionados por esta mesma comunidade no lugar de quem possuía certo tipo de conhecimento sobre a cultura local. A partir da análise de narrativas, captadas por meio da entrevista etnográfica, foi possível evidenciar a existência e a prática dos jogos autóctones indígenas naquela comunidade, bem como os múltiplos significados que este tipo de jogo representa para os diversos povos que habitam a região. Em conclusão, foi possível compreender que o jogo autóctone indígena, que na língua Ticuna é chamado de naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~, não se resume à manifestação corporal original ou genuína de um povo específico, criação pura e indissolúvel; e sim se caracteriza por uma forma de expressão corporal da cultura ameríndia que presentifica a dimensão cosmológica no ato de jogar, por meio da interação entre seres mitológicos e seres da natureza pertencentes aos planos/mundos vertical e horizontal. / Game, a cultural manifestation of body culture present in all societies, represents ideas and perceptions structured as a result of cultural interactions established over time. In the case of indigenous peoples’ body practices, these cultural interactions include a cosmological component that is undervalued in contemporary society and may be characterized as autochthonous. Considering this perspective, this dissertation aims at understanding the specificity of autochthonous indigenous games through the meanings ascribed by the peoples of San Juan de Atacuari to the Ticuna’s – the articulating tribe of the region – body manifestations, recognizing the existence of these attributed meanings related to game, as of yet undeveloped in academic literature specific to Physical Education. The research’s theoretical-methodological qualitative method included three parts: the first one was an outline of sport from the perspective of the field of Physical Education and the conceptual construction of the autochthonous from the Anthropology viewpoint; the second part describes and locates the context in which the research is developed; and the third one is related to the methodology used for the investigation. The empirical part of the study was developed in the indigenous community of San Juan de Atacuari (Amazonas, Brazil — Colombia), between the months of February and April of 2014. It involved sixteen local collaborators belonging to the Ticuna, Cocama and Yagua peoples – individuals chosen among those seen by that community as possessing a specialized type of knowledge about the local culture. The method used was the analysis of narratives captured through ethnographic interviews, from which it was possible to show the existence and the practice of autochthonous indigenous games in the community and the multiple meanings that this kind of game represents for the several peoples that inhabit the region. In conclusion, it was possible to understand that the autochthonous indigenous game – called naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~ in the Ticuna language – is more than an original or genuine body manifestation of a specific people or a pure and insoluble creation. Instead, it can be seen as a means of body expression from Amerindian culture that brings the cosmological dimension into the act of playing the sport by an interaction between mythological and natural beings belonging to the vertical and horizontal planes/worlds.
6

Da unicidade virtual a polifonia real: micropolíticas Ticuna no Alto Solimões - Am/Brasil

Almeida, Anderson Rocha de 05 August 2015 (has links)
Submitted by Sáboia Nágila (nagila.saboia01@gmail.com) on 2016-07-25T19:51:20Z No. of bitstreams: 1 Dissertação- Anderson Rocha.pdf: 924661 bytes, checksum: 601f9cb1ed99093e2ca765f0f60a0cc8 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2016-07-28T14:00:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação- Anderson Rocha.pdf: 924661 bytes, checksum: 601f9cb1ed99093e2ca765f0f60a0cc8 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2016-07-28T14:02:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação- Anderson Rocha.pdf: 924661 bytes, checksum: 601f9cb1ed99093e2ca765f0f60a0cc8 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-28T14:02:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação- Anderson Rocha.pdf: 924661 bytes, checksum: 601f9cb1ed99093e2ca765f0f60a0cc8 (MD5) Previous issue date: 2015-08-05 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / This dissertation is concerned with the Ticuna ethnopolitics configuration from the formation of internal political units in the indigenous social movement, understanding that the idea of political unity among the Ticuna people was never a reality in fact, even when they struggled for the lands demarcation. Actually, what really occurred during all the 1970-1980 decade, while the fight for the lands regularization was a virtual union expressed “by one voice” inside of an indigenous social movement that had consciousness that differences and internal conflicts should give rise to a common objective: the land demarcation. However, with the legal and physical demarcation of the six main Ticuna ethnic territory (Eware I and II, Lago Beruri, Porto Espiritual, Betânia and Vui-Uata-In and/or Nova Itália), the end of the 1990 decade and the early XXI century was followed by the creation of a multiplicy of Ticuna social organizations and political associations, guided to several fields of political action. In many cases, these same organizations and associations began to cash by competing for the same projects and government agreements. However, what is politically produced among Ticuna Indians is currently a set of micropolitics conduced by a multiplicity os Ticuna‟s organizations and associations. Given the disputes by projects and government agreements there was the necessity of institutionalization for the political mechanisms of action (organization and associations), this fact eventually launch the Ticuna leaders and chiefs straight to the field of legal activity, causing a serie of benefits, but on the other side- as in the case of CGTT organization during the health agreement with FUNASA- triggered an indebtedness process, which in many ways affected the prestige of several Ticuna leaders and chiefs that historically had been in the forefront of Ticuna indigenous movement. / A presente dissertação trata da configuração etnopolítica Ticuna a partir da formação das unidades políticas internas ao Movimento Indígena, entendendo que a idéia de unidade política entre os Ticuna nunca foi de fato uma realidade, até mesmo quando da luta pela demarcação dos seus principais territórios. O que efetivamente ocorreu durante anos entre as décadas de 1970-1980 foi uma virtual união que se expressava “por uma única voz” no interior de um Movimento Indígena que tinha consciência de que as diferenças e conflitos internos deviam dar lugar a luta em torno de um objetivo comum: a demarcação da terra. No entanto, com a demarcação física e jurídica dos seis principais territórios étnicos Ticuna (Eware I e II, Lago Beruri, Porto Espiritual, Betânia e Vui-Uata-In e/ou Nova Itália) no ano de 1993, o final da década de 1990 e princípio do século XXI foram seguidos da criação de uma multiplicidade de organizações e associações políticas Ticuna- orientadas para os mais variados campos de ação política. Em muitos casos essas mesmas organizações e associações passaram a se chocar, pois concorriam/concorrem entre si projetos e convênios. Contudo, o que é produzido politicamente entre os índios Ticuna atualmente é justamente um conjunto de micropolíticas operadas por uma multiplicidade de organizações e associações Ticuna. Diante dessas disputas por projetos e convênios, esteve presente a necessidade de institucionalização dos mecanismos de ação política (organizações e associações), fato que acabou por lançar as lideranças e dirigentes Ticuna no campo do exercício jurídico de maneira direta, algo que acarretou uma série de benefícios, mas que por outro lado, como no caso do CGTT no convênio com a FUNASA, desencadeou um processo de inadimplência que em muitas de suas faces acabou por abalar o prestígio de muitas lideranças e dirigentes Ticuna que historicamente estiveram na linha de frente do Movimento Indígena Ticuna.
7

A Festa da Moça Nova: ritual de iniciação feminina dos índios Ticuna / The Moça Nova Festival: female initiation ritual of the Ticuna indigenous people

Edson Tosta Matarezio Filho 08 May 2015 (has links)
Esta tese tem como foco principal a descrição e análise do ritual de iniciação pelo qual passam as moças ticuna, a chamada Festa da Moça Nova. Os Ticuna são um povo de língua isolada, habitantes, em sua maior parte, do Alto Rio Solimões (AM), distribuídos entre Brasil, Peru e Colômbia. Por ocasião da menarca, as meninas são colocadas em reclusão e é organizado o ritual. Para compreendermos esta Festa, que marca a saída das moças da reclusão, exponho suas relações com outras dimensões da vida ticuna: organização social e parentesco, mitologia, cosmologia, corpo e xamanismo. A etnografia e a análise se concentram principalmente nas canções, instrumentos musicais e narrativas míticas relacionados à Festa e seu processo ritual / This thesis mainly focuses on the description and analysis of the Moça Nova Festival, the initiation ritual through which Ticuna young women go through. The Ticuna people speak an isolated language and inhabit, for the most part, the Upper Solimões River (Amazonas, Brazil), spread across Brazil, Peru and Colombia. At the time of the menarche, girls are secluded and the ritual is organized. In order to understand this festival, which marks the moment when girls leave seclusion, I present how it relates to other dimensions of Ticuna life: social organization and kinship, mythology, cosmology, body and shamanism. Both the ethnography and the analysis concentrate primarily on the songs, musical instruments and mythic narratives related to the festival and its ritual process.
8

naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~ : Jogos autóctones ticunas na perspectiva dos povos indígenas da Região Amazônica Colombiana

Canon Buitrago, Edwin Alexander January 2015 (has links)
O jogo, como parte das manifestações da cultura corporal de movimento presente em qualquer sociedade, representa ideias e percepções estruturadas em decorrência das interações culturais estabelecidas ao longo do tempo. No caso das práticas corporais dos povos indígenas, essas interações culturais agregam um componente cosmológico que configura um tipo de manifestação pouco valorizada na sociedade contemporânea que pode ser caracterizada como autóctone. A partir dessa noção peculiar, a presente dissertação teve por objetivo compreender a especificidade dos jogos autóctones indígenas a partir dos significados atribuídos pelos povos de San Juan de Atacuari às manifestações corporais próprias do povo Ticuna, grupo étinco articulador naquela região, reconhecendo a existência dessa configuração relacionada ao jogo, ainda não abordada na literatura acadêmica específica da educação física. A pesquisa foi desenvolvida a partir de um delineamento descritivo com uma abordagem teórico-metodológica qualitativa realizada em três momentos: o primeiro, constituído por um mapeamento na produção do estado da arte entre o jogo desde o campo da educação física e a construção conceitual do autóctone desde a Antropologia; o segundo, uma descrição e localização do contexto no qual se desenvolve a pesquisa; e o terceiro, relacionado à trilha metodológica traçada para o desenvolvimento da investigação. A parte empírica do estudo foi desenvolvida na comunidade indígena de San Juan de Atacuari (Amazonas – Colômbia), entre os meses de fevereiro e abril de 2014, e contou com dezesseis colaboradores locais pertencentes aos povos Ticuna, Cocama e Yagua, escolhidos dentre aqueles que se encontravam posicionados por esta mesma comunidade no lugar de quem possuía certo tipo de conhecimento sobre a cultura local. A partir da análise de narrativas, captadas por meio da entrevista etnográfica, foi possível evidenciar a existência e a prática dos jogos autóctones indígenas naquela comunidade, bem como os múltiplos significados que este tipo de jogo representa para os diversos povos que habitam a região. Em conclusão, foi possível compreender que o jogo autóctone indígena, que na língua Ticuna é chamado de naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~, não se resume à manifestação corporal original ou genuína de um povo específico, criação pura e indissolúvel; e sim se caracteriza por uma forma de expressão corporal da cultura ameríndia que presentifica a dimensão cosmológica no ato de jogar, por meio da interação entre seres mitológicos e seres da natureza pertencentes aos planos/mundos vertical e horizontal. / Game, a cultural manifestation of body culture present in all societies, represents ideas and perceptions structured as a result of cultural interactions established over time. In the case of indigenous peoples’ body practices, these cultural interactions include a cosmological component that is undervalued in contemporary society and may be characterized as autochthonous. Considering this perspective, this dissertation aims at understanding the specificity of autochthonous indigenous games through the meanings ascribed by the peoples of San Juan de Atacuari to the Ticuna’s – the articulating tribe of the region – body manifestations, recognizing the existence of these attributed meanings related to game, as of yet undeveloped in academic literature specific to Physical Education. The research’s theoretical-methodological qualitative method included three parts: the first one was an outline of sport from the perspective of the field of Physical Education and the conceptual construction of the autochthonous from the Anthropology viewpoint; the second part describes and locates the context in which the research is developed; and the third one is related to the methodology used for the investigation. The empirical part of the study was developed in the indigenous community of San Juan de Atacuari (Amazonas, Brazil — Colombia), between the months of February and April of 2014. It involved sixteen local collaborators belonging to the Ticuna, Cocama and Yagua peoples – individuals chosen among those seen by that community as possessing a specialized type of knowledge about the local culture. The method used was the analysis of narratives captured through ethnographic interviews, from which it was possible to show the existence and the practice of autochthonous indigenous games in the community and the multiple meanings that this kind of game represents for the several peoples that inhabit the region. In conclusion, it was possible to understand that the autochthonous indigenous game – called naĩ´ãwee~ i nucuma´ü~ in the Ticuna language – is more than an original or genuine body manifestation of a specific people or a pure and insoluble creation. Instead, it can be seen as a means of body expression from Amerindian culture that brings the cosmological dimension into the act of playing the sport by an interaction between mythological and natural beings belonging to the vertical and horizontal planes/worlds.
9

Programa bolsa família: uma etnografia a partir da perspectiva das mulheres indigenas Ticuna

Moreira, Érica Fabricia Melo 17 August 2017 (has links)
Submitted by JOSIANE SANTOS DE OLIVEIRA (josianeso) on 2017-11-14T13:00:29Z No. of bitstreams: 1 Érica Fabricia Melo Moreira_.pdf: 685138 bytes, checksum: a99046829296ccfc9d1670991c78de34 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-11-14T13:00:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Érica Fabricia Melo Moreira_.pdf: 685138 bytes, checksum: a99046829296ccfc9d1670991c78de34 (MD5) Previous issue date: 2017-08-17 / Nenhuma / A presente dissertação propõe-se a analisar a experiência das mulheres Ticuna em território indígena que recebem o benefício do Programa Bolsa Família, considerando os efeitos desta política nas suas vidas e das suas famílias e comunidade. Busca compreender as transformações na vida cotidiana das famílias a partir da inserção numa rede de políticas públicas orientada para populações pobres em situação de vulnerabilidade social e; por fim, indagar nos efeitos dessa política nas relações de gênero e empoderamento das mulheres Ticuna. Nesse sentido, abordam-se questões de gênero, empoderamento, autonomia e feminismo comunitário (PAREDES, 2010). Tratou-se de um estudo etnográfico realizado na comunidade de Nova Itália no território indígena Vui-Uata-In, localizado no município de Amaturá-AM. A etnografia foi realizada nos anos de 2015 e 2016 na referida comunidade onde mostro a perspectiva das mulheres que recebem o benefício do Bolsa Familia, e se destacam principalmente a administração do dinheiro, a autonomia e o empoderamento potencializado pelo Programa. / The present dissertation proposes to analyze the experience of the Ticuna women in indigenous territory who receive the benefit of the Bolsa Família Program, considering the effects of this policy on their lives and their families and community It also seeks to understand the changes in the daily lives of families through the insertion in a network of public policies oriented to poor populations in situations of social vulnerability and; Finally, to inquire into the effects of this policy on gender relations and empowerment of Ticuna women. In this sense, issues of gender, empowerment, autonomy and community feminism are addressed (PAREDES, 2010).It was an ethnographic study carried out in the community of Nova Itália in the Vui-Uata-In indigenous territory, located in the municipality of Amaturá-AM. The ethnography was carried out in the years of 2015 and 2016 in this community where I show the perspective of the women who receive the benefit of Bolsa Familia, where the main focus is the administration of money, autonomy and the empowerment generated by the Program.
10

A Festa da Moça Nova: ritual de iniciação feminina dos índios Ticuna / The Moça Nova Festival: female initiation ritual of the Ticuna indigenous people

Matarezio Filho, Edson Tosta 08 May 2015 (has links)
Esta tese tem como foco principal a descrição e análise do ritual de iniciação pelo qual passam as moças ticuna, a chamada Festa da Moça Nova. Os Ticuna são um povo de língua isolada, habitantes, em sua maior parte, do Alto Rio Solimões (AM), distribuídos entre Brasil, Peru e Colômbia. Por ocasião da menarca, as meninas são colocadas em reclusão e é organizado o ritual. Para compreendermos esta Festa, que marca a saída das moças da reclusão, exponho suas relações com outras dimensões da vida ticuna: organização social e parentesco, mitologia, cosmologia, corpo e xamanismo. A etnografia e a análise se concentram principalmente nas canções, instrumentos musicais e narrativas míticas relacionados à Festa e seu processo ritual / This thesis mainly focuses on the description and analysis of the Moça Nova Festival, the initiation ritual through which Ticuna young women go through. The Ticuna people speak an isolated language and inhabit, for the most part, the Upper Solimões River (Amazonas, Brazil), spread across Brazil, Peru and Colombia. At the time of the menarche, girls are secluded and the ritual is organized. In order to understand this festival, which marks the moment when girls leave seclusion, I present how it relates to other dimensions of Ticuna life: social organization and kinship, mythology, cosmology, body and shamanism. Both the ethnography and the analysis concentrate primarily on the songs, musical instruments and mythic narratives related to the festival and its ritual process.

Page generated in 0.0813 seconds