• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 34
  • 1
  • Tagged with
  • 36
  • 21
  • 7
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O que pode um corpo? Movimentos desejantes na educação infantil: experiências de afetos no encontro da dança com crianças e funcionários de um CMEI

SILVA, G. B. 23 September 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:11:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6909_Dissertacao_Giovana_Barbosa_ da_Silva_8_Jan_2014.pdf: 6619839 bytes, checksum: 324da4e431e178c426e5dadcf5182df4 (MD5) Previous issue date: 2013-09-23 / Esta pesquisa foi realizada em um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) de Vitória ES. Teve como foco cartografar/acompanhar os movimentos do desejo, nas narrativas de um pensar-currículo, atravessados nos agenciamentos dos corpos com a dança e que mobilizam os processos de constituição da Educação Infantil em um CMEI. Esses movimentos nos permitiram problematizar o que podem as relações de afecto ao corpo (coletivo) nesse ambiente educacional, percorrendo as trilhas de territorialização/desterritorialização da dança. A pesquisa compõe-se pelas narrativas das crianças e profissionais em meio aos movimentos de dança que emergem no cotidiano do CMEI e pelo movimento de experienciar uma montagem de teatro-musical com os funcionários como fruto de nosso encontro. Dessa forma, foi-nos possibilitado perseguir os modos pelos quais esses sujeitos mobilizam o currículo pela expressão do desejo, e questionar como se apropriam da experiência com a dança para pensar o currículo. Priorizamos, assim, investigar o movimento de contágio dos corpos por meio da dança, para percebermos as traduções e atualizações do currículo que são produzidas pelos alunos e funcionários do CMEI. A pesquisa em cena, junto com as crianças-alunos e funcionários no cotidiano do CMEI, revelou a variedade dos passos que coreografam o bailado dos saberes e as práticas que compõem o currículo dessa educação, impondo-nos, assim, a necessidade de colocar em evidência as alianças e invenções que surgem das formas de ser e estar na escola, pelo encontro do corpo com a dança, permitindo-nos perceber, nas miudezas do bailado cotidiano, modos de afirmação da vida, de um currículo que escapa ao controle do instituído e que se faz potencialmente inventivo, artístico, dançante, movimentando o desejo, o pensar.
2

Tavares, Abel de Castro. Conversão, judaísmo e alteridade : narrativas de pertencimento e instâncias de reconhecimento

Tavares, Abel de Castro 31 January 2014 (has links)
Submitted by Paula Quirino (paula.quirino@ufpe.br) on 2015-03-11T18:42:14Z No. of bitstreams: 1 TESE Abel de Castro Tavares.pdf: 2628678 bytes, checksum: 5c65123a8a7e799f2deb07ada2559c25 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-11T18:42:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TESE Abel de Castro Tavares.pdf: 2628678 bytes, checksum: 5c65123a8a7e799f2deb07ada2559c25 (MD5) Previous issue date: 2014 / Este trabalho tem por tema a conversão ao Judaísmo a que se submetem indivíduos de outras profissões religiosas – ou nenhuma, nas cidades de Fortaleza, Brasília, Recife e Montreal. Para ser considerado um judeu, as interpretações rabínicas apontam a descendência matrilinear como o caminho natural para a transmissão identitária. Na contemporaneidade, uma maior autonomia do sujeito - fornecida pelos fluxos de informações transmitidas pelas novas tecnologias, pelas ofertas religiosas e pela globalização – possibilita-lhe cambiar sua religião, sua história e seu destino. Entretanto, mesmo com autonomia para alterar sua vida e sua tradição, é imperativo que a instituição religiosa pretendida o aceite e o reconheça como um deles. É uma relação de reciprocidade, onde a conversão aparece como um percurso que só é possível compreender na sua profundidade, por meio da análise das narrativas dos candidatos que se submeteram a esse processo e do papel da instituição judaica na formação da nova identidade. Nesta tese, a opção teórico-metodológica pautada pelas modernas discussões sobre voluntarismo e agenciamento foi fundamental para a compreensão dos processos de identificação em que esses indivíduos se inscrevem, levando-os a empreender uma caminhada rumo ao Judaísmo. A busca por pertencimento e reconhecimento são os determinantes para os que se aventuram nessa caminhada, que, no caso da escolha ao Judaísmo, carrega em si um paradoxo: a possibilidade extremamente moderna de escolher uma nova identidade – voluntarismo - e a escolha e a busca – agenciamento - em direção a uma religião normativa. As considerações feitas neste trabalho sobre o fenômeno da conversão convidam o Judaísmo a um contato com a alteridade e evidenciam a necessidade de um remanejamento nas interpretações de seu próprio conceito e, principalmente, na identificação do judeu contemporâneo.
3

"INFÃNCIA, CONSTRUÃÃES DE SI E AGENCIAMENTOS DE SEM TERRINHAS MEDIADOS PELA RELAÃÃO COM OS DESENHOS ANIMADOS". / CHILDHOOD, CONSTRUCTIONS OF ITSELF AND AGENCIES OF LANDLESS CHILDREN MEDIATED WITH CARTOONS

Thiago Menezes de Oliveira 27 May 2013 (has links)
FundaÃÃo Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Cientifico e TecnolÃgico / O conceito de infÃncia à construÃdo socialmente e envolve diversos sujeitos sociais e polÃticos, entre eles a academia e, obviamente, as crianÃas. Diversos pesquisadores apontam que houve (e/ou hÃ) modificaÃÃes sobre o conceito de infÃncia depois do acesso e/ou da presenÃa/participaÃÃo das crianÃas nas esferas pÃblicas midiÃticas. Nosso problema surge de uma âinvisibilidadeâ dos saberes das crianÃas, atà mesmo sobre o que significa ser crianÃa. Isso porque muitas vezes os agenciamentos sÃo compreendidos como elementos adultizados, mera expressÃo do âdesaparecimento ou apagamento da infÃnciaâ, jà que âcoloca uma vozâ na crianÃa, em vez de dialogar com ela. Esta dissertaÃÃo caminha em outro sentido, o de valorizar as suas vozes. Desse modo, definimos a pergunta central desta pesquisa: quais os sentidos que um grupo de crianÃas do campo produz sobre o conceito de infÃncia e, desse modo, sobre si mesmas e sobre seus agenciamentos, numa relaÃÃo mediada pelo desenho animado? Para respondÃ-la optamos pela realizaÃÃo de uma pesquisa de natureza qualitativa, pautada na metodologia da pesquisa-intervenÃÃo. ConstruÃmos os dados especialmente por meio de seis oficinas, duas das quais com a assistÃncia aos desenhos Ben-10 e Zica e os CamaleÃes, e o recurso à observaÃÃo participante. Nosso corpus se compÃe, assim, das transcriÃÃes do vÃdeo-registro das oficinas, das anotaÃÃes do diÃrio de campo, do relato de nossas experiÃncias e das produÃÃes artÃsticas das crianÃas nas oficinas do Assentamento Recreio, explorados metodologicamente por meio de uma anÃlise interpretativa. ConcluÃmos, com base nos sentidos produzidos pelos co-pesquisadores, que, no Recreio, algumas linhas molares que constituem a infÃncia envolvem a felicidade, a brincadeira e a diversÃo; outras linhas moleculares da infÃncia sÃo indicadas com a educaÃÃo no assentamento, a unidade campesina e o orgulho da luta; e linhas de fuga da infÃncia se desterritorializam com a ancestralidade e com uma relaÃÃo prÃxima com a natureza. Desses modos de ser crianÃa hà aproximaÃÃo com Benjamin apenas nas linhas molares de diversÃo e brincadeira; jà com Zica, nas moleculares da educaÃÃo e da luta. Todavia, as crianÃas campesinas, ao produzirem seus prÃprios desenhos, expandem os territÃrios da infÃncia com a criaÃÃo de uma personagem negra e de um personagem vaqueiro que vive cotidianamente em contato com o gado. Ademais, as crianÃas apontam se divertirem mais quando assistem a episÃdios criados por elas mesmas ou por seus pares. / The concept of childhood is a social construction and it is related to several social and politic subjects, among them are the academia and, obviously, the children. Different scholars point out that there were, and there are, many changes in the concept of childhood since the access and the presence/participation of children in media public spheres. Our mainly problem emerges from an invisibility of knowledge produced by children, even about what it means to be a child. Thus, the agencies usually are understood as adultification, simple expression of âthe disappearance or effacement of childhoodâ, because it âputs a voiceâ on the children, instead of talking to them. This dissertation, on the other hand, aims to value children's voice. Hence our central question is: which knowledge, mediated by cartoons, a group of peasant children produce about themselves and about childhood? To answer it, we chose to investigate with a qualitative nature research, guided by intervention-research methodology. We produced our data especially in six workshops, among which we watched Ben-10 and Zica e os CamaleÃes â âZica and the Chameleonsâ â, and the participant observation method. Our corpus is the transcription of the workshops, our notes in our camp diary, some account of our experiences and the artistic productions by children from Recreio Settlement. Furthermore, we adopted interpretative analysis. Based on senses produced by children, we concluded that some molar lines of childhood are happiness, playing and fun; other molecular lines of childhood are the education in settlement, peasant unit and pride fighting; and escape lines of childhood are point out as a close relationship with nature and as an ancestry. There is an approaching to Benjamin with respect to fun and playing. There is an approaching to Zica concerned with education and fight. However, when the children constructed their own cartoons, they created a black character and a cowboy â from northwest of Brazil â who takes care of the cattle. Moreover, children show to enjoy more watching their own episodes, created by themselves or by their peers.
4

Discursos sobre a miséria e a exclusão no cinema brasileiro contemporâneo: o caso do filme 5Xfavela, agora por nós mesmos / Discursos sobre la miseria y la exclusión en el cine brasileño contemporáneo: el caso de la película 5Xfavela, agora por nós mesmo

Mariana Gesteira da Silva 11 September 2013 (has links)
Este trabalho visa a abordar a questão dos discursos que emergem sobre a miséria e a exclusão no cinema contemporâneo brasileiro, tomando como ponto central o filme 5Xfavela, agora por nós mesmos (2010). Pretendemos analisar quais são esses discursos, como são apresentados, em que contextos eles surgem e quais são as estratégias utilizadas para se produzi-los. Para tanto, partimos de ensaios produzidos nos meios cultural e acadêmico sobre o tema da periferia no cinema brasileiro e utilizamos o conceito de agenciamento coletivo de enunciação, dos filósofos Gilles Deleuze e Félix Guattari, para propor esse debate. A partir da análise que fizemos, notamos que não há necessariamente uma ruptura nos discursos sobre a periferia, mas sim um deslocamento do polo negativo para o polo positivo no que concerne à representação da exclusão. O excluído deixa de estar associado ao banditismo e passa a ser associado ao consumo, o que lhe confere um novo status social. Portanto, consideramos que surge uma nova figura ligada ao excluído a que chamamos de novo pobre". / Este trabajo tiene por objeto los discursos que emergen sobre la miseria y la exclusión en el cine contemporáneo brasileño. A partir de la película 5Xfavela, agora por nós mesmos (2010) pretendemos analizar cuáles son esos discursos, cómo se los presentan, en qué contextos ellos surgen y cuáles son las estrategias utilizadas para produzirlos. Así que partimos de ensayos producidos en los medios cultural y académico sobre el tema de la periferia en el cine brasileño y utilizamos el concepto de agenciamiento colectivo de enunciación, de los filósofos Gilles Deleuze y Félix Guattari, para proponer ese debate. A partir del análisis que hicimos, notamos que no hay necesariamente una ruptura en los discursos sobre la periferia, sino un desplazamiento del polo negativo hacia el polo positivo respecto a la representación de la exclusión. El excluido deja de estar asociado al bandidismo y pasa a ser asociado al consumo, lo que le confiere un nuevo estatus social. Por lo tanto, consideramos que surge una nueva figura asociado al excluido a lo que llamamos de nuevo pobre.
5

[en] WWW.SEXUALITY.COM: CARTOGRAPHIES OF CONTEMPORARY SEXUALITY / [pt] WWW.SEXUALIDADE.COM: CARTOGRAFIAS DA SEXUALIDADE CONTEMPORÂNEA

WILLIAM DE ARAUJO REZENDE 06 February 2017 (has links)
[pt] Esse trabalho pretende investigar o agenciamento contemporâneo da sexualidade e a Internet. Essa articulação se conjuga na acepção do cibersexo, a qual se pretende analisar segundo uma perspectiva arqueológica e cartográfica de autores como Foucault, Deleuze e Guattari. Esse estudo busca evidenciar, a partir da análise dos enunciados, dos discursos acerca do cibersexo, suas condições de emergência, sua dinâmica e mecanismos de funcionamento, bem como situá-lo em relação às dimensões política e econômica da sociedade na atualidade. / [en] This work aims to investigate the contemporary assemblage of sexuality and the Internet. This articulation is combined within the meaning of cybersex, which is intended to analyze according to a cartographic and archaeological perspective of authors such as Foucault, Deleuze and Guattari. This study seeks to demonstrate, through the analysis of statements, speeches about cybersex, its emergency conditions, dynamics and mechanisms of operation, and situate it in relation to the political and economic dimensions of contemporary society.
6

O tutorial do ciberespaço : engendramentos de uma técnica de ensino contemporânea

Reis, Luzo Vinicius Pedroso 16 October 2012 (has links)
Submitted by Valquíria Barbieri (kikibarbi@hotmail.com) on 2017-11-07T20:58:42Z No. of bitstreams: 1 DISS_2012_Luzo Vinicius Pedroso Reis.pdf: 29664723 bytes, checksum: 82045e3b6a8556861ffadbeadc17eba7 (MD5) / Approved for entry into archive by Jordan (jordanbiblio@gmail.com) on 2017-12-15T14:44:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISS_2012_Luzo Vinicius Pedroso Reis.pdf: 29664723 bytes, checksum: 82045e3b6a8556861ffadbeadc17eba7 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-12-15T14:44:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISS_2012_Luzo Vinicius Pedroso Reis.pdf: 29664723 bytes, checksum: 82045e3b6a8556861ffadbeadc17eba7 (MD5) Previous issue date: 2012-10-16 / Este trabalho analisa como os tutoriais que circulam no ciberespaço engendram novos espaços-tempo de aprendizagem e com isso contribuem para a produção do mundo contemporâneo, com suas características de velocidade e movimento. Para isso, entendemos o tutorial como uma técnica, como uma dimensão da constituição humana. Assim como a escola tradicional produz um determinado tipo de sociedade (a sociedade disciplinar), as atuais técnicas contemporâneas da educação a distância e, de modo mais radical, os tutoriais participam da produção da sociedade de controle aberto e contínuo. Por trás desses modos de ensinar, estão objetos técnicos que operam em sua relação com os sujeitos ora o confinamento e a disciplina (escola tradicional), ora o movimento controlado (tutoriais), especialmente hoje com a chamada web semântica. Nesse sentido, partimos da observação do funcionamento de máquinas e sujeitos para entender o atual agenciamento homem-técnica. Um agenciamento em que se destaca o movimento, os procedimentos de filtragem e busca por informações. / This work analyzes how the tutorials in cyberspace engender new learning spaces and times and contribute to the production of the contemporary world, with their velocity and movement. In this sense, we understand a tutorial as a technique, as a human dimension. As traditional school produces a certain kind of society (The disciplinary society), the current techniques of distance education (e-learning) and on a radical way, tutorials participate in the production of the society of open and continuous control. Underneath these tuition procedures there are technical objects that operate, in relation to subjects either confinement and discipline (traditional school), or controlled movement (tutorials from cyberspace), specially now with semantic web. We start from the observation of the operation of the machines and subjects to understand the actual human-technique agency. An agency that highlights the characteristics of movement, the filtering procedures and the search for information.
7

Performatividade e agenciamentos humanos e não-humanos da realidade: uma leitura por trás da Lei de Biossegurança a partir da Sociologia Simétrica de Bruno Latour

MARQUES, Denilson Bezerra January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:16:04Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9291_1.pdf: 1869292 bytes, checksum: e30b05fbc25ce3cbc583595f858dca98 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / O presente estudo buscou apreender parte da realidade social que está além do texto da Lei de Biossegurança. Para tal, se baseou na análise de textos produzidos por cientistas brasileiros do campo da biotecnologia. Adotando a perspectiva teórica e metodológica de Bruno Latour, quanto ao seu princípio de simetria, foi possível observar que a realidade está subdividida em: i) realidade revelada (fruto dos agenciamentos não-humanos); e, ii) realidade significada (fruto dos agenciamentos humanos). Vimos, com isso, que o princípio de simetria opera a construção ajustada da realidade entre humanos e não-humanos, graças ao trabalho de mediação de entidades naturais , informacionais e banco de dados. Estas entidades permitem aos cientistas estabilizarem uma dada performatividade a partir da qual inicia-se o processo de significação sobre si mesmas, que passam, então, a pertencer à realidade social humana sobre a qual atribuições significativas e normativas são feitas. Dentre as principais conclusões, a adoção do princípio de simétrica de Latour, permitiu-nos entender parte da ordem social imanente as performatividades e às atribuições significativas, que constituem o ato fundante e o fundamento epistemológico da realidade social
8

O que pode um corpo? Movimentos desejantes na educação infantil : experiências de afetos no encontro da dança com crianças e funcionários de um CMEI

Silva, Giovana Barbosa da 23 September 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-12-23T14:01:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Giovana Barbosa da Silva.pdf: 6619115 bytes, checksum: dc9e44e674ab4942e5e741416ae64441 (MD5) Previous issue date: 2013-09-23 / Esta pesquisa foi realizada em um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) de Vitória ES. Teve como foco cartografar/acompanhar os movimentos do desejo, nas narrativas de um pensar-currículo, atravessados nos agenciamentos dos corpos com a dança e que mobilizam os processos de constituição da Educação Infantil em um CMEI. Esses movimentos nos permitiram problematizar o que podem as relações de afecto ao corpo (coletivo) nesse ambiente educacional, percorrendo as trilhas de territorialização/desterritorialização da dança. A pesquisa compõe-se pelas narrativas das crianças e profissionais em meio aos movimentos de dança que emergem no cotidiano do CMEI e pelo movimento de experienciar uma montagem de teatro-musical com os funcionários como fruto de nosso encontro. Dessa forma, foi-nos possibilitado perseguir os modos pelos quais esses sujeitos mobilizam o currículo pela expressão do desejo, e questionar como se apropriam da experiência com a dança para pensar o currículo. Priorizamos, assim, investigar o movimento de contágio dos corpos por meio da dança, para percebermos as traduções e atualizações do currículo que são produzidas pelos alunos e funcionários do CMEI. A pesquisa em cena, junto com as crianças-alunos e funcionários no cotidiano do CMEI, revelou a variedade dos passos que coreografam o bailado dos saberes e as práticas que compõem o currículo dessa educação, impondo-nos, assim, a necessidade de colocar em evidência as alianças e invenções que surgem das formas de ser e estar na escola, pelo encontro do corpo com a dança, permitindo- -nos perceber, nas miudezas do bailado cotidiano, modos de afirmação da vida, de um currículo que escapa ao controle do instituído e que se faz potencialmente inventivo, artístico, dançante, movimentando o desejo, o pensar / This research took place in a CMEI (Municipal Center for Early Childhood Education), in Vitória ES. It focused on cartographing/ following the movements of desire in the curriculum-thinking narratives crossed by agencements of bodies in dance, which mobilize the formation processes of Early Childhood Education in a CMEI. Such movements let us problematize what affection relations can do the (collective) body in the learning environment along trails of territorialization/deterritorialization dance. The research is composed by children s and professionals narratives among the dance movements that emerge in the CMEIs everyday life and also by the movement of the experience of mounting a musical play with the CMEI s professionals as a product of our meeting. Thus, we were allowed to pursue the ways in which the subjects mobilize the curriculum by the expression of desire, and question how they appropriate the experience of dancing to think the curriculum. Therefore, we emphasized the investigation of the contagious movement of bodies through dance. By doing so, we were able to realize the translations/updates in the curriculum that are produced by students and professionals from the CMEI. The research on stage, together with the children/ students and professionals of the CMEIs everyday life, revealed the variety of steps that choreograph the ballet of knowledge and practices which compose this education s curriculum. This imposes the need to put in evidence the alliances and inventions which emerge from the ways of being in school by means of effects of dance on the body, letting us notice, in the minuteness of the everyday life ballet, modes of affirmation of life, a curriculum that escapes the control of the instituted, and which is done in a potentially inventive, artistic, dancing, moving the desire, the thinking
9

Discursos sobre a miséria e a exclusão no cinema brasileiro contemporâneo: o caso do filme 5Xfavela, agora por nós mesmos / Discursos sobre la miseria y la exclusión en el cine brasileño contemporáneo: el caso de la película 5Xfavela, agora por nós mesmo

Mariana Gesteira da Silva 11 September 2013 (has links)
Este trabalho visa a abordar a questão dos discursos que emergem sobre a miséria e a exclusão no cinema contemporâneo brasileiro, tomando como ponto central o filme 5Xfavela, agora por nós mesmos (2010). Pretendemos analisar quais são esses discursos, como são apresentados, em que contextos eles surgem e quais são as estratégias utilizadas para se produzi-los. Para tanto, partimos de ensaios produzidos nos meios cultural e acadêmico sobre o tema da periferia no cinema brasileiro e utilizamos o conceito de agenciamento coletivo de enunciação, dos filósofos Gilles Deleuze e Félix Guattari, para propor esse debate. A partir da análise que fizemos, notamos que não há necessariamente uma ruptura nos discursos sobre a periferia, mas sim um deslocamento do polo negativo para o polo positivo no que concerne à representação da exclusão. O excluído deixa de estar associado ao banditismo e passa a ser associado ao consumo, o que lhe confere um novo status social. Portanto, consideramos que surge uma nova figura ligada ao excluído a que chamamos de novo pobre". / Este trabajo tiene por objeto los discursos que emergen sobre la miseria y la exclusión en el cine contemporáneo brasileño. A partir de la película 5Xfavela, agora por nós mesmos (2010) pretendemos analizar cuáles son esos discursos, cómo se los presentan, en qué contextos ellos surgen y cuáles son las estrategias utilizadas para produzirlos. Así que partimos de ensayos producidos en los medios cultural y académico sobre el tema de la periferia en el cine brasileño y utilizamos el concepto de agenciamiento colectivo de enunciación, de los filósofos Gilles Deleuze y Félix Guattari, para proponer ese debate. A partir del análisis que hicimos, notamos que no hay necesariamente una ruptura en los discursos sobre la periferia, sino un desplazamiento del polo negativo hacia el polo positivo respecto a la representación de la exclusión. El excluido deja de estar asociado al bandidismo y pasa a ser asociado al consumo, lo que le confiere un nuevo estatus social. Por lo tanto, consideramos que surge una nueva figura asociado al excluido a lo que llamamos de nuevo pobre.
10

Alteridades, agências e intervenções sociais no Baixo Rio Negro: o caso de Nova Esperança

Veras, Marcos Flávio Portela 25 February 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2015-04-11T13:59:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marcos Flavio Portela Veras.pdf: 5494900 bytes, checksum: 176e073bd31ef87494b0677e8cb13c97 (MD5) Previous issue date: 2013-02-25 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Esta pesquisa traz uma abordagem etnográfica da construção de alteridade de um grupo de agentes sociais na relação que estabelecem com as agências que a eles se vinculam. Abordando esta construção numa perspectiva relacional da identidade e dinâmica territorial, procuro entender a partir de um mapeamento das agências, as relações de forças ou de poder presentes em suas intervenções e as formas criativas que os agentes têm encontrado para uma representação de seus interesses e posicionamento dentro deste campo social. Faço uma apropriação do conceito de agenciamento de Deleuze e Guattari para analisar esta construção de alteridades, que teria na exterioridade o seu meio de atuação, tendo em vista que para este autor não existem origens e nem fins, mas devires. Faço uma reflexão sobre minha trajetória como pastor e em seguida como pesquisador, e como estas posições se articulam. Abordo os sujeitos e a região onde estão inseridos, as agências, suas intervenções e os agenciamentos e por fim apresento uma reflexão conceitual com base no material empírico.

Page generated in 0.062 seconds