• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 21
  • 3
  • Tagged with
  • 24
  • 10
  • 10
  • 9
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

"Tá pensando que travesti é bagunça?" Repertórios sobre travestilidade, em contextos de criminalidade, por jornais de Pernambuco.

CARVALHO, Bruno Robson de Barros 26 February 2014 (has links)
Submitted by Felipe Lapenda (felipe.lapenda@ufpe.br) on 2015-03-04T12:38:42Z No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Bruno Robson de Barros Carvalho.pdf: 1185318 bytes, checksum: b4ca1559cc6826695e1ab86bed14bfca (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-04T12:38:42Z (GMT). No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Bruno Robson de Barros Carvalho.pdf: 1185318 bytes, checksum: b4ca1559cc6826695e1ab86bed14bfca (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2014-02-26 / Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco / A presente pesquisa objetivou analisar a produção de modos de ser travestis, em contextos de criminalidade, pela mídia jornalística pernambucana. Os objetivos específicos foram: 1) identificar nomeações e posicionamentos de travestis nos jornais de Pernambuco e 2) refletir sobre como este tipo de produção discursiva constrói e reitera a travestilidade em zonas de abjeção. Visando dar conta dos objetivos, tomamos por base princípios e conceitos norteadores da Teoria Queer, especialmente no que se refere à “abjeção”. Do ponto de vista da psicologia social, nos baseamos nas contribuições do Construcionismo Social para o estudo das práticas discursivas e produção de sentidos no cotidiano. Este referencial teórico-metodológico orientou as análises produzidas sobre as notícias veiculadas em jornais. Como material empírico, trabalhamos com 33 notícias publicadas on-line pelos jornais de maior circulação na cidade do Recife, entre os anos de 1998 e 2012. Por meio da construção de mapas analíticos, agrupamos informações referentes a crimes, posições e nomeações sobre as travestis, veiculadas no material discursivo. Deparamo-nos com um escasso número de matérias sobre casos que envolvem travestis e pouca repercussão dos mesmos. Percebemos, ainda, nos textos um desconhecimento/desrespeito em relação ao debate e reivindicações do movimento de Travestis sobre a adoção da identidade de gênero feminina para se referir às travestis, uma vez que, os jornais recorrentemente informam os nomes de registro civil, masculinos. Como também, ao noticiarem casos de travestis assassinadas, essas matérias apresentam informações que efetivam um afastamento entre o leitor e a vítima e uma reafirmação da condição marginal das travestis, a partir de construções discursivas que tendem à culpabilização da vítima.
2

Vera Pequeno : uma possível autoficção cientifica em arte da performance

Bornhausen, Mariana Zimmermann, Bornhausen, Auriceleste Z. 17 August 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes, 2018. / A presente pesquisa se dedica à analise e melhor entendimento de quem seria Vera Pequeno, personalidade esporádica e criatura de autoficção científica. Assim como faz um levantamento analítico e crítico de seus processos artísticos, pensando em como cada conceito, que situa a criação de Vera Pequeno, aparece na obra, e também seus modos de relação com o público e a criação. Os conceitos são travestilidade, camuflagem, erotismo e extra-vagância. / Cette recherche est dédiée a l’analyse et la compréension de Vera Pequeno: personnalité sporadique et oeuvre de autofiction scientifique. Et aussi, effectue une collecte analytique et critique de ses créations, en pensant comme chaque concept, que situe la création de Vera Pequeno, apparaît dans l’oeuvre. Aussi pense ses modes de relation avec le public et création, a travers les concepts de travestilité, camouflage, érotisme et extra-vagance.
3

A saga da beleza: um estudo das transformações corporais na experiência travesti .

Nogueira, Francisco Jander de Sousa 01 December 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2015-05-14T13:27:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 3899107 bytes, checksum: 29cfba299126ead60fcb3961ca48feca (MD5) Previous issue date: 2010-12-01 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / This study focus on the analysis of prostituted transvestites in the city of Fortaleza Ceará. It presents personal reports about their body transformations, experience that includes a set of processes, existences and different types of relations. Contrasting identities conceptions that privilege coherence and linearity, I present trajectories and autobiographical reports contextualized by discontinuities. Having a feminine subjectivity, transvestites effectuate transformations on their physical forms, endorsed by forensic medicine or by clandestine methods. Though they opt to preserve their genitals, having a woman's body is one of their biggest goals. I understand that the use of these bodies as object of wish exposed in the "streets goes besides the discussions that permeate the travestilidade as a branded group. My approach privileges the legitimation of this practice in the perspective of the realization of wishes and the recognition of the transvestites in the condition of subjects in (trans) formation. The travestilidade is analysed based on the rituals as performance, as they consider the possibilities to survive such experience in a pleasurable way or not. In the fieldwork, I mobilized methodological tools that allowed the apprehension of peculiarities and expressivenesses concerning to the complex experience of being a woman twenty and four hours a day. / Este trabalho toma como foco de análise travestis que se prostituem na cidade de Fortaleza- Ce. São apresentadas narrativas sobre suas transformações corporais, experiência que engloba um conjunto de processos, vivências e relações. Contrastando com concepções de identidades que privilegiam a coerência e a linearidade, apresento trajetórias e relatos autobiográficos contextualizados por descontinuidades. Possuindo uma subjetividade feminina, travestis efetuam transformações em suas formas físicas, seja com o aval da medicina legal ou na clandestinidade. Embora façam a opção de conservar suas genitálias, possuir o corpo de mulher é um dos maiores objetivos das minhas personagens. Entendo que a utilização destes corpos como objeto de desejo expostos nas ruas vai além das discussões que permeiam a travestilidade apresentada como um grupo estigmatizado. Minha abordagem privilegia a legitimação desta prática na perspectiva da realização de desejos e do reconhecimento das travestis na condição de sujeitos em (trans)formação. A travestilidade é analisada tendo por base os rituais como performance. São consideradas as possibilidades de vivenciar tal experiência de forma prazerosa ou não. No trabalho de campo, mobilizei ferramentas metodológicas que permitiram a apreensão de singularidades e de expressividades concernentes à complexa experiência de passar por mulher vinte e quarto horas por dia.
4

Travestilidade masculina no maracatu rural pernambucano : gênero, ritual e performance em Nazaré da Mata/PE

SILVA, Anderson Vicente da 29 February 2016 (has links)
Submitted by Fabio Sobreira Campos da Costa (fabio.sobreira@ufpe.br) on 2016-09-01T12:30:16Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) VERSÃO DIGITAL TESE 2016.pdf: 11271435 bytes, checksum: cf71d29b391f995af248453126630b26 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-01T12:30:16Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) VERSÃO DIGITAL TESE 2016.pdf: 11271435 bytes, checksum: cf71d29b391f995af248453126630b26 (MD5) Previous issue date: 2016-02-29 / Este estudo tem por objetivo compreender a travestilidade no maracatu rural em Pernambuco no contexto das relações de gênero e sexualidade. O recorte do campo é uma manifestação popular, que é também um ritual e possibilita evidenciar performances, experiências, práticas e significados, que podem elucidar dimensões subjetivas e ideológicas das relações de gênero e da sexualidade. Na tentativa de aprofundar algumas questões significativas acerca das dimensões sociais evidenciadas na elaboração e performatização de personagens femininos encenados por homens travestidos no maracatu rural pernambucano, buscou-se fazer um estudo etnográfico, com base na observação participante, a partir de aspectos da trajetória de travestilidade de homens brincantes do maracatu nos ensaios e apresentações durante o período carnavalesco. Essa travestilidade se relaciona com a constituição da pessoa, com enfoque nas simbologias e classificações de gênero, originando práticas sexuais normatizadas, que incluem relações com o mesmo sexo e com o sexo oposto, até certo ponto contrastivo com a norma ocidental, que valoriza a heterossexualidade e correspondência sexo/gênero. Os papeis masculinos e femininos no âmbito do folguedo popular do maracatu constituem-se elementos organizativos que reafirmam a diferença entre homens e mulheres nos contextos das relações sociais. / This study aims to understand the travestility in maracatu rural in Pernambuco in the context of gender and sexuality relations. The clipping of the field is a popular event, which is also a ritual and provides evidence performances, experiences, practices and meanings that can elucidate subjective and ideological dimensions of gender relations and sexuality. In an attempt to deepen some significant questions about the social dimensions highlighted in the design and performatation of female characters staged by disguised men in maracatu rural in Pernambuco, we sought to do an ethnographic study based on participant observation from aspects of the travestility trajectories of maracatu’ men-players in rehearsals and performances during the carnival period. This travestility relates to the constitution of the person, focusing on symbols and gender classifications, resulting in normalized sexual practices, including relationships with the same sex and the opposite sex to some contrastive point with the western standard that values heterosexuality and correspondence sex/gender. Male and female roles within the popular merriment maracatu constitute organizational elements that reaffirm the difference between men and women in contexts of social relations.
5

Se pudesse ressurgir eu viria como o vento: Das narrativas da dor:um estudo sobre práticas de modificações corporais e afetividades na experiência da travestilidade

SILVA, Adrianna Figueiredo Soares da 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:02:37Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1016_1.pdf: 3454315 bytes, checksum: 028cf3f87c12a6e4eda4a407e86271da (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Desde a modernidade, as sociedades contemporâneas ocidentais, vêm sugerindo um imaginário poluidor próprio, principalmente através da institucionalização da heterossexualidade; da atmosfera naturalizante de corpos-sexuados; e do discurso médico e jurídico, que infere o normal e o anormal. As travestis parecem se encontrar no limiar de muitos desses significantes poluidores, não fazendo parte dos corpos que importam, dos corpos sexuados e inteligíveis, onde usualmente a questão da travestilidade e tomada em sua dimensão grotesca e erotizada; e sua hibridez, ou ainda a própria possibilidade de existência desta hibridez, se torna fator revelador da não linearidade necessária entre desejo sexual, gênero e corpo. Demonstram, assim, a carne viva, numa performance social pulsante, o caráter manufaturado dessas representações, que são a todo momento articulados entre si, através de identificações de gênero experienciadas tanto através de questões cognitivas, relacionadas a idéia de eusdesejantes e da autoconstrução, quanto à questões mais objetivas, as quais revelam a reiteração de dispositivos de sexualidade e de matrizes culturais de percepção do indivíduo, que o ajudam a formular o imaginário sobre si e sobre o mundo. Assim as experiências emocionais, proferidas através das narrativas da dor, tomam centralidade deste trabalho, visando perceber através deste discurso, bem como suas representações na experiência de corporalidades vividas, os questionamentos que envolvem quebras de representações de teor essencial; vivências e estados de abjeção e táticas de subversão cotidiana. Seguindo uma abordagem antropológica de gênero, e dialogando com as chamadas teorias queer, foi possível perceber que se entrelaçam nestas narrativas da dor , encontradas na experiência da travestilidade, duas linguagens: A linguagem Política , onde se alinham discursos sobre as dores do enfrentamento social e da conseqüente abjeção; e a da Satisfação , relacionada às dores de suas práticas de modificações corporais, significadas como fator positivo, de realização, empreendimento e adequação. Essas duas linguagens se tornam elementos de um jogo difuso, e o que se procurou refletir, foi justamente, como ocorrem essas articulações entre dores e prazeres, entre identificação e exclusão, demonstrando-se como um profícuo campo de investigação para esta temática, na qual as narrativas da dor nos levam a pensar sobre as articulações entre ação e emoção, ao mesmo tempo em que esboça a dor como política, atuando com um elemento distintivo de suas trajetórias. A idéia da dor aparece aqui, como reflexividade e espaço de intervenção, onde se afirmará a dignidade e a condição de humanidade
6

No truque : transnacionalidade e distinção entre travestis brasileiras

Cecília Patrício, Maria 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:02:41Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1035_1.pdf: 5826407 bytes, checksum: 3a0ec573755be0bce58c1f41fbed4307 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Este estudo tem como fundamental objetivo entender como e porque as travestis brasileiras circulam entre países, especificamente Brasil e Espanha. É umo categoria de análise para as travestis brasileiras que depois da primeira viagem à Europa, estruturada através de habitus, são nomeadas européias. Neste sentido, elas constróem uma identificação de brasileiras e travestis, com o intuito de se firmarem no mercado de trabalho, o que realmente vão realizar por lá. Para se manterem no mercado precisam ir à Europa, mas, além disso, precisam se manter no mercado europeu com distinção dentre as demais, pois, hierarquicamente se destacam mais quando alcançam maior proximidade com a cultura européia. Para se destacarem, participam de eventos e concursos que aumenta as páginas de seu curriculum enquanto pessoa e travesti. Assim, se mantém distintas e reconhecidas socialmente, principalmente entre os seus familiares, deixados no Brasil, assim como seus pares. No movimento transnacional, modificam-se em termos de nomeamentos de travestis para trans e transex em termos de comportamentos, adotando, neste trajeto ora uma negação da nacionalidade de brasileiras, ora um reforço desta identidade nacional, mas, ao mesmo tempo, mostram toda uma ambigüidade que preservam sendo ao mesmo tempo travestis brasileiras e européas
7

Capricho, farsa ou imitação da realidade: discursos do direito em acórdãos de retificação de registro civil de travestis e transexuais / Caprice, farce or imitation of reality: speeches in the law on rectification of civil registry of transvestites and transsexuals

Rachel Macedo Rocha 11 September 2017 (has links)
Historicamente somos identificados a partir do corpo, mais especificamente da genitália que nos classifica no padrão binário de gênero, masculino e feminino. Ao longo da história da humanidade, esta regra padroniza as formas de ser e viver e prescreve a constituição dos sujeitos, das identidades, do sexo e da sexualidade, adquirindo estatuto de verdade. Uma das grandes questões a orientar a identidade civil é o sexo. Travestis e transexuais que transitam ou atravessam as fronteiras definidas pelas normativas de sexo e gênero, caso queiram mudar de nome, têm como exigência a autorização judicial. Realizei uma pesquisa qualitativa, com o objetivo de analisar os discursos jurídicos em acórdãos de retificação de registro civil de transexuais e travestis no Tribunal de Justiça de São Paulo. O referencial teórico utilizado foram os estudos de gênero, ferramentas conceituais de Michel Foucault e aportes do campo do direito. Analisei 45 acórdãos do órgão superior do judiciário paulista do período de 2000 a 2015. Para analisar o material, tomei como inspiração Spink, ao construir de mapas temáticos. Os resultados sinalizam que as decisões, tanto para acolher, como para negar os pedidos, utilizam os saberes jurídicos e especialmente saberes médicos, pautados em um modelo biomédico de concepção da transexualidade e travestilidade. Como consequência desta fundamentação, observamos que, no campo do Direito, cristaliza-se uma concepção que moraliza e transforma as identidades de gênero não hegemônicas em patologias, como a de travestis e transexuais / Historically we are identified by our bodies, more specifically by our genitalia that classifies us in the binary gender pattern, male and female. In the course of mankinds history, this rule standardizes the ways to see and live and prescribes the constitution of subjects, identities, gender and sexuality, acquiring status of truth. On of the great questions to orient civil identity is gender. Tranvestites and transsexuals that walk by or trespass the boundaries defined by the norms of sex and gender, in case they want to change their names, have, as a demand the judiciary authorization. We conducted a qualitative research, with the intent of analyzing the judiciary speeches in judgement of retification of civil records of transsexuals and tranvestites on the São Paulo Court of Law. The theoretical referential utilized were the studies of gender, conceptual tools os Michel Foucault and contribution of the Law field. I have analyzed 45 judgements of São Paulos superior court, between 2000 and 2015. In order to analyze the material, we took as inspiration the methodology proposed by Spink, when constructing thematic maps. The results signal that the decisions, both to accomodate and to deny the requests, utilize judicial, and especially medical, knowledge, lined in a biomedical modelo f the conception of transsexuality and travesty. As a consequence of this fundamentation, we observe that, in Law, there is a crystalization that moralizes and transforms the gender identities not hegemonics in pathologies, like the ones of the tranvestites and transsexuals
8

Ser travesti: significados atribuídos por um grupo de travestis da cidade de Manaus

Duque, Andrews do Nascimento 24 November 2012 (has links)
Submitted by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2016-01-27T20:14:47Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Andrews do Nascimento Duque.pdf: 925488 bytes, checksum: 08985815c6f13ac06175630ca8880e49 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2016-01-28T12:39:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Andrews do Nascimento Duque.pdf: 925488 bytes, checksum: 08985815c6f13ac06175630ca8880e49 (MD5) / Approved for entry into archive by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2016-01-28T12:40:27Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação - Andrews do Nascimento Duque.pdf: 925488 bytes, checksum: 08985815c6f13ac06175630ca8880e49 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-28T12:40:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação - Andrews do Nascimento Duque.pdf: 925488 bytes, checksum: 08985815c6f13ac06175630ca8880e49 (MD5) Previous issue date: 2012-11-24 / FAPEAM - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas / This study investigates the meanings of travestility from a group of transvestites in the city of Manaus, from the perspective of Historical-Cultural Psychology that was proposed by Vygotsky. From this approach, it points out that this research was crossed by social, historical and cultural dimensions in their apprehension processes of meanings presented in the context. It is aimed at understanding the meanings of travestility from a group of transvestites in the city of Manaus. The specific objectives, points out the conceptual constructions about the ways of life of the studied transvestites and where they live in the socio-cultural context, what the main difficulties in developmental trajectories of transvestites are, investigate the meanings attributed to travestility by the respondents and identify the areas where transvestites socialize and are a part of. The methodology chosen was qualitative research, using a semi-structured interview. The data collected were transcribed and then subjected to analysis of the core meaning. The results from the speeches of the transvestites indicate that they are crossed with present concepts in western culture, some emerging nuclei, such as the local culture, the strength of the biological, the hegemonic femininity and the relationship with social institutions. The difficulties involve various levels: interpersonal relationships, education, work and access to the bathroom. As the meanings of travestility appeared as a core, transvestite as the expression of fluidity and gender stereotypes, referencing transvestite through adjectives, there are also synonymous like being female, being in metamorphosis versus being stereotyped, good and bad transvestite, as heteronormativity developments. The sociability areas have a nucleus: transvestite's place is in the world: dialectics of exclusion / inclusion. The results of this study allows us to critically reflect on the meanings related to transvestite in Manaus, indicating that the socio-cultural context of the city of Manaus participates dialectically in the way they mean "transvestite" in this context, their difficulties and what their areas of sociability are. We hope, from the findings of this study, that their way of life may be thought about and redefined, in the way that they collaborated in the understanding of their strategies to continue their process of development as transvestites, their difficulties in development, as well as those places where their participation is still denied, as they may be indicators of barriers that need the fostering of public policies, participation of social movements and academia to build a more egalitarian society. The findings of this study indicate existing meanings in the collective level about the transvestite, and it results in reflecting on the subjective elaborations they elaborate on in their experiences. It is possible to infer that there is a power in the social environment that ends up positing naturalized forms of development and existence that are linked to a primarily biological perspective. These are represented in the media, which end up legitimizing certain truths and influencing greatly in their processes of meanings about what is to be transvestite. It is then constructed as fragmented and therefore reinforces what we might call "dialectic of exclusion". / Este estudo investigou os significados da travestilidade a partir de um grupo de travestis da cidade de Manaus, partindo da perspectiva da Psicologia Histórico-Cultural proposta por Vygotsky. A partir desta abordagem, aponta-se que esta investigação foi atravessada pelas dimensões sociais, históricas e culturais em seus processos de apreensão dos significados presentes no contexto. Teve como objetivo geral compreender os significados da travestilidade para um grupo de travestis da cidade de Manaus. Os objetivos específicos, apontar quais as construções conceituais acerca dos modos de vida das travestis que vivem no contexto sociocultural estudado, conhecer quais são as principais dificuldades nas trajetórias de desenvolvimento das travestis, investigar quais os significados atribuídos a travestilidade pelas respondentes e identificar os âmbitos de sociabilidade onde as travestis participam. Como metodologia escolheu-se a pesquisa qualitativa, utilizando-se a entrevista semiestruturada, os dados coletados foram transcritos e então submetidos à análise dos núcleos de significação. Os resultados a partir das falas das travestis indicam que elas são atravessadas por concepções presentes na cultura ocidental, emergindo alguns núcleos, tais como: a cultura local, a força do biológico, a feminilidade hegemônica e a relação com as instituições sociais. As dificuldades envolvem vários âmbitos: relacionamentos interpessoais, escolarização, trabalho e acesso ao banheiro. Como significados da travestilidade apareceu um núcleo, travesti como a expressão da fluidez e estereótipos de gênero, fazendo referência a travesti por meio de adjetivos, como sinônimo de ser mulher, ser em metamorfose versus um ser estereotipado, travesti boa e má, como desdobramentos da heteronormatividade. Nos âmbitos de sociabilidade temos um núcleo: lugar de travesti é no mundo: dialética da exclusão/inclusão. Os resultados deste estudo nos permitem refletir criticamente sobre os significados referentes a ser travesti na cidade de Manaus, indicando que o contexto sociocultural da cidade de Manaus participa dialeticamente na forma como elas significam “ser travesti” neste contexto, suas dificuldades e quais seus âmbitos de sociabilidade. Desejamos, a partir dos achados deste estudo, que seus modos de vida possam ser pensados e re-significados, na medida em que colaboraram na compreensão de que suas estratégias para continuar seu processo de desenvolvimento enquanto travestis, as dificuldades em seu desenvolvimento, bem como quais são aqueles lugares onde sua participação ainda é negada, podendo ser indicadores de barreiras que precisam do fomento de políticas públicas, participação dos movimentos sociais e academia na construção de uma sociedade mais igualitária. Os achados deste estudo indicam que as significações existentes em nível coletivo sobre a travesti, acabam refletindo nas elaborações subjetivas que elas elaboram sobre suas vivências. É possível inferir que existe um poder no meio social que postulam formas naturalizadas de desenvolvimento e existência, atrelados a uma visão prioritariamente biológica. Essas concepções encontram-se representados nos meios de comunicação, os quais legitimam determinadas verdades, influenciando os processos de apreensão de significados sobre o que é ser travesti. Constroem-se assim compreensões fragmentadas, reforçando o que podemos chamar de “dialética da exclusão”.
9

Travestilidade, o feminino como falo / Tranvestility, the feminine as phallus

Oliveira, Christiana Paiva de 23 September 2016 (has links)
Submitted by Filipe dos Santos (fsantos@pucsp.br) on 2016-11-18T11:28:06Z No. of bitstreams: 1 Christiana Paiva de Oliveira.pdf: 817680 bytes, checksum: 5aa4bd10df4f408c0de28ebfb452b9a5 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-18T11:28:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Christiana Paiva de Oliveira.pdf: 817680 bytes, checksum: 5aa4bd10df4f408c0de28ebfb452b9a5 (MD5) Previous issue date: 2016-09-23 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / This dissertation, written under the influence of Fundamental Psychopathology, addresses questions referring to Tranvestility and elements related to this manifestation. The title was born from a set of clinical care attendances - made by a NGO that cares for GLSBT people – where one of the patients speaks uninterruptedly about his mother. In these moments, the patient mentions a will to transvest that would not exist if it wasn’t for the influence of the mother; he constantly denies the analyst’s speech about it and any other who approaches the established dynamics between his mother and him – seen as perfect, although she was awfully sick. The risen hypothesis is that excessive denial, as well as the emphasis on the mother figure, connects to his will to transvest. In distinction to this case study, this essay intends to emphasize the mother figure as one of the instances of the feminine to the child, inferring to the thought of transvestility having an identification with femininity. For all, questions about narcissism, Oedipus complex and castration gain prominence inside the research and combine to the mechanism of denial. His issues on caring and on body entwine, bringing along considerations towards eroticism, present on the mother-son relation and modifications on the patient’s body. On the presented relationship, transvest hismself would be having access to an idealized body through erotization while providing live to an almost-dead mother / A presente dissertação, escrita sob a luz da Psicopatologia Fundamental, aborda questões referentes à travestilidade e elementos que se ligam a essa manifestação. O tema nasceu de uma série de atendimentos clínicos – realizados em uma ONG que atende a população GLSBT – nos quais um dos pacientes fala ininterruptamente de sua mãe. Nesses atendimentos, o paciente menciona uma vontade de se travestir que não realizaria em função da mãe; nega constantemente as falas da analista e de todos aqueles que se aproximam da dinâmica instaurada entre ele e a mãe – vista como perfeita, mesmo que a mãe estivesse muito doente. A hipótese levantada é que o excesso de negação, bem como a ênfase na mãe se liga à sua vontade de se travestir. A partir desse estudo de caso, o presente trabalho pretende dar ênfase à figura materna como um dos representantes do feminino para a criança, levando a pensar que o travestimento possui uma face identificatória com a feminilidade. Para tanto, questões referentes a narcisismo, complexo de Édipo e castração ganham destaque no andamento da pesquisa e ligam-se ao mecanismo da negação. As questões do cuidado e do corpo se entrelaçam, trazendo reflexões referentes ao erotismo, presentes na relação travada com a mãe e nas transformações do corpo do paciente. Na relação apresentada, travestir-se seria ter acesso ao corpo idealizado através da erotização e, ao mesmo tempo, dar vida à mãe quase morta
10

“Um dos Homens Seria Travesti”: Análise do Discurso Jornalístico sobre as Travestis em Cascavel – PR / “One of the Men Would Be Transvestite”: Analysis of the Journalistic Discourse about Transvestites in Cascavel - PR.

Silva, Jonathan Chasko da 17 February 2017 (has links)
Submitted by Rosangela Silva (rosangela.silva3@unioeste.br) on 2018-03-01T14:27:35Z No. of bitstreams: 2 Jonathan Chasko da Silva.pdf: 777188 bytes, checksum: 5f7d26b2625352f268643610f1e3afbb (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-01T14:27:35Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Jonathan Chasko da Silva.pdf: 777188 bytes, checksum: 5f7d26b2625352f268643610f1e3afbb (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2017-02-17 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / This work is the result of a research about the functioning of the journalistic discourse of the virtual information portal Central Gazeta de Notícias (CGN) on transvestites in Cascavel, Paraná. The corpus of the research is related to news published in the period between 2012 to 2016. The starting point was the launch of Resolution SESA 188 of March 10, 2010, which provides the inclusion of the social name of transsexual and transvestite people in administrative documents in the state of Paraná. What motivated us was the concern of the effects of meaning produced by CGN. In this sense, the main objective was to analyze discursive formations, ideological formations and imaginary formations on transvestites in CGN discourse. For this research, were mobilized the theoretical assumptions of the Discourse Analysis of French orientation, based on Pêcheux. The analyzed meanings relegate the transvestite to a marginal and marginalized position, close to criminality and with its identity not always respected and/or understood by the information portal. Also in this research, we analyze how CGN brings in its discourse the social name of transvestites. / Este trabalho é resultado de uma pesquisa acerca do funcionamento do discurso jornalístico do portal de informação virtual Central Gazeta de Notícias (CGN) sobre as travestis em Cascavel, no Paraná. O corpus da pesquisa é referente a notícias publicadas no período compreendido entre de 2012 a 2016. O marco de partida foi o lançamento da Resolução SESA 188 de 10 de março de 2010, que prevê a inclusão do nome social de pessoas transexuais e travestis em documentos administrativos no estado do Paraná. O que nos motivou foi a preocupação dos efeitos de sentido produzidos pela CGN. Neste sentido, o objetivo principal foi de analisar as formações discursivas, as formações ideológicas e as formações imaginárias sobre as travestis no discurso da CGN. Para essa pesquisa, foram mobilizados os pressupostos teóricos da Análise do Discurso de orientação francesa, com base em Pêcheux. Os sentidos analisados relegam a travesti a uma posição de marginal e marginalizada, próxima da criminalidade e com sua identidade nem sempre respeitada e/ou compreendida pelo portal de informação. Ainda nesta pesquisa analisamos a forma como a CGN traz, em seu discurso, o nome social das travestis.

Page generated in 0.0871 seconds