• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 168
  • 1
  • Tagged with
  • 169
  • 169
  • 169
  • 169
  • 48
  • 33
  • 33
  • 30
  • 26
  • 25
  • 25
  • 24
  • 24
  • 21
  • 16
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
61

Caracterização lipídica de duas cepas de Leishmania (Viannia) braziliensis causadoras da leishmaniose tegumentar americana

HAGE, Amanda Anastácia Pinto 24 May 2013 (has links)
Submitted by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2013-12-04T17:55:19Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_CaracterizacaoLipidicaCepas.pdf: 2897843 bytes, checksum: 9aa86804bc41e652642865ba71249b97 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva(arosa@ufpa.br) on 2013-12-06T16:13:23Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_CaracterizacaoLipidicaCepas.pdf: 2897843 bytes, checksum: 9aa86804bc41e652642865ba71249b97 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-06T16:13:23Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_CaracterizacaoLipidicaCepas.pdf: 2897843 bytes, checksum: 9aa86804bc41e652642865ba71249b97 (MD5) Previous issue date: 2013 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / INCT/BEB - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Biologia Estrutural e Bioimagem / A leishmaniose tegumentar americana (LTA) constitui uma doença infecciosa causada por protozoários do gênero Leishmania com elevada incidência na região Amazônica. Uma variedade de espécies de leishmania é responsável por esta patologia. Desta forma, dependendo da espécie e da resposta imunológica do hospedeiro vertebrado, a doença pode apresentar diferentes formas clínicas, como a leishmaniose cutânea localizada (LCL) e a leishmaniose mucocutânea (LMC). A principal espécie responsável pela LTA é a Leishmania (Viannia) braziliensis. Contudo, devido à existência de uma multiplicidade de cepas desta espécie e ao reduzido número de estudos relacionados, torna-se importante o conhecimento dos aspectos metabólicos básicos do protozoário, como o metabolismo lipídico, na tentativa de caracterizar vias ou componentes fundamentais para seu desenvolvimento e infectividade. Desta forma, este trabalho teve como objetivo analisar distribuição de corpos lipídicos (CLs) e o perfil lipídico de duas cepas de L. (V.) braziliensis, isolada de diferentes casos clínicos, em diferentes períodos da fase estacionária do crescimento celular. As formas promastigotas das cepas M17593 (LCL) e M17323 (LMC) de L. (V.) braziliensis foram utilizadas na fase estacionária inicial (EST-I) e estacionária tardia (EST-T) de crescimento. Inicialmente, foi realizada análise ultraestrutural das formas promastigotas por microscopia eletrônica de transmissão (MET) e foram observadas estruturas sugestivas de CLs distribuídos no citoplasma do parasito, confirmados pela técnica citoquímica ósmio-imidazol, organelas necessárias para o metabolismo energético do parasito. Para quantificar a distribuição de CLs entre os dias de cultivo e entre as cepas, foi realizada análise por citometria de fluxo com Bodipy® 493/503. Os resultados indicaram que a cepa responsável pela LMC apresentou maior quantidade de CLs durante a fase estacionária tardia. Na cepa LCL não foi observado diferença significativa entre as fases estudadas. Assim, pode ser sugerido que a exacerbada resposta inflamatória que ocorre em pacientes com LMC, esteja relacionada com o acúmulo de CLs no parasito, fonte de energia e eicosanoides, como prostaglandinas. Outra hipótese é a possível correlação de CLs com a baixa exposição do fosfolipídio fosfatidilserina para a superfície externa da membrana, importante para a infectividade do parasito. Para análise dos lipídios totais, os parasitos foram submetidos à extração lipídica, seguido da técnica de HPTLC, onde foram encontrados predominantemente fosfolipídios, esterol esterificado, esteróis, triglicerídeos e ácidos graxos compondo o parasito, com variações entre as cepas e entre as fases estudadas. A cepa LCL na fase estacionária tardia possui maior quantidade de lipídios totais, que pode ser justificado por já ser conhecida como a cepa mais infectiva e possivelmente apresentar maior quantidade de glicoconjugados associados com subdomínios lipídicos importantes para o reconhecimento de fagócitos. É importante ressaltar que a maior infectividade da cepa LCL quando comparada à cepa LMC, resulta em um menor processo inflamatório. Estes resultados indicam que há uma variação no perfil lipídico e na distribuição de CLs entre as diferentes cepas de L. (V.) braziliensis, que pode estar relacionado com a infectividade do parasito e com a manifestação clinica da doença. / The american cutaneous leishmaniasis (ACL) is an infectious disease caused by protozoa of the genus Leishmania with high incidence in the Amazon region. A variety of leishmania species are responsible for this pathology. Thus, depending on the species and the immune response of the vertebrate host, the disease can display different clinical forms, including localized cutaneous leishmaniasis (LCL) and mucocutaneous leishmaniasis (MCL). The main species responsible for the LTA is Leishmania (Viannia) braziliensis. However, due to existence of a multiplicity of strains of this species and reduced number of related studies, it is important to know the basic metabolic aspects of the protozoa such as lipid metabolism in an attempt to characterize pathways or components essential to their development and infectivity. This study aimed to analyze the distribution of lipid droplets (LD) and lipid profile of two strains of L. (V.) braziliensis isolated from different clinical cases at different periods of the stationary phase of cell growth. The promastigotes of strains M17593 (LCL) and M17323 (LMC) of L. (V.) braziliensis were used in early stationary phase (STAT-E) and late stationary (STAT-L) of the growth. Initially, was performed ultrastructural analysis of promastigotes by transmission electron microscopy (TEM) and we could observe structures suggestive of LD distributed in the cytoplasm of the parasite, confirmed by imidazole-osmium cytochemical technique, organelles required for energy metabolism of the parasite. To quantify the LD distribution between the days of cultivation and between the different strains, analysis was performed by flow cytometry with BODIPY ® 493/503. The results showed that the MCL strain had a higher amount of LD during the late stationary phase. In LCL strain no significant difference was observed between the phases studied. Thus, it can be suggested that the increase inflammatory response that occurs in patients with MCL, is associated with LD accumulation in parasite, energy and eicosanoids source, such prostaglandins. Another hypothesis is the possible correlation between LD and the low phosphatidylserine exposure to the external surface of the membrane, important to parasite infectivity. For the total lipids analysis, parasites were subjected to lipid extraction, followed by HPTLC technique, which were found predominantly phospholipids, sterol esterified, sterols, triglycerides and fatty acids composing the parasite, with variations between strains and between phases studied. The LCL strain in late stationary phase has a higher amount of total lipids, which can be explained because this strain already known as the infective one, and possibly present high quantities of glycoconjugates associated with lipid subdomains important for the recognition of phagocytes. It is important to know the high infectivity of LCL strain compared to MCL strain, results in less inflammation. These results indicate that exist difference in lipid profile and LD distribution between different strains of L. (V.) braziliensis, which may be related to the parasite infectivity and the clinical manifestation of the disease.
62

Polimorfismo do éxon 1 do gene da lectina ligadora de manose (MBL) em indivíduos expostos à malária causada por Plasmodium vivax

KALIL, Karolina Fonseca 14 December 2006 (has links)
Submitted by Cleide Dantas (cleidedantas@ufpa.br) on 2014-02-12T14:21:53Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_PolimorfismoExon1Gene.pdf: 550227 bytes, checksum: 435a4d06507b6272adc8948ba5d9c613 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva (arosa@ufpa.br) on 2014-04-01T16:34:31Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_PolimorfismoExon1Gene.pdf: 550227 bytes, checksum: 435a4d06507b6272adc8948ba5d9c613 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-04-01T16:34:31Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_PolimorfismoExon1Gene.pdf: 550227 bytes, checksum: 435a4d06507b6272adc8948ba5d9c613 (MD5) Previous issue date: 2006 / Neste estudo analisamos a freqüência de polimorfismos no éxon 1 do gene 2 da lectina Ligadora de manose (MBL) em indivíduos expostos à malária causada por Plasmodium vivax. Foram analisadas amostras de 81 indivíduos primoinfectados e 250 não infectados. Os indivíduos não infectados constituíram dois grupos, um que relatou nunca ter tido malária e o outro que teve de 1 a 4 ou mais episódios da doença. No grupo infectado, foi investigada a associação entre os polimorfismos e a suscetibilidade à infecção, a intensidade dos sinais e sintomas clínicos e a parasitemia. As mutações foram identificadas por reação em cadeia da polimerase e análise de restrição. O grupo infectado apresentou distribuição de freqüências alélicas e genotípicas diferente do grupo não infectado. As freqüências dos alelos MBL*A, MBL*B, MBL*C e MBL*D nos indivíduos infectados foram 64,20%, 19,75%, 0,00% e 15,43%, nos não infectados que nunca tiveram malária as freqüências foram 72,96%, 14,80%, 3,06% e 9,18%, e nos não infectados que relataram episódio prévio de malária as freqüências foram 74,67%, 14,81%, 2,30% e 8,22%, respectivamente. O alelo MBL*B foi associado à sintomatologia intensa e ao aumento na parasitemia, enquanto o alelo MBL*D foi associado às parasitemias mais baixas. No grupo não infectado, a distribuição das freqüências alélicas e genotípicas variou com o número de episódios e o tempo decorrido após o último episódio de malária. As variantes MBL*B e MBL*D contribuíram para essa variação. Esse foi o primeiro estudo para avaliar o impacto desses polimorfismos do gene da lectina ligadora de manose na resposta imune inata em indivíduos expostos naturalmente à malária causada por Plasmodium vivax. / In this study we evaluated the frequency of polymorphism in exon 1of gene 2 of mannose-binding lectin (MBL) in individuals exposed to malaria caused by Plasmodium vivax. We analized 81samples from primo-infected and 250 from non- infected individuals. In the non-infected group were included individuals that reported never had malaria and individuals that have had 1 to 4 or more malaria episodes. In this study we analized the association between polymorphisms and susceptibility to infection, intensity of signals and clinical symptoms and parasitaemia. Polymorphisms in MBL gene were detected by polymerase chain reaction (PCR) and restriction analysis. The infected group presented allele and genotype frequency distribution different from non-infected group. The frequencies of the alleles MBL*A, MBL*B, MBL*C and MBL*D in infected individuals were 64.20%, 19.75%, 0.00% and 15.43%, in non-infected individuals that had never had malaria the frequencies were of 72.96%, 14.80%, 3.06% and 9.18%, and in non-infected individuals that have reported previous episode of malaria the frequencies were 74.67%, 14.81%, 2.30% and 8.22%, respectively. The allele MBL*B was associated with intense symptomology and increase in parasitemia, whereas the allele MBL*D was associated with lower parasitemias. In non-infected group, allele and genotype frequency varied according to the number of episodes and the time after the last malaria episode. The alleles MBL*B and MBL*D contributed for this variation. This was the first study to evaluate the impact of these polymorphisms of MBL gene in innate immune response of individuals naturally exposed to malaria caused by Plasmodium vivax.
63

Identificação das fontes alimentares de mosquitos transmissores da malária na Amazônia brasileira pela técnica de Bloodmeal ELISA

CARMO, Auristela Ramos do 07 July 2006 (has links)
Submitted by Cleide Dantas (cleidedantas@ufpa.br) on 2014-02-11T16:04:49Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Dissertacao_IdentificacaoFontesAlimentares.pdf: 390524 bytes, checksum: 30da67281c86b34fe1809bf589257afc (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva (arosa@ufpa.br) on 2014-04-10T14:24:46Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertacao_IdentificacaoFontesAlimentares.pdf: 390524 bytes, checksum: 30da67281c86b34fe1809bf589257afc (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-04-10T14:24:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertacao_IdentificacaoFontesAlimentares.pdf: 390524 bytes, checksum: 30da67281c86b34fe1809bf589257afc (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Previous issue date: 2006 / O ensaio imunoenzimático para identificação de repastos sangüíneos apresenta especificidade até nível de gênero, sensibilidade para identificação de repastos sangüíneos parciais e detecção de repastos múltiplos. Foram identificadas as fontes alimentares de 82% dos anofelinos coletados em campo. Foram testados seis anticorpos monoclonais (humano, suíno, cão, bovino, rato e galinha) e destes, apenas o anti- IgG bovino apresentou instabilidade. Obteve-se 55,7% (519/932) dos repastos positivos para sangue humano, o que demonstra, a preferência alimentar destes anofelinos por humanos. Dos 206 mosquitos que apresentaram repasto único, 27,6% foi em humanos. O Anopheles darlingi apresentou 41% dos repastos em humanos e o Índice de Sangue Humano (HBI) no intradomicílio foi de 0,71. An. marajoara apresentou 51,3% dos repastos em humanos, embora tenha sido encontrada em grande quantidade no ambiente extradomiciliar e apresentando HBI no intradomicílio de 0,76. O An. nuneztovari foi a espécie mais abundante, apresentando comportamento exofílico e antropofílico, com 53,8% de repastos em humano e HBI no intradomicílio de 0,65. O método ELISA Sanduíche está implantado, identificando a fonte alimentar das espécies de anofelinos coletadas em campo, exceto para bovino. É a primeira vez que esta técnica é utilizada para determinação de repastos sanguíneos em anofelinos na região Amazônica brasileira. É importante a determinação da fonte alimentar das espécies de anofelinos no sentido de caracterizar o comportamento antropofílico e assim associá-las ou não à transmissão de malária. / The immunoenzymatic assay for the bloodmeal identification has specificity till genus level, sensitivity for the identification of partial bloodmeal and detection of multi bloodmeal. It was detected the blood source of 82% of all mosquitoes specimens collected at the transmission area. We had testes six monoclonal antibodies for human, pig, dog, bovine, rat and chicken, and from them, only the bovine one had been unstable. It was obtained 55,7% (519/932) of the blood source for human, which demonstrated, these mosquitoes preference for human blood. From the 206 mosquitoes that had just a unique blood source, 27,6% were in human. The Anopheles darlingi had fed in human (41%) and his human bloodmeal index (HBI) indoor was 0,71. An. marajoara had presented 51,3% of the bloodmeal in humans, although had been collected in large amount outdoor and showed the HBI indoor of 0,76. The An. nuneztovari was the specie more abundant, demonstrating an exophilic and anthropophilic behavior, with 53,8% of blood source in humans and the HBI indoor of 0,65. The ELISA test is established, identifying the blood source of the anopheline mosquitoes collected in the malaria transmission area, except for bovine. This is the first time that this technique is being used for the determination of the blood source in anopheline mosquitoes in Brazilian Amazonia. It is very important the determination of the blood source of the anopheline species in order to characterize their anthropophilic behavior and to associate them or not with the malaria transmission.
64

Atividade leishmanicida do extrato da raiz de Physalis angulata e sua ação na célula hospedeira

SILVA, Raquel Raick Pereira da 23 May 2013 (has links)
Submitted by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2013-08-02T16:08:17Z No. of bitstreams: 2 Dissertacao_AtividadeLeishamanicidaExtrato.pdf: 5572350 bytes, checksum: 51c3c24855dcfa37fe6c62fb4fc0eac1 (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Rosa Silva(arosa@ufpa.br) on 2013-08-14T16:54:22Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertacao_AtividadeLeishamanicidaExtrato.pdf: 5572350 bytes, checksum: 51c3c24855dcfa37fe6c62fb4fc0eac1 (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-08-14T16:54:22Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertacao_AtividadeLeishamanicidaExtrato.pdf: 5572350 bytes, checksum: 51c3c24855dcfa37fe6c62fb4fc0eac1 (MD5) license_rdf: 23898 bytes, checksum: e363e809996cf46ada20da1accfcd9c7 (MD5) Previous issue date: 2013 / CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / INCT/BEB - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Biologia Estrutural e Bioimagem / A Leishmaniose é uma doença infecciosa causada por várias espécies de parasitas do gênero Leishmania. A quimioterapia é o único tratamento efetivo para a doença, mas essas drogas são, em geral, tóxicas e requer um longo período de tratamento. Produtos naturais provenientes de plantas oferecem novas perspectivas e representam uma importante fonte de novos agentes leishmanicidas. Assim, é de grande importância avaliar os efeitos do extrato aquoso da raiz de Physalis angulata, planta amplamente utilizada pela medicina popular, em formas promastigotas e amastigotas de Leishmania (Leishmania) amazonensis e sua ação sobre a célula hospedeira. As fisalinas D, E, F e G foram demonstradas pela primeira vez na raiz de P. angulata pela análise cromatográfica. Uma atividade antiproliferativa e uma inibição dose dependente de promastigotas 74,1% e 99,8 % (IC50 35,5 μg/mL) e amastigotas 70,6% e 70,9% (IC50 32.0 μg/mL) foram observadas quando os parasitas foram tratados com 50 e 100 μg/mL do extrato, respectivamente. A análise da atividade microbicida da célula hospedeira infectada com L. amazonensis mostrou que extrato foi capaz de reverter o efeito causado pelo parasito de inibir a produção de espécies reativas de oxigênio. O tratamento com o extrato também induziu alterações morfológicas importantes em formas promastigotas avaliadas por microscopia óptica, microscopia eletrônica de transmissão e varredura. Foram observadas alterações na morfologia, na divisão celular, principalmente na fase de citocinese, na membrana flagelar, na bolsa flagelar e alterações em organelas importantes, como o cinetoplasto, onde ocorreu duplicação irregular e alteração do seu tamanho. Já por citometria de fluxo foi possível confirmar que o tratamento induziu uma exposição de fosfatidilserina e diminuição no volume celular de promastigotas tratadas. Com relação à célula hospedeira, o extrato promoveu alterações no citoesqueleto, o aumento número de projeções citoplasmáticas, do volume celular e de vacúolos e da habilidade de espraiamento sem causar efeito citotóxico ou alteração ultraestrutural em macrófagos tratados com o extrato. Assim, estes resultados demonstram que o extrato aquoso da raiz de P. angulata foi eficaz na ativação da célula hospedeira e na inibição do crescimento do protozoário, o que representa uma fonte alternativa e promissora de agente leishmanicida. / Leishmaniasis is an infectious disease caused by various species of the protozoan parasites of the Leishmania genus. The chemotherapy is the only effective treatment for the disease, but these drugs are, in general, toxics and requires a longer treatment period. Natural products have been used as traditional medicine and offer new perspectives and represent an important source of new antileishmanial agents. Thus, it is of great importance to assess the effects of the aqueous extract of the root of Physalis angulata, a plant widely used in popular medicine, in promastigotes and amastigotes of Leishmania (Leishmania) amazonensis and its effect on the host cell. Physalins D, E, F and G were found present, for the first time, in the P. angulata roots using liquid chromatography/mass spectrometry analysis. Antiproliferative activity and a dose-dependent inhibition of promastigote growth 74.1% and 99.8 % (IC50 35.5 μg/mL), and intracellular amastigotes 70.6% and 70.8% (IC50 32.2 μg/mL) was observed when parasites were treated with 50 and 100 μg/ mL of extract, respectively. The analysis of the microbicidal activity of host cell infected, with L. amazonensis demonstrated that extract is able to reverse the effect caused by the parasite to inhibit the production of reactive oxygen species. This growth inhibition was associated with several morphological alterations assessed by optical microscopy, transmission electron microscopy and scanning such as alteration on cell division, especially in the phase of cytokinesis, alteration in flagellar membrane, in flagellar pocket and duplication of kinetoplast DNA. Already by flow cytometry was possible to confirm that the treatment induced a phosphatidylserine exposure and decreased cell volume of promastigotes treated. In the host cell were observed cytoskeleton alterations, high number of cytoplasmatic projections, increase of cytoplasm, vacuoles and spreading ability. No cytotoxicity towards macrophages was observed. We have demonstrated that aqueous extract effectively promotes antileishmanial activity and clearly demonstrate the induction of apoptosis and ultrastructural alterations in Leishmania parasites. Thus, aqueous extract may represent a promising natural alternative source for a new antileishmanial agent.
65

Rastreamento do polimorfismo na enzima desiodase tipo 2 (D2) em indivíduos com síndrome de Williams-Beuren

Capra, Siriana Mansur 06 June 2016 (has links)
Submitted by Marta Toyoda (1144061@mackenzie.br) on 2017-01-06T21:12:59Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Siriana Mansur Capra.pdf: 1176760 bytes, checksum: 6843d3b90c5a839e5c35dba7eb3473c5 (MD5) / Approved for entry into archive by Paola Damato (repositorio@mackenzie.br) on 2017-01-16T11:41:43Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Siriana Mansur Capra.pdf: 1176760 bytes, checksum: 6843d3b90c5a839e5c35dba7eb3473c5 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-16T11:41:43Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Siriana Mansur Capra.pdf: 1176760 bytes, checksum: 6843d3b90c5a839e5c35dba7eb3473c5 (MD5) Previous issue date: 2016-06-06 / Williams-Beuren syndrome (WBS) is caused by microdeletions in the region 7q11.23. The main clinical features of the syndrome are congenital heart disease, typical facial dysmorphisms, friendly personality and intellectual disabilities. Previous studies have shown that polymorphism in the gene encoding the enzyme responsible for conversion of T4 to T3, the deiodinase type 2 (D2) does not alter its catalytic activity, but are positively associated with neuropsychiatric disorders and intellectual impairment, bipolar disorder and depression. Later it was demonstrated that polymorphic D2 (Thr92Ala-D2) alters the expression of genes involved in oxidative stress also altered in individuals with Alzheimer's disease. Taken together, we hipostenizamos the Thr92Ala-D2 might be related to cognitive impairment in individuals with SWB. Thus, this study aimed to track the frequency of polymorphism in a group of 63 patients with SWB and correlate the presence of the polymorphism with its indicators of intellectual functioning. Participants were 4-37 years on molecular diagnosis of SWB and were matched for sex and age. The DNA from patients was obtained from the collection of buccal epithelial cells using Swab and mutation status was determined by the technique of Polymerase Chain Reaction (PCR). Intellectual performance of participants was assessed by the instruments: WASI, WISC-III or WAIS-III. 10 individuals were identified polymorphic (A / A) and 39 heterozygotes (T / A), featuring 15.88% and 61.90% of the study population, respectively. 21 patients were evaluated and the IQ values ranged from 37 to 72, characterized intellectual deficit, mild to moderate, as described in the literature. There was no significant correlation between the presence of the polymorphism and IQ patients, even when the sample was stratified according to gender. Two patients heterozygous for the polymorphism had subclinical hypothyroidism and IQ values were 42.2 and 37. We note a full IQ downward trend as there is an increase in serum levels of TSH, although no statistical significance. / A Síndrome de Williams-Beuren (SWB) é causada por microdeleções na região 7q11.23. As principais características clínicas da síndrome são cardiopatia congênita, dismorfismos faciais típicos, habilidade social e deficiência intelectual. Estudos anteriores mostraram que polimorfismos no gene que codifica a enzima responsável pela transformação de T4 em T3, a Desiodase do tipo 2 (D2), não alteram sua atividade catalítica, mas estão positivamente relacionadas com transtornos neuropsiquiátricos, como deficiência intelectual, bipolaridade e depressão. Posteriormente foi demonstrado que a D2 polimórfica (Thr92Ala-D2) altera a expressão de genes envolvidos com o stress oxidativo, também alterados em indivíduos com doença de Alzheimer. Tomados em conjunto, nós hipostenizamos que a Thr92Ala-D2 poderia estar relacionada com déficit cognitivo em indivíduos com SWB. Assim, o presente estudo teve como objetivo rastrear a frequência do polimorfismo em um grupo de 63 pacientes com SWB e correlacionar a presença do polimorfismo com seus indicadores de funcionamento intelectual. Os participantes tinham de 4 a 37 anos com diagnóstico molecular de SWB e foram pareados por sexo e idade. O DNA dos pacientes foi obtido pela coleta de células do epitélio bucal utilizando Swab e a presença da mutação foi determinada pela técnica de Polymerase Chain Reaction (PCR). O desempenho intelectual dos participantes foi avaliado pelos instrumentos: WASI, WISC-III ou WAIS-III. Foram identificados 10 indivíduos polimórficos (A/A) e 39 indivíduos heterozigotos (T/A), caracterizando 15,88% e 61,90% da população estudada, respectivamente. 21 pacientes foram avaliados e os valores de QI variaram entre 37 a 72, caracterizando déficit intelectual de leve a moderado, como descrito na literatura. Não houve correlação significativa entre a presença do polimorfismo e o QI dos pacientes, nem mesmo quando estratificamos a amostra de acordo com o sexo. Dois pacientes heterozigotos para o polimorfismo apresentaram hipotireoidismo subclínico e os valores de QI foram de 42,2 e 37. Notamos uma tendência de diminuição do QI total conforme há aumento nos níveis séricos de TSH, apesar de não haver significância estatística.
66

Seleção, caracterização e aplicação de anticorpos scFv (single chain variable fragment) na captura de antígenos para o sorodiagnóstico da neurocisticercose humana / Selection, characterization and aplication of scFv antibodies (single chain variable fragment) to capture antigens for human neurocysticercosis serodiagnosis

Ribeiro, Vanessa da Silva 06 July 2012 (has links)
Human neurocysticercosis (NC) is an important but neglected cause of epilepsy in developing countries where the parasite occurs. Expression of single-chain variable fragment (scFv) antibodies on the surface of bacteriophage is widely used to prepare antibodies with pre-defined specificities. A phage antibody library was selected against peptides displayed on phages coupled to beads and total saline extract of Taenia solium metacestodes immobilized on microtiter plate wells. After two rounds of selection 96 phage clones of each panning were selected, tested for scFv expression and specificity to each target. Specific clones were further analyzed by ELISA (Enzyme-linked immunosorbent assay), Dot-blot, sequencing and immunofluorescence. After selection, three clones were used for antigen capture to characterize its targets for future immunodiagnostic assays development. Total saline extract was fractionated on ion exchange resin diethylaminoethyl (DEAE), and fractions were tested by ELISA to detect sera IgG from: NC, other parasites and health controls (40 each). The fractions with best diagnostic parameters (sensitivity, specificity, area under curve and likelihood ratio, calculated by TG-ROC) were selected and subjected to antigen capture using each purified scFv clone. Each captured fraction was tested by ELISA to detect IgG in 30 serum samples from each group. In immunofluorescence tests, no fluorescence was observed in negative controls, and all clones showed a non-uniform staining profile, and their targets were elucidated through mass spectrometry. After ion exchange fractionation and ELISA tests, DEAE S2 fraction showed to be the best one and was used to capture new antigens. DEAE S2 showed 93.3% specificity. Among all clones, A4 and B6 captured antigens from saline extract and DEAE S2 fraction, respectively, with the best diagnostic parameters. In conclusion, antibody phage display technology is a potential approach for the study of antigen-antibody interactions, which can be used to further elucidate the biology of interaction on neurocysticercosis and to capture new antigens with potential applications in NC diagnosis and therapeutics. / A neurocistocercose humana (NC) é uma doença muito importante, porém negligenciada e é a maior causa de epilepsia em países em desenvolvimento onde a parasitose ocorre. A expressão de fragmentos de cadeia única das regiões variáveis de anticorpo (scFv) na superfície de bacteriófagos é amplamente utilizada para obter anticorpos com especificidades pré-definidas. Uma biblioteca de anticorpos foi utilizada para a seleção de clones específicos à peptídeos expostos em fagos acoplados a beads e ao extrato salino total de Taenia solium (S) imobilizado em placas de microtitulação. Após dois ciclos de seleção, 96 clones de anticorpos foram selecionados contra cada alvo, testados para expressão do scFv e especificidade pelo alvo. Aqueles clones que se mostraram específicos foram melhor analisados por ELISA (Enzyme linked immunosorbent assay), Dot blot, sequenciamento e imunofluorescência. Três clones foram selecionados para serem utilizados na captura antigênica e caracterização do antígeno verdadeiro e para captura de novos antígenos com potencial aplicação em testes diagnósticos. O extrato S foi fracionado em resina de troca iônica diethylaminoethyl (DEAE) para obter frações que foram posteriormente testadas por ELISA para detectar IgG em amostras de soro de pacientes: com NC, outras parasitoses e saudáveis, 40 amostras cada grupo. A fração com melhores parâmetros diagnósticos (sensibilidade, especificidade, área sob a curva e likelihood ratio, calculadas por TG-ROC) foi selecionada e sujeita à captura antigênica usando cada clone de scFv purificado. Cada fração capturada foi testada por ELISA para detectar IgG em 30 amostras de soro de cada grupo. Nos testes de imunofluorescência, nenhuma fluorescência foi observada com os controles negativos e todos os clones mostraram um padrão de marcação não uniforme, seus antígenos alvo foram elucidados por espectrometria de massas. Após fracionamento por troca iônica e ELISA, a fração DEAE S2 se mostrou a melhor e foi utilizada para a captura de novos antígenos. A fração DEAE S2 mostrou especificidade de 93,3%. Dentre todos os clones, o A4 e o B6 capturaram antígenos do extrato S e fração DEAE S2, respectivamente, com os melhores parâmetros diagnósticos. Em conclusão a tecnologia de exposição de anticorpos em fagos é uma técnica potencial para o estudo de interações antígeno-anticorpo utilizadas para melhor elucidar a a biologia da interação na NC e para capturar novos antígenos potencialmente aplicáveis para o diagnóstico da NC. / Doutor em Imunologia e Parasitologia Aplicadas
67

Desempenho de ácaros predadores sob diferentes fontes de alimento em pinhão-manso / Perfomace of predatory mites on different sources of food in physic nut

Ferreira, Vinícius Alves 22 February 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-26T13:30:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 551630 bytes, checksum: f10529c8ae7ae2927d1c12cde8edce77 (MD5) Previous issue date: 2011-02-22 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Jatropha curcas (physic nut) is a promising plant for extraction of biodiesel. In the state of Tocantins the physic nut has been cultivated in rural settlements with maize, cassava, pumpkin, and the presence of weeds. This crop is attached by a large number of pests. The key pests in this crop system are Tetranychus bastosi and Polyphagotarsonemus latus. Predatory mites Iphsiseiodes zuluagai and Euseius concordis are associated with these pests. To increase the efficiency of predators in pest control is important to assess the effect of mixed diets. Mixed diets may consist of different prey species or even the addition of alternative food such as pollen, in the case of predatory mites. In the first chapter the effect of diets composed of T. bastosi and P. latus in the performance of predators I. zuluagai and E. concordis was evaluated. A mixed diet did not result in increases in predation rates, but higher average number of eggs deposited was found in this treatment for both predators. Suggesting that the mixed diet is more nutritious for predators, requiring a smaller number of prey to achieve higher oviposition. When was tested separately the effect of the stages mixture of T. bastosi, it was observed that E. concordis has low rates of predation and oviposition. Indicating that the good performance achieved in the previous experiment is due to the mixing of two species of prey and not the presence of different stages of the same species. In the second chapter was evaluated the performance of predators on pollen from plants intercropped with physic nut crops. There was no effect on oviposition rates of the I. zuluagai and E. concordis when they fed different species of pollen. The highest survival rate was recorded in treatment with corn pollen to I. zuluagai. And the highest survival rate was found when in E. concordis fed on corn and Peltaea sp. pollen. / O pinhão-manso é uma espécie rústica promissora na produção de sementes para extração de biodiesel. No estado do Tocantins, vem sendo cultivado em assentamentos rurais juntamente com milho, mandioca, abóbora, além da presença de plantas espontâneas. Esse cultivo abriga um grande número de pragas, sendo consideradas as principais os ácaros fitófagos Tetranychus bastosi e Polyphagotarsonemus latus. Associados a essas pragas, estão os ácaros predadores Euseius concordis e Iphiseiodes zuluagai (Phytoseiidae). Para aumentar a eficiência dos predadores no controle das pragas é importante avaliar o efeito das dietas mistas. Dietas mistas podem ser compostas por espécies de presas ou até mesmo pela adição de alimento alternativo como pólen, no caso de ácaros predadores da família citada. No primeiro capítulo dessa dissertação foi avaliado o efeito das dietas compostas por T. bastosi e P. latus no desempenho dos predadores I. zuluagai e E. concordis. A predação em dieta mista contendo as duas espécies de presas não resultou em incrementos nas taxas de predação, porém maior média de ovos depositados foi encontrada nesse tratamento para ambos predadores. Sugerindo que a dieta mista é mais nutritiva para os predadores, sendo necessário um menor número de presas para alcançar maiores taxas de oviposição. Quando testado separadamente o efeito da mistura dos estádios de T. bastosi., observou-se que E. concordis apresenta baixa taxas de predação e oviposição. Indicando que o bom desempenho obtido no experimento anterior deve-se à mistura das duas espécies de presa e não da presença de diferentes estádios de uma mesma espécie. No segundo capítulo foram selecionadas plantas provedoras de alimento alternativo para os ácaros predadores. Foi avaliado o desempenho dos predadores em pólen provenientes das plantas consorciadas com pinhão-manso. Não foi verificado efeito das diferentes espécies de pólen na taxa de oviposição do predador I. zuluagai e E. concordis. A maior sobrevivências foram registradas no tratamento com pólen de milho para I. zuluagai. E para E. concordis as maiores sobrevivência foram encontradas em pólen de miho e Peltaea sp. Desse modo, o cultivo de milho e presença de plantas espontâneas como Peltaea sp. podem ser importantes para a manutenção dos predadores em campo na ausência de presas.
68

Identificação de bactérias endossimbiontes associadas aos ácaros Tetranychus evansi e Tetranychus urticae (Acari: Tetranychidae) e seus efeitos na manipulação do mecanismo de defesa do tomateiro Lycopersicon esculentum Mill / Identification of endosymbiotic bacteria associated to the mites Tetranychus evansi and Tetranychus urticae (Acari: Tetranychidae) and their effects on manipulation of the defense mechanism of the tomato plant Lycopersicon esculentum Mill

Ribeiro, Fabricio Rainha 21 July 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-26T13:30:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 798885 bytes, checksum: 61e83d94af55596a24b1ca546bd339ca (MD5) Previous issue date: 2011-07-21 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / The tomato is one of the most important vegetables produced in Brazil, playing an important role in the economy and creating jobs. In countries of South America, Europe and Africa, the mite Tetranychus evansi is considered an important pest of this crop. Recent studies have shown that this mite manipulates the defense of the plant reducing its defensive products. The objective of this study was to investigate whether endosymbiotic bacteria associated with the mite T. evansi play a role in manipulating the defenses of the tomato plant. The mite T. urticae was used as a standard, which is known to induce plant defense response. Bacterial DNA was extracted from T. evansi and T. urticae with subsequent denaturing gradient gel electrophoresis to compare bacterial diversity between these species, observing that T. evansi has a higher bacterial diversity than T. urticae. To determine if bacteria associated with T. evansi provide some advantage for its development and reproduction, as well as contributing to suppress the defenses of plants, mites were obtained without endosymbionts by treating them with a tetracycline solution. Mites treated with tetracycline showed no significant differences (p> 0.05) in development, oviposition and mortality. However, plants attacked by treated mites showed higher lipoxygenase activity and increased inhibition of trypsin (p <0.05) compared to clean plants and plants attacked by mites not treated with tetracycline. These results show that plants attacked by T. evansi without endosymbiotic bacteria activated their defense mechanism. Thus, these results suggest that bacteria may assist the mites in manipulating plant defense, making them more susceptible to attack. / A cultura do tomateiro é uma das mais importantes hortaliças produzidas no Brasil, apresentando destacada influência na economia e geração de empregos. Em países da América do Sul, Europa e África, o ácaro Tetranychus evansi é considerado uma importante praga dessa cultura. Recentes estudos demonstraram que este ácaro manipula a defesa da planta reduzindo seus produtos de defesa. O objetivo deste trabalho foi investigar se bactérias endossimbiontes associadas ao ácaro T. evansi tem função na manipulação de defesa de T.evansi no tomateiro. Para isso foi utilizado também o ácaro T. urticae como padrão, que é conhecido por induzir resposta de defesa de planta. Foi realizada a extração de DNA bacteriano de T. evansi e T. urticae com posterior corrida eletroforética em gel com gradiente desnaturante para comparar a diversidade bacteriana entre estas espécies, foi observado que T. evansi possui uma diversidade bacteriana superior ao T. urticae. Para avaliar se as bactérias associadas ao T. evansi proporcionam alguma vantagem ao seu desenvolvimento e reprodução, bem como na contribuição de suprimir as defesas das plantas, foram obtidos ácaros sem endossimbiontes através do tratamento destes, com solução de tetraciclina. Ácaros tratados com tetraciclina não apresentaram diferenças significativas (p > 0,05) no desenvolvimento, oviposição e mortalidade. Entretanto, as plantas atacadas por ácaros tratados apresentaram maior atividade de lipoxigenase e maior inibição de tripsina (p<0,05), comparado com plantas limpas e plantas atacadas por ácaros não tratados com tetraciclina. Estes resultados evidenciam que plantas atacadas por T. evansi sem endossimbiontes bacterianos ativaram seu mecanismo de defesa. Sendo assim, estes resultados sugerem que as bactérias podem auxiliar os ácaros na manipulação da defesa da planta, deixando-as mais susceptíveis ao ataque e à alimentação.
69

Varroa destructor Anderson & Truemann, 2000: Perfil genético, taxas de infestação e reprodução em abelhas Apis mellifera L. (africanizadas) no Brasil / Varroa destructor Anderson & Truemann, 2000 in africanized honey bees (Apis mellifera L.): Genetic profile, infestation rates and reproduction in Brazil

Pinto, Fábio de Assis 23 July 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-26T13:30:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 2184805 bytes, checksum: 609b308cb0f9082feb3004b7c0f7356f (MD5) Previous issue date: 2012-07-23 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / The mite Varroa destructor (Mesostigmata Varroidae) (Anderson & Truemann, 2000) is a major problem in the apiculture. Besides being the vector of viruses related to Colony Collapse Disorder (CCD), causes mortality of colonies at high levels of infestation. Its damage depends upon a number of biotic and abiotic factors, in which the variation in the pattern of haplotypes is believed to be a key. In Brazil, the mite does not appear to cause major damage to the colonies, remained at low levels of infestation, however with the entry of haplotype K in the country, in example of other countries, we speculate a possible increase in reproductive rate of the mite. In this context, we analyzed the genetic profile in 58 municipalities, divided into 14 states along with evaluations of infestation rates and reproductive potential of the parasite in Africanized honeybee (Hymenoptera Apidae). The Haplotype J, considered less problematic mitochondrial genotype was found only in four localities, yet the K haplotype was also identified in these counties, except the island of Fernando de Noronha, Pernambuco. Infestation levels ranged from 0.33 ± 0.55% to 15.3 ± 9.2%, while the reproductive potential ranged from 0 to 1.5 ± 0.2. There were significant differences (P < 0,001) in the dynamics of mite infestation in the different municipalities assessed, although the levels found are considerably low compared to most other countries that use chemical treatment, and such variations could not be attributed to the pattern of haplotypes. Apparently factors not involving differences in mitochondrial genotype as climatic variations between regions, management and selection for hygienic behavior are related to variations in the dynamics of mite infestation in Brazil. / O ácaro Varroa destructor (Mesostigmata Varroidae) (Anderson & Truemann, 2000) é um dos maiores problemas na apicultura mundial. Além de ser o vetor de vírus que têm sido frequentemente relacionados à síndrome do desaparecimento das abelhas (CCD), causa mortalidade de colônias em níveis elevados de infestação. Seus danos dependem de uma série de fatores bióticos e abióticos e, acredita-se que, variações genotípicas (haplótipo) são uma das principais causas. No Brasil, o ácaro aparentemente não causa grandes danos às colônias, mantendo-se em níveis baixos de infestação, contudo, com a entrada do haplótipo K no país, especula-se um possível aumento na taxa reprodutiva do ácaro, a exemplo do que vem sendo relatado em outros países. Nesse contexto, realizamos identificações do perfil genético de Varroa destructor em 58 municípios brasileiros, distribuídos em 14 estados juntamente com avaliações nas taxas de infestação e potencial reprodutivo do parasita em Apis mellifera L. africanizada (Hymenoptera Apidae). O haplótipo J, genótipo considerado menos problemático, foi encontrado somente em quatro localidades, muito embora o H. K também tenha sido identificado nestes municípios, exceto na Ilha de Fernando de Noronha-PE, onde apenas o H. J foi identificado. Os níveis de infestação do total de amostras analisadas variaram de 0,33±0,55% a 15,3±9,2%, enquanto que o potencial reprodutivo variou de 0 a 1,5±0,2. Observamos diferenças significativas (P < 0,001) na dinâmica de infestação do ácaro nos diferentes municípios avaliados, embora os níveis encontrados tenham sido consideravelmente baixos quando comparados aos encontrados em outros países. Tais variações não puderam ser atribuídas ao padrão de haplótipos (K ou J), uma vez que não foi constatada diferença entre os mesmos para o parâmetro avaliado. Aparentemente, fatores não envolvendo diferenças no genótipo mitocondrial, como variações climáticas entre regiões, manejo e seleção para comportamento higiênico possuem maior relação às variações na dinâmica de infestação do ácaro no Brasil.
70

Desenvolvimento das espermatecas durante o estágio pupal de Aedes aegypti / Spermathecal development during the pupation of the yellow fever mosquito Aedes aegypti

Pascini, Tales Vicari 25 July 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-26T13:30:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1364719 bytes, checksum: e98a1c4f2c50911557ec7ffc6fdc02dd (MD5) Previous issue date: 2014-07-25 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / In general, culicid females copulate once and store sperm in one or more structures in their reproductive system named spermathecae. In Aedes aegypti, the sperm are stored during the female reproductive period into three spermathecae and are supposedly maintained by the spermathecal glandular secretions. Despite the A. aegypti spermathecae is well characterized, its development is still unknown. The present work studied the A. aegypti spermathecal development during the pupation. During the development of A. aegypti spermatheca, no morphological changes, such as those described in Drosophila melanogaster. In white pupa (just after pupation), the spermathecal primordia appears as a tiny structure that grows rapidly after 24 hours of pupation. After 48 hours of pupation, we can see the espermatecal gland, reservoir cuticular deposition and the presence of a flocculent secretion into the espermatecal duct lumen. Within 72 hours of pupation, we observe again an increase in the volume of spermathecal reservoir, this showing its cuticle layers and the same flocculent material found in the previously. This flocculent material/secretion in the early stages of development seems to assist in the spermathecal lumen development, which happens at the same time of the cuticular deposition. We have observed cell death, a process that seems to provide space for the neighbor cells to grow. Microvilli were observed in all analised periods in epithelial and glandular cells, which seems to be related to the cuticle components production by the epithelial cells or the substances secreted into the reservoir lumen through spermathecal gland. The temporal difference in the development of the reservoir and the duct (which was also observed in other insects) may happens because the espermatecal duct is formed earlier than the reservoir. In newly-emerged females, the spermathecae are already completely formed with reservoir, gland cells and duct with a thick cuticular layer and a large amount of flocculent secretion into the lumen. This secretion is believed to be originated from glandular cells to provide the essential conditions for guiding, allocating and maintaining the sperm. / As fêmeas dos culicídeos copulam uma única vez e são capazes de armazenar espermatozoides em um ou mais órgão(s) do sistema reprodutor denominado(s) espermateca(s). Em Aedes aegypti os espermatozoides são mantidos no interior de suas três espermatecas graças às secreções das glândulas espermatecais desse órgão. Apesar das espermatecas de A. aegypti serem bem caracterizadas, seu processo de desenvolvimento ainda é desconhecido. No presente trabalho estudamos o desenvolvimento das espermatecas ao longo da pupação, a partir do período de pupa branca até a fase adulta. Durante o desenvolvimento espermatecal não se observou alterações morfológicas como as descritas para Drosophila melanogaster, há somente um aumento de volume das células e crescimento de suas estruturas constituintes, possibilitando o rápido desenvolvimento desse órgão. No início da pupação (o estágio de pupa branca), a espermateca se apresenta como uma estrutura diminuta, que rapidamente cresce após 24 horas. Em 48 horas de pupação, se observa a glândula espermatecal, a deposição cuticular no reservatório e a presença de uma secreção com aspecto floculento, no lúmen do ducto espermatecal. Com 72 horas de pupação, observa-se novamente um aumento no volume do reservatório espermatecal, esse apresentando cutícula com todas as suas camadas formadas e o interior dos ductos das células glandulares repletos desse mesmo material floculento encontrado no período anterior. A presença desse material nos períodos iniciais de desenvolvimento parece promover a abertura do espaço onde vai ser formado o lúmen do ducto e do reservatório, que posteriormente vai sofrer o processo de deposição cuticular. Foram observadas algumas células em processo de morte celular. Há ainda, a presença de microvilosidades nas células epiteliais e nas células glandulares em todos os períodos analisados, que parece estar relacionada seja para a produção dos componentes para a formação da cutícula pelo epitélio ou no processo de secreção de substâncias lançadas no interior do lúmen do reservatório pela glândula espermatecal. Observou-se ainda, uma diferença temporal na estruturação entre o reservatório e o ducto espermatecal, que também foi observada em Tenebrio molitor e em D. melanogaster, o que pode ser pelo fato de o ducto espermatecal ser formado antes do reservatório. Já nas fêmeas recém- emergidas, a espermateca apresenta seu reservatório, glândula e ducto espermatecal completamente formados, com uma espessa camada cuticular e uma grande quantidade de material floculento e elétron-denso, que se acredita ser originado para fornecer as condições essenciais para a condução, alocação e manutenção da viabilidade dos espermatozoides em seu interior.

Page generated in 0.0481 seconds