• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3044
  • 48
  • 33
  • 28
  • 28
  • 20
  • 19
  • 14
  • 13
  • 13
  • 12
  • 10
  • 8
  • 6
  • 1
  • Tagged with
  • 3160
  • 1799
  • 544
  • 518
  • 453
  • 343
  • 285
  • 269
  • 268
  • 252
  • 212
  • 182
  • 178
  • 177
  • 164
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Contribuição ao estudo de um esquema poliquimioterapico : efeitos sobre linfocitos de sangue periferico, provenientes de pacientes com carcinoma de mama

Böttcher-Luiz, Fátima, 1957- 17 July 2018 (has links)
Orientador: Regina de Castro Bicudo Pisani / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-17T03:09:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bottcher-Luiz_Fatima_M.pdf: 2833589 bytes, checksum: bb679a5a7a02e43a0b449c341f6b8a06 (MD5) Previous issue date: 1989 / Resumo: O presente estudo teve como objetivo principal avaliar o potencial tóxico das drogas que compõem o esquema CMF (Ciclofosfamida, metotrexato e 5-fluoruracila), sobre os linfócitos de sangue periférico, provenientes de pacientes com carcinoma de mama em estadio clínico II ou III, mastectomizadas, e que se utilizaram desse esquema como tratamento adjuvante pós-cirúrgico. Para tanto, foram realizadas coletas de sangue periférico de 13 pacientes, em quatro ocasiões pré-estabelecidas: antes do 1º ciclo de quimioterápicos, 30 minutos após a aplicação do mesmo, antes da aplicação do 4º ciclo e uma coleta final feita 6 a 9 meses após o término do tratamento protocolado. O grupo controle foi constituído de 29 indivíduos sadios, com Idade entre 20 e 45 anos, e que não se utilizaram de qualquer medicação nos últimos três meses anteriores à coleta do sangue periférico. Após a cultura dos leucócitos por 72 horas, o material foi preparado segundo as técnicas convencionais de citogenética, para a avaliação do índice mitótico (IM) e estudo cromossômico. Paralelamente, uma duplicata de cada cultura foi utilizada para a realização dos esfregaços e posterior avaliação da transformação blástica (TB). Os resultados obtidos possibilitaram o estabelecimento de valores médios percentuais para o grupo controle, de 66% para a TB, 15% para o IM, 1% para as aberrações numéricas e 4% para as aberrações estruturais. Nesse grupo, a presença do plasma autólogo revelou-se importante na expressão das variáveis TB e IM, cujos percentuais estiveram sempre aumentados, quando comparados aos cuItivos realizados na ausência do mesmo. As pacientes apresentaram, antes de iniciarem o tratamento, percentuais de TB não diferidos estatisticamente do controle, enquanto que os de IM estavam em média, inferiorizados em relação a este. Nesse grupo (antes do 1º ciclo) verificou-se a existência de dois comportamentos distintos, no que se refere à atuação do plasma autólogo: um com resposta blastogênica semelhante ao controle e outro com resposta aumentada nas culturas onde o plasma autólogo estava ausente. Esses dados sugerem a existência de algum fator inibidor da resposta, presente no plasma dessas pacientes. Logo após a aplicação do primeiro ciclo, os percentuais de TB permaneceram inalterados, mas os valores de IM mostraram-se sensivelmente diminuídos nas pacientes que receberam CMF. Com o prosseguimento do tratamento, os valores alterados retomaram os níveis iniciais, prévios ao tratamento. Com relação às alterações cromossômicas numéricas, o grupo de pacientes revelou um percentual médio aumentando (6%), em relação aos controles, mesmo antes de iniciarem o tratamento, sugerindo o caráter constitucional destas. As alterações observadas nas amostras subseqüentes não diferiram estatisticamente dos valores obtidos na amostra inicial, sugerindo ainda que o esquema CMF, não deve afetar significativamente este tipo de aberração. Com relação às aberrações estruturais observadas, o grupo de pacientes não se mostrou diferido do controle. As aberrações estruturais manifestaram-se estatisticamente alteradas logo após a aplicação do primeiro ciclo, mas retornaram aos padrões iniciais na amostras correspondentes à coleta final. De acordo com os resultados obtidos, parece que o esquema CMF não induz a formação de clones anômalos estáveis, detectáveis pela metodologia empregada neste trabalho / Mestrado / Genetica Medica / Mestre em Biologia
12

Caracterização das AgNORs no hepatocarcinoma : analise morfologica e quantitativa e comparação com a graduação de Edmondson-Steiner

Valença Junior, Jose Telmo 15 October 2001 (has links)
Orientadores : Cecilia Amelia Fazzio Escanhoela, Konradin Metze / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-29T01:39:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ValencaJunior_JoseTelmo_D.pdf: 28370748 bytes, checksum: 97a3a43d4fde9649cb1decb45f7661e9 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar o prognóstico e o valor diagnóstico dos parâmetros AgNOR e do PCNA em biópsias hepáticas de 34 casos de pacientes portadores de carcinoma hepatocelular,através da análise de imagem assistida por computador. O númerode AgNOR por núcleo e a percentagem da área AgNOR por área nuclear, mas não o índice PCNA (PCNA-i), mostram correlação significativa com a graduação histológica de Edmondson-Steiner(1954) e com a modificada por Nzeako et al (1995). A graduação de Edmondson-Steiner clássica (1954) foi o único fator com valor prognóstico em análise multivariada. Os parâmetros sexo, idade, diâmetro tumoral máximo, média de AgNORs, área AgNOR total e sua relação com a área nuclear, área nuclear, PCNA-i e a graduação histológica modificada de Edmondson-Steiner não apresentaram importância prognóstica na sobrevida dos pacientes. Através da análise fatorial, dois fatores puderam ser criados, podendo explicar, juntos, 72% da variância de todos os nove parâmetros incluídos neste estudo. Na análise discriminante linear, os parâmetros AgNOR puderam separar células hepáticas normais e células de tumores de baixo e alto graus em 83,7% dos casos. Portanto, a técnica de coloração para as NORs pode ser aplicada em biópsias hepáticas para o diagnóstico diferenciale a graduação histológica do CHC / Abstract: The aim of this study was to evaluate the prognostic and diagnostic value of AgNOR and PCNA staining in biopsies of 34 liver cell carcinomas using an image analyzing system. The AgNOR number per nucleus and the relative AgNOR area, but not the PCNA index, showed a significant correlation with the histological tumor grade according to the classical and the modifiedEdmondson-Steiner's classification. Regarding univariate survival, only the grade of the classical Edmondson-Steiner's classification was of prognostic significance. The parameters sex, age, maximum tumor diameter, mean AgNOR number, total nuclear area and relative AgNOR area, nuclear area, PCNA index or the grade of the modified Edmondson-Steiner's classificationdid not reach statistical significanceregarding survival. By a factor analysis, two factors could be created, which could expIain together 72% of the variance of ali nine parameters included in the study. In a linear discriminate analysis, the AgNOR variabIes could separate between normalliver cells and cells ITomhigh grade or Iow grade carcinomas in 83,7% ofthe cases. Therefore, we think that the AgNOR technique can be usefully applied in biopsies of liver carcinomas for the differentialdiagnosis and tumor grading / Doutorado / Anatomia Patologica / Doutor em Ciências Médicas
13

Neoplasia intra-epitelial prostatica (NIP) : estudo em ressecções transuretrais, prostatectomias abertas, biopsias transretais e prostatectomias radicais

Crisp, Vera Regina Niero Battaglia 12 May 2001 (has links)
Orientador : Athanase Billis / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-31T16:20:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Crisp_VeraReginaNieroBattaglia_M.pdf: 12153772 bytes, checksum: aac204e4235627aad889a7c0f595525e (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: o presente trabalho é um estudo retrospectivo baseado em 1534 biópsias ou peças cirúrgicas provenientes de 1362 pacientes que se consultaram no Hospital das Clinicasda FCM-Unicamp, entre 1985 a 1996. o material era processado no Departamento de Anatomia Patológica pelo método tradicional, emblocado em parafina e, as laminas coradas pela hematoxilina-eosina (HE). Estabeleceu-se a freqüência de NIP em ressecções transuretrais da próstata, prostatectomias abertas, biópsias de agulha e prostatectomias radicais bem como a distribuição por faixa etária e cor dos pacientes. Os pacientes foram considerados amarelos, brancos e não brancos. Estes últimos englobavam pardos e negros. Fez-se um estudo comparativo com carcinoma clinico ou histologicamente detectávél tentando-se contribuir para o significado biológico da NIP e da conduta frente a este diagnóstico. NIP isolada foi encontrada em 40/769 (5,20%) dos espécimes de biópsia por, agulha e em 9/769 (1,17%) das biópsias por agulha com carcinoma associado. Em espéçimes de RTU a freqüência de NIP associada a adenocarcinoma foi de 5/630 (0,79<'/ó), e isoladamente foi de 29/630 (4,60%). Em prostatectomia aberta foi de 12/100 (12%) e associada a adenocarcinoma de 1/100 (1%). Em prostatectomias radicais obtivemos associação de NIP e adenocarcinoma em 11 delas, ou seja, 31,42%, sendo que 23/35(62,87%) prostatectomias radicais restantes apresentavam exclusivamente adenocarcinoma e 1/35(2,85%) apenas NIP isolada, sem qualquer outra associação. Para adenocarcinoma a década predominante foi dos 70-79 anos (37,60%) em brancos (75,80%). Para NIP houve um predomínio dos 60-69 anos (45,63%) em brancos (79,61%). Vimos ainda que a NIP aumentou sua incidênciacom a idade do paciente, como também observado por outros autores; e a mesma, precedeu ainda o carcinoma aproximadamente em uma década. Os resultados do trabalho apóiam ser a NIP lesão que precede o adenocarcinoma apoiando a conduta de acompanhar clinicamente os pacientes com NIP e, nos casos em que este diagnóstico foi obtido por BTR o paciente deverá submeter-se à biópsia repetida e sistemática, pois sua identificação fala a favor da existência de carcinoma concomitante / Abstract: This present work is a retrospective study based on 1,534 biopsies or surgical parts taken from 1,362 patients, who were treated at the Clínical Hospital of Scholl of Clínical Medicine of the Campinas State University (HCFCM-Unicamp) from 1985 to 1996. The materiaIswere processed by the Department of PathologicalAnatomy, using the traditional method ofparaffin caking and blades were tinted by hematoxiline-eosina(HE). The frequency ofPIN was established in transurethral resections ofthe prostate, transvesical prostatic enucleations, needle biopsies and radical prostatectomies, as well as the distribution by age groups and races of the patients. Patients were classi:tiedas being of the yellow,white and non-white groups. This 1astgroup included mulattos and blacks. A comparative study with clínical or histologica11ydetectable carcinoma was conducted, attempting to contribute to the biological significance of PIN and the conduct when faced with this diagnosis. Isolated PIN was found in 40/769 (5.20%) of the needle biopsy specimens and associated with carcinoma in 9/769 (1.17%) OfCBs. In TURP specimens,the frequency of PIN associated with adenocarcinoma was 5/630 (0.79%) and, in the isolated form, it was 29/630 (4.60%). In transvesical prostatic enucleations (TV) it was 12/100 (12%) and 1/100 (1%) when associated with adenocarcinoma. In radical prostatectomies, 11 or 31.42% showed an association between PIN and adenocarcinoma, while 23/35 (65.71%) of the remaining RPs showed only adenocarcinoma and only 1/35 (2.85%) showed isolated PIN, with no other association. The predominant decade for adenocarcinoma was 70-79 years ofage (37.600i<», 75.80%for whites.PIN was predominantin the 60-69year age group(45.63%),79.61%in whites. Furthermore, we observed that the incidence of PIN increased with patient age, as was observed by other authors; and it preceded carcinoma by almost a decade. The study results support that the PIN lesions, which precedes adenocarcinoma, should be clínica11yaccompanied in patients with PIN and, in the cases where this diagnosis was obtained by needle biopsy (CB), the patient should undergo repeated and systematic biopsy, since its identification speaks of the existence of concomitant carcmoma / Mestrado / Anatomia Patologica / Mestre em Ciências Médicas
14

Expressão do p53, receptores de estrogeno e progesterona em material de curetagem diagnostica para adenocarcinoma endometrial e sua correlação com os dados morfologicos e o estadio da doença, em histerectomias

Bonfitto, Vera Lucia Leite 07 October 2002 (has links)
Orientador: Liliana A. L. de Angelo Andrade / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-02T08:01:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bonfitto_VeraLuciaLeite_M.pdf: 7438511 bytes, checksum: f78b53f68598dd73a1e394cf9ba927ae (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Introdução: O estádio do diagnóstico é importante fator prognóstico no adenocarcinoma do endométrio. Além do tipo histológico e do grau de diferenciação da neoplasia, alguns marcadores parecem estar associados ao estádio e ao comportamento biológico da doença, entre eles, o p53 e os receptores de estrógeno (RE) e de progesterona (RP). O objetivo do presente trabalho foi comparar a expressão do p53, RE e RP no material de curetagem diagnóstica para adenocarcinoma do endométrio, relacionando-a com o tipo histológico, grau de diferenciação e estádio final da doença na peça de histerectomia. Métodos: 51 curetagens de adenocarcinoma foram estudadas através da reação imunoistoquímica com o método da avidina-biotina-peroxidase e os resultados obtidos foram comparados aos dados de histerectomia e estádio final da doença. Resultados: - quanto ao tipo histológico: dos 51 casos, 44 (86%) eram do tipo endometrióide (AE) e 7 (14%) não-endometrióide (ANE). A expressão do p53 foi observada em 16% do AE e em 71% dos ANE (p<0,05). Embora a expressão dos RE fosse mais evidente nos AE (54%) do que nos ANE (29%), isto não foi estatisticamente significativo. A expressão do RP foi significativamente maior nos AE (70% X 14%, p<0,05). - quanto ao grau histológico: os AE grau I expressaram RE e RP melhor do que os de grau II e III enquanto que a expressão do p53 foi demonstrada principalmente nos tumores de graus II e ill. - estádio da doença na peça de histerectomia: as expressões do p53 e do RE na curetagem não foram relacionadas com o estádio da doença. Já a expressão do RP foi significantemente menor nos estádios avançados. Conclusão: A expressão do p53 é observada na maioria dos ANE e nos AE de alto grau, não estando relacionada com o estádio da doença. Os RE e RP são encontrados principalmente nos carcinomas endometrióides G I, porém apenas a faha de expressão do RP esteve associada significantemente ao estádio avançado da doença (E III) / Abstract: Introduction: The diagnostic stage is an important prognostic factor of endometrium adenocarcinoma. Apart from the histological type and the histological grade, some markers seem to be associated to the stage and biological behavior of the disease, among them are p53, and estrogen (ER) and progesterone receptors (PR). The objective of the present study was to compare p53, ER and PR expressions in the diagnostic curettage samples for endometrium adenocarcinoma, relating then to the histological type, the histological grade and the final stage of the disease in the hysterectomy specimen. Methods: Fifty one samples were studied through immunohistochemical reaction with the avidin-biotin-peroxidase method and the results were compared to the hysterectomy data and to the final stage of the disease. Results: - according to tbe histological type: out of 51 cases, 44 (86%) were endometrioid type (EC) and 7 (14%) non-endometrioid (NEC). The p53 expression was observed in 16% of the EC and in 71% of the NEC (p<0.05). Although ER expression was more evident in EC (54%) than in NEC (29%), this was not statistically significant. The PR expression was significantly higher in EC (70% X 14%, p<0.05). - according to tbe histological grade: EC grade 1 expressed better ER and PR than in grades II and III, while the p53 expression was mainly reported in grade II and III tumors. - disease stage in tbe hysterectomy: p53 and ER expressions in curettage were not related to the stage of the disease. The RP expression, however, was significantly smaller in the advanced stages. Conclusion: p53 expression is observed in the majority of NEC and EC of high grade, not being related to the disease stage. ER and PR are mainly found in endometrioid carcinomas G I, however only the lack of PR expression was significantly associated to the advanced stage ofthe disease (S ITI) / Mestrado / Anatomia Patologica / Mestre em Ciências Médicas
15

Desempenho da mamografia no diagnostico do cancer da mama em mulheres de 35 a 50 anos

Vicelli, Jose Tadeu 09 November 2018 (has links)
Orientadores: Luiz Carlos Zeferino, Maria Salete Costa Gurgel / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-11-09T15:56:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vicelli_JoseTadeu_M.pdf: 175733 bytes, checksum: 01ec914fac80171f3a9f8f658e94ee43 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho da mamografia em mulheres de 35 a 50 anos de idade, atendidas no Ambulatório do Programa de Controle de Câncer de Mama do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, que representa o segundo nível de saúde. Foi realizado um estudo descritivo, observacional, tipo validação de teste diagnóstico, usando como padrão-ouro o diagnóstico histopatológico ou os seguimentos clínico e mamográfico de pelo menos um ano, após os primeiros exames mamográfico e clínico negativos. O estudo avaliou 1.083 prontuários para o diagnóstico do câncer da mama, de mulheres atendidas no ambulatório de janeiro de 1994 a dezembro de 1997. Foram diagnosticados 191 casos de câncer mamário correspondendo a 18% dos casos estudados. Foram calculados valores de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo e acurácia da mamografia para a amostra total, cujos valores obtidos foram de 82%, 96%, 81%, 96% e 93%, respectivamente. Estes parâmetros foram avaliados também em correlação com algumas variáveis como: idade, antecedentes familiares para câncer da mama, exame clínico, sintomatologia e tamanho tumoral ao estadiamento clínico. Não se observou associação entre o desempenho da mamografia e a idade das mulheres quando analisadas por faixas etárias, assim como em relação aos antecedentes familiares para câncer da mama. A sensibilidade foi similar nos dois grupos, sintomáticas e assintomáticas. Por fim, observou-se excelente concordância diagnóstica entre o exame clínico e a mamografia, sendo esta superior quanto maior o tamanho do tumor. Concluiu-se que a mamografia apresentou bom desempenho para diagnóstico do câncer da mama na maioria dos grupos estudados, sendo um bom método propedêutico no segundo nível de referência de um programa de controle de câncer da mama em mulheres com idade entre 35 a 50 anos / Abstract: This study aimed to evaluate the accuracy of mammography in women from 35 to 50 years of age, assisted at the out-patient clinic for the Breast Cancer Control Program of Clinic of Women's Hospital (CAISM) of the State University of Campinas (UNICAMP). For this purpose, a descriptive, observational and diagnostic test validation study was performed. Histopathological diagnosis or clinical and mammographic follow-up after at least one year from the first negative clinical and mammographic examinations were used as the gold standard reference. This study evaluated 1,083 records of women assisted at the out-patient clinic from January 1994 to December 1997 where 192 cancers were diagnosed (18%).Values of sensitivity, pecificity, positive predictive value, negative predictive value, and the accuracy of the mammography were calculated, as well as their correlation with some variables like: age, family history of breast cancer, clinical examination, symptomatology and tumor size prior to surgery. The values obtained were 82%, 96%, 81%, 6% and 93% respectively. No association was observed between the accuracy of the mammography and the age of the women, when analyzed by age 7. UMMARY 75 stratification, likewise, the same was observed in relation to family history of breast cancer. Sensitivity was similar in both groups, symptomatic and assymtomatic women. Excellent diagnostic accuracy between the clinical examination and mamography was observed, increasing as the size of tumour also increased. To conclude for the majority of the study groups, mammography presented excellent perfomance for the diagnosis of breast cancer, and for women between the ages of 35 and 50, it is a good method for testing at a secundary level for a breast cancer control program / Mestrado / Tocoginecologia / Mestre em Tocoginecologia
16

Fatores prognosticos associados a radioterapia em pacientes com carcinoma epidermoide do colo uterino estadio IIIB

Teixeira, Júlio César, 1965- 21 July 2018 (has links)
Orientador: Luiz Carlos Teixeira / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-21T16:07:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Teixeira_JulioCesar_M.pdf: 1417379 bytes, checksum: a59dc50f262c662e61574a1d805d79cc (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: O objetivo deste estudo clínico retrospectivo foi avaliar certas características da paciente, da doença e da radioterapia como fatores associados à resposta terapêutica, ocorrência de recidiva e sobrevida em 100 pacientes portadoras de carcinoma epidermóide do colo uterino estádio IlIb, atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher entre janeiro de 1985 e outubro de 1990. Para avaliar a associação entre a idade, o grau histológico do tumor, a extensão parametrial da doença, o tipo e a dose da radioterapia realizada com a resposta clínica, a ocorrência de recidiva tumoral e sobrevida foram realizadas análises univariadas e múltiplas. A resposta terapêutica insatisfatória esteve significativamente associada com a idade menor que 50 anos, com a não realização de braquiterapia e com uma dose total de radiação até 7.040 cGy. Não se observou associação entre os fatores estudados e a acorrência de recidiva no campo irradiado. A sobrevida total em cinco anos foi de 29% confirmando o prognóstico ruim para estes casos. A realização da braquiterapia, a dose total de radiação maior que 7.040 cGy e a idade de 50 anos ou mais também se associaram a um maior tempo de sobrevida. A resposta ao tratamento inicial definiu o prognóstico / Abstract: The main purpose of the present restrospective clinical study was to evaluate some characteristics of the patient, of the disease and of the radiotherapy as factors associeted to the therapeutic response, to relapse and to survival in 100 patients with epydermoid carcinoma of the uterine cervix, stage IIIb, who were cared at the Center for Integral Assistance to Women's Health, from January 1985 to October 1990. In order to evaluate the association between age, tumor histologic grade, disease parametrial extension, type and dose of radiotherapy delivered with the clinical response, tumor relapse and survival both univariate and multiple analysis were performed. Insatisfactory therapeutic response was significantly associated to age under 50 years, brachitherapy performed and total radiation dose of 7.040 cGy or less. No association between studied factors and relapse within the irradiated area were observed. The overall survival rate at five years was 29% confirming poor prognosis for these cases. The brachitherapy performed, the total radiation dose higher than 7.040 cGy and age of 50 or more years old were also associated to a longer survival time. The response to the primary treatment defined the prognosis / Mestrado / Tocoginecologia / Mestre em Medicina
17

Avaliação de quimiocinas séricas em mulheres com câncer epitelial de ovário /

Falcão Júnior, João Oscar de Almeida. January 2008 (has links)
Resumo: O sistema imune, por meio da coordenação do funcionamento de várias células e proteínas, além de proteger contra infecções, atua na resposta do organismo contra células neoplásicas. As quimiocinas associam-se à modulação da resposta imune e apresentam importante papel na mediação do tráfego celular. O objetivo deste estudo é avaliar as quimiocinas, CCL2/MCP-1, CCL3/ MIP-1α, CCL4/MIP-1β, CCL5/RANTES e CXCL 8/IL-8 em mulheres com câncer epitelial de ovário (CEO). Métodos: Foram estudadas prospectivamente 16 pacientes com CEO e 18 pacientes sadias sem evidências de neoplasias malignas (grupo controle). As pacientes com CEO foram submetidas à laparotomia para citoredução. As dosagens das quimiocinas foram realizadas por meio da técnica de ensaio citofluorométrico com microesferas fluorescentes - Cytometric bead array (CBA) Foram utilizados os teste de Mann-Whitney e Kendall's tau quando apropriados, sendo o valor de p<0,05 considerado significativo. Resultados: A idade das pacientes variou de 23 a 89 anos (58,7 + 2,3 anos). O estadiamento do tumor (FIGO) foi I em 4 casos (25%), III em 5 casos (31,3%) e estádio IV em 7 casos (43,8%). As dosagens séricas de CCL2/MCP-1 e CCL4/MIP-1β foram menores nas pacientes com CEO em comparação com o grupo controle (p=0,021 e p=0,031; respectivamente). Não houve diferença entre os grupos nos níveis de CCL3/ MIP-1α, CCL5/RANTES e CXCL 8/IL-8. O estadiamento tumoral não se associou com os níveis séricos das quimiocinas. A dosagem sérica de CA-125 não apresentou correlação com as quimiocinas estudadas. A resposta imune pode estar associada ao estabelecimento/manutenção do CEO e o estudo das quimiocinas pode ser um mecanismo para esta avaliação. / Abstract: The dynamics of the host immune system enables defense against pathogenic agents and neoplasic cells through a wide range of mechanisms. Because chemokines are responsible for modulating the immune response in leukocyte migration processes to epithelial ovarian cancer (EOC)- affected tissues, we aimed to investigate CCL2/MCP-1, CCL3/ MIP-1 , CCL4/MIP-1 , CCL5/RANTES and CXCL 8/IL-8 in women with EOC. Methods: Sixteen patients diagnosed with EOC and 18 healthy women with no evidence of malign neoplasia (control group) aged from 23 to 89 years (mean SEM: 58.7+2.3 years) were included. The EOC patients underwent laparotomy and debulking surgery. Chemokines dosage assays were made using Cytometric bead array (CBA). Statistical analysis was performed using Mann-Whitney and Kendall's tau, and p<0.05 was regarded as significant. Results: The tumor staging (FIGO) was classified into: I in 4 cases (25%), III in 5 cases (31.3%) and stage IV in 7 cases (43.8%). Sera chemokine dosage of CCL2/MCP-1 and CCL4/MIP-1 were lower in EOC patients compared to the control group (p=0,021 and p=0,031; respectively). No significant difference was observed in the levels of CCL3/ MIP-1 , CCL5/RANTES and CXCL 8/IL-8 between groups. No association between the chemokines analyzed and the epithelial ovarian cancer staging was found, and CA125 was not correlated with chemokine dosage. Conclusion: The establishment of epithelial ovarian cancer may be correlated with the host immune response dynamics, and the study of chemokines could be regarded as a valid diagnostic tool for evaluating the extent of the disease. / Orientador: Paulo Traiman / Coorientador: Agnaldo Lopes da Silva Filho / Coorientador: Andréa Teixeira de Carvalho / Banca: Sergio Augusto Triginelli / Banca: Jorge Nahas / Mestre
18

Efeitos genotóxicos e mutagênicos dos agentes antineoplásicos cisplatina e gencitabina em células de carcinoma de bexiga

Camargo, Elaine Aparecida de [UNESP] 10 September 2010 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:26:03Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-09-10Bitstream added on 2014-06-13T19:33:14Z : No. of bitstreams: 1 camargo_ea_me_botib.pdf: 419010 bytes, checksum: feb20f496344e397ed7f9b3f61cf7d5c (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Os agentes químicos utilizados para o tratamento do câncer ativam vias de sinalização que levam ao bloqueio ou retardo no ciclo celular, ativação ou desativação de mecanismos de reparo do DNA e apoptose. Em relação ao câncer de bexiga, a combinação de cisplatina/gencitabina é considerada como protocolo quimioterápico padrão. Entretanto, o mecanismo exato de ação dessas drogas ainda não foi completamente elucidado, principalmente no que diz respeito à relação com o status do gene TP53, uma das principais alterações encontradas em células tumorais de bexiga. Considerando, portanto, a necessidade de terapias mais eficazes e com menos efeitos colaterais para o paciente, o entendimento das respostas celulares frente à exposição a agentes antineoplásicos pode trazer importantes informações sobre a sensibilidade celular em resposta aos tratamentos. Assim sendo, o presente estudo objetivou avaliar o potencial genotóxico e mutagênico dos antineoplásicos cisplatina e gencitabina em linhagens celulares de carcinoma de bexiga de diferentes graus histológicos e status do gene TP53. Para isso, foi realizado o teste do cometa em células RT4, de tumor de baixo grau e gene TP53 selvagem; em células 5637, de tumor de alto grau e gene TP53 mutado; e em células T24 de tumor de alto grau, com o gene TP53 também mutado, mas com diferente tipo de mutação. O efeito mutagênico dos agentes quimioterápicos foi avaliado pelo teste do micronúcleo nas linhagens celulares... / Not available
19

Efeitos genotóxicos e mutagênicos dos agentes antineoplásicos cisplatina e gencitabina em células de carcinoma de bexiga /

Camargo, Elaine Aparecida de. January 2010 (has links)
Resumo: Os agentes químicos utilizados para o tratamento do câncer ativam vias de sinalização que levam ao bloqueio ou retardo no ciclo celular, ativação ou desativação de mecanismos de reparo do DNA e apoptose. Em relação ao câncer de bexiga, a combinação de cisplatina/gencitabina é considerada como protocolo quimioterápico padrão. Entretanto, o mecanismo exato de ação dessas drogas ainda não foi completamente elucidado, principalmente no que diz respeito à relação com o status do gene TP53, uma das principais alterações encontradas em células tumorais de bexiga. Considerando, portanto, a necessidade de terapias mais eficazes e com menos efeitos colaterais para o paciente, o entendimento das respostas celulares frente à exposição a agentes antineoplásicos pode trazer importantes informações sobre a sensibilidade celular em resposta aos tratamentos. Assim sendo, o presente estudo objetivou avaliar o potencial genotóxico e mutagênico dos antineoplásicos cisplatina e gencitabina em linhagens celulares de carcinoma de bexiga de diferentes graus histológicos e status do gene TP53. Para isso, foi realizado o teste do cometa em células RT4, de tumor de baixo grau e gene TP53 selvagem; em células 5637, de tumor de alto grau e gene TP53 mutado; e em células T24 de tumor de alto grau, com o gene TP53 também mutado, mas com diferente tipo de mutação. O efeito mutagênico dos agentes quimioterápicos foi avaliado pelo teste do micronúcleo nas linhagens celulares... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Not available / Orientador: Daisy Maria Fávero Salvadori / Coorientador: Glenda Nicioli da Silva / Banca: Satie Takahashi / Banca: Luís Fernando Barbisan / Mestre
20

Aplicabilidade do sistema de Bethesda no diagnóstico das lesões escamosas orais e importância do papilomavírus na gênese dessas lesões

Vianna, Leonora Maciel de Souza 15 February 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008. / Submitted by Thaíza da Silva Santos (thaiza28@hotmail.com) on 2010-02-27T14:06:44Z No. of bitstreams: 1 Dissert_Leonora Maciel.pdf: 2358535 bytes, checksum: c780e93fed8baa9f9dfeafcc8a4ffe67 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-03-02T22:50:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissert_Leonora Maciel.pdf: 2358535 bytes, checksum: c780e93fed8baa9f9dfeafcc8a4ffe67 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-03-02T22:50:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissert_Leonora Maciel.pdf: 2358535 bytes, checksum: c780e93fed8baa9f9dfeafcc8a4ffe67 (MD5) Previous issue date: 2008-02-15 / A citologia esfoliativa é uma ferramenta diagnóstica importante, que pode ser de grande auxílio no diagnóstico das lesões neoplásicas, infecciosas e bolhosas que acometem a cavidade bucal. O sistema de Bethesda é um sistema de classificação que permite uma excelente interação entre o clínico e o patologista na análise dos esfregaços citopatológicos cérvicovaginais, decorrentes de lesões neoplásicas e virais causadas pelo papilomavírus. O objetivo desse trabalho foi o de utilizar o sistema de Bethesda na caracterização morfológica dos esfregaços citológicos de lesões escamosas que ocorrem na cavidade bucal avaliando a possibilidade de participação do papilomavírus na etiologia das mesmas. A amostra foi proveniente de 41 pacientes atendidos no Serviço de Estomatologia do HUB, que foram selecionados por apresentarem lesões clinicamente suspeitas de malignidade, lesões benignas de provável etiologia viral e por estarem em acompanhamento após tratamento de câncer oral. A biópsia cirúrgica com finalidade diagnóstica comparativa foi realizada em 28 pacientes. A reação em cadeia da polimerase (PCR) para pesquisar papilomavírus (HPV) foi feita em 26 pacientes. A análise comparativa entre o diagnóstico citológico utilizando os critérios de Bethesda e o histológico mostrou que houve concordância entre os mesmos. Quando foi feita a comparação entre os achados morfológicos resultantes do efeito citopático decorrente da ação viral nas células e o resultado da reação em cadeia da polimerase, não houve correlação entre os mesmos. A citologia esfoliativa foi considerada uma ferramenta útil no diagnóstico das lesões escamosas orais, porém a biópsia será sempre necessária para confirmar o diagnóstico em casos suspeitos de malignidade. As alterações citoarquiteturais causadas pelo papilomavírus nas células escamosas da cavidade bucal não são exuberantes o suficiente para permitir o diagnóstico etiológico, sendo necessária a reação em cadeia da polimerase para detectar a presença do vírus nas células. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The exfoliative cytology is a important diagnostic tool, that can give a great aid in the diagnosis of neoplasics, infectious and blisted’s lesions that attack the buccal cavity. The system of Bethesda is a classification’s system that allows an excellent interaction between the doctor and the pathologist in the analysis of cytopathologics cervicovaginals’ smears, resulting from neoplasics and viral lesions, caused by the papilomavírus. The objective of this work was to verify the applicability of the Bethesda’s System in the morphologic characterization of the cytological smears of scamous lesions that can happen in the oral cavity, evaluating the possibility of participation of the papilomavírus in the aetiology in the same ones. The sample was originated from 41 patients assisted in the stomatologic’s service of HUB that were selected for present the lesions clinically malignity suspicious, benign lesions of probable viral’s aetiology or because they were in attendance after treatment of oral cancer. The chain reaction of the polimerase (PCR) to research papilomavírus (HPV) was made in 26 patient. The comparative analysis among the cytological diagnosis using the Bethesda’s criterions and the histological showed that there was agreement among the same ones. When it was made the comparison among the morphologic discoveries resultants of the citopatic effect due the viral action in the cells and the result of the chain reaction of the polimerase, there was not correlation among the same ones. The exfoliative cytology was considered an usual tool in the diagnosis of the oral scamous lesions , however, the biopsy was utility always necessary to confirm the diagnosis in malignity suspicious cases. The alterations cytoarchiteturals caused by the papilomavírus in the scamous cells of the oral cavity are not exuberant enough to allow the etiological diagnosis, being necessary the chain reaction of the polimerase to detect the presence of the virus in the cells.

Page generated in 0.0744 seconds