• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 10
  • Tagged with
  • 10
  • 5
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Cartografia das práticas de subjetivação em experiências trans

Oliveira, Polianne Delmondez 16 March 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2017. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2017-04-20T13:11:51Z No. of bitstreams: 1 2017_PolianneDelmondezOliveira.pdf: 1828362 bytes, checksum: 2f711e7b32a809aba080f029bbf48a60 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-04-26T22:00:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_PolianneDelmondezOliveira.pdf: 1828362 bytes, checksum: 2f711e7b32a809aba080f029bbf48a60 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-04-26T22:00:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_PolianneDelmondezOliveira.pdf: 1828362 bytes, checksum: 2f711e7b32a809aba080f029bbf48a60 (MD5) / Essa tese analisa como as pessoas trans dão sentido a sua experiência de subjetivação, ou seja, como constroem explicações acerca de si, do outro e do mundo, levando-se em consideração as dimensões envolvidas no seu desenvolvimento psicológico. Assim, a pesquisa foi realizada a partir das narrativas e das argumentações de pessoas que vivenciam a experiência da transgeneridade e da transexualidade, com foco em processos de autorreflexividade e de autorregulação psíquica diante da experiência. A perspectiva pós-estruturalista de M. Foucault, G. Deleuze e J. Butler fornecem instrumentos conceituais para pensar como as subjetividades têm sido produzidas no espaço-tempo contemporâneo. Pode-se dizer que a construção do saber acerca das experiências trans está imersa numa série de aparatos técnico-discursivos que visam ditar uma verdade sobre quem é e como deveria viver. Nesse sentido, o objetivo é tecer um diagnóstico contemporâneo dos regimes de verdade existentes no dispositivo da transexualidade que, inclusive, está presente nas práticas e nos discursos psicológicos, e historicamente tem incitado e formado determinadas práticas de produção de sujeitos. A constituição das subjetividades está relacionada ao modo como o dispositivo da transexualidade, como um regime discursivo de poder-saber, também se reproduz nas práticas de subjetivação de sujeitos trans. Por outro lado, na contemporaneidade, há a emergência de sujeitos políticos que se articulam coletivamente e propõem novas possibilidades de reconhecimento social e de cidadania. Todo o percurso teórico e metodológico baseou-se cartografia, com o desenvolvimento da política da escrita enquanto poiesis para acompanhar os campos de força e a processualidade da investigação. Além disso, a análise de dispositivos e de seus desdobramentos, em analisadores, revelou-se essencial, como, por exemplo, as políticas da amizade observadas durante a prática de pesquisa com as/os participantes. A investigação empírica foi realizada em encontros coletivos e individuais e subdividiu-se em três momentos principais. No primeiro momento, foi acompanhada uma prática profissional em psicologia; no segundo, foram feitas observações do movimento social de homens trans e LGBT; no terceiro, envolveu a participação voluntária de seis transexuais (trans binários e não-binários) em encontros de entrevistas nas modalidades narrativas e episódicas. A análise do dispositivo da transexualidade tem evidenciado como as práticas de si podem se desenvolver em técnicas de autoprodução a partir de resistências às hegemonias cisheteronormativas e ao binarismo de gênero, que são modos de governamentalidade. Com este estudo, foi possível propor uma nova compreensão sobre a relação constituinte entre gênero e processos de subjetivação, situado no âmbito das experiências trans, e, assim, permitiu a tessitura de um saber psicológico na perspectiva da despatologização. / This thesis analyzes how trans individuals give meaning to their experience of subjectivation – how they construct explanations about themselves, others and the world – taking into consideration the dimensions involved in their psychological development. The research is based on the narratives of people who experience transgender and transsexuality, focusing on the processes of self-reflexivity and psychic self-regulation arising out of experience. The poststructuralist perspectives of M. Foucault, G. Deleuze and J. Butler provide conceptual tools for thinking about how these subjectivities are produced. Using these tools, this thesis argues that the construction of knowledge about trans experiences occurs in a series of technical-discursive assemblages that aim to dictate a truth about who someone is and how they should live. In this sense, the objective of the thesis is to provide a contemporary diagnosis of the regimes of truth that exist in the transsexual assemblage, which is present in psychological practices and discourses, and historically has incited and shaped certain practices of subject production. The constitution of subjectivities is related to the way the assemblage of transsexuality, as a discursive regime of power-knowledge, also reproduces itself in the practices of subjectivation of trans subjects. On the other hand, in this context, the emergence of political subjects that are collectively articulated and propose new possibilities for social recognition and citizenship. The entire theoretical and methodological framework is based on cartography, with the development of a politics of writing as poiesis to accompany the fields of force and procedures of the investigation. Further, the analysis of assemblages and their unfolding proved to be essential, as, for example, the politics of friendship was observed during the research practice with the subjects. The empirical investigation was carried out in collective and individual meetings and subdivided into three main moments. First, it was accompanied by a professional and research practice in psychology; second, observations were made of the trans and LGBT social movements; third, narrative and episodic interviews were conducted involving the voluntary participation of six transsexuals (trans binaries and non-binaries). The analysis of the assemblage of transsexuality has shown how the practices of the self can develop in techniques of self-production out of resistances to cisheteronormative hegemonies and gender binarism as modes of governmentality. With this study, it was possible to propose a new understanding of the mutually constituting relationship between gender and processes of subjectivation, situated within the scope of trans experiences, and, thus created psychological knowledge from the perspective of depathologization.
2

Informação e transgeneridade : o comportamento informacional de mulheres transgêneras e as percepções da identidade de gênero

Pinto, Elton Mártires 20 February 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2018. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-06-05T11:26:25Z No. of bitstreams: 1 2018_EltonMártiresPinto.pdf: 1861595 bytes, checksum: 39074503ad4a6e80c114c212bcbed164 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-06-05T11:27:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_EltonMártiresPinto.pdf: 1861595 bytes, checksum: 39074503ad4a6e80c114c212bcbed164 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-06-05T11:27:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_EltonMártiresPinto.pdf: 1861595 bytes, checksum: 39074503ad4a6e80c114c212bcbed164 (MD5) Previous issue date: 2018-06-04 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). / Os estudos de comportamento informacional em comunidades LGBT evidenciam que as práticas informacionais de pessoas transgêneras têm sido negligenciadas pelos serviços de informação. Devido às complexidades do processo de transição de gênero, pessoas transgêneras possuem necessidades de informação e expressam comportamentos de busca, acesso, uso e compartilhamento específicos. Neste contexto, esta dissertação teve como objeto de estudo a relação entre o comportamento informacional de mulheres transgêneras e as suas percepções sobre identidade de gênero. Do ponto de vista metodológico, trata-se de um estudo de abordagem qualitativa e de propósito descritivo. A investigação adota como recurso teórico-metodológico modelo conceitual derivado da literatura cuja finalidade é nortear a realização da pesquisa. A teoria embutida no modelo conceitual da pesquisa considera que, durante a gestação atribui-se um gênero, com base em características sociais. Em algum momento da vida, alguns indivíduos percebem que há disforia entre o gênero designado e a forma como se percebem. E em seguida, engajam-se em práticas informacionais que contribuem para as percepções da identidade de gênero. O universo da pesquisa foi constituído por mulheres em processo de transição de gênero. Foi utilizada como técnica de amostragem a “bola de neve”. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, guiadas por um roteiro específico, dividido por cinco conjuntos de questões. Em seguida, os dados foram transcritos e, posteriormente, submetidos à análise temática. Entre os resultados, foi possível perceber que as necessidades de informação e os comportamentos de busca, acesso, uso e disseminação estão associados a questões de saúde, construção cognitiva e física e à preocupação em ajudar pessoas que estão no início do processo de transição de gênero. / Studies of informational behavior in LGBT communities show that the information practices of transgender people have been neglected by information services. Due to the complexities of the gender transition process, transgender people have information needs and express specific search, access, use, and sharing behaviors. In this context, this dissertation had as object of study the relationship between the informational behavior of transgendered women and their perceptions about gender identity. From the methodological point of view, this is a qualitative and descriptive purpose study. The research adopts as theoretical-methodological resource conceptual model derived from the literature whose purpose is to guide the conduct of the research. The theory embedded in the conceptual model of research considers that during gestation a gender is attributed, based on social characteristics. At some point in life, some individuals realize that there is dysphoria between the designated gender and the way they perceive themselves. And then they engage in informational practices that contribute to perceptions of gender identity. The research universe consisted of women in the process of gender transition. The snowball was used as sampling technique. The data were collected through semi-structured interviews, guided by a specific script, divided by five sets of questions. The data were then transcribed and subsequently submitted to thematic analysis. Among the results, it was possible to perceive that information needs and search, access, use and dissemination behaviors are associated with health, cognitive and physical construction issues and the concern to help people who are at the beginning of the gender transition process.
3

Corpo, gênero e identidade: experiências transgênero na cidade de Manaus Manaus

Wittmann, Isabel 19 August 2016 (has links)
Submitted by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-01-20T14:39:04Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Isabel Wittmann.pdf: 1430460 bytes, checksum: 19f921bd13056688dc086ab9771139b0 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-01-20T14:39:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Isabel Wittmann.pdf: 1430460 bytes, checksum: 19f921bd13056688dc086ab9771139b0 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2017-01-20T14:39:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Isabel Wittmann.pdf: 1430460 bytes, checksum: 19f921bd13056688dc086ab9771139b0 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-20T14:39:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação - Isabel Wittmann.pdf: 1430460 bytes, checksum: 19f921bd13056688dc086ab9771139b0 (MD5) Previous issue date: 2016-08-19 / FAPEAM - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas / This paper aims to discuss the relationship and the links between gender identity, body and performativity through an ethnography that took place in the city of Manaus. The interlocutors of this research are transgender women and men of various ages, mostly from an urban and educated middle class. After a theoretical and terminogical review, we discuss some issues related to technologies that support the creation and reproduction of gender and its performativity, as well as practices that form the bodies and speeches that deny their right to be, through transphobia. / Esta pesquisa visa refletir sobre as relações e articulações entre identidade de gênero, corpo e performatividade, através de etnografia realizada na cidade de Manaus. Os interlocutores desse trabalho são mulheres e homens transgênero com idades variadas e pertencentes, majoritariamente, a uma classe média urbana e escolarizada. Após uma revisão teórica e terminológica, discute-se questões relacionadas às tecnologias que auxiliam a criação e reprodução do gênero, bem como da sua performatividade, assim como práticas que constroem os corpos e discursos que negam seu direito de ser, através da transfobia.
4

Sob o signo da sereia: a feminilidade na experiência de mulheres trans deficientes / Under the Mermaid Sign: feminility in the experience of disabled trans women

Silveira, Drielly Teixeira Lopes [UNESP] 03 May 2018 (has links)
Submitted by Drielly Teixeira Lopes Silveira (driellylopess@gmail.com) on 2018-07-30T05:23:22Z No. of bitstreams: 1 DDrielly_part1 (1).pdf: 1880333 bytes, checksum: 31028c6d7e1ebb39cf89aa52be3cd3af (MD5) / Approved for entry into archive by Aline Aparecida Matias null (alinematias@fclar.unesp.br) on 2018-07-30T11:09:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 silveira_dtl_me_arafcl.pdf: 1880333 bytes, checksum: 31028c6d7e1ebb39cf89aa52be3cd3af (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-30T11:09:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 silveira_dtl_me_arafcl.pdf: 1880333 bytes, checksum: 31028c6d7e1ebb39cf89aa52be3cd3af (MD5) Previous issue date: 2018-05-03 / A experiência transexual é uma temática de especial evidência no contexto acadêmico contemporâneo, sendo descrita como um fenômeno complexo, que pressupõe uma incompatibilidade entre gênero e sexo biológico. Por interrogar o modelo binário sexo/gênero, permite que se questione os discursos científicos envoltos em pressupostos de naturalização dos corpos. A deficiência, fora dos modelos reabilitativos, representaria per si um transgressão da “ordem anatômica”, ainda que seja reconhecida pelo modelo biomédico como o resultado de uma falha, congênita ou adquirida, que afetará o funcionamento “normal” do corpo ou de algumas de suas partes. A percepção de ambos os corpos recebe novos contornos quando de encontro à leitura de Judith Butler, para a qual, o lugar de patologização e abjeção conferido a estas experiências são resultado de práticas discursivas que estabelecem relações de poder que incidem sobre os corpos. Refletindo sobre as múltiplas possibilidades de experiências compreendidas a partir do feminino e considerando a posição de subalternidade conferida a esses corpos diante das normas hegemônicas, este trabalho se propõe a oportunizar um espaço de narrativa e análise para uma experiência pouco explorada academicamente: a experiência subjetiva de mulheres trans deficientes. Focalizando em especial os disability studies e suas possíveis interlocuções com a Teoria Queer como aporte teórico, foram realizadas entrevistas com três mulheres trans deficientes, sendo elas: duas portadoras de deficiência física e uma sensorial. Utilizou-se para a coleta de dados do método de História Oral Temática (Meihy, 1996). As análises de narrativas foram organizadas conforme a metodologia de Análise Textual Discursiva, destacando as categorias que recebem destaque na fala, constituindo 3 eixos de análise: (1) O transito como transgressão: da dificuldade de locomoção ao gênero itinerante. (2) O olhar como fonte de escárnio, reconhecimento e desejo. (3) A mulher como poder. Esta pesquisa possui um caráter qualitativo e exploratório, e tem como pretensão, ampliar e fomentar novas produções e discussões relacionadas às noções de feminilidade, corpo e sexualidade a partir da subjetividade trans em interface com a deficiência. / The transsexual experience is a highlighted theme in the current academic context, being portrayed as a complex phenomenon, which presupposes an incompatibility between gender and biological sex. By questioning the binary sex/gender model, it is allowed to question the scientific speeches wrapped in body naturalization presumptions. Disability, out of rehabilitative model, would represent, per se, a transgressions of the “anatomic order”, even if recognized by the biomedical model as the result of a flaw, either congenital or acquired, that will affect the “normal” functioning of the body or of some of its parts. The perception of both bodies acquire new outlining when facing the reading of Judith Butler, for whom the place of pathologization and abjection conferred to these experiences are the result of speech practices that establish power relations that act upon the bodies. Reflecting upon the multiple possibilities of experiences, understood on the basis of feminine, and considering the subordinate position conferred to these bodies in the face of the hegemonic rules, this work aims to create a space of narrative and analysis for an experience that has been little explored academically: the subjective experience of disabled trans women. Focusing, specially, on the disability studies and its possible interlocutions with the Queer theory as theoretical basis, interviews with three disabled trans women were made, being them: two physically disabled women and a sensorial disabled one. For data collection, we made use of the Thematic Oral History method (Meihy, 1996).The analyses of the narratives were organized according to the Discursive Textual Analysis, highlighting the categories that are prominent in the speech, constituting 3 analysis axes: (1) Transit as transgression: from walking difficulties to the itinerant genre. (2) The eyes as a source of scorn, recognition, and desire. (3) The woman as power. This research has a qualitative and exploratory nature, intending to expand and foment new works and discussions regarding the notions of femininity and sexuality from the interface between transgender subjectivity and disability
5

Pelo direito de existir além das barreiras patologizantes : a experiência das pessoas trans em uma perspectiva argumentativa

Eugenio, Gabriel Soares 27 February 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, Programa de Pós-Graduação em Direito, 2018. / Submitted by Fabiana Santos (fabianacamargo@bce.unb.br) on 2018-08-27T19:35:02Z No. of bitstreams: 1 2018_GabrielSoaresEugenio.pdf: 1641177 bytes, checksum: a38fce05c5b98f99fc1f912cf1c07729 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-08-30T21:14:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_GabrielSoaresEugenio.pdf: 1641177 bytes, checksum: a38fce05c5b98f99fc1f912cf1c07729 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-30T21:14:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_GabrielSoaresEugenio.pdf: 1641177 bytes, checksum: a38fce05c5b98f99fc1f912cf1c07729 (MD5) Previous issue date: 2018-08-27 / O presente trabalho, focando nos direitos sexuais das pessoas trans – travestis, transexuais e outras vivências além da realidade cisgênera –, explora o direito de existir, ora materializado no direito à retificação de documentos civis dessa população, por meio judicial. Para tanto, é feita uma revisão do processo de construção identitária dos sujeitos contemporâneos sob a perspectiva dos estudos culturais, especialmente no que tange às sexualidades e gêneros, bem como sobre a trajetória de acesso a direitos da população LGBTI nos espaços institucionais e burocráticos do Poder Público. Apesar da ênfase especial no Poder Judiciário, é verificado o caminho que vem sendo percorrido também nos poderes Legislativo e Executivo para garantir direitos das pessoas trans. Quanto ao destaque proposto, é analisado, a partir de uma coleta de dados de julgados que ocorreram entre 2004 a 2017 nos tribunais brasileiros, como os órgãos judicantes vêm tratando a retificação de prenome e sexo/gênero das pessoas trans, tenham elas se submetido ou não a cirurgias de transgenitalização. Nesse momento são reveladas informações como a quantidade de processos no decorrer dos anos, o quantitativo de decisões de procedências e improcedências dos pedidos e quais tribunais nacionais são os mais expressivos diante da questão. Por fim, é feito o exame dos Recursos Especiais nos. 1.008.398/SP, 737.993/MG e 1.626.739/RS, julgados pelo Superior Tribunal de Justiça, sendo aplicada, no último, a metodologia proposta por Manuel Atienza, estudioso da argumentação jurídica, para analisá-lo e avaliá-lo em razão de ser o mais recente e emblemático deles por ter permitido que uma mulher trans alterasse seus documentos públicos sem se submeter à cirurgia de transgenitalização, o que pode indicar que o Poder Judiciário caminha para a despatologização das identidades trans. No entanto, ainda se questiona: será que o não condicionamento do direito de existir dessa população à referida cirurgia é suficiente para evitar sofrimentos e violências contra as pessoas trans ou ainda estamos engatinhando para alcançar uma plena democracia sexual que visualize esse grupo social? / The present work, focusing on the sexual rights of trans people – transvestites, transsexuals and other forms of experience beyond the reality of the cisgender people –explores the right to existence, embodied in the right to rectification of civil documents of the trans population, through a judicial process. In order to do so, I formulate a revision of the identity construction process of contemporary subjects under the perspective of the cultural studies, especially regarding sexualities and genres aspects, as well as of the trajectory of rights access of the LGBTI population in the institutional and bureaucratic spaces of the Public Power. In spite of the special emphasis on the Judiciary, I argue that a path is being drawn also in the Legislative and Executive Powers to guarantee the rights of trans people. Regarding the Judiciary, I analyse data from a collection of judgments that occurred between 2004 and 2017 in Brazilian courts, to understand how the judicial organs have been dealing with the name and sex/gender rectification of the trans people, whether submitted or not to surgeries of transgenitalization. At this point, I reveal information on aspects such as the quantity of legal actions over the years, quantitative of decisions admitting and not admitting the requests, and which national courts are most expressive to the issue. Finally, I propose an examination of the Special Appeals 1.008.398/SP, 737.993/MG and 1.626.739/RS, judged by the Superior Court of Justice, applying, in the last one, the methodology proposed by Manuel Atienza, a scholar of judicial argumentation, to analyse and evaluate this one which is the most recent and emblematic of them because it allowed a trans woman to change her public documents without undergoing a transgenitalization surgery, which might indicates that the Judiciary is moving towards the depathologization of trans identities. However, we can still ask: is the fact that the trans people’s right to exist will stop being conditioned to the surgery enough to avoid the suffering and violence against this population, or are we still crawling to achieve a full sexual democracy in which this social group is recognized? / El presente trabajo, que se centra en los derechos sexuales de las personas trans – travestis, transexuales y otras experiencias más allá de la realidad de las personas cisgénero –, busca explorar el derecho a la existencia de las mismas, a través de la rectificación de documentos civiles dentro de un proceso judicial. Para ello, se realiza una revisión del proceso de construcción de identidad de sujetos contemporáneos bajo la perspectiva de los estudios culturales, especialmente en lo que se refiere a sexualidades y géneros, así como la trayectoria de acceso de derechos de la población LGBTI en los espacios institucionales y burocráticos del Poder Público. A pesar del énfasis especial en el Poder Judicial, se verifica también el camino que viene siendo trazado por los poderes Legislativo y Ejecutivo para garantizar los derechos de las personas trans. En cuanto al punto culminante propuesto, se lleva a cabo un análisis a partir de la recopilación de datos sobre sentencias dadas entre los años 2004 y 2017 en los tribunales brasileños. Esto a fin de identificar, cómo los órganos judiciales han estado abordando la rectificación del nombre y del sexo/género de las personas trans, teniendo en cuenta el sometimiento o no de las mismas a cirugías de transgenitalización. En este punto, se revelan informaciones como: la cantidad de procesos acontecidos a lo largo de esos años, y a partir de ello, la cantidad de casos de admisibilidad e inadmisibilidad de solicitudes presentadas. Inclusive, es posible determinar para qué tribunales nacionales resulta más expresiva la cuestión planteada. Finalmente, se examinan las Apelaciones Especiales 1.008.398/SP, 737.993/MG y 1.626.739/RS, juzgadas por la Corte Suprema de Justicia utilizando, en la ultima, la metodología propuesta por el professor Manuel Atienza (2013), un estudioso de la argumentación jurídica, para analizarla y evaluarla por ser las más recientes y emblemáticas decisiones al respecto – porque permitió a una mujer trans cambiar sus documentos públicos sin someterse a una cirugía de transgenitalización, lo que indica que el Poder Judicial pode estar avanzando hacia la despatologización de las identidades trans. Sin embargo, todavía se cuestiona: ¿Será que el no condicionamiento de este derecho a existir por medio de la referida cirugía es suficiente para evitar sufrimientos y violencias contra las personas trans, o aún estamos gateando para alcanzar una plena democracia sexual que visualice a este grupo social?
6

A prática crossdresser na blogosfera: um estudo baseado em análise de blogs crossdressers / The crossdresser practice at the blogosphere: a study based on the analysis of crossdresser’s blogs

Barbosa, Marcela Thaís de Melo 25 August 2014 (has links)
Submitted by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2016-08-01T14:28:05Z No. of bitstreams: 2 Dissertação - Marcela Thaís de Melo Barbosa - 2014.pdf: 3461845 bytes, checksum: 3af844a282c5667842c7cf469c58dbdb (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Approved for entry into archive by Luciana Ferreira (lucgeral@gmail.com) on 2016-08-01T14:30:45Z (GMT) No. of bitstreams: 2 Dissertação - Marcela Thaís de Melo Barbosa - 2014.pdf: 3461845 bytes, checksum: 3af844a282c5667842c7cf469c58dbdb (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-01T14:30:45Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação - Marcela Thaís de Melo Barbosa - 2014.pdf: 3461845 bytes, checksum: 3af844a282c5667842c7cf469c58dbdb (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2014-08-25 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / This research consists of an analysis of blogs perceived as crossdressers’. In other words, blogs that use the word crossdresser in their headline and/or in their content description. These blogs, that are mainly used as virtual diaries, are propagators of opinion, virtual contents that go beyond text, the usage of words. They propagate ideas also by images, pictures, videos and audio. It was pursued the understanding of what the crossdressing practice is to these bloggers through the analysis of pictoric and textual elements, also observing which categories would come up through their speech and dress-up. For this research , the blogs to be analyzed were chosen by means of common internet research tools, focusing on the first results presented. It were intended, through the reading and analysis of these blogs, written by crossdressers, or by authors that use that category as the blog’s justification, to approach behaviors that evidence what people so-called crossdressers do when they evoke this category. In other words, what people do when they announce to be involved with the practice. It was concluded by means of this analysis that there is a heterogeneity in the understanding of the practice that involves differences when dressing up, and also, differences in the way of perceiving and experience the practice. / Este trabalho compreende a análise de blogs tidos como crossdressers, ou seja, que usam a palavra crossdresser em seus títulos e/ou em suas descrições de conteúdo. Estes blogs, que funcionam primariamente como diários virtuais, são propagadores de opiniões, de conteúdos virtuais que extrapolam o texto, as palavras. Propagam ideias também através de imagens, fotos, vídeos e áudios. Buscou-se através da análise de elementos pictóricos e textuais, entender o que é a prática crossdresser para est@s blogueir@s, observando também quais seriam as categorias acionadas através de seus discursos e montagens. Para este trabalho, foram escolhidos os blogs a serem analisados através de mecanismos de busca comuns na internet, tratando na análise os blogs que fossem anunciados primeiro. Pretendeu-se, através da leitura e análise destes blogs escritos por crossdressers ou de autor@s que fazem uso desta categoria como justificativa do blog, abordar comportamentos que evidenciem o que as pessoas que se dizem crossdressers fazem quando acionam a categoria, ou seja, quando anunciam estar praticando o crossdressing. Conclui-se através da análise que há uma heterogeneidade no entendimento da prática, que envolve diferenças na montagem e também forma de percebê-la e vivenciá-la.
7

Laerte \'vestido de mulher\': uma investigação sobre a representação de gênero e sexualidade na mídia / Laerte dressed as a woman: an investigation on gender and sexuality representations in the media

Tulio Heleno de Aguiar Bucchioni 04 November 2016 (has links)
No ano de 2010, a cartunista paulistana Laerte Coutinho assume publicamente um processo de identificação com o gênero feminino, já abordado em seu trabalho pelo menos desde 2005. A partir de então, uma profusão de conteúdos envolvendo Laerte passa a ser veiculada em diversas mídias, sob a forma de notícias, reportagens, colunas, entrevistas e debates. Inspirada pelos conceitos de hegemonia e contra-hegemonia (Williams, 1977), esta pesquisa tem como objetivo investigar e entender o processo de construção de representações de gênero e sexualidade em jornais de grande circulação brasileiros e em mídias da internet a partir de conteúdos veiculados sobre Laerte, indagando sobre seus efeitos, bem como sobre temas e abordagens que a discussão sobre a trajetória de Laerte suscita. / In 2010, the Brazilian cartoonist Laerte Coutinho publicly revealed a process of identification with the female gender, which could already be seen in her work at least since 2005. From that moment on, several contents involving Laerte have been distributed by the media, in the form of news, special reports, columns, interviews and debates. Inspired by the concepts of hegemony and counter-hegemony (Williams, 1977), this research aims to investigate and understand the process of making gender and sexuality representations both in Brazilian major newspapers and online media through the analysis of contents concerning Laerte, assuming as a goal to inquire about its possible effects as well as themes and approaches that the discussion on Laertes personal life has raised.
8

Laerte \'vestido de mulher\': uma investigação sobre a representação de gênero e sexualidade na mídia / Laerte dressed as a woman: an investigation on gender and sexuality representations in the media

Bucchioni, Tulio Heleno de Aguiar 04 November 2016 (has links)
No ano de 2010, a cartunista paulistana Laerte Coutinho assume publicamente um processo de identificação com o gênero feminino, já abordado em seu trabalho pelo menos desde 2005. A partir de então, uma profusão de conteúdos envolvendo Laerte passa a ser veiculada em diversas mídias, sob a forma de notícias, reportagens, colunas, entrevistas e debates. Inspirada pelos conceitos de hegemonia e contra-hegemonia (Williams, 1977), esta pesquisa tem como objetivo investigar e entender o processo de construção de representações de gênero e sexualidade em jornais de grande circulação brasileiros e em mídias da internet a partir de conteúdos veiculados sobre Laerte, indagando sobre seus efeitos, bem como sobre temas e abordagens que a discussão sobre a trajetória de Laerte suscita. / In 2010, the Brazilian cartoonist Laerte Coutinho publicly revealed a process of identification with the female gender, which could already be seen in her work at least since 2005. From that moment on, several contents involving Laerte have been distributed by the media, in the form of news, special reports, columns, interviews and debates. Inspired by the concepts of hegemony and counter-hegemony (Williams, 1977), this research aims to investigate and understand the process of making gender and sexuality representations both in Brazilian major newspapers and online media through the analysis of contents concerning Laerte, assuming as a goal to inquire about its possible effects as well as themes and approaches that the discussion on Laertes personal life has raised.
9

Transgeneridade, mídia e consumo: um estudo de caso das visibilidades midiáticas de Laerte Coutinho / Transgenderism, media and consumption: a case study of media visibilities of Laerte Coutinho

Theodoro, Hadriel Geovani da Silva 24 March 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2016-10-13T14:10:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Hadriel Geovani da Silva Theodoro.pdf: 1808656 bytes, checksum: 1299518b134fb195fd9cde331f7252d5 (MD5) Previous issue date: 2016-03-24 / With the prospect of contributing towards reflections and social practices regarding the politics of media visibility and citizenship for transgendered people, this dissertation articulates studies in the areas of gender and sexuality, communication, media, and consumption. The main objective is to analyze the media visibility of transgendered people in the context of a contemporary consumption society, starting from a case study of the experiences of Laerte Coutinho, cartoonist and nationally renowned activist. The theoretical framework is guided by authors from queer studies, cultural studies, and media and consumption theory. The research methodology, of a qualitative nature, is based on the analysis of a corpus made up of eight items from the media, in addition to an interview carried out with Laerte and an observation of her personal page on the social media network, Facebook. The results of the analysis point to the maintenance of stereotyped, or even prejudiced, frames as related to the visibility of Laerte s transgenderedness, particularly in traditional mass media. In relation to counter-hegemonic or alternative media and social networking spaces, especially on the cartoonist s Facebook profile page, these frames are more favorable towards the policies of visibility for transgenderedness. Finally, the path of the analysis points out difficulties and limits in constituting the politics of media visibility for transgenderedness that promote an effective shift away from a gender binary in our society and culture. / Na perspectiva de contribuir para reflexões e práticas sociais sobre as políticas de visibilidade midiática e a cidadania das pessoas transgêneras, a presente dissertação articula os estudos de gênero e sexualidade, comunicação, mídia e consumo. O objetivo principal é analisar as visibilidades midiáticas das pessoas transgêneras no contexto da sociedade de consumo contemporânea, a partir de um estudo de caso das vivências de Laerte Coutinho, cartunista e ativista de renome nacional. O aporte teórico se pauta em autoras e autores da teoria queer, dos estudos culturais, das teorias da mídia e do consumo. A metodologia da pesquisa, de caráter qualitativo, está fundamentada na análise de um corpus formado por oito materiais midiáticos, além de uma entrevista realizada com Laerte e de uma observação de sua página pessoal no site de rede social Facebook. Os resultados da análise apontam para a manutenção de enquadramentos estereotipados ou mesmo preconceituosos no que concerne às visibilidades da transgeneridade de Laerte, principalmente nas mídias tradicionais. Em relação às mídias contra-hegemônicas ou alternativas e aos espaços das redes sociais, especialmente o perfil do cartunista no Facebook, esses enquadramentos são mais favoráveis a uma política de visibilidade da transgeneridade. O percurso da análise aponta, por fim, às dificuldades e limites de constituição de políticas de visibilidade midiática da transgeneridade que promovam um efetivo deslocamento dos binarismos de gênero em nossa sociedade e cultura.
10

(Trans)ações: experiências pedagógico-teatrais com pessoas transgêneros

Rodovalho, André Luiz Silva 06 July 2016 (has links)
A pesquisa teve como objetivo principal investigar as potencialidades pedagógicas da performance e do teatro para a comunidade transgênero de Uberlândia por meio de uma oficina teatral. Com o propósito de harmonizar a distribuição das fases da dissertação substitui os capítulos por “ciclos”, uma alusão à metamorfose das borboletas e uma metáfora aos sujeitos da pesquisa: pessoas transgêneros. Inicialmente, nos dois primeiros ciclos, faço uma retrospectiva das trajetórias acadêmicas e artísticas que originaram esta pesquisa de mestrado. No terceiro ciclo começo a elucidar os pontos fundamentais sobre a oficina de teatro para transgêneros: as justificativas da escolha do público alvo, a sua metodologia, os resultados cênicos e as ferramentas de registro escolhidas para a pesquisa de campo. No quarto e no quinto ciclos, respectivamente, descrevo como se deu a aproximação com o universo trans e a divulgação da oficina. Do sexto ao nono ciclos há a descrição e reflexão sobre os encontros realizados durante o campo da oficina e os pontos de relevância observados com a prática, problemas, conflitos surgidos e as adaptações metodológicas que foram necessárias diante dos retornos que as alunas trans deram sobre a prática. No décimo ciclo faço uma análise a respeito da visibilidade trans em relação ao teatro a partir das entrevistas realizadas com as participantes e ouvintes, entrecruzando as referências teóricas oriundas dos estudos de gênero, a fim de entender os conflitos dos corpos e das identidades trans com as práticas teatrais desenvolvidas durante a oficina. Finalmente, no décimo ciclo, descrevo e reflito sobre a segunda oficina de teatro para a comunidade trans que foi realizada durante a 11ª Semana Cultural LGBT de Uberlândia. / This research aims to propose a theater and performance workshop for the Uberlândia transgender community. In order to harmonize the distribution of this essay, the chapters were renamed as "cycles", an allusion to the butterflies metamorphosis and a metaphor to the research subjects: transgender people. In the first two cycles, there is a retrospective of academic and artistic trajectories that originated this master's research. The third cycle begins to elucidate the fundamental points about the theater workshop for transsexuals: the reasons of the choice of target audience, its methodology, the scenic results and logging tools chosen for the field research. In the fourth and fifth cycles, respectively, there is a description of how was the approach to the trans universe and the workshop divulgation. From the sixth to the ninth cycles, there is a description and reflection about the meetings during the workshop and the relevant issues that was seen with practice, problems, conflicts encountered and methodological adjustments due to the feedback the trans students gave about the practice. In the tenth cycle there is and analysis about the trans visibility, related to the theater, from the interviews with the participants and listeners, with the theoretical references coming from the gender studies, in order to understand the conflicts of bodies and trans identities with theatrical practices developed, during the workshop. Finally, in the tenth cycle, there´s a describe and reflection about the second workshop of theater for the trans community that was held during the 11ª Semana Cultural LGBT de Uberlândia (11th Cultural LGBT Week in Uberlândia). / Dissertação (Mestrado)

Page generated in 0.0861 seconds