• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 377
  • 80
  • 7
  • 5
  • 3
  • Tagged with
  • 480
  • 110
  • 95
  • 76
  • 63
  • 55
  • 52
  • 48
  • 47
  • 37
  • 36
  • 34
  • 32
  • 32
  • 30
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

A ética principialista como modelo na assistência à saúde humana

Reis, Helman Telles dos Santos 22 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2006. Made available in DSpace on 2012-10-22T20:16:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 273364.pdf: 482340 bytes, checksum: c3ff715162837bfbd13472fcd10778fe (MD5) Após recensear outros modelos éticos que influenciaram o principialismo, avalio a questão da vida e da saúde, como bens, decidindo pela pertinência de uma teoria de cuidados com a saúde. Isso nos leva a duas questões fundamentais: à administração dos cuidados com a saúde e ao relacionamento entre os profissionais de saúde e os pacientes. No que diz respeito à administração dos cuidados com a saúde, é relevante estudar a contribuição do princípio de justiça na gerência de decisões concernentes à gestão dos serviços de assistência à saúde, mormente aqueles de caráter público. Por outro lado, reconheço a preservação, na cultura dos profissionais de saúde, da tradição de alívio à dor do próximo, o que incorpora dois dos princípios do principialismo: a beneficência e não-maleficência, que estão presentes de maneira consistente no encontro e na convivência entre aqueles que prestam serviços em saúde e aqueles que os utilizam. Da compreensão e do respeito destes princípios associados ao respeito à autonomia do paciente, concluo que a pluralidade de princípios proposta por Beauchamp e Childress está profundamente inserida na prática dos profissionais de saúde, tornando aplicável a proposta principialista para a ética biomédica. After reviewing other ethical models that influenced principlism, I evaluate the subject of life and health, as goods, deciding for the pertinence of a theory of health care. This leads us to two fundamental issues: the administration of health care and the relationship between health care professionals and patients. In what regards the administration of health care, it is important to study the contribution of the principle of justice to the process of decisionmaking in health care management, especially those in the public sphere. On the other hand, I acknowledge the preservation, in the health care professionals culture, of the tradition of relieving the others pain, which incorporates two of the principles of principlism: beneficence and nonmaleficence, both of which seem to be consistently present in the encounter and coexistence of health care providers and users. From the understanding and respect of those principles associated with the respect of the patient's autonomy, I conclude that the plurality of principles proposed by Beauchamp and Childress is deeply ingrained in the practice of health care professionals, thus justifying the applicability of principlism in biomedical ethics.
42

Literatura e ética

Allain, Olivier 2007 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-graduação em Literatura Made available in DSpace on 2012-10-23T03:37:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 244027.pdf: 1982921 bytes, checksum: ad9dd7889ab25df1a3533a6bd9796be1 (MD5) Um ato de hospitalidade só pode ser poético" é a sentença pronunciada por Jacques Derrida em um de seus seminários sobre a hospitalidade. Não será o tema. Apenas o interminável exergo para uma tarefa poética. Tarefa que, a seguir tal hospitalidade, deveria, ela mesma, só poder ser poética. Mas o poético é? Sobrelanço quase impensável, somos instigados com ele a refletir a respeito do domínio sobre o qual se sobrepõe aqui o poético ou que, razoavelmente, se esperaria no final da frase, a saber, o ético. A partir de algumas premissas de "envios" derridianos e do lugar epigramático do poema num discurso, procuramos algumas entradas entre ética e literatura, a destinação desta relação e sua relação com a destinação. Relação "sem relação", valeria frisar, mas que não diminui a responsabilidade. Comanda, antes, ou é comandada, pelo que chamamos provisoriamente de repostalidade. É, ao menos, uma repostalidade que deduzimos de um recurso a alguns textos assinados Derrida.
43

A universalizabilidade dos juízos morais na ética de Hare

Lunardi, Giovani Mendonça 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Made available in DSpace on 2012-10-21T05:10:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 195286.pdf: 603342 bytes, checksum: 1cb57aaceb458addf4adb3081b76396c (MD5) A presente dissertação analisa a Tese da Universalizabilidade dos juízos morais do filósofo inglês Richard Mervyn Hare, no âmbito de sua teoria ética, a saber, o Prescritivismo Universal. Hare, através da análise da linguagem moral, elabora uma relevante obra sobre os imperativos e os argumentos presentes no discurso ético. Com as teses da Prescritividade e Universalizabilidade dos juízos morais aliadas à sua ética normativa, o Utilitarismo de Preferências, Hare consolida uma versão plausível de teoria ética. Abordamos, assim, ao longo deste trabalho, as principais influências, problemas e respostas vinculadas à Tese da Universalizabilidade, desde questões meta-éticas, normativas até de ética aplicada.
44

O problema da origem e do fundamento do mal em Kant

Araujo, Mauro Farias de 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Made available in DSpace on 2012-10-21T18:52:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 214388.pdf: 878948 bytes, checksum: bbcdeacc6f101f24eb296e9f453e7944 (MD5)
45

A decodificação do código de ética dos profissionais de enfermagem : uma contribuição à discussão da ética profissional

Santos, Elodi dos 1999 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Made available in DSpace on 2012-10-18T16:35:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-09T04:08:02Z : No. of bitstreams: 1 139047.pdf: 2923913 bytes, checksum: abdd2e967e2a4b858cdae3120280a1a1 (MD5)
46

A ética no espaço de produção

Serafim, Maurício Custódio 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção Made available in DSpace on 2012-10-19T10:05:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 179165.pdf: 485316 bytes, checksum: e15a78eaf3280aec336be01e88b0631c (MD5) Este trabalho tem a proposta de discutir a ética no espaço de produção em empresas vinculadas ao projeto de economia de comunhão com o objetivo de compreender as razões pelas quais é possível tornar a ética pensável em tais espaços. O método utilizado para a pesquisa teve por abordagem a qualitativa, com ênfase no estudo de caso da empresa Prodiet Farmacêutica, recorrendo-se à entrevista semi-estruturada, à observação e à análise documental como fontes dos dados. A Teoria da Delimitação dos Sistemas Sociais foi estudada como uma importante fonte de categorias. Após a análise e a interpretação dos dados, a pergunta de pesquisa "por que é possível tornar a ética pensável no espaço de produção em empresas vinculadas à economia de comunhão?" pôde ser parcialmente respondida pelo entrelaçamento dos seguintes elementos principais: espaço organizacional alicerçado na multidimensionalidade humana, denominado de isonômico; disseminação da ética pelo exemplo e pelo comprometimento "por primeiro" e efetivo por parte dos dirigentes, de modo que todas as pessoas que se relacionam com a empresa "sintam a realidade"; a materialidade antecede a imaterialidade; convergência entre a ética da responsabilidade e ética da convicção; aqueles que aderem à economia de comunhão dão significado às suas vidas
47

Percepção das enfermeiras acerca da responsabilidade etico-legal no exercicio profissional

Coelho, Leni Cristina Domingos 1993 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias da Saude Made available in DSpace on 2012-10-16T05:55:30Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T18:14:54Z : No. of bitstreams: 1 96441.pdf: 2733744 bytes, checksum: 9f1d6a236a65bebabb31ad16021f941d (MD5) Trata-se de um estudo exploratório-descritivo sobre conhecimentos, crenças, valores, opiniões, atitudes acerca das responsabilidades ético-legais percebidas por 24 enfermeiras de uma cidade do sul do país. Também procurou-se identificar qual o padrão dominante de pensamento das respondentes. O marco conceitual foi fundamentado em Fishbein & Ajzen (1975) e Perry (1970). As enfermeiras do estudo desempenhavam funções no ensino, assistência (hospitalar e saúde pública) e na administração dos serviços de enfermagem, em instituições públicas ou privadas. Procedeu-se a análise temática intensiva do conteúdo das entrevistas de acordo com Bardin (1977). Dentre os principais resultados destacam-se: a) o tipo de responsabilidade que recebeu maior número de codificações foi a responsabilidade face aos serviços que a própria enfermeira direta ou indiretamente presta ao cliente; b) 87,5% das respondentes desconhecem formalmente o código de ética vigente em 1992; c) as enfermeiras reconhecem o direito dos clientes em decidirem sobre questões referentes a sua saúde mas deixam transparecer que o poder de decidir continua centrado no profissional da saúde; d) elas percebem dificuldades para enfrentarem condições adversas tais como falta de recursos materiais, humanos e estruturais e o estilo autocrático de liderança das diretorias das instituições de saúde.
48

O problema da igualdade e da singularidade nos fundamentos da ética e da política

Rosa, Patricia 2013 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Florianópolis, 2013 Made available in DSpace on 2013-12-06T00:14:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 318925.pdf: 1147636 bytes, checksum: 77dd38fed7b622c8c9d76aaf802a2603 (MD5) Previous issue date: 2013 Abstract: This thesis aims to propose a non-essentialist and non-naturalistic alternative of reflection that can be offered as a foundation hypothesis to ethical and political reflections, from the concept of singularity. To do so, I use as theoretical instrument the Trope Theory, and I base my conceptual elaboration from the Prototype Theory to criticize a conception of a mono-referential human, based on the logic of Classical Theory of Concepts in which one takes for presupposition the fact that there's a closed set of necessary and sufficient features to define who (or what) belongs to each particular concept. Proposing, instead, a multi-referential perception that grasps the human as condition and not as nature, I try to emphasize that in philosophical discourse, from antiquity and largely up to contemporaneity, a description of the human being is presupposed as a basis for the distribution of rights and duties. The problem identified is that the descriptions refer to a specific human type, and somehow it authorize violence by excluding those who don't correspond to what I consider the paradigmatic type: male, white, fully skilled physically and mentally and heterosexual. The work is structured to discuss the paradigmatic human type description in each one of the highlighted features: as belonging to a specific race, trying to deny both positive and negative notions of identity brought into the discourse about racial differentiation problems; as fully skilled physically and mentally trying to discuss the description of fully cooperative members of society not as a biological fact, but as a problem of social determination, based on exclusive assumptions that turn deficiency into inability; as determined by a supposed essence that allows infer gender preferences since biological sex. The suggestion is that it?s feasible to think of multiple ways of achievement and auto-instauration regardless of how the body is presented. Finally, I offer an alternative interpretation of some Arendtian texts arguing about the banality of evil and the empty of thought, pointing to the possibility of thinking about moral evil and political injustice as a problem that pervades much of the western story and that is still felt by all those who are not classified into specific categories (grounded in partial and determinant descriptions) and therefore become invisible (not possessed of moral agency and effective political representation). Thus, I propose, from Arendt that determinant judgments, those that indicate the ?normal? way of thinking (subsuming the particular to the comforting universal), should be replaced by a broader possibility of judging, i.e., by reflexive judgments, and thus one can take into account the various possibilities of being, of make up yourself. The fundamental goal is to be able to establish a principle of beneficence in which diversity is not perceived as a problem, and that each one is taken a priori as equally worthy of moral consideration and as a holder of rights, regardless of how little is similar to majority.
49

Os fundamentos da ética contemporânea nas perpectivas de Habermas e Tugendhat

Lodéa, Andrei Luiz 2007 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Made available in DSpace on 2012-10-23T13:17:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 247002.pdf: 601537 bytes, checksum: d8f766a3786ae0cc2626473a77f24778 (MD5) Este trabalho tem como proposta analisar duas posturas distintas de fundamentação da ética contemporânea. Os dois autores aqui estudados são Habermas e Tugendhat. Habermas defende a possibilidade de fundamentação ética através de uma ética do discurso, demonstrando que podemos chegar ao consenso por meio de proferimentos lingüísticos. O que dá legitimidade a este consenso é a fundamentação do princípio #U#. Por outro lado, Tugendhat procura compreender a ética através de uma análise semântica dos juízos morais. No livro Lições sobre ética, Tugendhat analisa as varias posturas éticas buscando encontrar algo de plausível. Estas duas posturas mantém viva o problema de fundamentação ético. Palavras chave: Habermas, Tugendhat, discurso, juízos morais, princípio #U#, acordo. This work wants to analyze two different strategies of moral justification in contemporary ethics. The two authors here studied are Habermas and Tugendhat. Habermas defends the possibility of moral justification by elaborating a discourse ethics, in which he aims at demonstrating that one can reach moral consensus through linguistic assertions. What gives legitimacy to this consensus is the justification of the moral principle #U#. On the other hand, Tugendhat tries to understand ethics through a semantic analysis of moral judgment. In his book Lectures on ethics he analyzes several moral positions looking for plausible elements. Both these theories keep alive the problem of moral foundation.
50

O problema do formalismo na moral

Roani, Alcione Roberto 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosfia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia Made available in DSpace on 2012-10-20T23:02:48Z (GMT). No. of bitstreams: 0 O objetivo deste estudo é investigar o problema do formalismo na moral, dando ênfase às teorias morais de Immanuel Kant (1724 - 1804) e de Georg Wilhelm Friedrich Hegel (1770 - 1831). Para desenvolver uma devida análise do problema, o trabalho está estruturado em três partes, a saber: i) a primeira parte pretende reconstruir os principais argumentos desenvolvidos por Kant acerca da fundamentação da moral. A teoria moral do filósofo de Königsberg está alicerçada na devida distinção da origem dos interesses e dos problemas da razão na Kritik der reinen Vernunft, até chegar ao seu desenvolvimento propriamente dito na Grundlegung zur Metaphysik Sitten. Nesta, o filósofo apresenta os conceitos de guter Wille, de Pflicht e, principalmente, o de Imperativ kategorisch. Um projeto moral edificado a partir das formulações do imperativo categórico e concluído na Kritik der praktischen Vernunft, Metaphysik der Sitten e escritos menores; ii) a segunda parte tem por intuito apresentar a versão de Hegel para o problema. No entanto, para a concretização de tal tarefa torna-se necessário investigar as considerações do filósofo de Berlim acerca da Moralität e da Sittlichkeit, pressupostos básicos para se entender um projeto recheado por uma Filosofia do Direito. As contribuições mais significativas de Hegel para concretização da proposta de superação do formalismo na moral se encontram em Grundlinien der Philosophie des Rechts, Über die wissenscaftischen Behandlungsarten der Naturrechts e Phänomenologie des Geistes. Definitivamente, está instaurado o impasse, de um lado Kant e do outro Hegel, e em discussão um problema que se tornou o ponto em comum do discurso moral; iii) enfim, o autor apresenta, de forma sucinta, um esclarecimento realçando alguns dos principais aspectos tanto das objeções quanto das tentativas de resposta de ambos os filósofos clássicos. A aplicabilidade ou não das objeções propriamente ditas, passa a depender muito mais da interpretação de certos aspectos de difícil solução para qualquer proposta moral. Além do mais, as divergências entre Kant e Hegel são sempre motivos para renovar o ânimo investigativo de um filósofo.

Page generated in 0.0822 seconds