• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 8
  • Tagged with
  • 8
  • 8
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A casa da diferença : feminismo e diferença sexual na filosofia de Luce Irigaray

Gabriel, Alice de Barros January 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Humanidades, Departamento de Filosofia, Programa de Pós-Gradução, 2009. / Submitted by Allan Wanick Motta (allan_wanick@hotmail.com) on 2010-05-27T20:12:59Z No. of bitstreams: 1 a casa da diferenca - Alice de Barros.pdf: 650750 bytes, checksum: b898b2dbaa74010414b27613043e96e9 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-05-27T20:39:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 a casa da diferenca - Alice de Barros.pdf: 650750 bytes, checksum: b898b2dbaa74010414b27613043e96e9 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-05-27T20:39:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 a casa da diferenca - Alice de Barros.pdf: 650750 bytes, checksum: b898b2dbaa74010414b27613043e96e9 (MD5) Previous issue date: 2009 / No presente ensaio pretendo colocar em questão a noção de Luce Irigaray da diferença sexual. Procuro investigar a genealogia do pensamento da autora, pensando suas conexões com a filosofia da diferença e com a psicanálise. É um exercício de malabarismo entre a filosofia da diferença sexual e as críticas partidas de lugares de fala não hetero. São várias perguntas que orientam essa reflexão, uma delas é se a diferença sexual está a serviço de uma heteronorma, outra (ligada a essa) é se é possível falarmos/pensarmos/agirmos politicamente a partir de uma comunidade de mulheres, outra ainda é se o essencialismo representa um risco para o feminismo. Todas essas perguntas servem para entendermos melhor o que é a diferença sexual para Irigaray. Penso que a idéia de diferença sexual pode ser interessante para o momento atual do feminismo no qual muitas alianças estão quebradas, porque a diferença sexual é sobre fazer comunidade na casa da diferença, apela para essa necessidade de reestabelecermos solidariedade feminista entre mulheres. Penso também que é interessante porque abre a categoria mulheres para uma futuridade: o feminino não está dado, tem que ser construído coletivamente, se queremos superar o falogocentrismo. Aposto na radicalidade dessa categoria, porém penso que devemos investigar seus limites.
2

Um olhar sobre a transexualidade a partir da perspectiva da tensionalidade somato-psiquica

Lionço, Tatiana 06 1900 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2006. / Submitted by wesley oliveira leite (leite.wesley@yahoo.com.br) on 2009-11-17T22:03:51Z No. of bitstreams: 1 tatiana_lionco.pdf: 646640 bytes, checksum: 93a3ff567612029db9e97e132abaa1b7 (MD5) / Approved for entry into archive by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com) on 2010-01-18T19:20:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 tatiana_lionco.pdf: 646640 bytes, checksum: 93a3ff567612029db9e97e132abaa1b7 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-18T19:20:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tatiana_lionco.pdf: 646640 bytes, checksum: 93a3ff567612029db9e97e132abaa1b7 (MD5) Previous issue date: 2006-06 / Apresentamos nesta pesquisa a hipótese de que a condição humana, entendida psicanaliticamente como processo de constituição psicossexual, encontraria como dinâmica própria aos processos de subjetivação o que denominamos ‘tensionalidade somato-psíquica’. A transexualidade explicitaria a lógica de disjunção-articulação entre, de um lado, o corpo em sua dimensão somática, e, de outro, as representações psíquicas que forjam uma imagem corporal construída especularmente na relação com o outro humano. A pretensão identitária dos indivíduos transexuais é questionada com base na suposição da bissexualidade como fundamental à organização do psiquismo humano. Conseqüentemente, problematizamos a proposição médica de ‘adequação’ do sexo anatômico à ‘identidade’ do indivíduo transexual como estratégia terapêutica solucionadora. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / On this research we present the hypothesis that the human condition, psychologically understood as the psychosexual construction process, would have as its own subjectivity process dynamic, what we designate as ‘somatic-psychic tensionality’. The transexuality would express the tense logic existing between, in one hand, the body on its somatical dimension, and, in the other hand, the psychic representations that form a corporal mirror image constructed on the relationship with other human being. The transexual identity claim of individuals is questioned based on the bisexuality assumption as fundamental to the human psychism organization. Therefore, we question the medical proposition of the “adequacy” of the anatomical sex to the individual’s transsexual “identity” as a therapeutic strategy solution.
3

As parteiras e os médicos : a inserção do gênero masculino numa realidade feminina (século XIX e início do século XX)

Susan Miranda de Sousa, Priscila January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:34:16Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7014_1.pdf: 1545218 bytes, checksum: 3276cf2ec454c4fe7fa40e382a5f3cae (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O presente trabalho As Parteiras e os Médicos: a inserção do gênero masculino numa realidade feminina (século XIX e início do Século XX) visa analisar as relações entre parteiras e médicos na construção do saber de saúde sobre a mulher no campo do conhecimento formal (técnico-científico), e como os médicos adotaram a mulher como objeto de estudo buscando estabelecer uma mulher civilizada, higienizada e parceira na construção de uma família eugênica. E para formar esta nova mulher teve-se que romper com o saber tradicional das parteiras e forçá-las a integrar a um curso de partos, rompendo este universo feminino. Tentamos também analisar como o surgimento de dois novos campos de saber sobre a mulher (Ginecologia e Obstetrícia) construiu uma imagem da mulher como um ser natural e a tentativa de comprovar que a mulher é o seu corpo
4

Alteridade e diferença sexual: considerações sobre o debate psicanalítico contemporâneo / Alterity and sexual difference: considerations on the debate contemporary psychoanalytic

Marina Sodré Mendes Barros 20 March 2009 (has links)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / A partir da interface entre psicanálise e cultura, este trabalho tem como objetivo analisar o debate contemporâneo acerca das noções psicanalíticas de alteridade e diferença sexual, instaurado pelos deslocamentos ocorridos no campo da sexualidade e pelos desafios que estes impõem à psicanálise. Para isso, propõe-se, em um primeiro momento, examinar a teoria freudiana sobre a diferença sexual, o que é realizado principalmente a partir das formulações acerca da sexualidade feminina. Como a construção do complexo de Édipo apresenta-se como uma tentativa de dar conta da constituição da identidade sexual e da diferença no processo de subjetivação, traça-se o trajeto do autor desde as primeiras menções ao Édipo até o encontro com o impasse do feminino, passando pela teoria das identificações como mecanismo privilegiado de assunção sexual. Em seguida, investiga-se o pensamento de Lacan em relação ao tema da diferença sexual, desde o seu retorno ao complexo de Édipo e a sua estruturação em termos de linguagem até as propostas apresentadas em seu último ensino, em que sublinha o aspecto real da sexuação assim como se valoriza a diferença sexual em termos de gozo. Finalmente, tendo como pano de fundo a nova cartografia das sexualidades, e como fio condutor, o diálogo travado entre Judith Butler e Slavoj iek, considera-se em que medida a psicanálise baseia a constituição da alteridade no modelo binário e hierárquico da divisão sexual, contribuindo para a manutenção normativa do sistema sexo-gênero ou em que medida a teoria psicanalítica proporciona um deslocamento da alteridade do modelo de diferença sexual, contribuindo para a sua compreensão enquanto indeterminação e contingência. / This work aims to analyze the current debate about the psychoanalitics concepts of difference and sexual difference introduced by displacements occurring in the field of sexuality and the challenges they impose on psychoanalysis from the interface between psychoanalysis and culture. In order to achieve that it proposes as a beginning to the task to examine the Freudian theory on sexual difference, which the main approach is from the formulations about of female sexuality. Then, it investigates the thinking of Lacan in relation to the issue of sexual difference, since its return to Oedipus complex until the proposals presented in his last work. Finally, taking as background the new cartography of sexualities, and like a thread, the dialog braked between Judith Butler and Slavoj iek, it considers to which extent the psychoanalysis is the base of constitution of the difference in the binary and hierarchical division sexual model, contributing to the normative maintenance of sex-gender system or in which extent psychoanalytic theory provides a displacement of the otherness of the model of sexual difference, contributing to their understanding as indeterminacy and contingency.
5

Alteridade e diferença sexual: considerações sobre o debate psicanalítico contemporâneo / Alterity and sexual difference: considerations on the debate contemporary psychoanalytic

Marina Sodré Mendes Barros 20 March 2009 (has links)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / A partir da interface entre psicanálise e cultura, este trabalho tem como objetivo analisar o debate contemporâneo acerca das noções psicanalíticas de alteridade e diferença sexual, instaurado pelos deslocamentos ocorridos no campo da sexualidade e pelos desafios que estes impõem à psicanálise. Para isso, propõe-se, em um primeiro momento, examinar a teoria freudiana sobre a diferença sexual, o que é realizado principalmente a partir das formulações acerca da sexualidade feminina. Como a construção do complexo de Édipo apresenta-se como uma tentativa de dar conta da constituição da identidade sexual e da diferença no processo de subjetivação, traça-se o trajeto do autor desde as primeiras menções ao Édipo até o encontro com o impasse do feminino, passando pela teoria das identificações como mecanismo privilegiado de assunção sexual. Em seguida, investiga-se o pensamento de Lacan em relação ao tema da diferença sexual, desde o seu retorno ao complexo de Édipo e a sua estruturação em termos de linguagem até as propostas apresentadas em seu último ensino, em que sublinha o aspecto real da sexuação assim como se valoriza a diferença sexual em termos de gozo. Finalmente, tendo como pano de fundo a nova cartografia das sexualidades, e como fio condutor, o diálogo travado entre Judith Butler e Slavoj iek, considera-se em que medida a psicanálise baseia a constituição da alteridade no modelo binário e hierárquico da divisão sexual, contribuindo para a manutenção normativa do sistema sexo-gênero ou em que medida a teoria psicanalítica proporciona um deslocamento da alteridade do modelo de diferença sexual, contribuindo para a sua compreensão enquanto indeterminação e contingência. / This work aims to analyze the current debate about the psychoanalitics concepts of difference and sexual difference introduced by displacements occurring in the field of sexuality and the challenges they impose on psychoanalysis from the interface between psychoanalysis and culture. In order to achieve that it proposes as a beginning to the task to examine the Freudian theory on sexual difference, which the main approach is from the formulations about of female sexuality. Then, it investigates the thinking of Lacan in relation to the issue of sexual difference, since its return to Oedipus complex until the proposals presented in his last work. Finally, taking as background the new cartography of sexualities, and like a thread, the dialog braked between Judith Butler and Slavoj iek, it considers to which extent the psychoanalysis is the base of constitution of the difference in the binary and hierarchical division sexual model, contributing to the normative maintenance of sex-gender system or in which extent psychoanalytic theory provides a displacement of the otherness of the model of sexual difference, contributing to their understanding as indeterminacy and contingency.
6

Emílias e pinóquios: um olhar pedagógico sobre o entrelaçamento do sexismo, gênero e sexualidade nos modos de aprender a ser mulher e a ser homem

Santos, Anelise Dutra 24 August 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-04T19:59:50Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 24 / Nenhuma / Esta pesquisa teve como um dos objetivos analisar através de depoimentos de mulheres-professoras, configurações sobre sexualidade na escola bem como ampliar o universo para debates/embates buscando e aguçando uma construção/ desconstrução de seres humanos, diferentes da representação social e cultural estabelecida nos discursos sexistas referendados pela lógica do patriarcado. O trabalho teve através do resgate histórico sobre as mulheres e o ensaio metodológico nas narrativas de mulheres, o intuito de problematizar o quanto nossa formação pela tríade: família, escola e igreja influenciam comportamentos, atitudes, enfim, nos modos de ser mulher e ser homem, pois antes de sermos professoras, fomos constituídas meninas, mulheres, filhas, mães e isso, tem um olhar distinto da constituição de ser, menino, homem, filho e pai. Importante, também, salientar que a base da investigação foram as narrativas e que as imagens e as histórias infantis foram apoio para perceber a força simbólica da construção cultural sexist / This reseach had as one of the purpose to analyse through deposition of women-teachers, configurations about sexuality at school as well as enlarge the universe to debates/equality searching and stimulating a construction/disorder of human beings, diferent from the social and cultural representation established in sexist speeches refering through the patriarchal logic. The work had through the hystorical rescue about women and their narrative with the intention of turning our problematic formation through: family, school and church, influencing our behavior, attitudes in our way of being a woman and a man, because before being a teacher we were girls, women, daughters, mothers and without any daughts there is a distinct look over the constitution of being a boy, man, son and father. It´s also important to say that the base of investigation were the narrative and the images of fairy tales were the support to notice the cultural construction of sexist gender. This means, the three movements, the narratives, the
7

Das fórmulas ao nome: bases para uma teoria da sexuação em Lacan / From formulas to naming: conceptual bases for a sexuation theory in Lacan

Pedro Eduardo Silva Ambra 26 October 2017 (has links)
A presente tese tem por objetivo a explicitação de bases conceituais que sustentem uma nova leitura da teoria da sexuação. O texto busca investigar a origem e extrair consequências da máxima o ser sexual só se autoriza de si mesmo e de alguns outros, enunciada por Lacan no seminário Os não-bestas erram, num exercício de redescrição das fórmulas da sexuação a partir de um dizer. Visando sublinhar a dimensão processual da sexuação, elegeu-se o conceito de identificação como método e realizouse um levantamento de suas incidências junto aos registros real, simbólico e imaginário ao longo do ensino de Lacan. No primeiro capítulo, discutiu-se a influência de Marcel Proust na concepção lacaniana que liga a autorização sexuada ao grupo e o paralelo entre a sexuação e a autorização do psicanalista. Buscou-se, junto a modalidades de luta por reconhecimento social e político de gêneros não inteligíveis, um modelo de grupo que Lacan precisa como aquele de um real recentemente emergido. No segundo capítulo, retraçaram-se as origens das noções de significante (na ideia de constelação simbólica), grande Outro (descrito inicialmente como grandes Outros) e lei simbólica (e sua indissociável relação com a norma em Lévi-Strauss), buscando demonstrar de que forma a alteridade simbólica que localiza a posição do sujeito sexuado é plural e baseia-se na variabilidade dos elementos num dado sistema estrutural. O último capítulo buscou apresentar, tanto em Freud como em Lacan, o papel fundamental dos semelhantes no processo de assunção sexual, bem como discutiu a autorização em termos de uma precipitação presente tanto no estádio do espelho quanto no momento de concluir do tempo lógico. Por fim, uma discussão relativa à noção de sinthoma demonstrou a centralidade do ato de nomeação enquanto instância que enoda os três registros da sexuação / This thesis aims to detail the conceptual bases for a new reading of Lacans sexuation theory. We intent to investigate the genesis and consequences of the proposition The sexed being is only authorized by him/herself and by some others, uttered by Lacan on his seminar Les non-dupes errant, as he describes the formulas of sexuation in terms of a saying. In order to underscore the sexuations processual dimension, the concept of identification was turned into a methodological tool as we proceed an analysis of its incidences among the registers of the real, symbolic and imaginary in Lacans teaching. On our first chapter, weve discussed the sexuation and its parallel with the analysts authorization as well as Marcel Prousts influence on the lacaninan relation between sexed authorization and the question of the group. Gender related social and political struggles were taken as a model of the lacanian notion of group as an real recently emerged. On our second chapter, weve explored the origins of the notions of signifier (from the idea of symbolic constellation), big Other (initially described as big Others) and symbolic law (and its inseparable relation with the norm in Lévi-Strauss), to indicate how the symbolic alterity that locates the sexed subjects position is plural and based on the elements variability at one given structural system. The last chapter presents the fundamental role of the neighbors on the sexual assumptions process and discusses the authorization in terms of an anticipation found in both mirror stage and the logical times moment of concluding. Lastly, an analysis of the notion of sinthome has shown the centrality of the act of naming as an instance that knots the three registers of the sexuation
8

Das fórmulas ao nome: bases para uma teoria da sexuação em Lacan / From formulas to naming: conceptual bases for a sexuation theory in Lacan

Ambra, Pedro Eduardo Silva 26 October 2017 (has links)
A presente tese tem por objetivo a explicitação de bases conceituais que sustentem uma nova leitura da teoria da sexuação. O texto busca investigar a origem e extrair consequências da máxima o ser sexual só se autoriza de si mesmo e de alguns outros, enunciada por Lacan no seminário Os não-bestas erram, num exercício de redescrição das fórmulas da sexuação a partir de um dizer. Visando sublinhar a dimensão processual da sexuação, elegeu-se o conceito de identificação como método e realizouse um levantamento de suas incidências junto aos registros real, simbólico e imaginário ao longo do ensino de Lacan. No primeiro capítulo, discutiu-se a influência de Marcel Proust na concepção lacaniana que liga a autorização sexuada ao grupo e o paralelo entre a sexuação e a autorização do psicanalista. Buscou-se, junto a modalidades de luta por reconhecimento social e político de gêneros não inteligíveis, um modelo de grupo que Lacan precisa como aquele de um real recentemente emergido. No segundo capítulo, retraçaram-se as origens das noções de significante (na ideia de constelação simbólica), grande Outro (descrito inicialmente como grandes Outros) e lei simbólica (e sua indissociável relação com a norma em Lévi-Strauss), buscando demonstrar de que forma a alteridade simbólica que localiza a posição do sujeito sexuado é plural e baseia-se na variabilidade dos elementos num dado sistema estrutural. O último capítulo buscou apresentar, tanto em Freud como em Lacan, o papel fundamental dos semelhantes no processo de assunção sexual, bem como discutiu a autorização em termos de uma precipitação presente tanto no estádio do espelho quanto no momento de concluir do tempo lógico. Por fim, uma discussão relativa à noção de sinthoma demonstrou a centralidade do ato de nomeação enquanto instância que enoda os três registros da sexuação / This thesis aims to detail the conceptual bases for a new reading of Lacans sexuation theory. We intent to investigate the genesis and consequences of the proposition The sexed being is only authorized by him/herself and by some others, uttered by Lacan on his seminar Les non-dupes errant, as he describes the formulas of sexuation in terms of a saying. In order to underscore the sexuations processual dimension, the concept of identification was turned into a methodological tool as we proceed an analysis of its incidences among the registers of the real, symbolic and imaginary in Lacans teaching. On our first chapter, weve discussed the sexuation and its parallel with the analysts authorization as well as Marcel Prousts influence on the lacaninan relation between sexed authorization and the question of the group. Gender related social and political struggles were taken as a model of the lacanian notion of group as an real recently emerged. On our second chapter, weve explored the origins of the notions of signifier (from the idea of symbolic constellation), big Other (initially described as big Others) and symbolic law (and its inseparable relation with the norm in Lévi-Strauss), to indicate how the symbolic alterity that locates the sexed subjects position is plural and based on the elements variability at one given structural system. The last chapter presents the fundamental role of the neighbors on the sexual assumptions process and discusses the authorization in terms of an anticipation found in both mirror stage and the logical times moment of concluding. Lastly, an analysis of the notion of sinthome has shown the centrality of the act of naming as an instance that knots the three registers of the sexuation

Page generated in 0.0381 seconds