• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 343
  • 14
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 360
  • 189
  • 96
  • 78
  • 56
  • 56
  • 26
  • 25
  • 21
  • 20
  • 19
  • 19
  • 18
  • 18
  • 17
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Fenologia de duas espécies de pteridófitas (Blechnaceae Monilophyta) na Floresta Atlântica Nordestina

MIRANDA, Anacy Muniz 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:04:26Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4336_1.pdf: 722665 bytes, checksum: c543b1ebd862fb84b7b994b8a1d49b3b (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Blechnum brasiliense e Blechnum occidentale são pteridófitas de hábito terrestre, de distribuição geográfica tropical e subtropical. O presente estudo teve como objetivos monitorar populações de cada uma dessas espécies, durante 12 meses, determinar a distribuição espacial, além de correlacionar a produção de frondes e o desenvolvimento dos esporófitos com parâmetros climáticos (pluviosidade mensal, temperatura média, umidade relativa do ar). O estudo foi realizado na Mata da Reserva, no município de Bonito, Pernambuco Brasil. Ambas as populações apresentaram padrão de distribuição agregado. A população de Blechnum brasiliense apresentou um ritmo sazonal da produção, senescência e taxa de expansão foliar e apresentou correlação significativa apenas com a pluviosidade. Blechnum occidentale apresentou sazonalidade apenas na produção e liberação de esporos, demonstrou correlação inversa com a pluviosidade. As taxa de produção de frondes de Blechnum brasiliense e Blechnum occidentale correspondem às de outras espécies de porte similar. A produção de esporos das duas espécies se concentra na estação seca (setembro a maio). Em Blechnum occidentale há sincronia na produção e liberação de esporos. Há uma assincronia na liberação de esporos em Blechnum brasiliense, o que pode contribuir para o aproveitamento de um maior número de microhabitats recém expostos e evitar a perda total da produção, em período desfavorável. Os dados apresentados no presente estudo podem contribuir para estratégias de manejo e conservação da área
42

Phytoplankton Community and Water Quality, Aquatic Ecosystems in the State of Cearà / Comunidade fitoplanctÃnica e qualidade da Ãgua em ecossistemas aquÃticos do estado do CearÃ

Aldeney Andrade Soares Filho 17 May 2010 (has links)
RESUMO A Ãgua constitui o recurso de maior importÃncia para o homem, no entanto parece nÃo existir nenhuma preocupaÃÃo do ser humano em preservÃ-la, uma vez que as atividades diÃrias estÃo prejudicando cada vez mais, a qualidade deste recurso. Este trabalho teve por objetivo analisar a estrutura da comunidade fitoplanctÃnica e a qualidade da Ãgua de ecossistemas aquÃticos do Estado do Cearà (Brasil). Foram realizadas coletas mensais nas estaÃÃes chuvosa e seca, entre 2004 e 2007, nos seguintes ecossistemas: estuÃrios dos rios CauÃpe, MundaÃ, Cearà e Malcozinhado; lagoas de Jijoca, PecÃm, Uruaà e Maraponga; bicas do Ipu e das AndrÃas e aÃudes Favelas, da Corte e Campus do Itaperi. Os resultados mostraram mudanÃa significativa na estrutura da comunidade fitoplanctÃnica, influenciada principalmente pelos nÃveis de precipitaÃÃes pluviomÃtricas. As Bacillariophyceae foram predominantes nos ecossistemas analisados, exceto nos aÃudes Favelas, da Corte e do Campus do Itaperi, que apresentaram elevados nÃveis de eutrofizaÃÃo, com dominÃncia de Cyanophyceae, Zygnematophyceae e Chlorophyceae, respectivamente. As espÃcies raras, a grande maioria, formaram um grupo totalmente isolado daquelas consideradas dominantes, abundantes e pouco abundantes, constituÃdas por um nÃmero reduzido de espÃcies, confirmando a grande influÃncia sazonal da regiÃo, sobre a comunidade fitoplanctÃnica. Os ecossistemas apresentaram grande variaÃÃo na diversidade, riqueza e equitabilidade das espÃcies, no entanto a diversidade foi maior durante a estaÃÃo chuvosa. Com base nos teores de O2 e CO2 dissolvidos, amÃnia total, nitrito, fosfato, bem como, nos Ãndices do estado trÃfico do fosfato e/ou da transparÃncia da Ãgua e na presenÃa de bioindicadores, os estuÃrios dos rios MundaÃ, CauÃpe e CearÃ, a lagoa da Maraponga e os aÃudes Favelas, da Corte e Campus do Itaperi foram classificados como ambientes eutrÃficos; o estuÃrio do Rio Malcozinhado e as lagoas do PecÃm e de Uruaà como mesotrÃficos; e a lagoa de Jijoca e as bicas do Ipu e das AndrÃas como oligotrÃficos. Foram registrados diversos bioindicadores de Ãguas eutrofizadas e/ou poluÃdas, destacando-se a presenÃa de Cyanophyceae potencialmente tÃxicas nos diversos ecossistemas, com blooms no estuÃrio do Rio Cearà e no aÃude Favelas, nÃo sendo registrada uma biomassa significativa nos outros ambientes, mesmo naqueles que apresentaram elevado estado trÃfico, como o aÃude do Campus do Itaperi, com ocorrÃncia de bloom de Chlorophyceae e, no aÃude da Corte, cujo bloom foi de Zygnematophyceae, mostrando que na anÃlise de sanidade dos ecossistemas aquÃticos, a anÃlise conjunta dos parÃmetros biolÃgicos e fÃsico-quÃmicos do ecossistema à de suma importÃncia para um parecer ambiental adequado. / Water is the most important resource for humans, though it s eems there is no concern of human beings in preserving it, because daily activities increasingly under mine the quality of this resource. This study aimed to analyze the phytoplankton community structure and water quality in aquatic ecosystems of Cearà State (Brazil). Monthly collections were made during the rainy and dry seasons between 2004 and 2007 in the following ecosystems: the CauÃpe, MundaÃ, Cearà and Malcozinhado river estuarie s; the Jijoca, PecÃm, Uruaà and Maraponga lakes; the Ipu and Andreas waterspouts and the Favelas, Corte and Campus do Itaperi dams. The results showed significant changes in phytoplankton community structure, mainly influenced by levels of rainfall. The Bacillariophyceae were predominant in the ecosystems studied, except in the Favelas, Corte and Campus do Itaperi dams, which showed high levels of eutrophication, with dominance of Cyanophyceae, Zygnematophyceae and Chlorophyceae, respectively. Rare species, the great majorit y, formed a group totally isolated from those considered dominant, abundant and little abundant, consisting of a small number of species, confirming the major seasonal influence of the region's on the phytoplankton community. Ecosystems showed great variation in diversity, richness and evenness of species, however, diversity was highest during the rainy season. The following environments were classified according to the concentration of dissolved O 2 and CO2, total ammonia, nitrite, phosphate, as well as on trophic status indices of phosphate and/or water transparency and on the presence of bioindicators: the MundaÃ, CauÃpe and Cearà river estuaries, Maraponga lake and the Favelas, Corte and Campus do Itaperi dams as eutrophic environments; the Malcozinhado river estuary and PecÃm and Uruaà lakes as mesotrophic environments; and Jijoca lake and the Ipu and AndrÃas waterspouts as oligotrophic environment. Several bioindicators of eutrophic and/or polluted waters were recorded, in partic ular the presence of potentially toxic cyanobacteria in various ecosystems, with blooms in the Cearà river estuary and Favelas dam, while significant biomass was not recorded in other environments, even those showing a high trophic status, such as the Campus do Itaperi dam, with a Chlorophyceae bloom, and the Corte dam, with a Zygnematophyceae bloom, showing that the joint analysis of biological and physicochemical parameters of the ecosystem is of paramount importance for an appropriate environmental assessment of the health of aquatic cosystems.
43

REPRODUÇÃO E ALIMENTAÇÃO DA GUARAJUBA Carangoides bartholomaei (CUVIER, 1833) (PERCIFORMES: CARANGIDAE) NA PLATAFORMA CONTINENTAL DE PERNAMBUCO, BRASIL.

SANTOS, Maíra Nanashara Silva 31 January 2012 (has links)
Submitted by Danielle Karla Martins Silva (danielle.martins@ufpe.br) on 2015-03-03T18:34:56Z No. of bitstreams: 2 S237r dissertação Santos, MNS - Reprodução e alimentação da Gurajuba....pdf: 1481129 bytes, checksum: 52a345d67d45e74366081840c1fc36ac (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-03T18:34:56Z (GMT). No. of bitstreams: 2 S237r dissertação Santos, MNS - Reprodução e alimentação da Gurajuba....pdf: 1481129 bytes, checksum: 52a345d67d45e74366081840c1fc36ac (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012 / FACEPE / A espécie Carangoides bartholomaei, conhecida vulgarmente como guarajuba, pertence à família Carangidae, a qual apresenta alguns dos peixes mais importantes para comercialização. Os indivíduos desta espécie possuem distribuição de Massachussetts (EUA) a São Paulo (Brasil), abrangendo toda a plataforma continental. O presente trabalho teve como objetivo analisar os aspectos biológicos da reprodução e alimentação da guarajuba na plataforma continental de Pernambuco. Os 87 indivíduos amostrados, variando de 24,1 a 43,6 cm de comprimento total, foram capturados com rede de espera demersal de malha entre - nós de 40 mm, com aproximadamente 20 m de comprimento e 2 m de altura. Os peixes foram coletados mensalmente, de janeiro de 2009 a março de 2010, após o desembarque do pescado, na comunidade pesqueira de Brasília Teimosa, em Recife. Para cada amostragem, os indivíduos foram submetidos à biometria, sendo mensurados o comprimento total (CT), o comprimento furcal (CF) e o comprimento padrão (CP), medidos em centímetros (± 0,1 cm); o peso total (PT), o peso da gônada (PG), e o peso do estômago (PE), medidos em gramas (± 0,01g). As gônadas foram fixadas em formaldeído 10% e os estômagos fixados internamente com formaldeído a 4% e, externamente, em formaldeído a 10%. Para a análise da reprodução foram determinadas: as proporções sexuais; a frequência relativa dos estádios maturacionais das fêmeas; o índice gonadossomático (IGS); o fator de condição alométrico; o tamanho de primeira maturação sexual (L50); e a fecundidade total das fêmeas. Para a análise da alimentação foram determinados: o grau de repleção (GR); o grau de digestão (GD); o índice de importância alimentar (IAi); as variações na dieta por sexo, meses e classes de comprimento; e o hábito alimentar. A proporção F:M para o total de indivíduos foi 1:0,58. Microscopicamente as gônadas foram classificadas em imatura, em maturação, matura, desovada e em repouso. O período de desova foi longo, ocorrendo do início do período seco até o início do período chuvoso. A relação peso-comprimento para fêmeas e machos foi significativa, com alometria negativa. O L50 foi de 30 cm de CT para as fêmeas. De acordo com o grau e índice de repleção estomacal e grau de digestão das presas, C. bartholomaei apresentou estômagos com maior quantidade de alimento no período chuvoso, enquanto que, no período seco, os conteúdos estomacais se encontravam mais digeridos. A categoria Actinopterygii apresentou maior contribuição no período chuvoso e entre os indivíduos maiores enquanto que Matéria Orgânica Animal e Decapoda foram mais consumidas no período seco e por indivíduos menores. A espécie caracterizou-se por ingerir principalmente Actinopterygii (IAi% = 51,1), tendo Decapoda (IAi% = 3,8) como categoria acessória na dieta. A espécie, bem como a maioria dos indivíduos da família Carangidae, pode ser considerada carnívora pscívora, com dieta variando entre os sexos e de acordo com os estágios reprodutivos, o que se torna uma estratégia para obter sucesso na reprodução.
44

Ecologia da assembléia de peixes da zona de arrebentação da praia de Jaguaribe, Itamaracá, Pernambuco

SANTANA, Fábio Magno da Silva 31 January 2013 (has links)
Submitted by Amanda Silva (amanda.osilva2@ufpe.br) on 2015-03-05T13:37:46Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) TESE CORRIGIDA.pdf: 2316079 bytes, checksum: 0dbae4408b3ae73ab30f608cdf868de6 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-05T13:37:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) TESE CORRIGIDA.pdf: 2316079 bytes, checksum: 0dbae4408b3ae73ab30f608cdf868de6 (MD5) Previous issue date: 2013 / FACEPE / As zonas costeiras são áreas de transição ecológica que possibilitam uma ligação entre o ecossistema terrestre e marinho, através de trocas genéticas e de biomassa, caracterizandoas como biologicamente diversificados. Dentre estes ecossistemas, encontram-se as zonas de arrebentação, definidas como ambientes dinâmicos, caracterizados pela turbulência e alta energia do movimento de ondas, marés e correntes. São consideradas como parte integrante da antepraia, que é a porção submersa do perfil de praia, estendendo-se da linha de arrebentação, ou primeira linha de quebra das ondas, até o limite inferior da face praial. A presente tese teve como objetivos: I. Caracterizar a ictiofauna da zona de arrebentação da praia de Jaguaribe, Itamaracá-PE, identificando as espécies residentes e seu uso sazonal; II. Compilar dados para gerar a lista da ictiofauna da zona de arrebentação da costa brasileira e inferir as principais diferenças ecológicas na estrutura da comunidade íctica nas regiões analisadas; e III. Verificar a influência do período (diurno e noturno) e da lua (nova e crescente) na riqueza de espécies de peixes da zona de arrebentação da Praia de Jaguaribe (Ilha de Itamaracá, PE) e verificar a variação interanual da riqueza dessas espécies. Para as análises da estrutura e ecologia da ictiofauna da zona de arrebentação da praia de Jaguaribe (PE) e os fatores (lua e período do dia), foram feitos arrastos com rede do tipo picaré, com malha entrenós de 5 mm, numa faixa de 50 m de praia definidos, entre os anos de 2005 a 2008. Para a compilação de dados sobre a composição da assembleia de peixes das zonas de arrebentação do litoral brasileiro foram utilizados artigos científicos publicados sobre composição de comunidades de peixes em zonas de arrebentação em qualquer localidade brasileira. Foi coletado entre março de 2006 e fevereiro de 2007 um total de 6.407 exemplares pertencentes a 35 famílias e 90 espécies. Sete espécies foram residentes anuais (Anchoa tricolor, Anchoviella lepidentostole, Bairdiella ronchus, Larimus breviceps, Lycengraulis grossidens, Polydactylus virginicus e Pomadasys corvinaeformis), três residentes apenas durante a estiagem (Conodon nobilis, Lile piquitinga e Menticirrhus americanus) e duas (C. spixii e N. usta) residentes exclusivamente na época chuvosa. Durante os 3 anos de coletas foram observadas 140 espécies de peixes para a zona de arrebentação de Jaguaribe e constatado que o período do dia e a fase da lua afetam de maneira relevante a riqueza e a abundância de sua ictiofauna. Existe também uma importante variação interanual nas assembléias e é possível obter uma amostragem adequada da comunidade de peixes na zona de surfe com 12 meses de amostragem, desde que as diferentes combinações de período do dia e fase da lua sejam incluídas na amostragem.. Para todo o litoral brasileiro foram compilados 22 artigos científicos sobre distribuição de peixes nas zonas de arrebentação do Brasil e registradas 239 espécies pertencentes a 71 famílias de peixes. As 15 famílias mais especiosas representaram aproximadamente 60% do total de espécies validadas. Os resultados encontrados confirmam a importância da zona de arrebentação para as espécies que habitam este ambiente em diferentes fases do seu ciclo de vida, que o ambiente ainda é pouco estudado e sofre variações de acordo com as estações do ano, luas e período do dia.
45

Influência da sazonalidade sobre a fenologia e oferta de frutos em Buíque - Pernambuco

Fonseca, Christianne Farias da 31 January 2012 (has links)
Submitted by Marcelo Andrade Silva (marcelo.andradesilva@ufpe.br) on 2015-03-05T14:44:58Z No. of bitstreams: 2 PDFDisserataçãoBIOGEO Influência da Sazonalidade Sobre a Fenologia e Oferta de Frutos em Buíque PE.pdf: 9556996 bytes, checksum: 49143b6a9e1ed4c349a6bd0377ae4186 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-05T14:44:58Z (GMT). No. of bitstreams: 2 PDFDisserataçãoBIOGEO Influência da Sazonalidade Sobre a Fenologia e Oferta de Frutos em Buíque PE.pdf: 9556996 bytes, checksum: 49143b6a9e1ed4c349a6bd0377ae4186 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2012 / FACEPE / Buíque é considerado um Complexo Vegetacional por possuir exemplares de ambientes úmidos e secos. Localiza-se no Agreste pernambucano, está inserido na unidade geoambiental do Planalto da Borborema, que é composta por maciços e outeiros altos; já no centro e a noroeste de Buíque encontram-se a Depressão Sertaneja e a Bacia Sedimentar do Jatobá. Com clima semiárido de baixas latitudes, responsável por grande parte da vegetação Caatinga, em outros pontos de Buíque a vegetação é mais densa, diversificada em número de espécies e famílias também ocorrentes em Mata Atlântica, como Myrtaceae (Psidium sp., Eugenia sp.) e Sapindaceae (Matayba sp.), encontradas com frequência em Buíque Centro. Foram analisadas quatro localidades: Amaro, Ponta da Vagem, Brejo São José/Sítio Alcobaça e Buíque Centro, com precipitações anuais que variaram de 436, 676, 674, 845 mm, respectivamente, com o objetivo de analisar e correlacionar os eventos fenológicos dos frutos e climáticos, tendo como base as bibliografias existentes, assim como os dados de precipitação e observações mensais de campo, realizadas de junho de 2010 a maio de 2011. Constatou-se que os frutos carnosos e zoocóricos ocorreram com maior representatividade em ambientes mais úmidos, como Buíque Centro 64,5% e Brejo São José/Sítio Alcobaça 45,5%. Em contrapartida os secos de dispersão abiótica representaram 54% no Amaro e 60% na Ponta da Vargem. As famílias mais representativas nas áreas mais úmidas foram: Myrtaceae, Leguminosae, Rubiaceae. Nas demais áreas, Leguminosae, Cactaceae e Euphorbiaceae. Os tipos de frutos em destaque foram legume, esquizocarpo, bacóide melanídio, cápsula e seus subtipos e, folículo. A maioria das espécies frutificou no período chuvoso e, no final da estação chuvosa para a seca, as de fruto carnoso, zoocórico dispersaram, principalmente, no período chuvoso. Por outro lado, as espécies de fruto seco abiótico dispersaram no final do período seco início do chuvoso. Com relação ao porte e a dispersão, em áreas mais úmidas, as arbóreas são mais freqüentes no dossel superior e dispersas elementos bióticos. Porém, em ambientes mais secos as plantas mais emergentes são geralmente arbóreas e dispersas por elementos abióticos. Este trabalho pode ser considerado relevante, pois comprova a classificação de Buíque como Complexo Vegetacional, visto que, foram encontrados exemplares botânicos de ambientes úmidos e secos em uma mesma área de estudo e, de que a sazonalidade das precipitações influencia de modo significativo nos ciclos de vida das plantas localizadas nas quatro localidades estudadas.
46

Determinação química e biológica de carga poluente em lagoa do município de Parintins no Estado do Amazonas / Chemical and biological determination of pollution burden in lagoon from the Parintins municipality in state of Amazon

Kimura, Solenise Pinto Rodrigues, 1970- 12 November 2014 (has links)
Orientadores: Melissa Gurgel Adeodato Vieira, Domitila Pascoaloto / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Química / Made available in DSpace on 2018-08-26T10:26:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Kimura_SolenisePintoRodrigues_D.pdf: 5566316 bytes, checksum: 8d96b931971d41f62348a0fad4be21f2 (MD5) Previous issue date: 2014 / Resumo: Os recursos hídricos são sistemas dinâmicos que fazem parte do ciclo de sobrevivência de todos os seres vivos, a sua conservação se faz necessária através do controle de qualidade de suas águas. A lagoa da Francesa, localizada na cidade de Parintins/AM, recebe resíduos domésticos e industriais, cuja composição variada vem modificando as características naturais de suas águas. O local de estudo apresenta naturalmente variação no volume de água em determinados períodos do ano. Este trabalho teve como objetivo a identificação e a avaliação das causas de alterações na qualidade da água e de sedimentos da lagoa da Francesa (Parintins/AM), envolvendo o reconhecimento das características locais que possam ter relação com as fontes de poluição responsáveis pela contaminação do corpo hídrico comparando os principais parâmetros de qualidade da água aos limites legais ambientais. Para isso, foram coletadas amostras de água e de sedimento em nove pontos distintos na extensão da lagoa nos meses de março, julho e setembro de 2012 e 2013, período compreendido entre o nível baixo e alto de água da lagoa, respectivamente (período de sazonalidade que é influenciado pelo regime hidrológico do rio Amazonas) e analisados para água os parâmetros físico-químicos e biológicos: temperatura, pH, condutividade, oxigênio dissolvido, turbidez, DBO (Demanda Bioquímica do Oxigênio), DQO (Demanda Química de Oxigênio), COT (carbono orgânico total), clorofila a, coliformes totais e fecais, amônia, nitrito, nitrato, fósforo e nitrogênio total, fosfato, os metais pesados (Cd, Pb, Cu, Ni, Zn e Cr), os elementos ferro total e dissolvido e manganês. Os valores obtidos nos anos foram comparados com intuito de identificar e avaliar as variáveis que afetam a qualidade da água, considerando a variação do regime hidrológico, tendo como padrão de referência os valores legais estabelecidos pela Resolução CONAMA 357/05 para águas de classe 2. Para o sedimento foram avaliadas as variáveis: granulometria, carbono, nitrogênio fósforo, matéria orgânica e os metais (Cd, Pb, Cu, Ni, Zn e Cr), além do ferro e manganês e comparados aos limites legais estabelecidos pela resolução CONAMA 344/04. Os resultados indicam fontes antrópicas que são evidenciadas pelos parâmetros fósforo total, nitrogênio, baixos valores de oxigênio dissolvido e de DBO, condutividade elétrica e altos valores de coliformes totais e fecais na área da lagoa de Francesa, bem como a presença de metais pesados na água e no sedimento. Essa condição é mais acentuada no período de águas baixas, indicando que o regime hidrológico influencia diretamente na qualidade da água da lagoa. Em julho (período de águas altas), a lagoa apresentou capacidade de diluição para alguns parâmetros, que foi evidenciada através da redução de suas concentrações. Foram também identificadas espécies de macrófitas no decorrer do estudo visando à obtenção de um possível bioindicador de qualidade da água. As espécies Eichhornia crassipee e Paspalun repens tiveram maior predominância e são tidas como boas adsorventes de metais pesados. O estudo mostrou que, apesar da contribuição antrópica, a lagoa mantém, ainda, sua capacidade de diluir para a maioria dos constituintes poluentes, principalmente no período de maior volume de água (enchente). Porém, pode-se verificar a necessidade da adoção de medidas preventivas em curto prazo, em função do possível crescimento populacional e suas demandas por produtos e serviços associados / Abstract: Water resources are dynamic systems that are part of the survival of all living beings cycle; its preservation is required by quality control of its waters. The lagoon's volume of water depends on the month. In this work our goal is identify and assess the causes of changes in water quality and sediments of the Lagoa da Francesa (Parintins / AM), involving the recognition of local features that may be related to pollution sources responsible for pollution of the water body in comparing the key parameters of water quality to environmental legal limits. Then, water and sediment samples were taken at nine different points in the extension of the pond during the months of March, July and September 2012 and 2013, the period between the low and high levels, respectively (period of seasonal water level of the pond which is influenced by the regime hydrology of the Amazon river). For water samples we analyzed physico-chemical and biological parameters: temperature, pH, conductivity, dissolved oxygen, turbidity, BOD (Biochemical oxygen Demand), COD (chemical Oxygen Demand), TOC (total organic carbon) , chlorophyll a, total and fecal coliform, ammonia, nitrite, nitrate, phosphorus and total nitrogen, phosphate, heavy metals (Cd, Pb, Cu, Ni, Zn and Cr), the total and dissolved manganese and iron elements. The values obtained were compared with years in order to identify and evaluate the variables that affect water quality, considering the variation of the hydrological regime, taking as reference standard legal values established by CONAMA Resolution 357/05 for Class 2 water. For sediment samples we evaluated the following parameters: particle size, carbon, nitrogen, phosphorus, organic matter and metals (Cd, Pb, Cu, Ni, Zn and Cr), in addition to iron and manganese, and we purchased with the legal limits established by CONAMA Resolution 344 / 04. The results indicate that anthropogenic sources is evidenced by the parameters total phosphorus, nitrogen, low values of dissolved oxygen and BOD, electrical conductivity and high values of total and fecal coliforms in the lagoon area of French, as well as the presence of heavy metals in water and in sediment. This condition is more pronounced in low water period indicating that the hydrological regime directly influences the quality of the pond water. In July (during high water level), the pond showed the capacity of dilution for some parameters, which was evidenced by the reduction of their concentrations. Macrophytes were identified during the study, as a possible biological indicator of water quality. Species Eichhornia crassipee and Paspalun repens had higher prevalence and are seen as good bioadsorbents of heavy metals. The study showed that despite the anthropogenic contribution, the lagoon still maintains its ability to dilute constituents for most pollutants, especially during larger volume of water (flooding). However, there is a need for adopting preventive measures in the short term, due to the possible population growth and demands for their products and associated services / Doutorado / Engenharia Química / Doutora em Engenharia Quimica
47

Estruturação das assembléias de aves que utilizam diferentes fisionomias de cerrado na Estação Ecológica de Itirapina, São Paulo

Fieker, Carolline Zatta 10 February 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T19:32:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 4126.pdf: 5836997 bytes, checksum: 9d584a4d61fbdb1c7da2cf651fbd3a4a (MD5) Previous issue date: 2012-02-10 / Financiadora de Estudos e Projetos / As fisionomias vegetais presentes no Cerrado podem influenciar diversos aspectos ecológicos relacionados à fauna. Os objetivos deste trabalho são descrever e analisar a estruturação das assembleias de aves em diferentes ambientes característicos do domínio do Cerrado, testar a correlação entre diversidade de aves e complexidade estrutural, investigar os padrões de ocupação de habitats e resposta ao gradiente ambiental, e por fim verificar a relação entre alterações ambientais sazonais e guildas de aves. Os dados foram coletados entre agosto de 2010 e julho de 2011, na Estação Ecológica de Itirapina, área prioritária para conservação de aves no estado de São Paulo. Das 160 espécies registradas em amostragem sistematizada, 16% estão ameaçadas. A diversidade de aves se correlacionou positivamente com a complexidade estrutural do meio, e este exibiu descontinuidade ecológica. Alguns padrões de estruturação das assembleias foram influenciados pelo gradiente ambiental. A ocupação dos habitats pelas 30 espécies mais abundantes (18.75% do total) se deu de forma distinta, uma vez que as espécies podem exibir diferentes respostas e níveis de tolerância ao gradiente ambiental. Considerando somente os campos limpos secos e alagáveis, onde quase 24% das aves estão ameaçadas e inúmeras outras possuem forte associação a estes ambientes ou são endêmicas, verificamos alterações na estruturação das assembleias e também das guildas de aves ao longo do tempo, as quais estiveram intimamente relacionadas às mudanças ambientais provocadas pela sazonalidade climática.
48

O SISTEMA TERMODINÂMICO DO CLIMA URBANO DE NOVA PALMA, RS: CONTRIBUIÇÃO AO CLIMA URBANO DE CIDADES PEQUENAS / THE THERMODYNAMIC SYSTEM OF THE URBAN CLIMATE OF NOVA PALMA, RS: CONTRIBUTION TO THE URBAN CLIMATE OF SMALL CITIES.

Rossato, Paula Savegnago 26 February 2010 (has links)
In recent years, people have been carried through small studies of urban climate focusing small and average cities, with intention to diagnosis and to prevent the possible problems that these cities can come to face in the future to if becoming cities of bigger transport the study will be carried through in Nova Palma to verify which is the configuration of some elements of the climate, as temperature of air, relative humidity of air and direction of the wind, in cities where the urban space is reduced. The city of Nova Palma presents a territorial extension of 362,48Km ² and population of 6.444 inhabitants, being who of these only 3Km ² are of urban area (headquarters), where inhabits 2,664 inhabitants. The research was made in accordance with the proposal of Monteiro (1976) to study the climate of a city, the System Urban Climate, considered for this study the thermodynamic subsystem, that has as main elements the relative humidity of air, the temperature of air and the wind. Through points of comment installed in the interior of the city and its proximity, its had been collected the data of the main elements of the thermodynamic subsystem in three schedules and for a period of 5 days consecutive in each one of the four seasons of the year of 2008. The area is understood here as proximity that is inside of the urban perimeter of Nova Palma, but that not yet it is urban. In the four stations of the year the thermodynamic elements if they had defined, firstly, for the sazonais characteristics, after that for the operating atmospheric system and later for the geoecológicos and geourbanos condicionantes previously mentioned. It was also observed, to if analyzing the data of the Station Meteorológica of Santa Maria, that Nova Palma always presented, in the days of referring collection to the four seasons of the year, minims of lesser temperatures, maximum greaters and raised relative humidity more registered than the values in the Station of the INMET (National Institute of Meteorologia). / Nos últimos anos, tem-se realizado estudos de clima urbano enfocando pequenas e médias cidades, com o intuito de diagnosticar e prevenir os possíveis problemas que as mesmas possam vir a enfrentar futuramente ao se tornarem cidades de porte maior. Esse estudo foi realizado em Nova Palma para se verificar quais são as características de alguns elementos do clima, como temperatura do ar, umidade relativa do ar e direção do vento. O município de Nova Palma apresenta uma extensão territorial de 362,48Km² e população de 6.444 habitantes, sendo que destes apenas 3Km² são de área urbana (sede), onde residem 2.664 habitantes. A pesquisa foi feita de acordo com a proposta de Monteiro (1976) para se estudar o clima de uma cidade, o Sistema Clima Urbano e considerou-se o subsistema termodinâmico, que tem como principais elementos a umidade relativa do ar, a temperatura do ar e o vento. Através de pontos de observação instalados no interior da cidade e seu entorno, foram coletados os dados dos principais elementos do subsistema termodinâmico em três horários e por um período de 5 dias consecutivos em cada uma das quatro estações do ano de 2008. Entende-se aqui como o entorno a área que está dentro do perímetro urbano de Nova Palma, mas que ainda não está urbanizada. Nas quatro estações do ano os elementos termodinâmicos se definiram, primeiramente, pelas características sazonais, em seguida pelo sistema atmosférico atuante e depois, pelos condicionantes geoecológicos e geourbanos. Observou-se, também, ao se analisar os dados da Estação Meteorológica de Santa Maria, que Nova Palma sempre apresentou, nos dias de coleta referente às quatro estações do ano, mínimas de temperaturas menores, máximas maiores e umidade relativa mais elevada que os valores registrados na Estação do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia).
49

Estudo epidemiológico da dengue no período de 2000 a 2005 no Município de Guarulhos (SP) / Epidemiologic study of dengue in the period of 2000 to 2005 in the city of Guarulhos (SP)

Mansho, Wilson 23 November 2006 (has links)
A cada ano a dengue tem preocupado cada vez mais os países e levado os sistemas de vigilância da saúde, nas diversas esferas, a adotar várias medidas para o seu controle, tendo em vista a iminência de uma grande epidemia de febre hemorrágica no mundo. Os estudos epidemiológicos ajudam esses sistemas de vigilância a melhorar e direcionar as ações preventivas para o controle da doença. O objetivo desse trabalho foi realizar um estudo epidemiológico dos casos notificados e confirmados de dengue, a partir do banco de dados do SINAN, nos anos de 2000 a 2005 no Município de Guarulhos (SP). Para se analisar a ocorrência da doença segundo variáveis sócio-demográficas (sexo, raça, faixa etária e a densidade demográfica de cada bairro) foi realizada uma análise estatística onde se observou as diferenças entre os casos do banco de dados e os indivíduos da população do município para cada variável. Para a variável sexo, não foram observadas diferenças estatísticas significativas entre as proporções para cada sexo na amostra e na população do município (P=0,28); para a variável raça, não foi observada diferença estatística significativa entre as proporções de indivíduos das raças parda e indígena (P>0,05), porém nas outras comparações entre as raças (branca, negra, amarela e ignorado), foram observadas diferenças estatísticas (P<0,05) em comparação com a população do Estado. Para as faixas etárias, não foram observadas diferenças estatísticas significativas nas categorias de 15-19 anos, 20-24 anos, 25-29 anos, 55-59 anos, 60-64 anos e 70-74 anos (P>0,05) em relação às proporções nas faixas etárias correspondentes na população do município. Por outro lado, nas outras faixas etárias (0-4, 5-9, 10-14, 30-34, 40-44, 45-49, 50-54, 75+ anos) foram observadas diferenças estatísticas significativas (P<0,05). Procurou-se relacionar o número mensal de casos, ano a ano, tanto com o índice de Breteau quanto com os dados meteorológicos de precipitação total mensal e a temperatura média compensada mensal, porém foi observada uma baixa correlação estatística entre os casos da doença e este índice e entre os casos e a temperatura média compensada mensal e a precipitação total mensal. Também foi realizada uma análise da série histórica dos casos, onde foi possível observar o aumento de casos nos anos de 2002 e 2003. Na análise de sazonalidade foi observado que, nos meses de fevereiro a maio, o número de casos supera a média anual, ficando abaixo da média nos meses de junho a janeiro. Os casos foram distribuídos nos mapas georreferenciados por bairros e por ano de incidência e foi possível observar o processo de endemização da doença, com casos espalhados no município em todos os anos do estudo. / Dengue is a disease that concerns health authorities in many countries and the surveillance systems are adopting measures to control it, once a great epidemic of hemorrhagic fever is expected to occur. Epidemiologic studies help these surveillance systems to improve and to manage preventive actions to control the disease. The objective of this research was to carry out an epidemiologic study of notified and confirmed cases of dengue, from the database of SINAN, corresponding to the years from 2000 to 2005 in the City of Guarulhos (SP). To analyze the occurrence of the illness according to social-demographic variables (sex, race, age and demographic density of each district), a statistical analysis was performed, and, for each variable, the differences between the cases of the data base and the individuals of the population of the city were observed. For the variable \"sex\", statistically significant differences between the proportions for each sex in the data base and in the city population were not observed (P=0.28); for the variable \"race\", a statistically significant difference was not observed between the proportions of individuals of the races \"medium brown\" and \"indigenous\" (P>0.05), however in the other comparisons between races (\"white\", \"black color\", \" yellow\" and \"ignored\"), statistically significant differences were observed (P<0.05). For age, statistically significant differences were not observed in the categories of 15-19 years, 20-24 years, 25-29 years, 55-59 years, 60-64 years and 70-74 years (P>0.05) when compared with the corresponding age intervals in the city population. However, in the other age intervals (0-4, 5-9, 10-14, 30-34, 40-44, 45-49, 50-54, 75+ years) statistically significant differences were observed (P<0.05). We assessed whether there was a relationship between the monthly number of cases, for each year, and the Breteau index, the meteorological data of monthly total precipitation and monthly compensated average temperature. Low correlation coefficients, however, were observed between the cases and the Breteau index and between the cases and the monthly compensated average temperature and the monthly total precipitation for each year. An analysis of the time series of cases was carried out, and it was possible to observe an increase in the number of cases in years 2002 and 2003. In the seasonal analysis it was observed that, from February to May, the number of cases surpasses the annual mean, and that the number of cases from June and January are below the mean. The cases were distributed in georeferenced maps by district and year of incidence and it was possible to observe the process of increasing endemicity of the illness, with cases spread throughout the city in every year of the study.
50

Análise da interação vitamina A e o ambiente em reprodutores suínos / Assessment of interaction between vitamin A and environment on boars

Martins, Simone Maria Massami Kitamura 14 December 2006 (has links)
Os objetivos do estudo foram: (a) avaliar a influência da suplementação de vitamina A na dieta de cachaços nos parâmetros seminais: volume, motilidade, vigor espermático, pH, concentração espermática, número total de espermatozóides, percentual de espermatozóides vivos e anormalidades morfológicas ao longo do ano; (b) averiguar a variabilidade das características, em animais suplementados com vitamina A na dieta, frente às variações da temperatura nas estações do ano. A pesquisa foi desenvolvida no Laboratório de Pesquisa em Suínos, da FMVZ-USP, utilizando-se 10 machos de linhagem híbrida e distribuídos em dois tratamentos, controle (nível de 25.000 UI de vitamina A/animal/dia) e suplementado com a vitamina A (nível de 40.000 UI de vitamina A/animal/dia). O delineamento foi inteiramente casualizado, com medidas repetidas no tempo, sendo os dados analisados utilizando o programa estatístico Statistical Analysis System (SAS). As probabilidades de interações com o tempo foram determinadas pelo teste de Greenhouse-Geisser Epsilon, considerando o nível de significância de 5%. Em relação aos efeitos da vitamina A durante o período de 1 ano, verificou-se que não houve diferença entre os tratamentos para os parâmetros seminais, não encontrando-se efeito de interação tempo e tratamento. Detectou-se efeito de tempo para os parâmetros pH, concentração espermática, número total de espermatozóides, percentual de espermatozóides vivos e anormalidades morfológicas. Já na averiguação da variabilidade também não foi constatado efeito de tratamento, porém houve efeito de estação do ano para todos os parâmetros e de temperatura para o percentual de espermatozóides vivos, pH e anormalidades morfológicas, não sendo verificado efeito para os demais parâmetros. Inferiuse com o estudo que, dada à condição metabólica diferencial dos animais híbridas, novas averiguações devem ser perseguidas para a relação nutrição e reprodução, uma vez que, os efeitos positivos da suplementação da vitamina A na espermatogênese foram evidenciados, principalmente nas características que mais se relacionam com a formação da célula espermática, as anormalidades morfológicas, percentual de espermatozóides vivos e número total de espermatozóides no ejaculado. / The objectives of the study were: (a) to evaluate the effect of vitamin A supplementation on boars? diet considering the parameters: volume, motility, spermatic vigor, seminal pH, spermatic concentration, total number of spermatozoa, percentage of living sperm cells and morphologic abnormalities during one year; (b) to investigate the variability founded against the temperature and seasons of the year on vitamin A supplemented animals seminal parameters. The research was developed in the Laboratory of Research in Swines, the FMVZUSP, using 10 boars of hybrid lineages. Two treatments were used having the control (level of 25.000 UI of vitamin A/animal/day) and vitamin A supplemented group (level of 40.000 UI of vitamin A/animal/day). The statistical design was random, with repeated measured in time. The analyzed data used was the statistical program Statistical Analysis System (SAS). The probabilities of the interactions in time were determined by Greenhouse-Geisser Epsilon test, considering the significant level 5%. None of the evaluated parameters was significantly different and no detected interaction in time was found treatment. In relation to the effects of the vitamin A on supplementation in one year period it wasn?t have differences among treatments on seminal parameters, and also there wasn?t interaction in time and at treatment, however for pH, spermatic concentration, total number of spermatozoa, percentage of living sperm cells and morphologic abnormalities it was detected effect on time. In relation to the variability there wasn?t treatment effect, however there was for all the parameters studied effect of the season. The effect of temperature was only for the percentage of living sperm cells, pH and morphologic abnormalities. It was concluded that at a given metabolic condition of the hybrid animals, new ascertainments must be inquired for the relation nutrition and reproduction, a time that, the positive effect of the suplementation of the vitamin in spermatogenesis had been evidenced, mainly in the characteristics that more become related with the formation of the espermática cell.

Page generated in 0.0806 seconds