• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 12266
  • 269
  • 267
  • 267
  • 256
  • 163
  • 131
  • 103
  • 84
  • 51
  • 50
  • 47
  • 31
  • 31
  • 14
  • Tagged with
  • 12633
  • 6723
  • 6193
  • 3250
  • 2848
  • 2692
  • 2645
  • 2351
  • 2080
  • 2075
  • 1319
  • 1154
  • 1043
  • 1019
  • 893
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Subjetividade social da sala de aula e criatividade na aprendizagem

Oliveira, Carolina Torres 29 May 2018 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2018. / O principal objetivo desta pesquisa foi compreender como a subjetividade social da sala de aula participa da criatividade na aprendizagem. Pertinente com tal complexidade partiu-se da consideração da Teoria da Subjetividade, elaborada por González Rey, para quem o lugar do social na aprendizagem deixa de ser externo para ser constitutivo. Também fora assumida a concepção de criatividade como processo da subjetividade, desenvolvida por Mitjáns Martínez. Ter a subjetividade social como foco de análise dos processos de constituição da aprendizagem do tipo criativa, até então investigada essencialmente sob a ótica da subjetividade individual, justifica o caráter inédito desta investigação. Adotou-se o método construtivointerpretativo alicerçado na Epistemologia Qualitativa, também elaborada por González Rey, tendo em conta seus três princípios: o caráter construtivo-interpretativo do conhecimento; o caráter dialógico da investigação; e o valor do estudo de casos singulares como instância legítima de produção do conhecimento. Para tanto, contemplou-se o estudo de caso de uma turma de Licenciatura em Letras/Espanhol, numa das unidades do Instituto Federal de Brasília. Realizaram-se observações; análise documental; redação; dinâmicas conversacionais; entrevistas; entre outros instrumentos. A construção interpretativa possibilitou compreender a constituição subjetiva da turma, assim como a configuração subjetiva da ação de aprender do estudante Augusto, a partir de sentidos subjetivos oriundos de sua trajetória de vida e sentidos subjetivos produzidos no curso de sua experiência de aprendizagem nessa turma, configurados na ação de aprender. A pesquisa possibilitou formular a tese de que a subjetividade social da sala de aula participa da criatividade na aprendizagem quando se expressa na subjetividade individual do aprendiz, favorecendo a produção de novos sentidos subjetivos que passam a integrar sua configuração subjetiva da ação de aprender criativamente. Nesse ponto de vista, enfatizamos a qualidade de sentidos subjetivos produzidos na sala de aula e importantes na configuração subjetiva da aprendizagem do estudante investigado: produção de sentidos subjetivos expressos na valorização de atividades extracurriculares; abertura para o debate de ideias; união da turma e satisfação em atividades grupais; acolhimento, orgulho em fazer parte da turma e sentimento de pertencimento à instituição educativa; e, resistência à burocracia limitadora da ação. Tal compreensão remete a reflexões sobre condições singulares e complexas da sala de aula e sinaliza possibilidades para ações mais efetivas na promoção da aprendizagem criativa. / The main objective of this research was to understand how the social subjectivity of the classroom participates in creativity in learning. It is important that specific complexity was understood from the analysis of the Subjectivity Theory, elaborated by González Rey, which refers to the place of the social in learning, ceases to be external to be constitutive. The conception of creativity as a process of subjectivity, developed by Mitjáns Martínez, was also assumed. Taking social subjectivity as the theme of analysis of the processes of constitution of the learning of a creative model, hitherto investigated essentially from the standpoint of individual subjectivity, justifies the unprecedented character of this investigation. The constructive-interpretative method, based on Qualitative Epistemology, was also adopted, elaborated by González Rey, considering its three principles: the constructive-interpretative character of knowledge; the dialogical character of research; and the value of the study of singular cases as a legitimate instance of knowledge production. For that, the case study of a class in Graduation in Letters in Spanish, one of the units of the Federal Institute of Brasilia, was contemplated. Observations were performed; documentary analysis; essay; conversational dynamics; and interviews; among other instruments. The interpretive construction made it possible to understand the subjective constitution of the class, as well as the subjective configuration of the student's Augusto action of learning, based on subjective senses derived from their life trajectory and subjective senses produced in the trajectory of their learning experience in the class, configured in the action of learning. The research made it possible to formulate the thesis that, the social subjectivity of the classroom participates in the creativity in learning, when expressed in the individual subjectivity of the learner, favoring the production of new subjective senses, which begin to integrate their subjective configuration of the action of learn creatively. In this perspective, it is emphasized the quality of subjective senses produced in the classroom and important in the subjective configuration of learning of the studied case: production of subjective senses expressed in the valuation of extracurricular activities; openness to the debate of ideas; union of the group and satisfaction in group activities; acceptance, pride in being part of the class and feeling of belonging to the educational institution; and, resistance to action-limiting bureaucracy. That understanding brings to light, reflections on unique and complex classroom conditions and signals possibilities for more effective actions in promoting creative learning. / Esta investigación tuvo como objetivo principal comprender de qué forma la subjetividad social en el aula participa a la creatividad en el aprendizaje. Pertinente a esa complejidad, se basó en la Teoría de la Subjetividad, elaborada por González Rey, para quien el lugar del social en aprendizaje deja de ser externo para ser constitutivo. También se asumió la concepción de creatividad como un proceso de la subjetividad, desarrollada por Mitjáns Martínez. Tener la subjetividad social como foco de análisis de los procesos de constitución de aprendizaje del tipo creativa, hasta entonces esencialmente investigada bajo la óptica de la subjetividad individual, justifica el carácter inédito de esa investigación. Se adoptó el método constructivointerpretativo basado en la Epistemología Cualitativa, también elaborada por González Rey, teniendo en cuenta sus tres principios: el carácter constructivo-interpretativo del conocimiento; el carácter dialógico de la investigación; y el valor del estudio de casos singulares como instancia legítima de producción del conocimiento. Para eso, se realizó un estudio de caso de una clase de en letras -español, en uno de los campi del Instituto Federal de Brasilia. Se hizo observaciones; análisis documental; redacción; dinámicas conversacionales; entrevistas; entre otros instrumentos. La construcción interpretativa posibilitó la comprensión de la constitución subjetiva de la clase, bien como la configuración subjetiva de la acción de aprender del estudiante Augusto a partir de los sentidos subjetivos provenientes de su trayectoria de vida y sentidos subjetivos producidos a lo largo de su experiencia de aprendizaje en clase, configurados en la acción de aprender. La investigación posibilitó formular la tesis de que la subjetividad social de la clase contribuye a la creatividad en el aprendizaje cuando se expresa en la subjetividad individual del aprendiz favoreciendo la producción de nuevos sentidos subjetivos, que pasan a integrar su configuración subjetiva de la acción de aprender creativamente. En esa perspectiva, enfatizamos la calidad de sentidos subjetivos producidos en clase e importantes en la configuración subjetiva del aprendizaje del caso estudiado: Producción de sentidos subjetivos expresos en la valorización de actividades extracurriculares; abertura para el debate de ideas; unión de la clase y satisfacción en actividades grupales; acogida, orgullo de formar parte de la clase y sentimiento de pertenencia a la institución educativa y resistencia a la burocracia limitadora de la acción. Esta comprensión remite a reflexiones sobre las condiciones singulares y complejas del aula y apunta posibilidades para acciones más efectivas para la promoción del aprendizaje creativo.
32

Diálogos sobre o não aprender

Hostins, Regina Célia Linhares January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. / Made available in DSpace on 2012-10-17T13:16:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T18:40:41Z : No. of bitstreams: 1 175666.pdf: 6177487 bytes, checksum: 0f481e7ed2ca851dbbcfcf0a3fd18a36 (MD5) / Este estudo tem como propósito analisar os discursos pedagógicos sobre sujeitos que "não aprendem", com vistas a apreender suas condições de produção, bem como as contradições que determinam sua construção. Sua principal fonte de investigação é o conjunto de documentos que encaminha alunos das escolas da rede regular de ensino de Santa Catarina para o Serviço de Apoio Pedagógico, modalidade de ensino especializado em funcionamento nessas escolas. Os discursos mereceram um estudo aprofundado no sentido de compreender: Como e por que são produzidos ? Em que condições são produzidos? Com quem dialogam? O que expressam das relações sociais? As análises suscitaram a discussão de conceitos como: diferença e deficiência; linguagem, discurso e dialogia; pertencimento, exclusão e desfiliação. Para compreendê-los procurou-se aprofundar o diálogo com interlocutores como Vygotsky e Bakthin, expandindo-se as possibilidades de análise mediante articulações com estudos no campo da história e da sociologia - com as obras de Ginzburg, Thompson, Goffmann e Castel - bem como com estudos de Eni Orlandi no campo da análise do discurso. A pesquisa consistiu na descrição e análise dos textos (68 relatórios pedagógicos), elaborados por professores e especialistas das escolas regulares, no sentido de rastrear sua conexão íntima e identificar as suas marcas discursivas. À primeira vista, os textos em análise pareceram fortemente marcados pela repetição. Todavia, o que se observou, num olhar mais detido, foram as contradições que permeiam esse jogo instável de sentidos. Nesses discursos encontra-se, então, não só as palavras do outro, ocultas ou semi-ocultas nas palavras de professores e especialistas, como também, as ressonâncias longínquas e quase inaudíveis de elos anteriores, próximos e distantes, da comunicação cultural. Neles manifesta-se um diálogo entre as opiniões que se produzem na vida cotidiana, o sistema de crenças e superstições, as tendências teóricas, a ciência e a política. A compreensão dessa dinâmica conduziu ao estudo das metamorfoses da desfiliação ou da invalidação social e suas manifestações na escola, para compreender a constituição desse processo histórico que ameaça setores mais amplos da sociedade, criando os "inúteis para o mundo".
33

Neuroproteômica : proteínas relacionadas à aprendizagem em abelhas e ratos

Souza, Jaques Miranda Ferreira de 15 February 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, 2012. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-05-21T16:16:48Z No. of bitstreams: 1 2012_JaquesMirandaFerreiraSouza.pdf: 1466502 bytes, checksum: a3e11d9bfc528999e781e05214053d36 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2012-05-23T11:44:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_JaquesMirandaFerreiraSouza.pdf: 1466502 bytes, checksum: a3e11d9bfc528999e781e05214053d36 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-05-23T11:44:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_JaquesMirandaFerreiraSouza.pdf: 1466502 bytes, checksum: a3e11d9bfc528999e781e05214053d36 (MD5) / Aprendizagem associativa pode ocorrer por condicionamento operante, através do qual o animal consegue antecipar eventos futuros baseado em suas experiências como consequências de seus próprios comportamentos. Trata-se de uma forma de aprendizagem que o homem compartilha com outros animais, incluindo invertebrados. O uso de ratos e abelhas como modelos biológicos em estudos comportamentais tem ajudado na compreensão dos mecanismos moleculares envolvidos na aprendizagem por condicionamento operante. O objetivo desse trabalho foi identificar proteínas envolvidas no processo de aprendizagem por meio de análises proteômicas cerebrais de abelha mandaçaia (Melipona quadrifasciata) e rato (Rattus norvegicus). Neste trabalho, foram padronizadas condições para separação de extratos cerebrais de abelhas por meio de eletroforese bidimensional (2DE). Os perfis que apresentaram melhor resolução de spots proteicos foram obtidos com as seguintes condições: concentração de anfólitos a 1,5 %, CHAPS a 1 % e reposição de DTT no cátodo durante a isoeletrofocalização. Proteomas cerebrais de abelhas treinadas por condicionamento operante e controles foram comparados através de DIGE, mas nenhuma diferença de expressão proteica foi observada até o momento. Em relação a ratos, o primeiro mapeamento em grande escala por LC-MS/MS de proteomas de córtex pré-frontal de rato foi realizado, até onde sabemos. Foi possível identificar 923 proteínas, valor seis vezes maior quando comparado a outros estudos presentes na literatura. As proteínas identificadas foram categorizadas de acordo com sua localização e função biológica. A localização subcelular assim se dá: 21 % citosol, 18 % membrana plasmática, 13% mitocôndrias, 10 % núcleo, 8% citoesqueleto, 6 % complexo de Golgi ou retículo endoplasmático, 3 % proteínas extracelulares, 3 % outras organelas e 18 % de proteínas intracelulares. Entre as proteínas identificadas no córtex pré-frontal podemos destacar quatro delas como sendo descritas com envolvimento em processos de aprendizagem : contactin-2, calbindin, subunidade gamma da proteína quinase c (PKCgamma) e gp78. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Associative learning can occur by operant conditioning, when the animal can anticipate future events based on his experiences as a consequence of their own behaviour. That is a form of learning that humans share with others animals, including invertebrates. The use of rats and bees as biological models in behavioural studies have helped in understanding the molecular mechanisms involved in learning by operant conditioning. The aim of this study was to identify proteins related to the learning process through proteomic analysis of brains from "mandacaia" bee (Melipona quadrifasciata) and rat (Rattus norvegicus). In this study, conditions for separation of bee brain extracts by two-dimensional electrophoresis (2DE) were optimized. The profiles showing better protein spots resolution were obtained with the following conditions: 1,5% ampholytes concentration, 1% CHAPS and DTT replacement in the cathode during isoeletric focusing. Brain proteomes of bees trained by operant conditioning and control groups were compared by DIGE, but no difference in protein expression was observed so far. For rats, the first large-scale LC-MS/MS mapping of prefrontal cortex proteomes was achieved to our know ledge. A total of 923 proteins was identified, a value six times higher than other studies in the literature. The identified proteins were categorized according to their location and biological function. The subcellular localizations were 21% cytosol, 18% plasma membrane, 13% mitochondria, 10% nucleus, 8% cytoskeleton, 6% endoplasmic reticulum and Golgi complex, 3% extracellular proteins, 3% other organelles and 18% other intracellular proteins. Among the proteins identified in the prefrontal cortex, four of them can be highelihted as they are described in the literature as involved in learning processes: 2-contactin, calbindin, gamma subunit of protein kinase c (PKCgamma) and gp78.
34

Impactos de treinamento, percepção de suporte e estratégias de aprendizagem no trabalho

Mesquita, Márcia Apoliano 23 February 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2018. / Submitted by Fabiana Santos (fabianacamargo@bce.unb.br) on 2018-09-17T19:06:11Z No. of bitstreams: 1 2018_MárciaApolianoMesquitaArruda.pdf: 1116562 bytes, checksum: e8e4379b1ec3842895e53ce2a0fdae6a (MD5) / Approved for entry into archive by Fabiana Santos (fabianacamargo@bce.unb.br) on 2018-09-25T19:03:06Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_MárciaApolianoMesquitaArruda.pdf: 1116562 bytes, checksum: e8e4379b1ec3842895e53ce2a0fdae6a (MD5) / Made available in DSpace on 2018-09-25T19:03:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_MárciaApolianoMesquitaArruda.pdf: 1116562 bytes, checksum: e8e4379b1ec3842895e53ce2a0fdae6a (MD5) Previous issue date: 2018-09-17 / O presente estudo investigou relações entre estratégias de aprendizagem informal e transferência de treinamento (aprendizagem formal) no trabalho. Três estratégias comportamentais (busca de ajuda interpessoal e em material escrito; tentativa-e-erro) e duas cognitivas (reflexão ativa; repetição mental) foram medidas antes do final de um treinamento gerencial, por meio de um instrumento com evidências de validade já verificadas. Impactos desse treinamento, em profundidade e amplitude, e o suporte (psicossocial e material) à transferência para o trabalho dos seus egressos foram posteriormente medidos. A medida em profundidade foi construída e evidências de validade de uma solução unifatorial foram obtidas. As medidas de impacto em amplitude e de suporte foram adaptadas de escalas já disponíveis. As evidências de validade desta medida adaptada foram confirmadas e as da medida em amplitude revelaram uma estrutura bifatorial (aspectos disposicionais; desempenho na tarefa). Correlações de Spearman positivas e significativas foram encontradas entre os escores fatoriais de algumas dessas medidas. Os resultados indicaram que reflexão ativa está associada ao fator de desempenho na tarefa da medida em amplitude. Repetição mental e busca de ajuda em material escrito estão relacionadas ao fator disposicional desta medida. Tentativa-e-erro e buscas de ajuda interpessoal e em material escrito se correlacionaram com suporte psicossocial. Finalmente, o suporte psicossocial se correlacionou com impacto em profundidade. Conclui-se que o uso de estratégias de aprendizagem no trabalho pode estar ligado a mudanças no comportamento em sentido amplo, após o treinamento, mas não ao uso de competências específicas adquiridas no evento instrucional. / The present study investigated relationships between informal learning strategies and transfer of training (formal learning) at work. Three behavioral strategies (search for interpersonal help and written material, trial-and-error) and two cognitive strategies (active reflection, mental repetition) were measured before the end of a managerial training, through an instrument with validity evidences already verified . Impacts of this training, in depth and breadth, and the support (psychosocial and material) for its transfer to the work were later measured. The indepth measurement was constructed and validity evidence of a one-factor solution was obtained. Breadth and support impact measures were adapted from scales already available. Evidences of validity of this adapted measure were confirmed and those of amplitude measurement revealed a two-factor structure (dispositional aspects; performance in the task). Positive and significant Spearman correlations were found among the factorial scores of some of these measures. The results indicated that active reflection is associated to the performance factor in the measurement task in breadth impact. Mental repetition and seeking help in written material are related to the dispositional factor of the measure. Trial-and-error and interpersonal and written search queries correlated with psychosocial support. Finally, psychosocial support correlated with impact in depth. It is concluded that the use of learning strategies at work can be linked to changes in behavior in the broad sense, after training, but not to the use of specific skills acquired in the instructional event.
35

A produção do conhecimento sobre dificuldades de aprendizagem no período de 2001–2011

Serafin, Elaine Cristina Bortolatto January 2014 (has links)
Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Extremo Sul Catarinense-UNESC, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Educação. / O presente trabalho descreve o processo de pesquisa que teve como objetivo básico analisar as dissertações de mestrado e teses de doutorado produzidas no Brasil, na área da Educação, sobre as concepções de dificuldades de aprendizagem, no período de 2001 a 2011. O estudo desenvolveu-se numa abordagem qualitativa, de cunho bibliográfico, utilizando procedimentos como: levantamento bibliográfico dessas produções acadêmicas no banco de dados da CAPES; elaboração de critérios para seleção do material em estudo; impressão e leitura dos trabalhos selecionados; entre outros; resultando em doze trabalhos que compõem o material analisado. A sistematização das informações contidas nas produções acadêmicas foi organizada em quadros teóricos, por meio de análise de conteúdo. A partir desse processo, foi possível formular três categorias de análise, a citar: dificuldade de aprendizagem diferente de distúrbio ou transtorno; dificuldade de aprendizagem como distúrbio ou transtorno e fatores implicados nas dificuldades de aprendizagem: intrínsecos e extrínsecos à criança. Na discussão dos resultados, a primeira categoria foi evidenciada na maioria dos trabalhos analisados, cujos autores concebem as dificuldades como temporárias e reversíveis, não as associando com fatores orgânicos ou neurológicos. A segunda categoria trata das dificuldades de aprendizagem como distúrbio ou transtorno, trazendo em sua natureza comprometimentos neurobiológicos, atribuindo as causas à criança. Com relação à terceira categoria, pôde-se considerar, nos trabalhos acadêmicos analisados, que os aspectos físicos, emocionais, cognitivos e biológicos correspondem aos fatores intrínsecos. Já os aspectos social, familiar e educacional dizem respeito aos aspectos extrínsecos. Esses influenciam no diagnóstico das dificuldades, especialmente quando o processo de ensino e aprendizagem assume conotação patológica. É preciso aprofundar essa questão, dentre outras, que emergiu desse processo, revendo conceitos e discutindo-a, especialmente, junto aos gestores, professores, famílias dessas crianças (muitas vezes vistas como fracassadas). O estudo das dificuldades de aprendizagem ainda está em processo de construção e, neste trabalho, foram discutidas a partir das concepções fundamentadas em Jean Piaget e Lev Semionovich Vygotsky, nas perspectivas genético-cognitivista e dialética.
36

Clima social da organização, motivação e aprendizagem no trabalho

Carvalho-Silva, Ana Rachel 11 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Social e do Trabalho, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2008. / Submitted by Raquel Viana (tempestade_b@hotmail.com) on 2009-11-30T19:22:38Z No. of bitstreams: 1 2008_AnaRachelCarvalhoSilva.pdf: 2184437 bytes, checksum: 164469eef88dc5d17c1701342f4a88a3 (MD5) / Approved for entry into archive by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com) on 2009-12-02T18:29:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_AnaRachelCarvalhoSilva.pdf: 2184437 bytes, checksum: 164469eef88dc5d17c1701342f4a88a3 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-02T18:29:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_AnaRachelCarvalhoSilva.pdf: 2184437 bytes, checksum: 164469eef88dc5d17c1701342f4a88a3 (MD5) Previous issue date: 2008-11 / Mudanças nos formatos das organizações, nos modelos gerenciais e nos postos de trabalho têm produzido novas exigências ocupacionais. O profissional necessita cada vez mais adquirir capacidades que possibilitem melhorar seu desempenho e desenvolver sua carreira. A participação e sucesso em atividades de aprendizagem supostamente dependem do contexto de trabalho, da motivação dos trabalhadores para aprenderem e das estratégias que eles usam. Estratégias de aprendizagem podem ser usadas para enfrentar desafios profissionais, elas são atividades de processamento de informações, usadas pelos aprendizes com a finalidade de facilitar a aquisição, codificação, armazenagem e subseqüente recuperação da informação. O uso dessas estratégias (busca de ajuda interpessoal e em material escrito, reprodução e reflexões intrínseca e extrínseca, por exemplo) pode otimizar o processo de aprendizagem, sua transferência para o trabalho e, conseqüentemente, o desempenho. Essa dissertação teve como objetivo estudar a relação entre o clima social da organização, a motivação dos indivíduos para aprender e o uso de estratégias para aprender informalmente no trabalho. Os dados para esta pesquisa foram coletados em duas organizações públicas federais totalizando 443 casos. Foram realizadas análises estatísticas dos eixos principais (PAF) e de regressão múltipla. Os resultados evidenciaram a existência de correlações entre a medida motivacional, as dimensões do clima social da organização e as estratégias de aprendizagem no trabalho. A variável motivacional é uma importante preditora do uso de estratégias de aprendizagem informal no trabalho e as dimensões de autonomia, inovação e gestão das relações interpessoais do clima social apareceram como preditoras de algumas das estratégias de aprendizagem, confirmando o papel do contexto e dos fatores individuais nos processos de aprendizagem. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Changes in organizations format, managerial models and jobs format have produced new occupational requirements. The worker increasingly needs to acquire capabilities that allow improvement in performance and careers development. The participation and success in learning activities supposedly depend on work's context, worker's motivation to learn and used learning strategies. Learning strategies can be used to address professionals challenges. They are information-processing activities used by apprentices with the aim of facilitating the acquisition, coding, storage and subsequent retrieval of information. The use of these strategies (search for interpersonal help and in written material, reproduction and intrinsic and extrinsic reflections, for example) can optimize the learning process, its transfer to work and, consequently, performance. This thesis aimed to study the relationship between social climate of the organization, motivation of individuals to learn and use of informal learning strategies at work. The data were collected in two public federal organizations totaling 443 cases. Main axes statistical analyses (PAF) and multiple regression analysis were done and showed the existence of correlations between the motivational measure, the dimensions of social climate of the organization and learning strategies at work. The motivational variable is an important predictor of use of informal learning strategies at work and the social climate dimensions of autonomy, innovation and interpersonal relations management emerged as predictors of some of the learning strategies, confirming the role of context and individual factors in learning processes.
37

Tecendo a alfabetização no chão da escola seriada e ciclada: a fabricação das práticas de alfabetização e a aprendizagem da escrita e da leitura pelas crianças

CRUZ, Magna do Carmo Silva 31 January 2012 (has links)
Submitted by Amanda Silva (amanda.osilva2@ufpe.br) on 2015-04-13T13:16:50Z No. of bitstreams: 2 TESE de Magna - com ficha.pdf: 10596016 bytes, checksum: e3f4dca8c90776fa64d4b593be572380 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-13T13:16:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 TESE de Magna - com ficha.pdf: 10596016 bytes, checksum: e3f4dca8c90776fa64d4b593be572380 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012 / O presente trabalho investiga a fabricação das práticas de alfabetização pelas professoras e a apropriação da escrita e da leitura pelas crianças dos três anos iniciais nas escolas organizadas em séries e ciclos, levando em conta o cotidiano escolar e as orientações da política educacional dos municípios investigados. Para tanto, algumas atividades foram realizadas: (i) identificação das estratégias oficiais propostas nos municípios para o desenvolvimento das práticas de alfabetização; (ii) avaliação da apropriação da escrita e da leitura pelas crianças; (iii) análise da fabricação das práticas de alfabetização por parte das professoras, visando à aprendizagem da escrita e da leitura pelas crianças; e, finalmente, (iv) discussão dos elementos que poderiam caracterizar estas metodologias de alfabetização. O elemento motivador para a presente investigação é a constatação de que, apesar da ampliação do processo de alfabetização para três anos, tanto nas escolas em ciclos como em séries, os índices oficiais referentes à qualidade da alfabetização das crianças nestas instituições ainda se apresentam de forma precária. Durante a elaboração deste trabalho, foram desenvolvidas três discussões teóricas: (1) reflexão sobre a relação entre a organização escolar e a alfabetização; (2) a reflexão sobre a progressão e a elaboração de expectativas de aprendizagens na alfabetização; e (3) a reflexão sobre a fabricação das práticas de alfabetização e a construção do cotidiano. A pesquisa foi desenvolvida nos três anos iniciais do Ensino Fundamental, em duas escolas (série e ciclos), com seis professoras e suas crianças. Os procedimentos metodológicos adotados: análise documental, entrevistas, observações em sala, diagnose de escrita (palavras e texto) e leitura (palavras, frases e textos) com as crianças no início, meio e fim de ano. Os resultados indicaram em relação à análise curricular que a proposta curricular do município de Camaragibe-PE apresenta-se organizada em torno dos eixos de forma articulada, aprofundada e sistematizada, possibilitando que as professoras tenham expectativas para a aprendizagem em cada ano do ciclo fundamental; já a proposta curricular do Recife-PE não apresenta de forma clara o que propõe para os três anos da alfabetização bem como não delimita as expectativas ao longo do processo. Apesar de pautarem-se em orientações oficiais diversas, a análise das práticas indicou que as professoras, de ambas as escolas, tinham metodologias semelhantes quanto ao ensino da leitura e da escrita em uma perspectiva de alfabetizar letrando. Sendo assim, foi-nos possível traçar alguns elementos que caracterizavam o “perfil alfabetizador” das mesmas, tais como: estabelecimento de uma rotina de atividades como elemento estruturante da prática; adoção de recursos diversificados; consideração da afetividade nas relações; busca pela progressão do ensino e estabelecimento de expectativas a cada ano; proposição de atividades que buscavam promover a apropriação, a consolidação e a sistematização da leitura e da escrita, apesar de ainda não apresentarem aprofundamento em relação à leitura e à produção textual; consideração da diversidade de agrupamentos, atendimento ajustado às crianças e posturas avaliativas em transição. A variável organização escolar não foi determinante para a efetivação da prática; as professoras fabricaram taticamente suas metodologias de ensino por serem comprometidas com a aprendizagem de todas as crianças. Em relação às aprendizagens, os resultados não apontaram uma diferença significativa nos Perfis Inicial e Final, entre as turmas de mesmo ano escolar; todas as turmas de mesmo ano escolar terminaram o ano letivo “tecnicamente iguais”. Porém, a análise qualitativa dos dados nos indicou que as crianças retidas no 2º ano da Escola Seriada estavam com o mesmo Perfil Final das que foram aprovadas nos 3º anos na Escola Ciclada e Seriada. Estas constatações corroboram a ideia de que a retenção no sistema seriado pode prejudicar as crianças da Escola Seriada em relação ao seu avanço na escolaridade sem de fato proporcionar aprendizagens.
38

A percepção do TAE da UFPE acerca do compartilhamento dos conhecimentos adquiridos no mestrado e sua influência nas experiências do seu grupo de trabalho sob a ótica da aprendizagem situada

LIMA, Evelinne Maria Freitas de Souza 26 February 2015 (has links)
Submitted by Isaac Francisco de Souza Dias (isaac.souzadias@ufpe.br) on 2016-01-27T17:42:28Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertação com ficha catalográfica.pdf: 1104182 bytes, checksum: eb1c66f4ac2cd537942f796ff3dda3af (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-27T17:42:28Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertação com ficha catalográfica.pdf: 1104182 bytes, checksum: eb1c66f4ac2cd537942f796ff3dda3af (MD5) Previous issue date: 2015-02-26 / O objetivo geral dessa pesquisa foi compreender de que forma os conhecimentos adquiridos pelos servidores técnicos administrativos em Educação da UFPE são compartilhados e se tais conhecimentos influenciam nas experiências do seu grupo de trabalho sob a ótica da Aprendizagem Situada. Para isso, buscou-se verificar, se os conhecimentos adquiridos no mestrado pelos servidores técnicos influenciaram as experiências, de que forma eles foram compartilhados no grupo de trabalho; e quais as características da Aprendizagem Situada foram identificadas no grupo de trabalho dos servidores TAES. Como fundamentação teórica referente à aprendizagem voltada aos adultos e ao local de trabalho foi considerada a Teoria da Aprendizagem Situada, de Lave e Wenger em 1991. As características metodológicas eleitas para o estudo foram as seguintes: natureza - aplicada; forma de abordagem - pesquisa qualitativa; objetivo - descritiva; e procedimento técnico - estudo de caso. Para a coleta de dados foram realizadas entrevistas semiestruturadas (com 29 TAEs) e observação não participante em campo. Para a análise de dados foram utilizados o referencial teórico e o método de comparação constante. Como principais conclusões, esta pesquisa constatou que em relação à confirmação da influência do conhecimento adquirido na experiência prática, 59% das respostas evidenciaram esta possibilidade; o fator mais relevante referente à aprendizagem grupal, e associado ao processo de aprendizagem prática, foi o compartilhamento de informações adquiridas e criadas. Em respeito à forma do compartilhamento do conhecimento adquirido, verificou-se que os respondentes elegeram o meio informal e elencaram que ocorreu no expediente de trabalho. No que se refere às características da Aprendizagem Situada no grupo de trabalho, todas elas foram identificadas. / The overall objective of this research was to understand how the knowledge acquired by technical administrative servers UFPE of Education are shared and whether such knowledge influence the experiences of your working group from the perspective of situated learning. For this, we sought to verify whether the knowledge acquired in the master servers influenced by technical experiences, how they were shared in the working group; and what the Situated Learning features were identified in the working group of TAES servers. As theoretical basis related to focused learning to adults and the workplace was considered the theory of situated learning, Lave and Wenger in 1991. Elected methodological characteristics for the study were the following: nature - applied; how to approach - qualitative research; goal - descriptive; and technical process - case study. For data collection were carried out semi-structured interviews (with 29 TAES) and non-participant observation in the field. For data analysis, we used the theoretical framework and the constant comparison method. The main conclusions, this research found that compared to confirmation of the influence of acquired knowledge on practical experience, 59% of respondents showed this possibility; the most important factor related to group learning, and associated with the process of practical learning, was the information acquired and created share. In respect to the form of sharing the knowledge gained, it was found that respondents chose the informal environment and elencaram that occurred in working hours. With regard to the characteristics situated learning work group, all of them were identified.
39

A influência da consciência do contraste oral/nasal na aquisição inicial do sistema de nasalização da ortografia do português

ALVES, Virginia de Oliveira 16 October 2000 (has links)
Submitted by Fernanda Rodrigues de Lima (fernanda.rlima@ufpe.br) on 2018-07-04T20:03:30Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Virgínia de Oliveira Alves.pdf: 1542832 bytes, checksum: 2c3d0780da65d60b1b2588dcb5e2bcf7 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-04T20:03:30Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Virgínia de Oliveira Alves.pdf: 1542832 bytes, checksum: 2c3d0780da65d60b1b2588dcb5e2bcf7 (MD5) Previous issue date: 2000-10-16 / CNPQ / A ortografia tem uma função social relevante, reflete tentativa de unificar a escrita, possibilitando facilidade na comunicação. É objeto de conhecimento obrigatório nas escolas, ensinado e cobrado a sua correção em diferentes níveis de ensino. Estudos com crianças falantes de diferentes línguas têm procurado contribuir para a compreensão dos obstáculos enfrentados pelas crianças ao aprender ortografia. O presente estudo tem por objetivo investigar a aquisição inicial das regras do nosso sistema ortográfico que envolvem a nasalização, considerando as habilidades cognitivas envolvidas nesse processo, investigando se crianças com diferentes hipóteses quanto à marcação da nasalização na escrita se diferenciam em relação à consciência fonológica do contraste oral/nasal. A investigação foi realizada com 108 alunos da alfabetização a 2ªsérie do Ensino Fundamental, de escolas localizadas em Recife, com idades entre 6 anos e 10 anos. A amostra foi organizada em quatro grupos, considerando a escola de origem – pública ou particular, e o tempo de escolaridade em relação à aquisição do sistema de escrita alfabética. Cada uma das crianças foi submetida à tarefa de escrita de palavras e de pseudopalavras, e a tarefas de consciência fonológica. Inicialmente, realizamos a análise do desempenho das crianças em cada uma das tarefas, com o objetivo de conhecer o desempenho de cada grupo. Em seguida, realizamos comparações entre os diferentes grupos nas diferentes tarefas. Por último, avaliamos o desempenho das crianças nas tarefas de consciência fonológica a partir do seu desempenho na tarefa de escrita de palavras e pseudopalavras. A produção de cada criança na tarefa de escrita de palavras e de pseudopalavras foi classificada de acordo com as categorias de desempenho para a representação das vogais nasais. Apenas 31% das crianças apresentaram produções com marcação completa. Ao atingir a fase alfabética, a criança não adquire de imediato as convenções ortográficas para marcar as vogais nasais. As tarefas de consciência fonológica exigem habilidades cognitivas diferentes. A consciência do contraste oral/nasal a nível do fonema vocálico na sílaba inicial foi mais difícil do que a nível do fonema vocálico no final da palavra. Na comparação entre os grupos, verificou-se que as crianças com um ano a mais da escola particular estão mais evoluídas quanto à consciência fonológica do que as crianças da escola pública com o mesmo tempo de escolaridade; e as crianças que apresentam melhores desempenhos em relação à marcação da nasalização na escrita também apresentam níveis de consciência fonológica mais complexos. À medida que a criança começa a demonstrar na escrita a preocupação com a distinção da representação da vogal oral e da vogal nasal, sua consciência fonológica em relação ao contraste oral/nasal também evolui. Os resultados indicam que explorar o conhecimento lingüístico das crianças, proporcionando-lhes desenvolver conhecimentos metalingüísticos, pode facilitar o desenvolvimento em relação à aquisição das regras ortográficas. / Spelling has a relevant social function, reflects an attempt to unify writing, making communication easier. It is the subject of compulsory knowledge in schools, taught and charged for its correction at different levels of education. Studies with children of different languages have sought to contribute to understanding the obstacles faced by children in learning spelling. The present study aims to investigate the initial acquisition of the rules of our orthographic system involving nasalization, considering the cognitive abilities involved in this process, investigating whether children with different hypotheses regarding the marking of nasalization in writing differ in relation to the phonological awareness of the Oral / nasal contrast. The research was carried out with 108 students, from literacy to 2nd grade of Elementary School, from schools located in Recife, aged between 6 years and 10 years. The sample was organized in four groups, considering the school of origin - public or private, and the time of schooling in relation to the acquisition of the alphabetical writing system. Each of the children was submitted to the task of writing words and pseudowords, and tasks of phonological awareness. Initially, we performed the analysis of the performance of the children in each one of the tasks, in order to know the performance of each group. Then, we make comparisons between the different groups in the different tasks. Finally, we evaluated the performance of children in phonological awareness tasks based on their performance in the task of writing words and pseudowords. The production of each child in the task of writing words and pseudowords was classified according to performance categories for the representation of nasal vowels. Only 31% of the children presented productions with full marking. Upon reaching the alphabetic phase, the child does not immediately acquire the spelling conventions to mark the nasal vowels. Phonological awareness tasks require different cognitive abilities. The awareness of oral / nasal contrast at the level of the vowel phoneme in the initial syllable was more difficult than at the level of the vowel phoneme at the end of the word. In the comparison between the groups, it was verified that the children who are one year older than the private school are more evolved as to the phonological awareness than the children of the public school with the same period of schooling; And children who perform better in relation to marking of nasalization in writing also have more complex levels of phonological awareness. As the child begins to demonstrate in writing the concern with the distinction between the representation of the oral vowel and the nasal vowel, his phonological awareness of oral / nasal contrast also evolves. The results indicate that exploring children's linguistic knowledge, allowing them to develop metalinguistic knowledge, can facilitate development in relation to the acquisition of orthographic rules.
40

Aprendendo estatística no ensino médio e no Curso Técnico Agrícola em Agropecuária utilizando o objeto de aprendizagem EstatísticaNet

Vasconcelos, Maria Helena Schneid 24 March 2011 (has links)
Submitted by Ana Paula Lisboa Monteiro (monteiro@univates.br) on 2011-07-20T00:32:26Z No. of bitstreams: 1 MariaVasconcelos.pdf: 19640159 bytes, checksum: 6e94fa18a1d6ecbbe235b29f45ce1ecf (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Paula Lisboa Monteiro(monteiro@univates.br) on 2011-07-20T00:53:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 MariaVasconcelos.pdf: 19640159 bytes, checksum: 6e94fa18a1d6ecbbe235b29f45ce1ecf (MD5) / Made available in DSpace on 2011-07-20T00:53:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MariaVasconcelos.pdf: 19640159 bytes, checksum: 6e94fa18a1d6ecbbe235b29f45ce1ecf (MD5) / Este estudo tem o objetivo de apresentar o desenvolvimento e a utilização de um objeto de aprendizagem denominado EstatísticaNet que foi planejado e construído para ser utilizado na Escola Estadual Técnica Agrícola Guaporé A escola oferece aos alunos a oportunidade de fazer dois cursos ao mesmo tempo, o Ensino Médio e o Ensino Técnico. Até o ano de 2009 a disciplina de Matemática do Ensino Médio não desenvolvia o conteúdo de Estatística e as disciplinas técnicas também não aplicavam esse conteúdo. O projeto EstatísticaNet foi planejado e desenvolvido em forma de objeto de aprendizagem para a inclusão do conteúdo da Estatística no componente curricular citado. O objeto de aprendizagem foi modelado para atender a disciplina de Matemática tanto no Ensino Médio quanto no Ensino Técnico da Escola. A criação do objeto de aprendizagem surgiu com a inquietação dos professores de Matemática da escola sobre a forma de aplicação da disciplina e os conteúdos aplicados em sala de aula. Ele foi construído para esse estudo e serviu como base introdutória de Estatística, no ensino Médio, enquanto que, nas aulas do Ensino Técnico, foi utilizado como ferramenta de cálculo para as aulas práticas no setor de bovinocultura. O EstatísticaNet é um objeto de aprendizagem que proporcionou ao aluno acesso a conteúdos teóricos, exercícios e aplicações. Foi desenvolvido em Flash, (Software que possibilita criação de materiais didáticos com movimento) a fim de proporcionar aos alunos uma ferramenta que trabalhe os conteúdos de forma interessante, despertando-lhes a curiosidade e colaborando com a construção de seus conhecimentos, por meio da interatividade, pois foi concebido segundo a concepção da aprendizagem significativa de Ausubel, na qual cada aprendiz é construtor do seu próprio conhecimento. Percebeu-se ao finalizar o estudo, o envolvimento dos alunos nas atividades propostas, bem como o entendimento dos conceitos teóricos e a resolução de problemas propostos.

Page generated in 0.058 seconds