• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 51
  • 1
  • Tagged with
  • 52
  • 32
  • 22
  • 16
  • 15
  • 14
  • 12
  • 11
  • 11
  • 10
  • 10
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Condutas terapêuticas à pessoa com ostomia intestinal de um núcleo de assistência aos ostomizados (N A O) /

Pavan, Érika Cibele Pereira. January 2008 (has links)
Orientador: Magda Cristina Queiroz Dell'Acqua / Banca: Heloisa Wey Berti / Banca: Leticia Faria Serpa / Resumo: O Núcleo de Assistência ao Ostomizado (NAO) é um serviço ambulatorial especializado que atende desde 1994. Com a intenção de reavaliar esse serviço e as condutas terapêuticas à pessoa ostomizada foi proposto o estudo. A cirurgia que conduz a confecção de um estoma produz mudanças na imagem corporal da pessoa que poderá comprometer várias dimensões de sua vida. Assim, o paciente ostomizado ao se deparar com o estoma no pós-operatório passa a conviver com essa nova realidade, apresentando demandas peculiares. Com isso, o objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil social, avaliar o perfil clínico dos usuários do NAO, indicar a conduta de acordo com sua condição para a reconstrução do trânsito intestinal; a auto-irrigação pela colostomia e/ou por consulta de enfermagem no ambulatório. Para isto foi proposto um instrumento sistemático de acompanhamento em pós-operatório que possibilitasse o seguimento dos casos novos e/ou pessoa ostomizada já cadastrada neste serviço. Tratou-se de um estudo clínico-epidemiológico, descritivo, transversal, que foi realizado junto ao Ambulatório de Coloproctologia do Departamento de Gastroenterologia Cirúrgica do HC - FMB - UNESP. Os dados, após aprovação do Comitê de Ética, foram coletados, por meio de formulário. De acordo com os resultados, observou-se o perfil dos usuários com ostomia intestinal, sendo 51,3% são do sexo masculino; 83,4% brancos; 59,0% casados e 80,8% com escolaridade em ensino fundamental ou médio. A idade média foi de 61,30 anos com desvio padrão de 16,76. Cerca de 25% dos pacientes com ostomia intestinal realizaram cirurgia em até 1 ano, Resumo 50% dos pacientes realizaram em até 3 anos e 25% são ostomizados há mais de 10 anos. Após a avaliação final constatou-se que 28,2% das pessoas com ostomia intestinal têm indicação para a cirurgia de reconstrução... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The ostomy treatment team (NAO) is a specialized outpatient service which has been in operation since 1994. The aim of this study was to evaluate treatment methods for ostomy patients. Surgery which leads to fitting of a stoma produces changes in a person's appearance which can impact different areas of their life. Also, new ostomy patients have specific needs to help them get used to living with this new stoma after surgery. The objective of this study was to characterize social profile, evaluate clinical profile of NAO users, and suggest treatment according to their condition: intestinal transit reconstruction; self irrigation by colostomy; and/or nursing consultation at the outpatient clinic. A systematic post-surgery instrument was proposed to follow new or ostomized patients already enrolled in our clinic. This was a descriptive transversal clinical epidemiological study performed in conjunction with the Coloproctological Outpatients Clinic of the Surgical Gastroenterology Department, University Hospital, FMB - UNESP. After Ethics Committee approval, data were collected using the form. According to the results, intestinal ostomy patient profile was: 51.3% were male; 83.4% white; 59.0% married, and 80.8% without higher education. Mean age was 61.30±16.76 years. Around 25% of intestinal ostomy patients had undergone surgery in the last year, 50% in the last 3 years, and 25% had been ostomized for more than 10 years. Final evaluation showed 28.2% indicated for intestinal transit reconstruction; of these 52.2% where already available to begin pre-operative treatment, 33.3% were indicated for self irrigation, with 61.5% of these who Abstract met the required criteria wanted to start it according to an already determined plan and 38.5% would continue outpatient follow-up with nursing consultations. The systematic instrument was an adequate method of evaluating treatment method. / Mestre
2

Complicações em estomas intestinais e urinários revisão integrativa /

Lima, Stella Godoy Silva e January 2017 (has links)
Orientador: Magda Cristina Queiroz Dell’Acqua / Resumo: Introdução: Estoma é qualquer abertura cirúrgica de uma víscera oca para o meio externo e as derivações delimitadas para o estudo serão as de drenagem intestinal e urinária. Pela localização destes estomas eles podem ser ileostomia, colostomia e urostomia. A confecção de um estoma pode gerar muitas dificuldades na vida da pessoa, e as complicações precoces, tardias ou cutâneas comprometerão a qualidade de vida. De 21% a 70% dos pacientes estomizados desenvolvem algum tipo de complicação, embora do total exista um percentual significativo que poderia conviver com o estoma sem as complicações, caso algumas condutas após avaliação pudessem ser implementadas. Objetivo Geral: Sintetizar o conhecimento produzido e publicado na literatura nacional e internacional sobre as complicações em estomas intestinais e urinários. Método: Estudo metodológico, por meio de revisão integrativa de literatura, baseada nas seis etapas de Ganong: seleção da hipótese ou questão para a revisão; estabelecimento dos critérios para amostragem; categorização dos estudos; análise dos estudos; interpretação dos resultados e apresentação da revisão. Para a seleção da hipótese ou questão para a revisão, utilizou-se a estratégia PICOT (Paciente, Intervenção, Controle, Outcomes/Resultados e Tempo), para os critérios de amostragem. Os critérios de inclusão foram artigos científicos, teses, dissertações e livros; publicações entre 2006 e 2015 acerca das complicações em estomas e publicações nos i... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Mestre
3

Complicações de estomias em crianças : frequência e fatores associados / Ostomy complications in children : frequency and associated factors

Faria, Talita Faraj 16 December 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2016. / Submitted by Camila Duarte (camiladias@bce.unb.br) on 2017-01-23T12:48:00Z No. of bitstreams: 1 2016_TalitaFarajFaria.pdf: 3739237 bytes, checksum: c61f85762e1ebf17566e1eb0ca02ebab (MD5) / Approved for entry into archive by Ruthléa Nascimento(ruthleanascimento@bce.unb.br) on 2017-02-24T18:38:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_TalitaFarajFaria.pdf: 3739237 bytes, checksum: c61f85762e1ebf17566e1eb0ca02ebab (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-24T18:38:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_TalitaFarajFaria.pdf: 3739237 bytes, checksum: c61f85762e1ebf17566e1eb0ca02ebab (MD5) / O processo de confecção da estomia na criança gera impacto em seu cotidiano e no de seus familiares, pois afeta sua integridade corporal, assim como seu convívio social e sua qualidade de vida. Apesar de a confecção do estoma ser considerada um procedimento cirúrgico simples, geralmente surgem complicações que na maioria das vezes podem ser evitadas. Objetivo: Estudar a ocorrência de complicações de estomias em crianças, caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico das crianças atendidas no ambulatório, verificar a incidência destas complicações, assim como o tipo de complicações existentes no estoma e pele periestoma das crianças, além do tratamento empregado para resolução do problema. Método: Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, de caráter prospectivo, realizado com 37 crianças no período de fevereiro a agosto de 2016 no ambulatório de um hospital público de Brasília. Para a análise estatística foi utilizado o programa Statistical Package for the Social Sciences® (SPSS), versão 23.0, onde as variáveis categóricas foram descritas por meio de frequência absoluta e relativa e as variáveis quantitativas por meio da média e desvio padrão. O teste exato de Fisher e o teste qui-quadrado foram utilizados para comparar associações entre variáveis qualitativas. Resultados: Das crianças estudadas, 56,7% apresentaram complicações relacionadas às estomias, totalizando 25 complicações observadas durante a coleta de dados, sendo que algumas das crianças apresentaram mais de um tipo de complicação. A complicação mais frequente foi a dermatite de contato (76% dos casos). Conclusão: Espera-se que os dados obtidos a partir desta pesquisa possam ser utilizados para melhorar o atendimento das crianças estomizadas, subsidiando o planejamento das ações dos profissionais de saúde, a fim de evitar e/ou diminuir a ocorrência das complicações. / The process involved on ostomy surgery in children generates an impact on their daily lives and their families, it affects their physical integrity as well as their social life and their quality of life. Despite the ostomy production being considered a simple surgical procedure, complications can arise which, in most cases, can be avoided. Objective: Study the incidence of ostomy complications in children, characterize the sociodemographic and clinical profiles in children seen by the clinic, check the incidence of such implications as well as the type of existing complications in the ostomy and peristomal skin of these children in addition to the treatment employed to solve the problem. Method: This is a quantitative, descriptive, prospective character study performed with 37 children between the periods of February to August 2016 at a clinic of a public hospital in Brasília. For the statistical analysis, the program Statistical Package for the Social Sciences® (SPSS) version 23.0 was used to determine where the categorical variables were described by absolute and relative frequencies and the quantitative variables were described by means of average and standard deviation. The exact Fisher test and the chi-square test were used to compare associations between qualitative variables. Results: From the studied children, 56,7% had ostomy complications, totaling 25 complications during the data collection, and some of the children presented more than one type of complication. The most frequent complication was contact dermatitis (76%). Conclusion: It is expected that the data obtained from this research can be used to improve the care of ostomized children, subsidizing action planning on behalf of health professionals to avoid and/or reduce the complications incidence. / El proceso de confección de la ostomía en el niño genera impacto en su cotidiano y en el cotidiano de sus familiares, ya que afecta su integridad corporal, así como su convivio social y su calidad de vida. Aunque se considere la confección del ostoma como un procedimiento quirúrgico simple, generalmente surgen complicaciones que en la mayoría de las veces se pueden evitar. Objetivo: Estudiar la ocurrencia de las complicaciones de ostomías en niños, caracterizar el perfil sociodemográfico y clínico de los niños atendidos en el ambulatorio, verificar la incidencia de estas complicaciones, así como el tipo de complicaciones que existen en el estoma y piel periestoma de los niños, además del tratamiento que se emplea para la resolución del problema. Método: Se trata de un estudio cuantitativo, descriptivo, de carácter prospectivo, realizado entre 37 niños en el periodo de febrero a agosto de 2016 en un ambulatorio de un hospital de la red pública de Brasilia. Para el análisis estadístico se utilizó el programa Statistical Package for the Social Sciences® (SPSS), versión 23.0, donde se describieron las variables categóricas por medio de frecuencia absoluta y relativa y las variables cuantitativas por medio del promedio y desvío estándar. Se utilizaron el test exacto de Fisher y el test chi cuadrado para comparar asociaciones entre variables cuantitativas. Resultados: De los niños estudiados, el 56,7% presentaron complicaciones relacionadas a las ostomías, totalizando 25 complicaciones observadas durante la colecta de datos, siendo que algunos de los niños presentaron más de un tipo de complicación. La complicación más frecuente fue dermatitis de contacto (76%). Conclusión: Se espera que se puedan utilizar los datos obtenidos a partir de esta pesquisa para mejorar el atendimiento a los niños ostomizados, subsidiando la planificación de las acciones de los profesionales de salud, a fin de evitar y/o disminuir la ocurrencia de las complicaciones.
4

Percepção da imagem corporal pela pessoa estomizada : estudo fenomenológico

Marques, Antonio Dean Barbosa 27 November 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:06:28Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-11-27 / The ostomy patient can develop your body alienation behaviors by feel different after surgery. This procedure affects the perception of one's body, which directly implies changes in body image, which in turn is directly related to physiological, psycho-affective, cognitive and relational. The objective of this study to understand the perception of body image for ostomy patients in the phenomenological approach of Merleau-Ponty. It is a qualitative study, from the perspective of phenomenology of Merleau-Ponty perception, held during the month of September and October 2015 with 10 ostomy, against the backdrop of the Association of the State of Ceará Ostomy (AOECE). The research was approved by the Research Ethics Committee of the University of Fortaleza (UNIFOR). The analysis of the reports was due seeks to understand in light of the standard, following the steps of description, reduction and phenomenological understanding. In this quest for perception, it was built four units of meaning: me and my corporeality; my body like movement; my body as expression and my body as a work of art. The be-a colostomy in the world, is marked by constant reminder of a healthy body, active, family support provider and freedom as regards the past, including in this new opportunity and search for today's sense of its existence. / A pessoa estomizada pode desenvolver comportamentos de alienação do seu corpo por se sentir diferente após a cirurgia. Esse tipo de procedimento afeta a percepção do próprio corpo, o que implica diretamente em mudanças na imagem corporal, que, por sua, vez está diretamente relacionada a aspectos fisiológicos, psico-afetivos, cognitivos e relacionais. Objetivou-se com esse estudo compreender a percepção da imagem corporal para o estomizado sob a abordagem fenomenológica de Merleau-Ponty. Trata-se de um estudo qualitativo, na perspectiva da fenomenologia da Percepção de Merleau-Ponty, realizado durante o mês de setembro e outubro de 2015 com 10 estomizados, tendo como cenário a Associação dos Ostomizados do Estado do Ceará (AOECE). O estudo obteve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade de Fortaleza (UNIFOR). A análise dos depoimentos se deu pela busca a compreensão à luz do referencial, seguindo os passos da descrição, redução e compreensão fenomenológica. Nessa busca pela percepção, foram construídas as quatro unidades de significado: eu e minha corporeidade; meu corpo como movimento; meu corpo como expressão e meu corpo como obra de arte. O ser-estomizado-no-mundo é marcado pela constante lembrança de um corpo saudável, ativo, provedor do sustento familiar e pela liberdade no que concerne ao passado, compreendendo no presente uma nova oportunidade e busca de hodierno sentido de sua existência.
5

A convivência conjugal com a pessoa estomizada e suas implicações sociais, psíquicas e sexuais

Silva, Ana Lúcia da 07 March 2014 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2014-10-17T13:43:29Z No. of bitstreams: 1 2014_AnaLuciadaSilva.pdf: 1011339 bytes, checksum: 379eddf0079dfd7d3dbd947bc2b74348 (MD5) / Approved for entry into archive by Tania Milca Carvalho Malheiros(tania@bce.unb.br) on 2014-10-17T14:00:27Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_AnaLuciadaSilva.pdf: 1011339 bytes, checksum: 379eddf0079dfd7d3dbd947bc2b74348 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-17T14:00:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_AnaLuciadaSilva.pdf: 1011339 bytes, checksum: 379eddf0079dfd7d3dbd947bc2b74348 (MD5) / INTRODUÇÃO: A avaliação da problemática da estomia intestinal e a sua influência na convivência diária entre os parceiros é o ponto de partida deste estudo. A condição da pessoa com estomia intestinal permanente pode influenciar nas atividades laborais, sociais, sexuais e na convivência diária com seus parceiros. A convivência marital com o estomizado exige do parceiro a adoção de inúmeras medidas de adaptação e reajustamento às atividades diárias. OBJETIVO: Comparar a percepção sobre aspectos sociais, psíquicos e sexuais da convivência diária entre parceiros de pessoas estomizadas e de não estomizadas. MÉTODOS: Estudo comparativo do tipo caso controle, de natureza quantitativa, realizado com parceiros de estomizados, pareado a parceiros de pessoas não estomizadas de ambos os sexos, maiores de 18 anos. Os grupos caso e controle foram emparelhados de acordo com as variáveis que poderiam influenciar na convivência diária dos parceiros. RESULTADOS: Foram aplicados 108 questionários sendo 36 parceiros de estomizados denominados Grupo Caso e 72 parceiros de não estomizados, intitulado Grupo Controle. Quanto aos aspectos sociais, 30,6% do Grupo Caso e 43% do Grupo Controle, frequentemente vão ao restaurante em companhia do cônjuge; com relação a participação em eventos coletivos em companhia do cônjuge, 25% do Grupo Caso e 37,5% do Grupo Controle, comparecem frequentemente; das atividades de lazer/recreação, 27,8% do Grupo Caso e 41,7% do Grupo Controle participam frequentemente. Quanto aos aspectos sexuais: desempenho sexual dos participantes deste estudo, 27,8% do Grupo Caso e 38,9% do Grupo Controle houve redução do desempenho; quanto a frequência da atividade sexual, 72,3% do Grupo Caso e 68,1% do Grupo Controle houve redução; na visão do parceiro, 47,3% do Grupo Caso e 75% do Grupo Controle o desempenho sexual do companheiro foi satisfatório. Observou-se que 50% do Grupo Caso e 43,4% do Grupo Controle, perderam completamente o interesse sexual e 30,6% do Grupo Caso e 8,3% do Grupo Controle não tem relações sexuais com seu cônjuge. Dos 36 parceiros de estomizados, 80,6% dormem na mesma cama com seu cônjuge, 63,9% conhecem os materiais específicos para estomia do seu cônjuge, e 77,8% consideram que é difícil ser estomizado. CONCLUSÃO: A estomia interfere na vida social e sexual do casal. Ficou evidente que o parceiro enfrenta com resignação e cumplicidade as mudanças decorrentes da estomia intestinal do cônjuge. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT / Title: The marital intimacy with an ostomized individual and its social, psychic and sexual implications. [thesis] School of Medical Sciences, Universidade de Brasília;2014. Introduction: The problematic evaluation of the intestinal ostomy and its influence on the daily living between partners it’s the basis of this study. The status of the individual with permanent intestinal ostomy can influence labor, social, sexual activities and daily living with their partners. The marital intimacy with the ostomized requires from their partner the use of numerous adaptive and readjustment measures to the daily activities. Objective: Compare the perception about social, psychic and sexual aspects of the daily living between partners of ostomized and non-ostomized individuals. Methods: Comparative study using case-control, with a quantitative nature, accomplished with partners of ostomized individuals pared with partners of non-ostomized individuals from both sexes and over 18 years old. The case and control groups were paired according to variables that could influence the daily living of the partners. Findings: A hundred and eight questionnaires were answered, with 36 partners of ostomized individuals – denominated Case Group – and 72 partners of non-ostomized individuals – titled Control Group. As for the social aspects, 30,6% of the Case Group and 43% of the Control Group, often go to the restaurant in company of their spouse; regarding the attendance on collective events in company of their spouse, 25% from Case Group and 37,5% from Control Group pften attend; activities of leisure/recreation, 27,8% from Case Group and 41,7% from Control Group often participate. As for the sexual aspects: the sexual performance of the study participants, 27,8% from Case Group and 38,9% from Control Group showed signs of a reduced performance; as for the frequency in sexual activity, 72,3% from Case Group and 68,1% from Control Group showed reduced frequency; from the partner’s point of view, 47,3%from Case Group and 75% from Control Group the sexual performance was satisfactory. It was observed that 50% of Case Group and 43,4% of Control Group, completely lost their sexual interest, 30,6% of Case Group and 8,3 of Control Group say they don’t have any sexual intercourse with their spouses, 63,9% know the specific materials for their spouse’s ostomy, and 77,8% say that it’s hard to be ostomized. Conclusion:Ostomy interferes with the social and sexual aspects of a couples’ lives. It was clear that the partner faces the changes from the intestinal ostomy of their spouses with resignation and abetment. Healthcare professionals should pay more attention to creating partner ostomy coping strategies and support.
6

Vivência e experiência no cuidado da criança com estomia na perspectiva dos familiares e dos professores

Melo, Manuela Costa 12 April 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-06-12T18:37:41Z No. of bitstreams: 1 2017_ManuelaCostaMelo.pdf: 1101063 bytes, checksum: 2f0bf42350cb5d134a5d858261f8a029 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-06-13T17:28:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_ManuelaCostaMelo.pdf: 1101063 bytes, checksum: 2f0bf42350cb5d134a5d858261f8a029 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-13T17:28:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_ManuelaCostaMelo.pdf: 1101063 bytes, checksum: 2f0bf42350cb5d134a5d858261f8a029 (MD5) Previous issue date: 2017-06-13 / A estomia tem impacto relevante na vida da pessoa e da sua família. Quando se trata de crianças, a situação não é diferente. A família e a criança com estomia precisam adquirir competências que não faziam parte do seu cotidiano, o que requer acompanhamento multiprofissional. OBJETIVO: Este estudo procurou compreender o processo do cuidar de familiares e professores da criança com estomia. MÉTODO: A investigação qualitativa constituiu o alicerce metodológico deste estudo. Para o processo de coleta de dados foi utilizada a narração de episódios significativos em roda de conversa com 13 familiares e entrevista em profundidade com cinco professores, as coletas foram audiogravadas, completadas pelo diário de campo. As narrativas foram transcritas e então submetidas a análise temática, fundamentada em Bardin, tendo como apoio o uso do software de tratamento de dados qualitativos NVivo® 10. A coleta de dados ocorreu entre os meses de setembro de 2015 a fevereiro de 2016. RESULTADO: Nas narrativas dos familiares, prevalecem o desconhecimento e o despreparo para lidar com a criança com estomia. Os familiares foram unânimes em narrar que, apesar das dificuldades, conseguem apoio dos profissionais de saúde, em especial a equipe de enfermagem do hospital que atende o grupo de estomizados. Entre os professores, verificamos que, em primeiro lugar, prevaleceram os pressupostos da integração muito mais do que os da inclusão da criança com estomia; em segundo lugar, os professores foram unânimes em narrar que a inserção da criança com estomia ocorria com a modificação da formação da própria prática pedagógica para atender, com qualidade, a diversidade; e os professores informaram a necessidade da presença do profissional enfermeiro nas escolas. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Evidenciou-se, a necessidade do planejamento individualizado e sistematizado, facilitando o processo do cuidar dos envolvidos. Dada a relevância e atualidade da temática, a compreensão desses aspectos pode auxiliar os profissionais da saúde e da educação que atuam com as famílias e as crianças com estomia. / The stoma has relevant impact on a person's life and their family. When it comes to children, the situation is not different. The family and the child with a stoma has to learn competencies that were not part of their routine before, and needs a multiprofessional follow-up care for that. OBJECTIVE: this study aimed to understand the process of caring for families and teachers of children with stoma. METHOD: qualitative research constituted the methodological of this study. For the data collection process was used in the narration of significant episodes in group talks with 13 relatives and profound interviews with five teachers, the collections were audio-recorded, in addition to the field diary. The narratives were transcribed and then subject to thematic analysis, based in Bardin. and with support from NVivo 10 software. Data collection occurred between the months of september 2015 the february of 2016. RESULT: Family members’ narratives revealed their lack of knowledge and unreadiness to care for the child with a stoma. All family members told that, despite difficulties, they do receive support from health professionals, specially the nurses from the hospital that serves the group of patients with a stoma. The teachers’ narratives revealed the prevalence of integration rather than inclusion of the student with a stoma. Also, the teachers told that dealing with the child with a stoma required changes in their pedagogical practices to welcome diversity. Finally, they affirmed that a nurse was necessary at school. CONCLUSION: showed that caring for a child with a stoma requires individualized and systematized planning. Given the importance of this theme, understanding these aspects may help health and education professionals that deal with children with a stoma and their families. / La ostomia tiene un impacto importante en las personas y en su vida familiar. Cuando se trata del niño, la situación no es diferente. La familia y el niño con ostomía necesitan adquirir habilidades que no formaban parte de su vida cotidiana, y requieren una abordage multiprofesional. OBJETIVO: Este estudio trata de comprender el proceso de cuidar de los miembros de la familia y maestros a el niño con ostomía. MÉTODOS: La investigación cualitativa fue la base metodológica de este estudio. Para el proceso de recolección de datos se utilizó la narración de episodios significativos en rueda de conversación con 13 miembros de la familia y fueron realizadas entrevistas en profundidad con cinco maestros, las informaciones colectadas fueron audio grabado y complementadas por el diario de campo. Los relatos fueron transcritos y luego sometidos a análisis temático, basado en Bardin, que tubo como apoyo el software de procesamiento de datos cualitativos NVivo 10. La recolección de datos se realizó entre los meses de septiembre de 2015 y febrero de 2016. RESULTADOS: En narrativas de la familia prevalecen la ignorancia y la falta de preparación para cuidar a un niño con ostomía. Los miembros de la familia fueron unánimes al relatar que, a pesar de las dificultades, se pueden apoyar en los profesionales de la salud, en especial el personal de enfermería del hospital que acompaña al grupo de ostomizados. Entre los profesores fue verificado que en primer lugar, prevaleció los supuestos de integración mucho más que la inclusión de los niños con ostomía; En segundo lugar, los profesores fueron unananimes en decir que la inclusión de los niños con ostomía tubo relación con la modificación de la formación de su propia práctica docente para atender con calidad, la diversidad; y los profesores informaron que hay necesidad de la presencia del profesional de enfermería en las escuelas. CONCLUSIÓN: Fue evidente la necesidad de una planificación individualizada y sistemática, lo que facilita el proceso de cuidar de los niños com ostomia. Dada la importancia y relevancia del tema, la comprensión de estos aspectos pueden ayudar a los profesionales de la salud y de la educación que trabajan con las familias y los niños con ostomía.
7

O estoma : investigação psicanalítica-existencial do sofrimento psíquico e sua modalização

Antonio, Priscila da Silva 15 August 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2016-09-06T14:06:00Z No. of bitstreams: 1 2016_PrisciladaSilvaAntonio.pdf: 3507834 bytes, checksum: 3c0741704d1f282dfe77f869715c4de2 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2016-11-15T00:47:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_PrisciladaSilvaAntonio.pdf: 3507834 bytes, checksum: 3c0741704d1f282dfe77f869715c4de2 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-15T00:47:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_PrisciladaSilvaAntonio.pdf: 3507834 bytes, checksum: 3c0741704d1f282dfe77f869715c4de2 (MD5) / Esta investigação aborda o sofrimento humano frente à limitação física, mais especificamente em estomizados que sofrem não apenas pela limitação do corpo frente à doença, mas também pela mutilação e pela imagem deste corpo, muitas vezes não mais reconhecido como eles mesmos. O objetivo deste estudo é dar sentido à fala de pacientes estomizados através da análise do emprego dos verbos páthicos (querer, poder e dever), facilitando assim, a compreensão do processo mental e da existência humana. O estudo se desenvolveu no Serviço Ambulatorial de Enfermagem em Estomaterapia do Hospital Universitário de Brasília (HUB) entre agosto de 2013 e junho de 2014. Trata-se de um estudo de casos clínicos. Apresento um caso modelo no qual proponho uma escuta direcionada às categorias páthicas, apresentadas inicialmente por Weizsäker, representadas pelos verbos páthicos: querer, poder e dever relacionando à teoria de Szondi (1975) e Schotte (1985) do circuito pulsional do Eu em processo. Posteriormente, apresento outros seis casos, cuja análise privilegiou os verbos em questão. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade de Brasília (UnB) sob ofício nº 33/12. Para a coleta de dados, os atendimentos foram gravados e transcritos na íntegra. No caso modelo, dois grandes movimentos foram observados: 1)Experiência no corpo efetivo material: viver o estoma; 2) O movimento de automanutenção: viver apesar do estoma. Em todos os casos apresentados, os verbos páthicos se fizeram presentes e marcaram o movimento vivido pelos pacientes. O verbo ‘poder como capacidade’ se encontra diminuído em um enquadramento óbvio do corpo limitado pela deficiência física. O ‘querer’ é um verbo do consciente humano que traz consigo a força impulsora da ação, desta forma é o verbo responsável pela mudança do destino; o ‘dever’ demonstra permissão e marca o Supereu crítico; o ‘dever como necessidade’, representa a importância dos cuidados ao corpo efetivo material dos quais nossos pacientes não podem viver sem; o ‘poder como ousadia’, é representado pelo empoderamento do Eu em recriar a própria vida, graças ao estoma. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This investigation addresses human suffering against the physical limitations, but specifically in those who are ostomized and suffer, not only because of body limitation due to the disease, but also because of the mutilation and the image of this body, often not recognized as themselves anymore. The aim of this study is to give meaning to the words of ostomy patients through employment of analysis of the pathetic verbs (want, can and should), thus facilitating the understanding of the mental process and of human existence. The study was developed in the Serviço Ambulatorial de Enfermagem em Estomaterapia of the Hospital Universitário de Brasília (HUB) between August 2013 and June 2014. It is a study of clinical cases. I present a model case in which I propose a listening directed towards the pathic categories, initially presented by Weizsäker, represented by pathic verbs: want, can and should, relating to Szondi 's (1975) and Schotte´s (1985 ) theory of the drive circuit of the Self in process. Later, I present six other cases, the analysis of which favored the verbs that we speak of. This study was approved by the Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade de Brasília (UnB) in official letter no. 33/12. In order to collect data, the appointments were recorded and transcribed in full. In the model case, two great movements were observed: 1) Experience in the actual material body: to live out the stoma; 2) The movement of self-maintenance: to live despite the stoma. In all cases presented, the pathic verbs were present and marked the movement lived out by the patients. The verb 'can with ability' is reduced in an obvious framework of the body limited by physical disability. The 'want' is a verb of human consciousness which brings with it the impulsing force of the action, so in this way it is the verb responsible for change of destination; the 'should' shows permission and marks the critical Superego; the 'should with necessity' represents the importance of care for the actual material body without which our patients cannot live; the 'power with daring' is represented by the empowerment of the Self to recreate their own lives, thanks to the stoma.
8

O estigma da marca corporal invisível : estudo sobre o mundo do trabalho das pessoas com estomia intestinal definitiva

Oliveira, Danielle de January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2007. / Submitted by Luanna Maia (luanna@bce.unb.br) on 2009-03-04T12:05:32Z No. of bitstreams: 1 Dissert_Danielli de Oliveira.pdf: 1787978 bytes, checksum: 17b546c06be5a848b63910c5a3bcbaac (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-03-04T13:56:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissert_Danielli de Oliveira.pdf: 1787978 bytes, checksum: 17b546c06be5a848b63910c5a3bcbaac (MD5) / Made available in DSpace on 2009-03-04T13:56:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissert_Danielli de Oliveira.pdf: 1787978 bytes, checksum: 17b546c06be5a848b63910c5a3bcbaac (MD5) / Esta dissertação analisa o mundo do trabalho das mulheres e dos homens com estomia intestinal definitiva, que residem no Distrito Federal (DF), sob o enfoque da deficiência, tendo em vista o reconhecimento da estomia, devido à perda do controle esfincteriano, como uma deficiência física por meio do Decreto n. 5.296, de 02 de dezembro de 2004. Vivendo em uma sociedade que oprime e segrega as pessoas com algum tipo de deficiência, as mulheres e os homens que utilizam a bolsa coletora, para as eliminações fecais, são discriminados e acabam vivenciando as incapacidades impostas socialmente ao serem afastados dos atributos de independência, de eficiência e de produtividade, em uma sociedade capitalista produtora de mercadorias. Buscou-se analisar o motivo do não retorno ao mundo do trabalho de mulheres e de homens com estomia intestinal definitiva, determinando se existe um comportamento diferenciado por gênero. Esta pesquisa apóia-se na utilização do método qualitativo na qual foram utilizadas as técnicas de aplicação de questionário fechado, para estabelecer o perfil das pessoas com estomia intestinal definitiva e de entrevista em profundidade, visando explorar o mundo do trabalho do grupo considerado. Para a entrevista em profundidade, foi definida uma amostra acidental em que foram escolhidos mulheres e homens que possuem estomia intestinal ou estomia intestinal e urinária definitivas há um ou mais anos; que não estivessem aposentados na ocasião de realização da estomia e que estivessem em idade ativa para o trabalho, respeitando as legislações que regulamentam o trabalho no Brasil. Para as análises foi adotada a técnica de análise de conteúdo. Estudar o universo populacional das pessoas com estomia intestinal definitiva significa conhecer e reconhecer as situações de desigualdades sociais e econômicas influenciadas pelo processo de estigmatização; no que se referem à renda, à escolaridade e ao mundo do trabalho. Verificou-se nesta pesquisa que as pessoas com estomia intestinal definitiva não retornam ao mundo do trabalho formal e que há uma valorização positiva diferente do trabalho no espaço doméstico, a partir da realização da estomia. ___________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation analyses the world of work for men and women residing in Distrito Federal (DF) with permanent ostomy, with a main focus on disability, given that ostomy has been recognized as a physical disability, due to the bowel incontinence, by the Decree 5.296, of 2 December, 2004. Living in a society that subjugates and segregates disabled people, users of ostomy pouches to feces elimination are discriminated and eventually face socially imposed disabilities when dissociated from the attributes of a productive, capitalist society; such as independence, efficiency, and productivity. This study aimed to analyze the reasons why men and women with permanent ostomy do not return to the world of work and to determine if the observed behavior is gender specific. This qualitative based research made use of close-ended questionnaires to establish the profile of people with permanent ostomy in addition to the use of in-depth interviews that aimed to explore their world of work. For the in-depth interview, an accidental sample was defined by choosing men and women with permanent ostomy or ostomy and urostomy for one year or more, excluding the ones retired in the occasion of the ostomy and according to the legal working age in Brazil. The gathered data has been examined by using content analysis techniques. Studying the universe of people with permanent ostomy means becoming familiar and recognizing situations of social and economical inequalities that are influenced by the stigmatization process related to income, educational level as well as to world of work. A positive appreciation of the individuals in their domestic environment has been observed after the permanent ostomy was performed. It was also observed that the ostomized people did not return to the formal world of work.
9

Assistência de enfermagem à criança com estomia no trato digestório / Nursing assistance to the child with stoma in the digestive system / Asistencia de enfermería al niño con estomia en el aparato digestivo

Silva, Daniela Monici da 30 September 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2013. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2013-12-09T22:48:05Z No. of bitstreams: 1 2013_DanielaMoniciDaSilva.pdf: 806308 bytes, checksum: 3c0bfe94bf1e72870e993e4e6f323d0e (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2013-12-10T10:38:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_DanielaMoniciDaSilva.pdf: 806308 bytes, checksum: 3c0bfe94bf1e72870e993e4e6f323d0e (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-10T10:38:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_DanielaMoniciDaSilva.pdf: 806308 bytes, checksum: 3c0bfe94bf1e72870e993e4e6f323d0e (MD5) / Todas as crianças são esperadas pela família com muita ansiedade e é do desejo de todos que seja uma criança perfeita. Quando a família se depara com uma criança que apresenta malformação congênita, fica claro o estresse e o medo dos pais. A criança com malformação no trato gastrintestinal, na maioria das vezes, necessita de cirurgia imediata para a confecção de um estoma, aumentando ainda mais o estresse da família. Faz-se necessário, neste momento, uma equipe capacitada para lidar com esta situação, e, principalmente um enfermeiro capacitado para acolher, orientar e educar em saúde esta família. O principal objetivo do estudo foi caracterizar a assistência de enfermagem à criança com estomia no trato digestório. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e exploratório de abordagem qualitativa. A pesquisa foi realizada em dois hospitais da Secretaria do Estado de Saúde do Distrito Federal, onde há a especialidade de cirurgia pediátrica, responsável por operar as crianças de 0 a 12 anos para a confecção de um estoma no trato digestório nos anos de 2011 e 2012. A coleta de dados foi realizada em prontuário e também por meio de entrevista semiestruturada realizada com pais e/ou responsáveis e enfermeiros, após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Secretaria do Estado de Saúde do Distrito Federal - FEPECS. A análise dos dados foi realizada utilizando a análise de conteúdo na modalidade temática de Bardin. Foram entrevistados 20 pais e/ou responsáveis e 10 enfermeiros. Após a análise dos dados coletados com os pais surgiram três categorias: conhecimento acerca de um estoma, cuidados com o estoma em casa e acompanhamento ambulatorial. Por meio dos dados coletados com os enfermeiros surgiram duas categorias: cuidados com a criança estomizada e Sistematização da Assistência de Enfermagem. Verificou-se, com esse estudo, que a maioria das crianças estomizadas no trato gastrintestinal no Distrito Federal é gastrostomizada principalmente por distúrbio de deglutição por neuropatia. A criança estomizada necessita de uma atenção diferenciada dos profissionais de saúde, principalmente do enfermeiro, que tem por papel a educação em saúde e a orientação para os cuidados a serem realizados em casa após a alta hospitalar. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT / All children are expected by the family with great anxiety and everyone desires it to be a perfect child. When the family faces a child presenting a congenital malformation, stress and fear of the parents are clear. The child with malformation in the gastrointestinal system, most of the times, needs an immediate surgery in order to confect a stoma, raising even more the stress of the family. At this time, it is necessary to have an able team to handle with such situation, and mainly, a trained nurse to welcome, guide and educate this family about health. The main objective of the study was to characterize the nursing assistance to the child with stoma in the digestive system. It is regarding a transversal study, descriptive and exploratory of qualitative approach. The research was performed in two hospital of the Federal District Health State Secretary, where there is the pediatric surgery specialty, accountable for operating 0 to 12 years old children to the confection of a stoma in the digestive system during the years of 2011 and 2012. The data collection was performed in handbooks and through semi-structured interview conducted with parents and/or responsible and nurses, after the approval of the Federal District Health State Secretary Ethics Committee – FEPECS. The data analysis was performed through content analysis on the Bardin thematic modality. 20 parents and/or responsible and 10 nurses were interviewed. After the collected data analysis with the parents, three categories arose: knowledge regarding a stoma, care with stoma at home and ambulatory follow-up; and, through the collected data with the nurses two categories arose: care with the child with a stoma and Systematization of the Assistance of Nursing. It has been verified with this study that most of the children with stoma in the gastrointestinal system in the Federal District is gastrotomized, mainly for swallowing disturbance for neuropathy. The child with a stoma needs a distinguished attention from health professionals, mainly from the nurse, whose role is the health education and guidance towards the care to be performed at home after being discharged. _____________________________________________________________________________ RESUMEN / Todos los niños son esperados por la familia con mucha ansiedad y el deseo de todos es que sea un niño perfecto. Cuando la familia se depara con un niño que presenta malformación congénita, el estrés y el miedo de los padres se quedan claro. El niño con malformación en el aparato gastrointestinal, en la mayoría de las veces, necesita de cirugía inmediata para la confección de un estoma, aumentando aún más el estrés de la familia. Es necesario en ese momento un equipo entrenado para encargarse de la situación, y, principalmente un enfermero entrenado para acoger, orientar y educar en salud esa familia. El principal objetivo del estudio fue caracterizar la asistencia de enfermería al niño con estoma en el aparato digestivo. Es un estudio transversal, descriptivo y exploratorio de abordaje cualitativo. La investigación fue realizada en dos hospitales de la Secretaria del Estado de Salud del Districto Federal, donde hay la especialidad de cirugía pediátrica, responsable por operar los niños desde 0 hasta 12 años para la confección de un estoma en el aparato digestivo en los años de 2011 y 2012. La colecta de datos fue realizada en prontuario y también a través de entrevista semi-estructurada realizada con padres y/o responsables y enfermeros, después de la aprobación del Comité de Ética de la Secretaria del Estado de Salud del Districto Federal – FEPECS. La análisis de los datos fue realizada a través del contenido en la modalidad temática de Bardin. Fueron entrevistados 20 padres y/o responsables y 10 enfermeros. Después de la análisis de los datos colectados con los padres sugieran tres categorías: conocimiento acerca de un estoma, cuidados con el estoma en casa y acompañamiento ambulatorial; y; a través de los datos colectados con los enfermeros surgieron dos categorías: cuidados con el niño con estoma y Sistematización de la Asistencia de Enfermería. Se comprobó con ese estudio que la mayoría de los niños con estoma en el aparato gastrointestinal en el Districto Federal es gastrotomizada, principalmente por disturbio de deglución por neuropatía. El niño con estoma necesita de una atención diferenciada de los profesionales de la salud, principalmente del enfermero, que tiene por papel la educación en salud y la orientación para los cuidados que se realizarán en casa después del alta hospitalaria.
10

Qualidade de vida : percepção de crianças e adolescentes estomizados e seus pais e/ou responsáveis / Quality of Life : perceptions of ostomy children and adolescents and their parents and/or guardians / Calidad de vida : percepciones de los niños , niñas y adolescentes y sus padres y/o tutores de ostomía

Monteiro, Sandra de Nazaré Costa January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, Programa de pós-graduação em Enfermagem, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-03-19T15:00:19Z No. of bitstreams: 1 2013_SandradeNazareCostaMonteiro.pdf: 8631205 bytes, checksum: 8d6baeef7c4531e10cbafca07c769af9 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-03-19T16:09:34Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_SandradeNazareCostaMonteiro.pdf: 8631205 bytes, checksum: 8d6baeef7c4531e10cbafca07c769af9 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-03-19T16:09:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_SandradeNazareCostaMonteiro.pdf: 8631205 bytes, checksum: 8d6baeef7c4531e10cbafca07c769af9 (MD5) / Introdução: A estomia é uma situação que atinge pessoas de todas as idades. Crianças e adolescentes podem adquirir estomas urinários ou gastrointestinais por diversas causas. Entre as mais frequentes estão as anomalias congênitas e traumas ocorridos durante o desenvolvimento. A Qualidade de Vida (QV) é um conceito complexo, de caráter subjetivo e multidimensional que engloba vários aspectos da vida, e que vem ganhando o interesse dos estudiosos. De forma geral, a QV de crianças e adolescentes tem sido avaliadas a partir dos relatos de adultos, existindo uma escassez de instrumentos destinados a essa mensuração, dificultando a avaliação pela própria criança e adolescente. Na área da saúde existe um debate acerca de qual seria o respondente adequado para se avaliar a QV da criança e adolescente, considerando importante analisar a correlação entre as respostas da criança, do adolescente e de seus respectivos pais e/ou responsáveis. Objetivo: Conhecer a qualidade de vida de crianças e adolescentes estomizados e seus respectivos pais e/ou responsáveis, a partir de suas próprias percepções. Método: Para tanto, foi realizada uma pesquisa com abordagem quantitativa, transversal exploratória, descritiva com a aplicação de um instrumento de QV compreendido por três grandes domínios, mental, social e físico. Os dados foram obtidos por meio de prontuários e entrevista (autorrelato), e posteriormente transformados em análises com o software SPSS 20.0. Foram estudadas 20 crianças e adolescentes estomizados entre 8 a 18 anos, e 20 pais e/ou responsáveis respectivamente. Para a coleta de dados utilizou-se um questionário sociodemográfico e para a avaliação da QV a versão brasileira denominada “Módulo Genérico DISABKIDS® para crianças e adolescentes brasileiros com condições crônicas (MGDC-37)”. Resultados: Mostram boa consistência nas respostas dos grupos. Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas em todas as dimensões e domínios. Os estomizados perceberam-se independentes, emocionalmente afetados pela condição de saúde, excluídos do convívio social e com difícil aceitação do tratamento pelo uso do equipamento coletor. Já seus pais e/ou responsáveis visualizam a dependência dos filhos e não perceberam a exclusão social que promoveram a partir da superproteção. Na análise de correlação entre grupos, ocorreu correlação importante na dimensão Exclusão Social, pois os estomizados percebem-se extremamente excluído dos espaços de convívio social. Conclusão: O DISABKIDS®MGDC-37 mostra boa sensibilidade para avaliar a QV de crianças e adolescentes a partir de suas próprias percepções, além de demonstrar que esses indivíduos são capazes de fornecer informações sobre si e, consequentemente, de sua vida. Esses dados são importantes para subsidiar a prática clínica profissional e contribuir com a elaboração de planos assistenciais e protocolos de atendimento específicos para essa população. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Introduction: The ostomy is a situation that affects people of all ages. Children and adolescents can acquire urinary or gastrointestinal several causes stomata. Among the most common are congenital anomalies, trauma occurring during development. The Quality of Life (QOL) is a complex concept, subjective and multidimensional nature encompassing many aspects of life, and that has been gaining the interest of scholars. Overall QOL of children and adolescents has been evaluated from the accounts of adults, there is a paucity of instruments designed to measure this, complicating the assessment by children and adolescents own . In health there is a debate about what would be the proper respondent to assess the QoL of children and adolescents, considering important to analyze the correlation between the responses of children, adolescents and their parents and / or guardians. Objective: To assess quality of life of children and adolescents ostomy and their parents and / or guardians from their own perceptions. Method: For this purpose, a study with a quantitative approach , exploratory, descriptive cross with the application of a QOL instrument comprised of three main areas, mental, social and physical was performed. Data were obtained from medical records and interviews (self-report) , and subsequently transformed into analyzes with SPSS 20.0 software. 20 children and adolescents ostomy between 8 and 18 years , and 20 parents and/or guardians, respectively, were studied. For data collection used a sociodemographic questionnaire and the assessment of QoL Brazilian version called " Generic DISABKIDS ® Module for Brazilian children and adolescents with chronic conditions (MGDC-37)". Results: They show good consistency in the responses of groups. Statistically significant differences in all dimensions and domains were found. The ostomy perceived themselves independent, emotionally affected by the health condition excluded from social life and difficult acceptance of the treatment by the use of the collector equipment. Have your parents and / or guardians of the children visualize the dependency and social exclusion did not realize that promoted from overprotection. In the correlation analysis between groups, a significant correlation in the Social Exclusion dimension because the ostomy perceive themselves extremely excluded spaces for social interaction. Conclusion: The DISABKIDS ® MGDC-37 shows good sensitivity to assess the QoL of children and adolescents from their own perceptions, and show that these individuals are able to provide information about yourself and therefore your life. These data are important for supporting the professional clinical practice and contribute to the development of care plans and care protocols specific to this population. ______________________________________________________________________________________ RESUMEN / Introducción: La ostomía es una situación que afecta a personas de todas las edades. Los niños y adolescentes pueden adquirir urinario o gastrointestinal varias causas estomas. Entre las más comunes son las anomalías congénitas, traumatismos que se producen durante el desarrollo. La calidad de vida (QOL) es un concepto complejo, la naturaleza subjetiva y multidimensional que abarca muchos aspectos de la vida, y que ha ido ganando el interés de los estudiosos. QOL general de los niños y adolescentes se ha evaluado a partir de los relatos de los adultos, hay una escasez de instrumentos diseñados para medir esto, lo que complica la evaluación de los niños y adolescentes propios . En salud hay un debate acerca de lo que sería el verdadero demandado para evaluar la calidad de vida de niños y adolescentes, considerando importante analizar la correlación entre las respuestas de los niños, los adolescentes y sus padres y/o tutores. Objetivo: Evaluar la calidad de vida de niños y adolescentes de ostomía y sus padres y/o tutores de sus propias percepciones. Método: Para ello, un estudio con un enfoque cuantitativo, exploratorio, transversal, descriptivo, con la aplicación de un instrumento de calidad de vida que consta de tres áreas principales, mentales, sociales y se realizó física. Los datos se obtuvieron de los registros médicos y entrevistas (autoinforme), y posteriormente se transforman en los análisis con el programa SPSS 20.0. 20 niños y adolescentes de ostomía entre 8 y 18 años , y 20 padres y / o tutores , respectivamente , fueron estudiados. Para la recolección de datos utilizado un cuestionario sociodemográfico y la evaluación de la versión brasileña calidad de vida llamado "Generic DISABKIDS ® Módulo para los niños y adolescentes brasileños con enfermedades crónicas (MGDC–37) ". Resultados: muestran buena consistencia en las respuestas de los grupos. No se encontraron diferencias estadísticamente significativas en todas las dimensiones y dominios. La ostomía se perciben independiente , afectados emocionalmente por el estado de salud excluidos de la vida social y difícil la aceptación del tratamiento por el uso del equipo colector . Haga que sus padres y/o tutores de los niños visualizar la dependencia y la exclusión social no se dio cuenta de que promovieron desde la sobreprotección. En el análisis de correlación entre los grupos , una correlación significativa en la dimensión de la exclusión social a causa de la ostomía perciben a sí mismos espacios extremadamente excluidos para la interacción social. Conclusión: El DISABKIDS ® MGDC - 37 muestra una buena sensibilidad para evaluar la calidad de vida de los niños y adolescentes a partir de sus propias percepciones, y muestran que estos individuos son capaces de proporcionar información sobre sí mismo y por lo tanto su vida. Estos datos son importantes para el apoyo a la práctica clínica profesional y contribuyen al desarrollo de los planes de atención y protocolos de atención específicos para esta población.

Page generated in 0.0571 seconds