• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 22
  • Tagged with
  • 22
  • 22
  • 22
  • 17
  • 15
  • 8
  • 8
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Efeito antinociceptivo de Ocimum gratissimum L. e seus princípios ativos isolados em um modelo de dor neuropática em camundongos.

Paula-Freire, Lyvia Izaura Gomes de [UNIFESP] January 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:46:08Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013 / Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / A planta Ocimum gratissimum L. e muito utilizada na medicina popular para tratar condicoes dolorosas. Assim, o presente estudo avaliou a atividade antihipernociceptiva do oleo essencial de Ocimum gratissimum (OEOg) e seus principios ativos isolados (eugenol, trans-cariofileno e mirceno) no modelo de dor neuropatica induzida pela injuria por constricao cronica do nervo ciatico. Para todos os experimentos realizados foram utilizados camundongos machos adultos da linhagem C57BL/6J. Testes preliminares, como triagem farmacologica e rota-rod foram feitos para direcionar a pesquisa e determinar os efeitos adversos das substancias testadas. Poucas alteracoes foram observadas nesses testes. Os animais tratados com trans-cariofileno apresentaram poucos indicios de toxicidade,como alteracoes comportamentais, bioquimicas e histopatologicas. Ja o mirceno, quando administrado na dose de 250 e 500 mg/kg, promoveu aumento das enzimas hepaticas aspartato aminotransferase e alanina aminotransferase, alem de aumento no peso relativo do figado e alteracoes morfologicas hepaticas. Nos testes para averiguar a antinocicepcao aguda e cronica, os camundongos foram tratados por via oral com oleo de milho (grupo controle), 5 mg/kg de morfina (controle positivo dor aguda- ip), 20 mg/kg de pregabalina (controle positivo dor neuropatica u ip), OEOg nas doses de 10, 20 ou 40 mg/kg, eugenol, trans-cariofileno ou mirceno nas doses de 1, 5 ou 10 mg/kg. No teste da placa quente, para avaliar limiar nociceptivo, todos os xenobioticos testados foram eficazes em aumentar significativamente a latencia para os animais lamberem a(s) pata(s), mesmo 4 horas apos a administracao, quando comparados com o grupo controle. No teste da formalina na pata, as substancias utilizadas como tratamento foram efetivas em minimizar a dor dos animais na primeira e segunda fase do teste, mostrando efeito benefico contra a dor neurogenica e inflamatoria. Com relacao aos testes de dor neuropatica, o tratamento com 20 e 40 mg/kg do oleo essencial da planta e as doses 5 e 10 mg/kg dos principios ativos foram capazes de promover antihipernocicepcao, tanto no teste mecanico (von Frey) quanto termico (placa quente). Os experimentos para investigar o possivel mecanismo de acao das drogas testadas indicaram o envolvimento do sistema opioide. Os dados do teste para elucidar o mecanismo de acao do transcariofileno tambem comprovaram a participacao do sistema canabinoide via receptor CB2, uma vez que o efeito foi revertido pelo antagonista CB2 JWH-015. O eugenol apresentou efeito antihipernociceptivo equivalente ao antagonista TRPV1,(SB366791), sugerindo que o efeito antinociceptivo seja tambem devido ao bloqueio de receptores vaniloides. Em sintese, nossos achados corroboram com os relatos da literatura de que o OEOg e seus principios ativos isolados possuem atividade antinociceptiva em modelos de dor aguda e comprovam o efeito antihipernociceptivo nos testes de dor neuropatica. A presenca de atividade biologica da planta justifica ouso popular, o que incentiva a realizacao de outros estudos, principalmente no que diz respeito aos seus constituintes e seus respectivos mecanismos de acao / BV UNIFESP: Teses e dissertações
2

Efeitos da privação de sono total sobre um modelo animal de dependência de anfetamina / Total sleep deprivation potentiates amphetamine‐induced locomotor‐stimulating effect and behavioral sensitization in mice

Saito, Luis Paulo [UNIFESP] January 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:45:06Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012 / BV UNIFESP: Teses e dissertações
3

Estudos dos mecanismos renoprotetores das células- ronco derivadas do tecido adiposo em modelos experimentais de doença renal crônica / Role of adipose tissue-derived stem cells in the progression of chronic renal disease

Donizetti-Oliveira, Cassiano [UNIFESP] January 2014 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:46:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014 / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Atualmente cerca de 13% da populacao mundial e afetada por algum grau de doenca renal cronica, com um percentual de 45% de mortes atribuidas a desordens de carater fibrotico. Neste contexto, novas formas terapeuticas de tratamento se tornam imprescindiveis, como por exemplo, uso de terapia celular com celulas-tronco mesenquimais. Essas celulas podem ser obtidas do tecido-adiposo (CTAd) tornando-se possiveis terapias devido a sua facil obtencao e propriedades pro-regenerativas, principalmente as exercidas por acoes paracrinas. Portanto, neste presente trabalho analisamos o papel da CTAd na reducao da progressao da fibrose renal em dois modelos experimentais: 1) de isquemia e reperfusao renal unilateral severa (IR) e 2) de nefrite tubulo-intersticial (NTI). Inicialmente, as CTAd foram isoladas de camundongos C57BL/6j, e foram caracterizadas fenotipicamente e funcionalmente. Apos sua caracterizacao, as CTAds foram administradas por via intraperitoneal (2.105 celulas/animal) em diferentes tempos apos insulto inicial, e os animais foram avaliados 24 horas, 6 e 10 semanas apos a IR e 10 dias apos a inducao da NTI. No modelo de IR, no tempo de 24 horas, os animais tratados com CTAd apresentaram reduzida disfuncao renal e tubular e um aumento do processo regenerativo. Adicionalmente, a expressao renal de transcritos pro-inflamatorios (IL-6 e TNF) foi diminuida, enquanto que o nivel de moleculas antiinflamatorias e citoprotetoras (IL-4, IL-10 e HO-1) foram aumentadas. Apesar da melhora funcional, as CTAd nao foram observadas nos rins dos animais transplantados. Como esperado, apos 6 semanas de IR, os rins dos animais nao tratados retrairam, enquanto os rins dos animais tratados com CTAd permaneceram integros com menor deposicao de fibras de colageno do tipo 1 (Col-1) e menos expressao do marcador de fibrose FSP-1. A protecao renal observada em animais tratados com CTAd foi acompanhada por uma reducao nos niveis sericos de citocinas inflamatorias como TNF-α, KC, RANTES e IL-1a. No modelo de NTI o mesmo padrao foi observado, ou seja, os rins dos animais tratados apresentaram menor disfuncao renal com reduzida expressao de moleculas pro-inflamatorias (TNF-a e IL-6) e diminuicao da area fibrotica observada principalmente pela coloracao de Picrosirius e imunohistoquimica para marcadores pro-fibroticos como FSP-1 e Col-1. Surpreendentemente, quando avaliamos o tratamento das CTAd com 6 semanas de IR, periodo em que os animais ja apresentavam fibrose, foi constatado uma melhora nos parametros funcionais e menos fibrose e reducao da expressao de RNAm de Col-1 e vimentina, alem de menor expressao de FSP-1. Conclusivamente, nossos resultados demonstram que a terapia com CTAd pode afetar a progressao da fibrose renal, pela modulacao da resposta inflamatoria inicial. Acreditamos que essa protecao possa estar relacionada a modulacao dos mecanismos que governam a transicao epitelial/endotelio-mesenquimal. Esperamos que esse trabalho possa contribuir para a identificacao de potenciais vias de lesao ou de regeneracao, facilitando a sua traducao mais simples e rapida para a pratica clinica / BV UNIFESP: Teses e dissertações
4

Estudo da administração de ácidos graxos poli-insaturados no condicionamento com cocaína em camundongos

Eserian, Jaqueline Kalleian [UNIFESP] 31 August 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-07-22T20:50:05Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-08-31 / O aumento da neurotrasmissão dopaminérgica tem sido ligado à euforia produzida pela cocaína. Estudos pré-clínicos demonstraram que a modificação da composição de ácidos gráxos poli-insadurados (PUFAs) na dieta pode influenciar o nível de neurotransmissão. O objetivo do estudo foi verificar se a administração de PUFAs provoca alteração na preferência condicionada por lugar por cocaína, correlacionando os dados comportamentais com os níveis plasmáticos de PUFAs. Foram utilizados 5 grupos de camundongos c57BI/6J suplementados com óleo de linhaça ou solução controle por 19 dias e condicionados com cocaína, embora tenham sido observadas alerações significativas dos níveis de ácido eicosapentaenóico (EPA) e ácido linoléico entre os grupos. Doses maiores de PUFAS são necessárias para que ocorra mudança no nível plasmático de EPA em camundongos condicionados com cocaína. / TEDE / BV UNIFESP: Teses e dissertações
5

Sono e imunidade: evidências em voluntários saudáveis e em modelo murino de transplante de pele / Sleep and immunity: evidence in healthy volunteers and mice skin allograft model

Silva, Francieli Ruiz da [UNIFESP] January 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:45:03Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011 / BV UNIFESP: Teses e dissertações
6

Efeitos do ácido 3-nitropropiônico (3-NP) na inervação extrínseca do coração de camundongos - modelo experimental para a doença de Huntington / Effects of 3-nitropropionic acid (3-NP) on the extrinsic innervation of the mice heart - experimental model for Huntington\'s disease

Moreira, Amanda Lopez 05 June 2017 (has links)
A doença de Huntington (DH) é um distúrbio neurodegenerativo hereditário e autossômico dominante e tem como características alterações motoras e mentais progressivas. Recentemente, além das alterações verificadas no sistema nervoso central, também têm sido descritas alterações em órgãos periféricos, tais como osteoporose, atrofia muscular, problemas intestinais, alterações cardíacas e, sobretudo, alterações no sistema nervoso autônomo. São evidentes as alterações autonômicas do coração nos portadores da DH, as quais, são, sobretudo, um risco potencial, tornando os pacientes suscetíveis a problemas cardiovasculares. No entanto, os mecanismos pelos quais a doença afeta os componentes autonômicos do coração não são totalmente conhecidos, por isso a importância de se estudar os componentes da inervação cardíaca, sobretudo o gânglio estrelado (GE). A DH pode ser induzida através do ácido 3-nitropropiônico (3-NP), pois essa substância produz efeitos neurotóxicos inibindo a succinato desidrogenase. Esta pesquisa objetiva analisar, por meio da indução através do 3-NP, os efeitos da DH no GE, identificando possíveis alterações morfoquantitativas dos neurônios ganglionares, com uso de técnicas baseadas em delineamento estereológico 3D e de bioimagem associadas à teste comportamental e perfil hemodinâmico, a fim de contribuir para o entendimento de como a doença age na inervação do coração. Para isso foram utilizados 14 camundongos C57BL-6 machos que foram alocados em dois grupos: Grupo Controle com 7 animais induzidos com solução salina (0,9%); Grupo 3NP com 7 animais induzidos com doses subagudas de 60 mg.kg-1dia-1 de 3-NP. Foram realizados o teste comportamental, a avaliação cardíaca e a análise estereológica. Os principais achados dessa pesquisa foram: (I) diminuição da atividade exploratória dos animais; (II) prejuízo da função sistólica; (III) aumento de 76% no volume ganglionar; (IV) aumento de 70% no volume médio dos neurônios, concluindo-se que o 3-NP produz efeitos na função cardíaca, ocasionando hipertrofia do gânglio / Huntington\'s disease (HD) is a hereditary and autosomal dominant neurodegenerative disorder and is characterized by progressive motor and mental changes. Recently, in addition to changes in the central nervous system, alterations in peripheral organs such as osteoporosis, muscular atrophy, intestinal problems, cardiac alterations and, above all, changes in the autonomic nervous system have also been described. Autonomic heart alterations in DH patients are evident, which are a potential risk, making patients susceptible to cardiovascular problems. However, the mechanisms by which the disease affects the autonomic components of the heart are not fully understood, therefore, the importance of studying the components of cardiac innervation, especially the stellate ganglion (SG). HD can be induced through 3-nitropropionic acid (3-NP), as this substance produces neurotoxic effects inhibiting succinate dehydrogenase. The aim of this research was to analyze the effects of HD on the SG by means of 3-NP induction, identifying possible morpho-quantitative changes in ganglion neurons, using techniques based on 3D stereological and bioimaging techniques associated with behavioral and hemodynamic profile, In order to contribute to the understanding of how the disease acts in the heart innervation. For this, 14 male C57BL-6 mice were used, which were allocated in two groups: Control Group with 7 animals induced with saline solution (0.9%); Group 3NP with 7 animals induced with subacute doses of 60 mg.kg-1day-1 of 3-NP. Behavioral test, cardiac evaluation and stereological analysis were performed. The main findings of this research were: (I) decrease in the exploratory activity of the animals; (II) impairment of systolic function; (III) 76% increase in ganglion volume; (IV) increase of 70% in the mean volume of the neurons, concluding that 3-NP produces effects on cardiac function, causing hypertrophy of the ganglion
7

Caracterização das vias de transformação maligna de uma nova linhagem estabelecida de melanoma murino / Establishment and characterization of the malignant transformation pathways of a novel murine melanoma cell line

Junqueira, Mara de Souza 11 May 2006 (has links)
Ao longo dos processos de imortalização e transformação maligna, as células adquirem inúmeras alterações genéticas, que são causadas por fatores endógenos e exógenos como agentes biológicos e a geração de espécies reativas de oxigênio. Neste trabalho, uma linhagem celular espontaneamente transformada foi clonada a partir de explantes de embriões de camundongos C57bl/6. Esta linhagem mostrou-se produtora de pigmento escuro; a análise citoquímica e ultraestrutural permitiu caracterizar a linhagem como tendo origem melanocítica. A linhagem, denominada Mgal3, mostrou-se tumorigênica quando implantada no tecido subcutâneo de animais singenéicos, apresentando capacidade de disseminação linfática, dando origem a metástases em linfonodos, o que permitiu caracteriza-la como uma linhagem de melanoma murino. O processo de transformação deste melanoma caracterizou-se pela expressão de genes retrovirais endógenos, com expressão do antígeno associado a melanoma (MAA), reconhecido pelo anticorpo monoclonal MM2-9B6; ausência de mutações nos exons 5 a 8 do gene supressor de tumor TP53; e, silenciamento do gene CDKN2a, que codifica duas proteínas que atuam em redes de supressão de tumores, p16INK4a e p19ARF. A perda de expressão de pelo menos um destes produtos gênicos parece associada a mecanismos epigenéticos, uma vez que o tratamento de Mgal3 com o inibidor de DNA metiltransferase 5-Aza-2-deoxicitidina, restaurou a transcrição de pelo menos um dos transcritos do gene CDKN2a. Da mesma forma, observamos que o gene LGALS3, que codifica a lectina animal galectina-3 também é silenciado nesta linhagem, mostrando que esta molécula não está associada à manutenção desta célula transformada em condições de cultivo. / A novel murine melanoma cell line named Mgal3 was generated from embryo explants. This cell line gave rise to metastatic tumors when injected subcutaneously in C57bl/6 mice. Tumor histogenesis was determined at the cytochemical (Fontana Masson staining), immunohistochemical (staining with anti-HMB45 and anti-S100) and ultrastructural levels. Mgal3 produces high amounts of retroviral C particles and was recognized by the mAb MM2-9B6, which reacts with a melanoma associated antigen derived from the envelope of the ecotropic retrovirus MelArv. No mutations were found in TP53 exons 5-8, however loss of CDKN2a expression was observed. Treatment of Mgal3 with the demethylating agent azadeoxycytidine indicated that at least one of the genes encoded at the CDKN2a locus was silenced by promoter hypermethylation. Furthermore, this cell line did not express the animal lectin, galectin-3. The galectin-3 gene promoter seemed to be hypermethylated, since treatment of Mgal3 with azadeoxycytidine led to the de novo expression of the lectin.
8

Efeitos do ácido 3-nitropropiônico (3-NP) na inervação extrínseca do coração de camundongos - modelo experimental para a doença de Huntington / Effects of 3-nitropropionic acid (3-NP) on the extrinsic innervation of the mice heart - experimental model for Huntington\'s disease

Amanda Lopez Moreira 05 June 2017 (has links)
A doença de Huntington (DH) é um distúrbio neurodegenerativo hereditário e autossômico dominante e tem como características alterações motoras e mentais progressivas. Recentemente, além das alterações verificadas no sistema nervoso central, também têm sido descritas alterações em órgãos periféricos, tais como osteoporose, atrofia muscular, problemas intestinais, alterações cardíacas e, sobretudo, alterações no sistema nervoso autônomo. São evidentes as alterações autonômicas do coração nos portadores da DH, as quais, são, sobretudo, um risco potencial, tornando os pacientes suscetíveis a problemas cardiovasculares. No entanto, os mecanismos pelos quais a doença afeta os componentes autonômicos do coração não são totalmente conhecidos, por isso a importância de se estudar os componentes da inervação cardíaca, sobretudo o gânglio estrelado (GE). A DH pode ser induzida através do ácido 3-nitropropiônico (3-NP), pois essa substância produz efeitos neurotóxicos inibindo a succinato desidrogenase. Esta pesquisa objetiva analisar, por meio da indução através do 3-NP, os efeitos da DH no GE, identificando possíveis alterações morfoquantitativas dos neurônios ganglionares, com uso de técnicas baseadas em delineamento estereológico 3D e de bioimagem associadas à teste comportamental e perfil hemodinâmico, a fim de contribuir para o entendimento de como a doença age na inervação do coração. Para isso foram utilizados 14 camundongos C57BL-6 machos que foram alocados em dois grupos: Grupo Controle com 7 animais induzidos com solução salina (0,9%); Grupo 3NP com 7 animais induzidos com doses subagudas de 60 mg.kg-1dia-1 de 3-NP. Foram realizados o teste comportamental, a avaliação cardíaca e a análise estereológica. Os principais achados dessa pesquisa foram: (I) diminuição da atividade exploratória dos animais; (II) prejuízo da função sistólica; (III) aumento de 76% no volume ganglionar; (IV) aumento de 70% no volume médio dos neurônios, concluindo-se que o 3-NP produz efeitos na função cardíaca, ocasionando hipertrofia do gânglio / Huntington\'s disease (HD) is a hereditary and autosomal dominant neurodegenerative disorder and is characterized by progressive motor and mental changes. Recently, in addition to changes in the central nervous system, alterations in peripheral organs such as osteoporosis, muscular atrophy, intestinal problems, cardiac alterations and, above all, changes in the autonomic nervous system have also been described. Autonomic heart alterations in DH patients are evident, which are a potential risk, making patients susceptible to cardiovascular problems. However, the mechanisms by which the disease affects the autonomic components of the heart are not fully understood, therefore, the importance of studying the components of cardiac innervation, especially the stellate ganglion (SG). HD can be induced through 3-nitropropionic acid (3-NP), as this substance produces neurotoxic effects inhibiting succinate dehydrogenase. The aim of this research was to analyze the effects of HD on the SG by means of 3-NP induction, identifying possible morpho-quantitative changes in ganglion neurons, using techniques based on 3D stereological and bioimaging techniques associated with behavioral and hemodynamic profile, In order to contribute to the understanding of how the disease acts in the heart innervation. For this, 14 male C57BL-6 mice were used, which were allocated in two groups: Control Group with 7 animals induced with saline solution (0.9%); Group 3NP with 7 animals induced with subacute doses of 60 mg.kg-1day-1 of 3-NP. Behavioral test, cardiac evaluation and stereological analysis were performed. The main findings of this research were: (I) decrease in the exploratory activity of the animals; (II) impairment of systolic function; (III) 76% increase in ganglion volume; (IV) increase of 70% in the mean volume of the neurons, concluding that 3-NP produces effects on cardiac function, causing hypertrophy of the ganglion
9

Caracterização das vias de transformação maligna de uma nova linhagem estabelecida de melanoma murino / Establishment and characterization of the malignant transformation pathways of a novel murine melanoma cell line

Mara de Souza Junqueira 11 May 2006 (has links)
Ao longo dos processos de imortalização e transformação maligna, as células adquirem inúmeras alterações genéticas, que são causadas por fatores endógenos e exógenos como agentes biológicos e a geração de espécies reativas de oxigênio. Neste trabalho, uma linhagem celular espontaneamente transformada foi clonada a partir de explantes de embriões de camundongos C57bl/6. Esta linhagem mostrou-se produtora de pigmento escuro; a análise citoquímica e ultraestrutural permitiu caracterizar a linhagem como tendo origem melanocítica. A linhagem, denominada Mgal3, mostrou-se tumorigênica quando implantada no tecido subcutâneo de animais singenéicos, apresentando capacidade de disseminação linfática, dando origem a metástases em linfonodos, o que permitiu caracteriza-la como uma linhagem de melanoma murino. O processo de transformação deste melanoma caracterizou-se pela expressão de genes retrovirais endógenos, com expressão do antígeno associado a melanoma (MAA), reconhecido pelo anticorpo monoclonal MM2-9B6; ausência de mutações nos exons 5 a 8 do gene supressor de tumor TP53; e, silenciamento do gene CDKN2a, que codifica duas proteínas que atuam em redes de supressão de tumores, p16INK4a e p19ARF. A perda de expressão de pelo menos um destes produtos gênicos parece associada a mecanismos epigenéticos, uma vez que o tratamento de Mgal3 com o inibidor de DNA metiltransferase 5-Aza-2-deoxicitidina, restaurou a transcrição de pelo menos um dos transcritos do gene CDKN2a. Da mesma forma, observamos que o gene LGALS3, que codifica a lectina animal galectina-3 também é silenciado nesta linhagem, mostrando que esta molécula não está associada à manutenção desta célula transformada em condições de cultivo. / A novel murine melanoma cell line named Mgal3 was generated from embryo explants. This cell line gave rise to metastatic tumors when injected subcutaneously in C57bl/6 mice. Tumor histogenesis was determined at the cytochemical (Fontana Masson staining), immunohistochemical (staining with anti-HMB45 and anti-S100) and ultrastructural levels. Mgal3 produces high amounts of retroviral C particles and was recognized by the mAb MM2-9B6, which reacts with a melanoma associated antigen derived from the envelope of the ecotropic retrovirus MelArv. No mutations were found in TP53 exons 5-8, however loss of CDKN2a expression was observed. Treatment of Mgal3 with the demethylating agent azadeoxycytidine indicated that at least one of the genes encoded at the CDKN2a locus was silenced by promoter hypermethylation. Furthermore, this cell line did not express the animal lectin, galectin-3. The galectin-3 gene promoter seemed to be hypermethylated, since treatment of Mgal3 with azadeoxycytidine led to the de novo expression of the lectin.
10

Investigação da resposta imunológica antitumoral induzida por células B16F10 tratadas pela combinação p19Arf e interferon-beta em um modelo de vacinação profilático para melanoma murino / Investigation of the antitumor immune response induced by B16F10 cells treated with the p19Arf and Interferon-beta combination in a murine prophylatic model of melanoma vaccine

Medrano, Ruan Felipe Vieira 25 April 2013 (has links)
Dados recentes do nosso laboratório demonstram que somente a co-transdução, não a tradução individual, com vetores adenovirais portadores de Interferon-beta (IFN?) (citocina imuno modulatória) e p19Arf (parceira funcional da proteína supressora de tumor p53) resulta na morte celular massiva do melanoma murino B16F10. A capacidade desse tratamento combinado de induzir uma resposta imune antitumoral ainda não foi avaliada. Dessa maneira, o objetivo do presente trabalho foi investigar se células B16F0 tratadas por essa combinação são capazes de induzir uma resposta imune antitumoral em um modelo de vacinação profilático de melanoma. Para isso, essas células foram co-transduzidas com os vetores AdPGp19 e AdPGIFN? e 48 horas depois, inoculadas como agente vacinal no flanco esquerdo (sítio da vacina) de camundongos C57BL/6 imunocompetentes. Sete dias após a última vacinação, esses animais foram desafiados com células B16F10 naïve no flanco direito (sítio do desafio). A progressão tumoral do desafio foi significativamente reduzida, mesmo quando o desafio tumoral foi feito 73 dias após da vacinação. Porém, como os animais imunizados desenvolveram tumores no sítio da vacina, condições para o uso dessas células tratadas foram avaliadas, revelando que: o número de células e de aplicações usadas durante a vacinação tem influência no aparecimento desse tumores, e que apenas com o tratamento combinado os camundongos permanecem livres de tumor. A influência do sistema imune para este resultado foi revelada após protocolo de imunussupressão. Em seguida, o papel da p19Arf e do IFN? na proteção antitumoral da combinação foi estudado. In vitro, os efeitos antitumorais da combinação parecem ser mais influentes da reposição de p19Arf do que da expressão de IFN?, mas já in vivo, na presença do sistema imune, foram mais dependentes do IFN?. Com a combinação estes efeitos mostraram-se mais pronunciados, induzindo uma proteção antitumoral e maior sobrevida aos animais vacinados. Estes resultados indicam que a combinação p19Arf e IFN? pode ser aplicada como um agente imunoterápico e sugerem que a associação entre morte celular e imuno estimulação pode beneficiar o tratamento contra o câncer / Previously, we have shown in a mouse melanoma model of in situ gene therapy that co-transduction, but not individual application, with adenovirus vectors expressing the Interferon-beta (IFN?) (immune modulatory cytokine) and p19Arf (functional partner of the p53 tumor suppressor) transgenes results in massive cell death and reduced tumor progression. However, the capability of this combined treatment to stimulate an antitumor immune response has not been evaluated. Therefore, the aim of this work was to investigate, trough a prophylactic vaccine model, if B16F10 cells treated by the p19Arf and IFN? combination could induce such immune response. To do so, these cells were co-transduced by the AdPGp19 e AdPGIFN? adenoviral vectors and 48 hours after, inoculated as a vaccine agent in the left flank (vaccine site) of immune competent C57BL/6 mice. Seven days after the last vaccine, a tumor challenge was done with naïve B16F10 cells in the right flank (challenge site). Tumor progression was markedly reduced, even when challenge was done 73 days after the vaccination. However, since these animals developed tumors where the vaccine was applied, more appropriate conditions for the use of these treated cells were pursued, thus revealing that: the number of cells and inoculations can dictate tumor development, and also, that only with the combined treatment was tumor formation abolished. The influence of the immune system for this result was revelead by performing an immune supression protocol. Next, the roles of p19Arf and of IFN? were studied. In vitro, the antitumor effects were stronger upon the introduction of p19Arf than IFN?, but in vivo, in the presence of the immune system, the effects were more IFN? dependent. In fact, these effects were more pronouced with the combined treatment, inducing protection against tumor formation and progression and increasing survival in the vaccinated animals. Taken together, these results demonstrate the application of cells treated by the p19Arf e IFN? combination as an effective vaccine agent and also indicates that the association between cell death and immune stimulation may benefit the treatment of cancer

Page generated in 0.117 seconds