• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1385
  • 18
  • 9
  • 7
  • 6
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1440
  • 943
  • 442
  • 352
  • 294
  • 293
  • 239
  • 222
  • 218
  • 193
  • 152
  • 133
  • 129
  • 121
  • 116
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

As sexualidades desviantes nas páginas do jornal Diário Catarinense (1986-2006)

Queiroz, Igor Henrique Lopes de January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:59:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 325651.pdf: 1686155 bytes, checksum: 2d14ca21760d46189f85cbf681230cbb (MD5) Previous issue date: 2014 / Entre a notícia sobre a prisão de dois homens por estarem cometendo o crime de se beijarem dentro de um carro na cidade de Florianópolis, ano de 1986, e o anúncio de que a mesma cidade seria a capital gay do Brasil, em 2006, inúmeros foram os discursos publicados pelo maior jornal impresso do Estado de Santa Catarina acerca daquilo que chamo de sexualidades desviantes. A proposta do presente trabalho é não descrever e analisar todas as notícias encontradas a respeito de tais sujeitos e suas práticas, mas demonstrar os trânsitos discursivos encontrados em tais páginas jornalísticas e os efeitos de verdade produzidos e divulgados pelas notícias e reportagens que circularam pela sociedade catarinense sobre tais práticas e sujeitos, apontando o gradual deslizar semântico - marcado por rupturas e permanências - que culminou em e ao mesmo tempo permitiu tal anúncio. Assim, busquei acompanhar as transformações na construção de tais notícias, das iniciais associações entre desvio, doença e criminalidade, passando pelo medo e a vergonha do assumir-se desviante em uma pequena cidade, até as contestações e a emergência de resistências locais a violências e arbitrariedades, em prol dos direitos de ir e vir, trabalhar, aparecer em espaço público e, finalmente, ir à rua para anunciar que não se era "nem mais, nem menos, apenas iguais". Assim, a proposta é de uma História que é, simultaneamente, escrita a partir de uma fonte - o jornal Diário Catarinense - e sobre as transformações pelas quais passou esta fonte ao longo de 20 anos, tematicamente construída a partir dos inúmeros efeitos de verdade e distintas formas de visibilidade desviantes elaboradas e postas em circulação.<br>
42

O mundo excluído dos lençóis : sobre o tratamento da sexualidade na deficiência física

Leoni Birriel, Mariana January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2014-08-06T18:09:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326963.pdf: 2271492 bytes, checksum: 18eb90ffa714db1d88f850675d67257d (MD5) Previous issue date: 2014 / Na presente pesquisa abordamos o problema do tratamento da sexualidade na deficiência física por parte dos profissionais nas suas funções de produção e prática do conhecimento. Com o intuito de compreender as características atuais que apresentam-se na hora de tratar a problema, adentramos o tema tendo como base teórica fundamental a obra de Talcott Parsons. Por meio da utilização de métodos qualitativos, para a coleta e análise de dados, analisam-se os fenômenos que atravessam as construções de sentido sobre sexualidade e deficiência física na hora de desenvolver o tratamento da sexualidade desta população geralmente excluída dos lençóis. A elucidação do caráter fragmentado das inter-relações entre os profissionais no estado atual e os fundamentos que determinam esta situação, possibilita pensar em estratégias para avançar em ações inclusivas de acordo com as limitações e possibilidades que a situação presente coloca em cena.<br>
43

Sou para casar ou pego, mas não me apego?

Carlos, Paula Pinhal de 26 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianopolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T03:37:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 293527.pdf: 1901238 bytes, checksum: 7bacc772f3a890a50e25b387a8992f4c (MD5) / Tendo como fundamentação teórica os estudos sobre amor romântico (AZEVEDO, 1981; 1986), confluente (GIDDENS, 1993) e líquido (BAUMAN, 2004) e as análises feitas de que o modelo de amor tem adquirido configurações mais fluidas e instáveis na contemporaneidade, o objetivo deste trabalho é o de estudar práticas afetivas de jovens brasileiros do sul do país, bem como investigar quais são suas representações sobre amor, sexualidade e conjugalidade. A pesquisa foi baseada no método etnográfico, proposto pela antropologia, e no modelo de oficinas, muito presente no âmbito da educação. Trata-se de uma pesquisa multisituada, realizada com jovens de 13 a 18 anos, de ambos os sexos, alunos de escolas públicas de Porto Alegre e Florianópolis e São José. Foi possível perceber que, dentre as suas práticas afetivas, três conceitos são muito importantes: pegar, ficar e namoro. As representações sobre amor e conjugalidade também auxiliam a compreender o caráter paradoxal que as relações afetivas possuem para esses jovens, ao conjugarem práticas fluidas e instáveis, como o pegar e o ficar, ao romantismo presente nas falas dos jovens sobre amor e relações conjugais. Percebeu-se que há diferenças importantes que demarcam as práticas do pegar e do ficar e que, nesse âmbito, são significativos alguns estereótipos negativos atribuídos às mulheres, como a fama de galinha. No que se refere ao namoro, são elencadas pelos jovens as vantagens e desvantagens desse tipo de relacionamento, sobretudo relacionadas à perda de liberdade, o que leva inclusive a uma ressignificação da fidelidade. Por fim, no que tange às representações sobre amor e conjugalidade, identificou-se que o ideal de amor para os jovens está bastante atrelado ao modelo do amor romântico, o que pode explicar o fato de o desejo de casar ser tão presente no campo das representações, apesar de contrastar com a liquidez das práticas vivenciadas e observadas em campo.
44

Essa boneca tem manual

Amaral, Marília dos Santos January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2013-03-04T19:46:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 304542.pdf: 1766474 bytes, checksum: c288fde2948cf09baea50772c98ebf3e (MD5) / Este trabalho discute as travestilidades a partir do discurso das pessoas que desejam tornar-se travesti conhecidas como novatas, iniciantes, ninfetas e novinhas. Trata-se de uma escrita de inspiração etnográfica em que são tecidas entrevistas, experiências e diálogos com travestis com idades entre 15 e 21 anos durante experimentação de pesquisa pelas ruas, pensões, moradias e ong's da cidade de Florianópolis e em espaços virtuais como blogs e o facebook. A análise teórica segue as pistas de Michel Foucault e Judith Butler discutindo sob que condições novatas travestis são reconhecidas como sujeitos legítimos do discurso das travestilidades. Nesta direção são questionados os saberes, as práticas e o acesso aos conhecimentos trazendo à cena as regras e os passos que ensinam alguns modos de se experienciar as travestilidades, bem como as possibilidades de resistência a estas normas. Entendidas como jogos de verdade estas regras que envolvem o que é legítimo ou ilegítimo são apresentadas e problematizadas por diferentes discursos: pelas travestis mais experientes, pelas redes de proteções das "mães", pelas redes virtuais e entre as próprias novatas travestis. A partir dos efeitos produzidos por estes discursos são delineados os contornos das novas formas de se pensar a experiência das travestilidades entre as jovens que estão começando. As novas experimentações transitam por entre atualizadas maneiras de aprender e investir na transformação corporal, pelos ressignificados atribuídos ao espaço da pista, à permanência na escola e aos vínculos familiares. Também circulam pela importância das redes de sociabilidades como as mamys e as "irmãs". Neste sentido, são discutidas neste trabalho não apenas as condições de possibilidades da (re)invenção das novas travestilidades, mas também são sinalizadas a expansão dos espaços de (re)existência e (re)criação de si mesma para aquelas que desejam tornar-se travesti sob novos e também hegemônicos critérios éticos, estéticos e políticos.
45

Genomas, sexualidade, seleção de parceiros, anomalias, defeitos, aborto, seleção de embriões : educando e governando vidas e sujeitos pelo determinismo biológico enunciado genes na revista ciência hoje

Arnt, Ana de Medeiros January 2013 (has links)
Discursos do campo das Ciências Biológicas têm centrado suas explicações acerca do ser humano e demais seres vivos como meros produtos dos genes. Na delimitação molecular dos fenômenos, formas e comportamentos dos seres vivos encontra-se as explicações para suas existências. Diversas instâncias integram a constituição do pensamento de que a verdade dos seres encontra-se nos seus genes, como escola, mídia, cursos de formação docente, livros didáticos, etc. Destacado papel pedagógico, nessa direção, tem sido exercido pelas as revistas de Divulgação Científica, enquanto veículos que apresentam “notícias” científicas em uma linguagem acessível. Nesta tese de doutorado, busquei analisar como enunciados vinculados ao determinismo genético posicionam o ser humano na revista Ciência Hoje, no período entre 1990 e 2010. A pesquisa, fundamenta-se na análise de enunciados, na conexão com os estudos de Michel Foucault, usando como ferramentas analíticas os conceitos de enunciado, enunciação e governamentalidade, para pensar a mídia, neste caso a Ciência Hoje, como uma pedagogia que participa da constituição de sujeitos e do governo dos corpos e da população. Na análise das revistas destaquei quatro enunciados: Prole saudável e seleção sexual: expressão de nosso genoma; Anômalos e defeituosos: os corpos que não se quer, os corpos que se intervêm; Aconselhamento Genético: minimizando riscos e possibilitando nascimentos saudáveis?; Desenvolvendo produtos comercializáveis para produzir sujeitos saudáveis. A partir destes enunciados, discuto as relações entre os saberes produzidos pelo campo da biologia, nas páginas da revista e questões políticas, sociais, econômicas e culturais, procurando mostrar como se articulam e constituem as verdades que nos tomam como produto delimitado e definido pelos nossos genes.
46

Narrativas autobiográficas e formação de educadores sexuais

Pena, Andreia Lelis 02 July 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências, 2015. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2015-11-06T20:46:29Z No. of bitstreams: 1 2015_AndreiaLelisPena.pdf: 1613328 bytes, checksum: 1e445dfe5c871b4e488a8d98a9e9305b (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2015-11-11T14:01:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_AndreiaLelisPena.pdf: 1613328 bytes, checksum: 1e445dfe5c871b4e488a8d98a9e9305b (MD5) / Made available in DSpace on 2015-11-11T14:01:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_AndreiaLelisPena.pdf: 1613328 bytes, checksum: 1e445dfe5c871b4e488a8d98a9e9305b (MD5) / Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada com professores de Ciências e Biologia do Distrito Federal. Utilizei as narrativas autobiográficas como metodologia de investigação-formação (JOSSO, 2010). A sexualidade humana foi abordada em sua perspectiva multidimensional como parte constituinte e indissociável da identidade do sujeito. Figueiró (2001, 2006, 2007, 2009), Furlani (2009, 2011), Nunes (1987, 1996, 2006), dentre outros autores ofereceram alguns pressupostos teóricos sobre a sexualidade e a ES. Foi discutida a importância da escola em assumir seu papel como instituição adequada ao desenvolvimento de propostas em ES emancipatória. Para tanto é necessária a formação do professor. Apoiei-me em Figueiró (2001, 2006, 2007, 2009), Furlani (2009, 2011) e Nunes (1987, 1996, 2006) para discutir a carência formativa do professor e os princípios que deveriam nortear uma proposta que comtemple a ES na escola. As contribuições das narrativas autobiográficas ao processo formativo, foram apresentadas tendo como referência os escritos de Josso (2008, 2010). Busquei destacar a importância do narrar, do escutar e do recontar momentos vividos acompanhados de reflexões como instâncias do formar-se. O principal objetivo que balizou essa pesquisa foi analisar como uma proposta de formação continuada, apoiada em uma prática reflexiva e tendo como aporte teórico-metodológico as narrativas autobiográficas, poderia contribuir com o processo de formação de professores de Ciências Naturais e Biologia em Educação Sexual. Para atender a esse objetivo elaborei como curso de formação continuada e proposição didática “Sexualidade Humana e Educação” (Apêndice A). Os resultados das análises mostram que o vivido pelos professores, enquanto estudantes da educação básica e do ensino superior interferem em sua prática pedagógica. A carência formativa do professor em Sexualidade foi utilizada como justificativa para as dificuldades em trabalhar com o tema. As concepções dos professores sobre a Sexualidade sugeriram associação dela com ideias de pecado e proibido. As principais dificuldades apontadas pelos professores fazem referência a reação dos pais, aos múltiplos entendimentos que discussões sobre o tema pode suscitar, o relacionamento do professor com a turma, o possível conflito entre os valores de professores e alunos, a escolha da linguagem a ser utilizada, a interpretação das perguntas e as questões de gênero. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This is a qualitative research, carried out with science teachers and Biology of the Distrito Federal. I used the autobiographical narratives as research-training methodology (JOSSO, 2010). Human sexuality was approach in a multidimensional perspective as a constituent and inseparable part of the identity of the subject. Figueiró (2001, 2006, 2007, 2009), Furlani (2009, 2011), Nunes (1987, 1996, 2006), among others have offered some theoretical assumptions about sexuality and the sexuality education. This was discuss the importance of school to take on his role as appropriate institution to develop proposals emancipatory sexuality education. For this teacher training is required. I leaned in Figueiró (2001, 2006, 2007, 2009), Furlani (2009, 2011) and Nunes (1987, 1996, 2006) to discuss the lack of teacher training and the principles that should guide a proposal contemplate the sexuality education in school. The contributions of autobiographical narratives to the training process were present with reference to the writings of Josso (2008, 2010). Sought to highlight the importance of narrating, of listening and retelling lived moments accompanied by reflections as instances to form. The main goal sustained this research was to analyze a proposal for continuing education, based on reflective practice and having as theoretical and methodological support autobiographical narratives, could contribute to the process of formation of the Natural Sciences and Biology teachers in sexuality education. To meet this goal elaborated as continuing education course and didactic proposition "Human Sexuality and Education" (Appendix A). The test results show that experienced by teachers, while students of basic education and higher education interfere in their practice. The training of the teacher shortage in Sexuality was use to justify the difficulties in working with this topic. The views of teachers on Sexuality suggested her association with sin ideas and prohibited. The main difficulties pointed out by the teachers refer the reaction of parents, multiple understandings that discussions on the subject may raise the teacher's relationship with the group, the possible conflict between teachers and students values, the choice of language to be used, the interpretation of the questions and gender issues.
47

Dispositivo pedagógico e regulação cultural no discurso antiproibicionista da maconha : análise no jornal Folha de S. Paulo entre 2009 e 2013

Souza, Guilherme Maltez January 2017 (has links)
Este trabalho entende a cultura como elemento central nas investigações e análises sociais contemporâneas. Além de fazer circular sentidos e significados socialmente compartilhados, a cultura, conforme importante teórico dos Estudos Culturais, Stuart Hall, constitui uma forma de governar a população. De acordo com esta abordagem, a educação não é um fenômeno que ocorre exclusivamente nas instituições escolares. O trabalho considera a mídia como importante operador de um dispositivo pedagógico, que contribui na educação dos indivíduos, agindo nos modos como conduzem suas condutas. A partir de acontecimentos como as recentes experiências de legalização da maconha no Uruguai e em alguns estados dos Estados Unidos, o trabalho investiga o que chama de discurso antiproibicionista da maconha no jornal Folha de S. Paulo e como o tema das drogas e da maconha é transformado em pauta do jornal e em crítica à racionalidade estatal de governo. Os textos editoriais da Folha constituem a principal fonte através da qual é possível analisar discurso antiproibicionista da maconha. Sendo as drogas uma questão da cultura, o que se diz sobre elas induz as opiniões e as formas como os sujeitos se relacionam com elas. Para Michel Foucault, a racionalidade liberal, que emerge no século XIX e aprofunda-se no século XX, é um desdobramento da governamentalidade consolidada na razão de Estado que, entre os séculos XVI e XVIII, aprofundou a arte de governar com a noção de que se deve estender o governo a todas as esferas da vida e de que nunca se governa o suficiente. O estudo procurou expor a mudança de uma racionalidade de tipo estatal, que busca garantir segurança e bem-estar (manifestada, dentre outras formas, através das políticas de controle e repressão das drogas) para uma outra racionalidade, que procura atribuir um novo significado à maconha, a partir de pressupostos que questionam o dispêndio do Estado na forma de governar em relação às drogas. / This work presents culture as a central element in contemporary social research and analysis. In addition to bringing about socially shared meanings, culture, as the renowed Cultural Studies theorist, Stuart Hall says, “is a way of governing the population”. According to this approach, education is not a phenomenon that occurs exclusively through school as an institution. The media is here perceived as an important operator of a pedagogical device, contributing to the education of individuals and in the ways they carry out their conducts. Analyzing events such as recent marijuana legalization experiments in Uruguay and in some states of the United States, this work investigates the anti-prohibitionist discourse of marijuana in Folha de S. Paulo and how it presents the theme of drugs and marijuana as news and critics of the state's rationality of government. Folha's editorial texts are the main source through which it is possible to analyze anti-prohibitionist discourse on marijuana. Since drugs are a cultural matter, the way they are presented forms the opinions and the ways in which subjects relate to them. According to Michel Foucault, liberal rationality, which emerged in the nineteenth century and deepened in the twentieth century, is a development of governmentality consolidated through the reason of state which, between the sixteenth and eighteenth centuries, deepened the art of governing from the notion that government should be extended to all aspects of life and that its presence is never enough. The study sought to expose the change of a state-type rationality, which seeks to guarantee security and well-being (manifested, among other ways, through policies of drug control and repression) to another rationality, which seeks to give a new meaning to the marijuana, from assumptions that question the expenditure of the state in the government policies on drugs.
48

Genomas, sexualidade, seleção de parceiros, anomalias, defeitos, aborto, seleção de embriões : educando e governando vidas e sujeitos pelo determinismo biológico enunciado genes na revista ciência hoje

Arnt, Ana de Medeiros January 2013 (has links)
Discursos do campo das Ciências Biológicas têm centrado suas explicações acerca do ser humano e demais seres vivos como meros produtos dos genes. Na delimitação molecular dos fenômenos, formas e comportamentos dos seres vivos encontra-se as explicações para suas existências. Diversas instâncias integram a constituição do pensamento de que a verdade dos seres encontra-se nos seus genes, como escola, mídia, cursos de formação docente, livros didáticos, etc. Destacado papel pedagógico, nessa direção, tem sido exercido pelas as revistas de Divulgação Científica, enquanto veículos que apresentam “notícias” científicas em uma linguagem acessível. Nesta tese de doutorado, busquei analisar como enunciados vinculados ao determinismo genético posicionam o ser humano na revista Ciência Hoje, no período entre 1990 e 2010. A pesquisa, fundamenta-se na análise de enunciados, na conexão com os estudos de Michel Foucault, usando como ferramentas analíticas os conceitos de enunciado, enunciação e governamentalidade, para pensar a mídia, neste caso a Ciência Hoje, como uma pedagogia que participa da constituição de sujeitos e do governo dos corpos e da população. Na análise das revistas destaquei quatro enunciados: Prole saudável e seleção sexual: expressão de nosso genoma; Anômalos e defeituosos: os corpos que não se quer, os corpos que se intervêm; Aconselhamento Genético: minimizando riscos e possibilitando nascimentos saudáveis?; Desenvolvendo produtos comercializáveis para produzir sujeitos saudáveis. A partir destes enunciados, discuto as relações entre os saberes produzidos pelo campo da biologia, nas páginas da revista e questões políticas, sociais, econômicas e culturais, procurando mostrar como se articulam e constituem as verdades que nos tomam como produto delimitado e definido pelos nossos genes.
49

Teologia inclusiva, fé e militância : a Igreja da Comunidade Metropolitana e algumas controvérsias na Sociologia da religião

Souza, Raquel Moreira de 21 August 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, 2015. / Submitted by Camila Duarte (camiladias@bce.unb.br) on 2016-08-26T14:14:34Z No. of bitstreams: 1 2016_RaquelMoreiradeSouza.pdf: 2475733 bytes, checksum: b969c38cb4b441c19d860e4715c606f5 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-11-04T12:16:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_RaquelMoreiradeSouza.pdf: 2475733 bytes, checksum: b969c38cb4b441c19d860e4715c606f5 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-04T12:16:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_RaquelMoreiradeSouza.pdf: 2475733 bytes, checksum: b969c38cb4b441c19d860e4715c606f5 (MD5) / Oobjetivo deste trabalho é descrever algumas das vivências, experiências e perspectivas das Igrejas da Comunidade Metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro, sobretudo aquelas relacionadas à importância da vida em comunidade e sua relação com a teologia proposta. Por conseguinte, o intuito principal é refletir sobre como essa nova proposta teológica problematiza os estudos hegemônicos da sociologia da religião, especialmente as proposições sobre “mercado religioso” nas obras de Pierucci (2005; 2006; 2008) e Prandi (1991; 1996). Em outras palavras, apontar algumas das problemáticas suscitadas quando há uma tentativa de entender o cenário religioso da ICM. Afinal, controvérsias e limites podem ser levantadas ao estudar a denominação utilizando apenas essas produções sociológicas. No trabalho, será apresentada a história de seu fundador Troy Perry que, por muitos anos, foi o grande porta-voz da denominação, contribuindo para a constituição de novas células, para a luta nos movimentos sociais e nos espaços religiosos, entre outras ações; bem como será apresentado o cenário político dos EUA, especialmente do estado da Califórnia, e os embates que marcaram a emergência do dito movimento gay. Ademais, serão apresentadas as histórias e as vivências das Igrejas da Comunidade Metropolitana de São Paulo e Betel do Rio de Janeiro. O intuito será descrever as atividades religiosas, o ritos, os espaços e o convívio da igreja, portanto, a vida em comunidade. É fato que essas denominações possuem muitas características similares, afinal são afiliadas à mesma congregação. No entanto, considerando-as um grupo, ou seja, um processo constituído por laços incertos, frágeis, controvertidos e mutáveis (Latour, 2012) que precisam ser constantemente refeitos e que envolvem diversas agências, cada ministério apresenta um entrelaçar de singulares associações. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The objective of this dissertation is to describe some of the experiences and perspectives of the Metropolitan Community Churches (ICM) of São Paulo and Rio de Janeiro, especially those related to the importance of the "life in community " and its relationship with they theological guidelines. Therefore, the aim is to reflect on how this new proposal questions the hegemonic theological studies the sociology of religion, especially the propositions on "religious market". The work also seeks to point out some of the sociologicail controversies and limits that can be raisedraised when attempting to understand the religious landscape of ICM.
50

O notável envelhecimento : imagens e narrativas midiáticas do envelhecer contemporâneo

Reis, Rodolfo Moraes 24 September 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2012. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2013-02-05T15:25:03Z No. of bitstreams: 1 2012_RodolfoMoraesReis.pdf: 889181 bytes, checksum: b291f988cece47c7fb361e2bc202a3b6 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-02-06T10:29:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_RodolfoMoraesReis.pdf: 889181 bytes, checksum: b291f988cece47c7fb361e2bc202a3b6 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-02-06T10:29:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_RodolfoMoraesReis.pdf: 889181 bytes, checksum: b291f988cece47c7fb361e2bc202a3b6 (MD5) / Esta dissertação se propõe realizar um mapeamento das tipificações e enquadramentos que dão sentido ao envelhecimento, a partir da análise de notícias publicadas na mídia escrita, impressa e digital, a respeito desta temática. Analiso as narrativas e imagens que, evidenciadas neste material textual, dão sentido à multiplicidade de experiências do envelhecer, examinando os principais elementos acionados para caracterizar esse processo, tanto em termos gerais, quanto por um viés de gênero, em que os casos femininos e masculinos ganham contornos distintos de acordo com suas especificidades. Mostro como é consolidada e apresentada uma multiplicidade de projetos de longevidade que, em um diálogo constante com os estereótipos negativos da velhice, operam a sua deslegitimação a partir da defesa da superação das fronteiras etárias e das marcas do envelhecimento. Além disso, procuro verificar também os dissensos e tensões encontradas neste campo de produção textual, revelados principalmente nos discursos a respeito da sexualidade. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This work aims at mapping the typifications and frameworks that give meaning to aging, from the analysis of news published by the written media, printed and digital, regarding that theme. I analyze the narratives and images that, evidenced in this text, give sense to the multiplicity of aging experiences which are presented in those narratives, examining the main elements triggered to characterize such process not only in general terms, but also through a gender perspective in which the feminine and masculine cases are shaped differently according to their specificities. I demonstrate the process of consolidation and presentation of a variety of longevity projects which, in a constant dialog with the negative stereotypes of the old age, carry out its delegitimation from the defense of the overcoming of age barriers and aging marks. Besides, I also go over dissentions and tensions found in this text production field, specially revealed in discourses concerning sexuality.

Page generated in 0.0595 seconds