• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 19
  • Tagged with
  • 19
  • 10
  • 9
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O atendimento psicoterápico com adolescentes : inovações técnicas com o uso do mediador clínico - jogo Túnel do tempo

Arenales-Loli, Maria Salete. 2014 (has links)
Orientador: Jorge Luís Ferreira Abrão Co-orientadora: Leila Salomão Cury Tardivo Banca: Manoel Antonio dos Santos Banca: Helena Rinaldi Rosa Banca: Maria Luisa Louro de Castro Valente Resumo: Entre o adulto e a criança existe o adolescente que vivencia suas experiências de forma diferente. No atendimento clínico, os brinquedos e o brincar não possuem mais o mesmo papel como instrumento e manejo técnico para lidar com adolescentes e, por outro lado, muitos deles ainda não estão prontos para o uso exclusivo de palavras para intermediar este contato. Assim, o atendimento de adolescentes exigirá do psicoterapeuta modificações técnicas importantes no processo psicoterápico, não condizentes com a abordagem lúdica infantil e nem com o relato verbal do adulto. Diante da constatação desta necessidade, foi-se criando o jogo Túnel do tempo, que, com um tabuleiro e um "rolar" de dados, propõe ao adolescente um vai e vem de 165 frases incompletas, de três períodos de sua vida: passado - presente - futuro. A presente pesquisa, de natureza clínico-qualitativa tem como objetivo demonstrar a viabilidade e os limites da utilização do jogo Túnel do tempo como mediador no processo psicoterápico psicanalítico de adolescentes e pré-adolescentes. Para tanto, foi feito um estudo por meio de processos psicoterápicos individuais em oito casos clínicos de pacientes, numa faixa etária entre 12 e 20 anos em que se propõe a análise dos fragmentos de sessões com a utilização do jogo Túnel do tempo (ARENALES-LOLI, 2011). Constatou-se que o jogo intermedeia as questões e os adolescentes respondem ao psicoterapeuta indiretamente facilitando o processo; não é necessário o psicoterapeuta questionar diretamente o adolescente, mas é o jogo que favorece a expressão. Nesse sentido, o jogo propicia a criação de um clima facilitador e menos ameaçador para o paciente revelar brincando seus aspectos e vivências difíceis. Quanto aos resultados constatou-se também que o jogo instiga o processo de imaginação no contexto clínico e a indução da imaginação por meio de frases... Abstract: Between the adult and the child there is the adolescent that lives his experiences differently. In the clinical care, toys and ways to play are no longer to have the same role as a tool and technical management to deal with the teen and, on the other hand, many teens are not ready for the exclusive use of words to mediate the contact with the patient. For that reason, the care of adolescents will demand important technical modifications in the psychotherapy process, not consistent with the child playful approach and the verbal report of the adult. In accordance to the way to face such need was developed the time Tunnel game that using a board and "rolling" the dice proposes a coming and going of 165 incomplete sentences of three periods of his life: past-present-future. The present research of clinical-qualitative nature aims to demonstrate the viability and limits in the use of the time Tunnel game as a mediator in the psychoanalytic and psychotherapeutic processes of teenagers and pre-teens. With that purpose, a study was done by means of individual psychotherapeutic processes in eight clinical cases with patients aging between 12 to 20 years with the proposal of the analysis of fragments of sessions with the use of the game Time tunnel (ARENALES-LOLI, 2011). It was found in the research, that the game mediates the issues and the adolescents respond to the psychotherapist indirectly facilitating the process; it is not necessary the psychotherapist to question directly the teenager, but it is the game that favors the expression. In that sense, the game encourages the creation of a facilitator environment less threatening to the patient to reveal real aspects of their difficult experiences. As for the results it was also found that the game encourages the process of imagination in the clinical context and the induction of imagination through incomplete sentences surpass the teenager experienced... Doutor
2

Processo de desenvolvimento da imaginação na pré-escola : implicações de um programa de intervenção ludo-pedagógico a partir do gênero musical samba

Bezerra, Janaína Pereira Duarte. 2015 (has links)
Orientador: Aliprando Tuim Viotto Filho Banca: Rosiane de Fátima Ponce Banca: Armando Marino Filho Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo compreender o processo de desenvolvimento da função psicológica superior imaginação de crianças em idade pré-escolar a partir das implicações de um Programa de Intervenção Ludo-pedagógico construído e desenvolvido nas dependências do CCI (Centro de Convivência Infantil) da FCT/UNESP - Presidente Prudente/SP. Para tanto, assume como referencial teórico e metodológico o Materialismo Histórico Dialético e a Teoria Histórico-Cultural, que possibilita uma compreensão diferenciada acerca do processo de desenvolvimento humano. Realizada com um grupo de 15 (quinze) crianças em idade pré-escolar, onde 10 (dez) dessas crianças foram consideradas sujeitos participantes da pesquisa já que foram as mais frequentes e mais participativas, as intervenções efetivaram-se a partir de 16 (dezesseis) encontros, sendo que as atividades estruturam-se considerando o gênero musical samba como conteúdo principal a ser transmitido aos sujeitos da pesquisa com vistas à compreensão do processo de desenvolvimento da função psicológica superior imaginação. Os sujeitos participantes da pesquisa puderam vivenciar situações sociais e de aprendizagem, ocasiões em que foi possível identificar a passagem de pensamentos mais elementares para modos de pensar mais complexos que engendraram a construção de processos imaginativos mais elaborados por parte dos sujeitos. Certamente a presente pesquisa contribuiu para a melhoria do trabalho do professor, assim como na compreensão científica do processo de desenvolvimento da imaginação de crianças na escola de Educação Infantil Abstract: This research aimed at understanding the development process of psychological function higher imagination of children of preschool age from the implications of a Ludo-educational intervention program built and developed on the premises of CCI (Children Living Center) FCT / UNESP - Presidente Prudente / SP. For this purpose, takes over as theoretical and methodological reference the Historical and Dialectical Materialism to Historical and Cultural Theory, which provides a differentiated understanding of the human development process. Held with a group of fifteen (15) children in preschool, where 10 (ten) of these children were considered research participants subject since they were the most frequent and more participatory, interventions they conducted up from 16 (sixteen ) meetings, and the activities are structured considering the genre samba as the main content to be transmitted to the research subjects with a view to understanding the development process of psychological function greater imagination. The subjects of the research participants were able to experience social and learning situations, times when it was possible to identify the passage of most basic thoughts to more complex ways of thinking that engendered the construction of imaginative processes more elaborate of the subjects. Certainly this research contributed to the improvement of teachers' work, as well as in the scientific understanding of children's imagination development process in the School of Early Childhood Education Mestre
3

A ludoterapia no processo educativo do cliente diabético para o autocuidado

Rabelo, Samara Eliane 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde Made available in DSpace on 2012-10-17T10:45:00Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T17:16:18Z : No. of bitstreams: 1 178438.pdf: 16799420 bytes, checksum: 4f58d3068869e3a81e6448ab4af36c1f (MD5) Este é um estudo qualitativo que teve como objetivo discutir a contribuição da ludoterapia no processo educativo do cliente diabético para o autocuidado. O estudo foi realizado no Ambulatório de Endocrinologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Para se chegar a essa discussão foram realizadas consultas de enfermagem com cinco clientes diabéticos que espontaneamente aceitaram participar do estudo. As consultas de enfermagem foram gravadas e analisadas em seu conteúdo a fim de se detectar os déficit de autocuidado apresentados por estes clientes e a partir deles foram elaborados jogos educativos. Esses jogos educativos foram implementados em encontros subsequentes a fim de se trabalhar cada déficit de forma lúdica, participativa e grupal. Os encontros foram filmados, analisados e transcritos para traduzir a essência do diálogo em cada encontro e oportunizou a organização dos dados que foram posteriormente categorizados. As categorias de análise foram assim denominadas: dieta (dentro dessa categoria foram encontradas subcategorias: contradições entre o discurso e a prática e o que devo comer e o que não devo comer), autoestima (dentro dessa categoria foram encontradas subcategorias: eu sou feliz e sentir raiva de si mesmo), o cuidar de si (com as subcategorias: caminhar é preciso e o cuidado do dia a dia) e é caro se cuidar. Dentro desses encontros a ludoterapia promoveu um contexto educativo que permitiu a interrelação entre os participantes promovendo intercâmbio das experiências vivenciadas, uma leitura crítica da realidade e a discussão de conflitos a serem superados. Na medida em que os clientes compartilharam suas experiências e saberes, os déficit apresentados por um cliente, puderam ser superados quando outro cliente apresentava competência para esse mesmo déficit. A ludoterapia desenvolveu nos clientes a capacidade de conhecer a causa de seus problemas e de direcionar para um caminho de enfrentamento. A principal contribuição desse trabalho para a enfermagem foi validar a ludoterapia como uma possibilidade de trabalhar déficit de autocuidado seja com clientes diabéticos ou outra clientela mostrando ao enfermeiro a importância da incorporação dessas atividades em sua prática diária. Dessa forma os cursos de graduação deveriam desenvolver esse tema em seus currículos e novas pesquisas utilizando técnicas lúdicas poderão surgir como fundamentação teórica e prática para a assistência de enfermagem
4

O atendimento psicoterápico com adolescentes: inovações técnicas com o uso do mediador clínico – jogo Túnel do tempo

Arenales-Loli, Maria Salete [UNESP] 23 June 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2015-01-26T13:21:28Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-06-23Bitstream added on 2015-01-26T13:30:24Z : No. of bitstreams: 1 000797066.pdf: 1499770 bytes, checksum: aead89770dbd0622552f609f3e17627b (MD5) Entre o adulto e a criança existe o adolescente que vivencia suas experiências de forma diferente. No atendimento clínico, os brinquedos e o brincar não possuem mais o mesmo papel como instrumento e manejo técnico para lidar com adolescentes e, por outro lado, muitos deles ainda não estão prontos para o uso exclusivo de palavras para intermediar este contato. Assim, o atendimento de adolescentes exigirá do psicoterapeuta modificações técnicas importantes no processo psicoterápico, não condizentes com a abordagem lúdica infantil e nem com o relato verbal do adulto. Diante da constatação desta necessidade, foi-se criando o jogo Túnel do tempo, que, com um tabuleiro e um “rolar” de dados, propõe ao adolescente um vai e vem de 165 frases incompletas, de três períodos de sua vida: passado – presente – futuro. A presente pesquisa, de natureza clínico-qualitativa tem como objetivo demonstrar a viabilidade e os limites da utilização do jogo Túnel do tempo como mediador no processo psicoterápico psicanalítico de adolescentes e pré-adolescentes. Para tanto, foi feito um estudo por meio de processos psicoterápicos individuais em oito casos clínicos de pacientes, numa faixa etária entre 12 e 20 anos em que se propõe a análise dos fragmentos de sessões com a utilização do jogo Túnel do tempo (ARENALES-LOLI, 2011). Constatou-se que o jogo intermedeia as questões e os adolescentes respondem ao psicoterapeuta indiretamente facilitando o processo; não é necessário o psicoterapeuta questionar diretamente o adolescente, mas é o jogo que favorece a expressão. Nesse sentido, o jogo propicia a criação de um clima facilitador e menos ameaçador para o paciente revelar brincando seus aspectos e vivências difíceis. Quanto aos resultados constatou-se também que o jogo instiga o processo de imaginação no contexto clínico e a indução da imaginação por meio de frases... Between the adult and the child there is the adolescent that lives his experiences differently. In the clinical care, toys and ways to play are no longer to have the same role as a tool and technical management to deal with the teen and, on the other hand, many teens are not ready for the exclusive use of words to mediate the contact with the patient. For that reason, the care of adolescents will demand important technical modifications in the psychotherapy process, not consistent with the child playful approach and the verbal report of the adult. In accordance to the way to face such need was developed the time Tunnel game that using a board and “rolling the dice proposes a coming and going of 165 incomplete sentences of three periods of his life: past-present-future. The present research of clinical-qualitative nature aims to demonstrate the viability and limits in the use of the time Tunnel game as a mediator in the psychoanalytic and psychotherapeutic processes of teenagers and pre-teens. With that purpose, a study was done by means of individual psychotherapeutic processes in eight clinical cases with patients aging between 12 to 20 years with the proposal of the analysis of fragments of sessions with the use of the game Time tunnel (ARENALES-LOLI, 2011). It was found in the research, that the game mediates the issues and the adolescents respond to the psychotherapist indirectly facilitating the process; it is not necessary the psychotherapist to question directly the teenager, but it is the game that favors the expression. In that sense, the game encourages the creation of a facilitator environment less threatening to the patient to reveal real aspects of their difficult experiences. As for the results it was also found that the game encourages the process of imagination in the clinical context and the induction of imagination through incomplete sentences surpass the teenager experienced...
5

Processo de desenvolvimento da imaginação na pré-escola: implicações de um programa de intervenção ludo-pedagógico a partir do gênero musical samba

Bezerra, Janaína Pereira Duarte [UNESP] 14 August 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-10T14:23:45Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-08-14. Added 1 bitstream(s) on 2015-12-10T14:29:44Z : No. of bitstreams: 1 000854487.pdf: 948071 bytes, checksum: a0a7cf2cf48d1f0cc7abc0f114e9c5d2 (MD5) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) Esta pesquisa teve como objetivo compreender o processo de desenvolvimento da função psicológica superior imaginação de crianças em idade pré-escolar a partir das implicações de um Programa de Intervenção Ludo-pedagógico construído e desenvolvido nas dependências do CCI (Centro de Convivência Infantil) da FCT/UNESP - Presidente Prudente/SP. Para tanto, assume como referencial teórico e metodológico o Materialismo Histórico Dialético e a Teoria Histórico-Cultural, que possibilita uma compreensão diferenciada acerca do processo de desenvolvimento humano. Realizada com um grupo de 15 (quinze) crianças em idade pré-escolar, onde 10 (dez) dessas crianças foram consideradas sujeitos participantes da pesquisa já que foram as mais frequentes e mais participativas, as intervenções efetivaram-se a partir de 16 (dezesseis) encontros, sendo que as atividades estruturam-se considerando o gênero musical samba como conteúdo principal a ser transmitido aos sujeitos da pesquisa com vistas à compreensão do processo de desenvolvimento da função psicológica superior imaginação. Os sujeitos participantes da pesquisa puderam vivenciar situações sociais e de aprendizagem, ocasiões em que foi possível identificar a passagem de pensamentos mais elementares para modos de pensar mais complexos que engendraram a construção de processos imaginativos mais elaborados por parte dos sujeitos. Certamente a presente pesquisa contribuiu para a melhoria do trabalho do professor, assim como na compreensão científica do processo de desenvolvimento da imaginação de crianças na escola de Educação Infantil This research aimed at understanding the development process of psychological function higher imagination of children of preschool age from the implications of a Ludo-educational intervention program built and developed on the premises of CCI (Children Living Center) FCT / UNESP - Presidente Prudente / SP. For this purpose, takes over as theoretical and methodological reference the Historical and Dialectical Materialism to Historical and Cultural Theory, which provides a differentiated understanding of the human development process. Held with a group of fifteen (15) children in preschool, where 10 (ten) of these children were considered research participants subject since they were the most frequent and more participatory, interventions they conducted up from 16 (sixteen ) meetings, and the activities are structured considering the genre samba as the main content to be transmitted to the research subjects with a view to understanding the development process of psychological function greater imagination. The subjects of the research participants were able to experience social and learning situations, times when it was possible to identify the passage of most basic thoughts to more complex ways of thinking that engendered the construction of imaginative processes more elaborate of the subjects. Certainly this research contributed to the improvement of teachers' work, as well as in the scientific understanding of children's imagination development process in the School of Early Childhood Education
6

A criança como Outro: uma leitura ética da Ludoterapia Centrada na Criança The Child as Other: An Ethical Review of Child Centered Play Therapy

BRITO, Rosa Ângela Cortez de 2012 (has links)
BRITO, Rosa Ângela Cortez de. A criança como Outro: uma leitura ética da Ludoterapia Centrada na Criança. 2012. 139f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2012. Submitted by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2013-11-25T14:48:59Z No. of bitstreams: 1 2012-DIS-RACBRITO.pdf: 1142285 bytes, checksum: b21f65921989c6fe5fff0cdf53e8ae2d (MD5) Approved for entry into archive by Márcia Araújo(marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2013-11-25T17:20:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012-DIS-RACBRITO.pdf: 1142285 bytes, checksum: b21f65921989c6fe5fff0cdf53e8ae2d (MD5) Made available in DSpace on 2013-11-25T17:20:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012-DIS-RACBRITO.pdf: 1142285 bytes, checksum: b21f65921989c6fe5fff0cdf53e8ae2d (MD5) Previous issue date: 2012 The Child-Centered Play Therapy, understood not only in the Axline’s original proposal, but also from the VanFleet, Sywulak and Sniscak’s perspective, has as its premise the notion that the play is a ludic dialogue that promotes the expression of feelings and the expansion of possibilities in the child’s life. The therapy would help the child to identify, recognize and express his/her feelings. The therapist should, therefore, have the skills to enable a safe space for the child’s expression. This ability is understood by Amatuzzi as an ethical previous disponibility. For a philosophical perspective of the ethics of the Child-Centered Play Therapy, it is taken as basis the Lévinas’ ethics of radical alterity, who proposed the responsibility as subjectivity’s structure. The ethical condition would be developed by the openness and availability to the Other, towards the Other’s difference. The non-conceptuable levinasian Other, human being’s antecedent and transcendent, establishes an asymmetric relationship with the Same. From these perspectives, it presents the guiding question of this research: what is the place for the radically Other in Child-Centered Play Therapy? To answer this question, the following general objective was traced: analyze the place reserved to the Other in the Child-Centered Play Therapy. The specific objectives are: inquiry the relation between otherness and subjetivity, based on levinasian ethics, in the Child-Centered Play Therapy; to develop a new reading of Child-Centered Play Therapy, based on radically Other. The chosen methodology was the Gadamer’s philosophical hermeneutics, which proposes the fusion of horizons between the author and the interpreter in order to create a new horizon of comprehension. From the similarities between the Person Centered Therapy and the Ethic of radical alterity, developed by Vieira & Freire and Schmid, it is presented as result that there is a place to the levinasian Other in the Child-Centered Play Therapy, as long as the therapist is openness and disponibility to the trauma that represents the arrival of the child in his/her absolute difference. It is also verified that the child who comes to the attendance, therefore, would be understood as the levinasian Other, whom the therapist is called upon to respond. To enable the therapist openness, he/she (the therapist) should experience permanent processes of inadequacy in the face to face relationship with the child. Grateful for the support of the Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) in the development of this research. A Ludoterapia Centrada na Criança, aqui entendida não somente na proposta original de Axline, mas também a partir da ótica de VanFleet, Sywulak e Sniscak, tem como postulado a noção de que o brincar é um diálogo lúdico que propicia a expressão dos sentimentos e a expansão das possibilidades na história de vida da criança. A terapia ajudaria a criança a identificar, reconhecer e expressar melhor seus sentimentos. Cabe ao terapeuta, portanto, apresentar habilidades que possibilitem um espaço de segurança para a expressividade da criança. Essa habilidade do terapeuta é compreendida por Amatuzzi como uma predisponibilidade ética. Para que a ética da LCC seja pensada em seu viés filosófico, toma-se como base para este trabalho a ética da alteridade radical de Lévinas, que propôs a responsabilidade como estrutura da subjetividade. A condição ética dar-se-ia na abertura e disponibilidade ao Outro, à sua diferença. O Outro levinasiano não conceituável, antecedente e transcendente ao ser, estabelece uma relação de assimetria com o Mesmo. Partindo dessas perspectivas, apresenta-se a questão norteadora desta pesquisa: qual o lugar destinado ao radicalmente Outro na Ludoterapia Centrada na Criança? Para responder tal questionamento, o seguinte objetivo geral foi traçado: analisar o lugar destinado ao Outro na Ludoterapia Centrada na Criança. Os objetivos específicos são: a investigação entre alteridade e subjetividade, a partir da ética levinasiana, na Ludoterapia Centrada na Criança; a realização da releitura da Ludoterapia Centrada na Criança, a partir do radicalmente Outro. A metodologia utilizada é a hermenêutica filosófica de Gadamer, que propõe a fusão de horizontes entre autor e intérprete para a criação de um novo horizonte de compreensão. A partir das aproximações entre a Abordagem Centrada na Pessoa e a Ética da alteridade radical, realizadas por Vieira e Freire e Schmid, apresenta-se como resultados a existência de espaço para o Outro levinasiano na Ludoterapia Centrada na Criança, desde que o terapeuta seja abertura e disponibilidade ao trauma que representa a chegada da criança em sua diferença absoluta. Verifica-se, também, que a criança que chega para o atendimento se apresenta como Rosto, que remete ao Infinito e à transcendência do Outro. A criança, portanto, seria entendida como o Outro levinasiano, a quem o terapeuta é intimado a responder. Para que a abertura do terapeuta seja possibilitada, este deve vivenciar processos permanentes de inadaptação no face a face com a criança. Presta-se agradecimentos pelo apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) no desenvolvimento deste trabalho.
7

A crianÃa como Outro: uma leitura Ãtica da Ludoterapia Centrada na CrianÃa The Child as Other: An Ethical Review of Child Centered Play Therapy.

Rosa Angela Cortez de Brito Almeida 1 June 2012 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior A Ludoterapia Centrada na CrianÃa, aqui entendida nÃo somente na proposta original de Axline, mas tambÃm a partir da Ãtica de VanFleet, Sywulak e Sniscak, tem como postulado a noÃÃo de que o brincar à um diÃlogo lÃdico que propicia a expressÃo dos sentimentos e a expansÃo das possibilidades na histÃria de vida da crianÃa. A terapia ajudaria a crianÃa a identificar, reconhecer e expressar melhor seus sentimentos. Cabe ao terapeuta, portanto, apresentar habilidades que possibilitem um espaÃo de seguranÃa para a expressividade da crianÃa. Essa habilidade do terapeuta à compreendida por Amatuzzi como uma predisponibilidade Ãtica. Para que a Ãtica da LCC seja pensada em seu viÃs filosÃfico, toma-se como base para este trabalho a Ãtica da alteridade radical de LÃvinas, que propÃs a responsabilidade como estrutura da subjetividade. A condiÃÃo Ãtica dar-se-ia na abertura e disponibilidade ao Outro, à sua diferenÃa. O Outro levinasiano nÃo conceituÃvel, antecedente e transcendente ao ser, estabelece uma relaÃÃo de assimetria com o Mesmo. Partindo dessas perspectivas, apresenta-se a questÃo norteadora desta pesquisa: qual o lugar destinado ao radicalmente Outro na Ludoterapia Centrada na CrianÃa? Para responder tal questionamento, o seguinte objetivo geral foi traÃado: analisar o lugar destinado ao Outro na Ludoterapia Centrada na CrianÃa. Os objetivos especÃficos sÃo: a investigaÃÃo entre alteridade e subjetividade, a partir da Ãtica levinasiana, na Ludoterapia Centrada na CrianÃa; a realizaÃÃo da releitura da Ludoterapia Centrada na CrianÃa, a partir do radicalmente Outro. A metodologia utilizada à a hermenÃutica filosÃfica de Gadamer, que propÃe a fusÃo de horizontes entre autor e intÃrprete para a criaÃÃo de um novo horizonte de compreensÃo. A partir das aproximaÃÃes entre a Abordagem Centrada na Pessoa e a Ãtica da alteridade radical, realizadas por Vieira e Freire e Schmid, apresenta-se como resultados a existÃncia de espaÃo para o Outro levinasiano na Ludoterapia Centrada na CrianÃa, desde que o terapeuta seja abertura e disponibilidade ao trauma que representa a chegada da crianÃa em sua diferenÃa absoluta. Verifica-se, tambÃm, que a crianÃa que chega para o atendimento se apresenta como Rosto, que remete ao Infinito e à transcendÃncia do Outro. A crianÃa, portanto, seria entendida como o Outro levinasiano, a quem o terapeuta à intimado a responder. Para que a abertura do terapeuta seja possibilitada, este deve vivenciar processos permanentes de inadaptaÃÃo no face a face com a crianÃa. Presta-se agradecimentos pelo apoio da CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior (CAPES) no desenvolvimento deste trabalho. The Child-Centered Play Therapy, understood not only in the Axlineâs original proposal, but also from the VanFleet, Sywulak and Sniscakâs perspective, has as its premise the notion that the play is a ludic dialogue that promotes the expression of feelings and the expansion of possibilities in the childâs life. The therapy would help the child to identify, recognize and express his/her feelings. The therapist should, therefore, have the skills to enable a safe space for the childâs expression. This ability is understood by Amatuzzi as an ethical previous disponibility. For a philosophical perspective of the ethics of the Child-Centered Play Therapy, it is taken as basis the LÃvinasâ ethics of radical alterity, who proposed the responsibility as subjectivityâs structure. The ethical condition would be developed by the openness and availability to the Other, towards the Otherâs difference. The non-conceptuable levinasian Other, human beingâs antecedent and transcendent, establishes an asymmetric relationship with the Same. From these perspectives, it presents the guiding question of this research: what is the place for the radically Other in Child-Centered Play Therapy? To answer this question, the following general objective was traced: analyze the place reserved to the Other in the Child-Centered Play Therapy. The specific objectives are: inquiry the relation between otherness and subjetivity, based on levinasian ethics, in the Child-Centered Play Therapy; to develop a new reading of Child-Centered Play Therapy, based on radically Other. The chosen methodology was the Gadamerâs philosophical hermeneutics, which proposes the fusion of horizons between the author and the interpreter in order to create a new horizon of comprehension. From the similarities between the Person Centered Therapy and the Ethic of radical alterity, developed by Vieira & Freire and Schmid, it is presented as result that there is a place to the levinasian Other in the Child-Centered Play Therapy, as long as the therapist is openness and disponibility to the trauma that represents the arrival of the child in his/her absolute difference. It is also verified that the child who comes to the attendance, therefore, would be understood as the levinasian Other, whom the therapist is called upon to respond. To enable the therapist openness, he/she (the therapist) should experience permanent processes of inadequacy in the face to face relationship with the child. Grateful for the support of the CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior (CAPES) in the development of this research.
8

O lúdico no hospital: um estudo teórico sobre atividades com crianças

Moura, Isis Ferraz de 2013 (has links)
Submitted by Mario Mesquita (mbarroso@fiocruz.br) on 2014-10-16T15:35:12Z No. of bitstreams: 1 Isis Ferraz de Moura.pdf: 788586 bytes, checksum: ae9791815b5bcb3d83886603b8af6a30 (MD5) Approved for entry into archive by Mario Mesquita (mbarroso@fiocruz.br) on 2014-10-16T15:59:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Isis Ferraz de Moura.pdf: 788586 bytes, checksum: ae9791815b5bcb3d83886603b8af6a30 (MD5) Made available in DSpace on 2014-10-16T15:59:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Isis Ferraz de Moura.pdf: 788586 bytes, checksum: ae9791815b5bcb3d83886603b8af6a30 (MD5) Previous issue date: 2013 Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde. Esta dissertação discute até que ponto as atividades lúdicas realizadas em hospitais contribuem para a saúde de crianças hospitalizadas. A motivação para a pesquisa surge da contradição entre ações que buscam garantir melhor atendimento às crianças hospitalizadas, pois se constata que, por vezes, causam estranhamento e resultam na negação das crianças em participar das brincadeiras. Objetiva-se inclusive discutir o desenvolvimento destas ações sob uma perspectiva da mudança de modelo de atenção. Para isto, são apresentadas duas políticas de saúde como marcos que também colaboram para a discussão da presença do lúdico no hospital: as Políticas Nacionais de Promoção da Saúde e de Humanização. A literatura analisada parte das seguintes questões: como o brincar e a arte são utilizados em atividades com crianças? Como as políticas de Promoção da Saúde e Humanização podem contribuir na realização das atividades artísticas e do brincar? This paper discusses the extent to which recreational activities in hospitals contribute to the health of hospitalized children. The motivation for the research stems from the contradiction between actions that seek to ensure better care for hospitalized children, because it turns out that sometimes cause confusion and result in the denial of children participate in the games. The objective is to even discuss the development of these actions from the perspective of changing the model of care. To do so, two health policies are presented as markers also collaborate to discuss the presence of playfulness in hospital: National Policies for Health Promotion and Humanization. The literature reviewed some of the following questions: how play and art are used in activities with children? Since policies for Health Promotion and Humanization can contribute in achieving the artistic activities and play?
9

Agressividade na ludoterapia: impacto na contratransferência Agressiveness in play therapy: consequences on countertransference

Bruno Medici Silveira 22 September 2008 (has links)
A agressividade na infância tem sido apontada em pesquisas longitudinais como precursora da delinqüência na adolescência e da drogadependência na idade adulta. Sendo a infância um período mais propício a mudanças, procurou-se realizar intervenções em crianças apontadas por professores como muito agressivas no ambiente escolar. Neste trabalho, buscou-se estudar o processo ludoterapêutico a que foi submetida uma criança agressiva do sexo masculino, enfocando-se os fenômenos contratransferenciais. Foram realizados atendimentos semanais em uma sala com material lúdico específico para esta intervenção, ao longo de aproximadamente dois anos. Observou-se mudanças internas importantes na criança, sendo capaz de lidar melhor com perdas e de aceitar limites na relação com o outro. O que ampliou sua capacidade de relacionamento humano no âmbito social e escolar. No entanto, em muitos momentos, o contato com este menino foi angustiante e confuso para o terapeuta, em especial nas ocasiões em que a criança se mostrava muito agressiva. Ao término do processo psicoterápico, buscou-se compreender estas vivências angustiantes e confusas experimentadas durante os atendimentos. O que poderiam ser tais eventos e que sentidos teriam? Para abordar estas questões, utilizou-se, em especial, os referenciais teóricos de Melanie Klein, Donald Winnicott e Pierre Fédida, para abordar a agressividade e o processo transferencial/contratransferencial. Estes estudos puderam esclarecer o fato de que a intensidade e a violência do processo transferencial podem interromper a capacidade receptiva da contratransferência, ou seja, a possibilidade de ressonância, a abertura ao novo e ao inesperado e a possibilidade de linguagem do terapeuta nas sessões. E que a força desta transferência pode encontrar eco nos próprios conflitos inconscientes do terapeuta. Deixa-se como questão para futuros estudos, a hipótese de que o ataque à capacidade receptiva da contratransferência seja algo freqüente no trabalho clínico com uma criança agressiva e que este ataque possa se dar pela dificuldade de elaboração de lutos e de angústias depressivas. Aggressiveness in childhood has been pointed in longitudinal researches as precursor of delinquency during adolescence and drug addiction in adult age. Based on the fact that childhood is the fase of human development most likely to the occurence of changes, children who were considered aggressive by their teachers were submitted to interventions in the school environment. In the present study, the research was focused in the play therapy process to which an aggressive male child was submitted and its countertransference phenomena. Weekly sessions were held in a room equipped with specific playing material to this kind of intervention. The psychotherapy process lasted aproximatedly two years. Important internal changes were observed in the child, who was able to deal better with losses and accept limits on the relation with others. These changes improved his potential of establishing human relations in social environment, specially in school. Nevertheless, in many occasions, the therapist felt some kind of anxiety and confusion during his contact with the boy, more specifically in the moments when the child showed aggressive behavior. At the end of the psychotherapy process, an effort of understanding these anxious and confusing experience, which occurred during the sessions, was made. What sort of events those could be? What are their meanings, what sense could they make? In order to approach these questions, it was used theoretical references of some authors, such as Melanie Klein, Donald Winnicott and Pierre Fédida, focusing the aggressiveness and the transference/countertransference process. These studies were able to show clearly the fact that the intensity and the violence of the transferential process can interrupt the receptive capacity of countertranference, which can be exposed as the possibility of resonance, the opening to the new and unexpected and the possibility of the therapists language during the sessions. Also, the power of this transference can find echoes on the therapists own unconscious conflicts. The questions left for future studies are based on the hypothesis that the attack to the receptive capacity of countertransference happens frequently in an aggressive childs clinical treatment, and this attack can arise from the difficulty of working over mourning and depressive anxiety.
10

Jogos e atividades lúdicasnas aulas de educação física: contribuições para o desenvolvimento cognitivo da criança Games and play activities in physical education classes: contributions to the child s cognitive development

Leitão, Marcelo Crepaldi 15 March 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2016-07-18T17:54:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 PDF - Marcelo (ARQUIVO - PDF).pdf: 1049965 bytes, checksum: c3753e4076c49b3ab00060ac2a62bcee (MD5) Previous issue date: 2006-03-15 This paper aims at highlighting the contributions of games and play activities in Physical Education classes and their importance regarding the cognitive development of pre-school and first- to fourth-graders. The study focused on the historic of Physical Education in Brazil, its tendencies and perspectives, the formation and performance of the professionals of the area, and the importance of Physical Education classes at Pre-school and in the first grades of Elementary school. It has also analyzed play activities and their applications in the school setting, seeking to improve children s cognitive structures by means of a sequential work. The phases of cognive development have been investigated by approaching acquisition and concept formation; the games and play activities were seen from conceptual points of view. The methodology used in this study was field research with a sample population of 39 children aged 5 to 10, both boys and girls, enrolled from Pre-school through the fourth grade of Elementary School, more specifically a group of students at Pre-school III, a group of second-graders and another group of fourth-graders. A Physical Education teacher, three multi-disciplinary teachers, a Pre-school teacher and two monitors have also taken part in the study. A set of games and play activities with an emphasis in the cognitive structures of the children involved was designed and applied and data were collected during a period of two and a half months (10 weeks from 9/22/2004 to 12/06/2004). The main focus of the activities applied aimed at improving the cognitive aspect. Data have been analyzed quantitatively and qualitatively and showed that the games designed (with a gradual increase in complexity inserting new factors of unbalance) were compatible with the level and grades of the students involved in the process. It was also observed that the scientific view of movement, within a playing setting, can play an essential role in the child s development, not only in the cognitive aspect, but also in the psycho-motor and affective-social aspects, considering that these terms cannot be dissociated. From the observations made by the teachers in class, the research indicated significant results and signs of improvement, as well as advances in structuring cognitive development aspects. O objetivo do presente trabalho foi evidenciar as contribuições dos jogos e das atividades lúdicas nas aulas de Educação Física, bem como, sua importância no que se refere ao desenvolvimento cognitivo da criança pré-escolar e de 1ª a 4ª séries do Ensino Fundamental. O estudo enfocou o histórico da Educação Física escolar no Brasil, suas tendências e perspectivas, formação e atuação dos profissionais da área, a importância das aulas de Educação Física na Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental. Analisou também os jogos lúdicos e suas aplicações num contexto escolar, buscando o aprimoramento das estruturas cognitivas da criança, por meio de um trabalho seqüencial. Investigou os estágios do desenvolvimento cognitivo com abordagens sobre aquisição e formação de conceitos, sendo os jogos e as atividades lúdicas, vistos a partir de enfoques conceituais. A metodologia que norteou o presente foi a pesquisa de campo. A população amostrada contou com o envolvimento de 39 crianças de 5 a 10 anos de idade, de ambos os sexos, cursando desde a educação infantil até a 4ª série do Ensino Fundamental, sendo especificamente um grupo de alunos do Pré III, um grupo de alunos da 2ª série e outro da 4ª série. Contou também com um professor de Educação Física, três professoras polivalentes, uma professora de Educação Infantil e dois monitores. Para a coleta de dados foi desenvolvida e aplicada uma bateria de jogos e atividades lúdicas, com ênfase no aprimoramento das estruturas cognitivas das crianças envolvidas, compreendendo um período de dois meses e meio (10 semanas - 22/set/2004 a 06/dez/2004). O enfoque principal das atividades aplicadas esteve voltado para a melhoria do aspecto cognitivo. Os dados coletados foram analisados quanti e qualitativamente e mostraram que os jogos desenvolvidos (com aumento gradativo de complexidade - inserção de novos fatores de desequilíbrio) foram compatíveis ao nível e séries que se encontravam os alunos envolvidos no processo. Observou-se também, neste estudo, que a cientifização do movimento, dentro de um contexto lúdico, pode exercer um papel imprescindível no desenvolvimento infantil, não somente no aspecto cognitivo, mas também nos aspectos psicomotor e afetivo-social, considerando-se a indissociabilidade desses termos. A pesquisa indicou que houve resultados significativos e sinais de melhoria e avanços na estruturação de aspectos do desenvolvimento cognitivo, a partir das observações realizadas pelas professoras em sala de aula.

Page generated in 0.087 seconds