• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 301
  • 28
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 7
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 358
  • 157
  • 69
  • 56
  • 54
  • 49
  • 49
  • 44
  • 43
  • 40
  • 40
  • 39
  • 37
  • 34
  • 33
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Fundamentos da análise marxista sobre a temática ambiental e o serviço social

Bourckhardt, Vandenéia 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T09:57:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 282049.pdf: 535263 bytes, checksum: 7441f219f04718b2091aa545139bf7ce (MD5) / A presente dissertação de mestrado faz uma reflexão crítica acerca da temática ambiental com o objetivo de situar os fundamentos da análise marxista sobre o meio ambiente e sua relação com o Serviço Social. Entende-se que o marxismo ao trazer os elementos de análise do modo de produção capitalista também oferece os subsídios fundamentais para situar criticamente a problemática ambiental no capitalismo contemporâneo. O estudo se justifica, pois, nas últimas décadas, sobretudo a partir de 2000, entre os espaços interventivos para o Assistente Social tem se destacado o aumento no atendimento às demandas socioambientais. Em relação ao tratamento teórico dado à temática ambiental pelo Serviço Social pode ser considerado incipiente. Quanto à metodologia utilizada trata-se de um estudo bibliográfico e documental, com base em leituras acerca da temática em livros, revistas, artigos científicos, publicações em eventos, além de levantamentos sobre as produções (teses e dissertações) que se vinculam à temática ambiental nos Programas de Pós-Graduação em Serviço Social. O estudo está organizado em três capítulos. No primeiro capítulo situa-se a discussão da temática ambiental no modo de produção capitalista, trazendo aspectos conceituais e constitutivos da temática ambiental, além dos aspectos históricos, legais e políticos no processo de construção da Política Ambiental no Brasil. A discussão pauta-se em Loureiro (2004; 2007), Layrargues (1997), Sachs (2007), Netto e Braz (2009), entre outros. No segundo capítulo, compreende-se a análise marxista da temática ambiental a partir de John Bellamy Foster (2005) com uma releitura do pensamento ecológico de Marx e de Michael Löwy (2005) refletindo sobre a revisão crítica das forças produtivas. Insere-se no debate o autor mexicano Enrique Leff (2006), afirmando a necessidade de superação da racionalidade capitalista e a construção de uma racionalidade ambiental. No terceiro capítulo situa-se as aproximações entre Serviço Social e meio ambiente, a partir das suas produções teóricas (teses e dissertações). Os levantamentos realizados foram sistematizados em tabelas demonstrando o panorama atual das aproximações entre Serviço Social e Meio Ambiente. Em seguida apontam-se reflexões, avanços e limites na fundamentação teórica da temática ambiental pelo Serviço Social, a partir dos fundamentos da análise marxista sobre o meio ambiente. / This Dissertation makes a critical thinking concerning the Environmental Thematic with the objective to situate the basis of the Marxist analysis on the Environment and its relationship with Social Work. It is understood that while Marxism had brought the elements of analysis of the capitalist mode of production, it also offers the fundamental subsidies to critically place the environmental problematical in contemporary capitalism. The study, thus, is justified in recent decades, mainly since the year 2000, between the areas of intervention for the Social Work Assistant, which has detached a heeding growth to socioenvironmental demands. In relation to the theoretical treatment given to the Environmental Thematic by the Social Work, it may be considered incipient. Regarding the used methodology, it is a bibliographic and documentary study, based upon reading, concerning the Thematic in books, magazines, scientific papers, publications in events, besides surveys on productions (Theses and Dissertations) which are linked to the Environmental Thematic within the Post-Graduaton Programs in Social Work. The study is organized into three chapters. The first chapter situates the Environmental Thematic discussion into the capitalist mode of production, bringing conceptual and constitutive aspects of the Environmental Thematic, besides the historical aspects, legal and political in the building process of the Environmental Policy in Brazil. The discussion is methodized in Loureiro (2004, 2007), Layrargues (1997), Sachs (2007), Netto and Braz (2009), amongst others. The second chapter comprises the Marxist analysis of the Environmental Thematic from John Bellamy Foster (2005) with a re-reading of ecological thinking in Marx and Michael Löwy (2005) reflecting on the critical reappraisal of the productive forces. The mexican author Enrique Leff (2006) is interpolated into the debate, affirming the need to overcome capitalist rationality and the construction of an environmental rationality. In the third chapter, it is situated the approaches between Social Work and the Environment, from its theoretical productions (Theses and Dissertations). The surveys achieved were sistematized in tables showing the current panorama of approaches between Social Work and the Environment. Moveover, it is mentioned thinkings, advances and limits in the theoretical fundamentals of the Environmental Thematic in Social Work, from the Marxist analysis groundwork on the Environment.
32

Os conselhos proletários como "não-estado" : antítese dialética do sistema sociometabólico do capital e estratégia revolucionária /

Scartezini, Natalia. January 2018 (has links)
Orientador: Marcos Tadeu Del Roio / Banca: Anderson Deo / Banca: Leandro Oliveira Galastri / Banca: Maria Orlanda Pinassi / Banca: Nildo Silva Viana / Resumo: O objeto desta pesquisa são os Conselhos proletários: formas organizativas das quais as classes trabalhadoras lançam mão em situações de ascenso revolucionário e de acirramento das contradições classistas, com vistas a exercerem a autogestão política e produtiva. A tese aqui defendida é que estes Conselhos possuem intrínseco potencial revolucionário, uma vez que superam o trabalho assalariado e a produção de capital - mediante a socialização dos meios de produção - e o Estado enquanto estrutura de dominação própria do sistema sociometabólico do capital e essencial à sua reprodução. Denominando-os como "não-Estado" defende-se, portanto, a tese de que os Conselhos proletários são a antítese dialética do Estado - e não uma forma específica dele -, e por isso, são dotados de efetiva potencialidade disruptiva com o metabolismo social vigente. Sustenta-se ainda como tese secundária que as prerrogativas teóricometodológicas acerca do Estado determinaram e ainda determinam proposições estratégicas específicas aos movimentos revolucionários. Assim, compreende-se que a centralidade depositada na fórmula da "conquista do Estado" e/ou "construção de um Estado proletário" acabou por fazer esmaecer as iniciativas autônomas dos trabalhadores, de maneira a lhes tolher sua potencialidade emancipatória. Desta maneira, este trabalho se estrutura de forma a apresentar as principais características constitutivas dos Conselhos proletários e do Estado, evidenciando as relações que se estabelecem en... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The object of this research is the proletarian councils: organizational forms of which the working classes resort to situations of revolutionary rise and intensification of class contradictions, with a view to exercising political and productive self-management. The thesis defended here is that these councils have intrinsic revolutionary potential, since they outcome wage labor and the production of capital - through the socialization of the means of production - and the state as a structure of domination proper to the sociometabolic system of capital and essential to its reproduction. Denoting them as "non-state", therefore, the thesis defended is that the proletarian councils are the dialectical antithesis of the state - and not a specific form of it - and, therefore, they are endowed with an effective disruptive potentiality with the metabolism in force. It is still held as a secondary thesis that the theoretical and methodological prerogatives about the state have determined and still determine specific strategic propositions to the revolutionary movements. Thus, it is understood that the centrality deposited in the formula of the "conquest of the state" and/or "construction of a proletarian state" ended up mitigating the workers' autonomous initiatives, in order to block their emancipatory potentiality. In this way, this work is structured in such a way as to present the main constitutive characteristics of proletarian and state councils, evidencing the relations that ar... (Complete abstract click electronic access below) / Resumen: El objeto de esta investigación son los Consejos proletarios: formas organizativas de las cuales las clases trabajadoras lanzan mano en situaciones de ascenso revolucionario y de intensificación de las contradicciones clasistas, con miras a ejercer la autogestión política y productiva. La tesis aquí defendida es que estos Consejos poseen intrínseco potencial revolucionario, una vez que superan el trabajo asalariado y la producción de capital- a través de la socialización de los medios de producción- y el Estado como estructura de dominación propia del sistema sociometabólico del capital y esencial a la su reproducción. Denominándolos como "no-Estado" se defiende, por tanto, la tesis de que los Consejos proletarios son la antítesis dialéctica del Estado -y no una forma específica de él-, y por eso, están dotados de efectiva potencialidad disruptiva con el metabolismo social vigente. Se sostiene todavía como tesis secundaria que las prerrogativas teórico-metodológicas acerca del Estado determinaron y aún determinan proposiciones estratégicas específicas a los movimientos revolucionarios. Así, se comprende que la centralidad depositada en la fórmula de la "conquista del Estado" y/o "construcción de un Estado proletário" acabó por hacer palmar las iniciativas autónomas de los trabajadores, de manera que les tolera su potencial emancipatorio. De esta manera, este trabajo se estructura de forma a presentar las principales características constitutivas de los Consejos proletarios y ... (Resumen completo clicar acceso eletrônico abajo) / Résumé: L'objet de cette recherche est les Conseils ouvriers : formes d'organisation dont les classes prolétaires saisissent sur des situations de montée révolutionnaires et d'intensification des contradictions de classe, afin d'exercer l'autogestion politique et productive. La thèse soutenue dans ce travail est que ces Conseils possèdent un potentiel révolutionnaire intrinsèque, vu que ces structures l'emportent sur le travail salarié et la production de capital - en raison de la socialisation des moyens de production - et l'État en qualité de structure de domination propre au système sociométabolique et essentiel pour sa reproduction. Les dénommer comme "nonÉtat" permettre défendre, donc, l'idée que les Conseils ouvriers sont l'antithèse dialectique de l'État - et non une forme spécifique de celui-ci - et ainsi, sont dotés d'un potentiel perturbateur effectif sur le métabolisme social en vigueur. Il se soutient encore comme une thèse secondaire que les prérogatives théoriques et méthodologiques sur l'État ont déterminée et déterminent encore des propositions stratégiques spécifiques aux mouvements révolutionnaires. De cette façon, il est compris que la centralité déposée sur la formule de "réalisation de l'État" et / ou "la construction d'un État prolétarien" avéré s'éteindre les initiatives autonomes des travailleurs, de manière à obstruer leur potentiel émancipateur. Par conséquent, ce travail est structuré afin de présenter les principales caractéristiques constitutives des Conseils ouvriers et de l'État, mettant en évidence les relations établies entre ces sphères en vertu d'une théorie de la transition et des expériences historiques. / Doutor
33

Direito e alienação nos Grundrisse de Karl Marx

Soares, Moisés Alves January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T06:30:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 296649.pdf: 1373930 bytes, checksum: 1d7eadc5b4a51e7654930b93da9175f0 (MD5) / O objetivo principal deste trabalho é, nos Grundrisse local onde a teoria da alienação assume sua maturidade e maior extensão através da crítica da economia política marxiana, apreender o eixo genético entre normativida `qw56de do trabalho (alienado) e a normatividade jurídica a fim de delinear elementos, mesmo que de forma incipiente, de uma teoria e filosofia do direito imanente a produção e reprodução do capital. Para tanto, a forma de exposição do estudo dividir-se-á em três momentos: I) Os significados dos Grundrisse neste capítulo, será abordado as mazelas referentes à produção e publicação dos grundrisse, bem como a batalha dos interpretes por seu significado e, por fim, firmar-se-á a posição do ponto de partida do trabalho sobre a obra; II) A Teoria Pluridimensional da Alienação nos Grundrisse esta parte do trabalho tratará da trajetória de formação da teoria da alienação (da crítica à política, passando por seu pensamento in status nascendi, à crítica à alienação ideológica) até o encontro com o mundo da produção nos Grundrisse; III) O direito como forma de alienação nos Grundrisse neste último momento, termina-se a aproximação ao objeto de estudo, a alienação jurídica, encarando sua gênese na perspectiva ontogenética da relação entre normatividade do trabalho e normatividade jurídica, bem como sua atuação concreta na reprodução da sociabilidade alienada e, por fim, uma perspectiva da positividade em direção à superação das formas de alienação contida nos Grundrisse.
34

Experiências escolares e estratégia política: da pedagogia socialista à atualidade do MST

Bahniuk, Caroline January 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-11-10T03:05:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 335963.pdf: 2558668 bytes, checksum: b203fb7a2cc9777109e8c3d41bfab0cf (MD5) Previous issue date: 2015 / A pesquisa tem por objetivo analisar as relações entre educação, escola e estratégia socialista, nas experiências atuais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), à luz da pedagogia socialista. A dialética passado, presente e futuro perpassa a tese. Do passado recuperamos a origem dessa relação entre escola e estratégia socialista, por meio das experiências educativas gestadas nos contextos revolucionários da Comuna de Paris (1871) e da Revolução Russa (1917), ambas precursoras da Pedagogia Socialista. Destas, extraímos as seguintes dimensões: radicalização do público; formação omnilateral; trabalho; atualidade; conhecimento e auto-organização dos educandos e a formação de coletivos. No presente, estas relações são analisadas pelas experiências escolares do MST, particularmente as Escolas Itinerantes nos acampamentos do estado do Paraná e as Escolas de Ensino Médio nos assentamentos do estado do Ceará. Por meio do estudo destas experiências, atualizamos as dimensões da Pedagogia Socialista, refletindo sobre os desafios atuais da educação e da escola na estratégia socialista e as tendências de futuro nelas contidas. A análise considerou as grandes diferenças entre os contextos revolucionários e a atualidade, buscando compreender as relações sociais no capitalismo contemporâneo, bem como as facetas da luta de classes, em particular das lutas pela educação nos dias atuais, fundamentada nas análises marxistas. A pesquisa teve como base a análise documental, a revisão bibliográfica e a pesquisa de campo, por meio de observação e entrevistas. Concluímos que as escolas do MST estudadas buscam vincular a educação escolar à estratégia socialista e são espaços importantes de exercício de uma proposta pedagógica vinculada à luta dos trabalhadores, provocando o desenvolvimento e a reflexão coletiva sobre as matrizes da educação numa perspectiva omnilateral. Essas potencialidades são realizadas no alargamento das contradições presentes no espaço escolar em disputa, porém, com tendência a reproduzir as relações sociais da forma social capital. A concretização da proposta destas escolas é dificultada pela ligação limitada das mesmas com relações complexas e avançadas de trabalho; pelo cerceamento do Estado, tanto pela ausência na provisão de estruturas físicas e humanas, reveladas na precariedade das Escolas Itinerantes, como pelo controle por meio das avaliações externas, no caso do Ceará; pela pouca abertura das escolas em relação à auto-organização dos estudantes em sua radicalidade; pela sobrecarga de trabalho dosprofessores, entre outros aspectos. Tais dificuldades revelam os limites na realização de uma proposta educacional e escolar avançada no âmbito da sociabilidade do capital.<br> / Abstract : This research aims to investigate the relationship between education, school and socialist strategy in the current experiences of the Landless Workers Movements (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST) in the light of socialist pedagogy. The dialectics of past, present and future permeates the thesis. From past, we recovered the origin of this relationship between school and socialist strategy through educational experiences gestated in the revolutionary contexts of the Paris Commune (1871) and the Russian Revolution (1917), both precursors of Socialist Education. From these, we extract the following dimension: radicalization of the public; omnilateral formation; work; current and self-organization of students and collectives? formation. Nowadays these relationships are analyzed by the school experiences of MST, particularly the Itinerant Schools in the state of Paraná camps and high schools in the state of Ceará settlements, through which we updated the dimensions of Socialist Education, reflecting on the current challenges of education and school in socialist strategy and future trends in these contained. The analysis considered the major differences between the revolutionaries and the current contexts, seeking to understand the social relations in contemporary capitalism and the facets of the class struggle, particularly the struggles for education today, based on Marxist analysis. The research was based on document analysis, literature review and field research, through observation and interviews. We conclude that the studied MST schools seek to link school education to the socialist strategy and are important spaces to exercise an educational proposal linked to the struggle of workers, causing the development and collective reflection on the matrices of education in omnilateral perspective. These potentialities are made in extending the contradictions in the school environment in dispute, however, with a tendency to reproduce the social relations of capital social form. The achievement of these schools? proposal is hampered by the limited connection with these complex and advanced labor relations; the restriction of the state, both by the absence in the provision of physical and human structures revealed in precarious Itinerant Schools, as the control through external evaluations, in the case of Ceará; the insufficient opening of schools in relation to self-organization of students in its radicalism; the workload of teachers, among others. These difficulties indicate the limits in carrying out an advanced educational and school proposal within the capital sociability.
35

Max Weber diante do Socialismo /

Carvalho, Davi Gustavo de. January 2008 (has links)
Orientador: Maria Orlanda Pinassi / Banca: Fátima Cabral / Banca: Fernando Antonio Lourenço / Resumo: Este trabalho tem como objeto de análise a perspectiva de Max Weber em relação ao socialismo. Esse grande clássico do pensamento social sustentou posição muito crítica em relação à exequibilidade do projeto socialista. Mais precisamente, este trabalho delineia e analisa a crítica weberiana ao socialismo em sua dupla abrangência: Weber contrapõe-se tanto à ideia de que a emancipação humana seria atingida em uma sociedade socialista estabelecida, quanto às próprias possibilidades de êxito de uma revolução social que caminhasse no sentido da construção dessa sociedade. Inicialmente revelados os argumentos weberianos que sustentam tal postura, passa-se à sua subsequente discussão crítica à luz do contexto histórico na qual o pensador alemão os forjou. A cadeia de valores que norteavam o autor - base de sua postura político-ideológica - parece influenciar sobremaneira seu ponto de vista sobre o modo de produção socialista, o qual via apenas como extensão radicalizada da dominação burocrática, algo já existente em seu predecessor, o capitalismo moderno. Tomando precisamente essa ideia como central, não vislumbrava saída para a "jaula de ferro" da burocracia, apresentando-a como algo inexorável na modernidade, seja no capitalismo, seja no seu suposto antípoda, o socialismo. Por fim, muito embora desdobramentos históricos das experiências "socialistas" tenham dado razão a Weber, apresentam-se alguns elementos críticos à elaboração teórica weberiana, problematizando-se alguns aspectos de sua argumentação, cuja força e influência são inegáveis. Para isso, textos variados de sua obra são percorridos e analisados, embora tome como documento central a célebre Conferência sobre o Socialismo, proferida por Weber em 1918 / Abstract: This work aims to analyse Max Weber's perspective in relation to the socialism. This great classic of the social thought argued against the feasibility of the socialist project from a very critical point of view. More precisely, this work delineates and analyses the double biased Weberian criticism towards socialism: Weber not only opposes the idea that the human emancipation would be reached in an established socialist society, but also criticises the possibilities of success of a social revolution that could lead to that sort of society. Unveiled the arguments that underpin Weber's criticism, the subsequent critical discussion of the author's reasons is addressed in the light of the historical background in which the German thinker has come up with them. The chain of values that guided the author, which provides the basis for his political-ideological position, seems to exert great influence on the view he holds on socialism, which he has only seen as an extensive form of the bureaucratic domination, something that has already existed in its predecessor, the modern capitalism. Taking that very idea as pivotal, that negative view of socialism, Weber has considered there was no way out for the "cage of iron" of bureaucracy, thus claiming it was something inexorable in modern times, either in capitalism or in socialism, capitalism's supposed antipodal. Finally, even though some historical developments of "the socialist" experiences give reason to Weber's arguing, the Weberian theorisation and his arguing, whose strength and influence are undeniable, are questioned here based on some critical elements. In order to do so, a wide range of Weber's works are browsed and analysed; the famous Conference on Socialism, though, proffered by Weber in 1918, is here taken as the fundamental document for research / Mestre
36

A consolidação da social democracia no Brasil : forma tardia de dominação burguesa nos marcos do capitalismo de extração prussiano-colonial /

Deo, Anderson. January 2011 (has links)
Orientador: Antonio Carlos Mazzeo / Banca: Marcos Tadeu Del Roio / Banca: Virgínia Maria Gomes de Mattos Fontes / Banca: Paulo Douglas Barsotti / Banca: Jason Tadeu Borba / Resumo: O presente trabalho analisa a consolidação da social democracia no Brasil. O período discutido diz respeito aos dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e ao primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (2003- 2006). Observamos que a social democracia, tal como esta forma de organização sociometabólica do capital se concretizou no país, absorve e reproduz os elementos condicionantes da particularidade histórica brasileira, conformadas em torno da via prussiano-colonial de objetivação do capitalismo. Ao absorver, ampliar, aprofundar e reproduzir, sobre novas bases e condicionantes históricos, os contornos característicos dessa particularidade, o projeto social-democrata apresenta um caráter anômalo e tardio, sendo o responsável pelo resgate da ortodoxia liberal como fundamento de sociabilidade. Assim, o bloco histórico capitaneado pela social democracia representa a hegemonia da burguesia, cuja fração financeira determina a lógica da reprodução capitalista em sua atual fase de internacionalização. A social democracia não rompe, pelo contrário, reproduz aperfeiçoando a autocracia burguesa no país. Esta autocracia se expressa através de um conteúdo político-institucional legalizado, que lhe é atribuído pelo parlamento brasileiro. A autocracia burguesa é, portanto, autocracia do parlamento, que se desenvolve a partir da consolidação do colonial-bonartismo, fenômeno político próprio da organização de governos burgueses em períodos abertamente conservadores e/ou reacionários. Dessa forma, o Sentido da Colonização se reproduz no Brasil através do projeto social-democrata que, ao promover uma modernização de caráter conservador, resgata e reafirma os elementos essenciais da particularidade brasileira, transmutadas e metamorfoseadas em Sentido da Modernização. / Abstract: This work analizes the consolidation of the social democracy in Brazil. The period we discuss is related to both mandates of Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) and to the first mandate of Luiz Inácio Lula da Siva (2003-2006). We observed that the social democracy, as this way of socialmetabolic organization has been consolidated in Brazil, absorbs and reproduces the conditioning elements of the Brazilian historical particularity, conformed around the Prussian-colonial way of capitalism objectification. As it absorbs, amplify, deepens and reproduces, on the new historical basis and conditioning, the characteristic outlines of this particularity, the social democrat project presents an anomalous and late character, which is the responsible for the redemption of the liberal orthodoxy as a sociability substance. This way, the historical bloc, capitained by the social democracy represents the bourgeoisie hegemony, whose financial fraction determines the logic of the capitalist reproduction in its current step of internationalization. The social democracy doesn't break, on the contrary, it reproduces, improves the bourgeoisie autocracy in the country. This autocracy is expressed through a legalized political and institutional content which is attributed to it by the Brazilian parliament. The bourgeois autocracy is, therefore, parliament autocracy which is developed from the consolidation of the colonial bonapartism, a political phenomenon that belongs to the bourgeoisie governments in periods openly conservative and/or reactionary. This way, the Sense of the Colonization is reproduced in Brazil through the social democrat project that, when promotes a modernization of the conservative character, redeem and reaffirm the essential elements of the Brazilian particularity, transmuted and metamorphosed in Sense of the Modernization. / Doutor
37

Nacionalismo e indigenismo em José Carlos Mariátegui: uma ponte entre a tradição e a modernidade

BOLFARINI, B. B. 03 July 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:44:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8686_DISSERTAÇÃO - VERSÃO DEFINITIVA entregue em 18-07-2017.pdf: 2106361 bytes, checksum: 1aea24ce931a99adddf400071864c10f (MD5) Previous issue date: 2017-07-03 / Veremos, na dissertação, a proposta de José Carlos Mariátegui de superar a dicotomia étnico-geográfica do Peru por meio de uma ponte entre a tradição e a modernidade, possível através de um projeto socialista adaptado à realidade peruana. Para que o país viesse a se constituir como nação integral e socialista, tendo o índio como protagonista, o pensador sustenta a noção de um socialismo heterodoxo, junção da tradição indígena - esquecida como memória histórica que até então valorizou o elemento criollo como símbolo da nacionalidade peruana com a modernidade ocidental. Desse modo, através de uma compreensão do modo de se pensar o indigenismo e o nacionalismo nos discursos dos intelectuais do final do séc. XIX, veremos que o pensamento de Mariátegui apresenta-se como rompimento que, no entanto, ainda mantém alguns aspectos de controle cultural sobre as populações autóctones.
38

Burocracia e socialismo

Martorano, Luciano Cavini 02 July 2001 (has links)
Orientador: Decio Azevedo Marques de Saes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-07-27T08:32:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Martorano_LucianoCavini_M.pdf: 12159567 bytes, checksum: f1cc81bc970c1e8fdde50a11358d4605 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: A partir da análise de Marx e de Lenin o estudo sobre a burocracia no socialismo revela os desafios colocados para a construção da teoria do Estado socialista. O problema não apenas do controle da burocracia pelos trabalhadores, como sobretudo da transferência de suas atividades para eles, implica a análise sobre a transformação das relações de produção capitalistas, a concretização do caráter semi-estatal da ditadura do proletariado, a realização do pluralismo partidário socialista, a combinação do critério político com o da competência no processo de seleção e de promoção dos funcionários,e a função original do Estado operário da desestatização socialista. Análise apoiada no exame das experiências de instauração do Estado socialista no século vinte, principalmente a do Estado soviético / Abstract: Beginning with the analysis of Marx and Engels, the study of the bureaucracy in the socialism reveals the challenge to develop a theory on the socialist state. The problem resides not only on the control of the bureaucracy by the workers, but especially on the transfer of its activities to them; which implies in a analysis of the transformation of the capitalist relations of production, the turning into real of a dictatorship of the proletariat as a semi-state, the realization of a socialist pluralism of the parties, the combination of the polítical criteria with the competence criteria in the procces of selection and promotion of state officials, and the original function of the proletarian state towards the end of itself. This analysis is based upon the experience of the stablishment of a socialist state in the twenty century, with a central focus on the soviet state / Mestrado / Mestre em Ciência Política
39

A Revista O Progresso e a proposta de reformas sociais

Almeida, Marcelo Francisco de 28 August 2001 (has links)
Orientador : Elide Rugai Bastos / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-07-28T22:09:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Almeida_MarceloFranciscode_M.pdf: 10737609 bytes, checksum: a71e5a011ee2ad65bb464ce3e6dadc26 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Nesta pesquisa realizou-se um estudo em torno da revista O Progresso e seu papel nas transformações ocorridas durante as primeiras décadas do século oitocentista brasileiro. Criada em Recife, entre os anos 1846 e 1848, constitui-se um valioso material histórico, com capacidade de apresentar as mudanças políticas, econômicas e sociais da época, que de algum modo ainda sobrevivem nos dias de hoje. Estudiosos da História do Pensamento Social costumam afirmar que a criação e o desenvolvimento da revista O Progresso constituiu-se em uma primeira experiência de intelectuais brasileiros adotando e disseminando ideais socialista-utópicos. Um detalhe que chamou a atenção foi o fato de Antônio Pedro de Figueiredo, idealizador e criador dessa empreitada intelectual e política, traduzir, em 1846, os escritos do filósofo francês e precursor da doutrina eclética, Victor Cousin. Como essa doutrina emerge num contexto marcado por definições de uma nova ordem social e política, em especial, pela sedimentação da burguesia enquanto classe hegemônica, a pesquisa ora apresentada, procurou problematizar em que medida a presença de um "viés" socialista-utópico no conjunto de artigos que compõem a revista O Progresso, bem como da autoclassificação realizada por Antônio Pedro de Figueiredo, dizendo-se socialista, não se constituiria numa situação, de certa maneira, ambígua, já que a doutrina eclética, também presente neste periódico, é concebida de comum interesse com a burguesia européia. Se de um lado, pode-se apontar limites à afirmação de que se trata de autênticos precursores do socialismo-utópico no Brasil, de outro, verifica-se que a doutrina eclética, veio ao encontro dos interesses de uma parcela da intelectualidade e políticos da época, ao "funcionar" como "guia" de análise e sustentação das propostas reformistas. Palavras Chaves: doutrina eclética, socialismo-utópico, Revista O Progresso, pensamento social no Brasil, Antônio Pedro de Figueiredo / Abstract: During the research, it was made a study about the O Progresso magazine and the part played by it in the changings occurred in the first decades of the nineteenth century in Brazil. Created in Recife, winthin the years of 1846 and 1848, it consisted of a valuable historical material, able to present the political, economic and social changings from the age, so that in a certain way are mirrored nowadays. Scholars of the Social Thought History use to say that the creation and development of the O Progresso magazine is the first experiment from Brazilian scholars to spread utopian-socialist ideais. A relevant fact is that Antônio Pedro de Figueiredo, whom idealised this intellectual and political work, translated in 1846 the writings of the French philosopher and the forerunner of the ecletic doctrine, Victor Cousin. As this doctrine emerges in France in a context of definition of a new social and political order, specially by the sedimentation of the bourgeoisie as the ruling class, the research presented discussed in which way the presence of an utopian-socialist view in the articles of the magazine as well as the fact of Antônio Pedro de Figueiredo had entitled as a socialist, would not be an ambiguous situation, because the ecletic doctrine also present in the periodical, was conceived with the joint consent of the European bourgeoisie. The limitations to point them as authentic utopian-socialist forerunners in Brazil are perceptive. Otherwise, the ecletic doctrine was of interest to some scholars and politicians of the age, being an analysis and sustentation guide and politicians of an of the reform proposals. Keywords: ecletic doctrine, utopian-sociallism, O Progresso magazine, social thought in Brazil, Antônio Pedro de Figueiredo / Mestrado / Mestre em Sociologia
40

Análisis de la situación económica de Chile durante el gobierno de la Unidad Popular : resultados del modelo socialista

Gutiérrez Kaempfer, Francisco 01 1900 (has links)
Seminario para optar al grado de Ingeniero Comercial, Mención Economía / Autor no autoriza el acceso a texto completo de su documento / presente trabajo describe y analiza los resultados en materia económica del gobierno de la Unidad Popular durante el período 1970-1973. El enfoque de este análisis es netamente económico, por lo que no profundiza en los aspectos políticos y sociales que también influyeron en el desempeño general de la administración de Salvador Allende. El trabajo se divide en cuatro secciones, en la primera se explica el contexto en que la Unidad Popular asume el poder, su diagnóstico de la economía chilena y sus principales propuestas. En la segunda se presentan las reformas estructurales implementadas bajo el mandato de Allende. En la tercera se describen las políticas de corto plazo del gobierno socialista. Finalmente, en la cuarta parte planteamos nuestras principales conclusiones. Introducción El presente

Page generated in 2.8829 seconds