• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1385
  • 18
  • 9
  • 7
  • 6
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1440
  • 943
  • 442
  • 352
  • 294
  • 293
  • 239
  • 222
  • 218
  • 193
  • 152
  • 133
  • 129
  • 121
  • 116
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Criança que faz criança : (des)construindo infância e sexualidade com meninos e meninas de rua

Calaf, Priscila Pinto 08 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2007. / Submitted by Fernanda Weschenfelder (nandaweschenfelder@gmail.com) on 2009-10-20T15:25:40Z No. of bitstreams: 1 2007_PriscilaPintoCalaf.pdf: 819541 bytes, checksum: eb53652a304fb165a9853b3151889edb (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-10-23T12:17:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_PriscilaPintoCalaf.pdf: 819541 bytes, checksum: eb53652a304fb165a9853b3151889edb (MD5) / Made available in DSpace on 2009-10-23T12:17:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_PriscilaPintoCalaf.pdf: 819541 bytes, checksum: eb53652a304fb165a9853b3151889edb (MD5) Previous issue date: 2007-08 / Pensar sobre infância e sexualidade é o mote propulsor desta dissertação. A partir de etnografia realizada com um grupo de meninos e meninas de rua de Brasília, a Galera do Gramado, questões acerca de valores (produtores e produzidos pelas ruas) como liberdade, esperteza e valentia. Neste sentido, o foco das considerações, minhas e da Galera, girou em torno de representações próprias e alheias acerca de infância e sexualidade como operadoras do acesso a tais valores. Reflexões acerca das representações das ciências sociais sobre crianças e adolescentes em situação de rua e das possibilidades de construção de uma antropologia da (s) infância (s) combinaram-se a considerações sobre diversos conceitos e categorias etárias. Deste modo, busco entender como, para o grupo com quem estudei, a disposição ativa perene para o sexo é fator fundamental na construção das identidades masculinas e femininas, constituindose o status de saber mais sobre o sexo condição e prova de ser não mais (apenas) criança, mas muleque. No bojo da sexualidade como meio de acesso ao status de quem sabe mais, de circulação por um mundo adulto, são apresentadas questões outras, engendradas pelo exercício de uma sexualidade ativa e valorizada positivamente. Entre virar pai ou mãe de família e exercer diversos métodos contraceptivos se dá o diálogo da Galera do Gramado com as políticas públicas de saúde voltadas para esta população. ____________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The current dissertation aims to discuss childhood and sexuality. Values like freedom, keenness and bravery arouse during my fieldwork with a group of street kids in Brasília. Our considerations (mine and the street kids’) focused representations about childhood and sexuality as those who could operate such values. Reflections over representations, on the Social Sciences scenario, about street kids and the possibilities of constructing an Anthropology of Childhood (s) took part, as well as considerations on various different age categories and concepts. In this sense, I try to understand how, for the group I studied with, the perennial sexual disposition is a fundamental factor in the construction of both male and female identities in a way that the knowing- about- sex status constitutes proof and condition of being no more a child, but a muleque. On the realm of sexuality as a means of acquiring a state of deeper knowledge and circulation through the adult world, other questions are presented, aroused by the exercise of a positively valued active sexuality. Becoming a mother or a father and having access to various contraceptive methods are the most important ways of contact (and dialogue) between the group of street kids I studied with and Public Health Politics.
12

O dispositivo da sexualidade e seu redimensionamento à luz da biopolítica: uma reflexão foucaultiana / The device of sexuality and its resizing in the light of biopolitics: a foucaultian reflection.

Monteiro, Janaina de Souza January 2017 (has links)
MONTEIRO, Janaina de Souza. O dispositivo da sexualidade e seu redimensionamento à luz da biopolítica: uma reflexão foucaultiana. 2017. 112 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. / Submitted by sebastiao barroso (jrwizard2209@hotmail.com) on 2017-06-26T13:23:26Z No. of bitstreams: 1 Janaina Monteiro.pdf: 1143018 bytes, checksum: 967db0c0836e595f50927ad3236594bf (MD5) / Rejected by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br), reason: Devolvido para que o aluno faça a correção inserindo a folha de aprovação e a ficha catalográfica. Após essas correções, o arquivo deverá ser renomeado para 2017_dis_jsmonteiro e substituído no Repositório Institucional da UFC. on 2017-06-26T15:00:28Z (GMT) / Submitted by sebastiao barroso (jrwizard2209@hotmail.com) on 2017-06-26T16:37:33Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_jsmonteiro.pdf: 1171751 bytes, checksum: 42fcfc1bcc277ded0ceb9c5bd6fd2f8e (MD5) / Rejected by Maria Josineide Góis (josineide@ufc.br), reason: Bom dia, Sebastião. Por favor, preciso que você providencie os seguintes ajustes:. 1 Em relação ao arquivo da dissertação. Informar a instituição a qual pertence cada um dos membros da banca examinadora. Ex.: _____________________________________ Prof. Dr. Odilio Alves Aguiar (Orientador) Universidade Federal do Ceará (UFC) Idem para os demais membros da banca de defesa 2 Em relação ao preenchimento do formulário do RI/UFC Citação: MONTEIRO, J. S. (2017) Descrição (Referência de acordo com a ABNT ) MONTEIRO, Janaina de Souza. O dispositivo da sexualidade e seu redimensionamento à luz da biopolítica: uma reflexão foucaultiana. 2017. 112 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza (CE), 2016. Josineide Góis 33667659 on 2017-06-27T12:56:11Z (GMT) / Submitted by sebastiao barroso (jrwizard2209@hotmail.com) on 2017-06-28T15:59:55Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_jsmonteiro.pdf: 1177761 bytes, checksum: ab473458ae995d419ca268cab6f961bb (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-06-28T18:40:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_jsmonteiro.pdf: 1177761 bytes, checksum: ab473458ae995d419ca268cab6f961bb (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-28T18:40:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_jsmonteiro.pdf: 1177761 bytes, checksum: ab473458ae995d419ca268cab6f961bb (MD5) Previous issue date: 2017 / The present dissertation proposes to understand how Michel Foucault (1926-1984), in his studies of the different mechanisms of power that compose and sustain modern society, discover the dispositive of sexuality and its operational resizing, when it is transmuted while biopolitical's control technology. He tries to demonstrate in this itinerary the hypothesis that even today this control technology is evident, turning continually to its own development - through a statal administration procedure of desires in the sphere of the society discursive fields. The sexuality's dispositive is exposed by Michel Foucault in the book History of Sexuality 1: the will to knowledge (1976), in which the author fundamentally investigates the conditions of possibility of the discourses production about sex. In the same time, becomes evident in the work the unstoppable quest about the argumentative constitution that sex, under the record of the history of its discursive production in the Classic age and / or during the Western Modern Age, has never been factually repressed. Indeed, in his own research on the work in question, the author tries to demonstrate that, for a history of sexuality, precisely during the periods at stake (Classical and Modern Ages), a hermeneutic "around and about sex" is suggested as "a true discursive outburst", and not as a constraint on their expressiveness. It will be treated like a discursive explosion to compose a precise historical and thematic framework in which it's possible consequently to observe and reflect philosophically on the emergence or rather on the irruption of the sexuality dispositive as a discursive axis institutionalized to be complemented by what announces its own expansion within biopolitics framework. Biopolitics that will be elucidated, along with the various devices of power, in the first two chapters of this dissertation. Text that will only have in his third moment the direct problematization of sexuality as subsumed dipositive in biopower. Some of the main works with which we work for are, besides the history of sexuality 1 - the will to knowledge: Discipline and Punish (1975), Abnormal (2010), Society must be defended (2002), Security, Territory, Population (2008), Birth of Biopolitics (2008). / O presente trabalho dissertativo se propõe compreender como Michel Foucault (1926-1984), em seus estudos mapeadores dos diferentes mecanismos de poder que compõem e sustentam a sociedade moderna, descobre o dispositivo de sexualidade e seu redimensionamento operacional, quando se transmuta numa tecnologia de controle biopolítico. Ele procura demonstrar, nesse itinerário, a hipótese de que ainda nos dias atuais tal tecnologia de controle é patente, voltando-se continuamente ao seu próprio aperfeiçoamento – através de um procedimento estatal de administração dos desejos na esfera dos campos discursivos da sociedade. O dispositivo de sexualidade é exposto por Michel Foucault na obra História da Sexualidade 1: a vontade de saber (1976), em que o autor se volta fundamentalmente para investigação das condições de possibilidade da produção de discursos sobre o sexo. Ademais, entrementes, torna-se patente na obra a busca irrefreável pela constituição argumentativa de que o sexo, sob o registro da história de sua produção discursiva nos marcos da Idade Clássica e/ou no decurso da Idade Moderna ocidental, nunca foi factualmente reprimido. Com efeito, em suas pesquisas próprias à obra em questão, o autor intenta demonstrar que para uma história da sexualidade, justamente nos períodos em jogo (Idades Clássica e Moderna), sugere-se uma hermenêutica “em torno e a propósito do sexo” como “uma verdadeira explosão discursiva”, e não enquanto constrangimento no tocante à sua expressividade. Tratar-se-á dessa explosão discursiva, de modo a compor um quadro histórico-temático preciso, no interior do qual é possível consequentemente observar e refletir filosoficamente acerca da emergência, ou melhor, da irrupção do dispositivo da sexualidade, enquanto um eixo discursivo majoritariamente institucionalizado a ser complementado àquilo que anuncia a sua própria expansão nos marcos da biopolítica. Biopolítica que será elucidada, juntamente aos diversos dispositivos de poder, nos primeiros dois capítulos do escrito. Escrito que terá apenas em seu terceiro momento a problematização direta da sexualidade como dispositivo subsumido ao biopoder. Algumas das principais obras com quais trabalhamos para tanto são, afora História da sexualidade 1 – a vontade de saber: Vigiar e Punir (1975), Os anormais (2010), Em defesa da sociedade (2002), Segurança, território, população (2008), Nascimento da biopolítica (2008).
13

Os Relatórios Kinsey, Masters

Sena, Tito January 2007 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas. / Made available in DSpace on 2012-10-23T15:18:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 245493.pdf: 9336183 bytes, checksum: e8e0703c7b7bc046c3038ba54c223afc (MD5) / Este trabalho é o resultado de uma análise discursiva e extradiscursiva sobre os relatórios Kinsey, Masters & Johnson e Hite publicados entre os anos de 1948 e 1981. Procura verificar as condições de produção histórica destes relatórios sobre sexualidade, servindo-se do instrumental teórico e metodológico de Michel Foucault em uma perspectiva interdisciplinar. Estes documentos emergiram num contexto social e histórico, apresentando comportamentos sexuais relatados confidencialmente por homens e mulheres através de enquetes e entrevistas, de modo a terem se integrado às práticas coletivas com status de verdades científicas. A tese se constitui em apontar o disfarce de critérios quantitativos em critérios qualitativos e, por extensão, da prática discursiva comum de confundir descrições com apreciações, estas últimas com julgamento valorativo e normativo. Os relatórios analisados, produzidos nos Estados Unidos e com repercussão mundial, contribuíram para disseminar formas não apenas de um agir sexual, mas de um falar e pensar sobre sexo através da mediação da ciência. Desta maneira, a verdade é tomada não como um conhecimento objetivo ou subjetivo em relação ao pensamento, mas verdade como obrigação de pensar de uma certa maneira em uma certa época e em determinado lugar. O recurso à estatística se revela como uma continuidade histórica do século XX, em busca de legitimidade para formulações científicas na área das ciências humanas, configurando um tipo especial de sujeito: a persona numerabilis, uma pessoa, homem ou mulher, que incorpora práticas de normalização, "mediadas" pela média numérica e estatística de uma população: antropometria, psicometria, taxa de fecundidade, expectativa de vida, incidências de doenças, índices comportamentais, percentuais de diagnósticos, etc, passam a fazer parte deste cenário. Neste contexto numérico, os relatórios são exemplos de formas de saber/poder articulados numa engrenagem onde sexualidades estatísticas se convertem em sexualidades prescritivas e estas, em sexualidades verdadeiras, normalizadas.
14

A negociação da diferença na experiência de corpos e sexualidades plurais em comunidades rurais e na capital do Piauí

Carvalho Neto, Lourival Ferreira de 08 August 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-03-09T21:12:50Z No. of bitstreams: 1 2017_LourivalFerreiradeCarvalhoNeto.pdf: 4327697 bytes, checksum: 5c0e569399df06deb5a8af1c97f66e79 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-03-13T19:26:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_LourivalFerreiradeCarvalhoNeto.pdf: 4327697 bytes, checksum: 5c0e569399df06deb5a8af1c97f66e79 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-13T19:26:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_LourivalFerreiradeCarvalhoNeto.pdf: 4327697 bytes, checksum: 5c0e569399df06deb5a8af1c97f66e79 (MD5) Previous issue date: 2018-03-13 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). / Este estudo é resultado de uma etnografia das cenas de Teresina-PI e de comunidades rurais piauienses com o objetivo de investigar a negociação da diferença a partir das experiências de corpos e sexualidades plurais. A categoria apresentada como negociação da diferença foi construída como resultado da descrição do processo de (in)digestão da diferença de sujeitos cujos corpos e sexualidades são dissidentes em relação às normatividades cisgêneras e heterossexuais. O campo em estudo se deu nas cenas da capital piauiense, Teresina, e na comunidade rural ―Liso do Sussuarão‖, em Curralinhos/PI; percorreu-se, também, de modo subsidiário, as comunidades rurais Novo Nilo, em União/PI; e no bairro São Pedro, em Coronel José Dias-PI. A etnografia consistiu na descrição narrativa do campo de estudo. O percurso etnográfico envolveu, também, relatos autobiográficos que localizam o envolvimento subjetivo e político do pesquisador com a temática da diferença de orientação sexual. Assim, o método autoetnográfico foi utilizado com o escopo de entender, a partir das narrativas e memórias do pesquisador, enquanto guei, o tratamento recebido para a sua diferença. Foram utilizados relatos autobiográficos, bem como entrevistas e conversas informais registradas em um caderno de campo. A perspectiva decolonial impulsionou o retorno ao local de nascimento do pesquisador, o Piauí, considerado a ―periferia da periferia‖ na cena nacional brasileira, permitindo enxergar as fissuras de outras formas de vida enquanto sujeitos de sexualidades não normativas para além dos estudos centrados no Centro-Sul do país e, de modo geral, no Norte Global. / This study reports on an ethnographic study of the scenes of Teresina-PI and Piauí rural communities aiming to investigate the negotiation of the difference from experiences of bodies and plural sexualities in the aforementioned scenes. The category presented as the negotiation of the difference has been elaborated as a result of the description of the process of (in) digestion of the difference of subjects whose bodies and sexualities are dissident in relation to cisgender and heterosexual normativities. The field under study was in the scenes of the capital of Piauí, Teresina, and in the rural community "Liso do Sussuarão", in Curralinhos/PI; the rural communities of Novo Nilo, in Union/PI, were also subsidiary; and in the São Pedro neighborhood, in Coronel José Dias-PI. The ethnography consisted of the narrative description of the field of study. The ethnographic course also involved autobiographical reports that locate the subjective and political involvement of the researcher with the issue of the difference in sexual orientation. Thus, the autoethnographic method was used with the scope of understanding, from the narratives and memories of the researcher, while gay, the treatment received for their difference. We have used autobiographical reports, as well as interviews and informal conversations recorded in a field notebook. The decolonial perspective drove the researcher back to his birthplace, Piauí, considered to be the "periphery of the periphery" in the Brazilian national scene, and highlighted the fissures of other life forms as subjects of non-normative sexualities in a study which is not centered in the Center-South of the country and, in general, in the Global North.
15

Da pornografia à pornoteoria : desafios e reimaginações feministas

Santana, Camilla Martins 16 March 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2016. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2016-04-25T13:47:59Z No. of bitstreams: 1 2016_CamillaMartinsSantana.pdf: 2098966 bytes, checksum: b7aafc0a940326dcd5fe05c7bde3818f (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2016-04-26T11:33:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_CamillaMartinsSantana.pdf: 2098966 bytes, checksum: b7aafc0a940326dcd5fe05c7bde3818f (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-26T11:33:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_CamillaMartinsSantana.pdf: 2098966 bytes, checksum: b7aafc0a940326dcd5fe05c7bde3818f (MD5) / Essa dissertação tem como objeto os diálogos que perpassam as teorizações feministas nas produções audiovisuais pornográficas tidas como “feministas” e comerciais, com foco nos arranjos teóricos envolvidos em suas construções, na história e territorialização da abordagem sobre a sexualidade, e o modo como são recepcionadas e debatidas no espaço de posições do campo feminista, além das representações de diversidades sexuais. Assim pretende-se refletir sobre como o contexto sócio-político oitocentista dos Estados Unidos propiciou uma arena de debates que dividiu feministas em posicionamentos anti-pornografia e pró-sexo, bem como os resultado desses conflitos orientaram a reformulação da perspectiva feminista sobre a pornografia, engajaram atrizes e produtoras à criticar a indústria mainstream, e estruturaram politicamente iconografias pornográficas na contemporaneidade. Neste sentido, serão analisadas como essas respostas pornográficas ao problema da grande indústria possibilitam a representação da alteridade a partir das estéticas corporais e os números sexuais desenvolvidos em sua narrativa, afim de clarear a materialidade dessa proposta e avaliar em que medida essas saídas atualizam e/ou ressignificam o dispositivo pornográfico. Como considerações finais, aponto que as pornografias feministas não rompem inteiramente com a lógica da pornografia mainstream, contudo, abrem possibilidades representacionais da sexualidade, a partir do simulacro cinemático, à sujeitos historicamente silenciados, e dinamiza teoricamente as abordagens sobre esse tema dentro das ciências sociais. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation has as object the dialogues that underlie the feminist theorizing in pornographic audiovisual productions considered "feminist" and commercial, focusing on theoretical arrangements involved in its construction, history and territorial approach on sexuality, and how they are received and discussed in the feminist field position space, in addition to depictions of sexual diversity. Therefore is intended to reflect on how the nineteenth century socio-political context of the United States provided an arena of debate, that divided feminist anti-pornography positions and pro-sex, as well as the outcome of these conflicts guided the reformulation of the feminist perspective on pornography engaged actresses and producers to criticize the mainstream industry, and politically structured pornographic iconography in contemporary times. In this sense, will be analyzed how these pornographic responses to the major industry problem enable the representation of otherness from the body aesthetic and sexual numbers developed in its narrative, in order to lighten the materiality of this proposal and assess to what extent these outputs update and/or resignify the pornographic device. Lastly, we point out that feminist pornography do not break entirely with the logic of mainstream pornography, however, open representational possibilities of sexuality, from the cinematic simulacrum, the subject historically silenced, and theoretically streamlines approaches to this issue within the social sciences.
16

Hipertensão arterial : aspectos da sexualidade socioepidemiológicos e clínico / Arterial Hipertenção: aspects of the sexuality, sociepidemiológico and clinicos

Garcia, Sonia Maria da Silva January 2004 (has links)
GARCIA, Sonia Maria da Silva. Hipertenção arterial : aspectos da sexualidade, socioepidemiológicos e clínicos. 2004. 112 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2004. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-02-08T16:25:57Z No. of bitstreams: 1 2004_dis_smsgarcia.pdf: 468657 bytes, checksum: ff98e53cd652400a3c14c568c403291f (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-14T12:03:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2004_dis_smsgarcia.pdf: 468657 bytes, checksum: ff98e53cd652400a3c14c568c403291f (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-14T12:03:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2004_dis_smsgarcia.pdf: 468657 bytes, checksum: ff98e53cd652400a3c14c568c403291f (MD5) Previous issue date: 2004 / The arterial hypertension is characterized as one of the principal problems of public health of the contemporary world for your magnitude, risk and difficulties in your control. The arterial hypertension can influence the sexuality in way direct or indirect. This study of the descriptive type had as objectives to identify, among bearers of arterial hypertension, of both sexes, the profile partner-epidemiological and clinical, and frequency and the types of the present sexual alterations in that population. The study was accomplished at the clinic of cardiology of the Academicals Hospital Oswaldo Cruz (HUOC), considered reference in cardiology in Recife-PE 114 adults they were studied being, 39 men and 75 women, bearers of arterial hypertension in treatment ambulatory, of May to July of 2004. The data were obtained by direct interview accomplished by the researcher. The data demonstrate the age it varied from 24 to 65 years (52,19 year-old average) Great portion (80,7%) of the hypertensions they were married. With relationship to the education 64,9% informed first degree. Most professed to be Catholic, with per capita income varying from R$ 37,14 to R$ 1.300,00. Larger proportion of the hypertensions was classified as no-economically assets and they informed time of diagnosis among six to 10 years. Great portion made use of drugs anti-hypertensive among one to five years. When studying interruption of the treatment, the womem were the least adherent ones. When analyzing the healthy habits of life the desirable habits they understood the reduction in the ingestion of salt, weight reduction, practice of physical exercises and leisure and habits didn´t want the consumption of paper cigarette or of straw and the consumption of drunk alcoholic, and the women informed more the healthy habits than the men. Already, 55,7% of the total of the hypertensions informed to have presented alterations in you´re originating from life the diagnosis of arterial hypertension. With relationship to the evaluation of the existence of sexual alterations was not observed it differentiates significant statistically among the sexes (p= 0.3871). The more frequent sexual alterations among the men were the erectile dysfunctions, followed for the inhibition of the desire, and the women informed the inhibition of the desire, followed for the frigidity. Among the different studied variables they showed statistically significant, just to associations they will be alteration sexual versus occupacional situation and alteration sexual versus existence of leisure activity. It is concluded along the study that the hypertensions characteristics are shown similar to the patients of the country and they present alterations in the sexuality result of the own disease or of the aging. It is inferred that the individuals that don´t possess leisure and they don´t work, for if they maintain idle, they can be more affected by the diseases, interfering in the sexaul health. / A Hipertensão Arterial caracteriza-se como um dos principais problemas de saúde pública do mundo contemporâneo por sua magnitude, risco e dificuldades no seu controle. A hipertensão arterial pode influenciar a sexualidade de maneira direta ou indireta. Este estudo do tipo descritivo teve como objetivos identificar, entre portadores de hipertensão arterial, de ambos os sexos, o perfil socioepidemiológico e clínico, e a freqüência e os tipos das alterações sexuais presentes nessa população. O estudo foi realizado no Ambulatório de Cardiologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), considerado referência em Cardiologia no Recife–PE. Estudaram-se 114 adultos, sendo 39 homens e 75 mulheres, portadores de hipertensão arterial em tratamento ambulatorial, de maio a julho de 2004. Os dados foram obtidos por entrevista direta realizada pela pesquisadora, demonstram que a idade variou de 24 a 65 anos (média de 52,19 anos). Grande parcela (80,7%) eram casados. Quanto a escolaridade 64,9% informavam primeiro grau. A maioria professavam ser católicos, com renda per capita variando de R$ 37,14 a R$ 1.300,00. Maior proporção encontravam-se classificados como não-economicamente ativos e informavam tempo de diagnóstico entre seis a 10 anos. Grande parcela fazia uso de drogas anti-hipertensiva entre um a cinco anos. Ao estudar interrupção do tratamento, as mulheres eram as menos aderentes. Ao analisar os hábitos saudáveis de vida os hábitos desejáveis compreenderam a redução na ingestão de sal, redução de peso, prática de exercícios físicos e lazer e hábitos não desejáveis, o consumo de cigarro de papel ou de palha e o consumo de bebidas alcoólicas, sendo que as mulheres informavam mais os hábitos saudáveis do que os homens. Já, 55,7% do total dos hipertensos informavam ter apresentado alterações na sua vida proveniente do diagnóstico de hipertensão arterial. Quanto à avaliação da existência de alterações sexuais não foi observada diferença estatisticamente significante entre os sexos (p = 0.3871). Entretanto, aquelas mais freqüentes entre os homens eram a disfunção erétil, seguida pela inibição do desejo, e as mulheres informavam mais a inibição do desejo, seguida pela frigidez. Dentre as diferentes variáveis estudadas mostraram significância estatística apenas as associações: alteração sexual versus situação ocupacional e alteração sexual versus existência de atividade de lazer. Conclui-se, ao longo do estudo, que os hipertensos mostram características semelhantes aos doentes do país e apresentam alterações na sexualidade advinda da própria doença ou do envelhecimento. Depreende-se que os indivíduos que não possuem lazer e não trabalham, por se manterem ociosos, podem estar mais afetados pelas doenças, interferindo na saúde sexual.
17

Das revelações aos clichês: as imagens alegóricas da sexualidade em Clarice Lispector

Justen, Djulia January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2013-12-05T22:58:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013Bitstream added on 2015-03-18T20:45:45Z : No. of bitstreams: 1 321541.pdf: 974390 bytes, checksum: 63e25c6c74e2ccf6b495c80c95b4a7a2 (MD5) / Tomando como metodologia de trabalho as imagens dialéticas de Walter Benjamin, a dissertação apresenta leituras de imagens-pensamento da sexualidade que irrompem nos textos de Clarice Lispector, notadamente em Onde estivestes de noite e A via crucis do corpo com derivas em Felicidade Clandestina e Laços de Família. O fundo escuro das imagens é a sexualidade vista por duas vias: a da psicanálise a partir da falta-em-ser do desejo e o seu vazio central, do movimento pulsional que engendra os corpos na satisfação insatisfeita que não cessa de não se inscrever e a do erotismo em Georges Bataille a partir dos movimentos de interdição e transgressão que se articulam na sexualidade.<br>
18

O discurso da revista Crescer na normatização da sexualidade feminina na gravidez

Flavia Leite Cortez, Ana 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:00:29Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo729_1.pdf: 1068821 bytes, checksum: a36623222a81c435a345a829bfcb322d (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Nas últimas décadas a sexualidade na gravidez vem ganhando espaço na mídia. A barriga outrora escondida vem aparecendo sensualizada através de novos enunciados sobre a sexualidade da mulher grávida. As revistas para mãe e grávidas tem sido um dos espaços midiáticos de produção dos novos discursos. Nesse sentido, este trabalho buscou identificar em que medida os discursos sobre sexualidade na gravidez, produzidos pela revista Crescer, rompem com antigos padrões normativos em torno da sexualidade feminina. Procurou ainda identificar as tensões e contradições entre sexualidade e maternidade e analisar como a revista posiciona homens e mulheres discursivamente em torno da sexualidade na gravidez. A presente pesquisa dialoga com o universo das ciências sociais e humanas e se afilia aos estudos da Psicologia Social. Tomando como norte epistemológico o Construcionismo Social, este trabalho pretende contribuir para uma melhor compreensão das relações de poder, que perpassam a construção da sexualidade feminina. Para análise dos dados, foi adotado o referencial metodológico das práticas discursivas e as ferramentas foucaultianas para a análise do discurso. O corpus da pesquisa foi composto pelas matérias produzidas pela revista Crescer, sobre o tema da sexualidade na gravidez, no período de janeiro de 1993 a janeiro de 2009. A análise dos dados aponta que a sexualização da gravidez pertence a uma nova tecnologia de poder, que entrelaça saberes médicos e psicológicos para produzir novas normativas sobre a sexualidade feminina. A partir do discurso do bem-estar, o sexo é visto como forma de manutenção do vínculo conjugal. O corpo grávido é sensualizado a partir de um padrão de beleza não-grávido, que reproduz a fragmentação mulher-mãe. Apesar dos novos enunciados, o homem continua sendo posicionado como sujeito desejante e a mulher como objeto do desejo, atualizando antigas relações de poder
19

Meu/Minha filho (a), o danoninho de morango e o quarto azul/rosa: investigando normas de gênero em famílias

RABELLO, Daniele Cristine Cavalcanti 27 February 2013 (has links)
Submitted by Felipe Lapenda (felipe.lapenda@ufpe.br) on 2015-03-03T13:06:57Z No. of bitstreams: 2 Dissertacao Daniele.pdf: 1302364 bytes, checksum: 0a28a9f17c552da09d339f9cedfab51a (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-03T13:06:57Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertacao Daniele.pdf: 1302364 bytes, checksum: 0a28a9f17c552da09d339f9cedfab51a (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2013-02-27 / Analisamos, nesta pesquisa, como famílias, constituídas por casais parentais heterossexuais, reatualizam os sistemas sexo-gênero nas relações com seus (as) filhos (as). Para tanto, investigamos as relações existentes entre família e gênero; problematizando as diversas concepções de gênero, considerando seus impasses e avanços, percebendo ainda as influências nas construções das categorias de homem, mulher, masculino, feminino, ativo e passivo, inseridas nas relações familiares. De forma a alcançar estes objetivos, utilizamos, com pais e mães de um menino e uma menina da região metropolitana do Recife, o Procedimento de Desenhos-estórias com Tema e Entrevista Semiestruturada, contendo questões norteadoras para a pesquisa. Os dados foram submetidos à Análise Descritiva das Práticas Discursivas e Não-discursivas, num viés pós-estruturalista. A quantidade de participantes se deu por critério de saturação. Foi percebido que pais e mães reatualizam os sistemas sexo-gênero, num ideal de família composta com casais heterossexuais, demarcando a conformação com as normas de gênero legitimadas socialmente. Esperamos que os resultados possam ampliar as discussões e conhecimento acerca das formas de constituição no âmbito da família, bem como o seu papel na construção da noção de gênero.
20

Um/uma jovem separado/a no mundo : igreja, juventude e sexualidade na perspectiva de jovens da Assembléia de Deus em Recife PE

de Fátima Paz Alves, Maria 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:03:16Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1092_1.pdf: 1187530 bytes, checksum: a6a7f091ccfc47097473d96c756373f7 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Focalizamos neste trabalho o sentido de ser jovem assembleiano/a, destacando o modo como moças e rapazes adeptos da Assembléia de Deus, em Recife/PE, representam e vivenciam sua vida afetiva e sexual. O mesmo tem por base entrevistas com jovens e adultos/as afiliados/as e ex-afiliados/as desta denominação, observação de situações, contextos formais e informais em que estavam presentes ou em foco jovens com tal perfil. Fazer parte de uma denominação como a AD revela à assunção de uma distinção, marcando especificidades para o/a jovem em particular. Implica menos numa renúncia que numa escolha que se atrela à incorporação e disposição de capitais sociais, culturais e simbólicos relacionados, em grande medida à aquisição de conhecimentos e habilidades, vivência de vínculos e formação de redes; que adquirem contornos particulares em função de nuances relativos à níveis de escolaridade e renda, localização de centro e periferia, gênero e origem ou criação (ou não) em família evangélica. A sexualidade mostra-se central ao ethos da AD, enfatizando-se certo tipo de moral rigorista, associado principalmente ao controle das mulheres; que mais que outros preceitos, diferenciaria o/a jovem assembleiano/a dos/as demais. Um/uma jovem separado/a no mundo se aproxima de modo mais acurado do que revela a análise, considerando que os/as jovens, em suas diferenças e recortes internos, estão envolvidos crescentemente com valores e injunções individualistas que se tornam hegemônicos nos dias atuais. Não estando livres, notadamente, nos contextos populares, da associação a uma lógica relacional/holista . As noções de uma combinação complexa entre dimensões da cultura tradicional e das ideologias modernizantes nos pareceu adequada à compreensão das múltiplas facetas que envolvem o objeto em análise

Page generated in 0.0773 seconds