• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 19
  • Tagged with
  • 19
  • 19
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Abordagem psicanalitica do homoerotismo masculino : uma leitura critica e reflexiva de textos freudianos

Franchetti, Silvia Helena Allane 22 July 2018 (has links)
Orientador: Sergio Luiz Saboya Arruda / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-22T13:12:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Franchetti_SilviaHelenaAllane_M.pdf: 3116229 bytes, checksum: 515542ca1667ad992792d3570182ea9a (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: O estudo da homossexualidade pela psicanálise revela um amplo espectro de abordagens, devido à diversidade dos pressupostos teórico-clínicos dos diferentes autores que escreveram sobre o tema. No entanto, referências isoladas às idéias de Sigmund . Freud destacam-se como uma constante. O presente trabalho tem por objetivo identificar, na evolução da obra freudiana, os principais conceitos relacionados com a homossexualidade masculina e discutir sua inter-relação. Considerando que não se pode destacar o estudo da sexualidade humana do contexto cultural, os conceitos psicanalíticos serão discutidos à luz de alguns aspectos relativos à história da sexualidade e de sua abordagem médica. O .segundo capítulo trata de expressões do homoerotismo em momentos históricos. O terceiro apresenta aspectos da história da abordagem médica da homossexualidade a partir do século XIX. No quarto capítulo, são apresentados os principais textos da teoria freudiana a respeito do assunto, a partir dos quais foram extraídos os conceitos discutidos no quinto capítulo. No capítulo final, é apresentada a síntese conclusiva do exposto ao longo da dissertação / Abstract: The psychoanalytical study of homosexuality reveals a broad spectrum of approaches, due to the diversity of the theoretical and clinical assumptions of the various authors who have written about this topic. Nevertheless, isolated references to the ideas of Sigmund Freud emerge as a constant. The objective of this thesis is to identify, in the evolution of Freud's works, the main concepts related to male homosexuality and to discuss the interrelationship among them. Since the study of human sexuality cannot be separated from its historical context, the psychoanalytical concepts will be discussed in reference to certain aspects relevant to the history of sexuality and medical approaches taken in relation to this issue. Chapter Two deals with expressions of homoerotism at various historical moments. Chapter Three presents aspects of the history of medical . approaches to homosexuality beginning in the 19th Century. In the fourth chapter, we present the main texts of Freudian theory on this topic, from which we extract the concepts discussed in Chapter Five. In the final chapter, we present a conclusive synthesis of the ideas presented throughout this thesis / Mestrado / Mestre em Saude Mental
2

Heterossexismo :

Steibel, Carlos Nicolau Piffero January 1999 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. / Made available in DSpace on 2012-10-18T21:46:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-09T01:30:54Z : No. of bitstreams: 1 151704.pdf: 7647115 bytes, checksum: f8a0815d55c8d2a7e09eeaa685804ad2 (MD5) / Análise antropológica do heterossexismo ou das atitudes negativas para com os gays. Ressalta a importância de distinguir-se diferentes aspectos de atitudes negativas no estudo de suas causas. Através de uma análise quali e quantitativa junto a 618 alunos do curso de Direito e Comunicação Social nas cidades de Curitiba e Florianópolis, observou-se que o heterossexismo era mais comum nos homens que aprenderam na infância a crer que os homossexuais não tem moral e são perigosos, nos racistas e nos fundamentalistas religiosos. O trabalho contém uma escala para medir o heterossexismo.
3

Conjugando amor e desejo

Saraiva, Eduardo Steindorf January 2007 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas / Made available in DSpace on 2012-10-23T11:53:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 247490.pdf: 939270 bytes, checksum: 53795ebc3b701d0f66a52972d44bd57b (MD5) / Nesta tese apresento o resultado da pesquisa que desenvolvi no Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas (DICH/UFSC) sobre homens de camadas médias da cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Todos são pais, tiveram casamentos heterossexuais, viveram experiências de separação de suas esposas e posterior construção de vínculos afetivo-sexuais conjugais com outros homens. Nesse percurso que levou a conjugalidade homoerótica, "assumiram-se homossexuais". Através do método de pesquisa que defini como "etnografia psicanalítica" busquei compreender os sentidos e os significados atribuídos por estes sujeitos aos deslocamentos e às mudanças de um modo de vida afetivo-sexual heterossexual, para um outro estilo de vida, assumidamente homossexual e homoerótico. Analisei nesta tese aspectos relacionados aos significados do casamento heterossexual e da conjugalidade homoerótica na vida destes sujeitos, bem como a relação entre casamento (tanto hetero como homo) e a afirmação de identidade de gênero. Para tanto, investiguei as distâncias e aproximações entre o campo dos afetos, das emoções e suas articulações com a sexualidade, desde perspectivas teóricas oriundas das ciências humanas, das ciências sociais, da psicanálise e dos estudos de gênero. Centrei minhas análises na relação entre afeto e sexualidade na construção do gênero masculino e na vivência concreta e singular dos sujeitos com quem dialoguei no campo. Acrescento a essa análise, a articulação entre gênero masculino e homossexualidade masculina, para compreender os significados do "assumir" a homossexualidade na vida dos entrevistados.
4

De invertido a queer

Spitzner, Marcelo 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-graduação em Literatura, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-25T23:35:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 295766.pdf: 725784 bytes, checksum: 2268b7c78a64def32d3a464c1c05de4c (MD5) / Este trabalho apresenta uma análise das formas de representação dos sujeitos orientados homoafetivamente e suas performances, investigando a construção de identidades a partir das narrativas de Caio Fernando Abreu na busca de compreender se, de fato, houve uma substancial mudança nas formas de representar a homossexualidade masculina ao longo do século XX e, se, em relação a obras como Bom-crioulo, a literatura contemporânea pode ser considerada mais permissiva ultrapassando os limites da apropriação do tema a simples metáfora de degeneração em discursos moralistas. Através da articulação da Teoria Queer e dos Estudos Feministas e da Análise do Discurso (Foucault), procura-se, ainda, perceber que identidades, espaços e temporalidades são possíveis ao deslocar ou manter a matriz cultural de inteligibilidade que estabelece uma relação mimética sexo-gênero-prática sexual. / This paper presents an analysis of the forms of representation of subjects homoaffectively oriented and their performances, investigating the construction of identities through the narratives of Caio Fernando Abreu with the intention of understanding whether, in fact, there has been (or not) a substantial change in ways of representing male homosexuality throughout the twentieth century and if, in relation to works such as Bom Crioulo, contemporary literature can be considered more permissive beyond the ownership of the boundaries of limited comprehension of the theme to simple metaphor of degeneration into moral discourse. Through the articulation of Queer Theory and Feminist Studies and Discourse Analysis (Foucault), we seek to identify which identities, spaces and temporalities are possible when moving or maintaining the cultural intelligibility that establishes a mimetic relation sex-gender-sexual practice.
5

Reis e rainhas no Desterro: um estudo de caso /

Erdmann, Regina Maria January 1998 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. / Made available in DSpace on 2012-10-17T02:35:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T22:31:05Z : No. of bitstreams: 1 170707.pdf: 3089129 bytes, checksum: 6b858c5c04bc25d2139030b167804d7c (MD5)
6

Educação física e homossexualidade

Rosa, Marcelo Victor da January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos. Programa de Pós-Graduação em Educação Física / Made available in DSpace on 2012-10-21T13:04:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 202553.pdf: 362757 bytes, checksum: bf35b115d8ef593ada5c475eb21f387a (MD5) / Esta dissertação tem como objetivo investigar as representações sociais dos/as estudantes do curso de graduação em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina, em relação ao tema da homossexualidade. Realizei entrevistas semi-estruturadas e coletivas, acompanhadas da exposição do filme Delicada Atração. As categorias surgidas a partir do campo e do referencial teórico foram: outras categorias - no qual observei que os alunos não conheciam os reais significados históricos do conceito de homossexualismo, pertencentes a patologia; identidade - a principal idéia dos informantes é que a homossexualidade seria uma opção, uma escolha do sujeito, ao contrário do que apontam os Estudos Queers, através do conceito de coming out, que é entendido enquanto a escolha de se reconhecer ou não homossexual; gênero - aqui existe uma padronização dos universos masculinos e femininos, inserindo a homossexualidade no universo feminino, e por fim, que as mulheres aceitariam mais facilmente os homossexuais do que os homens. No ponto de vista teórico-metodológico no que se refere aos tratos com as questões de gênero, privilegiei os autores de formação marxista, articulados com os elementos introdutórios da Sociologia da Vida Cotidiana na perspectiva dialética; preconceito e Educação Física - a qual surgiram discussões de ambas as fases, cujas representações emergiram em forma de "brincadeira" com a questão da homossexualidade, apresentada como um disfarce para ocultar os estigmas, estereótipos e discriminações presentes nessas "brincadeiras". Outro achado da pesquisa ocorreu na 1ª fase, que a intitulei: homofobia velada, que se constitui no medo de que os homossexuais ao se aproximarem, procurariam de alguma forma estabelecer relações sexuais, ao contrário do que pude perceber entre os alunos da 7ª fase, que por terem um maior convívio com homossexuais (entre amigos e alunos), pela influência positiva que veicularam as interações na universidade, e nas suas experiências profissionais, isto não apareceu. Por fim, constatei que este tema ainda é polêmico e pouco discutido na Educação Física. Este campo de conhecimento tem trabalhado historicamente com modelos ideais e tem tratado a homossexualidade de forma homofóbica, indiferente e intolerante para com as diversas alteridades.
7

Pais assumidos

Tarnovski, Flávio Luiz January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. / Made available in DSpace on 2012-10-19T18:20:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 184894.pdf: 696388 bytes, checksum: 22e1f04a55aad66b296550593afc2eb9 (MD5) / Esta pesquisa parte dos relatos de homens auto-identificados como homossexuais que adotaram filhos, para analisar os diversos modos de acesso à parentalidade disponíveis e/ou realizados por homens que se relacionam afetiva e eroticamente com outros homens. A partir do referencial oferecido pelos estudos de gênero, de sexualidade e de parentesco, propõe hipóteses para a interpretação da paternidade homossexual. Através do diálogo com a literatura francesa sobre homoparentalidade, analisa o impacto de uma conjugalidade homoerótica na formação de arranjos familiares e na atualização de relações de parentesco.
8

Modos de vida e processos de subjetivação na experiência de envelhecimento entre homens homossexuais na cidade de Florianópolis/SC

Santos, Daniel Kerry dos January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia / Made available in DSpace on 2013-03-04T19:41:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 304536.pdf: 1100819 bytes, checksum: c5b33c2bbfb2103069238e6d31931fd5 (MD5) / Este trabalho problematiza algumas estilizações possíveis das experiências de envelhecimento entre homens homossexuais. Inicialmente, tracei linhas de alguns campos discursivos sobre os quais a velhice e a homossexualidade estariam remetidas, considerando que tais cartografias sinalizam pistas importantes em pesquisas sobre essa temática. Desse modo, procurei demarcar um campo político-epistemológico crítico que historicizasse e politizasse as experiências de sujeitos e grupos e os modos de subjetivações. Para acompanhar tais processos, habitei um bar gay na cidade de Florianópolis frequentado principalmente por homens mais velhos. Busquei por expressões e intensidades que reinventassem e recompusessem corporeidades, apontando que a materialidade dos corpos, apesar de estar remetida a um sistema de regulação, pode ganhar novas significações onde a abjeção (ou um fantasma de abjeção) possa ser politizada e transformar-se num instrumento de contestação política, mesmo que em instantes fugazes e de forma provisória. Considerei que os homossexuais mais velhos estariam habitando uma fronteira, um limite de um regime discursivo que estabelece, por um lado, um campo de legitimidade e de inteligibilidade e, por outro, uma zona de ininteligibilidade, um exterior constitutivo. Com esta pesquisa tentei mostrar que habitar essa fronteira discursiva que toma o corpo utópico como prerrogativa e ideal regulatório, não necessariamente constitui uma vida abjeta. Essa zona de tensão incita resistências, cria modos de vida alternativos e ativa subjetivações que reinventam e alargam os campos de inteligibilidade. Olhar mais de perto para essas vidas, para esses corpos que exibem a velhice e, ao mesmo tempo, desejam, gozam, têm tesão e inventam outras formas de experimentar o homoerotismo e a homossexualidade seria uma aposta política que desestabiliza as estratégias de homogeneização, de exclusão e de abjeção. A velhice e a homossexualidade, nesse sentido, podem ser pensadas a partir da da perspectiva da diferença e da alteridade e não a partir de critérios identitários totalizantes. As narrativas ouvidas e as afecções experienciadas durante as cartografias realizadas no território habitado apontaram para algumas formas de relação consigo mesmo, para uma territorialidade alternativa e para uma heterotopia de corpos (in)desejáveis. Muitas vezes as experiências de envelhecimento entre homossexuais podem estar remetidas a enunciados de sujeição, mas, por outro lado, pode produzir subjetivações e resistência aos ideais regulatórios contemporâneos. O homoerotismo e a homossexualidade foram pensados aqui como possibilidades de potência na velhice, onde a experiência de envelhecimento possa ser vivida como uma experiência ética e estética e não como mais um modo de assujeitamento / This work problematizes some possible stylizations of aging experiences among homosexual men. Initially, I traced lines of some discursive fields on which the old age and the homosexuality are sent, considering that such cartographies suggest important tracks on researches with this theme. Thereby, I tried to demarcate a critical political and epistemological field that historicizes and politicizes the subjects' and groups' experiences and the modes of subjectivation. To follow these processes, I dwelt in a gay bar in the city of Florianópolis (Brazil) mainly frequented by older men. I sought for expressions and intensities that reinvented and recomposes corporeality, indicating that the materialities of the bodies, despite of being sent into a regulation system, can earn new meanings in which the abjection (or an abjection's ghost) can be politicized and becomes an instrument of political contestation, even in fleeting moments and provisionally. I considered that older homosexuals would be inhabiting a frontier, a limit of a discursive regime which establishes, on one hand, a field of legitimacy and intelligibility and, on the other, an unintelligibility zone, an constitutive outside. With this research I tried to show that inhabiting this discursive frontier, which takes the utopist bodies as a prerogative and regulatory ideal, not necessarily constitutes an abject life. This tension zone encourages resistances, creates alternative ways of life and activates subjectivations that reinvents and extends the fields of intelligibility. Looking closer to these lives, to these bodies that exhibit the old age and, at the same time, desire, enjoy, get excited and invent other ways to experiment the homoerotism and the homosexuality would be a political bet that destabilizes the strategies of homogenization, exclusion and abjection. The old age and the homosexuality, in this sense, can be thought in the perspective of the difference and alterity, and not from totalizing identitaries criteria. The narratives listened and the affections experienced during the cartographies made in the territory inhabited indicated some forms of relations with itself, an alternative territoriality and a heterotopy of (un)desirable bodies. Usually, the aging experiences among homosexual men are sent into subjection statements, but, on the other side, it can produce subjectivations and resistances against the contemporary regulatory ideals. The homoerotism and the homosexuality were thought here as possibilities of "power" during the old age, where the experience of aging can be lived as an ethical and aesthetic experience and not as one more way of subjection.
9

Jorge

Silva, Ricardo Lanzarini Gomes January 2013 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2013-07-16T21:05:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 317600.pdf: 1688040 bytes, checksum: fb41fd7b976c2465db6fee11957ec313 (MD5) / Esta tese é uma etnografia de homens de identidade pública heterossexual atestada pelo casamento que, durante viagens a trabalho, buscam novas interações sexuais, diferentes de suas práticas cotidianas, a partir de sociabilidades homoeróticas que são encontradas no ciberespaço, por intermédio dos chats. Trata-se de uma pesquisa participante realizada durante três anos consecutivos, entre 2010 e 2012, por meio da flânerie, com incursões em espaços virtuais e físicos de capitais brasileiras (São Paulo/SP, Florianópolis/SC, Campo Grande/MS, Porto Alegre/RS e Curitiba/PR) e em Lisboa, Portugal. Os dados foram coletados também por meio de entrevistas semi-estruturadas com viajantes e residentes em grandes centros urbanos. Os principais resultados encontrados remetem a um senso de "comunidade" estabelecida por homens que se reconhecem como semelhantes, onde prevalece um senso de proteção pelo segredo e pela ausência de identificação pública durante as viagens e os encontros sexuais, que são únicos e dissociados do cotidiano. Identifiquei, ainda, a demarcação de uma masculidade plenamente ajustada à heteronormatividade, que, porém, encontra no homoerotismo anônimo prazeres que representam uma inversão de poder masculino, onde a passividade sexual é o principal desejo. A viagem, que sempre permitiu essa situação de liberdade para o viajante, aparece aqui como um processo liminar de homens que, em lugar de terem uma aventura amorosa heterosexual, correspondendo ao estereótipo do homem de negócios, têm uma aventura homoerótica esporádica e clandestina, sem comprometimentos cotidianos que alterem suas relações sociais. Esta etnografia pode, assim, contribuir para um novo olhar a respeito da sexualidade, homoetorismo e liminariedade nas viagens.<br> / Abstract : This is an ethnography on men whose heterosexual identity is certified by marriage bonds and who, during business travel seek new and diverse from day-to-day sexual experiences, through homoerotic sociabilities which start in chats at cyberspace. A participatory field research was held from 2010 to 2012 including flanerie at both cyberspace and public places in capital cities of Brasil (São Paulo/SP, Florianópolis/SC, Campo Grande/MS, Porto Alegre/RS e Curitiba/PR) as well as in Lisbon, Portugal. Data were also collected through semi structured interviews held with travellers and dwellers in great cities. The main results point to the existence of a sense of community among men who recognize themselves as similar, who feel protected by secrecy and absence of public identification when travelling and in sexual encounters, which are unique and dissociated from every day life. It was also detected that their masculinity is totally adjusted to heteronormativity and that they find in anonymous homoerotism the pleasure of inverting masculine power, seeking mainly to be sexually passive. Travelling, that has always permitted that kind of freedom to travelers, in this case offers a liminoid situation to men who, instead of having heterosexual adventures - matching the stereotype of business man - have an homoerotic sporadic and clandestine adventure, with no commitments with everyday life which could endanger their social position. This ethnography is meant to contribute with a different approach on sexuality, homoerotism and liminality in travel situations.
10

Brazilian boys

Reges, Marcelo January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social / Made available in DSpace on 2012-10-21T22:16:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 200089.pdf: 1665538 bytes, checksum: 34fd772ae09ad26d0db956a3f3c81d30 (MD5)

Page generated in 0.0869 seconds