• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3867
  • Tagged with
  • 3867
  • 3867
  • 3867
  • 3867
  • 1950
  • 1612
  • 1224
  • 871
  • 645
  • 541
  • 534
  • 513
  • 385
  • 372
  • 365
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

... ERA UMA VEZ: QUEM DIZ COMO ESSA HISTÓRIA COMEÇA?

Röwer, Joana Elisa 1 March 2006 (has links)
The work entitled ... era uma vez: quem diz como essa história começa? offers a reflection on the lives of four people who became educators. The goal was to understand the construction of absence, the way they articulate, produce, and perceive themselves, The desire went in search of the desire. In the premise that definitions enclose the sense given by life experiences, but also, trough definitions it is possible to understand them while changing the way they express themselves telling their histories in different ways. To dialogue with the possibility of life articulated with production of subjectivity is to discover and self-discover rethinking the sense of education. O trabalho intitulado ... era uma vez: quem diz como essa história começa? oferece uma reflexão sobre as histórias da vida apresentadas por quatro sujeitos que tornaram-se educadores. O intuito foi compreender a construção das ausências, os modos de articulação, produção e de percepção de si. O desejo foi à descoberta do desejo. Na premissa de que definições enclausuram o sentido das vivências, mas também que é por elas que é possível compreender, ao mesmo tempo, que é variado os modos de expressão de si, é que as histórias são contadas de diferentes formas. Dialogar com essas possibilidades de vida articuladas com a produção de subjetividades é descobrir e descobrir-se, repensando os sentidos de educar.
2

IMAGINÁRIO, MEMÓRIA E LINGUAGEM: As Fronteiras entre o Dizível e o Indizível no Ensino da Língua Portuguesa IMAGINARY, MEMORY AND LANGUAGE: THE FRONTEIRS BETWEEN EXPRESIBLE AND INEXPRESSIBLE IN PORTUGUESE LANGUAGE TEACHING

Carvalho, Evanir Teresinha Piccolo 22 June 2004 (has links)
This work is linked to the teachers training research and social imaginary study group of Federal University of Santa Maria, RS, that investigates imaginary, memory and teacher training practices. It aims at unveiling teachers imaginary constructions in relation to Portuguese language teaching during the teachers training processes and the pedagogic practices of four language teachers, based on their life history. Such an approach brings to the educational setting the symbolic dimension of imaginary studies and the change of focus from ideological formation to teacher insertion as a historical being, lending a new significance to teacher s training and practice through the imaginary point of view. A first finding shows that liking to study language appears as a link between the teacher and her profession, supported by the opportunity to become a teacher. Negative images surface in considering professional/academic formation, in relation to technicism in education as it favors the study of grammatical structures and downgrades textual production, reading and methodology. Due to the fact that the academic teacher training program is considered inadequate to provide a good formation, the subjects feel that their pedagogical formation is completed during the professional practice, reinforcing the instituted imaginary that links teaching to improvisation. Also, there is a conflict between traditional teaching practices and new trends in language teaching, which take in consideration pupils insertion and individual differences. Thus, when teachers tell about themselves and their identities, they tell about the need to acquire knowledge, the professional Know how they lack. The constant search proficiency and the overload of school work tax the teachers severely. On the other hand, the Portuguese teacher myth is also a self valuing image in a society where teaching is not valued and therefore is a means to overcome contextual difficulties and feel imaginary completeness. Students images about the language study describe it as difficult , boring and so knowledge is very little. This fact adds to the conflicting image of the Portuguese teacher: someone torn between reality and myth, the personal and the professional, someone who cannot give what has not received but nevertheless strives for proficiency and completeness even though imaginary. In the subjects viewpoint, the ideal image of a teacher is someone who masters the knowledge about the pedagogical, experiencial and the specific teaching subject. However, as incompleteness is part of the person, identity is constructed daily by teaching conditions, historicity, innovations and knowledge production. To sum up, the various faces of teaching are composed by linking the language, myth, work overload, student relationship with the language and the imaginary and re-signified perceptions expressed in telling one s history. Memory and imaginary are intertwined, flow throughout life histories and whatever they can express or be left unexpressed as part of teaching. O trabalho Imaginário, Memória e Linguagem: as fronteiras entre o dizível e o indizível no ensino da Língua Portuguesa vinculase à Linha de Pesquisa Formação de Professores do Curso de Mestrado em Educação da UFSM e ao GEPEIS que investiga imaginário, memória e formação docente. Este trabalho objetiva buscar aproximações com os imaginários docentes construídos sobre o ensino da Língua Portuguesa, nos processos de formação e na prática pedagógica, através das histórias de vida de quatro professoras de escolas públicas. O método História de Vida traz para o contexto educacional a dimensão simbólica e o deslocamento da análise das grandes formações ideológicas para a inserção dos docentes como sujeitos históricos e suas ressignificações sobre a formação e a prática, a partir dos olhares do imaginário. As primeiras imagens revelaram o gostar da língua como um elo entre o sujeito e a profissão, construída a partir da oportunidade de tornar-se professora. Sobre o curso de formação inicial, as imagens são negativas, relacionadas ao tecnicismo traduzido no estudo de estruturas gramaticais, relegando a produção textual, a leitura e a metodologia a um plano inferior. Em virtude da incompletude dessa formação, o fazer pedagógico constrói-se na prática, reiterando o imaginário instituído que liga a docência ao improviso. Outras imagens mostraram um sujeito em conflito entre as antigas práticas e as exigências contemporâneas de ensino da língua, que privilegiam a inserção do aluno e suas diferenças. Essa incompletude é constitutiva da formação e do sujeito-docente pela indissociabilidade entre ele e sua formação, aspecto pessoal e profissional. Assim, o dizer sobre remete às imagens outras, às do próprio sujeito e suas identidades, à busca dos saberes necessários à prática. Os sujeitos, num outro olhar, percebem-se sobrecarregados pelo excesso de atividades didáticas, mas, sobretudo, por buscarem a completude pela autoformação e atualização. O mito professora-de-português, numa sociedade que não valoriza a docência, pode significar autovalorização, ser estratégia para evadir dificuldades impostas pelo contexto, aproximando da completude imaginária. As imagens formadas por alunos sobre a língua ligam-se a algo difícil , chato e sobre o qual poucos detêm o conhecimento. Isso contribui para a formação da imagem da professora de português atravessada por conflitos: entre o ideal mitificado e o real, enquanto pessoa e profissional, que, pela história, não pode dar o que não recebeu , mas obriga-se a buscar a completude imaginária. Em síntese, os sujeitos procuram compor a imagem ideal de professora, especialmente pelo domínio dos saberes disciplinares, pedagógicos e experienciais. Entretanto, a incompletude é constitutiva do sujeito, faz parte das identidades que se constroem pelas condições de produção, pela historicidade, pelas inovações e produção de saberes. Assim, o gosto pela língua, o mito, a sobrecarga e a relação dos alunos com a língua, as re-significações e os imaginários compõem faces das identidades, expressas em linguagem. Essa se entrelaça à memória e ao imaginário, deixa fluir, entre o dizível e o indizível, as histórias de vida e aquilo que, no silêncio, pode se expressar como parte da docência.
3

Teoria, prática e o método utilizado: o desafio da alfabetização; Educação Theory, practical and the used method: the challenge of the alphabetization

Bertan, Andréa Henrique Franco 15 March 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-01-26T18:49:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bertan - Mestrado Educacao.pdf: 1540739 bytes, checksum: a6cf1c443a5c10446aa441eb7b80742a (MD5) Previous issue date: 2006-03-15 The objective of this paper was to analyze the literacy along the Pedagogical Political Projects (PPP) of two schools of a city of north Parana State. The focus was on investigating the problems that involve the literacy process: theories, methodologies and the applications of the PPP. The methodology used to develop this study was through field research. It involved a public and a private school, so that could be compared the methodologies and the theories applied in the literacy practice and the analysis of PPP from each school. This research had been introduced and authorized by the school board of both schools. Some teachers were invited to participate in the project, they were interviewed and had their class observed. The sample was compounded by four teachers from the public school and one from the private one, all of them teaching in the first grade of Fundamental level. The interviews were individual with open questions, so the teachers could feel free to answer without any interruptions by the interviewer. The observations were made twice a week through the analysis of the methodologies used in class and the relation with the PPP of each school. They revealed the coherences and incoherences of the work in literacy teaching, and how much these practices are or not lined with the pedagogical propose of the PPP from each school. Este trabalho tem por objetivo analisar a alfabetização juntamente com os Projetos Políticos Pedagógicos (PPP) de duas escolas de uma cidade da região norte do Paraná. Preocupou-se em investigar os problemas que envolvem a alfabetização: suas teorias, metodologias e aplicabilidade do PPP. A metodologia empregada no desenvolvimento deste trabalho foi através do estudo das teorias de ensino, a observação participante em sala de aula, entrevistas com professores e análise dos resultados. A pesquisa envolveu duas instituições, uma pública e outra particular, de forma a se fazer um comparativo entre as metodologias e teorias aplicadas na prática da alfabetização e a análise do PPP de cada escola. Houve um primeiro contato com a direção das escolas para a apresentação da pesquisa e para solicitar a autorização para o seu desenvolvimento. Foram convidadas também algumas professoras para participar da pesquisa, que se dispuseram para a realização das entrevistas e permitiram a observação em sala de aula. A amostra foi composta por quatro professoras da escola municipal e uma professora da escola particular, todas atuando na 1ª série do ensino fundamental. Para a realização da pesquisa, as entrevistas foram feitas de maneira individual com questões abertas para que as professoras falassem à vontade, sem interrupções por parte do entrevistador. As observações em sala de aula foram feitas duas vezes por semana, onde as metodologias aplicadas nas aulas e as relações com o PPP das escolas foram observadas. As observações registradas revelaram as coerências e incoerências da prática de ensino da alfabetização, o quanto estas práticas estão ou não alinhadas à proposta pedagógica do PPP de cada escola.
4

Teoria, prática e o método utilizado: o desafio da alfabetização; Educação Theory, practical and the used method: the challenge of the alphabetization

Bertan, Andréa Henrique Franco 15 March 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-07-18T17:54:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bertan - Mestrado Educacao.pdf: 1540739 bytes, checksum: a6cf1c443a5c10446aa441eb7b80742a (MD5) Previous issue date: 2006-03-15 The objective of this paper was to analyze the literacy along the Pedagogical Political Projects (PPP) of two schools of a city of north Parana State. The focus was on investigating the problems that involve the literacy process: theories, methodologies and the applications of the PPP. The methodology used to develop this study was through field research. It involved a public and a private school, so that could be compared the methodologies and the theories applied in the literacy practice and the analysis of PPP from each school. This research had been introduced and authorized by the school board of both schools. Some teachers were invited to participate in the project, they were interviewed and had their class observed. The sample was compounded by four teachers from the public school and one from the private one, all of them teaching in the first grade of Fundamental level. The interviews were individual with open questions, so the teachers could feel free to answer without any interruptions by the interviewer. The observations were made twice a week through the analysis of the methodologies used in class and the relation with the PPP of each school. They revealed the coherences and incoherences of the work in literacy teaching, and how much these practices are or not lined with the pedagogical propose of the PPP from each school. Este trabalho tem por objetivo analisar a alfabetização juntamente com os Projetos Políticos Pedagógicos (PPP) de duas escolas de uma cidade da região norte do Paraná. Preocupou-se em investigar os problemas que envolvem a alfabetização: suas teorias, metodologias e aplicabilidade do PPP. A metodologia empregada no desenvolvimento deste trabalho foi através do estudo das teorias de ensino, a observação participante em sala de aula, entrevistas com professores e análise dos resultados. A pesquisa envolveu duas instituições, uma pública e outra particular, de forma a se fazer um comparativo entre as metodologias e teorias aplicadas na prática da alfabetização e a análise do PPP de cada escola. Houve um primeiro contato com a direção das escolas para a apresentação da pesquisa e para solicitar a autorização para o seu desenvolvimento. Foram convidadas também algumas professoras para participar da pesquisa, que se dispuseram para a realização das entrevistas e permitiram a observação em sala de aula. A amostra foi composta por quatro professoras da escola municipal e uma professora da escola particular, todas atuando na 1ª série do ensino fundamental. Para a realização da pesquisa, as entrevistas foram feitas de maneira individual com questões abertas para que as professoras falassem à vontade, sem interrupções por parte do entrevistador. As observações em sala de aula foram feitas duas vezes por semana, onde as metodologias aplicadas nas aulas e as relações com o PPP das escolas foram observadas. As observações registradas revelaram as coerências e incoerências da prática de ensino da alfabetização, o quanto estas práticas estão ou não alinhadas à proposta pedagógica do PPP de cada escola.
5

Ressignificando práticas docentes numa abordagem etnomatemática

Narvaz, Miriam Benedetti 13 January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-14T14:12:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 346805.pdf: 7497897 bytes, checksum: cf0ceb2f09256935281dee709b9fb6f6 (MD5) Previous issue date: 2006-01-13 Alunos desinteressados e constantes reprovações nos levam a crer que existe uma necessidade de repensar práticas docentes. Esta investigação teve como finalidade identificar e compreender de que forma é possível ressignificar práticas docentes com um grupo de professores, tendo como suporte a geometria numa abordagem etnomatemática. Apesar da geometria ter sido a origem do projeto, o encaminhamento posterior se afastou um pouco desse foco, aproximando-se mais da etnomatemática Para obter informações desta pesquisa, foi instituído um grupo de estudo, com seis professores da Rede Municipal de Ensino de Caxias do Sul, de escolas distintas, com formações acadêmicas em Matemática, Ciências e Biologia. Deste grupo, três professoras passaram a fazer parte do Projeto: Articulação entre Desenvolvimento Curricular e Formação Permanente no Ensino Médio em Ciências: Constituição de Comunidades de Aprendizagem, financiado pelo FINEP (Fundação de estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia), demonstrando uma mudança paradigmática das professoras frente à pesquisa. Os encontros mensais duraram dez meses, e em cada encontro foram gravadas as falas e as atividades desenvolvidas, sendo submetidas a um processo de Análise de Conteúdo, que possibilitou explicitar categorias, resultando na descrição, interpretação e teorização do trabalho. A investigação focalizou as possibilidades e superações envolvendo as dobraduras, o professor pesquisador e a etnomatemática. Nos depoimentos aparecem de forma recorrente a falta de interesse dos alunos nas aulas repetitivas, e o professor despreparado para dar conta destas questões de desinteresse e agressividade. Como a educação representa um desafio grandioso, estas rupturas aqui apresentadas são uma parte do real trabalho que precisa ser realizado nasbases de nossas formações acadêmicas, para que cada professor incorpore em sua prática o educar pela pesquisa.
6

Unidade de aprendizagem : uma alternativa para professores e alunos conviverem melhor

Albuquerque, Fernanda Medeiros de 3 March 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-14T14:12:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 346848.pdf: 8568433 bytes, checksum: f7283738a407658cebe93adc18deee7c (MD5) Previous issue date: 2006-03-03 Este trabalho de pesquisa procura analisar as percepções de alunos, pais e professores sobre uma Unidade de Aprendizagem (UA). Ela foi desenvolvida com alunos do 1º ano do Ensino Médio de uma Escola particular de Porto Alegre e foi elaborada de acordo com os princípios do Educar pela Pesquisa. No trabalho com a UA foram abordados alguns obstáculos que poderiam ser encontrados, tais como: o posicionamento dos pais, da escola, da autora e dos demais professores e, principalmente, dos alunos. A pesquisa inicia com a trajetória da autora e as influências que ela teve para investigar o assunto, bem como as questões que orientaram o trabalho. Para o desenvolvimento do mesmo foram feitas reflexões sobre o ritmo de vida acelerado e a falta de diálogo que convivemos atualmente. Após, é sugerido o desenvolvimento de uma UA como uma alternativa para professores e alunos tornarem-se parceiros de trabalho. Através do relato da Unidade desenvolvida, os obstáculos são apontados e analisados, assim como as alternativas utilizadas ou sugeridas para que fossem superados. O posicionamento dos alunos, professores, direção e pais é analisado utilizando a metodologia análise de conteúdo. Os resultados da análise mostraram que os alunos consideram as atividades inseridas na UA como agentes motivadores para que novas aprendizagens aconteçam; significativas, quando enfocam o seu cotidiano e de grande importância para o desenvolvimento da sua autonomia. Os professores apresentam resistências quanto ao tempo de elaboração e desenvolvimento da UA. Os pais e a diretora acreditam em um trabalho desenvolvido de acordo com os princípios do Educar pela Pesquisa.
7

Educação por meio do esporte : investigando o caso do basquetebol no Brasil

Mesquita, Roberto Maluf de 14 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-14T14:22:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 408217.pdf: 608313 bytes, checksum: dc1462ae3491df2efb1977c0ef5256ee (MD5) Previous issue date: 2008-01-14 Nos últimos anos, a Educação por meio do esporte vem conquistando reconhecimento de vários setores da sociedade, uma vez que apresenta efetivas possibilidades para o desenvolvimento de atitudes e valores em crianças e jovens. Esse tópico foi abordado por Pierre de Coubertin e consta na Carta Olímpica. Entretanto, existem indícios que sugerem certa distância entre os princípios e objetivos que regem a organização e funcionamento do Movimento Olímpico e a realidade do esporte praticado por crianças e jovens no Brasil. A comunidade científica tem questionado essa prática, remetendo à reflexão sobre tópicos importantes relacionados com aspectos pedagógicos, integridade física e psicológica dos praticantes. Face ao exposto, os objetivos do presente estudo foram: a) investigar discursos e práticas emergentes das falas de jogadores e técnicos de equipes de basquetebol de alto rendimento, referentes à Educação por meio do esporte no Brasil no sentido mais amplo e especificamente o basquetebol; b) confrontar os discursos e práticas emergentes com os pressupostos teóricos atuais; c) sugerir princípios orientadores para a Educação por meio do esporte de crianças e jovens, direcionados para o basquetebol. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa e compreensiva, realizado a partir de entrevistas com jogadores e técnicos de equipes brasileiras de basquetebol de alto rendimento. As informações coletadas foram trabalhadas a partir de Análise Textual Discursiva, numa integração de categorias a priori e emergentes. Na maioria dos casos, a importância da atividade física regular e bem orientada na formação de crianças e jovens foi enfatizada, porém os resultados apontaram que a prática atual da iniciação esportiva, organizada pelas Federações que regem o basquetebol no país, exige a superação de modelos que propõem uma especialização precoce e conseqüente desrespeito às fases de crescimento e desenvolvimento, para atingirem-se modelos que estão em sintonia com as teorias da Educação esportiva. Entre as alternativas que podem ser recomendadas a partir de princípios orientadores derivados do estudo, estão os jogos cooperativos, festivais e jamborees com adaptações para o basquetebol.
8

Em torno da identidade do educador lingüístico : aspectos de sua auto-estima, suas concepções e significado social de seu trabalho

Fabret, Sheila Telli 29 October 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-14T14:23:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 396494.pdf: 1119772 bytes, checksum: 1d73fe95b00d5c959abbf13aa9eaad39 (MD5) Previous issue date: 2007-10-29 Este estudo teve por objetivo principal conhecer e compreender os sentimentos de auto-imagem e auto-estima e as concepções dos professores de espanhol sobre o trabalho e a contribuição social do educador lingüístico em língua estrangeira, com vistas a um redimensionamento da identidade profissional deste professor. A ancoragem teórica desta pesquisa centrou-se em três eixos: estudos teórico-bibliográficos sobre a auto-imagem e a auto-estima docentes; estudos sobre os modelos de identidade docente; e estudos sobre a educação lingüística em língua estrangeira. Os dados desta investigação quanti-qualitativa foram coletados em três fases, iniciando pela aplicação do Questionário de auto-imagem e de auto-estima (STOBÄUS, 1983), seguido do questionário de perguntas abertas e de entrevistas semi-estruturadas. A análise dos dados coletados está fundamentada em análise de conteúdo de Bardin (2004), complementados por Moraes (2006). Os resultados foram organizados em seis categorias: 1. A concepção de educação lingüística em língua estrangeira, evidenciando as concepções dos professores de língua espanhola acerca de seu trabalho, categoria analisada em duas subcategorias: o ensino de cultura e a formação para a cidadania. 2. O papel do educador lingüístico, que trata das concepções dos professores sobre os propósitos de sua práxis. 3. As dificuldades enfrentadas pelo educador lingüístico, que discorre sobre as dificuldades enfrentadas nos complexos contextos atuais. 4. As satisfações da prática da educação lingüística, que evidencia os sentimentos e as vivências de realização, analisada a partir de duas subcategorias: o sucesso no processo de ensino e aprendizagem e, o reconhecimento do trabalho docente. 5. A contribuição social do educador lingüístico, que revela as concepções dos professores sobre as contribuições de seu trabalho na vida do aluno e nas sociedades contemporâneas. 6. A auto-imagem e a auto-estima, que analisa e problematiza os níveis de auto-imagem e auto-estima dos professores participantes. Os estudos realizados evidenciam que um redimensionamento da identidade do professor de línguas estrangeiras, o educador lingüístico, fundamentado na autonomia e configurado em práticas de letramento pode potencializar significativamente o sucesso no processo de ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras, restituindo à língua estrangeira o lugar que lhe corresponde na escola pública regular. Além disso, acrescenta sentido e significado a prática profissional, contribuindo na manutenção e desenvolvimento saudável da auto-estima, ajudando o professor a auto-realizar-se no processo pedagógico.
9

Representações sociais de bibliotecários: quando o antigo e o novo se confrontam. Social representations of the librarian: when the new confront the old.

Resende, Érica dos Santos 8 December 2005 (has links)
Submitted by Erica Resende (ericare@gmail.com) on 2016-04-13T09:37:00Z No. of bitstreams: 1 dissertacao Erica Resende.pdf: 4035595 bytes, checksum: de16b723d3be588238c2046769f70cbd (MD5) Made available in DSpace on 2016-04-13T09:37:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacao Erica Resende.pdf: 4035595 bytes, checksum: de16b723d3be588238c2046769f70cbd (MD5) Previous issue date: 2005-12-08 Esta pesquisa teve como objetivo a análise das representações sociais de bibliotecário apresentadas por profissionais desta área que atuam em uma universidade privada. A investigação apóia-se no pressuposto de que as representações sociais são construções de sujeitos concretos e, como tais, tomam forma no cotidiano de suas relações, experiências, vivências e interações, integrando informações, ideias, imagens, lembranças, afetos que, no crivo de valores, são reconstruídos e organizados, atualizando relações, tempos e espaços diversos. A investigação articula a aplicação de questionário para caracterizar a formação e a experiência dos sujeitos (N=60) e a livre associação de palavras, tratada como é proposto por Vergés (1992) e Flament (1981), à análise temática dos textos produzidos para justificar as escolhas. A análise do teste de livre evocação de palavras e dos resultados do teste da dupla negação permitiram apreender a possível evolução do espaço simbólico do bibliotecário que, dos limites dos livros e bibliotecas, pode estar assumindo a potencialidade da informação como definidora do seu fazer e do seu saber. Ainda que persista a configuração tradicional detectada pela associação livre – livros, bibliotecas e informação -, o teste de dupla negação aponta para indícios seguros de uma representação em mudança, na qual, o núcleo central integraria, apenas, o elemento, informação. Embora este processo de mudança seja influenciado pelas novidades em circulação no ambiente profissional, a coerência e a consistência das práticas adotadas pela instituição focalizada e assumidas pelos sujeitos parecem desempenhar o principal papel. No espaço destas práticas, as ideias tornam-se concretas, as novidades se materializam, ou seja, são facilitados os processos de objetivação da mudança em campos semânticos articulados e de sua ancoragem nos valores e símbolos socialmente aceitáveis às pertenças e referências grupais. Estas práticas dão condições para que os processos fundamentais na construção e reconstrução das representações sociais de um objeto possam se efetivar. This research had as objective the analysis of the social representations of librarian presented by professionals of this area who work in a private university. The investigation is supported by the assumption that social representations are constructions of concrete subjects and, as such, take form in the daily life of their relations, experiences, and interactions, integrating information, ideas, images, memories, affects that, through the screening of values, are reconstructed and organized, updating diverse relations, times and spaces. The investigation articulates the application of questionnaires to characterize the formation and experience of the subjects (N=60) and a free association of words, treated as proposed by Vergés (1992) and Flament (1981), to the thematic analysis of the texts produced by the subjects to justify the choices. The analysis of the text of free evocation of words and of the results of the text of double negation allow to apprehend the possible evolution of the librarian symbolic space that, from the limits of books and libraries, can be assuming the potentiality of information as the definer of its doing and its knowledge. Although the traditional configuration detected by the free association –books, libraries and information – persists, the test of double negation points to significant traces of a representation in change, in which the central nucleus would integrate only the element information. In this process of change, the news in circulation in the professional environment seem to be operating but, above all, the coherence and consistence of the practices adopted, focused and assumed by the subjects play the most important role. In the space of these practices, the ideas become concrete, the news materialize, that is, the process of change objectivation in articulated semantic fields and its anchorage in socially acceptable values and symbols to the belongings and reference groups are facilitated. These practices make possible the fundamental processes of construction and reconstruction of social representations of an object.
10

ctos familiares e o processo de alfabetização ctos familiares e o processo de alfabetização

Figueira, Joyce Cardoso 13 December 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2016-12-12T20:34:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Joyceresumo.pdf: 38521 bytes, checksum: cc7a1ec22be33f8f561f00032c447edf (MD5) Previous issue date: 2002-12-13 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior A presente dissertação tem como objetivo correlacionar aspectos de vivência familiar com o processo de alfabetização vividos pelas crianças de cinco a sete anos. Buscou-se enfatizar os aspectos familiares do processo, que embora apontados pela bibliografia através de diversos autores, na prática encontram-se longe de serem experenciados, fazendo com que seja observada uma lacuna entre família e escola. Foram utilizados como referencial teórico os autores Jean Piaget, Lev Vygostsky e Emília Ferreiro, no que concerne às questões específicas da alfabetização. Com relação ao aspecto familiar, lançou-se mão do pensamento sistêmico. Como os primeiros anos de vida são essenciais para o desenvolvimento humano, e como neste período a família possui especial significado para o indivíduo, colocou-se em evidência a importância do envolvimento do sistema familiar no processo de alfabetização infantil.

Page generated in 0.0361 seconds