• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 572
  • 6
  • 3
  • 3
  • Tagged with
  • 595
  • 161
  • 134
  • 118
  • 91
  • 90
  • 81
  • 79
  • 72
  • 59
  • 58
  • 57
  • 54
  • 52
  • 49
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

La influencia del blues y el jazz en tres autoras afro-estadounidenses: Toni Morrison, Alice Walker y Gayl Jones

PINERO, M. R. C. 27 May 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T14:11:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_7657_Tese Maria Rocío.pdf: 12715149 bytes, checksum: 2d3856ee4faa20a0d1db1d244d645f3b (MD5) Previous issue date: 2014-05-27 La presente Tesis parte de un acercamiento poliédrico al blues y al jazz como temas literarios, como ritmos transgresores, como espacios de reivindicación y como estandartes de la música que surgió del contacto cultural en la diáspora. Se explora La influencia de estos géneros musicales en tres obras literarias de cada una las siguientes autoras: Toni Morrison, Alice Walker y Gayl Jones. Estos textos literarios, publicados principalmente entre los años setenta y principios de los ochenta del siglo XX, son uma buena muestra de la influencia del legado de las cantantes de blues, de los ritmos sincopados del jazz y de la cultura vernácula de las personas afro-estadounidenses. Las escritoras rompen con la tradición literaria de vincular el blues y el jazz a autores masculinos y protagonizan el renacer literario femenino negro de los años setenta. Esta investigación aúna la crítica feminista negra, los estudios literarios y lãs historias de la música negra, para determinar el papel del blues y el jazz como testimonios de la resistencia ante la desigualdad de raza, clase y género, esta última visibilizada por las cantantes de blues primero y por las autoras objeto de estúdio después. Asimismo, se hace especial énfasis en el trasfondo social de la música que sonaba en el momento histórico en el que las autoras sitúan la trama de los textos.
32

A mulher na poesia de cordel de Leandro Gomes de Barros

MENDES, S. P. S. 17 April 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T14:11:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_3134_Sandileuza Pereira da Silva Mendes.pdf: 2711643 bytes, checksum: 87b431e518073ce531232cd5723664ed (MD5) Previous issue date: 2009-04-17 Estuda a presença do comportamento feminino na poesia de cordel de Leandro Gomes de Barros, a partir da revalorização cultural brasileira em seus múltiplos olhares, os quais se refletiram, nos diversos campos científicos, educacionais e sociais. Para tanto, estabelece a abordagem de análise literária e social a partir da percepção do universo feminino no cordel. Situa o surgimento da literatura de cordel, com o foco voltado às suas características e estrutura formal. Verifica a análise epistemológica feminista que confere o comportamento feminino como contribuinte na prática cultural popular cordelista, na vertente de a mulher autora participante e não personagem do cordel. A partir desse contexto, serão expostas questões concernentes à resistência da literatura de cordel até a contemporaneidade, e a relação dos cordelistas com a presença da mulher enquanto ser constituinte e/ou constituída. Não deixarão de ser abordados: a análise de Barros e análise do comportamento feminino na infância, adolescência, maturidade e velhice. Também serão feitas atribuições relativas à relação homem/ da imagem feminina impressa nos cordéis, a partir da técnica e estética xilográfica; a apresentação de peculiaridades biográficas de Leandro Gomes mulher, caracterizada pela sedução e pelo devir feminino da literatura de cordel valendo-se de conceitos de poder constituinte, singularidade e comum. Palavras-Chave: Poesia de Cordel. Comportamento feminino. Leandro Gomes de Barros.
33

De ponto em ponto, se muda a vida: autogestão e saúde da mulher trabalhadora numa cooperativa de costura artesanal do Rio de Janeiro From point-point, moves to life: self-management and women's health worker in a sewing cooperative in craft of Rio de Janeiro

Carvalho, Susana Corbacho Alvarez de 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:10:58Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 967.pdf: 571785 bytes, checksum: 9c5d8dc527007431aaaaadb8eb84c466 (MD5) Previous issue date: 2007 As transformações econômicas ocorridas nas últimas décadas exerceram forte impacto sobre o mundo do trabalho, acelerando o processo de precarização sofrido, sobretudo, pelastrabalhadoras. Diante desse novo cenário, alternativas vêm sendo buscadas para o enfrentamento do desemprego e para a geração de renda, com destaque para o campo daeconomia solidária. O presente estudo, realizado em uma cooperativa de costura artesanal localizada na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, situa-se nessa perspectiva e contempla também a questão das relações de gênero. Buscou-se compreender como esse empreendimento, além de constituir uma possibilidade de sobrevivência, pode contribuir para dotar o trabalho com um novo sentido, potencializando a produção de saúde para as pessoas envolvidas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em que foram entrevistadas sete trabalhadoras do conjunto que compõe a cooperativa. Na análise de suas falas, procurou-se entender o significado dessa experiência em suas vidas. Como resultado, foi possível constatar a importância de tal engajamento, principalmente do ponto de vista psicossocial. Verificou-se que, apesar das dificuldades e conflitos inerentes à implementação de um processo de produção autogestionário, prevalece uma percepção positiva do trabalho realizado. A busca pela independência financeira ainda contrasta com os rendimentos insuficientes alcançados, que são compensados pelo exercício cotidiano da autonomia e da criatividade aplicadas às técnicas artesanais. Foram percebidas algumas mudanças significativas nos planos da subjetividade e das relações de gênero, no entanto, a questão dadupla jornada permanece como um desafio diário para as mulheres da cooperativa.
34

Atividade de trabalho em call center: a mobilização das teleatendentes para compatibilizar saúde, produtividade e qualidade Activity of work in call to center: the mobilization of tele attendants to make compatible health, productivity and quality

Rezende, Marcello Santos 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:11:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 996.pdf: 564626 bytes, checksum: c1e069d44fe4257b4dcd0b53d82c17e6 (MD5) Previous issue date: 2007 Esta pesquisa buscou compreender a atividade de trabalho desenvolvida emoperação de telemarketing em uma central de atendimento de grande porte, pressupondo a contribuição desse caminho para um maior entendimento das relações entre os processos de trabalho e a saúde das operadoras. A investigação teve como objetivos (i)Identificar situações de trabalho adversas e nocivas à saúde dessas profissionais (ii) Analisar possíveis estratégias que as operadoras criam para lidar com essas adversidades e nocividades. Dando destaque ao ponto de vista da atividade, os principais referenciais teóricos utilizados foram a concepção vitalista de saúde presentena obra de Georges Canguilhem e a perspectiva ergológica proposta por Yves Schwartz e outros, incorporando ferramentas teórico-metodológicas de abordagens clínicas do trabalho, como a Ergonomia da Atividade, a Psicodinâmica do Trabalho, a Clínica daAtividade, articulando-as com as proposições de P. Zarifian sobre o modelo de competência e a lógica presente na relação de serviço. A ferramenta metodológica utilizada para este estudo exploratório foi inspirada na técnica de instruções ao sósiaformulada por Ivar Oddone no Modelo Operário Italiano (MOI) e desenvolvida pela Clínica da Atividade. Percebeu-se que a maioria das situações adversas no trabalho em telemarketing são relativas ao eselecimento de um tempo médio de atendimento (TMA) que deve ser cumprido independente do tipo de cliente e de situação enfrentadapelas operadoras. Essas dificuldades parecem configurar uma adversidade do processo de trabalho para o qual as operadoras não encontram saídas. Ao menos, não conseguimos identificar estratégias satisfatórias para lidar com estas situações. Identificamos, entretanto, saberes e estratégias que as ajudam a enfrentar outras adversidades, que apontam a necessidade de ampliarem a possibilidade de uso de suasexperiências. Chegar antes do horário, optar por sair ou seguir o script, criar expressões verbais, e apoiar-se no coletivo de trabalho para evitar erros são algumas dessas estratégias. Podemos afirmar que sem o uso que elas fazem do tempo, do script, de suasexpressões verbais e da relação com os demais trabalhadores, a atividade de trabalho no call center se tornaria ainda mais desgastante e dificilmente se alcançariam os resultados esperados. O produto de uma central de atendimento é um serviço e não um bem industrial clássico. A ligação de um cliente é cheia de imprevistos e não se podenormalizar o comportamento deles. Por esses motivos, entendemos que, a longo prazo, o sucesso das centrais de atendimento só será possível se a atual tentativa de racionalização industrial for questionada e contrabalançada por formas mais pertinentes ao negócio da empresa e ao melhor uso de sua força de trabalho.
35

O trabalho e a construção da mulher na sociedade

Aquini, Ana Maria do Nascimento 1993 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciencias da Educação Made available in DSpace on 2012-10-16T05:31:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T18:09:49Z : No. of bitstreams: 1 91759.pdf: 2659705 bytes, checksum: 027d9d391a0993f227d5224566016017 (MD5) Durante séculos a mulher muito trabalhou, mas limitada ao espaço privado da casa, tendo e criando filhos. Ela era uma mulher natureza. Quando estimulada pela base econômica, vai para a fábrica. mesmo em condições adversas, aparece desenvolvendo uma atividade produtiva no espaço público. é o primeiro passo. Agora a mulher está construíndo sua individualidade. Primeiramente ela se põe no mundo através de reivindicações trabalhistas específicas e posteriormente através das mais diversas estruturas da organização social. O objeto deste estudo é apreender e analisar essa caminhada através da transcendência, conceito que expressa a absoluta necessidade dos homens saírem de si, colocarem-se e construírem-se no mundo e, ao mesmo tempo, construírem o próprio mundo.
36

Boas de bola

Almeida, Caroline Soares de 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2013 Made available in DSpace on 2013-12-05T22:44:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 317840.pdf: 1699483 bytes, checksum: 08d1ee69af8f967f457167971d110d59 (MD5) Previous issue date: 2013 O futebol, como prática esportiva, permaneceu quase que totalmente na esfera masculina até 1979, quando foi revogada a proibição imposta às mulheres logo no início da ditadura militar. Já na década seguinte, clubes de futebol de mulheres pipocaram de por todo país, entre eles, o Esporte Clube Radar fundado em 1981 no Rio de Janeiro. Com sede no bairro de Copacabana, o Radar representou durante a década de 1980 o principal clube do país: foi hexacampeão da Taça Brasil de Futebol Feminino, campeão do Torneio Brasileiro de Clubes em 1989, além de representar a Seleção Brasileira no mesmo ano em Campeonato Mundial. Esta dissertação tem como objetivo compreender, através de uma pesquisa etnográfica direcionada a essas jogadoras de futebol, como era ser futebolista na época. A partir da construção histórica de proibições desse esporte e do espaço de sociabilidade dado a tal modalidade feminina, procurarei identificar questões como: identidade de grupo; imagem criada em torno dessas atletas; perspectivas dentro do esporte; perspectivas sociais e financeiras, entre outras. Tais categorias são permeadas por estigmas que podem ser observados ainda hoje quando nos deparamos tanto com a memória social quanto com a realidade dessa classe de atletas na atualidade. Tendo em vista todas essas observações, concluo que ser jogadora de futebol na década de 1980 no Brasil representou muito mais que a luta pela consolidação do esporte, mas uma luta pela resistência das mulheres às normas paternalistas existentes no país
Football, as a sport, remained almost entirely in the male sphere until 1979 when the prohibition imposed to women was abolished at the beginning of military dictatorship. During the following decade, women#s football clubs sprung up across the country, among them, the Radar Sports Club, founded in 1981 in Rio de Janeiro. Based in Copacabana, Radar represented during the 1980s the main country club: it was six times champion of the Taça Brasil de Futebol Feminino, champion of Torneio Brasileiro de Clubes in 1989, besides representing the Brazilian National Team in the World Cup in the same year. The present work introduces an ethnographic study about the women-players in the 1980#s. From the historical construction of prohibitions in this sport, as well as the sociability space given to this #female# modality, I will identify issues such as group identity, image created around these athletes; prospects in the sport, social and financial perspectives, among others. These categories are permeated by stigmas that we can observe today when facing both the current social memory and reality of this class of athletes. Considering all these observations, I conclude that being a football player in the 1980s in Brazil represented much more than the struggle to consolidate the sport, but a fight for women's resistance to paternalistic standards in the country.
37

O absolutamente outro : uma abordagem da relação de alteridade no mundo ético¨ da fenomenologia do espírito de G. W. Hegel

Melo Rêgo Barros, Paula 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:01:23Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2244_1.pdf: 1862168 bytes, checksum: e053ce2be22364c09e1607725f4d83bc (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 Esta dissertação tem o escopo de expor o pensamento hegeliano a respeito da relação em que feminino e masculino se configuram o Absolutamente Outro entre si no percurso fenomenológico da dialética da essência versus o saber, visando ao saber absoluto. O espírito faz a experiência de rememorar realidades efetivas que dizem sobre a história de um povo. Inicia com a Bela Individualidade Grega que, embora seja um mundo cindido entre o feminino e masculino, registra o despertar da idéia de liberdade. A tragédia de Sófocles, Antígona, testemunha um mundo condenado a ruir, denuncia a urgência do feminino e masculino em dialética de se desenvolver a fim de aprimorar o empreendimento humano em sua totalidade. Somente o Absolutamente Outro feminino e masculino em dialética é capaz de provocar o verdadeiro saber de si. Antígona simboliza o término da Era Clássica e marca um momento na evolução do espírito: o espírito verdadeiro carente-de-si almejando o reconhecimento pela lei e instituições. A terceira mulher de Lipovetsky é a proposta de uma ponte que vincula esse fenômeno na contemporaneidade. Em seu terceiro momento, o feminino se despoja de determinações antigas e, livremente, dispõe-se a determinar-se a si mesmo
38

O mito feminino em rótulos de cachaça: uso dasedução como estratégia publicitária

CAMARGO, Andréa Barbosa 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:32:07Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4782_1.pdf: 2098867 bytes, checksum: 2b13102b4a5d501e8a547f2f855769e3 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 Este trabalho analisa a representação da imagem feminina nos rótulos de cachaça da coleção Almirante, composta por 4.300 peças produzidas entre 1940 e 1950 e que hoje fazem parte do acervo da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). Mostramos que o design dos rótulos, impressos em litografia, constitui uma poderosa ferramenta publicitária, especialmente pela associação que cria entre a cachaça e certos personagens míticos femininos. À época da produção dessas bebidas, o consumidor preferencial de cachaça era o homem. Neste contexto, a figura da mulher ocupa, metaforicamente, a mesma função da cachaça, ou seja, inebriar, seduzir o homem. Obviamente, esta estratégia de venda tem por base uma lógica argumentativa de natureza machista, que coloca a mulher em posição de submissão. No entanto, tomando por base o pensamento de Baudrillard (1992) sobre o caráter constitutivamente sedutor da figura feminina, argumentamos que o papel da mulher em tais rótulos pode conter a idéia de força e poder
39

Avaliação do estado nutricional do micronutriente ferro em atletas femininas

Nishimori, Ricardo. 2008 (has links)
Orientador: Maria Jacira Silva Simões Banca: Adalberto Farache Filho Banca: Cassiano Merussi Neiva Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o estado nutricional de ferro de 38 jogadoras profissionais de futebol feminino, com idade superior a 21 anos. Foram analisados: ingestão energética, fibras, macro e micronutrientes (cálcio, zinco e ferro, vitaminas A e C) e avaliados segundo as recomendações da "Dietary Reference Intakes" (DRI, 2000; 2001) e da "American Dietetic Association" (ADA, 2000). Para obtenção dos dados foram utilizados os métodos de registro alimentar de três dias e o questionário de freqüência alimentar. O perfil antropométrico foi caracterizado por meio das medidas do peso corporal, altura, dobras cutâneas e uso de fórmulas específicas para determinação dos percentuais de gordura corporal e massa magra. O estado nutricional do micromineral ferro foi avaliado por meio de parâmetros bioquímicos. O perfil antropométrico das atletas apresentou valor médio de porcentagem de gordura corporal, abaixo do encontrado em outros trabalhos. Os valores do IMC estavam dentro das recomendações da "Food and Agriculture Organization of the United Nations" (FAO, 2003). A média de ingestão de proteínas e lipídeos foi adequada as recomendações da ADA (2000). Porém a ingestão energética e de carboidratos foi abaixo da recomendada para 92,11% e 71,05% das atletas, respectivamente. Da mesma forma, a ingestão de fibras foi adequada para apenas 5,26% das atletas. A meta de ingestão de vitamina A e C foi alcançada por 23,68% e 31,58% das atletas, respectivamente. Apenas, 10,53% das atletas apresentaram ingestão certamente adequada para o mineral cálcio. A porcentagem de atletas que alcançou a meta de ingestão de zinco foi maior, 63,16% de adequação. Abstract: The objective of this study was evaluate the nutritional status for the iron nutrient of the 38 professional female soccer player, aged over 21 years. The following procedures were carried out: the energy ingestion adequacy, fiber, macro and micronutrients (calcium, zinc, iron, vitamin A, vitamin C) were analyzed and verified using the Dietary Reference Intakes (DRI, 2000; 2001) and American Dietetic Association (ADA, 2000), through the methods a 3-day food record and Frequency Questionnaire; the anthropometrical profile was characterized, through body weight, height, skin fold caliper testing and by using specific formulas in order to determine percent body fat and fat free mass; and the iron nutritional status was evaluated via biochemical parameters. The anthropometrical profile of athletes showed an average percentage of body fat, lower than found in other works. And the values of BMI within the recommendations of the FAO (2003). The average intake of proteins and lipids was appropriate the recommendations of the ADA (2000). But the energy and carbohydrates intake was below the recommended for 92.11% and 71,05% of the athletes, respectively. Just as, the intake of fiber was certainly appropriate for only 5.26% of the athletes. The 23.68% and 31.58% of the athletes achieved the goal of intake of A and C vitamin. Only 10.53% of the athletes had ingested certainly appropriate for the mineral calcium. The percentage of athletes who reached their target was higher intake of zinc, 63.16%. While few players, 10.53%, reached their target for the mineral iron intake. But, in hematological and biochemical analysis, only two (5.26%) athletes have iron deficiency. One of them, with depleted stocks of iron, and another one with Iron Deficiency. Mestre
40

Novo Mundo Futebol Clube e o velho mundo do futebol : considerações sociológicas sobre o habitus esportivo de jogadoras de futebol

Salvini, Leila 2012 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Wanderley Marchi junior Dissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Biológicas, Programa de Pós-Graduaçao em Educaçao Física. Defesa: Curitiba, 23/03/2012 Bibliografia: fls. 154-161 Área de concentraçao: Exercício e esporte Resumo: Entendemos o esporte como um fenômeno social capaz de retratar lutas que também são travadas em diferentes campos sociais. Essa potencialidade apresentada pelo campo esportivo atrelado aos preceitos teóricos de Pierre Bourdieu nos instigou a investigar fundamentos ocultos de dominação exercidos no contexto esportivo, mais propriamente falando, no subcampo do futebol e na estrutura do futebol feminino. Considerando que ao longo da história o corpo da mulher no esporte esteve em evidência, seja por questionamentos de que as jogadoras não se apresentavam de modo esperado socialmente como "feminino" ou, pela espetacularização desses corpos, vinculado ao fato de que o futebol no Brasil é um espaço de reprodução de significados de masculinidade, nossa proposta de estudo é entender como são incorporadas as disposições para a ação de jogadoras do Novo Mundo Futebol Clube no espaço do futebol. As informações foram coletadas a partir de observações aos treinos e jogos que aconteceram na sede do clube e, de entrevistas com quatro jogadoras. A partir das informações coletadas construímos três principais pilares que sustentam a nossa resposta ao questionamento inicial, que se foca em entender o processo de incorporação de disposições para a ação no subcampo do futebol, dentre as quais estão: a formação de um habitus futebolístico que acontece ainda na infância; a legitimação de um habitus construído socialmente e entendido como feminino em um espaço de dominação masculina, que segue os preceitos de mercado que busca além da habilidade esportiva a espetacularização dos corpos femininos e a criação de uma nova oferta, em se tratando de consumo esportivo; e, um terceiro elemento que permeia os dois primeiros e, diz respeito à "garra" – força de vontade. Característica que, na opinião das jogadoras, deve ser disposição inicial para a ação no subcampo do futebol, tendo em vista a luta pela entrada e manutenção nesse espaço de dominação masculina. Abstract: We understand the sport as a social phenomenon able to depicture battles that are also fought in differently social fields. This potentiality presented by the sporting field linked to the theoretical precepts of Pierre Bourdieu instigate us to investigate hidden fundamentals about domination exercised on the sporting context, more properly speaking, on soccer subfield and on the structure of female soccer. Whereas that throughout the history the woman's body on sport was in evidence, by the questioning that the players didn't presented her selves in a expected way by the society as feminine or, by the exhibition of these bodies, linked to the fact that the soccer in Brazil is a space of male meanings reproduction, our guiding question is understand how the dispositions are incorporated to the action of the Novo Mundo Futebol Clube players. The informations were collected by observations to the trainings and games that happened on the club headquarter, and interviews with four players. From the collected informations we built three main pillars that support our answer to the initial questionnaire, that focus in understand the process of incorporating provisions for action on soccer subfield, among which are: the development of an soccer habitus that happens in childhood, the legitimation of an habitus socially built and understood as female in a male domination space, that follows the market precepts that searches beyond the sport ability to exhibition of female bodies and the creation of a new offer in case of sports consumption; and, a third element that permeates the first two, and concerns about willpower. Attribute that, in the opinion of players, has to be initial provision for action in soccer subfield, owing the struggle for entry and maintenance in this male domination space.

Page generated in 0.0693 seconds