• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 22
  • Tagged with
  • 22
  • 22
  • 10
  • 9
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Fratura psíquica : o impacto da violência no psiquismo das crianças da favela Fracture psychic : the impact of violence in the psyche of the children of the slum

Matos, Sabrina Serra 2002 (has links)
MATOS, Sabrina Serra. Fratura psíquica : o impacto da violência no psiquismo das crianças da favela . 2002. 114 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2002. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-01-11T12:44:41Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_rcsantos.pdf: 2073004 bytes, checksum: 2b6e666fb2879a219c4009f7edf4a16e (MD5) Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2013-01-23T11:43:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_rcsantos.pdf: 2073004 bytes, checksum: 2b6e666fb2879a219c4009f7edf4a16e (MD5) Made available in DSpace on 2013-01-23T11:43:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_rcsantos.pdf: 2073004 bytes, checksum: 2b6e666fb2879a219c4009f7edf4a16e (MD5) Previous issue date: 2012 The critical situation in which the greater part of the capital of Ceará‟s children live – subject to every form of violence – homelessness, precarious educations, child labor, sexual abuse, prostitution, alcoholism, drug abuse, unemployed parents, constitute in one of the most consistent expressions, a dying society. This qualitative investigation aims at understanding the impact of violence upon the psyche of children subjected to it from an early age in a socioeconomic environment of poverty. Twenty-seven subjects from 5 to 12 years of age, of both sexes, residents of Verdes Mares (Green Seas) slum, located in an area east of the city of Fortaleza, participated in the study. From a clinical point of view, aided by one the techniques of content analysis – thematic analysis, where open interviews, games, theatrical enactment as well as projective techniques (drawings) were conducted, and through which significant latent aspects emerged concerning the children‟s psychic structuring. These aspects confirmed the initial hypothesis that these children‟s psyches are being disharmoniously structured and that a “psychic frature” might result, an expression that signals a misstep in the noetic and affective areas of development. A situação crítica na qual vive grande parte das crianças da capital cearense – sujeitas a todo tipo de violência – falta de moradia, educação precária, trabalho precoce, abuso sexual, prostituição, alcoolismo, drogas, pais desempregados, constitui-se numa das expressões mais consistentes de uma sociedade agonizante. Esta investigação de natureza qualitativa objetivou compreender qual o impacto da violência no psiquismo de crianças inseridas desde cedo num contexto sócio-econômico de miséria. Participaram da pesquisa 27 sujeitos de 5 a 12 anos, de ambos os sexos, moradores da favela Verdes Mares, localizada na zona leste de Fortaleza. Através de um olhar clínico, amparado em uma das técnicas de análise de conteúdo – análise temática, onde foram privilegiadas as entrevistas abertas, a utilização de jogos, encenações teatrais, assim como técnicas projetivas (desenhos), emergiram aspectos latentes significativos acerca da estruturação psíquica das crianças. Tais aspectos confirmaram a hipótese inicial de que o psiquismo dessas crianças está sendo estruturado de forma desarmônica e que uma “fratura psíquica” pode ser cogitada, termo que sinaliza um descompasso entre os campos noético e afetivo do desenvolvimento.
2

Transtornos hipercineticos : contribuições do trabalho de Vygotisky para reavaliar o significado do diagnostico

Werner Junior, Jairo 1997 (has links)
Orientador: Lidia Straus Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-07-23T00:37:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 WernerJunior_Jairo_D.pdf: 5835170 bytes, checksum: 8e1c9c4311ae6a4d51c103f4e8777f9e (MD5) Previous issue date: 1997 Resumo: O presente trabalho pretende contribuir para uma discussão crítica sobre o diagnóstico dos Transtornos Hipercinéticos (TH), assumindo a importância de explorar possibilidades de uma linha de investigação que se apoiou em um paradigma indiciário e em análises de natureza microgenética, referenciadas na abordagem histórico-cultural de Lev Vygotsky. Em função desse interesse, propõe-se como objetivo do estudo focalizar crianças diagnostica das como padecentes de TH, de acordo com os critérios classificatórios vigentes, para examinar o significado dos sinais de desatenção, impulsividade e hiperatividade no âmbito das ocorrências do processo intersubjetivo e dialógico em que elas se envolvem. O grupo de pesquisa foi constituído por oito sujeitos (entre 8 e 13 anos) selecionados a partir de uma clientela de 154 pacientes de um ambulatório universitário de Psiquiatria Infantil. Para tal seleção foram utilizados os critérios fornecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS)/Critérios Diagnósticos para Pesquisa, por serem mais restritivos. A análise microgenética dos modos de ação desses pacientes, em contextos intersubjetivos, evidencia que o outro joga um papel crucial no que se refere à emergência ou não das manifestações comportamentais que compõem o quadro clínico em questão; razão pela qual desloca-se o eixo da avaliação diagnóstica do indivíduo para as relações interpsíquicas. Os resultados indicam que a presença ou ausência dos sinais de TH dependem da existência de habilidades já desenvolvidas ou em formação e, principalmente, do tipo de interação estabelecida entre o sujeito e o examinador ou par. Isso significa que os sinais referentes aos TH resultam de trocas dialógicas e ações partilhadas inerentes aos processos intersubjetivos; isto é, as habilidades comportamentais podem ser promovidas ou desencadeadas por determinadas peculiaridades da interação social. As análises permitem concluir que os sinais, isoladamente ou em conjunto, não podem caracterizar, per se, um transtorno particular ou um déficit primário intrínseco, e que sob o rótulo de TH encontram-se albergadas condições muitas distintas. A utilização do recurso meto do lógico da análise microgenética revelou que esta é ,um instrumento valioso de pesquisa, assim como um instrumento promissor para o campo da Psiquiatria Infantil, pois permite identificar processos dinâmico-causais sutis' do comportamento humano e propicia que um mesmo conjunto de critérios integre diagnóstico, prognóstico e tratamento Abstract: This dissertation critically discusses the diagnosis of "Hiperkinetic Disorders" (HD). The proposed analysis assumes the importance of exploring an indicial paradigm articulated with a microgenetic analytical procedure founded on Lev Vygotsky's historical-cultural perspective. An empirical study was undertaken, focusing on children with HD, diagnosed through rocedures based on current classificatory criteria,. in order to examine the significance of inattention, hyperactivity, and impulsivity symptoms, within instances of intersubjective and dialogical processes, during various activities in which the children were involved. The group of subjects consisted of eight children who were selected from 154 clinic referred youths aged 8 - 13 years (Child Psychiatry Department of a Medical School). The selection of the focused subjects was made according to the stringent diagnostic criteria provided by World Health Organization - ICD-10/for research. The microgenetic methodology implies a qualitative analysis and effects a shi:ft from the individual-centered diagnostic evaluation to an approach that privileges interpersonal relationships. Consequently, this methodology can indicate the ways by which the other (examiner, peers) plays a fundamental role in the child's actions by inducing situations that may or may not lead to behaviors characterized as a clinical condition or disorder. The findings indicate that the presence or absence of signs of HD symptoms depend on whether the child's abilities are already developed or in process of development, and, mainly, on the type of interaction established between the subject and the examiner or peer. This means that the signs defining HD are, in fact, a result of dialogical interchanges and share actions inherent to intersubjective processes; that is the behavioral abilities (attention span, self-regulation) can be promoted or triggered by certain peculiarities of the social interaction. The analyses allow for a conclusion that no isolated symptoms or group of behaviors can characterize per se a particular disorder or intrinsic biological deficit, and that .the behavioral disorder normally diagnosed as HD seems to harbor a series of distinct conditions under its current definition. The use of microgenetic analysis showed that this is a valuable research tool as well as a useful clinical tool in the field of Child Psychiatry, since it permits to identify subtle dynamic-causal processes of human behavior and resort to a single set of criteria, thus integrating diagnosis, prognosis, and treatment Doutorado Saude Mental Doutor em Ciências Médicas
3

Avaliação psicológica e intervenção farmacológica de crianças autistas em dois serviços públicos

Arima, Elaine Soares 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2009. Submitted by Allan Wanick Motta (allan_wanick@hotmail.com) on 2010-03-15T17:45:12Z No. of bitstreams: 1 2009_ElaineSoaresArima.pdf: 334278 bytes, checksum: ae9cb35a9502af197362268409b2022f (MD5) Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-05-03T21:48:49Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_ElaineSoaresArima.pdf: 334278 bytes, checksum: ae9cb35a9502af197362268409b2022f (MD5) Made available in DSpace on 2010-05-03T21:48:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_ElaineSoaresArima.pdf: 334278 bytes, checksum: ae9cb35a9502af197362268409b2022f (MD5) Previous issue date: 2009 A intervenção farmacológica e a avaliação psicológica no autismo têm sido um grande desafio na prática clínica e pesquisas na área, dada a heterogeneidade de quadros clínicos e multiplicidade etiológica. O presente estudo analisou os prontuários de 165 pacientes de um serviço público de saúde mental da infância e adolescência em Brasília e encontrou 15 pacientes com autismo. Durante o período analisado, pelo menos 53,3% destes pacientes foram medicados. As drogas mais utilizadas foram os antipsicóticos, seguidas por drogas serotoninérgicas, como os IRSs, indo ao encontro dos dados encontrados na literatura. Foi realizada também a avaliação psicológica de 4 crianças com autismo em outro serviço público, por meio dos testes psicométricos tradicionalmente utilizados. Os resultados são discutidos quanto à relevância do levantamento realizado, implicações da análise dos dados investigados e, ainda, quanto a aspectos da avaliação psicológica de crianças com autismo. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT The pharmacological intervention and the psychological evaluation in autism have always been a challenging task for the clinical practice and for those conducting research in the area. This study has analyzed 165 patient’s medical charters from a public service of child and adolescent mental health in Brasilia and found 15 patients with autism. In the analyzed period, at least 53.3% of these patients were on medication. The drugs used the most were antipsychotics, followed by serotoninergic drugs, like the SRIs, meeting the results found in the literature. A psychological assessment of 4 children with autism at another public service was also conducted with the traditionally used psychometric tests. The results were discussed in terms of the relevance of the survey, the implications of the analyzed data as well as in terms of some aspects of the psychological assessment of the children with autism.
4

Acolhe-me em teu colo : a função do corpo do analista no tratamento psicanalítico com a criança autista

Araújo, Caroline Fabrine Nunes 15 August 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2008. Submitted by Kathryn Cardim Araujo (kathryn.cardim@gmail.com) on 2009-09-24T12:18:48Z No. of bitstreams: 1 2008_CarolineFNAraujo.pdf: 492631 bytes, checksum: fea9197e54063436443ea74ca5563728 (MD5) Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-09-29T15:35:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_CarolineFNAraujo.pdf: 492631 bytes, checksum: fea9197e54063436443ea74ca5563728 (MD5) Made available in DSpace on 2009-09-29T15:35:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_CarolineFNAraujo.pdf: 492631 bytes, checksum: fea9197e54063436443ea74ca5563728 (MD5) Previous issue date: 2008-08-15 A clínica psicanalítica com crianças ensimesmadas despertou o interesse e a necessidade de se pesquisar a importância sensorial do corpo do analista no tratamento com a criança autista. O tema dessa pesquisa é a função do corpo do analista no tratamento psicanalítico com a criança autista. A proposta central é pesquisar e discutir a função do corpo do analista, um corpo que favorece a criação de um ambiente holding e continente das angústias do paciente, pensando a relação do analista com a criança para além dos limites da interpretação. Para isso, adota-se a postura de “analista nãointérprete” (Tafuri, 2003), uma postura que implica “estar com” a criança à sua maneira, oferecendo uma escuta diferenciada. Nessa pesquisa, relata-se a evolução do tratamento de uma criança autista, dando ênfase à função de continência do analista a partir da relação sensorial corporal estabelecida entre ele e a criança. A relevância do corpo do analista no tratamento da criança autista remete às primeiras experiências sensoriais mãe-bebê, onde a mãe se adapta às necessidades do seu bebê, fornecendo o ambiente para que ele possa se constituir como sujeito. A relação entre o analista e a criança autista se baseia no paradigma da relação mãe-bebê, que será desenvolvida ao longo desse estudo. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT The psychoanalytic clinic with self-engrossed children woke the interest and the necessity of investigating the sensory importance of the body of the analyst in the treatment with the autistic child. The subject of this inquiry is the function of the body of the analyst in the psychoanalytic treatment with the autistic child. The central proposal is to investigate and to discuss the function of the body of the analyst, a body that favors the creation of a holding environment and that can contain the anguishes of the patient, considering the relation between the analyst and the child beyond the limits of interpretation. For that, it is advisable to adopt the posture of a “non-interpreter analyst” (Tafuri, 2003), a posture that implies “being with” the child his/her way, offering him/her differentiated listening. In this inquiry, the evolution of the treatment of an autistic child is reported, giving emphasis to the containing function of the analyst from the sensory physical relation established between him/her and the child. The relevance of the body of the analyst in the treatment of the autistic child sends to the first mother-baby sensory experiences, where the mother adapts herself to the necessities of her baby, providing him/her with the environment so that he/she can become a person. The relation between the analyst and the autistic child is based on the paradigm of the relation mother-baby, which will be developed along this study.
5

Mães de crianças com transtornos mentais : um estudo psicologico

Celeri, Eloisa Helena Rubello Valler, 1959- 1997 (has links)
Orientador: Roosevelt M. S. Cassorla Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-07-23T04:47:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Celeri_EloisaHelenaRubelloValler_D.pdf: 3677805 bytes, checksum: 001149ad1bbb142eddffd24287b8dc20 (MD5) Previous issue date: 1997 Resumo: Partindo do pressuposto de que, a assistência em Saúde Mental Infantil não se restringe exclusivamente à criança, pois esta, devido à sua dependência econômica, social e emocional, é trazida para avaliação e tratamento pelos pais; procuramos descrever e compreender: 1- percepções que as mães têm a respeito do sofrimento emocional de seus filhos; 2- processos mentais que elas utilizam para lidar e compreender este sofrimento; 3- fantasias que elas têm sobre as causas da doença dos filhos; 4- vivências da trajetória desta dupla mãe-criança dentro do sistema de saúde. Visando alcançar estes objetivos, uma entrevista semi-estruturada foi realizada com 8 mães, que chegaram para uma primeira consulta no Ambulatório do Setor de Saúde Mental Infantil do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas. Detivemos nossa análise nas dificuldades que as mães têm para perceber e compreender a sintomatologia emocional de seus filhos e procurar uma ajuda precoce e efetiva, descrevendo e analisando os caminhos mentais que foram percorridos pelas mães, durante o processo emocional que as conduziu a darem-se conta de que necessitavam procurar uma ajuda psicológica e/ou psiquiátrica para seus filhos. A partir das oscilações das posições esquizo-paranóide e depressiva, descritas por M. Klein e das contribuições de Bion sobre a teoria do Conhecimento e suas patologias, relatamos a dialética entre o lutar para não saber e o sofrer por perceber as dificuldades emocionais da criança. Procuramos, também, a partir de uma visão compreensiva, tecer algumas considerações sobre o papel do pediatra, do obstetra, dos professores e das escolas em relação à profilaxia e detecção precoce das dificuldades emocionais na infância Abstract: The child mental health assistance is not restricted to the child, since his economical, social and emocional dependence is brought for evaluation and treatment by the parents. Taking that into account this work aims to describe and understand: 1- the mothers' perceptions of the emotional suffering of their children; 2- the mental processes that are used by mothres to deal whith and to understand the children' s suffering; 3- the fantasies that they have about the causes of the disease of their children; 4- mothers' experience of the routes followed by the mother-child couple through the Health System. A semi - structured interview was carried out on 8 mothers at their first consultation in the out-patient clinic of the Child Mental Health Service of the State University of Campinas, Campinas, Brazil. We kept our analysis on the difficulties that the mothers have to feel and understand the emotional symptons of their children and to look for an early and ef{ective help. We describe the mental paths that were passed through by these mothers, during the emotional process that made them able to face the need for psychological and/or psychiatric help fortheir children. Departing from the flutuations of the schizoid-paranoid and depressive positions described by Klein as Doutorado Doutor em Saude Mental
6

Tudo como dantes no Quartel D'Abrantes: estudo das internaçöes psiquiátricas de crianças e adolescentes através de encaminhamento judicial Everything as "dantes" in the Abrantes Barracks: study of the children' psychiatric internments and adolescents through judicial direction

Bentes, Ana Lúcia Seabra 1999 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:12:20Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 162.pdf: 821039 bytes, checksum: 804e3df864816bf60011ee57ebf223e3 (MD5) Previous issue date: 1999 Estuda as internaçoes psiquiátricas de crianças e adolescentes do sexo masculino realizadas através de Ofícios dos Juizados da Infância e da Juventude do Estado do Rio de Janeiro, no período 1994-97, comparando-as com os demais pacientes do mesmo sexo, encaminhados por dispositivos nao judiciais (iniciativa de familiares e indicaçoes de Serviços de Saúde). Tais internaçoes por Mandado Judicial tornaram-se progressivamente mais numerosas, representado, no ano de 1997, um terço do total de primeiras internaçoes de crianças e adolescentes de sexo masculino na Unidade Hospitalar Vicente Rezende (UHVR). Discute criticamente a prática de encaminhamento judicial direto, sem a participaçao de equipe técnica em Saúde Mental na avaliaçao prévia das crianças e adolescentes, à internaçao psiquiátrica, bem como as restriçoes impostas ao procedimento de alta médica, condicionado à posterior decisao judicial quanto ao retorno do adolescente ao Juizado. Os aportes teóricos e documentais incluem: revisao histórica das legislaçoes voltadas para a infância e juventude no Brasil e um breve resumo da história da UHVR-unidade pertencente ao Centro Psiquiátrico Pedro II-que, desde 1995 (com a extinçao do hospital da Fundaçao Centro Brasileiro para a Infância e Adolescência (FCBIA), é a única instituiçao psiquiátrica pública de internaçao de crianças e adolescentes no Estado do RJ, representando portanto o destino exclusivo desses encaminhamentos judiciais. Foram comparados critérios de seleçao para internaçao de crianças e adolescentes utilizados pelos juízes com aqueles da equipe de atendimento da Unidade, subsidiando esse estudo comparativo por meio de: dados quantitativos dos prontuários, entrevista de um Juiz da Infância e Juventude, grupo focal com a equipe técnica da UHVR e estudos de caso de internaçoes por encaminhamento judicial. Objetiva-se reunir subsídios para a adequaçao de critérios e procedimentos para a internaçao psiquiátrica de criancas e adolescentes, visando reduzir a exclusao social dos mesmos e redefinir, de forma mais favorável às crianças e adolescentes, as alternativas de tratamento médico-psicológico e de (re)educaçao que lhes têm sido propostas no contexto brasileiro.
7

Fatores de risco para comportamento anti-social na adolescência e início da vida adulta

Bordin, Isabel Altenfelder Santos [UNIFESP] 1996 (has links)
Made available in DSpace on 2015-12-06T22:57:39Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1996 Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) Introdução: Violência e crime são problemas crescentes na sociedade e a eficiência de programas preventivos depende da identificação dos fatores de risco que atuam precocemente na vida da criança. Objetivos: Verificar se o CAS antes dos 15 anos violento e não violento são fatores de risco para CAS na adolescência e inicio da vida adulta na presença de seis eventos relativos a infância, examinando a magnitude deste efeito em ambos sexos; identificar o melhor modelo preditivo para CAS a partir dos 15 anos nas populações masculina e feminina, considerando tipos variados de CAS antes dos 15 anos e seis eventos relativos i infância; verificar a influencia dos eventos relativos a infância na persistência do CAS a partir dos 15 anos e no inicio tardio do CAS em ambos sexos. Desenho: Corte transversal (Ontario Health Survey Supplement). Local: Moradores de residências particulares de áreas urbanas e rurais da província de Ontario, Canada. Participantes: 773 indivíduos do sexo masculino e 878 do feminino (N=1.651) com idade entre 16-24 anos. A escolha da amostra seguiu estágios múltiplos de estratificação. Mesmo após a perda de 10,2% dos indivíduos com dados incompletos para a análise de regressão logística (N=1482), o poder da amostra permaneceu adequado (>90%) para detectar com segurança (p<0,01) até mesmo pequenos efeitos dos fatores de risco sobre o desfecho clinico. Medidas: Desfecho clinico definido como 3+ CAS a partir dos 15 anos. Fatores de risco incluiram diferentes definições e combinações de CAS violento (V) e não violento (NV) antes dos 15 anos (Tabela 1) e seis eventos relativos A infância (abuso físico; abuso sexual; ausência de relacionamento próximo com adultos; discórdia conjugal entre os pais; pais com depressão, mania ou episódio psicótico e pais com CAS ou abuso de Alcoól ou drogas). Os dados sobre todas as variáveis, exceto o abuso na infância, foram coletados com o auxilio do CIDI modificado, um questionário estruturado aplicado por entrevistador treinado. Os dados sobre abuso físico e sexual foram obtidos através de questionário autoaplicado. Análise: Cinco modelos de regressão logística foram examinados. Os modelos número 1, 2 e 3 incluíram a amostra total, o modelo 4 incluiu os indivíduos com CAS antes dos 15 anos e o modelo 5 incluiu os indivíduos sem CAS antes dos 15 anos... Rationale: Violence and crime are growing problems in our society and effectiveness of prevention programs depends on the identification of early predictors. Objectives: To examine the magnitude of effect that violent and nonviolent ASB before age 15 have on the prediction of ASB in adolescence and early adult life since turning 15 when taking into account six childhood events; to identify the best prediction model including different definitions of ASB before age 15 and six childhood events; to identify gender differences in the prediction models; to examine the influence of childhood events on persistence and late onset of ASB according to gender. Design: Cross-sectional study (Ontario Health Survey Supplement). Setting: Residents in private dwellings from urban and rural areas of Ontario, Canada. Participants: 773 males and 878 females (N=1651) aged 16-24 years. Sampling plan described as a multi-stage stratified cluster design. Only cases with complete information (N=1482) were included in the logistic regression analysis (missing=10.2%). Power (>90%) remained high enough to detect even small predictor effects on the outcome at a reasonable level of type I error (p<0,01). Measurement: Outcome defined as 3+ ASB since turning 15. Predictors included different definitions and combinations of violent (V) and nonviolent (NV) ASB before age 15 (Table 1) and six childhood variables (physical abuse; sexual abuse; absence of a confiding relationship with an adult; parent marital discord; parent depression, mania or psychotic episode; parent with ASB or alcohol-drug problems). All data except child abuse gathered using an improved version of the Composite International Diagnostic Interview (CIDI), a highly structured questionnaire administered by interviewers. Data on abuse obtained by a self-report questionnaire. Analysis: Five logistic regression models were examined. Models number 1, 2 and 3 included the entire individuals with ASB before age without ASB before age 15. Two sample, model 4 included only those 15, and model 5 included only those analysis strategies were applied to models 1, 2 and 3. First, all independent variables were forced to enter the regression equation, and second, stepwise logistic regression selected only the significant predictors (p<0.05). Stepwise logistic regression was also applied to models 4 and 5. All logistic regression analyses were performed for males and females separately... CAPES: 1576/93-4 BV UNIFESP: Teses e dissertações
8

Desenvolvimento da versao brasileira da K-SADS-PL(Schudule for Affective Disorders and Schizophrenia for Scholl Aged Children Present and Lifetime Version) e estudo de suas propriedades psicometricas Development of the brazilian version of K-SADS-PL (Schudule for Affective Disorders and Schizophrenia for Scholl Aged Children Present and Lifetime Version) and study of psychometric properties

Brasil, Heloisa Helena Alves [UNIFESP] 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:02:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2003 A Schedule for Affective Disorders and Schizophrenia for School-Age Childrenl Present and Lifetime Version (K-SADS-PL) e uma entrevista psiquiatrica semiestruturada para identificar transtornos na faixa etaria de 6 a 18 anos. Objetivos: Traduzir a K-SADS-PL do ingles (versao original) para o portugues e avaliar suas propriedades psicometricas (estudo de validade e confiabilidade). Metodos: Estudo de corte transversal envolvendo uma amostra consecutiva de criancas e adolescentes (N=78) agendadas para primeiro atendimento em ambulatorio de Saúde mental da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Servico de Saúde Mental Infanto-Juvenil do Instituto de Psiquiatria). A validade de conteudo foi avaliada comparando-se a retrotraducao da versao brasileira com o instrumento original. A validade de constructo foi avaliada: (1) comparando-se a frequencia de transtornos detectados pela K-SADS-PL com dados de prevalencia encontrados na literatura, (2) comparando-se os padroes de comorbidade baseados na K-SADS-PL com os referidos na literatura, (3) examinando-se a validade convergente da K-SADS-PL em relacao ao Child 8ehavior Checklist- CBCL (N=78), e (4) verificando-se a existencia de associacao entre transtornos mentais nas criancas, identificados pela K-SADSPL, e problemas de Saúde mental nas maes, identificados pelo Self-Report Questionnaire (SRQ-20). O estudo da confiabilidade entre-avaliadores foi baseado na pontuacao da K-SADS-PL obtida por duas psiquiatras da infancia, uma aplicando a secao de rastreamento e a outra observando (N=30). O estudo da confiabilidade teste-reteste foi baseado na pontuacao da secao de rastreamento obtida pela mesma psiquiatra da infancia em duas ocasioes, com intervalo de tempo de uma a oito semanas (N=16). Resultados: Adultos e criancas de diferentes faixas etarias nao apresentaram dificuldades para entender os itens da versao traduzida da KSADS-PL. A retrotraducao da versao brasileira evidenciou equivalencia de conteudo com o instrumento original. A validade de constructo foi comprovada na medida em que achados da literatura foram compativeis com resultados da K-SADS-PL em termos de taxas de transtornos mentais observadas nas criancas, padroes de comorbidade e evidencia de associacao entre transtornos psiquiatricos nas criancas e problemas de Saúde mental materna. A K-SADS-PL tambem apresentou evidencias de validade convergente, quando comparada a...(au) BV UNIFESP: Teses e dissertações
9

A mãe devotada e o seu bebe : a teoria do desenvolvimento emocional de D. W. Winnicott

Celeri, Eloisa Helena Rubello Valler, 1959- 1989 (has links)
Orientador : Rachel Vilela Favero Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas Made available in DSpace on 2018-07-14T03:57:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Celeri_EloisaHelenaRubelloValler_M.pdf: 3030686 bytes, checksum: 3ccabd3b614bb3e7f7b038648cbcbf83 (MD5) Previous issue date: 1989 Resumo: Esta dissertaçâo tem por objetivo organizar as contribuições do pediatra. psiquiatra infantil e psicanalista D.W. WINNICOTT para uma teoria do desenyolvimento emocional do bebê e da criança em seus primeiros anos de vida. A teoria de WINNICOTT, seguindo dois caminhos paralelos e que frequentemente se intercruzam, estuda. de um lado, o crescimento emocional do lactente e, de outro, as qualidades da mãe. suas mudanças e o cuidado materno que satisfaz as necessidades específicas do lactente. A presente dissertaçâo é dividida em uma introdução, quatro capítulos e um epílogo. Utilizou-se. do conjunto da obra winnicottiana. corno fonte primária pesquisada, mas nâo se aventurou em uma análise epistemológica da mesma. Na introdução. retrata-se em linhas gerais, o homem e o clínico D. W. WINNICOTT que, tendo trabalhado como pediatra, chegou à psicanálise. Assim através de um diálogo constante entre estas duas influências principais. elaborou sua contribuiçâo teórica a uma grande variedade de temas, que sempre tiveram presentes o estudo do desenvolvimento emocional do bebê em seus estádios mais precoces e o papel que o cuidado materno desempenha nesse período. O capítulo I relata a jornada do ladente desde o período de dependência absoluta, passando por um período de dependência relativa, para finalmente chegar à independência ou autonomia, que nunca é absoluta. Para WINNICOTT essa jornada só se torna possível em virtude do reconhecimento que a mãe tem da dependência do bebê nos períodos iniciais do seu desenvolvimento. Isto faz com que a mãe corresponda às necessidades egóicas e instintivas do lactente, adaptando-se quase que perfeitamente a ela e criando um "setting", que \VINNICOTT denominou "ambiente de facilitação" - , permitindo que os "processos de maturação" do bebê possam se revelar através de um impulso para a integraçâo e para o desenvolvimento de um self pessoal e real. O capítulo lI, descreve os primórdios do desenvolvimento emocional primitivo, durante o período de dependência absoluta. quando o bebê está em um estado de fusão com a mãe. Centralizando-se no estudo de desenvolvimento do ego, que vivencia uma "continuidade de ser" , graças a um bom cuidado materno, três são as realizações principais expostas neste capítulo: a - integração, isto é, o bebê adquire um status de unida.de; b -personalização ou inserção psicossomática, permitindo que o bebê sinta-se habitando o próprio corpo e que possibilita que a da pele, como membrana, passe a delimitar um interior e um exterior; c - início das relações objetais ¿Observação: O resumo, na íntegra poderá ser visualizado no texto completo da tese digital. Abstract: The objective of this dissertation is to organize the contributions of D.W.WINNICOTT, paediatrician, child psychiatrist and psychoanalyst to the theory of emotional developmeni of the infant and the child during the first years of life. Following two parallel and frequently crossing paths, WINNICOTT'S theory studies on the one hand the emotiona] growth of the infant, and on the other, the mother's qualities, the changes in these qualities and the maternal care which satisfies the specific needs of the infant. This dissertation is divided as follows: introduction, four chapters and an epilogue. The author used the complete works of W1NNICOTT as the primary source of research. but did not attempt an epistemological analysis of thc aforesaid. In the introduction the author presents a brief overall view of D. W. W1NNICOTT the man and the clinician. who arrived at psychoanalysis through his work as a paediatrician. In this way, by means of a constant dialogue between these two principaJ infll1ences. he made his theoretical contributions to a great variety of subjects alI of which contained the study of the emotional growth of the infant in its earliest stages and the role played by maternal care during this period. Chapter one describes the infant's journey from the period of absolute dependence. followed by a period of relative dependence, arriving finally at independence or alltonomy, which is never absolute. For WINNICOTT this journey is only made possible by the mother's knowledge of theinfant's dependence during the initial stages of development. This allows the mother to correspond to the ego-needs and instinctual needs of the infant, adapting almost perfectly to them and creating a setting which WINNICOTT termed environment provision, thus permitting the maturational processes of the baby to be revealed through an impulse for integration and for the development of a personal and real self. In chapter II the author describes the beginnings of primitive emotional development during the total independence period when the infant is in a state of being merged in with the mother. Concentrating on the study of ego development where a continuity of being is experienced, due to good-enough maternal care, there are three main realizations shown in the chapter a) integration, that is, the infant acquires the status of being a unit b) personalization or psychosomatic insertion which allows the baby to feel himself living inside his own body and which makes it possible to equate the skin as a membrane which delimits an interior and an exterior c) initiation of object-relating ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations. Mestrado Mestre em Ciências Médicas
10

Tudo como dantes no Quartel D'Abrantes: estudo das internacoes psiquiatricas de criancas e adolescentes atraves de encaminhamento judicial

Bentes, Ana Lucia Seabra. 1999 (has links)
Mestre -- Escola Nacional de Saude Publica, Rio de Janeiro, 1999.

Page generated in 0.0826 seconds