• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3044
  • 48
  • 33
  • 28
  • 28
  • 20
  • 19
  • 14
  • 13
  • 13
  • 12
  • 10
  • 8
  • 6
  • 1
  • Tagged with
  • 3160
  • 1799
  • 544
  • 518
  • 453
  • 343
  • 285
  • 269
  • 268
  • 252
  • 212
  • 182
  • 178
  • 177
  • 164
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Influencia da imunossupressão pela ciclosporina A sobre a carcinogenese pelo oxido de nitroquinolina em gengiva de ratas

Prado, Fabio Ornellas 30 April 2003 (has links)
Orientador : Luis Carlos Spolidorio / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T15:09:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Prado_FabioOrnellas_M.pdf: 2217384 bytes, checksum: 6c46600ce526be84c3fb31d9faa63151 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: A Ciclosporina A é uma droga imunossupressora seletiva para linfócitos T, sendo atualmente muito utilizada na prevenção da rejeição de transplantes de órgãos e de medula óssea. Apesar de aumentar significativamente a sobrevida dos pacientes que dela fazem uso, a Ciclosporina A apresenta diversos efeitos colaterais, como nefrotoxicidade, hepatotoxicidade, neurotoxicidade, aumento gengival e há relatos de aumento na incidência de neoplasias malignas. O propósito do presente estudo foi avaliar a carcinogênese em gengiva de ratas tratadas diariamente com uma dose de Ciclosporina A de 10 mg/kg de peso corporal por dia, portanto, imunossuprimidas, associada à aplicação tópica do carcinógeno óxido de nitroquinolina diluído até a concentração final de 0,5% em propilenoglicol no palato, por três vezes semanais, durante o período de 240 dias. As ratas foram divididas em quatro grupos: Controle, sem tratamento com as drogas; Ciclosporina A, onde foram tratadas somente com tal droga, Óxido de Nitroquinolina, também com tratamento somente com a droga, e Ciclosporina A + Óxido de Nitroquinolina, onde as drogas administradas associadamente. As mandíbulas das ratas foram analisadas macroscopicamente e microscopicamente. Macroscopicamente nos grupos Controle e tratados com Ciclosporina A somente, nenhuma alteração foi detectada. Nos grupos tratados com Ciclosporina A e Óxido de Nitroquinolina associados e com Óxido de Nitroquinolina somente, observaram-se alterações como aumento na rugosidade tecidual, áreas com coloração esbranquiçada, ulcerações. Microscopicamente Influência da imunossupressão pela Ciclosporina A sobre a carcinogênese pelo Óxido de Nitroquinolina em gengiva de ratas foram observadas nos mesmos grupos acantose e hiperqueratose, diversos graus de displasia epitelial e carcinoma. Porém, a imunossupressão não provocou aumento no número nem na severidade das lesões do grupo tratado com a associação das drogas quando comparado ao grupo tratado somente com Óxido de Nitroquinolina, levando à conclusão que a imunossupressão não aumenta a carcinogenicidade na gengiva das ratas. Influência da imunossupressão pela Ciclosporina A sobre a carcinogênese pelo Óxido de Nitroquinolina em gengiva de ratas / Abstract: Cyclosporin A is an imunossupressant drug selective for T Iymphocytes, used to prevent rejection of transplanted solid organs and bone marrow. Despite the significant increase in lifespam of their users, Cyclosporin A have severaI side effects, like nephrotoxicity, hepatotoxicity, neurotoxicity, gingival overgrowth and there are reports of increase in malign neoplasms incidence. The purpose of this study was evaluate the gingival carcinogenesis in female rats treated daily with a 10 mg/kg dose of Cyclosporin A, associated to topic application of the carcinogen nitroquinoline oxide diluted to the final concentration of 0,5% in propylenoglicol in palate, three times a week, during 240 days. Rats were divided in four groups: control, without any form of treatment; Cyclosporin A, treated with this drug only, Nitroquinoline Oxide, treated only with this drug; and Cyclosporin A + Nitroquinoline Oxide, where both drugs were administered associated. The mandibles of the rats were analysed macroscopically and microscopically. Macroscopically in groups control and Cyclosporin A, no alterations were observed. In groups treated with association of Cyclosporin A and Nitroquinoline Oxide, and with Nitroquinoline Oxide alone, were observed alterations like increase in tissue roughness, areas with white lesions, ulcers. Microscopically were observed in the same groups acantosis nad hyperqueratosis, several scores of epithelial dysplasia and carcinoma. However, the imunossupression did not increase the number or severity of the lesions in the group treated with association of drugs when compared to the group treated with Nitroquinoline Oxide alone. We concluded in the present work that imunossupression did not increase carcigenesis in female rats gingiva / Mestrado / Estomatologia / Mestre em Estomatopatologia
32

Fatores estimuladores de colonias para o tratamento da neurotropenia febril pos-quimioterapia : revisão sistematica da literatura e meta-analise

Clark, Otavio Augusto Camara 13 February 2003 (has links)
Orientador: Paulo Eduardo Pizão / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T17:04:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Clark_OtavioAugustoCamara_D.pdf: 6114801 bytes, checksum: ac1cf5e223b8647c1eff462afc0a0e78 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: RAZÕES: A neutropenia febril é uma complicação freqüente em pacientes tratados com quimioterapia. É potencialmente fatal e requer intervenção médica imediata. O tratamento padrão é feito com antibióticos (ATB) e cuidados gerais. Devido ao efeito conhecido de algumas citocinas (fatores estimuladores de colônias - FEC) em aumentar o número de neutrófilos circulantes, vários estudos clínicos avaliaram a relevância da adição de FEC no tratamento da neutropenia febril. Os resultados destes estudos são controversos e nenhuma conclusão definitiva pôde ser alcançada. Uma revisão sistemática da literatura é altamente recomendável para avaliar esta questão. MÉTODOS: Revisão sistemática e meta-análise de estudos clínicos randomizados que comparem o uso de FEC mais ATB contra ATB apenas no tratamento da neutropenia febril. Os resultados da meta-análise são expressos como Odds Ratio de Peto (OR) e Hazard Ratio (HR) com o correspondente intervalo de confiança de 95% (IC). Os desfechos clínicos avaliados são mortalidade (geral e relacionada à infecção), tempo de hospitalização, tempo para recuperação dos neutrófilos, tempo para resolução da febre, tempo para retirada dos antibióticos e efeitos colaterais. RESULTADOS: Mais de 9000 referências foram revistas. Treze estudos foram incluídos. A mortalidade geral não foi influenciada pelo uso de FEC [OR= 0,68; IC 95%= 0,43 a 1,08; p=0,1]. Um resultado significativo foi obtido na análise de mortalidade relacionada à infecção [OR= 0,51; IC95%= 0,26 a 1,00; p= 0,05], porém este resultado foi muito influenciado por um único estudo que teve uma alta proporção de mortes. Quando este estudo é excluído, um possível efeito do FEC desaparece [OR= 0,85; IC95%= 0,33 a 2,20; p= 0,7]. O grupo tratado com FEC teve um menor tempo de hospitalização [HR = 0,63; IC 95%= 0,49 a 0,82; p= 0,0006] e um menor tempo para recuperação dos neutrófilos [HR=0,32; IC 95%= 0,23 a 0,46; p < 0,00001]. CONCLUSÃO: Os dados deste estudo não validam o uso rotineiro do FEC em pacientes com neutropenia febril, quando o objetivo é reduzir mortalidade. Há porém um efeito significativo do FEC em reduzir o tempo de internação / Abstract: Colony Stimulating Factors for the Treatment of Febrile Neutropenia BACKGROUND: Febrile Neutropenia is a frequent event in cancer patients treated with chemotherapy. It is a potentially life threatening situation and requires prompt medical intervention. The standard treatment includes supportive care plus broad-spectrum antibiotics (ATB). Due to the known effect of some cytokines (colony stimulating factors CSF) on increase the numbers of circulating neutrophils, clinical studies have been done to evaluate their role on the treatment of febrile neutropenia. The results of these studies are, indeed, controversial. A systematic review is highly recommended to evaluate the role of CSF on the treatment of febrile neutropenia. METHODS: A systematic review of randomized controlled trials that compare the use of CSF plus ATB versus ATB alone on the treatment of febrile neutropenia. When appropriate, the results of individual studies were pooled on a meta-analysis. The pooled results are expressed as Peto's Odds Ratio (OR) and Hazard Ratio (HR) with the correspondent 95% confidence interval (CI). The outcomes evaluated are mortality (overall and infection related), time of hospitalization, time to neutrophil recover, time to defervecence time to withdrawals of antibiotics and side effects. RESULTS: more than 9000 references were screened. 13 studies were included. The overall mortality was not influenced by the use of CSF [OR= 0.68; CI95%= 0.43 to 1.08; p=O.I]. A significant result was obtained to the use of CSF on reducing infection related mortality [OR= 0.51; CI95% = 0.26 to 1.00 ;p=0.05], but this result was highly influenced by one study. When this study is excluded from our ana1ysis, this possible result disappears [OR= 0.85; CI95% = 0.33 to 2.20; p 0.7]. The group treated with CSF had a shorter time of hospitalization [HR= 0.63; CI 95%= 0.49 a 0.82; p=0.0006] and a shorter time to neutrophil recovering [HR= 0.32; CI 95%= 0.23 a 0.46; p < 0.00001]. CONCLUSION: The present data do not support a role of CSF on reducing mortality of patients with febrile neutropenia, but they have a positive influence on the time of hospitalization / Doutorado / Medicina Interna / Doutor em Ciências Médicas
33

Utilização de marcadores imuno-histoquimicos de valor prognostico em tumores de mama : analise de uma população de Campinas, São Paulo

Salome, Luciana Gusmão de Andrade Lima 11 October 2000 (has links)
Orientadores : Jose Vassallo, Sergio Luiz de Faria / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-27T23:02:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Salome_LucianaGusmaodeAndradeLima_M.pdf: 14132329 bytes, checksum: 5490ed655e75a237f6dbcb4827b6a8b2 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: o presente trabalho é um estudo retrospectivo, que tem como objetivo avaliar a expressão de alguns marcadores imuno-histoquímicos- ER, CEA , vimentina, p53, cerbB-2 e bcl-2 - em casos de carcinoma mamário em relação ao seguimento clínico observado nas pacientes que compõem o grupo estudado, visando estabelecer o valor prognóstico de cada um destes marcadores, bem como uma possível relação entre suas expressões. Foram estudados 40 casos de carcinoma mamário, nos quais foi feita uma revisão do diagnóstico histopatológico e em seguida o estudo imuno-histoquímico, com classificação da reação segundo o percentual de células positivas. Para a análise estatística foram utilizados os testes Qui- quadrado, Kaplan- Meyer, regressão Cox e Cox- Mantel. Não houve relação estatisticamente significativa isolada de nenhum marcador com o prognóstico, apenas o C-erb-B2 mostrou uma tendência de associação entre sua expressão e melhor prognóstico (p= 0,09). Não houve em nosso estudo nenhuma associação significativa entre a expressão dos marcadores estudados, porém observou-se uma tendência de relação inversa entre a expressão de vimentina e ER (p=0,05). Observamos ainda, embora não tenha sido estatisticamente significativa, uma tendência de associação da expressão do p53 corri pior prognóstico, o que está em concordância com as conclusões observadas por outros autores / Abstract: The current work is a retrospective study, having as a goal to evaluate some immuno-histochemical markers' expression- ER, CEA, vimentin, p53, cerbB-2 and bcl-2 - in mammary carcinoma cases regarding the clinical follow-up observed in patients forming the studied group, aiming to establish the prognostic value of each one of these markers, as well as a possible connection between their expressions. 40 mammary carcinoma cases were studied, in which a review of the histopathologic diagnosis was made followed by the immuno-histochemical study, classifying the reactions according to the percentage of positive cells. For statistical analysis the Chi- square test, Kaplan- Meyer, Cox regression and Cox- Mantel were used. No statistical association was observed between immuno-histochemical markers and prognosis.Only the C-erb-b2 marker showed tendency to associate its positiveness to better prognosis (p= 0,09). There was no meaningful connection between the studied markers' expression in our study, however it was noticed an inverse correlation tendency between the expression of vimentin and ER (p=0,05). We have also observed, though it was not statistically meaningful, a trend for connection between p53 's expression and worse prognosis, what is according to the findings of other authors / Mestrado / Anatomia Patologica / Mestre em Ciências Médicas
34

Risco de metastases a distancia de carcinomas de glandulas salivares maiores / Distant metastasis risk of carcinomas from major salivary gland

Mariano, Fernanda Viviane, 1984- 12 August 2018 (has links)
Orientadores: Luiz Paulo Kowalski, Oslei Paes de Almeida / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba. / Made available in DSpace on 2018-08-12T21:46:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Mariano_FernandaViviane_M.pdf: 2260766 bytes, checksum: 9d916cd6b44b24dfe9804dc33b654b5a (MD5) Previous issue date: 2009 / Resumo: As neoplasias de glândulas salivares são raras com incidência anual de 0,4 a 3,5 casos por 100.000 pessoas. Correspondem a cerca de 2 a 6,5% de todos os tumores da egião de cabeça e pescoço. A freqüência de neoplasias malignas varia de 0,4 a 2,6 casos por 100.000 pessoas e o tipo mais comum é o carcinoma mucoepidermóide. O local mais freqüentemente acometido é a glândula parótida, seguida das glândulas salivares menores, submandibular e sublingual. A probabilidade de pacientes com tumores de glândulas salivares desenvolverem metástases à distância está associada com o tipo histológico dos tumores, sendo mais comumente relacionada ao carcinoma adenóide cístico, carcinoma mucoepidermóide de alto grau, carcinoma de ducto salivar e tumores localizados na glândula submandibular, base de língua e tumores faringeanos. O objetivo deste estudo foi avaliar as características clínicas e histopatológicas de carcinomas de glândulas salivares maiores tratados no Hospital A.C. Camargo, São Paulo, de 1953 a 2004, a fim de identificar fatores de risco associados ao desenvolvimento de metástases à distância e sua importância prognóstica. Os dados clínicos foram obtidos através dos prontuários médicos dos pacientes e transferidos para fichas clínicas padronizadas para o estudo. O número total de casos estudados foi de 255, dos quais 57 pacientes desenvolveram metástases à distância, sendo a glândula submandibular o local primário mais relacionado e o pulmão o sítio metastático mais comum. Não houve diferença estatística entre os gêneros. O tipo histológico mais encontrado nos casos com metástase foi o carcinoma adenóide cístico. Os fatores associados a pior prognóstico foram: ocorrência de paralisia facial, invasão de estruturas adjacentes, tumores localizados na glândula submandibular, comprometimento linfonodal, estádio clínico avançado, presença de tumor residual e desenvolvimento de metástase à distância. Os resultados deste trabalho permitiram obter informações sobre as principais características clínicas e patológicas dos carcinomas de glândulas salivares maiores e identificar que indivíduos portadores de carcinoma adenóide cístico apresentam o maior risco de desenvolvimento de metástase à distância. / Abstract: Salivary gland tumors are rare with annual incidence around of 0.4 to 13.5 cases per 100,000 people. They correspond about 2 to 6.5% of all tumors from head and neck region. The frequency of malignant tumors varies from 0.4 to 2.6 cases per 100,000 people and the more common type is the mucoepidermoid carcinoma, occurring preferentially in the parotid gland, followed of minor salivary glands, submandibular and sublingual. The probability of patients with salivary gland tumors to develop distant metastasis is associate with histology type of tumor, being more commonly related with adenoid cystic carcinoma, high-grade mucoepidermoid carcinoma, salivary duct carcinoma and tumors localized in the submandibular gland, base of the tongue, and pharynx. The objective of this study was to evaluate the clinical characteristics of patients with carcinomas of major salivary glands treated in the A.C. Camargo Hospital, São Paulo, from 1953 to 2004, to identify risk factors associated to the development of distant metastasis and its prognostic importance. The clinical data was obtained reviewing the medical charts of the patients and transferred to the standardized data collection forms. The total number of studied cases was 255, of these 57 patients had developed distant metastasis, being the submandibular gland the primary tumor site most frequently related. The lung was the most common metastatic site. There was no statistical difference between genders. The histological type more frequently associated with distant metastasis was adenoid cystic carcinoma. The factors associated with poor outcomes were: facial paralysis, invasion of adjacent structures, tumors from submandibular, positive lymph nodes, advanced clinical stage, presence of residual tumor, and distant metastasis. The results of this work had allowed to get information concerning the main clinical and pathological characteristics of major salivary glands carcinomas and to identify that individuals with adenoid cystic carcinoma had the highest risk of development of distant metastasis. / Mestrado / Estomatologia / Mestre em Estomatopatologia
35

Risco para cancer de mama segundo os modelos de Gail, Claus e a propria impressão de mulheres com historia familiar de primeiro grau para cancer mamario

Miranda, Wellerson de Aguiar 20 August 2004 (has links)
Orientadores : Cesar Cabello dos Santos, Aarão Mendes Pinto Neto / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T23:29:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Miranda_WellersondeAguiar_M.pdf: 187865 bytes, checksum: 80f4697615b8276b8732e29c728880e7 (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: Objetivo: Correlacionar o risco para câncer de mama segundo os modelos de GAIL, CLAUS e da própria impressão de mulheres com história familiar de primeiro grau para câncer mamário. Além disso, avaliar o interesse dos médicos em detectar as mulheres de risco, bem como a posição destas mulheres sobre o uso de TRH, a realização da auto-palpação e da mamografia. Sujeitos e métodos: Foi realizado um estudo de corte transversal, no qual se estudou 105 mulheres parentes de primeiro grau de pacientes já acompanhadas no Ambulatório de Patologia Mamária do Caism Unicamp com diagnóstico de câncer mamário. As mulheres admitidas foram entrevistadas por meio de um questionário com informações sobre a sua própria impressão de risco para o câncer mamário, assim como dados referentes ao uso de TRH, realização de mamografia e atenção médica ao risco. A partir do mesmo, foram colhidos dados necessários para os cálculos dos valores de GAIL e CLAUS. Para estudar a associação de variáveis categóricas com o risco GAIL, utilizou-se o teste exato de Fisher e para estudar a associação com o risco presumido, o teste Qui-quadrado com correção de Yates. Para avaliar a correlação entre os valores de GAIL e CLAUS utilizou-se o coeficiente de correlação de Spearman. Resultados: Doze por cento das mulheres foram classificadas como de alto risco para desenvolvimento de câncer de mama, de acordo com GAIL. Não observamos correlação de risco entre os valores de GAIL e CLAUS (r=0,03), nem com o risco presumido pelas mulheres: 86% que se imaginavam de alto risco, têm, segundo GAIL, um risco moderado, e, 20% das que se imaginavam de baixo risco têm, segundo GAIL, um risco alto (p=0,58). Sessenta e dois por cento das mulheres de alto risco, de acordo com GAIL, não se sentem seguras em relação à TRH. Oitenta por cento das mulheres de alto risco, 73% das de risco moderado e 73% das de risco baixo segundo o risco presumido, fazem auto-palpação. Oitenta e cinco por cento da mulheres de alto risco, segundo GAIL, haviam sido submetidas a mamografia prévia, e 50% das mulheres de risco moderado não haviam realizado mamografia prévia (p=0,03). O estudo de GAIL mostra que 23% das mulheres de alto risco e 53% das de risco moderado, referiram nunca terem sido questionadas sobre seus antecedentes familiares pelos médicos.Conclusões: Cerca de 12% das mulheres foram consideradas de alto risco segundo GAIL. Os valores de risco baseados nos modelos de GAIL, CLAUS e o presumido pelas mulheres não se correlacionaram. As mulheres não se sentem seguras com o uso de TRH. Fazem auto-palpação rotineira e metade delas já foram submetidas à amografia. Cinquenta por cento dessas mulheres referiram que nunca haviam sido questionadas sobre seus antecedentes familiares pelos médicos / Abstract: Objective: To correlate the breast cancer risk according to the GAIL and CLAUS models and the own impression of women with first-degree relatives to this illness. In addition to evaluate the medical interest in detecting the high-risk women to breast cancer, to evaluate the opinion of these women about hormone replacement therapy, the self-breast examination and if they have been undergone to mammograms. Subjects and methods: It was done a cross sectional study to evaluate relatives of women with breast cancer diagnosis and already followed in the Caism-Unicamp at the breast unit. The researcher interviewed the admitted women and data used in the GAIL and CLAUS models were collected. Questions about their own impression of the risk about breast cancer, their opinion about HRT, mammograms and medical aid about investigating their risks. To study the relations among categorical variables and GAIL model data the Fisher exact test was used, and to evaluate the relations among the imaginary risk the qui-square test with Yates correction was used. To correlate the risk models it was used the Spearman correlating index. Results: Twelve per cent of the women are high risk to developing breast cancer according to the GAIL model. No correlations among the GAIL and CLAUS models were observed (r=0.03) neither the own impression: 86% that thought being in high risk were according to GAIL model in moderate risk, and 20% that thought in low risk were in high risk, according to GAIL model (p=0,58). Sixty two per cent of the high risk group, according to GAIL model agree that HRT is unsafe. Eight five per cent of the high risk group had done mammograms and 50% of the moderate risk group, both according to GAIL model, had never done mammograms before (p=0.03). Twenty three per cent of the high risk group and 53% of the moderate group, according to GAIL model, were never asked about their family history in breast cancer matters. Conclusions: About twelve per cent of the women were considered high risk according to GAIL model. The risk values based on the GAIL and CLAUS models and the imaginary risk were not correlated. The women were not safe about using HRT, they did the self-breast examination e half of them have done mammograms. Half of this population refered that have never been asked by their family breast cancer history by a physician before / Mestrado / Tocoginecologia / Mestre em Tocoginecologia
36

Biomarcadores de progressão em carcinomas orais

Cervigne, Nilva de Karla [UNESP] 23 November 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-11-23Bitstream added on 2014-06-13T20:42:59Z : No. of bitstreams: 1 cervigne_nk_dr_botib.pdf: 2981953 bytes, checksum: 6d2322c630d143644a1ab19ea65d6c0a (MD5) / Os carcinomas de células escamosas orais (CCEOs) são tumores malignos da cavidade oral que abrangem aproximadamente 50% de todos os cânceres de cabeça e pescoço, e são a sexta causa de morte por câncer em todo o mundo. Acredita-se que 16-62% destes carcinomas se desenvolvam de lesões potencialmente malignas (OPMLs) conhecidas como leucoplasias orais. Embora se saiba que os CCEOs possam se desenvolver a partir de leucoplasias, a avaliação clínica e histológica existente possue um valor prognóstico limitado para predizer quais dessas OPMLs progredirão a carcinoma. Neste contexto, a busca por marcadores genéticos associados ao prognóstico de leucoplasias é importante, uma vez que estes seriam utilizados como ferramentas mais robustas para a predição da transformação maligna das leucoplasias orais. Apesar de alguns estudos mostrarem alterações genéticas envolvidas na progressão do câncer oral, genes capazes de predizer a transformação maligna de leucoplasias à carcinoma permanecem desconhecidos. A aplicação de análises genômicas em ampla escala, como as utilizadas este estudo, possui potencial para superar este problema, uma vez que permite a identificação de genes/vias específicas envolvidos nesta doença. Além disso, a inclusão de amostras sequênciais de leucoplasias que progrediram e CCEOs de um mesmo paciente, permite uma comparação mais acurada de modificações genéticas que ocorrem nestas lesões durante a progressão oral. Para tal, aplicamos a análise de expressão de microRNAs e a análise do número de cópias do DNA para a identificação de alterações genéticas associadas com a progressão do câncer oral. Este estudo foi o primiero a identificar uma assinatura de miRNAs (miR-146a, miR- 181b, miR-184, miR-21, miR-345, miR-518b, miR-520g, miR-649, miR-196a e miR-206) foi identificada como associada com a progressão ao câncer oral... / Not Available
37

Avaliação prognóstica da cofilina em pacientes com câncer gástrico

Lissa, Fernando Cesar Toniazzi 05 December 2012 (has links)
Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde para obtenção do título de Mestre em Ciências da Saúde. / The estimated new cancer cases worldwide in 2007 were 12 million, with 5.4 million cases diagnosed in developed and 6.7 millions in developing countries. The number of cancer-related deaths was 7.6 million, 2.9 million in developed and 4.7 million in developing countries. Malignant neoplasm ranks second (12.5%) as causes of death worldwide, surpassed by cardiovascular causes (19.6%). Gastric Cancer (GC) ranks fourth as the most frequent cause of cancer worldwide, with one million new cases in 2007, behind lung, breast and colon and rectum. 70% of new cases occur in developing countries. Currently, GC is the second most common cause of cancer deaths, accounting for 800,000 deaths annually. In Brazil, estimates for 2010 point to the occurrence of 489,270 new cases of cancer, and the GC occupying fifth place in attendance with 21,500 new cases. The acquisition of the migratory behavior of cancer cells is a prerequisite to break up organized tissue structures, invade and metastasize. Recently, the expression of proteins that block actin has been associated with the invasive behavior of tumors. The Cofilin is an actin-blocking protein, which regulates the actin cytoskeleton to maintain and depolymerize actin filaments. The interest for cofilin and its cascade have increased because of its relationship with tumor invasion, metastasis and be a potential prognostic factor in cancer. We conducted a retrospective study, observational, descriptive and analytical. We used all the pathological reports of patients undergoing gastrectomy for adenocarcinoma between June 2002 and June 2009, totaling 130 cases. Of these, 44 cases were selected randomly. The average age of patients was 68 years, with 63.6% of male sex. In assessing the depth of invasion, advanced lesions with involvement beyond the submucosa corresponded with 72.7% of cases. The diffuse type in Lauren's classification was the most prevalent with 68.1%. The bacterium H. pylori was positive in 72.7% of carcinomas. Lymph nodes involvement accounted for 70.4% of cases. At the end of the study 56.8% of patients were alive. When applied statistical tests to assess the relationship of cofilin with the other independent variables, only the depth of tumor invasion and the presence of positive lymph node were statistically significant. In conclusion, despite the cofilin is present in locally advanced tumors and lymph node metastases, and the small number of patients in the sample, we cannot conclude that it can be used as a prognostic factor. / A estimativa de novos casos de câncer em todo o mundo para 2007 foi de 12 milhões, sendo 5,4 milhões dos casos diagnosticados nos países desenvolvidos, e 6,7 milhões nos países em desenvolvimento. O número de mortes relacionado ao câncer foi de 7,6 milhões, sendo 2,9 milhões nos países desenvolvidos e 4,7 milhões em países em desenvolvimento. As neoplasias malignas ocupam o segundo lugar (12,5%) em causas de morte em todo o mundo, sendo superada pelas causas cardiovasculares (19,6%). O Câncer Gástrico (CG) ocupa o quarto lugar como a causa mais frequente de câncer em todo mundo, com 1 milhão de novos casos em 2007, atrás do câncer de pulmão, mama e cólon e reto. 70% destes novos casos ocorrem em países em desenvolvimento. Atualmente, ainda é a segunda causa mais comum de morte por câncer, sendo responsável por 800.000 óbitos anualmente. No Brasil, as estimativas para 2010 apontam para a ocorrência de 489.270 casos novos de câncer, com o CG ocupando o quinto lugar em frequência com 21.500 novos casos. A aquisição do comportamento migratório pelas células cancerosas é um pré-requisito para romper estruturas teciduais organizadas, invadir e metastatizar. Recentemente, a expressão de proteínas que bloqueiam a actina vem sendo associada ao comportamento invasor dos tumores. A cofilina é uma proteína bloqueadora da actina, a qual regula o citoesqueleto actina por manter e despolimerizar filamentos de actina. O interesse pela cofilina e sua cascata têm crescido por causa da sua relação com a invasão tumoral, metástases e ser um potencial fator prognóstico no câncer. Foi realizado um estudo retrospectivo, observacional, descritivo e analítico. Foram utilizados todos os laudos anatomopatológicos de pacientes submetidos a gastrectomias por adenocarcinoma no período de junho de 2002 a junho de 2009, totalizando 130 casos. Destes, foram selecionados 44 casos de forma aleatória. A idade média dos pacientes foi de 68 anos. Prevaleceu o sexo masculino com 63,6%. Na avaliação da profundidade do tumor, as lesões avançadas com comprometimento além da submucosa corresponderam com 72,7% dos casos. O tipo difuso na classificação de Laurén foi o mais prevalente com 68,1%. A bactéria H. pylori esteve positiva em 72,7% dos carcinomas. O acometimento linfonodal correspondeu a 70,4% dos casos. Ao final do estudo 56,8% dos pacientes estavam vivos. Quando aplicado os testes estatísticos para a avaliação da relação da cofilina com as outras variáveis independentes, somente a profundidade da invasão do tumor e a presença de linfonodo positivo para neoplasia foram estatisticamente significativas. Em conclusão, a cofilina esta presente em tumores localmente avançados e com metástases linfonodais, porem pelo pequeno número de pacientes na amostra, não podemos concluir que a mesma possa ser usada como um fator prognóstico.
38

Biomarcadores de progressão em carcinomas orais /

Cervigne, Nilva de Karla. January 2009 (has links)
Resumo: Os carcinomas de células escamosas orais (CCEOs) são tumores malignos da cavidade oral que abrangem aproximadamente 50% de todos os cânceres de cabeça e pescoço, e são a sexta causa de morte por câncer em todo o mundo. Acredita-se que 16-62% destes carcinomas se desenvolvam de lesões potencialmente malignas (OPMLs) conhecidas como leucoplasias orais. Embora se saiba que os CCEOs possam se desenvolver a partir de leucoplasias, a avaliação clínica e histológica existente possue um valor prognóstico limitado para predizer quais dessas OPMLs progredirão a carcinoma. Neste contexto, a busca por marcadores genéticos associados ao prognóstico de leucoplasias é importante, uma vez que estes seriam utilizados como ferramentas mais robustas para a predição da transformação maligna das leucoplasias orais. Apesar de alguns estudos mostrarem alterações genéticas envolvidas na progressão do câncer oral, genes capazes de predizer a transformação maligna de leucoplasias à carcinoma permanecem desconhecidos. A aplicação de análises genômicas em ampla escala, como as utilizadas este estudo, possui potencial para superar este problema, uma vez que permite a identificação de genes/vias específicas envolvidos nesta doença. Além disso, a inclusão de amostras sequênciais de leucoplasias que progrediram e CCEOs de um mesmo paciente, permite uma comparação mais acurada de modificações genéticas que ocorrem nestas lesões durante a progressão oral. Para tal, aplicamos a análise de expressão de microRNAs e a análise do número de cópias do DNA para a identificação de alterações genéticas associadas com a progressão do câncer oral. Este estudo foi o primiero a identificar uma assinatura de miRNAs (miR-146a, miR- 181b, miR-184, miR-21, miR-345, miR-518b, miR-520g, miR-649, miR-196a e miR-206) foi identificada como associada com a progressão ao câncer oral... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Not Available / Orientador: Patricia Pintor dos Reis / Coorientador: Suzanne Kamel-Reid / Banca: Ilce Mara Syllus Cólus / Banca: Cláudia Ap. Rainho / Banca: Wilson Araújo da Silva / Banca: Clarice Sampaio Alho / Doutor
39

Prevenção do câncer : a participação dos professores do ensino fundamental, potencialidades

Lima, Karla da Costa January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006. / Submitted by wesley oliveira leite (leite.wesley@yahoo.com.br) on 2009-11-07T22:16:14Z No. of bitstreams: 1 KARLA DA COSTA LIMA montagem06 (2).pdf: 594965 bytes, checksum: d1c2098262798e7638d78bb04a285514 (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-07-13T12:23:51Z (GMT) No. of bitstreams: 1 KARLA DA COSTA LIMA montagem06 (2).pdf: 594965 bytes, checksum: d1c2098262798e7638d78bb04a285514 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-07-13T12:23:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 KARLA DA COSTA LIMA montagem06 (2).pdf: 594965 bytes, checksum: d1c2098262798e7638d78bb04a285514 (MD5) Previous issue date: 2006 / O presente trabalho trata dos conhecimentos de professores do ensino fundamental sobre câncer e sua prevenção, e a relação entre esses e as atividades diárias em sala de aula. A investigação foi realizada com 42 professores divididos em dois grupos: um constituído por 12 professores que conheciam o programa PSS (Programa Saber Saúde, desenvolvido pelo Instituto Nacional do Câncer) e o grupo formado por 30 professores que não o conheciam. Constatou-se que os dois grupos associaram a palavra câncer com sentimentos negativos como sofrimento, dor e morte; somente poucos professores que conhecem o PSS associaram palavras como cura e esperança com câncer. Verificou-se, também, que os dois grupos informaram seus alunos a respeito de cuidados com a saúde, incluindo a prevenção do câncer; como esperado, os professores que conhecem o PSS tiveram melhor desempenho que os professores do outro grupo. Finalmente, nos dois grupos indicaram a necessidade de mais materiais didáticos e apoio pedagógico para o desenvolvimento de trabalhos mais eficientes com os alunos. Algumas sugestões nesse sentido são delineadas neste trabalho
40

Efeitos hematológicos, imunológicos e na glicemia de jejum de pacientes com câncer gastrointestinal, em fase pós-operatória, após suplementação dietética com fungos Agaricus sylvaticus

Fortes, Renata Costa 25 June 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, 2007. / Submitted by Aline Jacob (alinesjacob@hotmail.com) on 2010-01-11T22:30:03Z No. of bitstreams: 1 2007_RenataCostaFerreira.pdf: 706627 bytes, checksum: 6c2a513e5554c4a3bfe56c033c0bf003 (MD5) / Rejected by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br), reason: Arquivo PDF incorreto. on 2010-01-11T22:43:06Z (GMT) / Submitted by Aline Jacob (alinesjacob@hotmail.com) on 2010-01-12T14:53:00Z No. of bitstreams: 1 2007_RenataCostaFerreira.pdf: 706627 bytes, checksum: 6c2a513e5554c4a3bfe56c033c0bf003 (MD5) / Rejected by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com), reason: Aline, você anexou o arquivo errado, o item que você submeteu é da Renata Costa Fortes e vc colocou o arquivo da Renata Costa Ferreira. Por favor, troque o arquivo e submeta novamente. Obrigada Carol on 2010-01-12T16:42:21Z (GMT) / Submitted by Aline Jacob (alinesjacob@hotmail.com) on 2010-01-12T20:18:23Z No. of bitstreams: 1 2007_RenataCostaFortes.pdf: 1091692 bytes, checksum: f5797202f0fe3479c559153dc2ba53c8 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-01-12T22:19:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_RenataCostaFortes.pdf: 1091692 bytes, checksum: f5797202f0fe3479c559153dc2ba53c8 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-12T22:19:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_RenataCostaFortes.pdf: 1091692 bytes, checksum: f5797202f0fe3479c559153dc2ba53c8 (MD5) Previous issue date: 2007-06-25 / Os fungos Agaricus sylvaticus têm sido utilizados como suplemento dietético em pacientes com câncer devido às suas propriedades nutricionais, farmacológicas e medicinais. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da suplementação dietética com Agaricus sylvaticus na glicemia de jejum, nos parâmetros imunológicos e hematológicos e as repercussões no sistema digestório de pacientes no pós-operatório de câncer colorretal. O estudo constitui um ensaio clínico randomizado, duplo-cego e placebo-controlado. A amostra foi constituída por 56 pacientes (24 homens e 32 mulheres), em estádios I, II e III, alocados em dois grupos: suplementado com Agaricus sylvaticus (30 mg/kg/dia) e placebo, durante o período de seis meses. Foram realizadas três avaliações de glicemia de jejum, hemograma completo e ferro sérico ao longo do tratamento, além da avaliação nutricional e clínica. Os resultados foram analisados pelos programas Microsoft Excel 2003 e SPSS 14.0 e, foram considerados significativos para um valor de p ? 0,05. As alterações gastrointestinais foram avaliadas através de formulário-padrão e anamnese dirigida-padrão, cujos resultados foram analisados de forma descritiva, utilizando os programas Microsoft Excel 2003 e Epi Info 2004 para Windows, versão 3.3.2. O estudo foi realizado no Hospital de Base do Distrito Federal e o protocolo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal. No grupo de pacientes suplementados com Agaricus sylvaticus, observou-se redução significativa da glicemia de jejum, aumento significativo de hemoglobina, hematócrito, hemácias, volume corpuscular médio, hemoglobina corpuscular média, concentração de hemoglobina corpuscular média e contagem de neutrófilos, aumento do apetite e redução da constipação, diarréia, diarréia alternada com constipação, flatulência, retenção de flatos, pirose, plenitude pós-prandial, náuseas, distensão e dor abdominais, fatos não observados no grupo placebo. Os resultados sugerem que a suplementação com fungos Agaricus sylvaticus é capaz de promover benefícios no metabolismo glicídico, nos sistemas hematopoiético, imunitário e digestório e, conseqüentemente, na qualidade de vida de pacientes com câncer colorretal. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The Agaricus sylvaticus fungus has been used as dietary supplement in patients with cancer due to its nutritional, pharmacological and medicinal properties. The objective of this study was to evaluate the effects of a dietary supplementation with Agaricus sylvaticus in fasting glycemia, hematological and immunological parameters, as well as the consequences over the digestive system of patients with colorectal cancer during post-surgery phase. The study consists of a randomized, double-blind and placebo-controlled clinical trial. Samples of 56 enrolled patients (24 men and 32 women), stadiums phase I, II and III, separated into two groups: supplemented with Agaricus sylvaticus (30 mg/kg/day) and placebo, for six months. Three fasting glycemia, complete hemogram and serum iron evaluations were carried out throughout the treatment, besides nutritional and clinical evaluation. Results were analyzed with Microsoft Excel 2003 and SPSS 14.0 programs, and were significant considering its value of p 0.05. Gastrointestinal alterations were evaluated in addition to form-standard and direct anamneses-standard whose results were analyzed in descriptive form, using the Microsoft Excel 2003 and Epi Info 2004 for Windows, version 3.3.2 programs. The study was carried out at the Base Hospital of the Federal District and the protocol was approved by the Health Department Research Ethics Committee - Federal District. Patients supplemented with Agaricus sylvaticus, presented significant reduction in fasting glycemia, significant increase in hemoglobin, hematocrit, erythrocyte, mean corpuscular volume, mean corpuscular hemoglobin, mean corpuscular hemoglobin concentration, and neutrophils levels, increased appetite and reduced constipation, diarrhea, alternate diarrhea/constipation, flatulence, flatus retention, pyrosis, postprandial fullness, nausea, abdominal distention and abdominal pain, fact not observed in the placebo group. Results suggest that supplementation with Agaricus sylvaticus fungus is capable of promoting benefits in the glycidic metabolism, in hematopoietic, immune and digestive systems and in the quality of life of colorectal cancer patients.

Page generated in 0.0429 seconds