• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 9
  • Tagged with
  • 9
  • 9
  • 6
  • 6
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Divertimento pascaliano: a agitada busca pelo repouso / Le Pascal divertissement: la recherche frenétique pour le repos

Anderson Augusto dos Anjos 02 March 2012 (has links)
L\'objectiv de cette thèse est de comprendre la notion de divertissement dans les écrits de Blaise Pascal, dans l\'ordre, pour ainsi dire, anthropologique et moral. De la notion de connaissance de soi, nous allons réfléchir sur les concepts clés pascalien qui se rapportent à ce qu\'il appelle l\'étude de l\'homme. / O objetivo da presente dissertação é compreender a concepção de divertimento nos escritos de Blaise Pascal, tanto em sentido, por assim dizer, antropológico, quanto moral. A partir da noção de conhecimento de si, refletiremos sobre os principais conceitos pascalianos que se relacionam com o que ele chamava de estudo do homem.
2

O caráter formativo da noção socrática de \"cuidado da alma\" no Alcibíades Primeiro de Platão / Le caractere formatif de la notion socratique de soin de soi dans Álcibiade Majeur de Platon

Edson da Silva Afonso 19 October 2016 (has links)
Dans l\'Alcibiade Majeur Socrate dit que «la connaissance de soi» (gnôthi seautón) correspond à la sagesse. Cette connaissance est comprise comme condition essentielle pour la participation dans la vie publique, et est lié au discernement du bien et du mal, elle peut être considéré comme l\'une des conditions pour \"soin de soi\" (epimeleia heautou). Gnôthi seautón se rapporte à un processus de formation. Dans ce travail, nous allons traiter ce processus, particulièrement, de la relation entre les notions de «soin de soi» et «connaissance de soi». Platon estime qu\'il n\'incombe pas aux maîtres de la vertu ou aux dirigeants politiques le rôle formateur. Pas même les rhéteurs, les parents, l\'oracle, les pédagogues compétents peuvent enseigner aux jeunes ce qu\'ils sont réellement. Si un gouvernement de soi est possible, le jeune doit être le sujet. La vertu n\'est pas apprise de la même manière que se donne la transmission d\'un contenu éducatif. Elle ne peut être atteinte d\'une autre manière: à partir d\'un exercice de soi sur soi-même. Ainsi, la véritable fonction du maître de vertu, fonction de Socrate dans les dialogues platoniciens, n\'est pas la transmission du savoir, mais pour convaincre chacun de prendre soin de la vertu, à l\'améliorer. En d\'autres termes, dans l\' Alcibiade, le processus de formation ne consiste pas à la transmission du contenu. L\'éducation résulte de la nouvelle disposition atteinte par l\'interlocuteur par l\'intermédiaire de Socrate. / No Alcibíades Primeiro, Sócrates diz que o conhecimento de si (gnôthi seauton) corresponde à sabedoria. Esse conhecimento é entendido como condição essencial para o engajamento na vida pública, e está ligado ao discernimento do bem e do mal, podendo ser entendido como uma das condições para o cuidado de si(epiméleia heautou). O gnôthi seauton, na filosofia platônica, diz respeito a um processo de formação. Neste trabalho, trataremos desse processo, sobremaneira, a partir da relação entre as noções de cuidado de si e conhecimento de si. Platão entende que não cabe aos mestres de virtude ou aos dirigentes políticos o papel formativo. Nem mesmo os retóricos, os parentes, o oráculo, os pedagogos competentes podem ensinar aos jovens o que eles realmente são. Se um governo de si é possível, o jovem deve ser o sujeito. A virtude não é aprendida da mesma maneira que se dá a transmissão de um conteúdo pedagógico. Ela só pode ser alcançada de outro modo: a partir de um exercício de si sobre si mesmo. Dessa maneira, a verdadeira função do mestre de virtude, função de Sócrates nos diálogos platônicos, não é a transmissão de um saber, e sim convencer cada um a cuidar da virtude, a aperfeiçoar-se. Dito de outro modo, no Primeiro Alcibíades, o processo formativo não consiste na transmissão de um conteúdo. A educação resulta da nova disposição alcançada pelo interlocutor por intermédio de Sócrates.
3

A aporia da memória do esquecimento no Livro X das Confissões de Santo Agostinho / The aporia of the memory of forgetfulness from the Confessions Book X of Saint Augustine\'s

Suelma de Souza Moraes 04 April 2012 (has links)
A temática sobre a aporia da memória do esquecimento, no livro X das Confissões, busca a compreensão do fio condutor do pensamento de Agostinho. O foco central da discussão aponta para o desenvolvimento sobre a memória em inter-relação com a vontade no discurso da interioridade. Ao mesmo tempo, coloca como problema chave no livro X a memória de si mesma e a imagem, que mostra a vontade no próprio espírito como causa da dispersão e aproximação do conhecimento de si em busca da felicidade. / The study of the aporia of the memory of forgetfulness, from the Confessions Book X, seeks for the understanding of the conducting line of Augustines thinking. The main focus of the discussion aims the development of the memory inter-related with the will on the subject of the interiority, treating as a key problem the memory of memory itself and the image, showing will on owns soul as a cause for dispersion and closeness of self-knowledge in search for happiness.
4

A aporia da memória do esquecimento no Livro X das Confissões de Santo Agostinho / The aporia of the memory of forgetfulness from the Confessions Book X of Saint Augustine\'s

Moraes, Suelma de Souza 04 April 2012 (has links)
A temática sobre a aporia da memória do esquecimento, no livro X das Confissões, busca a compreensão do fio condutor do pensamento de Agostinho. O foco central da discussão aponta para o desenvolvimento sobre a memória em inter-relação com a vontade no discurso da interioridade. Ao mesmo tempo, coloca como problema chave no livro X a memória de si mesma e a imagem, que mostra a vontade no próprio espírito como causa da dispersão e aproximação do conhecimento de si em busca da felicidade. / The study of the aporia of the memory of forgetfulness, from the Confessions Book X, seeks for the understanding of the conducting line of Augustines thinking. The main focus of the discussion aims the development of the memory inter-related with the will on the subject of the interiority, treating as a key problem the memory of memory itself and the image, showing will on owns soul as a cause for dispersion and closeness of self-knowledge in search for happiness.
5

Divertimento pascaliano: a agitada busca pelo repouso / Le Pascal divertissement: la recherche frenétique pour le repos

Anjos, Anderson Augusto dos 02 March 2012 (has links)
O objetivo da presente dissertação é compreender a concepção de divertimento nos escritos de Blaise Pascal, tanto em sentido, por assim dizer, antropológico, quanto moral. A partir da noção de conhecimento de si, refletiremos sobre os principais conceitos pascalianos que se relacionam com o que ele chamava de estudo do homem. / L\'objectiv de cette thèse est de comprendre la notion de divertissement dans les écrits de Blaise Pascal, dans l\'ordre, pour ainsi dire, anthropologique et moral. De la notion de connaissance de soi, nous allons réfléchir sur les concepts clés pascalien qui se rapportent à ce qu\'il appelle l\'étude de l\'homme.
6

Cuidado de si e hermen?utica do sujeito em Michel Foucault

Oliveira, Gilberto Benedito de 07 December 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-12-17T15:12:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 GilbertoBO_DISSERT.pdf: 1123549 bytes, checksum: bb1ea048d72b5dc112eb9e938ec8e0ee (MD5) Previous issue date: 2011-12-07 / Coordena??o de Aperfei?oamento de Pessoal de N?vel Superior / The work, here present, has as its objective to present in a clear and distinct manner the object of study of Michel Foucault in his last years of teaching at the College de France, namely, the care of the self. We present the care of the self in its birth, in its origin, from the character Socrates and its development until the beginning of the Christian age. With a keen eye, we present Foucault with a work of return and rescue of the care of the self to the personal and academic discussions; we propose, from the self care, to the contemporary subject a problematization of their life so that from this questioning he creates for herself ways of life that are coherence, knowledge and care with which he has of must particular, his himself. Passing by the sources that served as the source of study for Foucault to sketch the birth of care of the self, we design the form with which Foucault has dealt with the documents that speak of the care of self. We present Socrates as one who by excellence ensures that the other will give birth to the forms of knowledge and care of the self or, in other words, we present the care of the self socratic-foucauldian as a constant worry of the other to pay attention to ways in which he conducts her life, it creates for themselves ways of being and, therefore, creates ethics of existence. We present, finally, the care of the self as the cause of continuous immanence of modes of subjectivation of the subject that configure themselves in a non-accepting a determined essence, but a continually updated form . The care of the self leads to a single relationship and educator of modes of subjectivation of the subject; he creates, on the dynamics of temporality, ethical ways of living, which are sustained by an internal coherence of the subject with herself; he admits no stationary nature in the training of the subject, always wants a more beautiful work of himself; he is not isolation, he needs and is made with the other. The care of the self is the principle and the telos of battles and conquests of the subject within his temporality and existence / O trabalho, aqui desenvolvido, tem por objetivo apresentar o objeto de estudo de Michel Foucault em seus ?ltimos anos de ensino no Coll?ge de France, a saber, o cuidado de si. Apresentamos o cuidado de si em seu nascer, em sua origem, a partir do personagem S?crates e seu desenvolvimento at? o in?cio da era crist?. Com um olhar atento, apresentamos com Foucault um trabalho de retorno e resgate do cuidado de si ?s discuss?es pessoais e acad?micas; propomos, a partir do cuidado de si, ao sujeito contempor?neo uma problematiza??o de sua vida para que desta problematiza??o ele crie para si mesmo modos de vida que sejam coer?ncia, conhecimento e cuidado com o que ele tem de mais particular, seu si mesmo. Passando pelas fontes que serviram de fonte de estudo para Foucault esbo?ar o nascimento do cuidado de si, vamos desenhando a forma com a qual Foucault tratou os documentos que falam do cuidado de si. Apresentamos S?crates como aquele que por excel?ncia faz com que os outros d?em ? luz a formas de conhecimento e cuidado pr?prios ou, em outras palavras, apresentamos o cuidado de si socr?tico-foucaultiano como um constante inquietar o outro a prestar aten??o aos modos como ele conduz sua vida, cria para si modos de ser e, consequentemente, cria ?ticas de exist?ncia. Apresentamos, enfim, o cuidado de si como causa de cont?nua iman?ncia de modos de subjetiva??o do sujeito que se configuram em um n?o aceitar uma ess?ncia determinada, mas uma forma continuamente atualizada. O cuidado de si conduz a uma rela??o ?nica e formadora de modos de subjetiva??o do sujeito; ele cria, na din?mica da temporalidade, formas ?ticas de viver que se sustentam por uma coer?ncia interna do sujeito com ele mesmo; ele n?o admite estaticidade na forma??o do sujeito, deseja sempre uma obra de si mais bela; ele n?o ? isolamento, necessita e se faz com o outro. O cuidado de si ? o princ?pio e o telos das batalhas e conquistas do sujeito dentro de sua temporalidade e exist?ncia
7

Sobre a possibilidade do conhecimento de si na deduÃÃo transcendental e Nas reflexÃes sobre O Sentido Interno de Leningrado / On the possibility of self-knowledge in the Transcendental Deduction and in the Leningrad Reflections

Pedro Pinheiro CÃmara 20 April 2017 (has links)
nÃo hà / A pesquisa discute argumentos sobre o conhecimento de si na DeduÃÃo Transcendental da CrÃtica da RazÃo Pura, utilizando como estratÃgia de anÃlise e estudo da obra o seu cotejamento com um manuscrito kantiano encontrado e publicado apenas no final do sÃculo XX. Utiliza tambÃm para aprofundamento das teses os comentadores que notadamente realizaram discussÃes sobre a temÃtica. Os argumentos defendem a importÃncia do sentido interno para compreensÃo do argumento principal e para caracterizaÃÃo de suas especificidades, o que o torna esse Ãltimo tema adjunto ao problema. O tempo, que à a forma desse sentido interno, foi estudado como aparecimento do sujeito na sensibilidade e, portanto, à fator crucial na compreensÃo da subjetividade kantiana. O trabalho de pesquisa foi estruturado em torno de algumas distinÃÃes importantes para compreensÃo do tema em anÃlise, sÃo elas: entre sentido interno e sentido externo, e apercepÃÃo e sentido interno. Ao longo da produÃÃo dos argumentos, ressaltou-se o carÃter sistÃmico do pensamento kantiano, o que implica em maior complexidade na definiÃÃo de seus elementos, visto os mesmos estarem bastante definidos em relaÃÃo aos demais. Do trabalho se conclui a especificidade do conhecimento de si, compreendido como distinto do conhecimento em sentido strictu por nÃo conter os qualificativos de um conhecimento propriamente objetivo. Das conclusÃes tambÃm emergiram a corporeidade do sujeito empÃrico como modo de apreensÃo de si mesmo, revelando a relaÃÃo sentido interno e externo, alÃm da autoafecÃÃo como conceito importante na compreensÃo da distinÃÃo do sentido interno da apercepÃÃo transcendental. / This research discusses arguments about self-knowledge in the work Transcendental Deduction of the Critique of Pure Reason using as a strategy of analysis and study of the work the comparison of it with a Kantian manuscript found and published only at the end of the 20th century. It also uses, in order to deepen the theses, the commentators who notably held discussions on the subject. The research defends the importance of inner sense to understand the main argument and to characterize its specificities. Inner sense is a secondary theme, but very attached to the main problem. Time, which is the form of this inner sense, has been studied as the appearance of the subject in the sensibility and, therefore, crucial factor in the understanding of the Kantian subjectivity. This research was structured around some important distinctions to understand the theme under analysis, they are: between internal sense and external sense, and apperception and inner sense. Throughout the production of the arguments the systemic character of the Kantian thought was emphasized, which implies in a greater complexity in the definition of its elements since they are defined in relation to the others. The research concludes the specificity of the self-knowledge that is distinct from the knowledge in a strict sense, because it does not contain the qualifiers of a properly objective knowledge. From the conclusions also emerged the importance of the embodiment of the empirical subject as a way of apprehending oneself, expressing the relation between internal and external sense; as well as the self-affection as an important concept to understand the distinction of the inner sense from the transcendental apperception.
8

O autoconhecimento da mens no livro X do De Trinitate de Santo Agostinho

Andrade, Marcelo Pereira de 17 January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-27T17:27:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MARCELO PEREIRA DE ANDRADE.pdf: 508336 bytes, checksum: 434e112d87c90efc359ac8724acf863d (MD5) Previous issue date: 2007-01-17 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / This work shows the analysis which Augustine makes in De Trinitate s tenth book about self-knowledge s process of the mens. For Augustine, the knowledge which the mens has of herself is immediate, total and indubitable. Nevertheless, he recognizes the possibility of the self-deceit and explains that it is possible due the inadequacies between self-knowledge and self-thought / Neste trabalho apresenta-se a análise que Agostinho realiza no livro décimo do De Trinitate acerca do processo do autoconhecimento da mens. Para Agostinho, o conhecimento que a mens possui de si mesma é imediato, total e indubitável. Apesar disso, ele reconhece a possibilidade do auto-engano e explica que isso é possível devido à inadequação entre conhecimento de si e pensamento de si
9

Currículo criativo: por uma ação pedagógica formadora-criadora

Chagas, Rita de Cácia Santos 23 February 2015 (has links)
Submitted by PPGE PPGE (pgedu@ufba.br) on 2017-06-20T17:15:13Z No. of bitstreams: 1 TESE - RITA DE CACIA SANTOS CHAGAS PARA ENCADERNAR.pdf: 718621 bytes, checksum: e07ebaf75df2772e81aefc8508b9b896 (MD5) / Approved for entry into archive by Maria Auxiliadora da Silva Lopes (silopes@ufba.br) on 2017-06-29T19:21:09Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TESE - RITA DE CACIA SANTOS CHAGAS PARA ENCADERNAR.pdf: 718621 bytes, checksum: e07ebaf75df2772e81aefc8508b9b896 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-29T19:21:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TESE - RITA DE CACIA SANTOS CHAGAS PARA ENCADERNAR.pdf: 718621 bytes, checksum: e07ebaf75df2772e81aefc8508b9b896 (MD5) / Nesta pesquisa é problematizada a “educação do educador”, tendo como ponto de partida a crítica ao currículo e às concepções vigentes nos processos de ensino e aprendizagem e como tais processos são mediados nos cursos de formação de professores na educação superior. Neste contexto, busco estabelecer uma compreensão das bases filosóficas dos processos formativos de professores empreendidos pela pedagogia na atualidade, ao mesmo tempo em que proponho, como objetivo específico, a possibilidade de (re)construção destes saberes visando a elaboração do que denominei de “ação pedagógica formadora-criadora”. Para tanto, igualmente defino e discuto especificamente os conceitos de (a) “conhecimento-de-si-mundo” e (b) “subjetividade criadora”, em minha compreensão como próprios da condição humana, e cuja articulação se constitui no fundamento da ação pedagógica formadora-criadora. A relação entre a minha experiência profissional nas escolas do campo e no curso de Pedagogia da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (dimensão prática ou concreta desta pesquisa que foi teorizada), a análise do currículo em seus aspectos subjetivos (dimensão teórica a ser posta em prática) e o objeto de estudo que foi investigado, tornam-se elementos motivadores para o desenvolvimento do conceito de “ação pedagógica formadora-criadora”. Busquei este modo, possíveis caminhos para uma aproximação entre o processo formativo do educador (futuro professor) e sua ação pedagógica no chão da escola básica, tendo como elemento de ligação e catalisador a criatividade. / ABSTRACT In this research I discuss the “education of educators”, having as a starting point a critique of the curriculum and existing concepts in teaching and learning processes, and how such processes are mediated in teachers’ training courses in higher education. In this context, I seek to establish an understanding of the philosophical bases of teachers’ training courses undertaken by modern Brazilian pedagogy while proposing, as a specific objective, the possibility of (re)construction of this knowledge for the development of what I will call “a formative-creative educational action.” To this end, I intend not only to define but also to specifically discuss the concepts of (a) “Self-world knowledge,” and (b) “creative subjectivity,” to my mind characteristic of the human condition, whose articulation is the basic principle of a formative-creative educational action. The interweaving of my professional experience in field schools and in the pedagogy course at the Federal University of the Recôncavo of Bahia (the practical or concrete dimension of this research to be theorized), the curriculum analysis in its subjective aspects (theoretical dimension to be put into practice), and the main object of the study to be investigated, become the motivating factors for the development of the concept of “formative-creative educational action.” Through this method, I intend to find possible paths to bring the formative process of educators (future teachers) closer to their pedagogical action at the grassroots of the basic school, having creativity as a catalyzing and connecting factor. / RESUMEN En esta investigación es problematizada la “educación del educador”, teniendo como punto de partida la crítica a la hoja de vida y las concepciones vigentes en los procesos de enseñanza y aprendizaje y como tales procesos son mediados en los cursos de formación de profesores de educación superior. En este contexto, se buscó establecer una compresión de las bases filosóficas de los procesos formativos de los profesores emprendidos por la pedagogía en el Brasil actual, al mismo tiempo en el que propongo, como objetivo específico, la posibilidad de (re)construcción de estos saberes teniendo en vista la elaboración de lo que denominare de “acción pedagógica formadora-creadora”. Para tanto, pretendo igualmente definir y discutir específicamente los conceptos (a) “conocimiento-de-si-mundo” e (b) “subjetividad creadora”, en mi entender como propios de la condición humana, y cuya articulación se constituyó en el fundamento de la acción pedagógica formadora-creadora. El entrelazamiento entre mi experiencia profesional en las escuelas del campo e en curso de Pedagogía de la Universidad Federal del Reconcavo de la Bahia (dimensión práctica o concreta de esta investigación a ser teorizada), el análisis de la hoja de vida en sus aspectos subjetivos (dimensión teórica a ser puesta en práctica) y el objeto de estudio a ser investigado, se convierte en elemento motivador para el desarrollo del concepto de “acción pedagógica formadora-creadora”. Busco de este modo, posibles caminos para una aproximación entre el proceso formativo del educador (futuro profesor) y su acción pedagógica la base de la escuela elementar, teniendo como dispositivo de enlace y catalización la creatividad.

Page generated in 0.0173 seconds